VIOMUNDO

Diário da Resistência


Yarochewsky, sobre os ”ouvidos moucos” de Rosa Weber aos ataques do filho de Bolsonaro em vídeo: ”Absurdo!”
O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, e o ministro de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, durante entrevista coletiva sobre medidas de combate às fake news. Foto: José Cruz/Agência Brasil
Política

Yarochewsky, sobre os ”ouvidos moucos” de Rosa Weber aos ataques do filho de Bolsonaro em vídeo: ”Absurdo!”


21/10/2018 - 19h13

Da Redação

O advogado criminalista Leonardo Isaac Yarochewsky, doutor em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), comentou no twitter:

A ameaça de Eduardo Bolsonaro de fechar o STF é uma ameaça à própria democracia. Urge que as instituições democráticas reajam contra a marcha fascista e os tanques. O risco de uma ditadura é real. Somente um candidato que represente a democracia poderá deter a barbárie.

A  ministra do STF e presidente do TSE, Rosa Weber,  sequer criticou o que Eduardo Bolsonaro, filho do candidato Jair Bolsonaro disse no vídeo. Limitou-se a dizer:

O vídeo foi desautorizado pelo candidato. No Brasil as instituições estão funcionando normalmente. E juiz algum que honra a toga se deixa abalar por qualquer manifestação que pode ser compreendida como inadequada.

”Absurdo!”, reage Yarochewsky à nossa pergunta sobre o que havia achado da declaração de Rosa Weber .

”Quando juízes fazem ‘ouvidos moucos’ diante de ofensas às instituições e à democracia é difícil não perder as esperanças”, completa.

Veja também:

Bolsonaro: ”Vamos varrer do mapa esses bandidos vermelhos do Brasil”

Rosa Weber passa pano para o filho de Bolsonaro que fecharia o STF com um cabo e um soldado

 

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Mário de Oliveira Pinheiro

21 de outubro de 2018 às 21h05

Rosa Weber em força de argumento lembrou contar 40 anos dentro do judiciário.Imaginemos essa longa jornada em tal meio ambiente.As respostas de Rosa Weber quase sempre são conduzidas à burocracia e daí para o elogia geral a seus pares.Cada pergunta é uma bola levantada” para Rosa Weber “chutar”: o ótimo trabalho do colega ministro, a comissão, etc”Ponto!O que se queria saber não se soube.Resposta adiada, no mínimo.. ficou sem resposta.Se quiserem resposta à questão que provoquem o STE e aguardem, a conclusão do “devido processo legal”.as sabemos que pode variar de acordo com as pessoas, o tempo e o modo.O processo legal depende de pessoas.Exemplo.Em Macaé TRE acaba de invadi o sindicato de petroleiros para tomar material de campanha contrários a Bolsonáro.Do outro lado, difama-se o cidadão no horário de propaganda eleitoral do STE e nada acontece.Quem se sentir atingido ~recorra ao judiciário e espere.Claro, mas e o crime que destrói reputações e altera vontade, convencimentos? Ah, “não altera”,diz o general que ocupa lugar de destaque nessas eleiçõe se no STF.Por que aquele aparato burocrático para evitar respostas com gongóricos discursos de nada.Espera-se afirmação de quem justifica uma condenação baseada em literatura ou para seguir apenas voto de maioria.”Instituições funcionando normalmente” é declaração distante da realidade que estamos vivendo É de exceção e cada vez mais.Dois pesos e duas medidas.De nada serviu a presença da ABIN na entrevista. Diseram ser difícil saber, elogiaram o sistema de defesa norte-americano(coisa nada estranhável)..O fato é que notícias mentiros(“fake news”) em cabeças colonizadas continuarão abastecedo campanha do candidato Bolsonaro. Petrobras, o governo e sabe-se lá quem mas estavam sendo espionados nos governos do PT e não foi a ABIN que informou Dilma, a prsidenta golpeada.

Responder

Deixe uma resposta