VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Pai de vítima mais jovem do coronavírus no Brasil disseminou meme que induz ao erro — e o Facebook ainda não sinalizou
Reprodução redes sociais
Opinião do blog

Pai de vítima mais jovem do coronavírus no Brasil disseminou meme que induz ao erro — e o Facebook ainda não sinalizou


01/04/2020 - 15h19

Da Redação

“A vida é curta. Coma a sobremesa primeiro”, publicou o jovem Matheus Aciole no Facebook.

Ele era cozinheiro e tinha trabalhado no Rifóles Praia Hotel, na Ponta Negra, em Natal, ao longo de 2018.

Matheus morreu de coronavírus, aos 23 anos de idade.

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Norte relatou:

A Secretaria de Estado da Saúde Pública e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal lamentam a morte de um jovem de 23 anos por Covid-19 na noite desta terça-feira (31).

Esse é o segundo óbito confirmado pelo novo coronavírus no Rio Grande do Norte.

O paciente, com quadro de obesidade, deu entrada em hospital privado, no dia 24 de março, onde foi examinado e retornou para a residência para continuidade de medicações prescritas.

Manteve-se isolado por dois dias, não apresentando melhora procurou o serviço público de saúde no dia 27 de março onde foi atendido e realizou o teste para a doença, sendo regulado para o serviço privado em seguida.

O resultado do exame foi liberado na noite desta terça-feira (31), positivo para Covid-19.

O Governo do RN e a Prefeitura de Natal se solidarizam à família e amigos neste difícil momento.

Novamente, ressaltamos: é extremamente importante que a população potiguar siga todas as orientações recomendadas diariamente e que fique em casa se não precisar realizar alguma atividade essencial.

Matheus morreu, portanto, uma semana depois de procurar ajuda.

O pai dele, Manoel Balbino, é um pequeno empresário dono de uma empresa que faz e vende bolos.

No dia 30, Manoel pediu orações pelo filho no Facebook.

Curiosamente, no dia 26, quando o filho já havia procurado ajuda médica, o empresário disseminou um meme que traçava uma comparação entre a epidemia do coronavírus — no governo Bolsonaro — e a epidemia de H1N1, durante o governo Lula.

O meme é mentiroso

O meme induz ao erro, pois compara casos de um ano todo de H1N1 com números do início da pandemia de coronavírus no Brasil — algumas semanas.

Além disso, desconsidera que o coronavírus tem taxas de disseminação e letalidade superiores às do H1N1, de acordo com cientistas e epidemiologistas.

Um meme parecido, disseminado nos Estados Unidos em defesa de Donald Trump, foi sinalizado pelo Facebook como errôneo.

Lá, o meme foi disseminado por um pastor que semanas depois morreu de coronavírus.

Na página de Manoel Balbino, um internauta escreveu:

“Meus sentimentos Sr Manoel. Lute para que o isolamento seja feito entre as pessoas e outros pais não tenham essa dor. Meus pêsames”.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Shirlei

06 de abril de 2020 às 16h43

Quer saber, não sinto mais pena dessa gente, estão colhendo o que plantaram…semeie vento e vai colher tempestade… Essa gente bolsonaristas e irracional e só entende de ódio!

Responder

Wadia Hany

05 de abril de 2020 às 23h52

Triste! A experiencia da perda deixou cegueira na alma deste homem!

Responder

Rogério Lopes da Silva Silva

04 de abril de 2020 às 10h55

Na boa bolsonaristas são alienados semelhante ao mentor deles, o cara perdeu o bem mais precioso que ele tinha que é o filho e ainda apoia as ideias irracionais desse senhor que se encontra na presidência.

Responder

Maria espindola

02 de abril de 2020 às 17h29

Infelizmente as pessoas mistura essa pandemia com política, acordem pessoas temos que nos proteger, deixem política para depois da tragédia.

Responder

Ricardo A.

02 de abril de 2020 às 10h09

Quer saber, já encheu de ser complacente com antas obtusas. Tomara que esse velha-guarda morra também.

Responder

a.ali

01 de abril de 2020 às 23h13

pois é, né seu manoel… e sem linchamento, sem hipocrisia, chega de passar pano, chega de republicanismo, enchi, ando pelas tabelas!!!

Responder

Frederico

01 de abril de 2020 às 21h23

E lamentável a morte de um jovem com idade igual ao do meu filho mas lamentável ainda é que não acredito que o pai dele tenha aprendido nada porque essa é uma característica dos bolsonaristas que muito provavelmente ainda colocará sobre suspeita o laudo.

Responder

Zé Maria

01 de abril de 2020 às 20h40

Um pobre infeliz que perdeu o filho falando asneiras.

Responder

    Sheila A. Ferreira

    12 de abril de 2020 às 15h20

    Pois é… Que tristeza, que ignorância!

Cleiton do Prado Pereira

01 de abril de 2020 às 17h29

Este energúmeno pagou um preço muito alto pela sua insensatez. Minhas condolências a ele e aos familiares mas, o pior é que nem assim ele aprenderá alguma coisa com esta adversidade, vai continuar postando e replicando memes do escritório do ódio.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!