VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Serra é candidato a prefeito, com Privataria e tudo


25/02/2012 - 21h29

25/02/2012 – 13h00

Serra desiste da Presidência para disputar prefeitura, diz Kassab

MAÍRA TEIXEIRA, na Folha, sugerido por FrancoAtirador e com dica de Stanley Burburinho, no Facebook

DE SÃO PAULO

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), disse neste sábado (25) que o tucano José Serra tem um projeto de cinco anos com a cidade de São Paulo. Ao dizer isso, Kassab indica que Serra desistiu de se candidatar à Presidência da República. A referência dos cinco anos de trabalho pela cidade inclui a candidatura de Serra neste ano e mais quatro anos como prefeito.

“Essa questão [de se candidatar à Presidência] está encerrada na vida do Serra. Ele abandona esse projeto. Ele deixou isso muito claro. Ele tinha um grande projeto, aliás legítimo, de ser presidente. Caso fosse candidato de novo, se fosse eleito, seria um grande presidente, mas ele entendeu que deveria abandonar esse projeto. E ele abandonou”, afirmou Kassab em uma visita a uma praça da Freguesia do Ó, zona norte da capital.

Segundo o fundador do PSD, a partir de agora a vida pública do tucano está toda voltada para a cidade de São Paulo. “As suas preocupações, seus projetos, seus estudos [estão voltadas para São Paulo]. É por isso que eu digo que a cidade ganha com um grande pré-candidato, depois um grande candidato e prefeito. Os próximos cinco anos dele serão voltados para a cidade.”

Kassab disse que Serra definiu sua posição ontem. Depois disso, os dois conversaram pessoalmente sobre uma aliança e apoio entre o PSDB e PSD.

“Eu o apoio porque ele é ótimo para a cidade. Ele é meu candidato, terá meu voto. O Serra, por sua história, não precisa de nenhuma condição”, ressaltou Kassab.

Perguntado se a aproximação do PSD com o PT e seu pré-candidato, Fernando Haddad, teria sido o motivo da decisão de Serra, o prefeito disse que não. “Ele não demorou a se posicionar. Cada partido tem o seu tempo. As convenções são em junho. O Serra não demorou, ele definiu dentro dos prazos. Não tem ligação [com as conversas do PSD com o PT].”

Sobre a possibilidade de Serra ter em sua base o PSD e o antigo partido de Kassab, o DEM, o prefeito não vê problema. “O Serra tem experiência na vida pública, é um conciliador. Todos os partidos que entendem que ele é o melhor para a cidade de São Paulo saberão compreender e apresentar sua visão para que seja um bom candidato”, afirmou.

Sobre uma possível chapa “puro-sangue” do PSDB, Kassab disse que é possível, mas diz que não acredita que isso ocorra. “Uma aliança ampla como está sendo feita pressupõe uma chapa com candidatos de outros partidos.”

PS do Viomundo: Serra não poderá açular o antipetismo usando corrupção, por motivos óbvios. E terá de carregar o peso do apoio de Kassab.

Leia também:

Fernando Brito: Os mascates da Petrobras não descansam



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


191 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

FrancoAtirador

27 de fevereiro de 2012 às 20h03

.
.
Onde está a direita brasileira?

A recomposição Serra com Kassab obriga o PT a repensar sua tática de campanha em São Paulo. Depois de uma controvertida aproximação com o prefeito, fica difícil manter uma candidatura de oposição. Se olharmos para os aliados do governo federal, não fica fácil também apostar num embate entre direita e esquerda.

Por Gilberto Maringoni, na Carta maior

José Serra está reunindo condições para entrar pesado na disputa pela prefeitura de São Paulo. A recomposição do ex-governador com sua criatura, Gilberto Kassab, pode representar um golpe de mestre contra a candidatura de Fernando Haddad. A maioria dos dirigentes petistas alimentou a hipótese de se aliar com uma parcela da direita paulistana para vencer o tucanato a qualquer custo.

A pirueta do dirigente do PSD embaralha o jogo. O PT terá de encontrar rapidamente uma linha de campanha diferente da que vinha acalentando até as tratativas com o prefeito da capital.

O partido fez, ao longo dos últimos seis anos, uma cerrada oposição a gestão de Kassab. Denunciou privatizações, aumentos de tarifas, agressões contra camadas populares, descasos com a infraestrutura, superfaturamentos de obras e outras mazelas. Esperava utilizar a munição acumulada como mote na campanha. Agora que o potencial noivo fugiu do altar após um namoro público, a tática dificilmente colará no eleitorado.

Outra arma de campanha – a denúncia das privatizações tucanas – está com a pólvora molhada desde que o governo federal decidiu privatizar os aeroportos em leilões cuja coreografia lembra muito as vendas de estatais da Era FHC. É claro que os petistas seguirão com suas manhosas explicações de que “concessão não é privatização” para tentar evidenciar diferenças com o possível adversário.

Íntegra em:

http://www.cartamaior.com.br/templates/colunaMost

Responder

André

27 de fevereiro de 2012 às 16h02

E no meio do caminho ele vai deixar a prefeitura para se candidatar ao Palácio do Planalto, em 2014. Principalmente se ele ganhar a prefeitura com uma votação expressiva. Mas se ele perder, ele pode se mudar definitivamente, junto com a família, para as Ilhas Virgens Britânicas. Ele não tem mais o que fazer no Brasil.

O problema é que apesar do livro do Amaury, Serra ainda é um forte candidato à prefeitura de Sampa.

Quem trabalha em São Paulo não tem tempo para nada, muito menos para ler um livro. Eu me refiro ao povão e à classe média. E a extrema direita aposta na ignorância das pessoas. Ser ignorante não é ser burro, é simplesmente estar por fora da realidade, é desconhecer A privataria tucana, por exemplo. E o Paulista não se informa por absoluta falta de tempo ( e eu não me refiro às informações provenientes da Folha e do Estado de S. Paulo).

E as pessoas que não se informam tendem a ficar cada vez mais conservadoras.

E o que sobra para o paulista que chega por volta das 22 horas em casa depois de um dia de trabalho? O telejornal do Boris Casoy e similares. E para Boris Casoy Lula é um assassino.
E é por aí que caminha a humanidade.

Responder

Eduardo Di Lascio

27 de fevereiro de 2012 às 14h26

Vai ser uma disputa dura, mas acho que Serra leva. Os paulistanos tem cada mais raiva do PT. Eu? Voto nulo.

Responder

    Marcelo de Matos

    27 de fevereiro de 2012 às 15h17

    De onde você tirou que paulistano tem raiva do PT? Eu sou paulista do interior e moro em Sampa a 50 anos: em resumo – amo o PT. Se formos nos basear em estatística o Palmeiras não ganhará o campeonato paulista. Acontece que o time e outro, agora com um hermano no ataque. No caso em questão, as estatísticas apontam a vitória de Serra, mas, há vários fatores a considerar. Os paulistanos gostam de dar uma chacoalhada no banbuzá quando as coisas não andam bem. Se a turma o Serra está aí a tanto tempo, por que não tentar algo novo que traga melhoras no trânsito, nas enchentes, na segurança, na educação, na saúde? Será que está tudo muito bem? Que tal mudar? Lembram-se da Eleição de Erundina que ninguém acreditvava?

Joshua Ghosn

27 de fevereiro de 2012 às 13h54

Um "CHOPIS"e Dois "Pastel"….A explicação da intelegência política dos Paulistas!!!!

Responder

EUNAOSABIA

27 de fevereiro de 2012 às 11h56

Jilmar Tatto já jogou a toalha, já fala até em uma possível desistência – uma espécie de WO – o objetivo agora é evitar um vexame monumental, uma derrota de Haddad em primeiro turno é dado como provável.

Responder

    Miguel

    27 de fevereiro de 2012 às 18h18

    dado como provavel por quem? o pessoal ai do comite de boataria? se trabalharem com cenarios ficticios nao vao agradar o patrao.

Carlos

27 de fevereiro de 2012 às 10h46

O Sr. Trevas (Cerra – PHA) depois do excelente Privataria Tucana se tornou O Passageiro da Agonia em qualquer posição, cargo ou função que ocupe – ou partido ao qual esteja filiado – onde quer quer seja. Agoniza por causa do Privataria Tucana pois tudo o que ali é revelado, por ser verdadeiro, pode a qualquer momento e por quem quer quer seja, ser usado para fazê-lo refém e por tanto subjugado, reduzido, subserviente (ainda que lhes sejam convenientes o teatro mostrando independência e autoridade). Devido a essa possibilidade é mais que perigoso e desastroso principalmente para toda a coisa pública um detentor de cargo eletivo e ou mesmo servidor público com certos poderes, tendo tal grau de vulnerabilidade.

Responder

Eduardo P. Barreto

27 de fevereiro de 2012 às 09h50

JOSÉ SERRA

Lá vem José Serra de novo
Tentando ludibriar o povo
Com a sua carinha de inocente
Quer ser prefeito de São Paulo
Já que seus votos não tiveram saldo
Suficiente para elegê-lo presidente.

O cargo não é o mais importante
O que importa é estar atuante
Na máquina do poder
Porque no final das contas
O que interessa é a pompa
Na qual o político costuma viver.

Mas fico bastante preocupado
Devido ao famoso atentado
Que quase levou Serra ao céu
Será que ele teria saúde suficiente
Para guiar São Paulo conscientemente
Depois da atômica bolinha de papel?

O Serra é muito corajoso
Pois se sair vitorioso
Aumentará muito a sua fama
E isto talvez lhe traga perigo
Porque surgirão outros livros
Como o ‘Privataria Tucana’.

Aqui em São Paulo o PSDB
Tem a segurança que deseja ter
Pois exerce influência sobre a imprensa
E assim ele vai se perpetuando
No poder e a elite vai ficando
Com fama de gente que não pensa.

É hora do PSDB ir embora
Apagando para sempre da história
A sua política de subserviência
E permitir ao Brasil prosseguir
Aparando as arestas e assim
Consolidar a sua independência.

Eduardo de Paula Barreto

Responder

Rodrigo Leme

27 de fevereiro de 2012 às 09h22

Era o movimento mais óbvio, uma vez que se ele disputar a presidência com uma caixa de palito de fósforo ele perde.

No âmbito nacional, é preciso um candidato de força e, ficha corrida menos evidente e imagem menos arranhada que a dele. Por isso Maluf e outros da espécie nunca emplacaram em campanhas presidenciais, por isso q ele (Serra) não vai emplacar nunca mais.

Agora, no âmbito regional, não importa onde, esses fatores pesam menos que a inércia do eleitorado local. Por isso emplacam privateiros, mensaleiros, trambiqueiros e outras subespécies.

O problema do Serra é a resistência interna – do partido – ao seu nome. É capaz de ficar nas prévias, e se passar perder a eleição. Vai continuar sem meu voto, mesmo que fosse candidato a síndico do meu prédio. Vale em dobro para o Matarazzo, que já conheci pessoalmente e vou parar por aqui mesmo para não ser processado por difamação, rs.

Enquanto o PT perde eleição em cima de eleição em SP pq sempre joga nomes sem identificação nenhuma com o estado / cidade (Mercadante? Haddad? Faça-me o favor) o PSDB está construindo a base para perder o estado / cidade por não trazer nomes novos para a mesa, ficando na dicotomia Alckmin / Serra e não dando espaço para novos e menos desgastados nomes aparecerem. Esse é o cen[ario que de repente favorece um novo partido ganhar terreno por aqui.

Responder

Operante Livre

26 de fevereiro de 2012 às 23h18

Minha inocente avaliação indica que a dupla Çerra e Caçab é excelente para o PT.
Ao menos eles foram competentes para dizer que são aliados puros, que jogam no mesmo time e que não querem profanar suas paróquias.
Agora falta o PT definir com clareza de ação e discurso o que o diferencia.
Não dá prá ficar no lusco-fusco.

Responder

daniel

26 de fevereiro de 2012 às 22h55

Bom, uma cidAde mais feia, suja, violenta, truncada que Sao Paulo é impossível. Quem gAnhar estaá de bom tamanho.

Responder

lulipe

26 de fevereiro de 2012 às 20h48

O Serra candidato era o temor do PT, serão mais quatro anos longe do poder de São Paulo.

Ps:Espero que desta vez meu comentário seja publicado.

Responder

Curupira

26 de fevereiro de 2012 às 20h44

Tá na hora desse povo tomar uma lição em São Paulo … não é possível mais um mandato … assim num güento …

Responder

beattrice

26 de fevereiro de 2012 às 20h31

Bilhete ao
deputado Marco Maia:

Por um momento, um breve mas dramático momento julguei que tudo estava perdido,
o clima em casa ficou difícil, a filha irritada, a esposa, essa já vem irritada há tempos,
e o partido, bem o Fernando disse que não ia segurar mais.
De repente, tudo se acertou,
certo de contar sempre com seu inefável, mas caloroso apoio,
meus agradecimentos eternos.

ass: José Serra.

Responder

josé fernandes

26 de fevereiro de 2012 às 20h25

a corda esta dada….kkkkkkkkkk

Responder

nicolasn

26 de fevereiro de 2012 às 20h19

"o Serrote é um conciliador"….kkkkkkkkkk estou morrendo de dar risada !!!!

Responder

_Rorschach_

26 de fevereiro de 2012 às 20h13

Se os marqueteiros do PT não conseguirem desvincular o Hadad daquele infeliz kit-gay, o candidato será obliterado.

Se a oposição colar nele essa pecha, assim como fizeram com a Martaxa (taxas), acho que ele não fica nem em segundo. É que nem o Netinho com aquela questão de espancar as mulheres: ficou marcado.

Evidentemente que o Lula não patrocinaria um azarão, mas sinceramente estou ansioso para ver como os marqueteiros sairão dessar armadilha.

Responder

Fernando R.

26 de fevereiro de 2012 às 17h46

Haddad está eleito. Vamos chutar cachorro morto à vontade.

Responder

Polengo

26 de fevereiro de 2012 às 17h42

Qualquer coisa que ele fizesse ia ser ruim (tá bom, não é novidade, é como tudo o que ele faz…)

Sendo candidato, se perder, morreu. Se ganhar, morreu também com uma prefeitura não desejada por um ex-quase-presidente frustrado e vingativo. Se deixar a prefeitura para concorrer à presidência, será outro estrago.

Não sendo candidato, vai dar na mesma briguinha com o aécio pra 2014 e vão tomar outra bucha.

Os único que perdem mais do que ele e o psbd são os moradores da cidade que possivelmente o elegerá.

Responder

Arlete

26 de fevereiro de 2012 às 17h28

Pensei que era só aqui em Minas que a população era sem CONSCIÊNCIA CRÍTICA

Responder

kruguer

26 de fevereiro de 2012 às 17h24

Já pensou elegerem um candidato a prefeito que NÃO QUER SER PREFEITO ?
Imagina que estrago que vai ser para a cidade o mandato que essa pessoa vai desempenhar por 4 anos , isso se chegar ao final né.

Responder

    Geysa Guimarães

    27 de fevereiro de 2012 às 11h42

    Chega não, kruguer, chega não.
    É o prefeito VAPT VUPT, sua meta é a cadeira presidencial.
    Afinal, Serra já nasceu preparado, é "presidente de nascença".
    Ele mesmo quem disse, inclusive para Sabrina Sato.

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 12h09

    Meta?!! Não seria idéia fixa?

    Geysa Guimarães

    27 de fevereiro de 2012 às 18h17

    Ponto pra vc., ideia fixa é o correto.

    Mário SF Alves

    29 de fevereiro de 2012 às 18h06

    E aí, Geysa? Afinal, o "ponto" foi pelo significado do "idéia fixa" ou, nada disso, e sim, nada mais que pura (ou também) ironia pelo atraso na adoção da nova regra gramatical?
    Seja como for,
    Abraços,
    Mário.
    Se bem que, pensando melhor, um cara desses, com R$ 45 bi de "dividendos" pela função de vaqueiro-mor da res-pública não poderia mesmo, em hipótese alguma, se dar ao luxo de se conduzir por tipo nenhum de ideia fixa. Portanto, prezada Geysa, debaixo desse "caroço tem angú".

    Geysa Guimarães

    01 de março de 2012 às 16h17

    Mário:
    Confesso que não entendi nada sobre essa "nova regra gramatical".
    Enfim, ponto pra vc significa que seu termo é o mais exato.
    A Presidência, para o cara que diz ter "nascido preparado", é idéia fixa.
    Abraço.

MAUFERRI

26 de fevereiro de 2012 às 17h23

"Nossa!" dessa vez acho que o Serra não deixa a prefeitura, pois, sobraram ppoucos ossos pra ele roer, parece que seu partido não tem desejo de dividir os espolios "PÚBLICOS",…………..
Sucesso aos confiantes BANDEIRANTES.

Responder

Gerson Carneiro

26 de fevereiro de 2012 às 17h12

Para refrescar a memória de alguns.

<img src=http://a3.sphotos.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash4/s320x320/395297_315037041878606_100001169383049_832034_982295545_n.jpg>

Responder

    Miguel

    27 de fevereiro de 2012 às 18h25

    adoro relembrar as estultices dos "analistas politicos". especialmente dos numerologos e palpiteiros sem estofo.

O_Brasileiro

26 de fevereiro de 2012 às 16h38

Serra será candidato com a benção do governador do Estado e com o apoio financeiro da indústria imobiliária ligada ao atual prefeito. Isso sem falar no bispo de Guarulhos…
Logo, ataques pessoais farão pouco efeito sobre o conservador eleitorado paulistano, que tem uma forte rejeição ao PT. Não vou entrar no mérito dessa rejeição para não gerar discussões acaloradas…
Mas, considerando a votação para presidente na cidade de São Paulo, em 2010, onde a diferença entre Serra e Dilma foi de menos de 466.000 votos, mesmo tendo sido Serra prefeito-relâmpago e governador, pode-se dizer que o PT tem chance de tentar diminuir essa rejeição em São Paulo.
Talvez o caminho seja mostrando onde os tucanos e Kassab falharam, e as falhas são muitas: trânsito caótico, inundações, custo de vida absurdo (!), saúde centralizada, professores desvalorizados.
Não adianta o PT ir à televisão mostrar preocupação com os pobres porque em São Paulo (assim como no resto do país!), nem os pobres gostam dos pobres.
O PT tem que ir pra televisão pra mostrar como poderia deixar os paulistanos mais "ricos" e São Paulo com "cara" de Paris ou Nova Iorque.

Responder

    Carlos.

    27 de fevereiro de 2012 às 10h47

    O eleitorado paulistano, sabe-se lá porque, é o mais suscetível ao moralismo e manipulação. O eleitor paulistano não vota no que é melhor para a cidade, o eleitor vota no que mais se parece com sua idéia de honestidade e competencia. Então é só saber se passar por competente que o sujeito está com a vida feita. Se não for honesto, não tem pobrema: paulista também gosta do ditado "rouba, mas faz", daí é só a imprensa dizer que o cara é o mais preparado. É só nos recordarmos daquela história famosa de que basta o sujeito aparecer bem vestido e num carrão bacana pra ser chamado de doutor. Nos tempos de Jãnio o que colava era aquela história de vassourinha pra varrer a corrupção, vieram os tempos do Maluf e o que valia é a quilçometragem de pontes construídas (pouco importando o superfaturamento). Paulista tem esta mania de "diproma", asfalto e concreto, mesmo. O cara pode ser um inepto, mas se a imprensa disser que ele tem dirpoma de doutor "nos Estado Zunidos" e que ele é papa-hóstia, o candidato está com a vida feita.
    Os motivos que levam os paulistas e paulistanos a definirem seus votos ainda serão motivo de estudo, algum dia. Espera-se que até lá ainda exista alguma coisa de SP…

    Geysa Guimarães

    27 de fevereiro de 2012 às 11h27

    Brasileiro:

    E não é que vc tem razão? A maioria paulista é deslumbrada, não adianta tentar sensibilizá-la falando de pobreza. Como dizia o mestre Joãosinho Trinta, pobre gosta é de luxo..
    Ótima sua sugestão para o programa eleitoral. Manda pros marketeiros do PT.

Gustavo Pamplona

26 de fevereiro de 2012 às 16h03

hahahahahahahhahahahahahahhahahahahahhahahaha

Ah… se eu fosse paulista ou tivesse meu domícilio eleitoral em São Paulo votaria no Serra com o maior prazer! Força Serra Prefeito! Falo da FSP (Folha de São Paulo) é claro!

Queridos…. Daqui de BH assistirei de camarote a derrota flagorosa do insolente do Fernando Haddad.

hahahahahahahhahahahahahahhahahahahahhahahaha

—-
Desde Jun/2007 hahahahhahahahaahahahando no "Vi o Mundo"! ;-)

Responder

    P Pereira

    26 de fevereiro de 2012 às 17h09

    "FLagorosa"?
    Espirra logo, é humano.

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 21h23

    Quem ri por úlltimo em geral ri melhor e para valer.
    Ou não tem alguém ai perto de vc rindo desde a última eleição?

    Miguel

    27 de fevereiro de 2012 às 18h22

    derrota flagorosa tem algo a ver com o flamengo?

Jacó do B

26 de fevereiro de 2012 às 15h35

Sr Kassab, o Serra abandonou a utopia de ser Presidente ou foi abandonado…..?

Responder

Antonio Silva

26 de fevereiro de 2012 às 15h28

Prezado Azevenha, peço a sua compreensão para o que lhe direi .
Sempre considerei você e este seu espaço um ótimo espaço na web para uma boa disccussão política e ou apena para acumulação de conhecimento .
Mas, infelizmente estou me sentindo forçado a não mais comparecer a este excelente blog, explico :
É que já estou enojado em encontrar aqui neste blog um desclassificado que utiliza os blog's da direita (Noblat, Veja etc…) para injuriar o nosso Presidente Lula e a todos os que o defendem (petistas ou não) .

Responder

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 21h26

    Antonio, a grande diferença deste blog e de outros blogs ditos "sujos" é exatamente esta.
    A opinião do internauta leitor, ainda que cópia, é publicada.
    Este é o grande mérito deste blog.
    Vá a qualquer fórum no UOL e tente postar uma opinião que seja contrária ou uma crítica, o próprio sistema nem permite que a opinião seja enviada ao moderador e quando passa não é publicada.
    Continue no blog, divulgue.
    Filtre os caras que trabalham para a direita.
    Ficarão falando sozinhos!

    _Rorschach_

    26 de fevereiro de 2012 às 22h30

    Você não pode estar falando sério…Não é possível que esteja.

Ananda

26 de fevereiro de 2012 às 15h07

O inimigo, como disse o Hiro, é o PIG, que tem o poder de dar mais sobrevidas a Serra que Jason Voorhees jamais sonhou. Aguardemos para ver se houve um pouco de amadurecimento dos paulistas, apesar do PT continuar a não investir nadica de nada na politização.

Responder

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 14h06

    É… pelo visto deixou pro Azenha. Tarefeiro, heim, prezado Azenha?

    beattrice

    27 de fevereiro de 2012 às 17h19

    O problema não é só o amadurecimento político de São Paulo, é que o PT sobretudo em Sp a cada dia é uma cópia mais fiel do PSDB, aí o cidadão pergunta, votar em quem? No que tá aí.

Pedro

26 de fevereiro de 2012 às 14h58

O que pode mudar o jogo é a informação qualificada, é o cidadão participar, se interessar por tudo que estão fazendo em nome dele, e não, continuar a ser esse eterno idiotizado manipulado que aplaude e engole montanhas de lixo que lhe enfiam pela goela abaixo. Quem criou a podridão fomos nós, e somente nós é que podemos eliminá-la!!!!!. Vai dar um baita trabalho, mas é possível….

Responder

FrancoAtirador

26 de fevereiro de 2012 às 14h57

.
.
Se com a regulamentação dos meios de comunicação social

já seria difícil para o PT vencer eleições em São Paulo,

imagina com a mídia oligárquica tripudiando, como está.

E mais, a direita tem a favor as máquinas municipal e estadual

e todo o aparato de hackers montado por Graeff e Soninha.

Além disso, há o movimento clerical agindo no subterrâneo

e os militares a postos para "impor a ordem, em nome da lei".

Sem falar na urna eletrônica "muito bem cuidada" pelo TRE-SP.

Assim sendo, é quase impossível desbancar o PSDemB do poder,

mesmo com o Lula em plena forma e com o atual prestígio de Dilma.
.
.

Responder

    _Rorschach_

    26 de fevereiro de 2012 às 20h07

    Peraí !

    A Erundina, repito, a Erundina, já ganhou em São Paulo.

    A Marta já ganhou em sampa.

    Isso me lembra aquele discursinho pré conversão do Lula ao establishment, tipo : "Os EUA nunca deixarao o Lula ganhar", "a Globo não vai deixar" e etc..

    O PT tem que fazer um bom nome e insitir nele. Talvez o Hadad seja uma boa, não para essa, mas para as próximas eleições. Mas tem que insistir num bom nome.

    Não adianta lançar o Mercadante e seus aloprados e reclamar que não ganha…

    FrancoAtirador

    26 de fevereiro de 2012 às 22h32

    .
    .
    Caro(a) _Rorschach_

    A Erundina se elegeu com 33% dos votos válidos.
    Não havia segundo turno em 1988.
    .
    .
    Em 2000, a Marta venceu o Maluf com o apoio do PSDB.
    E concorreu à sucessão do prefeito Celso Pitta.
    Até o Tiririca venceria o Maluf, naquela eleição.
    .
    .
    De qualquer forma, torço para que eu esteja errado.

    Um abraço libertário,
    .
    .

    beattrice

    26 de fevereiro de 2012 às 20h22

    Desculpe, mas vc omitiu um detalhe que é de suma importância:
    o PT-SP é uma cópia remendada do PSDB, vide padilha, cardozo e outros que tais.
    O povo de modo geral não confia em genérico, e vota no original.
    Por isso os bicudos se mantêm em SP.
    Não há oposição, de fato.

    FrancoAtirador

    26 de fevereiro de 2012 às 22h49

    .
    .
    Bem lembrado.

    Mas creio que o deslumbramento por estrelato na mídia oligárquica é o fator preponderante.

    E não se restringe apenas a São Paulo. Acontece em todo o País.

    Por isso a Ley de Medios não sai.
    .
    .

Marat

26 de fevereiro de 2012 às 14h52

Não consigo crer em vida após a morte, nem mesmo consigo crer na reencarnação, mas, em alguns momentos, acho que nós, de SP, pagamos pelo carma dos sanguinários bandeirantes. Não é possível sofrermos tanto!

Responder

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 14h08

    Esqueça o imponderável, caro Marat. O problema tem nome e sobrenome: é Brasil-Casa Grande e Senzala.
    Atenciosamente,
    Mário.

souza

26 de fevereiro de 2012 às 14h18

cerra vai apagar o nome dele da vida pública.

Responder

FrancoAtirador

26 de fevereiro de 2012 às 14h16

.
.
A VISÃO DA EXTREMA-DIREITA PAULISTANA

domingo, 26 de fevereiro de 2012
Desenhando para o PT…
Serra 31% de rejeição + Kassab R$ 38 bilhões de orçamento = Serra Prefeito.

Por CoronelLeaks, no Coturno Noturno

Em fevereiro de 2008, Gilberto Kassab era rejeitado por cerca de 30% dos paulistanos, que não votariam nele de jeito nenhum.

Às vésperas do segundo turno, em outubro, Kassab era aprovado por 59% dos eleitores e venceu a eleição contra Marta Suplicy.

Durante toda a campanha, Geraldo Alckmin apresentou uma taxa de rejeição menor do que 15%. E ficou em terceiro lugar, não indo para o segundo turno, cedendo lugar para Marta Suplicy que sempre esteve com algo em torno de 30% de rejeição.

Uma única pesquisa apresentou José Serra com 31% de rejeição para a eleição da prefeitura pauliustana em 2012. São aqueles 30% que só votam no PT e que, no segundo turno, conseguem chegar aos quarenta e poucos. Tudo certo.

E sai de baixo, PT, que nos próximos oito meses, o Kassab e a sua retroescavadeira de R$ 38 bilhões vão asfaltar as ruas, pintar as escolas, abrir as creches, inaugurar obras espetaculares…ao lado de José Serra…
.
.
COITADO DO BEM EDUCADO HADDAD!
NÃO SABE O QUE O ESPERA!
.
.

Responder

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 14h17

    Gostei da montagem da equação. Mas, ufa! Ainda bem que a retro opera sobre locomotiva cada vez mais desgovernada e o candidato a maquinista sofre de ideia fixa. E vamo que vamo, pois a Casa-Grande tá cada vez mais cheia de cupim. E o "A Privataria Tucana" que o diga.

doctormario

26 de fevereiro de 2012 às 13h39

Serra conciliador ? Perguntem aos tucanos das prévias que o chamaram de palhaço. Quanto à candidatura, achei ótimo. Serra, agora com o telhado de vidro amplo e irrestrito (mentiroso, privata e desagregador) só vai reforçar o campo adversário. Se ele ganhar (duvido muito) vou me convencer de que o paulistano é mesmo um povo meio atoleimado.

Responder

Elias SP SP

26 de fevereiro de 2012 às 13h35

Confesso que tive muitas dúvidas quando Lula sugeriu Haddad para a eleição à prefeitura de São Paulo. Ao ler no Estadão entrevista do ex-ministro da Educação, percebi tratar-se de outro 'animal político', longe de ser popular como Lula, mas de uma desenvoltura retórica não muito distante do ex-presidente. Basta Haddad recorrer a vocábulos mais usados no dia-a-dia dos paulistanos para que Chalita e especialmente Serra fiquem falando sozinhos.

Responder

Nilton

26 de fevereiro de 2012 às 13h18

Para "EUNAOSABIA"
Ele é tudo isso e ainda, sim, perdeu para um "poste"!

Ele deve enfiar tudo isso no saco!!!

Responder

    Geysa Guimarães

    27 de fevereiro de 2012 às 11h38

    Topar com um "poste" energizado pelo SuperLula pode ser perigoso.
    Numa dessas, Serra acaba eletrocutado.

PedroAurelioZabaleta

26 de fevereiro de 2012 às 13h05

Ótimo!
Assim não tem dúvida.
O jogo terá de ser jogado.
Se a CPI da Privataria sair a gente entende uma coisa,
senão sair a gente entende outra coisa.
Facínho, não?

Responder

Galeano

26 de fevereiro de 2012 às 12h54

E o R. A. já declarou (com outras palavras): "a candidatura de Serra faz bem à Cidade de São Paulo, que está sendo tomado por exércitos…"

"Tomada por exércitos"…vejam o desserviço que esse senhor causa à opinião pública.

Responder

Outro Antonio

26 de fevereiro de 2012 às 12h25

A Fucha do Se-erra é limpa? E ele tem diploma mesmo? E os documentos do Privataria Tucana?
Marcos Maia, acorda.

Responder

Annibal Botto

26 de fevereiro de 2012 às 11h53

Creio que a cadidatura de José Serra à prefeitura de São Paulo tem dois objetivos: a) Deixa o caminho, mais ou menos, aberto para Aécio Neves tentar a Presidência. OBS: MAIS OU MENOS, porque nada garante que a ocupação do cargo de prefeito, faça Serra desistir da presidência, afinal de contas, ele pode abandonar o cargo no meio, como já fez…por isso, creio que o verdadeiro objetivo seja o b): Testar se as denúncias feitas através do livro "Privataria Tucana" causou algum estrago aos políticos do PSDB. Se fez estrago, enterra o Serra. Se não fez, garante que o PSDB pode continuar sem se preocupar com as denúncias.

Responder

Carlos.

26 de fevereiro de 2012 às 11h47

Serra vai ganhar. Porque? O povo paulistano adora jânios e malufs "genéricos". Qualquer tranqueira que se assemelhe a este tipo de político que a extrema-direita apresente tem votos garantidos. Para um povo que se acha tão mais inteligente do que o resto do Brasil, a maioria dos paulistanos prova o contrário a cada eleição. Já chegamos ao cúmulo de ter um Celso Pitta prefeito porque encarnava o maluf-genérico da época.
Para quem lembrou da Freguesia do Ó, isto aqui só piora e os freguesianos insistem em votar nestas tranqueiras. É coisa de um vereador do bairro a 'importantíssima' lei da obrigatoriedade de exames semestrais nas academias de ginástica, como se o bairro não tivesse problemas mais urgentes carecendo de atenção.

Responder

Marat

26 de fevereiro de 2012 às 11h44

Nosso caudiho nem precisará de bolas de papel, nem de precisará fingir ser religioso. Aliás, nem precisa fazer campanha. Ele tem a veja, a globo, a bandeirantes, a gazeta, a folha e o estadão. Ele tem o judiciário, ele tem o ministério público, ele tem a PM, a Guarda Civil Metropolitana, ele tem os fanáticos, ele tem os alienados (e esses são uma legião)… ou seja, vamos permanecer província ad eternum!

Responder

Marcelo de Matos

26 de fevereiro de 2012 às 11h34

O blog do Josias estampa a frase de Haddad sobre a reviravolta de Kassab: “A volta dos que não foram”. A mudança de rumo do alcaide surpreendeu-me, também. Sempre pensei que a colônia árabe fosse de fato unida. Depende, depende. Mas, vamos ao Josias: 1) “Sem Kassab, o PT decidiu reforçar o assédio a legendas que, em Brasília, integram o condomínio governista. Com 6% no Datafolha, Haddad entra na campanha como um postulante “teledependente”; 2) “As investidas do PT se concentram sobretudo em duas legendas: PR e PSB. A primeira mostra-se mais propensa a negociar. Mas exige compensação que independe de Haddad e do PT. Quer que Dilma Rousseff lhe devolve a pasta dos Transportes”; 3) “Quanto ao PSB, encontra-se mais próxima do PSDB. O presidente estadual da legenda, Márcio França, é secretário de Turismo do governo tucano de Geraldo Alckmin. O presidente nacional, Eduardo Campos, faz tabelinha com Kassab”; 4) “Planeja-se injetar nas negociações uma tese nova: com Serra, a eleição municipal nacionaliza-se”.

Responder

Geysa Guimarães

26 de fevereiro de 2012 às 11h23

Kassabinho, de volta ao bico de "seu Pai-Pai".
O bom filho ao ninho torna – e os empreiteiros comemoram.

.

Responder

Eudes H. Travassos

26 de fevereiro de 2012 às 11h18

Bem, mas ainda espero que a candidatura do Serra traga algo positivo, o PT tome vergomha e coragem e instale a CPI da PRIVATARIA.

Responder

Eudes H. Travassos

26 de fevereiro de 2012 às 11h14

mas uma pergunta fica à respoder; e o PT, como fica depois de tentar mau sucedidadmente se aproximar de Kassab? Será que seus vereadores vão ter alguma moral pra fazer oposição ao maus unsugnuficantes dos predeitos da história de São Paulo?
Acho uqe o PT , infantilmente, caiu numa bela de uma ciladra, pensada e arquitetada pra neutralizá-lo.
Como poderá, agora, criticar a candidatura de Serra por está com Kassab?

Responder

Eudes H. Travassos

26 de fevereiro de 2012 às 11h08

"Serra é candidato a prefeito, com Privataria e tudo."

E mais uma vez vai ganhar de Lula, Dilma e o PT. Obrigado, Erundina.

O petismo, definitivamente, não tem vez em terras bandeirantes.

Se as terras bandeirantes, com privataria e tudo e depois de o próprio Serra ter lhe traído se comprometendo de não abandonar o cargo de prefeito, como fêz na sua eleição para prefeito, fazendo a prefeitura de trampolim, mau sucedido, é bom que se diga e, ainda voltar a lefer este engoldo a algiuma coisa, é porque os bandeirantes de hoje gostam de ser enganados, e adoram uma corrupção.

Responder

Marcelo de Matos

26 de fevereiro de 2012 às 11h00

O artigo da sua colega Eliane Cantanhêde também está interessante. Destaco o seguinte: 1) “Serra e Alckmin são amigos na origem, adversários no PSDB e fadados a uma convivência forçada para, quem sabe, todo o sempre”; 2) “Serra precisa da força de Alckmin e da máquina do principal governo do país. Alckmin também precisa de Serra, para garantir São Paulo nas mãos dos tucanos”; 3) “Haddad míngua, Gabriel Chalita perde até a equipe, Gilberto Kassab assume ares de coordenador e porta-voz, como se sua ostensiva aproximação com Lula e Haddad jamais tivesse existido”; 4) “Há dúvidas, como sempre, sobre a participação efetiva dos tucanos: até onde eles vão ajudar, até onde poderão atrapalhar. É o "fenômeno Aécio", que se materializa a cada eleição”; 5) “Ele é o primeiro nas pesquisas, mas acumula enorme rejeição; boia de salvação para os tucanos, não tem a simpatia de 9 entre 10 deles”; 6) “Convém ter um pé atrás diante das promessas de que Serra não vai abdicar da Prefeitura para disputar a Presidência”.

Responder

CLP

26 de fevereiro de 2012 às 10h51

Haha, que ridículo, o Lula, na soberba de que manja tudo de política tomou uma senhora "canetada" do Kassab, essa deve estar doendo hein??!!

Responder

    Geysa Guimarães

    27 de fevereiro de 2012 às 11h35

    O SuperLula, definitivamente, é um homem de muita sorte.
    Nas raras vezes em que está prestes a fazer uma besteira, vem o vento benfazejo e carrega ela pra lá,

    Miguel

    27 de fevereiro de 2012 às 18h18

    lula tomou canetada do kassab? o sol ai ta batendo muito forte?

hugo

26 de fevereiro de 2012 às 10h08

Eu cresci ouvindo a expressão curral eleitoral associada aos estados do Norte/Nordeste. Hoje eu vejo que era puro preconceito. O maior curral eleitoral do mundo está em SP. SP ainda possui a vantagem, para os coroneis que reinam por aqui, de que não é necessário gastar nem um centavo com assistencialismo para se comprar voto. Basta cultivar valores como o racismo, o preconceito e o culto à ignorância. Os votos vem de graça.
Viva a Chuíça.
Eu tenho vergonha de ser paulista.

Responder

    Taques

    26 de fevereiro de 2012 às 11h04

    Muda pro Piauí ou pra Bahia ou Rio Grande do Sul, Acre, Sergipe …

    Opções não faltam, companheiro.

    Deixe de passar vergonha à toa.

    hugo

    26 de fevereiro de 2012 às 12h16

    Eu poderia ir até para o Nepal e essa vergonha sempre me acompanharia. Outra coisa, eu não passo vergonha, são meus conterrâneos que me envergonham com seu comportamento racista e preconceituoso, tão comum na chuíça.

    helio filho

    26 de fevereiro de 2012 às 12h53

    Pode vir pro Nordeste, Hugo.
    Sentira o vento de proa, em uma regiao que, mesmo pobre, avanca rapido.
    Sera um pouco menos rico, talvez, mas nao tera que ouvir a velha cantilena
    das viuvas de 1932, nem seu eterno provincianismo, agora high-tech.
    Tera orgulho de ser brasileiro e candidatos em quem votar.
    Seja bem-vindo, quando quiser.

    Gustavo

    26 de fevereiro de 2012 às 13h17

    O problema não é São Paulo, é uma parcela dos paulistas, que ainda teimam em desconsiderar diferenças culturais do Brasil, numa atitude arrogante e preconceituosa. Infelizmente, esta parcela considera que São Paulo é o estado mais rico da nação por causa de atributos pessoais dos habitantes, esquecendo fatores históricos e geográficos.

    Geysa Guimarães

    26 de fevereiro de 2012 às 11h07

    Não vêm todos de graça não, hugo. A COMPRACIA rola solta.

    roberto

    26 de fevereiro de 2012 às 11h09

    Caro Hugo, excelente comentário, sintetizou o que sempre foi o cartão de visita paulista.
    Talvez esta seja a última chance de SP embarcar no trem da história do País, que saiu da lenga-lenga das promessas jamais cumpridas (característica desse candidato a prefeito) e arregaçou as mangas botando a mão na massa.
    Abraços.

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 13h11

    Caros Hugo e Roberto,
    Não seria São Paulo a típica situação da locomotiva desgovernada que, ainda assim, e por décadas, continua sendo locomotiva? … Se bem que, ao que parece, tal locomotiva só não se precipitou no abismo porque foi condicionada pela relativa independência da política econômica imposta pelo PT no Governo Federal? Ou, não, nada disso e estou aqui apenas conjecturando?

    CLP

    26 de fevereiro de 2012 às 11h15

    Esta cidade já elegeu um negro carioca, uma paraibana solteira de meia idade e uma sexóloga que explicava como as mulheres deviam fazer para chegar ao orgasmo para governar a cidade e você vem falar uma bobagem dessas?Eu tenho vergonha de VOCÊ ser paulista…

    hugo

    27 de fevereiro de 2012 às 12h59

    Quando eu falo sobre o racismo e o precontoceito, presentes no dna da maioria dos paulistas, é exatamente do teor do seu comentário que eu estou falando. É desse comportamento tão espotâneo que eu tenho vergonha! Como paulista e como humano eu sinto muita vergonha dos meus semelhantes conterrâneos.

    DonGiovanni43

    26 de fevereiro de 2012 às 11h37

    Disse tudo, Hugo. Também sinto a mesma vergonha. Já tô de malas prontas. Bahia, praia e sol, aí vou eu………………

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 12h05

    Hugo, você tem toda razão!
    São Paulo é hoje um imenso curral eleitoral controlado pelo PSDB e pelos partidos que apoiam os governadores tucanos. Entre os deputados, não existem partidos mas interesses, todos, sem excessão não valem o ar que respiram.
    Os deputados da comissão de transportes da AL nada mais fazem além de batizar pontes, viadutos e dispositivos de retorno ( a CCR chama assim os retornos nas rodovias) com nomes de famílias importantes das pequenas cidades. Depois de algum tempo, em geral próximo de uma eleição, passam pelas cidades recolhendo títulos de cidadão disto e daquilo. Um contumaz useiro e vezeiro desta prática se chama João Caramez, ex-prefeito de Itapevi, "amigo" do prefeito de Jandira que foi assassinado que é dono do curral que começa em Sorocaba e vai até os limites do estado com o Paraná.
    Este deputado tem seu mandato à serviço da CCR, defendeu em artigo publicado na Folha o novo pedágio na Castelo, justificando que estradas não pedagiadas são conservadas pelas concessionárias.
    Nas pequenas cidades envia pequenas verbas conseguidas através das tais emendas para recuperar praças e construir portais e, claro faturar algum com as comissões pagas pelas construtoras indicadas.
    O MP de São Paulo atua e tem atuado muito nas cidades governadas por opositores do Alckmin como fez em Campinas e Limeira, o que é correto. No entanto, em cidades governadas por aliados do governador e principalmente em Pindamonhangaba, ele não dá as caras, em Pinda, há inclusive um inquérito sobre desvios de verba da merenda escolar em que estão metidos o cunhado e outros parentes do governador, com um documento registrado em cartório em que consta a forma de divisão do butim e nem por isso o MP de São Paulo atua, o processo está parado e o mesmo ocorre em todas as cidades governadas por aliados.
    Alckmin ultimamente tem deixado de repassar verbas para as cidades que estão nas mãos da oposição, professoras e profissionais de saúde não recebem ou recebem com atraso, faz isto para estrangular os prefeitos visando uma possível vitória nas próximas eleições.
    Tem feito o mesmo com ONG's sérias que prestam apoio a doentes, se não apoiarem explicitamente ou trabalharem pelo governador e seus candidatos, são convocadas para uma reunião na secretaria da saúde onde são informadas que não haverá mais repasses porque a saúde no estado vai muito bem.
    Aliado a isto, temos a nossa imprensa grande deformando a população.
    São Paulo é hoje a locomotiva.
    A LOCOMOTIVA DO ATRASO!

    Daniel Campos

    26 de fevereiro de 2012 às 12h07

    Cara, você descreveu EXATAMENTE a situação. Curral eleitoral.

    Matheus Nunes

    26 de fevereiro de 2012 às 12h33

    Só um exemplo do que você está dizendo.

    Últimos candidatos do PSDB à prefeito de São Paulo: Serra, Alckmin, Serra.
    Últimos candidatos do PSDB à governador de São Paulo: Alckmin, Serra, Alckmin.
    Últimos candidatos do PSDB à Presidente do Brasil: Serra, Alckmin, Serra

trombeta

26 de fevereiro de 2012 às 09h58

Serra malafaia é o candidato mais clichê da direita brasileira, nem todo o PIG trabalhando por ele é capaz de maquiar a sua fragilidade política, não duvido que Haddad vença a eleição em SP até com certa folga.

Responder

Ana Cruzzeli

26 de fevereiro de 2012 às 09h48

kkkkk

Eu não consigo parar de rir com essa piada do Kassab…
O Serra é um conciliador kkkkkkk
O Serra tem seu próprio tempo kkkkkk

Ai meu Deus, que essa eleição promete…

Azenha, com relação a carregar esse peso que será o Kassab para o Serra, eu até concordo com você, afinal pelas declarações acima mostram que Kassab não está se esforçando muito para ajudar esse cidadão. Ele vai alugar a legenda para que o Serra tenha mais tempo em horário eleitoral e nada mais . Ele nem está se esforçando para que o PSD seja vice do Serra, fato INÉDITO.

Minha intuição diz que o Kassab poderá ser a Dalila do Serra, principalmente quando as pesquisas mostrarem Serra em franca queda de popularidade.
Num sei porque eu estou com essa intuição?

Responder

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 11h33

    Ana, Dalila é ótimo, caiu muito bem! Só que é uma Dalila que terá de fazer um implante em seu Sansão, em vez de cortar sua cabeleira…

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 15h27

    Pensando bem, Ana, acho que eles estão mais para Tereza Cristina e Crô!

chicorasia

26 de fevereiro de 2012 às 09h45

Um projeto de 5 anos para a cidade de São Paulo, que começou com negativas peremptórias que seria sequer candidato. Deveras curioso.

Responder

Taques

26 de fevereiro de 2012 às 09h41

"Serra é candidato a prefeito, com Privataria e tudo."

E mais uma vez vai ganhar de Lula, Dilma e o PT. Obrigado, Erundina.

O petismo, definitivamente, não tem vez em terras bandeirantes.

Non Ducor, Duco

Responder

    hugo

    26 de fevereiro de 2012 às 10h10

    Mais uma vez!!??

    Taques

    26 de fevereiro de 2012 às 11h00

    Ué? quem governa o estado há 18 anos? Mercadante? Lula? Marta? Dilma?

    Não entendi a sua dúvida.

    Mesmo com as derrotas nas últimas eleições presidenciais, os tucanos sempre venceram a disputa no estado. e isto, inegavelmente, demonstra a aprovação destas administrações pela população.

    É democracia, amigo, ou ela só vale quando o PT ganha?

    DonGiovanni43

    26 de fevereiro de 2012 às 11h35

    Só em SP o PSDB ainda tem esse destaque. É lamentável que não consigam perceber dentre duas opções qual a melhor. O PSDB é um partido que quase acabou com o Brasil e só se sustenta por possuir apoio na mídia lacaia.

    beattrice

    26 de fevereiro de 2012 às 20h23

    O povo não percebe porque em SP é a mesma coisa, não ha diferença entre PT e PSDB.

    Luciana

    26 de fevereiro de 2012 às 11h16

    Parabéns ao PT, que agora conseguiu o que queria: um adversário que vai aglutinar as suas forças internas e de aliados!
    Lula realmente um gênio!

    DonGiovanni43

    26 de fevereiro de 2012 às 11h33

    Felizmente, nem todos aqui em SP pensam como você.

    Miguel

    26 de fevereiro de 2012 às 13h58

    excelente frase no final do comentario. da uma bela medida do fascismo de quem escreve.

    Marcelo Fraga

    26 de fevereiro de 2012 às 15h50

    Serra ganhar do Lula, da Dilma e do PT.

    Pelas minhas contas, o Serra já perdeu 3 vezes para estes que você citou.

    Realmente, o PT não tem nível para a prefeitura de SP.
    Talvez para a Presidência da República, mas nunca para a terra dos bandeirantes.

    Pancho Villa

    26 de fevereiro de 2012 às 20h01

    Non ducor, CADUCO.

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 21h19

    Toques, vc deve ser um tipo de pessoa que costuma circular no eixo Moema, Jardins Itaim logo não conhece a cidade muito bem.
    Deixa o Lula subir em um palanque na Zona Leste, Itaquera ou Guaianases, na Zona Sul, Capão Redondo ou Jardim Angela e no alto do palanque, apontar em quem aquele povo deverá votar.
    Ai, veremos quem ganhará a eleição.
    Por outro lado, como o Serra candidato novamente vai reagir quando for chamado de mentiroso?
    Ah! vc como um escudeiro do careca não entendo como ainda não reinvindicaram o Prêmio Nobel de física ou de química ao Serra.
    Afinal, ele foi o criador da verdade relativa, (conforme palavras do próprio Serra) aquela promessa era uma verdade naquele momento.
    Serra o criador da verdade relativa!

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 21h21

    Quero ver o Serra beber do veneno que ele mesmo destilou.
    O Alckmin, dissimulado e hipócrita que já mostrou ser várias vezes, vai apoiar e trabalhar pelo Chalita.
    Os dois fazem parte da Opus Dei.

EUNAOSABIA

26 de fevereiro de 2012 às 09h28

Melhor o Haddad alegar "dor de barriga" e desistir da disputa, será aplastrado.

Será um massacre, com a farsa do panfleto da Marly e tudo.

Esse traque do livro do escritor que responde por 4 crimes graves já está se tornado ridículo.

Livro bomba… vendendo como água… disputado a tapa…. qua qua qua qua…… só papo furado velho..

Os petistas são os únicos denunciantes do mundo que escondem suas "provas sobejas" do Procurador Geral da República, se negam a contar o que sabem ao PGR e a PF, guardam tudo só para eles.

Cantei a pedra desde o começo que essa CPI NUNCA sairia, e não vai sair por que vocês mesmo não querem, sabem que serão desmoralizados.

Vocês não enganam é ninguém.

Já se tornou anedótico.

Solamento.

José Serra, um forte abraço mano velho, o homem público mais preparado do Brasil, líder estudantil, deputado federal, secretário de fazenda do estado de São Paulo, Senador da República, Ministro de Estado, PhD em economia e professor de economia de uma das universidades mais importantes do mundo e de onde saíram mais de 40 nobeis, a Cornell University, professor de economia da UNICAMP, onde há uma placa em bronze em sua homenagem no hall de entrada do curso de economia, o homem de 44 milhões de votos.

Mini Currículo de Haddad, "Responsável pelo ENEM", precisa dizer mais sobre a diferença abissal entre ambos?

Responder

    Carlos.

    26 de fevereiro de 2012 às 12h03

    Você será encarregado de jogar a bolinha de papel ou vai participar da dissemicação de calúnias de fundo religiosos por spam? Já descolou uma boquinha na máquina?

    Jorge Nunes

    26 de fevereiro de 2012 às 12h22

    Está comemorando o quê? A oposição acaba de matar o seu futuro.

    Serra conseguiu 44 milhões de votos destroçando o PSDB e jogando a pá de cal no DEM (esse partidos encolheram).

    Mas acho que a salvação do PSDB e da oposição é enterrar Serra nesta eleição, só assim haverá renovação.

    Outro Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 12h23

    Ele Nãosabia que o Se-erra surrupiou o dinheiro da UNE e fugiu para o Chile, segundo um ator global? Ele Nãosabia que Se-erra, segundo o Privataria Tucana, roubou cerca de R$ 45 bilhões do Estado Brasileiro e lavou em sua lavanderia, com a ajuda da família? Ele não sabe nada sobre o Paulo Afrodescendente? Nem sobre o dinheiro da Saúde que sumiu no Estado durante seu desgoverno? E as ambulâncias? E sobre o dinheiro que o Governador do Estado de São Paulo dá todo ano ao PIG? Bem se vê para que esse sujeito é bem preparado e competente. Se fosse em um país mais sério seu lugar seria o xilindró.

    Ricardo - SP

    26 de fevereiro de 2012 às 12h37

    Eunaosabia voce naosoube aindanaosabe e nuncavaisaber seu intelecto nao permite!!! kkkkk

    Miguel

    26 de fevereiro de 2012 às 13h57

    Voce e' simplesmente patetico.

    As acusacoes (que nao sao condenacoes, sabia? claro que sabia) nao desqualificam em nada as demonstracoes de falcatruas ali.

    A cpi nao sai por causa da dinamica politica, que em nada desmerecem as denuncias (sabia disso tambem? claro que sabia)

    Desde quando curriculo academico e' garantia de boa atuacao politica? Isso eu sei que voce nao sabia, direitista preconceituoso com qi de ostra realmente acha que titulacao e' garantia. Se voce tivesse feito um doutorado, e se tivesse contato com a vida politica real, saberia que isso um nao da nenhum preparo para o outro.

    DonGiovanni43

    26 de fevereiro de 2012 às 14h30

    Nosso amigo, EUNAOSABIA, continua sem saber nada de nada. Deve ter interesses dentro da adm psdbista hahaha!!!!! Ou talvez seja masoquista…

    Márcio Gaspar

    26 de fevereiro de 2012 às 15h38

    EUNAOSABIA que o Serra não tem diploma de economia e nem de engenheiro. Voce sabia EUNAOSABIA.

    Gerson Carneiro

    26 de fevereiro de 2012 às 15h40

    Esse aí finalmente admitiu que São Paulo é "o berço do glorioso PCC".

    André

    26 de fevereiro de 2012 às 20h30

    eu não sabia, kkkkkkikkkkkkk, vc é uma comédia e continua não sabendo.

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 21h02

    Precisa sim, Serra pode ser tratado, chamado de mentiroso e ladão e o Haddad não!

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 21h32

    Eu não sabia, vc sabia que o maior opositor do Serra não será nenhum político mas uma certa jornalista que alguns definem como ciclonudista que picada pela mosca azul da política se acha.
    Ela pretende ser candidata!
    Procure saber o que o Serra deverá fazer para não desagrada-la, sabe como é, mulher é fogo.
    Reserva então pode ser muito pior e cobrar muto alto.
    Afinal, neste mundo nada é de graça.
    Aliás nem o ar que em São Paulo é controlado pela Controlar um bando que tomou conta graças ao pedágio que o Serra iria colocar na Marginal.
    O pedágio era o "bode na sala", tiraram o bode e enfiaram a controlar que a maioria do gado paulistano paga sem mugir.
    Colaboram com a ecologia.
    O desconhecimento de que o problema de São Paulo é óxido nitroso gerado pela queima do óleo diesel é o problema.
    Mas, como saber disto se costumam circular em autos blindados com ar condicionado?

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 13h27

    "Nobeis", daqui há pouco "lápses", tá bom… tinha de ser!

    Waldemar Yotoshi

    29 de fevereiro de 2012 às 08h03

    Azenha: Você precisa dedetizar o seu Blog . Tá infestado de Tucano.
    As viúvas do Çerra e do Moiteiro voltaram com força!
    Vocês se lembram (TucanoDemos) na Campanha de 2010 Çerra todo favorito com 45% das pesquisas (segundo a "Foia" e a Dilma 3%, pois é né!
    Parece que este pessoal ainda não aprenderam!

antonio b filho

26 de fevereiro de 2012 às 09h19

A porta-voz tucana Eliane ( "massa cheirosa" Cantanhêde já prepara os espíritos para a renúncia de Serra à Prefeitura caso seja (toc,toc) eleito. Em sua coluna de hoje na FSP ela deixa claro que o objetivo é 2014; mais uma vez a cidade de São Paulo seria usada como degrau para a cega ambição de Serra.
Mas isso não acontecerá: Alckmin conseguiu seu objetivo de confinar Serra à política municipal; em 4 de março (data das pseudo-prévias do PSDB) começa a cristianização do candidato; nenhum alckimista jamais perdoará a traição de 2008, quando Serra abandonou Geraldinho para apoiar Kassab, do então DEM – foi o mais explícito ato de infidelidade partidária da História da República…
Serra vai colher o que plantou: infidelidade, traição, desagregação. São Paulo merece coisa muito melhor.

Responder

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 11h35

    Pior ainda é aguentar os escroques escolhidos para vice, que nossa provinciana cidade tem que aturar!

Lu_Witovisk

26 de fevereiro de 2012 às 09h18

SENHORRRRR,lá vem… tomara que os paulistas tenham acordado. Mais Santarrão não dá. Tb se o elegerem de novo, não terei mais pena, merecem.

Responder

Luiz

26 de fevereiro de 2012 às 09h03

Os caras trocam de roupa, se maquiam mas contnuam os mesmos. PSD pode-se dizer agora, Partidos dos Sem Descência.

Responder

simonebh

26 de fevereiro de 2012 às 08h55

Uai gente, como é que fica a ficha limpa neste caso?

Responder

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 11h37

    Simone, a ficha limpa só é ficha limpa para alguns, para outros, a ficha suja é ficha limpa…

    Wilder

    26 de fevereiro de 2012 às 11h47

    A lei da ficha limpa é só para aqueles que têm condenação transitada em julgado e acho que por órgão colegiados. Se assim não fosse, todos aqueles réus do mensalão, ainda não julgados, não poderiam se candidatar em qualquer eleição, né? Pau que dá em Chico, também dá em Franciso.

    renato

    26 de fevereiro de 2012 às 12h42

    bem lembrado!!!!! Mas só se fosse para você ou eu.

Neri, Fdo

26 de fevereiro de 2012 às 08h21

Certamente ele vai se dedicar nesses 5 anos(???) a promover tornar de direito a separação que são paulo conquistou em 1932 e proclamar a Republica Cheirosa de São Paulo do qual se tornará o único e último presidente. Só assim ele presidirá um país(em decadência diga-se de passagem)

Responder

Zeca Duarte

26 de fevereiro de 2012 às 08h08

Pronto, agora já podem voltar a falar mal do Kassab!

Responder

Romanelli

26 de fevereiro de 2012 às 07h31

bem, agora ao menos parece que a esquerda fica mais distantes de ter um candidato aliado que não comunga em nada com o seu passado ..ainda bem, embora não tenha sido decisão própria

A pergunta que me fica, clareado esta jogatina, é que posição o candidato da esquerda irá tomar sobre algumas decisões pra lá de ineficientes, popularescas e polêmicas que a dupla de Batman e Robin adotou para as nossas vidas, tipo :

-o que fará com a velocidade máxima de 60Km pros principais corredores e avenidas?

-se manterá a vistoria com os preços nas alturas e com concessionária suspeita?

-será que levará avante a MENTIRA sobre a poluição dos saquinhos de mercado que foram substituídos pelos azuis e pretos (agora pagos e nada ecológicos) pra acomodarmos nosso lixo?

-se manterá a lei da FAIXA de pedestre que obriga o motorista desta PAULICÉIA (que não é nem uma Mongaguá) a parar em PONTO CEGO e/ou nas dobraduras das esquinas, assim que o maluco do pedestre decidir atravessar desafiando as leis da física, esta que dentre tantos diz que é mais difícil pro carro do que pro pedestre parar

-gostaria de saber se a prefeitura da esquerda continuará a fornecer calçada DE GRAÇA pros empresários do comércio enquanto que pretende multar as residencias diante do menor buraco ou degrau encontrado ?

-e será, será que o candidato da esquerda manterá a priorização pelas multas, pela NÃO contratação de agentes de transito? Será que ele não enfrentará o problema de páteos para recolhimento, e posterior destruição, para veículos em PÉSSIMO estado de funcionamento ?

-e o adensamento de prédios SEM a necessidade e/ou incentivos para a construção de estacionamentos, será que continuará ?

e então, como será que agora, com as coisas esclarecidas, como será que os candidatos de esquerda vão se portar ??? Será que as propostas serão concretas e éticas, ou será que serão genéricas e descomprometidas como as da Dilma?

Será que irão relembrar a renuncia do mandato após promessa de Serra ? Será que lembrarão da flata de creches, de ônibus, de limpeza e mais áreas verdes ? Será que falarão dos buracos, das enchentes e da eterna falta de árvores ?

..será que lembrarão que Serra e Kassab criticaram os CEUS e depois os readotaram ?

..ou será que os de esquerda continuarão com a DEMAGOGIA de se priorizar ciclovia (que não atende nem 0.01% da população) e corredor de ônibus que disputa e precariza mais ainda o nosso espaço no chão e o transporte do povão ?

com a palavra, o nosso candidato

Responder

    Miguel

    27 de fevereiro de 2012 às 18h28

    mais que bela lista depreocupacoes da classe media (que nao cansa de dizer estupidamente que carrega o pais nas costas). sempre a defender motoristas de automoveis partiulares contra pedestres e onibus, sempre achando que combate a corrupcao e reducao de impostos compoem um programa politico

Gerson Carneiro

26 de fevereiro de 2012 às 03h09

"O Serra é um conciliador."

ATCHIMMM !!!

Responder

Gerson Carneiro

26 de fevereiro de 2012 às 03h00

1. Acorda PT !!! Sem a CPI da privataria, o PIG vai jogar o mensalão no colo da Dilma. Boris Casoy deu o pontapé inicial.

2. Kassab (PSD) apoia o Serra (PSDB) e querem o apoio do PMDB. Será que o PMDB irá desperdiçar a candidatura do Chalita? E o Chalita aceitará de bom grado essa pretendida aliança com o Serra?

3. “O Serra é um conciliador." – Humor é importante em um político, e pelo menos o Kassab está treinando.

Responder

Antonio

26 de fevereiro de 2012 às 02h46

Só para lembrar o que é José Serra http://redecastorphoto.blogspot.com/2010/10/serra

Responder

Marcio H Silva

26 de fevereiro de 2012 às 01h42

"Caso fosse candidato de novo, se fosse eleito, seria um grande presidente, mas ele entendeu que deveria abandonar esse projeto."
estes caras estão brincando com a inteligencia do povo.]
Caso fosse candidato? nem o PSDB que ele…
se fosse eleito. -> vá de retro…..
Seria um grande Presidente -> Kassab bebeu ou é muito cínico….grande presidente para os de fora….
E marco maia sentado em cima da CPI, vá entender……

Responder

Scan

26 de fevereiro de 2012 às 01h14

Aproximamo-nos do fim de fevereiro e a CPI da privataria continua na gaveta.
"Todos" querem, mas ninguém banca.
O PTSDB da província de São Paulo afunda o Brasil.

Responder

João-PR

26 de fevereiro de 2012 às 01h10

Caso Serra se eleja em São Paulo…jisuis! Daí teremos a certeza de que, tirando o percentual que não votou no Serra, São Paulo não tem mais jeito.

Responder

alexandre

26 de fevereiro de 2012 às 01h08

Carregar o peso do apoio do kassab? mas espera aí, ele é padrinho político do Kassab, pior seria o PT se aliar o kassab e carregar esse peso. A grande verdade é que a única que conhece e sabe muito bem como esta a cidade é Marta Suplicy, nem haddad, nem os petistas que dizem amém a tudo que lula faz conhece.

Agora vai ser oposição ao governo kassab? Como assim se até ontem seriam aliados, se até ontem Haddad não disse um vírgula de críticas a esse governo do psd.
A privataria tucana vai ficar somente naqueles que tem uma base política, que gosta de discutir política, a grande parte da cidade esta preocupada com outra coisa.

E digo mesmo para o Haddad, o Enem nem vai ser para o bem o mal, os pais quando falarem do ensino fundamental pouco vai se interessar se fez ou não fez faculdade ou que o MEC fez…

Responder

Don Giovanni

26 de fevereiro de 2012 às 00h39

Sou paulista, mas me encontro atualmente no nordeste, de onde não pretendo mais sair. São Paulo para mim se tornou uma decepção. Parece caminhar em sentido oposto ao resto do país. Fico pensando o que se passa na cabeça de alguém da capital que vota ainda no PSDB. Ignorância pura?? Ou apenas puro preconceito contra o PT alimentada pela irada mídia elitista?? Esta é tão nociva ao povo, e aos interesses do país, quanto veneno de rato.

Responder

@bhaktakrpa

26 de fevereiro de 2012 às 00h01

lá vêm os dossiês…

Responder

Hiro

25 de fevereiro de 2012 às 23h57

A mudança representada pela candidatura de Haddad
terá apenas um único adversário – mas o maior deles:
o PiG.

Responder

    Janah

    27 de fevereiro de 2012 às 02h01

    Desculpa, mas você está desmerecendo os blogs progressistas

Fátima

26 de fevereiro de 2012 às 00h42

Zoiudo de novo … ninguém merece.

Responder

Marat

26 de fevereiro de 2012 às 00h38

Serra terá muitos cabos eleitorais: Eliane Cantanhêde, William Waack, Boris Casoy, William Boner, Adalberto Piotto, Míriam Leitão, Sardenberg, Lúcia Hicpólito, Gilberto Dimenstein, Josias de Souza, Dora Kramer, Fernando Mitre, Crsitina Koghi, Carlos Nascimento, Antonio Penteado Mendonça et caterva… é graças a essa turma, que deveria ser paga para buscar e disseminar a verdade, que o PSDB mantém seu curral eleitoral em nossa medieval SP!

Responder

Rafael

25 de fevereiro de 2012 às 22h08

O kassab só fez aquela aproximação com o PT para pressionar o serra. Já consideram como perdida a eleição de 2014. Tenho pavor do serra, mas acho que mesmo ele mal pode ir melhor que aécio. aécio não convence. Acho que o serra perde a eleição.

Responder

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 00h32

    É briguinha de casal. Ela finge que vai sair com outro, e o maridão vem, todo ciumento, de volta ao seio do lar!

FrancoAtirador

25 de fevereiro de 2012 às 21h07

.
.
Preparem-se para a Cruzada Medieval PSDemoTucana
.
.

Responder

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 00h32

    Patrocinada pelo PIG!!!

    FrancoAtirador

    26 de fevereiro de 2012 às 00h13

    .
    .
    E potencializada com mensagens subliminares.

    Como esta:

    [youtube 1o1DLwD9QQM http://www.youtube.com/watch?v=1o1DLwD9QQM youtube]
    São Paulo é a Terra Santa onde não entra preto(a), pobre e puta(o)

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 14h24

    Franco, as subliminares também estarão em alta, esse é um ponto importante a ser desmascarado!

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 12h29

    Ei, Marat, com todo o respeito, mas, onde é que você viu mensagem sublinar nisso?

    João-PR

    26 de fevereiro de 2012 às 01h08

    Quem fará o papel de Torquemada? O Bispo de Guarulhos, ou o Malacheia???

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 12h03

    De novo essa irracional e perigosíssima turnê pelo reino das trevas? Não! O Brasil não merece isso; os brasileiros não a merecem isso; ninguém merece isso.

eraklito

25 de fevereiro de 2012 às 21h00

Não sabia que o Kassab estava aqui na Freguesia do Ó, porque senão eu teria ido até ele e perguntado porque este bairro está tão deteriorado.

Não voto no Serra nem que a vaca tussa.

Responder

    Jabes Campos

    25 de fevereiro de 2012 às 22h12

    Concordo com vc plenamente. O Kasssab abandonou nosso bairro.

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 00h31

    O Kassab abandonou São Paulo!

    Scan

    26 de fevereiro de 2012 às 01h07

    Pena que o Kassab não abandone o Brasil e vá para o diabo que o carregue!
    E leve o punguista SSErra junto com toda a família de celerados…

Marat

25 de fevereiro de 2012 às 20h56

Mais novidades da bola de cristal:
1) O PIG mencionará diuturnamente o Mensalão;
2) O mesmo PIG fingirá que o livro "Privataria tucana" não existe…

Responder

    carneirouece

    26 de fevereiro de 2012 às 02h44

    E o nosso querido Deputado Marco Maia, do PT/RS, o que não merece carregar a estrela no peito, fará de tudo para que a CPI da privataria não saia do papel.

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 11h39

    Carneiro, para alguns, uma estrela é só uma estrela, ou seja, pega uma estrela vermelha e a pinte de azul, e fica tudo por isso mesmo… Isso é horrível, mas acontece muito por aqui!

Dilson

25 de fevereiro de 2012 às 20h53

Não desistiu da presidência.Não precisa ser cientista político e nem vidente pra saber disto…é a natureza da fera.
Vai desistir da prefeitura se vencer a eleição pra concorrer à presidência.
Se perder a eleição pra prefeitura,vai passar os próximos 2 anos inviabilizando a candidatura do Aécio,com a lama mais suja que o PIG poderia prover para destruir o senador.

Só a CPI da Privataria poderia mudar este jogo.

Responder

    Vinicius

    03 de março de 2012 às 03h46

    A Privataria Tucana é algo tão sério que a PF ainda não saiu a campo para investigar.

Davi Lemos

25 de fevereiro de 2012 às 20h51

"Serra é um conciliador": só isso é o suficiente para mostrar que a política na cidade de São Paulo não é séria. Kassab é um medíocre, caiu de paraquedas na prefeitura por causa exclusivamente do trevoso Serra. É incrível como os paulistanos/paulistas deixam que certas fuguras desqualificadas alcancem abrangência nacional (Maluf, Aloísio Nunes, Enéas, Clodovil, e o próprio Kassab).
Vamos lá pesoal, ainda está em tempo de banir essa turma, vamos ser otimistas, vamos ousar!

Responder

    João-PR

    26 de fevereiro de 2012 às 01h09

    Também me chamou a atenção a frase do Kassab, segundo a qual “O Serra tem experiência na vida pública, é um conciliador".

    Roseana Sarney poderia nos dizer melhor o que é esse jeito "conciliador" do Serra, praticado no Caso Lunus.

    Davi Lemos

    26 de fevereiro de 2012 às 13h22

    Pois é, eu acho que o Kassab quis é fazer piada mesmo. Os próprios peessedebistas sabem que ele é desagregador, não é mais segredo há muito tempo.

Wilder

25 de fevereiro de 2012 às 20h51

Serra terá que carregar o peso do apoio de Kassab, aplaudidíssimo pela cúpula petista em recente evento do PT. Como atacar a administração de alguém que até semana passada poderia ser seu aliado, contra tudo e contra todos?

Responder

    alexandre

    26 de fevereiro de 2012 às 01h13

    mas não é? quer dizer é mais um discurso que o Haddad vai ter que engolir, ele já não tinha e agora quando falar mal do kassab vai ter engolir essas perguntas. Conseguiram rachar a base petista, menosprezaram os votos da senadora sim, porque tem muita gente que vota em Marta porque é Marta e não porque é do PT assim como muitos votam em lula mas não são petista.

    agora Haddad quer correr atrás dos votos da senadora. E mais, o Marinho do abc candidato a reeleição já se cogitam como governador para 2014 ou seja fara a mesma coisa que Serra fez em SP.

    o sucesso subiu na cabeça do PT, não respeitam mais a militância, querem o poder pelo poder…

    Wilder

    26 de fevereiro de 2012 às 11h51

    Marta era mesmo a melhor candidata.

    Alfésio Braga

    26 de fevereiro de 2012 às 08h56

    Wider, por favor, leia o Rodrigo Vianna. Ele foi vaiado inclusive por dirigentes e não apenas pela militância. Poderia ter sido um erro grave do PT. Graças ao Serra, nos livramos deste mico.

    Wilder

    26 de fevereiro de 2012 às 11h50

    Eu disse CÚPULA. Sei que foi vaiado por militantes e até muitos dirigentes. Mas foi aplaudido pela CÚPULA petista.

_Rorschach_

25 de fevereiro de 2012 às 20h49

Provavelmente vai ganhar.

Mas é um fim melancólico para quem "se achava" predestinado a Governar o Brasil…

Estudei com a noiva de um Vereador do PSDB, hoje Deputado.

Ela me dizia ter certeza absoluta de que os correligionários do Serra no PSDB o odiavam mais do que os petistas, tamanha era a ojeriza que ele despertava em seus pares, tanto pela sua personalidade detestável como por seus métodos.

Responder

    Eny Machado

    26 de fevereiro de 2012 às 12h42

    Segundo o Sr. Kassb o Serra é um conciliador, acho que ele quis dizer centralizador ou coisa pior.

Marat

25 de fevereiro de 2012 às 20h38

A nossa bola de cristal já desvendou algumas coisas:
1) O povo eleitor daqui de SP continuará burro;
2) O PIG vai apoiar maciçamente o Serra;
3) Serra escolherá um vice inexpressivo e incompetente;
4) Serra ganhará a Prefeitura de SP;
5) Serra prometerá que ficará no cargo de Prefeito durante os quatro anos;
6) Serra largará a Prefeitura para disputar a Presidência da República;
7) Mesmo com apoio maciço do PIG, Serra perderá as eleições para qualquer um do PT;
8) Serra dirá que se aposentará da política, porém, retorne ao item 1)…

Responder

    Carlos Cwb

    26 de fevereiro de 2012 às 08h06

    Correção, Marat:
    Isso não é bola de cristal, é video-tape…

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 11h32

    Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs – é um vídeo tape mesmo, pois o nosso caudilho é antiquadíssimo, aliás é Replay – rsrsrsrs

    GilTeixeira

    26 de fevereiro de 2012 às 13h22

    Como toda a repetição histórica: é uma farsa!

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 14h22

    Muito bem posto, uma farsa trágica, pois corrói aos poucos a capacidade de SP ser plural e próspera!

    roger

    26 de fevereiro de 2012 às 09h35

    Acho que o "vírus" Lula vai entrar nesse logaritmo perverso e esse programa, que roda bem e em looping há vários anos, vai travar…

    adilson

    26 de fevereiro de 2012 às 09h53

    pequena correção: algoritmo no lugar de logaritmo.

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 11h31

    Prezados, seja algoritmo ou logaritmo, essa lógica perversa precisa acabar! Abraços

    roger

    26 de fevereiro de 2012 às 14h21

    Foi mal, voce tem razão, algoritmo! rssssssss

    Mário SF Alves

    27 de fevereiro de 2012 às 14h01

    É isso, Adilson. Algoritmo, sem dúvida. Porém não há de ser "vírus", não. A coisa anda mais pra estresse de material. Pelo visto vai dar pane é no hardware.

    helio filho

    26 de fevereiro de 2012 às 12h42

    Marat,
    Nao escolheu em vao o codinome.
    Parabens

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 14h21

    Obrigado, Rei-Sol

    Davi Lemos

    26 de fevereiro de 2012 às 13h28

    E o pior: o vice que ele deixa pra trás cria vida própria, gruda na política e não sai mais.

    Elias SP SP

    26 de fevereiro de 2012 às 14h21

    A burrice não é perene, caro Marat e quem escolheu Haddad sabe que no jogo político o povo é um camaleão que muitas vezes surpreende.

    Marat

    26 de fevereiro de 2012 às 16h20

    Caro Elias, a burrice não é perene, mas no caso de SP (minha cidade natal) ela está muito longeva…

Janah

25 de fevereiro de 2012 às 20h35

Ôba!
A Privataria Tucana X serra

Responder

    Paulo Roberto

    26 de fevereiro de 2012 às 13h26

    Todos os esforços para a instalação e funcionamento da CPI, poi só ela, e não somente o livro do Amaury, podem desgastar a candidatura do serraquéo.

    Janah

    27 de fevereiro de 2012 às 01h29

    Pedão, não pensei em cpi e sim em quem leu o livro.

    Antonio

    26 de fevereiro de 2012 às 21h37

    Esqueceu que vai ser chamado para assinar uma promessa escrita onde constará que vai cumprir seu mandato até o final.
    E em algum debate quando for chamado de mentiroso, vai dizer que é lixo?
    Esta campanha acima de tudo será um circo e o palhaço mor é fenomenal, vamos rir muito.
    Quer dizer se não passar mal ao beber o veneno que destilou.
    Ou vc acha que o hipócrita do Alckmin vai apoiar o Serra ao invés do Chalita, o bom coroinha!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!