VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Bancada do PT apresenta pedido de CPI da Máfia do Asfalto


23/05/2013 - 15h10

da Assessoria de Imprensa da Liderança do PT na Alesp, via e-mail

Com a finalidade de investigar a possível participação de agentes públicos estaduais no favorecimento a empresas, relacionadas na Operação Fratelli, em licitações do governo do Estado por intermédio do DER, DAESP, CODASP, SABESP e CESP, a Bancada do PT na Assembleia Legislativa de SP iniciou coleta de assinaturas a um pedido de CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito.

Segundo o líder petista, deputado Luiz Claudio Marcolino, “as empresas do Grupo Scamatti, entre elas a Demop, seriam utilizadas para dar uma aparência de legitimidade aos processos licitatórios e contratuais”.

Fatos revelam que a denominada “máfia do asfalto”, com a atuação no interior paulista, se infiltrou no DER no período de 2008 a 2010. A quadrilha mantinha contatos frequentes com engenheiros do DER, além de acesso a informações privilegiadas.

‘‘É importante que sejam investigados os pagamentos que somam mais de R$ 600 milhões realizados pelo governo paulista, por intermédio do DER, DAESP, CODASP, SABESP e CESP, à Demop e outras empresas do Grupo Scamatti”, enfatiza Marcolino.

CPI máfia do asfalto 

Leia também:

Máfia do Asfalto: PT pede à PF que investigue elo com governo Alckmin

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Roddrigo

24 de maio de 2013 às 07h24

Um dado expressivo é a troca de ministros encarregados de fazer a ponte com o Congresso durante os governos Lula. Foram seis, em sete anos. No primeiro, o ministro da Casa Civil, José Dirceu, acumulava essas funções. Seu auxiliar direto, homem na linha de frente nas relações com os congressistas, Waldomiro Diniz, caiu vítima de um vídeo em que aparecia negociando propina com o bicheiro Carlos Cachoeira. Lembram? Foi invenção do PIG?

Responder

    wagner paulista de souza

    24 de maio de 2013 às 17h00

    Waldomiro Diniz não tinha essa relevância que você pretende e o vídeo em que ele pedia/recebia propina ocorreu bem antes, quando ele participava do governo do Rio.

Bonifa

23 de maio de 2013 às 21h04

Não pensamos como a maioria dos comentaristas que aqui se expressaram. O trabalho pela CPI é muito importante e toda demonstração política de retomada da iniciativa pelo PT deve ser prestigiada. Em algum momento estas iniciativas podem detonar um processo crescente e agressivo, o que falta às forças progressistas.

Responder

Urbano

23 de maio de 2013 às 15h52

Para fazer aquela bósnia que fizeram quando da cpi do cachoeira, que foi só cascata, é melhor esquecer para não nos fazer passar vergonha de novo.

Responder

paulo

23 de maio de 2013 às 15h49

600 milhões! Mas não é o mentirao o maior escandalo de corrupção do Brasil?

Responder

Carlos Ribeiro

23 de maio de 2013 às 15h18

Mais uma que vai pra gaveta.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.