VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Eleonora Menicucci: “Lei Maria da Penha mudou a mentalidade do povo brasileiro”

08 de março de 2012 às 11h09

do Blog do Planalto

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, afirmou hoje (8), em entrevista ao programa de rádio Bom Dia Ministro, que a Lei Maria da Penha mudou a mentalidade do povo brasileiro.

“A Lei Maria da Penha mudou a mentalidade do povo brasileiro. Antes da lei, não se falava que bater em mulher era crime, porque a punição para o agressor era comprar cesta básica e distribuir para uma comunidade. Agora, não. A Lei Maria da Penha tem a punição para o agressor”, disse a ministra.

No Dia Internacional da Mulher, a ministra defendeu a igualdade de gênero na política e disse que o caminho para alcançar este objeto passa pela aprovação da reforma política.

“Em 80 anos nós conseguimos eleger a primeira presidenta, foi um avanço, no entanto, a representação política das mulheres não vai aumentar se não houver a reforma política”, disse a ministra, ao referir-se à eleição de Dilma Rousseff após 80 anos da implementação do voto feminino no Brasil.

A ministra disse defender, no âmbito da reforma política em tramitação no Congresso, que metade das vagas nos partidos para candidatos sejam destinadas às mulheres.

“As cotas, os partidos não respeitam e fica aquela briga dentro do partido, a mulher tem que brigar para conseguir uma vaga de candidata. Então com a reforma política nós estamos propondo que sejam 50% de homens, 50% de mulheres, que a lista de candidatos seja rodiziada entre homens e mulheres pois só assim teremos uma maior representação, porque a representação se dá via partidos”, afirmou.

Leia também:

Católicas pelo Direito de Decidir: O corpo das mulheres é um campo de batalha

Jenny Turner: Quantos pares de sapato ela quiser

História do 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, em vídeo

Conar: Propaganda de cerveja terá de ser mudada

Fátima Oliveira: A Saúde da Mulher na encruzilhada

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

34 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jandira Feghali: Lei Maria da Penha está fazendo revolução social; já salvou 300 mil mulheres « Viomundo - O que você não vê na mídia

07/08/2014 - 14h07

[…] Eleonora Menicucci: “Lei Maria da Penha mudou a mentalidade do povo brasileiro” […]

Responder

pperez

09/03/2012 - 10h21

Acho o debate do assunto oportuno e salutar.
Porém fica evidente pelos numeros que a Lei veio para reduzir de fato a violencia e matança de mulheres em torno de 4000 anualmente, com sua grande maioria executada no ambiente familiar.
E como Lei não se discute, cumpra-se; a choldra que goza com espancamento gratuito nas companheiras agora tem que pensar 2 vezes!

Responder

Tiago Tobias

09/03/2012 - 02h31

O Julio de Bem (bem bobo) usa os mesmos argumentos rasteiros, arrotando o senso comum do "homem de bem", pagador de impostos, temente a Deus, ordeiro, pacato, que se horroriza com a "inversão" dos valores, que se horroriza com a insubmissão das mulheres, vadias, que não se curvam diante do fogão e dos mandos do machão aí.

Com a intenção de ser "polêmico" Julio, você acaba se saindo ridículo. Não sei se você namora ou é casado. Se for uma das duas coisas, coitada da sua mulher.

Responder

Jairo_Beraldo

09/03/2012 - 00h59

Mudou na mesma media que a LEY de MEDIOS……..

Responder

Alberto

08/03/2012 - 21h03

Discordar um pouco da minha mestra e relembrá-la de algumas coisas, quando ela disse: “A Lei Maria da Penha mudou a mentalidade do povo brasileiro. Antes da lei, não se falava que bater em mulher era crime, porque a punição para o agressor era comprar cesta básica e distribuir para uma comunidade. Agora, não. A Lei Maria da Penha tem a punição para o agressor”.
Ao bem da verdade, as Delegacias de Mulheres sempre tiveram muito prestígio perante a sociedade e eram bem rígidas no começo. Depois veio uma lei não sei das quantas que colocou a violência contra a mulher como algo de menor potencial ofensivo, que ia para Tribunais de Pequenas causas, tempo que os caras eram sentenciados a pagar cestas básicas, diminuindo assim o rigor com que a violência doméstica estava sendo tratada. Aí sim a Lei Maria da Penha retomou a tradição de modo mais ordenado e em cima da lei!
No mais, muito bem, ministra!

Responder

Terezinha

08/03/2012 - 19h59

O nível ainda rasteiro pro aqui, não? Freud explica

Responder

Terezinha

08/03/2012 - 18h57

Uma minsitra que chegou e já disse a que veio

Responder

ZePovinho

08/03/2012 - 16h03

http://www.tudo-em-cima.blogspot.com/2012/03/caiu

Caiu a máscara: Investigação descobre fraude da blogueira cubana Yoani Sánchez
– por Jorge Lourenço, Jornal do Brasil

<img src="http://4.bp.blogspot.com/-qwIIklP01fk/T1ZvEcAwdlI/AAAAAAAAG90/K0-zpJlRHoE/s400/yoni+mentiras.jpg&quot; height="300" width="200"/>

Velha opositora do governo cubano, a blogueira Yoani Sánchez teve um dos seus truques revelados pelo jornalista francês Salim Lamrani. De acordo com uma investigação conduzida por ele, o perfil de Yoani Sánchez no Twitter é artificialmente "bombado" por milhares de perfis falsos.

Generación Y
Sob o nome de Generación Y, o mesmo do blog que a deixou famosa, o perfil de Yoani no microblog tem 214 mil seguidores. Considerada pela mídia estrangeira como "influente", ela é seguida por apenas 32 cubanos. Mas as estranhezas não param por aí.

Super-seguidora
Yoani segue 80 mil pessoas no Twitter, um número completamente descabido. Conforme Salim Lamrani apurou, a blogueira cubana usa sites de troca de seguidores para aumentá-los e parecer mais popular na internet. Em troca de receber novos usuários, ela precisa segui-los. Daí a razão para seguir 80 mil perfis no Twitter.

Super-seguidora II
A fraude da cubana não para por aí. Do total, cerca de 47 mil seguidores do Yoani são falsos. São usuários que não são seguidos por ninguém, não seguem ninguém mais exceto a própria blogueira e sequer têm fotos de perfil.

O medo chama
Vazamentos recentes do Wikileaks indicam que o sucesso de Yoani na internet também tem o dedo do governo norte-americano. Nas correspondências, funcionários do governo americano mostram preocupação com as mensagens pessoais da blogueiras, que poderiam comprometê-la internacionalmente.

Escândalo abafado
A cubana, aliás, protagonizou um dos momentos mais pitorescos da imprensa internacional nos últimos anos. Ela convocou vários jornalistas para uma coletiva de imprensa na qual explicaria um suposto sequestro seguido de espancamento em público. Os agressores seriam integrantes do governo de Fidel Castro.

Só que Yoani apareceu na coletiva sem qualquer traço de agressão no corpo, não soube explicar como as manchas sumiram num intervalo de 24 horas e não apresentou qualquer testemunha.

Responder

Julio_De_Bem

08/03/2012 - 16h00

Exato. Mudou mesmo. Realmente as mulheres precisavam mais proteção.

Mas como toda lei que tenta beneficiar um lado, acaba por prejudicar outro. Quantas mulheres que sabem que basta apenas ir numa delegacia e dizer que sofreu uma doida tortura psicológica de um desafeto, ou de um namorado que dormiu fora de casa.

Pelo menos agora as mulheres sabem que podem bater na minha cara, xingar minha mãe e eu tenho que ficar quietinho :)

Responder

    Willian

    08/03/2012 - 17h08

    Um homem jamais deve conversar a sós com ex-mulher, ex-namorada. Caso ela queria discutir a relação, que seja em local público.Sei que vão me negativar, mas mesmo estes que me negativarem, quando estiverem nesta situação, para seu próprio bem, sigam este conselho. Todo bom advogado que conheço dá esta recomendação. Seguro morreu de velho.

    Kilimanjaro

    08/03/2012 - 17h16

    Poderiam não publicar essas coisas. Eu sou a favor da censura para comentários facistas sem sentido.

    Julio_De_Bem

    08/03/2012 - 17h56

    Qual facismo? pode citar ?

    Miguel

    08/03/2012 - 18h19

    e' so; reler sua mensagem. ela inteira, inclusive a sua "benevolencia" ao conceder que elas precisavam mesmo de protecao. Ja sao dois comentarios lamentaveis so nesse post.

    Julio_De_Bem

    08/03/2012 - 18h29

    Re-li e não vejo nada de fascismo. acho que precisam voltar a estudar. O que seria a lei maria da penha se não uma proteção do estado as mulheres? Eu apóio a lei, mas ela deveria ser mais estudada, chegar a conclusões para pessoas que tenham mal carater não se utilizem dela para prejudicar outros. Ou você acha que todas mulheres são seres doces, que não cometem crimes, estelionatos e coisas do gênero? Há mulheres aproveitadoras sim, muitas se utilizam de tal lei para ameaçar homens…é só pesquisar tio google te ajuda. a não ser que seja mais fácil vir aqui, falar besteira que o comentário é fascista e sair…

    Percebi que qualquer opinião contrária a do que é publicado aqui é fascista eheh. V

    Miguel

    08/03/2012 - 22h37

    como tem mau carater se aproveitando de toda lei, compensacao e apoio que se crie para favorecer setores da sociedade que precisam de reparos. Isso nao invalida a sua necessidade, nem da qualquer legitimidade pro seu amontoado de preconceitos tao naturalizados que voce sequer e' capaz de perceber, mesmo quando alertado.

    e mandar estudar, dizer que nao entendeu, que e' analfabeto ou lobotomizado nao e' exatamente uma resposta. voce tratar as mulheres como coitadas em primeiro momento, e depois dizer que politica publica que defenda isso e' coitadismo e serve para aproveitadoras e' fascismo, e mandar seus criticos estudar nao vai resolver essa sua incapacidade de percepcao.

    Julio_De_Bem

    09/03/2012 - 04h22

    Acho que vc precisa ler o que realmente escrevi, livre da doença radical-feminista que embaça sua visão.

    Miguel

    09/03/2012 - 11h32

    acho que voce precisa reescrever as besteiras que distribui, livre dos preconceitos primitivos que tampam sua visao.

    e' so' isso que tem a responder?

    Julio_De_Bem

    09/03/2012 - 12h26

    E eu pensei que vc estaria disposto a apresentar argumentos. É apenas mais um ignorante, radical, retrógrado. Sorte que está em processo de extinção.

    Miguel

    15/03/2012 - 02h04

    nao esperou nao. tipica saida estrategica pela direita quando chega a uma sinuca de bico. eu estou mostrando desde o comeco onde esta o fascismo de seus comentarios. voce que ignora e fica dizendo nao nao nap.

    renato

    08/03/2012 - 23h39

    Cara_como_ você_ consegue…

    tiago tobias

    09/03/2012 - 02h18

    Eu nem daria bola para um cara que tem no perfil uma foto dessas. Camisetinha colada no ombro, óculos de sol e mãozinha na boca. Estilinho de quem vai no motel com a namorada, estaciona a namorada e vai pro quarto com o carro.

    Kilimanjaro

    09/03/2012 - 12h53

    uma mulher te da 100 tapas naum te machuca, você da um soco e pode destruir a face dela. Esse é o facismo: Abuso de poder, opressão sobre os mais fracos, covardia. Sem mais. Você é um lixo!

Gustavo Pamplona

08/03/2012 - 11h19

Feliz dia dos homens… galera!!! =D
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Internacional_do

Responder

    Miguel

    08/03/2012 - 13h15

    esqueceu o "desde sei la quando falando besteira em viomundo"

    Depaula

    08/03/2012 - 15h51

    Que pena que você opte por demonstrar um machismo troglodita

    Julio_De_Bem

    08/03/2012 - 17h56

    Pra mim machismo troglodita é tão podre quanto feminismo troglodita

    Miguel

    08/03/2012 - 18h17

    como seria feminismo troglodita? tem homem recebendo menos, apanhando, morrendo e sendo inferiorizado por ser homem?

    Julio_De_Bem

    08/03/2012 - 18h32

    Aham, como te falei no outro post. Entra no tio google, procura o caso da funkeira deputada que torturava o marido. Procura as mulheres que agridem seus maridos em casa. Ah não ser que vc ache que não exista mulheres contraventoras e perigosas. Dai vc pode criar uma ong e lutar para extinguir penas criminais pra mulheres e de quebra contratar as mulheres que estão presas nas cadeias femininas pra te ajudar na tua ong.

    Miguel

    08/03/2012 - 22h34

    Voce pensa assim mesmo tao rasteiro? O caso da funkeira em que demonstra "feminismo troglodita"? Isso e' indicativo de um comportamento socialmente abrangente e historicamente persistente? Casos raros, e sem qualquer conexao com os papeis sociais historicamente desempenhados por homens e mulheres, na sua mentalidade, servem pra contrapor a uma historia de opressao e subalternidade? Eu nao acredito. Pra mim, e' so' o comportamento adolescente de quem procura alguma coisa pra ser absolutamente iconoclasta e assim chamar a atencao.

    priscila presotto

    08/03/2012 - 22h42

    Desculpe Julio do Bem(bem)?
    Não dá para comparar .A estatística de agressões contra a mulher é bem ,mas BEM superior aos exemplos dados por vc.Vá no tio Google e confira,tá?

    Julio_De_Bem

    09/03/2012 - 04h24

    Em nenhum momento nego isso priscila presotto. Só relatei que há casos de muitas mulheres que se aproveitam de tal lei para cometer crimes. (ponto e nada mais)

    renato

    08/03/2012 - 23h32

    Tá perdendo e agora quer igualdade, quer que termine 0 x 0.
    Negativo, tem que terminar 2 x 2.

Willian

08/03/2012 - 11h15

Metade dos eleitores são mulheres. Se mais mulheres votassem em mulheres seria desnecessário as cotas nos partidos.

Responder

    Jairo_Beraldo

    09/03/2012 - 01h03

    E voce é negativado por dizer uma verdade…se 53% da populaçao é feminina, PORQUE NAO TEM A MESMA PROPORÇÃO NA POLITICA…TALVEZ POQUE ACHEM LINDO DEMONIO TORRES, COM SEUS 2,1 MILHOES DE VOTOS EM GOIAS

Deixe uma resposta