VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Marina olímpica faz ouro em Londres, de olho em 2014


28/07/2012 - 17h36

Marina Silva causa mal estar entre ministros em Londres

Situação cria constrangimento porque Marina não tem boas relações com Dilma Rousseff

da Exame, em 28.07.2012, sugerido pelo pessoal do MST*

Londres  – A presença da ex-ministra Marina Silva na cerimônia de abertura da Olimpíada de Londres causou mal estar entre os ministros do governo de Dilma Rousseff. A participação pegou a todos de surpresa.

Marina entrou carregando a bandeira com os anéis olímpicos juntamente com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o maestro argentino Daniel Barenboim e prêmios Nobel. O convite partiu do Comitê Olímpico Internacional, sem o conhecimento do governo brasileiro, e foi mantido em sigilo. A ex-ministra é reconhecida internacionalmente por seu trabalho de defesa do meio ambiente.

A situação cria constrangimento porque Marina não tem boas relações com Dilma Rousseff e acabou encobrindo a presença da presidente do próximo país-sede da Olimpíada na cerimônia de abertura de Londres, ontem. “Marina sempre teve boa relação com as casas reais da Europa e com a aristocracia europeia”, disparou o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, adversário político de Marina na polêmica do Código Florestal. “Não podemos determinar quem as casas reais escolhem, fazer o quê?”

O presidente da Câmara, Marco Maia, disse que a primeira reação foi de surpresa. Para ele, o COI deveria ter feito um melhor trabalho de comunicação com o governo brasileiro. “É óbvio que seria mais adequado por parte do COI e da organização do evento que houvesse um diálogo de forma mais concreta com o governo brasileiro para a escolha das pessoas”, disse, sem deixar de reconhecer a importância do trabalho ambiental de Marina.

Para outro membro da delegação, que pediu para não ser identificado, o que o COI fez foi o equivalente a convidar um membro da oposição britânica para um evento no Brasil que tenha o governo de Londres como convidado especial.

Ao Grupo Estado, Marina explicou que só recebeu o convite na ultima terça-feira, dia 24. Sobre Dilma, insistiu em não criar polêmica, dizendo que “sentia orgulho” em ver a primeira presidente mulher do país na arquibancada do estádio olímpico.

Ontem, Dilma foi mostrada pelas câmeras oficiais por menos de cinco segundos, enquanto a entrada de Marina foi amplamente comentada, como representante da luta ambiental no mundo. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, só ficou sabendo da presença de Marina já no Estádio Olímpico. “Foi surpresa”, disse o ministro da Ciência, Marco Antonio Raupp.

Os governos do Brasil e o Reino Unido vêm mantendo relação estreita e diversas iniciativas de cooperação para a preparação dos Jogos. Mesmo assim, o relacionamento não impediu a situação de saia justa para a comitiva de Dilma em Londres.

*Acompanhado pelo comentário: “Usando os mesmos métodos ignorantes dos ruralistas, o Ministro sabe que o Comitê Olímpico Internacional é formado por comitês nacionais, inclusive o brasileiro, e não tem nada a ver com  os governos da Europa e muito menos as monarquias…”

PS do Viomundo: A razão do constrangimento tem relação, provavelmente, com o fato de que Marina Silva forçou o segundo turno nas eleições presidenciais de 2010 e será novamente uma forte candidata de terceira via em 2014. Enquanto Dilma, na transmissão oficial, obteve apenas alguns segundos de exposição, Marina ficou sob o foco das lentes por alguns minutos, apareceu ao lado da bandeira olímpica e de personalidades como o secretário-geral da ONU Ban-Ki-Moon e o eterno Muhammad Ali. O fato de que o Brasil sediará as próximas Olimpíadas não deve ter escapado nem ao COI nem à delegação chefiada pela presidente Dilma Rousseff.

Leia também:

Greve dos caminhoneiros é locaute

Marinalva Oliveira: Não há perspectiva de fim da greve nas universidades

Claudio Puty: Celpa, um caso clássico de Privataria Tucana





153 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ertha Lucia Buys

01 de agosto de 2012 às 11h16

Meu canditato ( se me fosse dado o direito de opinar) seria o professor e cientista Miguel Nicolelis. Estaria no nível dos outros participantes( conhecido internacionalmente) e mostraria que no Brasil temos grandes Homens e importantes cientistas. Teria inclusive a ver com as olimpíadas pela sua pesquisa para próteses para deficientes físicos. Em 2016 ele fará o mundo chorar de emoção na abertura dos jogos aquí. Quem viver verá.

Responder

Wildner Arcanjo

01 de agosto de 2012 às 11h10

Não se enganem, a Marina sabe bem o que está fazendo. Ninguém é tão burro assim, como pensamos, para chegar onde ela chegou.

Responder

César Moura

01 de agosto de 2012 às 07h39

KKKKKK, a globo “babando” para veicular essa noticia, mas nao pode nem falar de olimpiadas.

Responder

Juan

31 de julho de 2012 às 20h24

Tá todo mundo ficando louco? Se eu bem me lembro a marina Silva é uma cívil, Livre. O COI tinha que ter pedido permissão pro Governo Brasileiro pra fazer essa homenagem a Marina Silva? E sim, a ela e NÃO AO BRASIL como alguns aqui parecem estar achando, Ela não estava representando o povo Brasileiro e sim estava sendo homenageada por sua luta. Se o Governo ou alguns comentaristas aqui gostam ou desgostam do trabalho dela é IRRELEVANTE.

Reação totalmente autoritária do Governo, do Aldo Rebelo, do Marco Maia e tudo mais.

Responder

Juca

31 de julho de 2012 às 01h29

Aqui eu queria votar em BH no Márcio Lacerda que antes era do Pt junto com o PSDB, agora tem o Patrus do Pt que é apoiado pelo PSD do kassab ( teve até intervenção), eu peço permissão pra quem, pra dilma ou pro aldo Rebelo?

Responder

Lalia Reiff

30 de julho de 2012 às 16h17

A Marina em Londres é coisa do Nuzman, que é do PSDB.

Responder

leo2311

30 de julho de 2012 às 15h26

Coitada, Marina Silva, uma bonequinha nas mãos dos gringos e ongs internacionais, que vão tomar nossas riquezas e essa marina nem é capaz de ver meio metro a frente. KKK, vai protegendo indio vai, qualquer dia desses eles dizem que o território deles não é Brasil, ai quero ver voces todos, né Azenha?.

Responder

Brasileira

30 de julho de 2012 às 13h57

Resposta à Conceição de Oliveira: Discordo frontalmente de você Conceição Oliveira, dessa vez. Sabia-se de antemão que o Ali e o Bank Moon iriam. Explique então a presença da Marina, tipo escondida. Na surdina. Políticos sempre representam uma parte, não o todo. Até por isso, por ter ficado conhecida como política que defende o meio ambiente, ela não é absolutamente unanimidade em nosso país. Nem o Lula é, apesar de seus quase 90% de aprovação ao deixar o governo. Absolutamente não me sinto representada por ela. Ainda que eu seja protestante metodista e que não abra mão da minha formação religiosa. Nem nesse quesito ela me representa. Aliás, não se trata de sectarismos. Se trata da Nação. Tal escolha – se essa tivesse sido para homenagear o BRASIL – passaria necesriamente pela análise de quem melhor nos representaria melhor. De preferência, um ou uma esportista/atleta

Responder

    Jotace

    31 de julho de 2012 às 18h59

    Prezada Brasileira,

    Concordo plenamente contigo nos teus comentários à intervenção da Conceição Oliveira quanto ao comportamento servil da oportunista Marina Silva. Para quem tiver qualquer dúvida a respeito do que ele significa, aconselho ler, entre outros, os comentários e transcrições do Zépovinho que figuram neste site. Há um detalhe contudo: o governo inglês aproveitou o espetáculo para promover a OTAN, entidade de rapina conhecida pela pilhagem a serviço do lucro de algumas e bastante conhecidas nações, inclusive a Inglaterra. Foi às mãos de soldados desta entidade de rapina e da promoção do crime, que a ‘nossa’ Marina entregou sorridente a bandeira olímpica que deveria homenagear a paz…Cordial abraço do, Jotace

    Jose Mario HRP

    02 de agosto de 2012 às 10h39

    Se eles não conseguiram colocar um Serra, quem sabe uma “Marininha manipulavel”?????
    O mercado não dorme nunca!
    O Capitalismo nunca descansa em sua sanha de poder!

ramon

30 de julho de 2012 às 13h33

chamem algum ás da Argentina que tenha afundado um navio inglês nas malvinas. Seria lindo, hahah

Responder

Apavorado por Vírus e Bactérias

30 de julho de 2012 às 13h30

PS do Apavorado: A razão do constrangimento tem relação com a traição de Marina Silva. Ela era Ministra do Meio Ambiente e depois virou a casaca para ser massa verde de manobra e ajudar Pai Padim Irimão do Santo Aborto no Chile a se eleger presidente. Graças a Deus tanto um pilantra como o outro não chegaram a lugar algum. Marina como defensora ambiental parece a APAS tentando tirar o Planeta do Sufoco. É um imbróglio.

Responder

socorro vieira

30 de julho de 2012 às 13h28

Quero ver se Marina vai ganhar a eleição de 2014 com voto dos ingleses. Marina é uma farça . Heloisa Helena, Marina e Silva se ferraram ao deixar o PT de olho grande na presidencia e Marta Suplise vai no mesmo caminho……………. O ostrascimo.

Responder

Antônio Jorge

30 de julho de 2012 às 12h28

A questão é geopolítica, a intenção dissimulada dessas organizações da maldade é impedir a qualquer custo a independência econômica e política do Brasil e da América Latina.
A Marina é apenas um insignificante peão avançado nesse tabuleiro, tal qual os golpistas paraguaios, que poderão ser entregues às feras quando cumprido seu papel na estratégia.
Eles – esses piratas modernos – não vão deixar barato a audácia de Dilma com o ingresso da Venezuela no Mercosul. Daqui pra frente as provocações serão abertas, com demonstrações de força nas fronteiras, tal qual fazem com Rússia e China.

Responder

Urbano

30 de julho de 2012 às 11h24

A marinada silva vem trabalhando duro, a fim de ser um zé contra-rampa, o mitômano, de saias. Por sinal, está se saindo muito bem na empreitada.

Responder

    Geysa Guimarães

    30 de julho de 2012 às 21h05

    Seu comentário me fez lembrar que o Zé Serra também fez uma aparição descabida numa conferência ambientalista em Copenhague, durante a campanha presidencial.
    E quem ganhou foi a Dilma.

    NB – se eu estiver enganada, por favor me corrija. Foi o tal evento em que a filha do dono da Band fez parte da entourage serrista.

ZePovinho

30 de julho de 2012 às 10h39

Marina Silva quer resguardar os recursos para usufruto da Inglaterra e EUA.Tá na cara que foi o príncipe Charles(que é dono do WWF) quem armou essa coisa,na esperança de dar visibilidade à Marina para a presidência do Brasil em 2014.Teremos,se ela ganhar,um presidenta submissa ao que de pior há no ambientalismo internacional:instrumento de interesses estrangeiros.

Marina Silva ex-ministra do Meio Ambiente

“Não podemos mais perder tempo com “bolhas” de prosperidade ilusória que custam os recursos de mil anos e se desfazem em menos de uma década”. (OESP, 28.4.2012)

Principe Charles, O Rei-Sombra Da Amazônia
Publicado em: 08/06/2008

Está para surgir uma situação inusitada e absurda no Brasil: caso o princípe Charles chegue a tomar posse do trono inglês, ele ganhará por extensão o comando das maiores reservas indígenas da Amazônia. Paranóia? Não, é fato.

Uma ONG, conhecida mundialmente como SURVIVAL comandada pelo principe Charles e, absurdamente, controla com mão de ferro as reservas Ianomamis, na fronteira com Venezuela, e da cabeça do cahorro, na fronteira colombiana, que são as maiores reservas do mundo. E não é somente estas duas reservas que são controladas pela ONG do princípe Charles. Em todas as reservas homolagadas e a homologar futuramente tem forte representação da ONG do futuro rei da Inglaterra.
Anúncios Google

É bom ressaltar outro absurdo: nestas reservas, brasileiro não entra e, pior ainda, até o exército foi barrado por esta ONG, em conluio com as ONGs brasileiras CIR e CIMI. As reservas sob controle do futuro rei da inglaterra não permite que qualquer pessoa de nacionalidade sul-americana entre, apenas indivíduos da comunidade européia ou dos EUA. Caso o princípe Charles chegue ao trono na Inglaterra, ele terá em suas mãos o controle (através da Survival) das mais ricas jazidas de urânio, nióbio, ouro, diamantes do mundo, além de indiretamente influir de maneira decisiva sobre o destino político das naçôes indígenas.

Outro ponto absurdo é que esta ONG de propriedade do futuro rei da Inglaterra barrou recentemente missionários evangélicos de nacionalidade brasileira. Para isso ela contou com o apoio da CNBB, através das organizaçôes católicas CIR, CIMI e CONSOLATA. Além do atentado à democracia brasileira ao impedirem o livre trânsito de missionários evangélicos de nacionalidade brasileira, esta ONG estrangeira contou com a ajuda da principal instituição religiosa brasileira: CNBB.

Link:

Fórum Vivavida

Enfim… pobre Inglaterra… protagonista da mais pírrica de todas as vitórias da história… um império que se acabou em triunfo… essa aí – digo, Vossa Majestade – deve estar se rolando no túmulo…A heráldica comprova que o verdadeiro nome da Família Real Britânica não é Windsor, mas Saxe-Coburg-Gotha, de origem judaica alemã proveniente de um antigo ducado localizado na Baviera e Turíngia. A casa de Saxe-Coburgo-Gota, com uma formidável política de arranjos matrimoniais com as dinastias europeias, tornou-se no século XIX a casa reinante da Bélgica, Bulgária, Grã-Bretanha e Portugal. O irmão de mais novo de Ernesto I de Saxe-Coburgo-Gota, príncipe de Saxe-Coburgo-Gota, Leopoldo, casa-se com Carlota do Reino Unido, única filha e herdeira do rei Jorge IV Duque da Cornualha e Duque de Rothesay, que morre ao dar à luz o primogênito do casal. Em 1831, é eleito sem dificuldades rei dos belgas. Em 1832, casa-se Luísa Maria de Orleans, filha de Luís Filipe e seus descendentes ocupam o trono belga até hoje. O primeiro filho Ernesto I, Ernesto II, recebe o ducado, mas o segundo filho, Alberto, se casa com a Rainha Vitória do Reino Unido, tornando-se em 1840 Príncipe Consorte e Alteza Real do Reino Unido. Seus descendentes ocupam até hoje o trono britânico. Porém, em 1917, por ocasião da 1ª Guerra Mundial, o nome da dinastia foi trocado para Windsor já que “Saxe-Coburgo-Gota” fora considerado muito germânico, logo antipatriótico. http://info-wars.org/2009/07/07/token-royalty-queen-elizabeth-ii-the-largest-landowner-on-earth/

Responder

    Jotace

    30 de julho de 2012 às 15h11

    Caro ZePovinho,

    Seu comentário é tão importante que sugiro você republicá-lo na primeira oportunidade. É necessário que ele tenha uma grande divulgação no nosso Viomundo e, por extensão, na Internet. Parabéns por trazer à luz dados que são essenciais para que seja amplamente compreendida a ameaça que pesa sobre o Brasil. E afastada quaiquer possibilidades de Marina (e outros apátridas aventureiros ) tentarem perturbar as próximas eleições presidenciais no Brasil. Cordial abraço, Jotace

    jd

    30 de julho de 2012 às 22h36

    Informação relevante. Publica Azenha!

Jose Mario HRP

30 de julho de 2012 às 10h36

Que esporte a Marina pratica para estar em Olimpiada?
Ah!
Adesismo!
Pratica que consiste em se entregar a direita nas eleições e aos norte americanos e europeus que querem tomar a Amazonia!
Ela é medalha de ouro!

Responder

Roberto Marçal Ferreira

30 de julho de 2012 às 09h58

É interessante como uma pessoa que é contra acender uma luz nos lares das famílias residentes nos rincões de nosso país, ser tão valorizada pelos donos dos palácios.

Responder

José Maria Pimenta

30 de julho de 2012 às 09h57

Na mesma lógica dos ingleses, poderíamos também convidar para a festa de abertura da Olimpíada de 2016 alguns representantes do IRA …………..

Responder

    Juan

    31 de julho de 2012 às 20h30

    Aham, concerteza, mesma lógica, Marina Silva é uma assassina, terrorista, ela deve ser líder de um grupo terrorista concerteza néh. Mesmissima lógica.

    Esse tipo de comentário beira o ridículo.

José Maria Pimenta

30 de julho de 2012 às 09h52

Pura falta de educação dos ingleses. Usando a mesma lógica poderíamos fazer a maior midia sobra a independência das MALVINAS na próxima olimpíada

Responder

xacal

30 de julho de 2012 às 09h16

Salve a Joana D’arc das Florestas!

Não se trata de questionar a biografia pessoal da marina, aliás, IRRETOCÁVEL!

Mas isto é irrelevante, na medida que biografias pessoais contam muito menos que os atos simbólicos na ação política.

Aí a porca torce o rabo, porque os udeno-ambientalistas(aqueles que pretendem encarar a questão ambiental sob a lógica binária: bem ou mal, bandido ou mocinho), colocam a marina no altar, e contemplam…

Na vida real, longe da procissão, as pessoais reais tratam de disputar a política real, dentro deste troço chato chamado realidade.

Eu li aqui um bocado de insinuações contra o governo e o Código Florestal. Certo, não é o melhor dos mundos, mas eu pergunto:

Se este monte de ong de m…rda que banca politicamente a Joana D’Arc da floresta sabe como fazer para impor políticas “eco-sustentáveis” de desenvolvimento no Brasil, por que não conseguem sensibilizar suas sociedades e seus países de origem?

Enquanto isto, em frente ao espelho d’água, marina definha politicamente, apaixonada pela imagem que fez de si mesma.

Que os ingleses sejam uns idiotas e convidem quem eles queiram para agastar seus convidados? Azar o deles!

Sugiro chamarmos a rainha para assistir em 2016 um desfile onde carreguem a bandeira dos anéis, cinco representantes dos cinco continentes onde os ingleses mataram e parasitaram em nome do Império, e na frente: Os argentinos das Malvinas.

Responder

    jd

    30 de julho de 2012 às 22h20

    Excelente idéia!

ALEXANDRE ARAÙJO

30 de julho de 2012 às 09h01

Só achei falta de educação dos organizadores do evento, além da própria MARINA SILVA, não terem levado outros expoentes do PV aqui no Brasil, como a CANDIDATA A VICE-PREFEITA na chapa de ACM Neto aqui em Salvador. (Nem sei o nome dela, mas dá pra ter uma idéia do que esse tal de PV representa e a quem serve hoje em dia no Brasil).

Responder

    Edineuza

    02 de agosto de 2012 às 14h28

    Pra completar o trio deveriam ter levado a prefeita (PV) de Natal/RN que abandonou a cidade a própria sorte e leva todos os recursos municipais para Portugal, afinal precisa proteger os nossos colonizadores. São as riquezas de Natal voltando às origens. kkkkk

Raimundo

30 de julho de 2012 às 08h44

Será que em 2014 Marina também carregará a bandeira da FIFA?

Responder

Avelino

30 de julho de 2012 às 08h14

Caro Azenha
E se o Brasil, em 2016 abrir as Olimpiadas com alguém do IRA?! Será que vão gostar?!É claro que isso foi provocação. A direita não dá ponto sem nó.Ingenuidade achar que ali não tem a mão da direita, que apostou na Marina na última eleição e ela já sente esse apoio para o futuro.
Saudações

Responder

Dinis

30 de julho de 2012 às 07h39

Não custa lembrar: a Marina foi educada pelas freiras, virou evangélica pentecostal. Lula a fez ministra, com inveja da Dilma traiu de novo, entrou pro PV e foi apoiar o Serra.Ela é alem de invejosa uma tremenda Traira!

Responder

Fernando cerqueira

30 de julho de 2012 às 02h25

O pessoal do PT preferia ver o Maluf ,novo amiguinho, segurando a bandeira no lugar da Marina. Ih, esqueci, o Maluf nao pode ir a Londres , senao a Interpol poe a mao nele!

Responder

Jotace

30 de julho de 2012 às 01h23

Leitura recomendável para interessados no tema :

Artigo e fotos em ‘Los escándalos de Londres 2012: asientos vacíos, reventa y robo de pases’ (edição de 29.07.12 no ‘Russia Today’) website http://actualidad.rt.com/actualidad/view/50241-Los-esc%C3%A1ndalos-de-Londres-2012-asientos-vac%C3%ADos%2C-reventa-y-robo-de-pase Jotace

Responder

maria edith ferrarezi

30 de julho de 2012 às 00h44

Marina de verde já era .De boba não tem nada.O seu passeio por Londres,a convite ou não, sigilosamente mostra outra Marina,talvez a verdadeira,ressentida,magoada,que não perdoa facilmente como ensina o Bíblia que carrega consigo.O acontecimento em si é uma afronta a presidente e ao povo brasileiro.Ato irresponsável do pais de rainha e dos organizadores do evento.Quero dizer falta de ética e educação.

Responder

    Jose Mario HRP

    30 de julho de 2012 às 08h26

    E voce já viu algum ingles decente?
    E o COI, igualzinho a FIFA!
    A Marina , seu destino é parecido com a HH, dizer que bate na cara do Lula, abraçada com Artur Virgilio, Alvaro Bom Cabelo Dias e Gabeira (Mr. Inveja!).

Gilberto

30 de julho de 2012 às 00h20

Deixa a Marina ter seus 15 segundos, eu disse 15 segundos, de fama.
Enquanto ela ajudou a carregar a bandeira olímpica em lomdres, Dilma ajudou e ajuda às Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.
A Marina é a nova Heloísa Helena, que hj ninguém mais ouve falar.

Responder

Batista

29 de julho de 2012 às 23h29

Acho que o COI não tem nada a ver com o convite, deve ter sido coisa do diretor da festa, o cineasta, que deve ter feito uma gentileza ao Cameron, outro cineasta, com cruzada para “salvar” a Amazônia e amigo da Marina.
Ao COI nada diz Marina da Silva ou outro midiático defensor da natureza, segurar a bandeira olímpica. Já prá turminha do Cameron…
Daí o segredinho guardado sobre a participação da verde brasileira, inclusive pela própria, que de boba, não tem nada e na festa foi logo se apoiando na cadeira reservada ao famoso Cassius Clay, hoje Muhamad Ali.
De verde ela não tem mais nada, já está para lá de madura, bem amarelinha, por sinal.

Responder

    jd

    30 de julho de 2012 às 22h27

    Não esqueça que o Avazz fez campanha contra a Belo Monte e se posicionaram a favor da OTAN na Líbia. Sugeri que eles fizessem campanha contra a ditadura da mídia no Brasil não me deram mais que uma resposta evasiva.

Luiza Carioca

29 de julho de 2012 às 21h02

Marina foi oportunista, grosseira e prepotente ao se preparar às escondidas para representar o Brasil nas Olimpíadas. Não entendi o que estava acontecendo quando a vi. Pensei que o governo a havia indicado, mas não fazia sentido. Quando soube que foi à revelia, fiquei indignada, tanto coma Marina como com a organização do evento. Foi constrangedor. Não precisamos, nem merecemos isso.

Responder

    Jotace

    29 de julho de 2012 às 23h53

    Você está absolutamente certa, Luíza Carioca! Para qualquer brasileiro que se preze dessa condição, foi constrangedor o comportamento da Marina. Tudo foi bem preparado e, pessoalmente, não creio que o governo colonialista do David Cameron esteja por fora da armação. Isto porque Marina vem desde muito tempo servindo de peça à direita imperial e colonialista que tem os mais sórdidos interesses no Brasil. Dificilmente o COI poderia fazê-la sozinho. Cordial abraço, Jotace

Shirley

29 de julho de 2012 às 20h49

A Marina é tão insignificante, que o partido dela (PV), precisou trocar votos por botijão de gás e cestas básicas em Jaboatão dos Guararapes/PE, pra que ela tivesse alguns votos. Foram presos com a mão na massa.

Responder

Fernando

29 de julho de 2012 às 20h46

essa senhora quer fazer do Brasil o “parque do mundo”….é retrocesso…espero que nunca ganhe para presidente…seria o fim desse país e de tudo que foi conquistado e a volta do domínio da grobo!!

Responder

Milton Quadros

29 de julho de 2012 às 20h03

Mas claro, a Marina “segurava” tudo que é projeto que alavanca o Brasil,com as histórias da perereca aparecida e da transa do bagre. É tudo que o gringo quer, um pais governado por mer_das como éramos no final do século passado, pendurado no FMI como estão a maioria dos europeus.

Responder

Indio Tupi

29 de julho de 2012 às 19h58

Aqui do Alto Xingu, os índios sabiam que o eco-capitalismo — a suposta luta para preservar a natureza sem combater o sistema que destrói a biosfera — teria de dar o ar de sua graça nas Olimpíadas. Mas, não falta quem se preste a esse papel ridículo com fins puramente de promoção pessoal e política…

Responder

jd

29 de julho de 2012 às 19h34

É coerente Marina estar lá a convite do anfitrião dos jogos olímpicos. Não por coincidência FHC recebe, volta e meia, algum prêmio, sempre dos mesmos. Marina representa a ecologia retórica. Marina não passa disso. Me surpreende ver pessoas bem informadas que não percebe isso.

Responder

Jotace

29 de julho de 2012 às 18h23

Caro Júlio Silveira,

Confranges meu coração que se volta para ti cheio de piedade. Escreves sempre pelas entrelinhas, e com um nó pelas costas. Desiste disso e assume, cara! Há plena liberdade de pensamento neste blog! Pois ao que li, estás como a desejar insucesso ao grande Lula, aos atletas brasileiros e até que por isso eu me retorça numa cadeira em 2016. Não é o caso, por enquanto estamos ainda no hoje da atleta corredeira da Natura, a entreguista que tanto defendes , a apátrida Marina Silva. Retribuo tua suposta atenção com um real gesto de bondade e te sugiro procurar o Sebastian, presidente do COI, e que sabes ter sido manobrado convenientemente para tentar constranger a grande Presidente do Brasil. Então pede a ele uma vaguinha para que possas bater palmas e aplaudir furiosamente os atletas imperiais. A vaga é certa, pois, devido à falta de assistência e o insucesso das olimpíadas do império decadente, o COI está recrutando até o pessoal do exército para preencher o buraco das arquibancadas. Elas chegam a parecer o ôco do mundo. As notícias estão publicadas na imprensa livre da Venezuela (que tanto ‘admiras’ na tua ‘coerência’) e até no grande jornal da burguesia paulista, o estadão, edição de hoje. Este, como seus leitores sempre desconfiam do que publica, cita até uma testemunha a qual afirma que“em alguns locais, não se via ninguém sentado nas cadeiras das áreas credenciadas para autoridades, dirigentes, atletas, jornalistas e patrocinadores.” Quer dizer, mesmo de graça, a promoção da coroa está sendo o maior fracasso. Viva às Malvinas Argentinas! Cordiais saudações, Jotace

Responder

    Julio Silveira

    29 de julho de 2012 às 20h29

    Meu caro, ao menos reconheces que sou coerente. Faço força para isso, faço critica e auto critica. E é em nome dessa coerência, por voce percebida e já anunciada, que não resisto a tentação de chacoalhar pessoas que tem tudo para exercerem seu papel de cidadão, mas preferem ser mais seguidores da manada. Exponho-me mesmo correndo o risco dessas suspeições sobre meu sentimento em realação a minha terra e a minha gente, eu ouso. Você, me parece, gosta de alguns, especificos, localizados, como torcedor de uma só agremiação. Eu torço pelo bom jogo, pelo bem do país. Se realmente me conhecesses, saberia que ostento orgulho de minha brasilidade e que sempre fui dos que pretende um Brasil inclusivo, por isso o antigo PT me agradava. Porem, não aceito e nunca aceitarei o papel que muitos esperam de mim, e incitam e alguns ingenuos caem, para se transformar em meros teleguiados. Para desespero dos mandantes, donos dos teóricos, penso. Sabe por que? porque entendo que estamos em construção, a sociedade mundialmente está, e nós não somos diferentes, procurando rumos. E nós podemos evoluir muito se sairmos do sectarismo proposto e já percebido por mim como inocuo, por que falso. E, cada dia fica mais comprovado e exposto. Precisamos sim de perseguir a evolução, partirmos para a ação, mais reformista que de oratória, creio ser disso que o país precisa. Tua crença, e não é deboche, ajuda aos espertos, favorece os vigaristas, podendo até levando teu sangue, e a história mostra isso, sangue de gente como você servindo a interesses que nunca serão os seus . Outra coisa, não faço oposição, faço critica. Bem diferente de preferir se atirar ao precipicio a primeira voz de comando de um falso profeta qualquer.

    Jotace

    29 de julho de 2012 às 23h21

    Caro Júlio Silveira,

    De caminhante da obscuridade,dela pretendento extrair vantagens, partes agora para trilhar, sinuoso, a pregação sacerdotal do mais falso pieguismo. Tão dissimulado como o sentimento de brasilidade que alegas possuir mas, curiosamente, sempre posto de forma subliminar em favor do entreguismo, a serviço dos inimigos da pátria. Que tenta dissimular, tergiversar, disfarçar teus reais pontos de vista com argumentos falazes, cheios de sofismas. Até agora, teu ‘bom jogo’ tem sido o mesmo do imperialismo, e que te leva a desabar no abismo da antipátria, do deboche dos que têm sentimento de nacionalidade, de cidadania. De atribuir expressões belicistas que poderiam (!) usar governos dignos, sabidamente defensores da paz, como o de Chávez,a fim de colocar os indigentes mentais contra os mesmos, vez que se opôem ao domínio imperial que rouba o futuro dos povos mais fracos. Não tenho sectarismos, nunca me filiei a partidos, mas me orgulho de ter votado nos candidatos do PT desde que ele foi criado, o que não implica que deixe de criticar o que julgo são seus erros. Agora, neste último comentário, silencias sobre o teu deboche com relação aos que condenam a atitude dos colonialistas e servís brasileiros em sua pretensão de constranger Dilma, a nossa digna Presidente. No melhor estilo democrático te aconselho a ser mais autêntico, a não tentar armar arapucas com os teus falazes argumentos, a não te esconder nos teus medos. O Brasil deve ser de todos os brasileiros, inclusive teu também…Cordiais saudações, Jotace

    Julio Silveira

    30 de julho de 2012 às 07h48

    Jotace, meu caro pacifista, que acredita ter sido eu o autor da frase “se perder a eleição temo pela guerra civil em meu país” que eu credito a esse outro pacifista o Venezuelano Chaves, por puro devaneio de minha parte. Por favor esse teu vernaculo falsamente rebuscado, em que me acusas de ser sinuoso, por apenas pretender coerência, se isso te ofende tanto siga com seu caminho de seguidor, porem não te arriques mais com inserções desprovidas de verdade factual pelas sómente plantadas e não ainda comprovadas e já por ti assimiladas. Como vês não fujo a um bom combate de homens com idéias, próprias.

    assalariado.

    29 de julho de 2012 às 20h46

    Caro Jotace, ainda bem que não estou sozinho nesta observação que faz, sobre o internauta Júlio Silveira. Realmente, o Sr. Julio é um complexado, um social democrata, que vive em cima do muro, e esconde o que pensa nas entre linhas de suas opiniões. Tudo bem! Só que eu não consegue enganar, com sua nada santa neutralidade. Sim, estes tipos de PESSOAS, se apresentam sempre, como neutros políticos, e ao mesmo tempo acham que tem que mudar tudo. Ora, ora, nunca explicam mudar o que? Para onde? Como?

    Outro dia chegou a dizer para eu, num comentário resposta, que, as raízes dos problemas sociais dos seres humanos não é o sistema capitalista, são as PESSOAS. Sim, ele esta usando a mesma tática de manipulação do PIG. Ou seja, o culpado, em última analise, é sempre o povo. Só esqueci de dizer que, em tese, ele tem razão. As PESSOAS como Marina, entre outros tantos ex- esquerdistas, sempre foram socialistas, sem nunca ter sido. Estes tipos de PESSOAS gostam mesmo é do verde, do verde dólar, e do deus dinheiro.

    Saudações Socialistas.

    Julio Silveira

    29 de julho de 2012 às 21h19

    Saudações ao outro irmão burgues socialista o chamado assalariado, reaça da pretenções de seus iguais na busca de melhoria salarial, quando o patrão está ao seu lado, e que pretende mudanças com a continuidade da retórica.

    Julio Silveira

    29 de julho de 2012 às 21h34

    Ah, meu caro assalariado, peço que não me rotule como nada, nem capitalista, nem socialista, nem social democrata, mas apenas um brasileiro que nunca vai viver nesse mundo dos manipuladores ilusionistas. Minha pretensão é tão somente de ver, realmente, mudanças estruturais no meu país de forma que a maioria da cidadania e não somente uns poucos escolhidos, sejam beneficiarios das riquezas que o país produz. Quando digo poucos escolhidos, digo, capitalistas, socialistas ou social democratas, que como os gafanhotos, do conto, fazem uma repartição desigual com as formigas.

    Jotace

    29 de julho de 2012 às 23h37

    Caro Assalariado,

    Muito grato a você pela manifestação solidária e que recebo como um cumprimento de um brasileiro culto e bem intencionado quanto ao destino da pátria e dos nações em geral, como você o é. Leio sempre os seus comentários e muito os aprecio! Infortunadamente, com os seus argumentos, o Sr. Júlio Silveira leva-nos a uma inevitável perda de tempo, na tentativa de estabelecer as diferenças entre alhos e bugalhos… Um grande abraço pra você e uma boa semana do, Jotace

maria do carmo

29 de julho de 2012 às 17h22

Marina e muito pequena e se acha, nao tiro os meritos dela no meio ambiente. Mas existe grande diferenca em
governar um pais como o Brasil, nao ha paralelo com Dilma. Personalidade resentida, nao soube perder, o
Brasil e muito maior. Foi usada pelo Serra com a campanha caluniosa contra a grande Dilma, Os votos que recebeu foram manipulados pelo Serra que aproveitou o ego de Marina. Nao podemos nos esquecer da Natura
tem muito mais interesses. As ongs inglesas. Aldo Rabelo falou tudo. Brasileiros Marina e pequena e falsa. Nao empana o brilho do Brasil, e muito menos da eminente e capaz presidente Dilma. Marina e detalhe sem importancia nas Olimpiadas.Apareceu de surpreza esta feliz de papagaio de pirata das Olipiadas mas nao podemos tirar o merito dela no meio ambiente.

Responder

maria do carmo

29 de julho de 2012 às 17h16

Marina e muito pequena e se acha, nao tiro os meritos dela no meio ambiente. Mas existe grande diferenca em
governar um pais como o Brasil, nao ha paralelo com Dilma. Personalidade resentida, nao soube perder, o
Brasil e muito maior. Foi usada pelo Serra com a campanha caluniosa contra a grande Dilma, Os votos que recebeu foram manipulados pelo Serra que aproveitou o ego de Marina. Nao podemos nos esquecer da Natura
tem muito mais interesses. As ongs inglesas. Aldo Rabelo falou tudo. Brasileiros Marina e pequena e falsa. Nao empana o brilho do Brasil, e muito menos da eminente e capaz presidente Dilma. Marina e detalhe sem importancia nas Olimpiadas.

Responder

AlvaroTadeu

29 de julho de 2012 às 16h31

Marina para mim foi uma surpresa. Uma péssima surpresa, não nas Olimpíadas, mas quando saiu do governo, entrou no suspeitíssimo Partido Verde, partido auxiliar do tucanato e trouxe para o debate presidencial a questão abortiva, com o descarado intento de beneficiar José Serra, o que ela conseguiu, pois sem Marina, o Nosferatu já teria sido despachado no primeiro turno, sem vela nem farofa.

Responder

Almir

29 de julho de 2012 às 15h24

Se foi provocação, vamos responder em 2016.

Lá nas arquibancadas vamos estender uma enorme faixa com os dizeres:
THE FALKLANDS ARE ARGENTINE.

Legal.

Responder

Paulo

29 de julho de 2012 às 15h21

De olho em 2014? Avisa a Marina que as eleições para vereadores é agora ou em 2016.

Responder

Yacov

29 de julho de 2012 às 15h11

“A ex-ministra é reconhecida internacionalmente por seu trabalho de defesa do meio ambiente.” Gostaria de saber qual foi a grande obra da blablarina pelo meio ambiente!?! Ser uma Ministra do Meio Ambiente incipente do grande LULA ou ter o marido indiciado por desvio de madeira apreendida de desmatamento??? Como diz o MINO, o ambientalismo da blablarina ainda está por provar-se. Como todos os papos furados da TUCANALHA a blablarina é apenas e tão somente o velho neoliberalismo pintado de verde para enganar os trouxas.

“O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBO – O que passa na gloBO é um braZil para TOLOS”

Responder

Paulo

29 de julho de 2012 às 14h24

Foi sim uma grosseria dos ingleses, eles tem saudade das colonias, exercitam seu colonialismo insolvente nas Ilhas Malvinas; acharam que deveriam dar uma aula de ambientalismo ao Brasil. Justo o Reino Unido, a matriz da degradação ambiental. Já a Marina se presta a qualquer papel, é uma fraude, quem a conhece sabe que sempre foi uma fraude. “Mente sinceramente”. Patética.

Responder

Haroldo Cantanhede

29 de julho de 2012 às 14h18

Não consegui ver a abertura e tampouco a Marina. Ela aproveitou para pedir às pessoas que votem no Serra (de novo)?? Essa Marina, por que se deixa usar pelas forças do mal? :(

Responder

fernando

29 de julho de 2012 às 14h16

Choradeira boba, em 2016 o PT poderá botar todos seus membros na cerimônia, é só esperar mais quatro aninhos.

Responder

claudio rodrigues

29 de julho de 2012 às 13h48

nesse caso, aldo coberto de razao, é publico que candidatura marina foi importada, saiu do capital norte americano, FOI SIM UMA AFRONTA AO GOVERNO QUICA A NOSSA SOBERANIA
uma coisa sao as nascentes, a poluicao nos rios, etc etc outra bem diferente a manter arvore em vez de alimentos, a denuncia internacional que maior desmatador da amazonia é incra com reforma agraria, nao existe nada cientifico sobre aumento da teperatuda da terra e, muito menos que isso tem a ver com desmatamento e uso para producao alimentos.

nisso, tanto os norte americanos como os europeus, patrocinadores da marina, exigem nao so brasil com america latina e africa, APESAR DE NAO ACEITAR MESMAS REGRAS para eles, muito menos reflorestamentos minimos, marina foi o greenpease da globo na rio+20

Responder

Elias

29 de julho de 2012 às 13h02

Podem colocar a Marina Silva no panteão da ecologia mundial, no Brasil ela jamais passará de uma coadjuvante dos reacionários que despontam na política brasileira graças ao empenho de uma imprensa comprometida com o capitalismo internacional. É uma Tereza de Calcutá cujo hábito não é azul e branco e sim branco, vermelho e azul com 50 estrelas no seio.

Responder

abolicionista

29 de julho de 2012 às 12h40

Marina é tão defensora do meio-ambiente quanto a Natura, empresa com a qual dividiu o leito e que deixa os trabalhadores sem nenhum direito.

Responder

Regina Braga

29 de julho de 2012 às 10h57

Vou plagiar o CQC…Que saudades do Partido Verde quando só defendiam a liberação das drogas.Hoje,eles são as drogas!O único ìndio que a bláblá defende é, o Ìndio ex vice do Cerra( que por sinal é monarquista).Viva a rainha verde gobal!!!!

Responder

O_Brasileiro

29 de julho de 2012 às 10h53

Eu perdi a parte da abertura das olimpíadas em que se homenageou a taxa Libor…

Responder

RicardãoCarioca

29 de julho de 2012 às 10h31

Essa badalação ecológica da elite financeira me preocupa e ao mesmo tempo confirma minha teoria de que a elite financista, que atualmente vêm endividando governos, exaurindo países irão, na próxima fase, usar o ‘ecologismo’ para, de alguma forma, direcionar a extração e o consumo das riquezas naturais onde elas estiverem. Nosso país vai ser alvo dessa elite financista na próxima década. Nosso governo tem que enxergar esses fatos além da ciumeira gerada por atos como esse.

Responder

Stanley Burburinho

29 de julho de 2012 às 09h54

Simples: sem avisar, basta convidar vários argentinos para participarem da abertura da Olimpíada de 2016 no Rio, carregando bandeiras com os dizeres: “As Malvinas São Argentinas”

Responder

    Aracy

    29 de julho de 2012 às 12h45

    Bastariam dois argentinos para prestigiar o evento: Cristina Kirchner e Diego Maradona.

    J Fernando

    30 de julho de 2012 às 12h01

    Maradona levantando a mão com o cartaz: “a mão de Deus em 1986″…

    master-piece

    29 de julho de 2012 às 13h17

    “Simples: sem avisar, basta convidar vários argentinos para participarem da abertura da Olimpíada de 2016 no Rio, carregando bandeiras com os dizeres: “As Malvinas São Argentinas”” essa foi a melhor de todas… meu marido e argentino e eu vou dar a ideia…

FrancoAtirador

29 de julho de 2012 às 08h17

.
.
VANITAS VANITATIS ET OMNIA VANITAS!
.
.

Responder

Jose Mario HRP

29 de julho de 2012 às 07h49

sáb, 28/07/2012 – 18:10Hélio Pereira

Detonou!

Responder

Jose Mario HRP

29 de julho de 2012 às 07h43

Se o objetivo foi constranger o pís trabalho bem feito, somos todos “cornos”, últimos a saber, mas me diz aí…..O que essa moça tem de tão bom assim que merece esse laurel?
Que santa ela é para ser assim tão festejada?
Aliás boa politica faz assim, campanha ano inteiro!
Mas pra presidente ela não vai nunca ter cacife!

Responder

Virgílio

29 de julho de 2012 às 07h21

Azenha…. que exagero! Isto é uma declaração de voto futuro? Marina, medalha de ouro? Marina será forte candidata em 2014? Por que partido mesmo? Marina saiu do PT e nem teve força para se tornar uma liderança no minúsculo PV!!! Saiu de lá e nem diferença fez… Vai fundar outro partido? Vai para algum partido nanico? Ou será que vai ser vice de Aécio? Tô mais pra esta última alternativa!
Você viu a audiência da abertura das olimpíadas no Brasil? Você fala da pouca exposição de Dilma… mas e o evento da abertura da casa do Brasil? E o fato de ter sido recebida pela Rainha… ambos geraram bem mais tempo na midia! Mas o melhor mesmo é ver Dilma na conversa com os jornalistas brasileiros… Nós, brasileiros, não somos burros e soubemos escolher o nome certo!
Vamos ver os rumos que a economia brasileira toma a partir deste segundo semestre para fazer prognósticos mais precisos, não?

Responder

    Jurgen

    29 de julho de 2012 às 14h16

    Vai para o PEN! O partido que todos os psdbistas irão depois de 2012 com pleno apoio do PIG. O PEN é a nova cara do PIG ecologicamente “correto”. IRK!

Paciente

29 de julho de 2012 às 07h20

Vi a reação de Dilma e me pareceu que foi a de ver mais um brasileiro sendo referencia no mundo. Foi a minha também. Ponto para Marina e para o PT, certo?

Se Dilma ficou “avechada”, é coisa simples de resolver: na abertura das olimpíadas no Brasil, chama Julian Assange (do Wikileaks) para carregar a bandeira também. Seria em nome “das tradições ocidentais de liberdade de expressão”. Civilizados que são, os ingleses entenderiam, numa boa…

Politizar por politizar, sempre me surpreendo de não chamarem, por exemplo, Stédile (do MST). Stédile faz mais pelo meio ambiente dormindo do que Marina faz acordada (acordadíssima…) saltitando mundo afora.

Será que o desfile da bandeira olímpica não teria sido uma boa hora para Marina dar um piti ambientalista contra a British Petroleum e seus vazamentos criminosos? Um “hapening”? Fazer aliança com o capeta que paga passagem e o escambau compromete a independência do PT e dos petistas, nunca a dela, claro…

Ser a favor do meio ambiente é como ser a favor da Lei da gravidade. Para incluir os brasileiros (inclusive os da floresta) no século XX, um século que já terminou – o desalmado PT matou, ou melhor, assassinou alguns bagres e deu inicio a algumas hidrelétricas malvadas. Coisa de Valdemort e do Reino de Mordor.

Marina é o contrário de “tudo isso que esta ai” (seja lá o que esteja ai). O contrário e o mesmo, carregando bandeira para os brancos de olhos azuis donos do Barclays e da paternidade da crise que mata milhões. Independente e com milhagem, vai Marina.

Um Belo Monte de conversa fiada… Viaja, Marina!

Responder

Alexandre

29 de julho de 2012 às 03h02

A ignorância política de alguns ministros e polítícos é demais. Gente do PT criticando e sem moral para isso. Com a internet as mascaras deles estão caindo, inclusive de quem já votei. Agora se percebe por que muita gente saiu do PT, basta ver o autoritarismo que esta hoje e é fácil acompanhar do que anos atrás quando tinha a internet.Vai surgindo um raio de luz de muitas coisas, né lula?

Sobre a Marina não votei, não votaria, mas não pode negar que teve uma bela força, trabalho em prol da natureza defendendo o Brasil, militando nessas ações. O resto é pura inveja, daqueles que sem a batuta do lula não são nada e gostam disso de viver assim sob a batuta do homem.

Responder

    J Fernando

    30 de julho de 2012 às 12h08

    Em prol da natureza?
    Acorda, rapaz! Em prol da NATURA (sócio foi seu vice em 2010; a empresa financiou a campanha; voava nos jatinhos da empresa, Marina deu uma força à empresa com concessões ambientais quando era ministra)!

    Edineuza

    02 de agosto de 2012 às 14h52

    É engraçado, nunca vi uma crítica ao PT, sem antes o seu emissor não fazer questão de dizer que vota ou já votou no partido. Aí sempre me pergunto, porque a necessidade de se auto proclamar ex-eleitor ou até mesmo ainda eleitor? Penso que se alguém merece uma critica minha, não preciso justificar uma relação de cumplicidade com quem estou a criticar, portanto pra mim a declaração de proximidade vale mais como afirmação de uma concepção facista do que a critica em si.

P Pereira

29 de julho de 2012 às 02h57

Azenha, ela será a candidata do PEN?

Responder

Angela Liuti

29 de julho de 2012 às 02h49

O Ingleses se comportaram como sempre,colonialistas. dilma deveria dar uma banana para Charles, ingleses, tão ambentalistas e tão conquistadores e invasores de culturas e terras no mundo inteiro. Me engana que eu gosto!

Responder

Ivonete

29 de julho de 2012 às 01h02

Pelo que entendi, os ingleses gostam da Marina, talvez porque ela seja contra o aborto, o casamento gay, critica o pré-sal e tenha pensando em governar com ongs. Pensando bem, acho que os ingleses simpatizam com ela por causa dos dois motivos finais. Provavelmente não a convidariam, não fosse sua atuação na política brasileira nos últimos três anos. Os ingleses sempre souberam ficar do lado do que lhes convém.

Responder

Orivaldo Guimarães de Paula Filho

29 de julho de 2012 às 00h16

O grande e intransponível problema da ex-futura candidata marina silva é o fato de professar uma crença atrasada e perigosa para o futuro do povo brasileiro, não acredito que uma presidenta que professa o criacionismo mais retógrado faça com que o Brasil avance. Na verdade, este posicionamento religioso vai, com certeza, fazer com que forças políticas e sociais reacionárias ganhe espaço e transforme o país em uma teocracia cristã atrasada e autoritária. Precisamos de um Brasil verdadeiramente laico e democrático!

Responder

Luc

28 de julho de 2012 às 23h55

Será que vamos ter aumento de tarifas de energia elétrica em breve??

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/23293/apos+golpe+paraguai+autoriza+controversos+projetos+com+multinacionais+.shtml

“…A abertura a empresas multinacionais que estão sob suspeita por questões ambientais pauta o primeiro mês de governo de Federico Franco no Paraguai, isolado por parte da comunidade internacional. Entre as medidas questionadas está a habilitação do plantio de algodão transgênico e a construção de uma fábrica de alumínio…”

“…”É preocupante que um governo não eleito pelo voto popular tenha se aberto a esses investimentos (de capitais estrangeiros) sem nenhum controle”, disse à IPS o economista Luis Rojas, da organização não governamental Base Pesquisas Sociais. Como exemplo, Rojas citou a permissão dada para utilizar sementes de algodão geneticamente modificado da variedade Bollgard, da multinacional Monsanto, deixando sem efeito os estudos preliminares exigidos para a concessão desse tipo de licença.

Franco designou para chefiar o Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Vegetal e de Sementes (Senave) o empresário de agroquímicos Jaime Ayala, que não demorou em inscrever no Registro Nacional de Cultivos Comerciais (RNCC) a semente Bollgard, rejeitada pela mesma entidade semanas antes porque a empresa não apresentava os requisitos exigidos…”

“…”Se a energia for vendida à RTA por US$ 38 o MW/h por 30 anos ou mais, o Paraguai perderá entre US$ 195 milhões e US$ 1,008 bilhão anuais, precisando aumentar a tarifa para os demais usuários, incluído o uso doméstico, aumentar os impostos ou reduzir o investimento público”, explicou Bordón. Diante deste cenário, as organizações sociais aumentam seu repúdio ao governo de Franco e afirmam que a destituição de Lugo teve como pano de fundo o objetivo de facilitar a entrada das multinacionais. “O governo não é um interlocutor válido porque não lhe interessa conversar com a sociedade civil. Só o faz com o empresariado”, denunciou Rojas…”

Responder

anna

28 de julho de 2012 às 23h51

Lindas as Aberturas das Olimpíadas, da então URSS e da China. Ainda insuperáveis.

A presença surpresa (para nós) de Marina é totalmente coerente (com comitê ou sem) com a necessidade de se ter um peão obstinado em nosso país, por aqueles que cultuam até em uma Festa Olimpica as Torres Industriais.

É muita sustentabilidade, eles gostam de salvadores do mundo e esqueceram do peão-mor, o ingles Sting, salvador de índios e florestas do Brasil,nem um pedacinho de uma canção dele foi lembrado. Parece aquela expressão:”É prá ingles ver”.

Responder

lulipe

28 de julho de 2012 às 23h24

Se inveja matasse!!!!

Responder

adenilde petrina

28 de julho de 2012 às 23h23

o que a mídia corrupta diz,eu não acredito. Se aconteceu mesmo do COI convidar esta senhora sem comunicar ao governo brasileiro, foi deselegante?Não sei.Desde quando as potencias européias respeitaram a gente? nunca! Assim como a casa grande e seus capachos representados pelo PIG, não respeitamo nosso povo e nem engolem o fato de nosso país e nosso povo estarem com sua auto estima elevada, os nossos ex colonizadores tambem não aceitam. Acho que a senhora em questão foi usada.A surpresa causada foi a deselegancia do COI…Quanto ao comentário da senhora marina, este sim foi muito infantil, coisa de gente invejosa, ciumenta e raivosa. Há muito tempo que gente do tipo dessa senhora, que se diz defensora do meio ambiente, não merece o meu respeito.Por que não chamaram alguem do Haiti?É muito barulho por nada !

Responder

    simas

    29 de julho de 2012 às 00h36

    Mas,,, quem é, afinal, essa Marina? Aquela casada com aquele rapaz envolvido em lambanças, nunca explicadas? Êita, Maranhão, velho… cheio de mutretas; heim? É o esposo de um lado, a fazer mágicas e a esposa, do alto de sua cadeira, ecológica, a cultivar amizades sem compromissos com as bandeiras do Chico Mendes… Ingrata! Tem gente q, qdo aprendem a ler e escrever, qdo se alfabetizam, dão show, neh?… Veja vc – nem esse pessoal do COI é lá mto santo; ou estou redondamente enganado? Em 2016, “nóis” botamos uns gatinhos pra obrar na cabeça dos talentosos… risos

ademar

28 de julho de 2012 às 23h14

a blablarina p/ se aparecer ja fez de tudo,so falta posar nua p/ elites,basta ver que os acreanos querem milhas de distancia desta traira,totalmente comandada pelo pig,mais logo,logo sera encontrada em uma lata de lixo,igual a hh

Responder

Jotace

28 de julho de 2012 às 22h46

O ENTREGUISMO DESBRIADO

Em cena mais uma vez a Marina Silva no seu desprezível comportamento político de Calabar de saias ao se prestar ao sórdido jogo de poderosas nações aprontado convenientemente pelo COI. A defensora das ONGs estrangeiras que pregam a intervenção na amazônia, funciona agora como instrumento servil dos interesses imperiais que tentam desafiar o grande governo da Presidente Dilma com vistas às futuras eleições presidenciais no país. Devemos, mais uma vez, reagir a esta tentativa e lutar mais do que nunca para que jamais tenham lugar nos quadros administrativos da nação reconhecidos apátridas entreguistas. Estes, apoiados por governos estrangeiros colonialistas, oligarquias e a sórdida ‘grande imprensa’, devem ser alijados de uma vez da nossa história política. Jotace

Responder

    Julio Silveira

    29 de julho de 2012 às 10h15

    Jotace, meu caro, as vezes me pergunto se existe preocupação com a coerência dentro de alguns ativistas encarnados, quando parecem perder o senso de equilibrio em momentos como o desse de seu comentário. Liberdade para ter simpatias pessoais temos que respeitar, mas jamais podemos perdem de vista o ridiculo como comentar contra o COI como instrumento burgues etc,etc e bla,bla, bla…quando foi uma meta arduamente e caramente desejada pelo defensores do atual partido no poder. Que aliás, antes, esclareço que também apoiei. Não esqueça os intrumentos da atual civilização humana são ardentemente desejados por todo e qualquer grupo politico mundial, por que são instrumentos de status e aceitação nesse jogo de propaganda.

    Jotace

    29 de julho de 2012 às 13h52

    Caro Júlio Silveira,

    Mais uma vez surges com tua coerência de gato escondido mas sempre com o rabo de fora. Depois do ‘escorrego’ elogiando teus agrotóxicos, voltas a insistir no teu papel dúbio dos ‘instrumentos da atual civilização humana tão ardentemente desejados’. Dá-me sim, dó, ver o triste papel de alguns colonizados que aqui aparecem travestidos de dupla personalidade, tentando soprando e mordendo como certos morcegos. Agora defendes o COI e, por extensão, o decadente governo império-colonial inglês, apenas porque tentaram constranger a nossa Presidente, aproveitando-se covardemente de uma visita oficial. Assume, cara! Cordial abraco, Jotace

    Julio Silveira

    29 de julho de 2012 às 16h17

    Meu prezado e infeliz burgo socialista, lamento por ti já que em 2016 irás se retorcer na cadeira com a Olimpiada no Brasil, graças ao presidente Lula. Mas aí, talves isso que estejas dizendo hoje seja coisa do passado esquecido, e torças ardentemente pelo atletas brasileiros. Faço votos de que não seja dos ranzinzas que chegam a ponto de os culparem de estarem a serviço da burguesia paralitica. saudações.

tiago carneiro

28 de julho de 2012 às 22h44

BlablablablablaRINA? Os verdes, ao meu humilde ver, são os criptotucanos. Os caras sao totalmente reacionários e possuem um discursinho hipócrita.

Essa senhora deve até as calças ao PIG, que a usou para levar as eleições ao segundo turno.

Responder

    Vlad

    28 de julho de 2012 às 23h05

    hahaha…q PIG coisa nenhuma…o PIG foi pego é de surpresa pela onda verde de protesto; mais duas semanas e seria Marina contra algum outro.
    Se comentar, não beba.

    Almir

    29 de julho de 2012 às 15h38

    Que “onda verde”, seu bocó manipulado?

    Mais de 90% dos votos de Marina vieram dos evangélicos, que votaram “na irmã”.

Antonio

28 de julho de 2012 às 22h44

Só sei que já estou cansado desta nossa miopia de debate político, em geral, em todos os lugares. Não vejo, ainda, nenhuma linha propondo mudanças radicais em nossa organização de sociedade, de poderes, de valores. Discutir personalidades políticas, o que dizem, pensam, o que acreditamos que elas no poder fariam, tudo isto não tem mais sentido, por uma razão óbvia, que está na cara, mas parece que ninguém vê!!! Nosso modelo político faliu!!! Não adianta mais por este ou aquele no poder. Acabou. Deu o que tinha que dar. Temos que reformar e não discutir esta ou aquela peça do jogo.

Responder

    Julio Silveira

    28 de julho de 2012 às 23h03

    Falou e disse.

Brasil

28 de julho de 2012 às 22h43

Quem? Marina ‘Cavalo-de-Tróia’? Ainda existe?rsrs
Salve,Aldo! Alguem tem que ter coragem pra defender este país.
Salve,Aldo!

Responder

Alexandre Tambelli

28 de julho de 2012 às 22h43

Discussão de meio-ambiente que seja saudável deve questionar o modo de produção capitalista!

Quem se diz ambientalista de verdade não pode ser amigo do Sistema e de seus agentes! WWF e outras similares é perfumaria para deixar tudo como está!

E meio-ambiente sem a discussão da diminuição da pobreza no mundo, mais precisamente da sua extinção é picaretagem!

Gastar dinheiro para não matar uma tartaruga marinha enquanto bilhões de pessoas passam fome no mundo? Isto é ser ambientalista?

Preservar uma floresta como a amazônica pelo fato de que ela pode gerar uma riqueza incomensurável para o capitalista, na área dos cosméticos, da Medicina ou preservar a floresta amazônica para garantir a sobrevivência do modo de vida dos seringueiros, dos índios que lá habitam, conservando suas terras para seu usufruto?

Ambientalista de verdade não quer apoio de Capitalistas! Deve combate-los!

Responder

    MARCELO

    30 de julho de 2012 às 11h49

    Deveria agradecer aos “capitalistas” porque eles inventaram a
    internet,seu Alexandre.

Roberto Ribeiro

28 de julho de 2012 às 22h43

A Dilma o que é de Dilma, a Marina o que é de Marina, a opinião do “ruralista” Rabelo não conta.

Responder

Zé Brasil

28 de julho de 2012 às 22h22

Prezado Jornalista Azenha,

Mesmo debaixo de um febrão desgraçado provocado por uma virose que doí o corpo inteiro e gruda os olhos deixando o sujeito meio que um asiático não posso deixar de notar para a cabeça do post: “Marina olímpica faz ouro em Londres, de olho em 2014”, que em príncipio pensei ser da Exame, mas sou levado a crer ser ele de sua autoria e corrija-me se errado eu estiver.

A Olímpiada, para os puristas, segue ainda os ideais de Coubertain e dentro desta ótica lá estão presentes a ética, a honestidade, a superação, o esforço próprio, a dignidade, dentre outros valores. Vive-se ou buca-se viver durante um mês sob o império do Fairplay, tão disseminado na velha Albion. O reconhecer e saber perder, sem ódio e nem rancor, não é verdade?

Uma imagem síntese para mim do que isto representa é o daquela Maratonista Suíça,Gabriele Andersen, que num esforço sobre humano completa a volta final, em 1984,no estádio de Los Angeles, cambaleante e tropêga, totalmente imbuída do espírito olímpico preconizado pelo Barão Francês. Ela deveria ter ganho um medalha por seu feito honroso.

Atribuir-se ouro a um feito desta natureza, perpretado por nossa acreana polivalente politicamente, pela porta dos fundos:- vá lá que a porta da Igreja estivesse aberta, ao lado de bankimoon, este fantoche que preside a ONU, um verdadeiro títere norte-americano, mero referendador das barbáries deles em pról da escravização dos povos do mundo, sob o falso manto de sua democratização, cá prá nós, é forçar barra demais.

Sabe, é um ouro do tipo tal e qual ao de um futeboleiro muito conhecido, um cara cheio de brilho e haja brilho nisto, que rouba um gol usando as mãos na Copa do Mundo e depois diz que “fué la mano de Diós”. Será que o importante é vencer a qualquer custo, de qualquer modo, mesmo o ilícito?

De novo, com todo o meu respeito, se a cabeça do artigo for de sua autoria, pisastes feio na bola.

Um grande e fraterno abraço.

Responder

Julio Silveira

28 de julho de 2012 às 21h58

Eu, que não tenho nada com isso, senti um orgulho danado de ver uma brasileira carregando a bandeira olimpica numa representatividade inusitada. Talvez os criticos preferissem vê-la exposta com as nadegas de fora num requebro, simbolo da imagem carnavalizada das brasileiras nos exterior. Para mim esse sentimento menor, exposto de forma tão clara e vil, nada mais é que fricote da fogueira das vaidades. Dos que se acham mais merecedores do titulo “brasilidade genuina”.

Responder

Ana Paula

28 de julho de 2012 às 21h09

A Marina fez a jogada política dela e se aproveitou de uma oportunidade que lhe apareceu ou que foi criada. Particularmente, eu não gosto nem do Partido Verde nem dela, mas reconheço que o que ela fez foi um brilhante gesto para conseguir exposição.

Já com relação às declarações do Aldo Rebelo, tenho uma dúvida que talvez bata em outras pessoas: ao ver o Aldo Rebelo em frente aos microfones só eu me pergunto por que não investi na carreira política?
Convenhamos. Ele não tem carisma, ele não fala bem, ele não sorri, ele não acena, a maior parte do que diz parece vir do âmago da insegurança. Se o Aldo Rebelo conseguiu, até eu.

Responder

Jair Orichio

28 de julho de 2012 às 20h44

A Marina está para a Rainha da Inglaterra como o Celso Russomano Dolly, está para o Çerra…

Responder

Paulo

28 de julho de 2012 às 20h39

Depois do mico com o Zé Pirata a Marina não recebera medalha nenhuma. Nem mesmo de sabão.

Responder

emerson57

28 de julho de 2012 às 20h39

ô raça,
foi apenas uma homenagem ao brasil.
e marina é brasileira.
mas, poderiam ter escolhido uma especialista:
http://www.youtube.com/watch?v=9XmnesOc-sw&feature=relmfu

Responder

Valdo

28 de julho de 2012 às 20h29

Realmente nao entendo o que ela fazia lá. A mais nova neocolonialista. Com um verdismo hipócrita , macumunado com ONG imperialistas. Vem aqui , se dizendo defensor de índio , quem andam de celular e s10 turbo, a Amazônia que eles diziam ser o pulmão do mundo. Quando hj sabemos é uma farsa. E a tal marina, é a menina dos olhos da direita entreguista corrupta e incompetente …..

Responder

Romualdo

28 de julho de 2012 às 20h29

Parabéns ao COI por ter convidado Marina Silva, Ela é considerada pela ONU uma das Pessoas que podem salvar o Planeta, uma Lutadora como Chico Mendes que enfrentou Madeireiros e fazendeiros contra o desmatamento no Acre.
Eu como Socialista não aceito mais a figura do Sr.Aldo Rabelo se dizendo que é Comunista, muito pelo contrário, Ele traiu as sua convicções quando ajudou a aprovar a MP dos Alimentos Transgênicos para ajudar as Grandes Multinacionais que querem dominar no Mundo o mercado de sementes, este Sr.ainda foi o relator da MP do novo código florestal se prestando a fazer o que a Bancada Ruralista mais queria, acabar com o passivo ambiental de vários anos de Produtores, estes mesmos que anos atrás comandavam a UDR que nos anos 80 foi acusada de matar inúmeros Sindicalistas ligados ao PCdoB da qual o Sr.Aldo faz parte, só porque lutavam por justiça e direitos Trabalhistas.
Então para os que já esqueceram este pequeno detalhe vai aí o lembrete e muitos que estão no governo não tem mais moral para falar de marina Silva.

Responder

    Zélia Ferreira

    28 de julho de 2012 às 23h24

    Quem era a ministra dos Transgênicos? Esqueceu? Por que ela não saiu do governo quando foi desmoralizada com a MP dos trasngênicos? Ora, deixe de gracinhas.

    MARCELO

    30 de julho de 2012 às 11h53

    Melhor ser “ministra dos trangênicos” do que ser ministra do
    mensalão e do valerioduto.

Paciente

28 de julho de 2012 às 20h05

Nada a ver com a Marina, mas é curioso a festa que o PIG fez com a medalha de ouro da nossa judoca do Piauí, mas sem dizer que a mesma faz parte do programa “bolsa-atleta”, criado durante o governo Lula!

Responder

Regina Braga

28 de julho de 2012 às 20h01

Marina foi ótima…Mostrou que só de verdinha vive a eco…Igual ao rei da Espanha,mata o Elefante e se diz protecionista…Marina não a WWF,mas gosta da família real.Povinho de direita encardido é pior que a direita cheirosa.

Responder

    Pulga

    29 de julho de 2012 às 00h06

    É isso aí, Regina, esse “povinho de direita encardido” a q vc se refere eu os chamo de “aprendizes de feiticeiro”. Tornam-se piores do que o mestre.

Willian

28 de julho de 2012 às 19h50

Ah se fosse o Lula…

Responder

ZePovinho

28 de julho de 2012 às 19h44

Oras,Azenha………..quem manda no WWF é o Príncipe Charles.A Blablarina está fazendo o horrível papel de Calabar,só que desta vez para os britânicos.

Responder

Roberto Locatelli

28 de julho de 2012 às 19h06

Quanto ao futuro, Marina Silva terá o mesmo destino de Heloísa Helena, Cristovam Buarque, Plinio e outros: o limbo do esquecimento.

O PIG se serve deles enquanto eles dão força à direita. Depois, eles são simplesmente cuspidos fora como caroço de azeitona.

Responder

Roberto Locatelli

28 de julho de 2012 às 19h04

Foi um absurdo. O comitê olímpico escondeu do governo brasileiro a inclusão de Marina Silva no desfile do Brasil. Não só não pediu permissão, como sequer comunicou.

O que Marina Silva tem a ver com esportes olímpicos?

Qual a representatividade de Marina na política brasileira?

Será que o comitê olímpico se atreveria a colocar algum candidato presidencial derrotado no desfile dos EUA? E sem sequer comunicar isso ao presidente Obama? Aposto que, se tentasse, os próprios atletas estadunidenses impediriam.

Responder

    lulipe

    28 de julho de 2012 às 23h23

    Pedir permissão???Desde quando a organização dos jogos precisa perdir permissão a um país para convidar uma personalidade para participar de uma abertura de olimpíada???Acorda Locatelli!!!!

    Roberto Locatelli

    29 de julho de 2012 às 08h31

    Precisa, sim, pois cada país tem sua comitiva e sua delegação. Há o comitê olímpico internacional e o comitê olímpico brasileiro.

    Faz tempo que o comitê olímpico internacional demonstra má vontade com o Brasil.

    Fabio SP

    29 de julho de 2012 às 11h29

    Ainda se fosse o Lula, né! Mas, a Marina? A inveja é foda…

    lulipe

    29 de julho de 2012 às 18h42

    Como diria o filósofo Romário, você calado é um poeta !!!

Zélia Ferreira

28 de julho de 2012 às 18h56

Mariana só cionseguiu demonstrar a sua falta de espírito olímpico, aceitando um convite como se fosse uma cladestina. Um horror

Responder

Paulo

28 de julho de 2012 às 18h51

Já que o neoliberalismo não pôde ir de Serra, foi de Marina.

Responder

denis dias ferreira

28 de julho de 2012 às 18h50

A aparição da Marina realmente causou-me uma grande surpresa. Não sabia que ela tem tanta intimidade com os esportes olímpicos.

Responder

sonia avino

28 de julho de 2012 às 18h49

armação sa Elite e ELA outra vez, trai! tinha vocação e sonhava ser freira e VIRA evangelica fanatica …era PT ate a morte e apoia “Cerra ” na surdina…uma falsa!pronto falei!

Responder

Wagner

28 de julho de 2012 às 18h41

Postei no Blog da Cidadania (espero não ser expulso de lá, afinal eu acredito no mensalão):

(Eduardo Guimarães escreveu:)

“Ora, bolas, que se dê a Marina a honraria. Apesar de sua atuação política dúbia e questionável durante a campanha eleitoral de 2010, não se pode negar a ela o mérito de sua belíssima trajetória de vida.”

Parabés pela lucidez.

O que me espanta às vezes, é um certo sectarismo/fanatismo no sentido de que, se não está com o PT automaticamente é de direita.

Tipo, ou está comigo ou está contra mim.

Marina tem sim um história digna de menção honrosa nesse país e, acredito, ainda contribuirá muito com o Brasil.

Eu votei nela no primeiro turno e não me arrependo. Acredito que as pessoas têm o direito de discordar de certas posturas dominantes na polítiva e procurar contruir outros caminhos.

Marina simplesmente busca seu espaço na seara política, nada mais.

Em tempos estranhos, quando se ameaça uma reabilitação de facínoras como o Collor, crucificar a Marina é uma injustiça.

Responder

    Ricardo JC

    28 de julho de 2012 às 19h19

    Concordo com você!!! Só não acho que a Marina seja essa terceira via. Ela tem um discurso pra lá de dúbio e NÃO APRESENTA SUAS PROPOSTAS CLARAMENTE. Você seria capaz de me dizer propostas dela sobre temas relacionados com o meio ambiente/deenvolvimento sustentável como a questão da nossa matriz energética, mercado de créditos de carbono e fiscalização na área amabiental? Tenho cereza de que você não tem a menor ideia de como ela pensa sobre estes assuntos (fundamentais). O que a Marina fez foi vender sua (boa) imagem para que a direita brasileira ainda tivesse alguma chance eleitoral. Isso sim é uma lástima!!!

    emerson57

    28 de julho de 2012 às 20h27

    “facínoras como o collor”.
    se o sr. usa este adjetivo para o collor,
    vou ter que tirar as crianças da sala quando o sr. falar do fegacê e do çerra.

    Almir

    28 de julho de 2012 às 20h36

    Em qual mensalão você acredita: nequeles quem está recheado de PROVAS, on naquele fajuto que apresenta uma mísera prova?

Eneágono Glutão

28 de julho de 2012 às 18h35

Peraí, quem organizou a cerimônia foi o Locog (London 2012 Organising Committee), não foi?
http://www.london2012.com/about-us/the-people-delivering-the-games/

E quem está na mesa diretora do Locog? A filha da rainha da Inglaterra:
http://www.london2012.com/about-us/the-people-delivering-the-games/locog/board/

O ministro foi pra lá de deselegante. Mas, a Marina e o ambientalismo do tipo “no quintal dos outros” estão muito em voga entre os aristocratas a quem o ministro aludiu.

Responder

    João Alexandre

    28 de julho de 2012 às 19h01

    É isso ai!

    Antônio Carlos

    28 de julho de 2012 às 20h05

    Quem sabe se a Marina Silva é uma grande defensora da floresta Amazônica éo povo do Estado do Acre. basta conversar com os povos indígenas e irão ter uma surpresa do que eles irão informar!!!!!

Gerson Carneiro

28 de julho de 2012 às 18h31

Audiência do Jornal Nacional na abertura das Olimpíadas ficou abaixo do Encosto com Fátima Hibernardes.

Responder

Gerson Carneiro

28 de julho de 2012 às 18h11

Marina Silva tem méritos para participar da abertura das olimpíadas. Afinal, ela foi medalha de bronze nas eleições de 2010.

Responder

    Virgílio

    29 de julho de 2012 às 07h14

    ótimo!!!

    Ana Cruzzeli

    29 de julho de 2012 às 10h55

    É verdade Gerson, ela tem medalha, logo tinha esse direito de levantar a bandeira.
    Não tinha pensando por esse lado
    A minha visão mesquinha pensava na Marina como aquele bebado italiano Stefano Baldini que abraçou o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima, maratonista, que ficou com medalha de bronze e só subiu ao podium por uma graça divina. Todo mundo dizia que ele tinha gasto todas as energias para se livrar daquele abraço.

    Eu sempre penso na Marina como o nosso Stefano e seu abraço desorientado.
    Maldade, essa minha.

    José Roberto

    29 de julho de 2012 às 15h23

    Gerson, ela pode ter ganho o “bronze” mas pelo menos conquistou a medalha por mérito próprio.
    Já a Dilminha só ganhou a medalha de “ouro” na corrida presidencial porque foi carragada nos ombros pelo pelo Lula.

    Gerson Carneiro

    29 de julho de 2012 às 17h24

    José Roberto, quanta ingratidão essa sua. Está desprezando a valiosa ajuda dada pelo PIG à Bláblárina. Se William Gambá Homer Bonner souber dessa sua ingratidão vai ficar magoado. Corra e peça desculpas.

    Gerson Carneiro

    29 de julho de 2012 às 17h28

    Só para você não ficar aí se perguntando “mas porquê?”, a Marina se beneficiou do, hoje desmascarado pela justiça, “escândalo da Erenice Guerra”. Abs.

    MARCELO

    30 de julho de 2012 às 11h55

    PIG,seu Gerson?A Camila Pitanga faz comerciais pra CAIXA e é
    uma atriz global.É o Partido da Imprensa Governista.

    Gerson Carneiro

    30 de julho de 2012 às 21h25

    Marcelo, não conheço ninguém amis petista que o José de Abreu, e pelo talento dele a Globo nem sonha em despedí-lo. Portanto, nada a ver isso que você falou.

Hélio Pereira

28 de julho de 2012 às 18h10

Marina Silva se valeu de sua condição de “Defensora do Verde e Meio Ambiente” pra enganar os Índios da Tribo Ashaninkas ao repassar os conhecimentos seculares destes Índios sobre o uso da Planta Murumuru a empresa NATURA,que faturou milhões com o conhecimento dos Índios sem lhes repassar nenhum Tostão!
Marina Silva em troca do conhecimento dos Índios Ashaninkas recebeu um Avião pra percorrer o Brasil de ponta a ponta fazendo campanha politica.
Marina Silva também inventou que certo tipo de Bagre só existia no Rio Madeira,pra com este falso argumento impedir a construção das Usinas Santo António e Jirau em RO,demonstrando ser contra o Brasil.
Marina Silva só engana quem quer ser enganado!
Tem um pessoal que vai no “embalo” de Marina por pura inocência e outros por interesses em frear o uso dos Recursos Naturais da Amazônia,acho que os membros do COI estão na segunda opção!

Responder

    [email protected]_2

    28 de julho de 2012 às 19h27

    motivos mais que suficientes para Marina ser homenageada pelo “COI” e a “comunidade internacional”…

    e tem bocó que acredita. Essa Marina é uma traíra dos proprios ideais e dos de Chico Mendes, à sombra do qual se firmou na politica. Hoje ela é apenas a representante eco da ultradireita internacionalista e sanguinaria.

    :/

Gerson Carneiro

28 de julho de 2012 às 18h09

Esse pessoal tucano é assim. Fica mendigando aparências.
Mas é só isso. Nada além.

Responder

Gerson Carneiro

28 de julho de 2012 às 18h07

E os tucanos conseguiram medalha de Ouro nas Olimpíadas na categoria Assalto Triplo, com a equipe Serra, FHC e Gilmar Mendes.

Responder

Gilberto Silva

28 de julho de 2012 às 17h47

Isso foi armação da casa grande …..

Responder

    Hélio Pereira

    28 de julho de 2012 às 18h16

    Não Gilberto,acho que foi armação daqueles “ecologistas de gabinete” ligados a ONGs internacionais que fazem de tudo pra internacionalizar a Amazônia e passar as “mãos grandes” nos recursos Minérais que estão no sub-solo da região!

    Ricardo JC

    28 de julho de 2012 às 19h22

    Caro Helio,
    Tão importante quanto os recursos minerais (valiosíssimos), é a imensa biodiversidade existente na região Amazônica, que possui valor incalculável. estão todos loucos para meter a mão nisso…e a Natura (como alguém já mencionou aqui) também não quer ficar fora desta!!!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding