VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


André Singer: PSB, base governista?
Política

André Singer: PSB, base governista?


17/03/2013 - 09h03

por André Singer, na Folha/UOL

Fosse a política brasileira menos acomodatícia, a reforma ministerial em gestação implicaria a retirada dos cargos entregues ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), que a esta altura, aliás, nada mais tem de socialista afora o nome. Os últimos gestos do presidente da sigla, Eduardo Campos, indicam a intenção de criar, sempre que pode, embaraços ao governo federal, que supostamente apoia.

Há 15 dias, o governador de Pernambuco estabeleceu uma surpreendente aliança com Paulo Pereira da Silva, o principal dirigente da Força Sindical, para barrar a privatizante MP (595) dos portos. Em seguida, na quarta passada, liderou 16 governadores em uma proposta de onerar a União em R$ 4,5 bilhões para resolver o problema criado com a derrubada no Congresso do veto presidencial sobre a divisão dos royalties do petróleo.

Campos vem sendo procurado por descontentes, à direita e à esquerda, com a presidente Dilma Rousseff. De empresários do agronegócio a representantes da estiva, passando por candidatos à presidência da Câmara, é extensa a romaria dos que viajam a Recife. A todos o neto de Arraes acolhe com magnânima boa vontade, mesmo que nada tenham a ver com a sua plataforma modernizante de eficiência gerencial.

O caso dos portos é exemplar. O mais coerente para quem defende o uso de métodos empresariais na gestão pública seria apoiar a medida privatizante. Mas Eduardo decidiu secundar o movimento dos trabalhadores, que têm nova greve marcada em uma semana com o objetivo de barrar o que consideram a privatização do setor. Para o cúmulo da ironia, o ministro encarregado da Secretaria de Portos é do PSB.

O objetivo evidente do jovem político nordestino é ampliar as bases para uma postulação presidencial de centro, provavelmente já no ano que vem. Portador de altíssima aprovação em seu Estado, ainda é pouco conhecido no resto do Brasil. Mesmo depois do bom desempenho do partido nas eleições municipais de 2012, Campos tinha apenas 3% das intenções de voto no país. Por isso, precisa aparecer.

A disputa de 2014 será difícil para um candidato fora das grandes agremiações (PT e PSDB), considerando-se que Marina Silva também correrá pelo meio. Com pouco tempo de TV, Campos terá baixo poder de fogo. O seu trunfo é o suporte que recebe dos que querem desgastar Dilma, o que pode crescer caso a situação econômica patine. O mesmo explica, por sinal, a hesitação do PSD, de Kassab, em aderir à recandidatura da presidente.

O governo parece alimentar a ilusão de que pode recuperar a lealdade de Campos mais à frente. A lógica indica, entretanto, que só a terá se e quando não precisar mais dela.
é cientista político e professor da USP, onde se formou em ciências sociais e jornalismo. Foi porta-voz e secretário de Imprensa da Presidência no governo Lula.

Leia também:

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



48 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eduardo Campos se diz tão esquerdista quanto o Serra « Viomundo – O que você não vê na mídia

22 de março de 2013 às 19h51

[…] André Singer: PSB, base governista? […]

Responder

Julio Silveira

18 de março de 2013 às 20h12

Cada vez fico com mais certeza que grande parte dos brasileiros tem a representação politica que merecem. Representação bastante fidedigna do carater de boa parte de seu povo. E seus representantes politicos já sabem disso.

Responder

Saçuober

18 de março de 2013 às 17h49

É muito difícil argumentar com uma pessoas perfeita, como não sou me calo.
Obrigado e desculpe.

Responder

Morais

18 de março de 2013 às 17h14

A Dilma já tinha que chamar o presidente do PSB e exigir dele uma posição, ou sai do governo ou apoia, ai tem que dizer para o Eduardo parar de falar besteira por ai.
Este eduardo vai levar um banho nas urnas que depois não ganha nem para deputado estadual do seu estado, kkkkkk.

Responder

Vicente Freire

18 de março de 2013 às 12h29

Em época de eleição, assim como ela mesma declarou, Dilma “faz o diabo” para se reeleger.
Dilma está encapetada, com o diabo no corpo!
Sai, demônio. Eu disse: – ichhhhhhhhh, SAI!

Responder

Mardones

18 de março de 2013 às 08h52

O PSB, assim como o PDT já deveria ter sido defenestrado da ”base” do governo federal. Aliás, um governo que tem como o PMDB pode acomodar – literalmente – tudo.

Torço e muito para o Eduardo Campos sair candidato em 2014. E que dê com os burros n’água.

Responder

Saçuober

18 de março de 2013 às 07h31

Este Traîra do Olhão nunca foi, nem é e nem nunca será socialista.
Meses atrás babava e elogiava o governo Federal, agora alia-se Pig para contrapor projetos do Governo e inaltecer seus feitos em Pernambuco.
Este Blablarino não tem projeto, será mais uma porcaria que encalhará.
Todos nös, excetos os globetes, sabemos o que foi e porque, a palhaçada do Mentirão, este não sei o que, apoia os mentores da iniciativa golpista, pensando unicamente em lograr vantagens e acabar com o Lula, o realmente brasileiro.

Responder

Leonardo Boff: A Igreja age como uma “casta meretriz” « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de março de 2013 às 23h39

[…] André Singer: PSB, partido da base governista? […]

Responder

Mino Carta lança livro nesta terça em SP « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de março de 2013 às 23h37

[…] André Singer: PSB, da base governista? […]

Responder

Lindbergh: Aécio ignorou povo, emprego, miséria, inclusão social « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de março de 2013 às 23h35

[…] André Singer: PSB da base governista? […]

Responder

Regulação da mídia é questão de Estado « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de março de 2013 às 23h25

[…] André Singer: PSB, da base governista? […]

Responder

Roberto Amaral: Discutir sucessão agora é um desserviço à democracia « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de março de 2013 às 23h21

[…] André Singer: PSB, partido da base governista? […]

Responder

Altamiro Borges: FHC é quem cospe no prato que comeu « Viomundo – O que você não vê na mídia

17 de março de 2013 às 23h19

[…] por Altamiro Borges, em seu blog  FHC participou ontem, em Belo Horizonte, do primeiro seminário oficial para alavancar a cambaleante candidatura de Aécio Neves. No evento, segundo a Folha tucana, o ex-presidente “subiu o tom contra o PT e chamou Dilma de ‘ingrata’”. Ainda segundo o jornal, FHC afirmou que a atual governante “cospe no prato que comeu”, insistindo na tese egocêntrica de que ele deixou uma “herança bendita” aos seus sucessores. O eleitorado até hoje não se convenceu disto, tanto é que derrotou três candidatos seguidos do PSDB. O tal “prato” de FHC estava vazio – se é que existia. A economia quase quebrou, forçando o Brasil a ficar de joelhos duas vezes para o Fundo Monetário Internacional. Os trabalhadores foram as principais vítimas do tsunami tucano – com taxas recordes de desemprego, brutal arrocho salarial e regressão dos direitos trabalhistas. Nas urnas, eles deram a resposta. Não foi “ingratidão”, mas sim sabedoria política. Desde o início do ciclo aberto por Lula, o PSDB e os seus satélites – DEM e PPS – definham a cada eleição. Na verdade, o “guru” de Aécio Neves deveria agradecer a Lula e Dilma. Ele é quem “cospe no prato que comeu”. Para evitar confrontos políticos, que teriam um efeito pedagógico na elevação da consciência da sociedade, as duas lideranças petistas não atacaram a “herança maldita” de FHC. As inúmeras denúncias de corrupção contra o governo tucano foram esquecidas – em especial, o esquema das privatarias. No caso de Dilma, ela até fez afagos ao ex-presidente. Hoje, felizmente, percebe que não dá para acariciar escorpiões – ou tucanos! Esta conduta “civilizada” abriu brechas para que alguns demotucanos, mais sujos do que pau de galinheiro, posassem de paladinos da ética. Ontem mesmo, ainda segundo a Folha, FHC insistiu na exploração deste tema em 2014. “FHC disse que o PSDB deveria recorrer novamente ao discurso da ética para combater os petistas, uma estratégia adotada sem sucesso pelo partido em 2006”. Para ele, o julgamento do “mensalão” deve ser uma importante peça de campanha. “Temos que ser duros nessa matéria… Nós não roubamos”. FHC é realmente muito “ingrato”. Além de pedir para esquecer o que ele escreveu, ele quer também que a gente esqueça o que ele fez? Leia também: André Singer: PSB, base governista? […]

Responder

Urbano

17 de março de 2013 às 16h20

Cadê a dignidade de retirar os seus acólitos dos postos da base governamental? Vai fazer a política gigolô, é? O aperreio todo deve ser para conseguir um guarda-roupa maior, afinal de contas os apaniguados são muitos, dentro e fora…

Responder

Messias Franca de Macedo

17 de março de 2013 às 16h07

… Eduardo [Caminhando em] Campos [Minados]…

Era tudo o que o neto do “dotô” Tancredo queria: passar o bastão da ‘derrota anunciada’ para outro neto! Mesmo porque o neto do Malvadeza e o neto do Artur Virgílio, o agora Artur Neto, não teriam mesmo a mais ínfima chance…

… O Itaú já aderiu?!… Que tal o Joaquim Barbosa para vice na chapa [fria!]?!… O *Mensalão estará na pauta da campanha presidencial do neto do Miguel Arraes?!…
*o mensalão do Merval, e não o do egrégio jornalista Paulo Moreira Leite, revisor!

… República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL… Bravateira, traidora, despudorada, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

17 de março de 2013 às 16h05

… AINDA SOBRE BAIXARIAS!

Marqueteiro de Capriles fará propaganda do PSDB
Antropólogo e publicitário Renato Pereira fechou negócio com o tucano Aécio Neves nesta sexta-feira para assinar os programas e comerciais de TV do partido neste ano; acordo ainda não prevê a campanha do senador mineiro à presidência em 2014; na Venezuela, ele foi derrotado por Hugo Chávez em 2012
FONTE: http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/96413/Marqueteiro-de-Capriles-far%C3%A1-propaganda-do-PSDB.htm

… República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL… GOLPISTA inveterada bravateira, traidora, despudorada, fascista de meia tigela, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

17 de março de 2013 às 16h00

errata desprezível:
… E mais, se ele se sente confortável sendo flertado por [e flertando] figuras deploráveis e abomináveis…

(Candidatura ou estelionato político-eleitoral?! Saudades do Enéas!…)

… República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL… traidora, CONSPIRADORA, despudorada, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Marcelo de Matos

17 de março de 2013 às 15h51

O UOL acaba de tascar: “Potenciais rivais de Dilma buscam apoio no meio empresarial”. “Desde que Dilma Rousseff foi lançada à reeleição pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seus adversários mais prováveis em 2014 intensificaram o flerte com aqueles que, além do eleitor, são fundamentais para embalar suas pretensões: os donos do PIB. O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), não tem passado uma semana sem falar com um grande executivo”. “Vez ou outra, ele brinca: Querem me transformar num capitalista. Em seguida, reacomoda-se no pragmatismo: O capital está procurando um lugar para investir, e temos de atraí-lo”. “Já o senador Aécio Neves tem se concentrado em buscar unidade interna de seu partido. Mas, para não ficar atrás na corrida pelo PIB, usa o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso como avalista junto ao setor produtivo, bancário e da construção civil. O ex-senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) atua da mesma forma”.

Responder

Marcio H Silva

17 de março de 2013 às 14h51

Será que a saída de Eduardo Campos vai enfraquecer a esquerda?
Ou vai rachar a direitona?

Responder

    Julio Silveira

    17 de março de 2013 às 15h46

    Marcio, me perdoe pelo que pode parecer um aparente sarcasmo, não é. Mas onde se esconde hoje a esquerda brasileira?

    Marcio H Silva

    17 de março de 2013 às 20h32

    Tá escondida?

Julio Silveira

17 de março de 2013 às 14h48

O Brasil vive uma crise de sinceridade politica. Nem o PSB tem nadica de nada de socialista, nem o PC do B tem nadica de nada de comunista, e o PT deixou de ser a muito tempo partido de trabalhadores, virou a mesa, e hoje atende a todas as exigênciias do patronato. Resultou no melhor representante destes, por que conseguem passar falsamente por identificados com a classe trabalhadora, já foi, quando era para atingir seus objetivos. Hoje trabalha parelho, ombro a ombro com quem lhes motivou o surgimento, e temos visto, espantosamente, que trabalha contra classes trabalhadoras. PT, eu sei o que voces fizeram no verão passado.
E antes que algum desavisado de primeira viagem, fanatico, boquirroto me jogue na cara pela critica (muito bem fundamentada para quem acompanha a saga de seus politicos), ser um tucano inrustido devo dizer que considero este partido o PSDB uma das pragas do Egito (metaforicamente falando já que é uma praga Yanke), que cruzou atlantico e o continente juntos, para assolarem o Brasil. Alem disso, e apesar disso, devo dizer que os tucanos estão fazendo escola na arte da dissimulação.

Responder

    Saçuober

    18 de março de 2013 às 07h02

    Mas, o que mesmo representa V. Sa., a rede, o PSOL, o que?

    Julio Silveira

    18 de março de 2013 às 08h56

    E você, antes de perguntar quem represento se apresente.

    Julio Silveira

    18 de março de 2013 às 09h47

    Mudei de ideia e resolvi me apresentar a um a você. Alias, antes, sou obrigado a te dizer, já te vejo como um mal educado, que pede apresentação sem dizer quem é, já a que veio dás demonstração.
    Mas sou assim, meu nome é Julio Silveira, de vez em quando compareço neste blog do Azenha, principalmente, para manifestar minha opinião enquanto cidadão.
    Represento a mim mesmo, não sou filiado a nenhum destes times politicos que o Brasil possui, mas sou filiado, desde que nasci, ao meu país, o BRASIL (Só para que você saiba)e procuro representar de forma exemplar minha familia, e a herança que me deixaram e tentando passar isso, esse legado a meus descendentes, pensando neles eu tenho certeza também atenderei aqueles que como eles seguem premissas de honestidade e justiça, que cada um espera. Eles que me educaram e me deram luzes, me ensinaram a não ambicionar o que não me pertence, nem invejar aqueles que batalham para alcançar seus objetivos, mas tê-los como exemplo.
    Também me ensinaram que a conjuntura que está aí secularmente, desde sempre, procura bloquear a inserção de concorrentes erroneamente por receio de exporem a propria incapacidade de se manterem no topo, e com isso criam o que entendo serem salvaguardas auto protetoras. Essas geram uma série de maleficios a cidadania. Dentre eles a força das estruturas viciadas e viciantes. Realmente estou ciente já a muito tempo que minhas palavras desagradam a muitas vacas de presépio. Muitas dessas que seguem a irmandade tal e qual torcidas organizadas, podendo, para atender a irmandade, se tornarem as proprias bestas anulando o auto senso critico e passando a agir como gado em estouro. Me recuso a ser como esses representar esse papel. A qual papel voce se presta?

    Saçuober

    18 de março de 2013 às 12h15

    Sou brasileiro, residente no Ceara, com formação técnica em Engenharia, não sou filiado a partidos políticos, tenho 58 anos, sou casado, tenho 04 filhos e um Neto, não tenho grandes conhecimentos em sociologia.
    O PT após passar por um processo judiciário, onde a imprensa e grande parte dos brasileiros também se consideram melhores que os parlamentares petistas indiciados e condenados no Mentirão.
    Os defendo mesmo sem ser filiado, entendo que seria impossível realizar qualquer coisa no Brasil sem compor com alguma parte do quadro político existente, do qual fazem parte muitos empresários.
    Criticar e ficar na berlinda, com projeto sem atuação, o tempo passaria e não se faria nada.
    O meu mundo é real, não é utópico, os erros que os dirigentes atuais cometeram, talvez eu os tivesse cometido.
    Afirmar, que os dirigentes atuais não tem compromisso com a classe trabalhadora, não é correto, isto é por fogo em qualquer projeto socialista no Brasil.
    Se o objetivo maior for atingido em parte, deve ser apoiado, não criticado, não fazemos tudo o que queremos, somente o que podemos.
    Nunca fui filiado a nada, mas me arrependo.

    Julio Silveira

    18 de março de 2013 às 13h43

    Diferente de voce, no passado já tive filiação partidária, e ao PDT a época e saí. Percebi a grande manipulação que impera dentro desses grupos de interesse. Depois como qualquer cidadão procuro manter, sob todas as dificuldades, devido a força que a maior parte dos politicos nacionais fazem para afastar a cidadania de seus interesses, meu interesse na politica. Por que acredito que é somente através dela que poderemos ter um elevado nivel de dignidade e cidadania, ainda tão carentes em nossa sociedade.
    Quanto a essa defesa que você faz do partido do governo o PT, devo te dizer que antes aqui na realidade que vivo no RS sempre estive apoiando como meu voto, e subscrevendo também na legenda desse partido desde a sua criação. E se digo que eles não estão mais representando os trabalhadores não digo isso de forma irresponsavel, mas coerente com o que vimos principalmente aqui no estado. Temos um exemplo lapidar do atual governador petista, que foi ministro da Educação, mas que buscou a justiça para não pagar o piso da categoria dos professores. Vemos a todo o momento, aqui mesmo neste blog, diversas personalidades que alinhadas com este governo postam criticas as atuais ações que surpreendem, pelo menos a mim, pela similadade com as que somente espero fossem tomadas por seus adversários. Diferente de alguns, não me submeto por um sentimento de nostalgia pelo que já houve, nem me conformo com a justificativa das possibilidades havidas na hipocrisia nacional.
    Quero avanço constante, significativo. Não um passo para frente e dois para trás. Para mim meu caro, que não busco cargo politico, nem emprego politico, nem qualquer coisa neste sentido (já que tudo que recebo vem do meu suor) espero que os que se compromentem a buscar na atividade politica seu meio de vida o façam por ideal, para realmente mudar o país para melhor. Pessoas comprometidas com essa premissa. Cada um com seu mister. mas com honestidade, como procuro fazer o meu. Esse papo de que talvez no lugar pudesse fazer a mesma coisa para mim é a desculpa pronta para escorar todo sujeito de moral duvidosa. Desculpe, mas para mim que tem principios não tem duvidas.

ricardo silveira

17 de março de 2013 às 13h27

Esse Campos não tem nada a oferecer aos trabalhadores, ao Brasil dos governos petistas. Ele serve à Casa Grande.

Responder

M. Aurélio

17 de março de 2013 às 13h00

Aqui em SC o jornal que representa o PIG estampou ontem uma entrevista com o Sr. Campos. Há uns dias, o analista de política do mesmo jornal informou entusiasmado a adesão do cacique da direita local, Jorge K. Bornhasen, à candidatura de Campos. E, pelas ruas capital, já se vê automóveis com plásticos do partido de Campos. Está certíssimo o André Singer: de base aliada o PSB não tem mais nada!

Responder

    João Grillo

    17 de março de 2013 às 15h56

    Maravilha ver Jorge K. Bornhasen com o filhote da Casa Grande que se dizia socialista… Agora é só dizer para os miseráveis que passaram a comer melhor, ter emprego, viajar de avião, ter seus filhos nas universidades, e que também votaram no “socialista”, a manobra que ele fez agora contra Lula e Dilma…Outro Collor (pior porque se dizia socialista), uma Marina de cueca.

    Marcio H Silva

    17 de março de 2013 às 20h36

    Marina de cuecas é ótimo. Vou utilizar nos meus textos no Facebook….

Bonifa

17 de março de 2013 às 12h56

Não há base política confiável para dar suporte a Eduardo Campos. O PSB se tem assemelhado a alguns partidos que se transformam com rapidez em acolhedores de qualquer político de expressão eleitoral, mesmo que sem qualquer linha de coerência com o partido. Estes políticos, dentro de tais partidos, implodem sua credibilidade. Foi este o mesmo fenômeno que fez naufragar os partidos brizolistas. De porteiras muito abertas, o PTB só se conservou quando ainda sob a genialidade política de um Vargas, projetada em seu discípulo Jango. Que coerência guarda hoje o PDT com o brizolismo? E o próprio PSB já abrigou figuras que se tornam importantes para o partido e nada têm a ver com princípios defendidos, por exemplo, por figuras respeitabilíssimas como Roberto Amaral, que teima em não ver os perigosos descaminhos ideológicos de seu partido. Sem partir de uma agremiação partidária definida e poderosa, a tendência de Eduardo Campos é a de se aliar a quem tenha poder ou votos, mesmo que pense em destruir o projeto popular de governo vitorioso comandado por Lula e Dilma, projeto que mudou completamente o país, inclusive Pernambuco. Sim, porque não procura Eduardo disputar liderança dentro deste projeto, discussão dentro deste projeto. Pelo contrário, seu intento se revela desbragadamente personalista e irresponsável em relação ao grande projeto de governo popular, na medida em que se afasta do caminho popular e encampa públicamente teses contrárias a este projeto, surgindo sem qualquer pudor, talvez porque pense que a mídia cegou todos os brasileiros, ao lado de pessoas que notóriamente trabalham para destruir aquele grande projeto de governo popular. Então, a coceira que leva Eduardo à candidatura não é a inquietação pelo futuro do país: É a gana personalista de subir a qualquer custo, mesmo que, aos olhos de todos os que realmente se interessam, isto pareça simples e despudorada traição, não à Dilma ou ao Lula: Traição ao povo brasileiro e a seu único projeto viável de redenção construído a tanto custo, provadamente viável e em curso de execução.

Responder

Hélio Pereira

17 de março de 2013 às 12h28

A “grande eficiência” de Campos se deve em grande parte aos investimentos do Governo Federal em PE,que foram espertamente usados por este espertalhão como se fossem investimentos do Governo Estadual.
Se o TIRIRICA sair candidato a Presidente,pegara mais votos que este oportunista que aderiu ao “Bloco Tucano da Madrugada” no ultimo carnaval!

Responder

mineiro

17 de março de 2013 às 11h36

seria um bom candidato se nao fosse traidor , ganancioso e se nao unisse aos demonios tucanos. e se ele fosse mesmo socialista coisa alias nao é de geito nenhum. e tambem nao aderisse a midia golpista e a burguesia , se ele fosse contra tudo isso , eu votaria nele, porque a pres.dilma ja deu com os burros na agua, ta aderindo a tudo e abandonando tudo e todos que deram apoio a ele na campanha passada , em resumo é traidora tambem. porque aderiu a midia golpista e ta deixando o pmdb e lado tucano do pt fazer o que bem entende. como eu disse se o eduardo campos fosse o socialista corajoso , ganharia as eleiçoes com certeza. mas é a dilma de calças . é o lado da mesma moeda. entao sai tudo na mesma.

Responder

Pedro

17 de março de 2013 às 11h12

Será que a jogada não é outra? O Eduardo Campos “se faz” de candidato para todos, mas isso já acordado com Dilma e Lula. Para que isso? A turma da mídia fica jogando confetes nele até o ano que vem, matando as pretensões do Aécio. Imaginem: Eduardo Campos diz em março de 2014 que apoia a Dilma, dando mais força a ela. Nesse caso, Aécio já estaria mais fraco ainda e o Serra começaria a bater nele mais no Aécio.

O papel do Eduardo agora é desestabilizar a oposição sem bater na Dilma. Pra mim é tudo encenação. Dilma, Lula e Eduardo estão usando a esperteza da mídia para enterrar de vez a morta oposição.

Responder

    Marcio H Silva

    17 de março de 2013 às 20h38

    Será? mas se for vero, seria uma excelente estratégia…….

    Saçuober

    18 de março de 2013 às 07h08

    Eita besteira grande, estás assistindo muita novela e BBB.

Filipe Rodrigues

17 de março de 2013 às 11h08

Não votamos na Dilma para ela adotar medidas privatizantes, Eduardo está certíssimo em ser candidato, isso vai ser bom para o PT, pois o partido será obrigado a ser menos pragmático.

Eduardo fica no lucro saindo candidato e perdendo do que ficar em 3º plano numa aliança PT-PMDB.

A base aliada é grande demais, está na hora de esvaziar a “Kombi”.

Em 2015 o PSB vai retornar a base aliada com mais deputados e senadores eleitos, pode ser bom pra Dilma na governabilidade.

Responder

Bernardino

17 de março de 2013 às 10h57

INcrivel como o sr LULA tem atraçao por TRAIRAS,alem os ministros nomeados do supremo por eleexceçao a LEWandovski.Qual a origem destas traiçoes?sera a baixa escolaridade do LULA que eles nao respeitam?ou a falta de culhoes do Lula que nunca peitou seus adversaerio,preferia contemporizar,lembrando MAQUIAVEL que dizia o principe tem que ser temido e nao Amado!!
O PT e seu governo andam traindo o povo ao nao fazer reformas importantes que prometeram como a agraria e na comunicaçoes e outras,Todos os presidentes se queimam no poder:O SArney com o PMDB,o FHC com o PSDB e agora o PT esta ardendo na Fogueira da Corrupçao e fisiologismo
Quanto ao DUDU TRAIRA se acha no direito agora de TRAIR O PT>BELA IRONIA!!!

Responder

Marcelo de Matos

17 de março de 2013 às 10h29

É complicado: Campos está fazendo chantagem. “Há 15 dias, o governador de Pernambuco estabeleceu uma surpreendente aliança com Paulo Pereira da Silva, o principal dirigente da Força Sindical, para barrar a privatizante MP (595) dos portos. Em seguida, na quarta passada, liderou 16 governadores em uma proposta de onerar a União em R$ 4,5 bilhões para resolver o problema criado com a derrubada no Congresso do veto presidencial sobre a divisão dos royalties do petróleo”. Esse grupo de 16 governadores é um contingente 171: querem receber royalties de petróleo que ainda está nas profundezas do oceano. Não sou daqueles que tapam o sol com a peneira. Lula, ao assinar a Carta aos Brasileiros, reconheceu o protagonismo da FIESP na condução da política industrial. A privatização e expansão dos portos, as obras de infraestrutura, nada mais são que o corolário dessa política. Do momento que aceitamos que as políticas financeira e industrial são conduzidas pelas entidades da “sociedade civil”, temos de deixar de lado brios e frescuras.

Responder

    Marcelo de Matos

    17 de março de 2013 às 10h30

    ET: o site Viomundo está saindo do ar toda hora. Estou tendo dificuldade de acessar.

Vlad

17 de março de 2013 às 10h29

Ai que medo!!

Responder

Lindivaldo

17 de março de 2013 às 10h25

Em substituição ao comentário que, por falha, foi enviado.

Eis os traidores do povo, heróis do PIG, e instrumentos de que a direita vem se utilizando para tentar retomar o poder:
Cristovam Buarque (ministro demitido por incompetência)
Heloisa Helena (expulsa do PT)
Marina (inveja e despeito da Dilma)
Roberto Freire (inveja e ódio do sucesso de Lula)
Jarbas Vasconcelos (inveja e ódio do sucesso de Lula)
A vingança, o ódio, a inveja e outros sentimentos de alma pequena movem as ações das pessoas acima.
A cada eleição, eles são convocados pela direita para dar uma ajudazinha, de forma a levar o resultado para o segundo turno.

Agora, entra na lista o pior de todos os traidores: O Eduardo Campos que traiu a memória do avô, o povo pernambucano, a ala esquerda do PSB, o governo federal de que se diz aliado, a Dilma, e, finalmente, o Lula, que tanto o ajudou.
Uma traição por pura ambição!
Porém, o povo não tolera a traição nem a incoerência!!!

Responder

Messias Franca de Macedo

17 de março de 2013 às 09h46

… Um bom ‘slogan’!

PAÍS RICO É PAÍS DAS ELITES!

… República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL… Bravateira, traidora, despudorada, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

17 de março de 2013 às 09h33

… Quem sabe a Yoani ‘Sem’ Sanchez [“da organização(!) Milleniun”!] não poderá ser a ‘girl’ (sic) propaganda do “revolucionário” pernambucano!… Ô!…

… República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL… Bravateira, traidora, despudorada, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

17 de março de 2013 às 09h31

… A imprensa tem que indagar a este candidato os reais motivos pelos quais ele está renegando o governo da presidente Dilma Rousseff, A Magnífica… E mais, quais são as propostas de superação das dificuldades… E mais, se ele se sente confortável sendo flertando por figuras deploráveis e abomináveis do tipo Roberto Freire, Merval Pereira, ‘Paulo da Força Pelega’ (sic) &$ nefasta/famigerada Cia…

… No mais, o neto do Miguel Arraes Arraes deve entregar IMEDIATAMENTE todos os cargos do PSB na administração federal… Do contrário, teremos argumentos para inferir que parte da “ineficiência” governamental decorre de sabotagem exercida por servidores públicos ligados ao governador de Pernambuco. Portanto, o povo contribuinte brasileiro não pode sustentar prevaricadores! Já bastam o Roberto Gurgel, o Tourinho Neto et caterva!…

… República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL… traidora, CONSPIRADORA, despudorada, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Fernandes

17 de março de 2013 às 09h28

Penso que o governo devia pôr não Campos, mas o partido (psb) na parede.
Ou o partido expulsa Campos e permanece com o governo ou o partido abraça Campos e sai do governo. Agora, não dá para fazer o que está fazendo e ficar tudo bem.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.