VIOMUNDO

Diário da Resistência


Núcleo das Políticas Públicas sobre Mulheres repudia fala de Quaquá contra Dilma: “Gravíssima e inaceitável”
Em 23 de abril de 2018, a presidenta Dilma Rousseff esteve no Acampamento Lula Livre para saudar a resistência dos militantes que não arredam o pé de Curitiba. Ela também tentou fazer uma visita ao ex-presidente Lula na Superintendência da Polícia Federal, acompanhada de Gleisi Hoffmann (PT-PR), Eleonora Menicucci, Maria do Rosário (PT-RS), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Roberto Requião (MDB-PR). Foto: Ricardo Stuckert
Política

Núcleo das Políticas Públicas sobre Mulheres repudia fala de Quaquá contra Dilma: “Gravíssima e inaceitável”


02/01/2022 - 18h21

Da Redação

O Núcleo de Acompanhamento das Políticas Públicas sobre Mulheres (NAPP) divulgou nesse sábado (01-01) nota de repúdio às declarações do vice-presidente do PT, Washington Quaquá, à ex-presidenta Dilma Rousseff.

Foi em entrevista ao  Metrópoles, publicada em 29-12.

Ao ser questionado sobre a ausência da ex-presidenta Dilma Rousseff ao jantar realizado em 19-12 que, reuniu em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador Geraldo Alckmin:

— “A Dilma é ex-presidente e tem o papel dela. Mas, do ponto de vista eleitoral, não”.

— “Existe um pedaço pequeno do PT que ainda fica nesse negócio de golpe.

—- A “direita resolveu rasgar a democracia” no impeachment, mas “o governo Dilma se atrapalhou na negociação com o Congresso e abriu a brecha para que se formasse maioria contra ela”.

Para o NAPP,  a fala de Quaquá sobre a presidenta Dilma é “gravíssima e inaceitável”.

“É injusta, abominável, equivocada e misógina” e acabou por atingir as mulheres brasileiras e, com elas, a cidadania como um todo”, expõe.

Na nota (na íntegra, abaixo), o NAPP requer à direção nacional do PT a “adoção de todas as medidas cabíveis ao caso, inclusive exigindo do referido vice-presidente sua retratação e desculpas públicas à altura do gravame praticado por sua inaceitável fala”.

Leia a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO E DE PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS

O NAPP Núcleo de Acompanhamento das Políticas Públicas sobre Mulheres vem a público manifestar seu mais contundente repúdio à recente fala injusta, abominável, equivocada e misógina do vice-presidente do Partido dos Trabalhadores, Quaquá, em referência à sempre nossa Presidenta Dilma Rousseff e que acabou por atingir as mulheres brasileiras e, com elas, a cidadania como um todo.

Dilma Rousseff tem uma vida absolutamente ética e decente dedicada, desde a juventude, à defesa das mulheres, da população mais pobre, da soberania nacional e da democracia radical: uma história de vida que fala por si, inscrita nas lutas democráticas de nosso país.

Lutou bravamente contra a ditadura civil militar. Foi presa e torturada durante quase três anos. Secretária de Estado no Rio Grande do Sul e Ministra da República nos dois governos Lula, foi, pelo voto popular, eleita e reeleita Presidenta do Brasil, gozando, nacional e internacionalmente, de grande reputação e reconhecimento eleitoral e político.

Diante desses fatos e da gravíssima e inaceitável fala do vice-presidente do partido, o NAPP Mulher, repudiando-a amplamente, dirige-se à direção nacional do Partido dos Trabalhadores requerendo que sejam tomadas, de forma urgente e firme, todas as medidas cabíveis ao caso, inclusive exigindo do referido vice-presidente sua retratação e desculpas públicas à altura do gravame praticado por sua inaceitável fala.

Dilma nos representa!

Somos todas Dilma!

São Paulo 1/1/2022





Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding