VIOMUNDO

Diário da Resistência


Opinião do blog

Caso da Receita: PF e mídia vão agir de forma republicana?


02/09/2010 - 17h49

por Luiz Carlos Azenha

Houve violação de sigilo na delegacia da Receita Federal em Mauá. Isso é liquido e certo. Como venho escrevendo, desde que surgiram as denúncias, é preciso cuidado. Assim como o sigilo fiscal é garantido constitucionalmente, o mesmo vale para a presunção de inocência.

1) Pode ter sido um esquema político (do PT? do próprio PSDB?); 2) Pode ter sido um esquema de bandidagem pura e simples; 3) Pode ter sido um caso plantado para utilização num momento eleitoral como este.

Como eu frisei anteriormente, embora nunca tenha participado de campanhas eleitorais, a não ser como jornalista, sei que em torno delas flutua um submundo: arapongas, ex-arapongas, policiais, ex-policiais, operadores, leões de chácara e outros tipos. Como informação é um dado essencial em qualquer campanha, é apenas natural que se busque informação sobre os adversários. É a origem dos dossiês que frequentam as campanhas brasileiras desde sempre.

Este é um submundo de alianças tênues, que flutuam de acordo com o poder (e o dinheiro). A informação hoje usada contra um partido pode se voltar contra outro, e vice-versa.

Além de investigar os petistas suspeitos, se houver, é importante que a Receita e a Polícia Federal considerem também os fatos conforme a conjuntura de setembro do ano passado, que é quando os vazamentos aconteceram. O que se passava, então? Uma disputa interna no PSDB entre os grupos políticos de Aécio Neves e José Serra. Meses antes, num jornal paulista, foi publicado o famoso artigo Pó pará, governador?, assinado por aliado de José Serra. No início de novembro, Aécio Neves foi acusado de bater numa acompanhante, em público.

O melhor texto que conheço a respeito foi escrito pelo Leandro Fortes, da CartaCapital. Foi reproduzido no Viomundo, na época: O dossiê do dossiê do dossiê. Leiam. Serve para refrescar a memória de todos.

Escreveu o Leandro Fortes, então:

“Em uma entrevista que será usada como peça de divulgação do livro e à qual CartaCapital teve acesso, Ribeiro Jr. afirma que a investigação que desaguou no livro começou há dois anos. À época, explica, havia uma movimentação, atribuída ao deputado Marcelo Itagiba (PSDB-RJ), visceralmente ligado a Serra, para usar arapongas e investigar a vida do governador tucano Aécio Neves, de Minas Gerais. Justamente quando Aécio disputava a indicação como candidato à Presidência pelos tucanos. “O interesse suposto seria o de flagrar o adversário de Serra em situações escabrosas ou escândalos para tirá-lo do páreo”, diz o jornalista. “Entrei em campo, pelo outro lado, para averiguar o lado mais sombrio das privatizações, propinas, lavagem de dinheiro e sumiço de dinheiro público.”

Amaury tem dito e reiterado que seu livro inclui apenas documentos oficiais e que não se baseia em quebras de sigilo. Mas será que o “outro lado” a que se refere o jornalista ficou apenas por conta dele? Teria havido outros operadores? Poderiam ser eles os responsáveis pelo que aconteceu em Mauá?

Gostaria muito que tudo ficasse devidamente esclarecido, se possível antes do primeiro turno. Seria melhor para a democracia brasileira. Temo, no entanto, que as informações virão à tona incompletas e deformadas pelos interesses políticos e partidários do momento. Mantido o padrão de 2006, teremos uma investigação midiática centrada apenas nos alvos que interessam a José Serra. Resta esperar uma ação rápida da PF, que não deixe pedra sobre pedra.





159 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Gildo Araújo

08 de setembro de 2010 às 10h06

Nas últimas eleições, ninguém achava que haveria segundo turno. Mas os “aloprados” apareceram e o Presidente Lula da Silva, que vivia reclamando que a mídia não dava espaço para o PT, teve medo de comparecer aos debates.

Responder

Gildo Araújo

08 de setembro de 2010 às 10h05

Semana passada descobri que um dos “aloprados” agora é fazendeiro na Bahia. E o povo pensando que o crime não compensa, não compensa para pretos, pobres e prostitutas, mas compensa para os amigos do “Rei”.

Responder

Gildo Araújo

08 de setembro de 2010 às 10h04

Os petistas agora querem provas. Não quiseram quando o Deputado Federal Lula da Silva afirmou que 300 picaretas estavam transformando o Congresso em um balcão de negócios (alguém aí se lembrou do Sarney?) Os petistas estão achando que podem tudo e os outros não podem nada. Um dia vão quebrar a cara.

Responder

Gildo Araújo

08 de setembro de 2010 às 10h03

Não se enganem, os petistas e assemelhados não ficarão indginados com quebras de sigilos, nem com o fato de que FHC ter feito mais pela Reforma Agrária do que o Presidente Lula da Silva, como bem afirmou Arruda Sampaio. Muito menos com os 1.200 pontos de prostituição infantil, somente nas Rodovias Federais. Afinal eles já gastaram toda a sua indginação com William Bonner e com os leitores da Revista Veja. Não é isso que chamamos de hipocrisia?

Responder

valdemar oliveira

06 de setembro de 2010 às 18h17

no primeiro momento é temos que analizar que a funcionaria da Receita tem garantido por Lei o acesso a dados na propria receita. A questão a ser analisada é:
Por que uma pessoa falsifica uma solicitação de dados de uma pessoa?
Qual a finalidade da obtenção destes dados?
Como a Folha de SP soube destas informações?
Quem as vendeu?
Por quanto?
Existe a contra informação, será que o PSDB mineiro não esta utilizando para queimar o Principe Serra?
Porque Aecio não saiu vice de Serra?
Aecio não queria ser presidente? Porque ele esta minando a candidatura de serra?
Serra descobriu os envolvimentos de Aecio com os PIG's?
Se o governo quiser saber de algum dado de alguem, atraves de órgãos oficiais não consegue? Precisaria de utilizar de um laranja (bobo)?
Por que a Folha nãopublicou os dados da filha de Serra e do pessoal do PSDB?
fora estas perguntas temos mais, milhares de perguntas. Sera que o PSDB ira responder? E a GLOBO esta raivoza porque a Record esta avançando no IBOPE?

Responder

Helcid

03 de setembro de 2010 às 17h55

… penso aqui com os meus botões: será que a estratégia do "jenio" agora não é a de evitar o fortalecimento de Aécio? Seria Aécio uma nova Roseana Sarney?

hipóteses, hipóteses…

Responder

EDUARDO

03 de setembro de 2010 às 13h43

O arquivamento do pedido de impugnação da canditatura Dilma pelo TSE, tem sido mal explorado na campanha Dilma na TV. Esse foi o verdadeiro tiro no pe dos demotucanos pois mostra claramente a veia reacionaria, direitista e golpista dos adversarios.

Responder

Henderson Sousa

03 de setembro de 2010 às 13h36

Mudando um pouco de assunto:

—————————————————————

Negociações entre Israel e palestinos estão condenadas ao fracasso, diz Ahmadinejad

Publicidade

DA FRANCE PRESSE

As negociações israelense-palestinas iniciadas nos Estados Unidos "nasceram mortas" e estão "condenadas ao fracasso", declarou nesta sexta-feira (3) o presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad, que reiterou que os "povos da região são capazes de fazer desaparecer" o Estado hebreu.

"Se os dirigentes da região não se atrevem a agir, que deixem livres os povos", afirmou o líder iraniano em um discurso pronunciado por ocasião do Dia de Jerusalém, celebrado tradicionalmente na última sexta-feira do Ramadã — o mês de jejum muçulmano — em apoio aos palestinos.

Ahmadinejad criticou, sem citar o nome, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, que classificou como um "refém" de Israel por ter retomado na quinta-feira em Washington as conversações diretas com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

"O que representam? O que querem negociar? Quem deu a eles os direito de vender o mínimo espaço de território palestino?", questionou Ahmadinejad, em referência aos negociadores palestinos.

Ahmadinejad voltou a advertir que "os povos da região são capazes de fazer o regime sionista desaparecer do cenário internacional".

Milhares de pessoas se reuniram nesta sexta-feira em Teerã e várias cidades iranianas por ocasião do Dia de Qods (Jerusalém).
——————————————

Esse é o pacifista que o Lula chama de "amigo".

Responder

    ZePovinho

    03 de setembro de 2010 às 16h20

    http://resistir.info/petras/judeus_no_irao_pt.htm

    Os judeus do Irão vivem muito melhor do que os palestinos de Gaza

    por Mike Whitney [*]
    Há 25 mil judeus no Irã. É a maior população judaica no Oriente Médio fora de Israel. Os judeus iranianos não são perseguidos nem sofrem abusos do estado; de fato, estão protegidos sob a constituição iraniana. São livres para praticar sua religião e para votar nas eleições. Não são parados e revistados em checkpoints, não são brutalizados por um exército de ocupação e não estão confinados numa colônia penal densamente povoada (Gaza) onde sejam privados dos meios básicos de subsistência. Os judeus iranianos vivem dignamente e gozam dos benefícios da cidadania.

    O presidente iraquiano Mahmoud Ahmadinejad é demonizado pela mídia ocidental. É chamado de anti-semita e de "novo Hitler". Mas se essas alegações fossem verdade, então porque a maioria dos judeus iraquianos votou em Ahmadinejad nas recentes eleições presidenciais? Será possível que a maior parte do que se sabe sobre Ahmadinejad seja baseado apenas em boatos e em propaganda?

    Este trecho apareceu num artigo da BBC:

    "O gabinete (de Ahmadinejad) fez recentemente uma doação monetária para o Hospital Judaico de Teerã. É um dos quatro únicos hospitais judaicos de caridade no mundo e foi fundado com dinheiro da diáspora judaica – coisa notável no Irã onde mesmo as organizações locais de ajuda têm dificuldade em receber fundos do estrangeiro por medo de serem acusados de agentes estrangeiros".

    André LB

    03 de setembro de 2010 às 16h49

    Não vou nem perder meu tempo contando a você a importância geopolítica e tecnológica de tal apoio, a exemplo do que faz sua nave-mãe, Henderson, os EUA.
    Por sinal, meu cândido querubim, ainda estou esperando uma condenação do infalível, noturno e soturno José Serra ao recém-encerrado governo Uribe, na Colômbia, e sua vala comum de mais de 2000 cadáveres. Você acha que devo esperar sentado ou o seu impoluto timoneiro logo se dará conta disso?

Henderson Sousa

03 de setembro de 2010 às 13h12

Espera um pouco: colocar o Aécio nesse conversa é admitir desconhecimento do assunto.

Primeiro: não foi só a filha do Serra quem teve seu sigilo violado, outras pessoas ligadas ao PSDB também tiveram.

Segundo: dossiê sobre o Serra foi encontrado com a turma do Lanzetta.

Por último, onde está o senhor Mantega? Por que ele, como o responsável pelos responsáveis, não deu as caras?

Simples: quando o calo aperta, esses cidadãos dão às de vila-diogo para não conspurcarem sua imagem, mesmo que isso custe caro para a democracia deste país.

Saudações.

Responder

    ZePovinho

    03 de setembro de 2010 às 16h23

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-acesso

    O acesso a dados sigilosos no RS
    Enviado por luisnassif, sex, 03/09/2010 – 11:54
    Por Marco St.
    Abriram a toneira….

    Do Terra

    RS: sargento da Casa Militar acessava dados sigilosos de políticos

    Uma força-tarefa do Ministério Público de Canoas e da Brigada Militar do Rio Grande do Sul prendeu na manhã desta sexta-feira em Porto Alegre um sargento da Brigada (Polícia Militar do Estado) no Departamento de Inteligência da Casa Militar do Palácio Piratini. O sargento era investigado por ter ligações com contraventores de máquinas caça-níqueis na cidade de Canoas, na região Metropolitana da Capital.

    Mas, durante as investigações, foi apurado que o sargento teria acessado dados sigilosos de políticos gaúchos, entre eles um ex-ministro e um senador.

    Mesmo sem qualquer confirmação por parte do Ministério Público, por enquanto, entre políticos as especulações são de que o ex-ministro em questão pode ser o candidato do PT ao governo no Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e o senador seria o também petista Paulo Paim, candidato à reeleição.

    O promotor criminal do MP em Canoas, Amilcar Macedo, escreveu em seu Twitter que dados sigilosos de várias autoridades foram acessados. Entre elas, além do senador e do ex-ministro, também delegados de polícia e um oficial de inteligência das Forças Armadas. "Dados sigilosos de várias autoridades foram acessados, inclusive para tentar inviabilizar investigações. Altas autoridades foram bisbilhotadas", escreveu em seu perfil @amilcarmacedo.

    A Promotoria Criminal de Canoas concederá entrevista coletiva hoje às 14h.

    André LB

    03 de setembro de 2010 às 16h46

    Espera um pouco: raras vezes vi um raciocínio tão torto. Você, meu caro querubim, deve ter amplo desconhecimento de como se conduziu o duelo Aécio/Serra durante o ano passado, não é mesmo?

    Primeiro: a violação pode ter partido, como consta no início deste artigo (que você obviamente não leu), do próprio PSDB. Só uma pessoa de alma tão cândida quanto você para descartar essa possibilidade, considerando o histórico de José Serra;

    Segundo: não foi encontrado dossiê nenhum com o tal Lanzetta. O que você faz aqui é contar uma descarada mentira, ou então mostra mais uma vez sua ilimitada inocência, ao acreditar piamente em declarações não embasadas por provas;

    Terceiro: o senhor Mantega está hoje mesmo a mostrar o crescimento chinês que o Brasil consegue alcançar quando livre da quadrilha tucana. De resto, leia aqui o que você quer saber:
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/793569-vazamen

    Você sim que, muito provavelmente, foge da raia ao sinal de qualquer cheiro de queimado no seu partido, especialmente na ala mais descarada, que chuta a própria canela e pede punição ao culpado "ali".

    Swamy santos

    06 de setembro de 2010 às 20h23

    Está bem, gênio!
    Cadê o dossiê? Cadê o dossiê de 2006? Cadê as informações sigilosas que foram divulgadas?
    Não existe nada! O que existe é uma campanha sórdida dos grandes conglomerados da comunicação, a fim de retomarem as benesses neoliberais que perderam com o Lula.

    Pela sua oceânica coerência, devemos todos pedir investigação no PT pois, neste mundo, apenas o PT tem algo contra o Serra.
    Você é patético!!
    O PSDB de MG tem mais motivos para bisbilhotar a vida obscura de Serra e família que o PT.
    Serra não causa qualquer temor ao PT e à campanha de Dilma, pois já nasceu derrotado.
    É time que só joga em casa. Fora de São Paulo serra não passa de um… NADA!
    Recolha, portanto, as suas avaliações equivocadas e as deposite na urna em 03/10. Pelo menos o Serra não chora sozinho.

Roberto Locatelli

03 de setembro de 2010 às 13h07

Então as possibilidades são a de que o vazamento tenha se originado num estado que não tem praia. Por isso é que o PIG não se interessou em entrevistar aquele moço sobre o assunto…

Detalhe: naquela época a diretora da Receita era dona Lina Vieira.

Responder

Irineu

03 de setembro de 2010 às 12h49

Boa Tarde!

Azenha,Como tudo foi maquiado e fabricado juntamente com a "mídia golpista". não cabe um processo contra essa turma covarde,insana, mentaz,vil,astuciosa etc. É sempre a mesma coisa,até quando vamos ter que aguentar isso?"Nós" temos mais informaçoes e temos acesso a blogs,sites etc.Onde filtramos melhor como tudo é maquiado na tentativa de golpe sujo. Mas e a turma que sai de casa, trabalha e volta,liga a tv na"GLOBO" ve novela e o JN. onde esta a" manipulaçao e pactuaçao". Nao esta na hora de dar um basta nessa GLOBO.Nao é sensura,o jornalismo é um compromisso com a informaçao correta. Um compromisso social. O basta tem que ser em todo o PIG. Obs. Se é sigilo, porque a midia golpista divulgou e esta focando tanto?

Responder

Mateus

03 de setembro de 2010 às 12h25

Ontem na Globo News tava engraçado a Monica Waldvogel tentando levar a questão para o âmbito eleitoral. Os convidados não tavam ajudando muito. Fiquei com vergonha por ela, tadinha… dava pra ver o nervosismo da moça. http://pdh.co/6v

Responder

ZePovinho

03 de setembro de 2010 às 12h03

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-acesso

O acesso a dados sigilosos no RS
Enviado por luisnassif, sex, 03/09/2010 – 11:54
Por Marco St.
Abriram a toneira….

Do Terra

RS: sargento da Casa Militar acessava dados sigilosos de políticos

Uma força-tarefa do Ministério Público de Canoas e da Brigada Militar do Rio Grande do Sul prendeu na manhã desta sexta-feira em Porto Alegre um sargento da Brigada (Polícia Militar do Estado) no Departamento de Inteligência da Casa Militar do Palácio Piratini. O sargento era investigado por ter ligações com contraventores de máquinas caça-níqueis na cidade de Canoas, na região Metropolitana da Capital.

Mas, durante as investigações, foi apurado que o sargento teria acessado dados sigilosos de políticos gaúchos, entre eles um ex-ministro e um senador.

Mesmo sem qualquer confirmação por parte do Ministério Público, por enquanto, entre políticos as especulações são de que o ex-ministro em questão pode ser o candidato do PT ao governo no Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e o senador seria o também petista Paulo Paim, candidato à reeleição.

O promotor criminal do MP em Canoas, Amilcar Macedo, escreveu em seu Twitter que dados sigilosos de várias autoridades foram acessados. Entre elas, além do senador e do ex-ministro, também delegados de polícia e um oficial de inteligência das Forças Armadas. "Dados sigilosos de várias autoridades foram acessados, inclusive para tentar inviabilizar investigações. Altas autoridades foram bisbilhotadas", escreveu em seu perfil @amilcarmacedo.

A Promotoria Criminal de Canoas concederá entrevista coletiva hoje às 14h.

Responder

Carlos J.Ribeiro

03 de setembro de 2010 às 12h02

Nem se trata mais de tiros nos pés. Vamos ver o que acaba primeiro, as balas ou os pés. Agora Serra empunha uma metralhadora giratória sem pé nem cabeça, tentando acertar alguma coisa. Entre os tucanos fala-se que ele, derrotado agora, tentará novamente em 2014, para destruir Aécio Neves. Quando vamos nos livrar da ambição-incompetência desse sujeito???

Responder

Charles Moura

03 de setembro de 2010 às 11h42

Azenha,

Já que idéia é testar hipóteses acho que valha testar um que leva ao FHC.
Ele, por essa época, mal conseguiu disfarçar os esforços que fez para aparecer como alternativa entre Serra e Aécio, dizia uma coisa a um e outra coisa a outro.

Responder

ZePovinho

03 de setembro de 2010 às 11h36

Não é implicância com você,Azenha.É a maneira cômica como o Mello narra o fato que só podia ocorrer no Rio de Janeiro de tantos bares e restaurantes deliciosos.Além do mais,confirma minha tese de que existem bilhões de arapongas tugas(tratamento carinhoso entre patrícios) no Brasil,preparando o Plano Bacalhau Vermelho:
http://blogdomello.blogspot.com/2010/09/blog-do-m

SEXTA-FEIRA, 3 DE SETEMBRO DE 2010

Blog do Mello também tem 'especialista em linguagem não verbal'. Atende num sujinho, e comentou o programa do Serra
Foi por acaso que descobri meu especialista. Também é importado, como o da Folha. Só que de Portugal, está aqui há décadas e é dono de um sujinho em Ipanema.

Eu estava lá com alguns desconhecidos íntimos, como acontece em todo sujinho, tomando uma água com gás, loura e gelada, e a TV estava ligada na propaganda eleitoral. Era o programa do Serra.

Logicamente, ninguém prestava atenção naquilo, quando o português, estranhamente conhecido como Samurai, disse, referindo-se ao "coiso", como chamam o Serra no Tijolaço:

– Mas que vigarista! Ele está a sorrire!

E mais não disse, nem lhe foi perguntado.

Esqueci o assunto, mas, quando cheguei em casa, a frase me voltou à cabeça.

Munido de meus apetrechos antivampiro (alho, cruz, espelho e uma pontuda estaca, caso o "coiso" se materializasse na minha frente), fui ao Youtube ver o programa de ontem à noite.

Foi quando constatei que meu "especialista em linguagem não verbal" é melhor que o da Folha. Realmente, enquanto solta palavras envenenadas, se diz indignado, reparem que o "coiso" sorri. Mais ainda quando diz que está indignado.

Confira no trecho abaixo, que deixei sem áudio, que o Samurai está certo: Ele está a sorrire.

Serra ri, quando finge estar indignado. Confira na imagem sem áudio

[youtube CpqIaAS8I6M http://www.youtube.com/watch?v=CpqIaAS8I6M youtube]

Responder

mariazinha

03 de setembro de 2010 às 11h28

O Sr. Chirico e sua troupe, precisam ser castigados exemplarmente; parece que os nomes que encomendaram o serviço sujo, começam a aparecer e, ao que tudo indica, são bem próximos ao blasfemador.

Responder

joão sal

03 de setembro de 2010 às 11h22

Do blog (limpo) do Cláudio Humberto.
Quebra de sigilo
pode ter sido
obra de tucanos
A investigação sobre a violação do sigilo fiscal de Verônica Serra, filha do candidato José Serra, atribuída a “aloprados” do PT, pode revelar a surpresa de ter sido obra dos próprios tucanos. Na época, setembro de 2009, havia uma guerra interna pela indicação do PSDB para a disputa presidencial. Aliados de Aécio Neves atribuíam à turma de Serra a produção de dossiês contra o então governador de Minas. E vice-versa.

Responder

Julio Silveira

03 de setembro de 2010 às 11h05

Prezado Azenha, essa questão por voce levantada é de uma coerência que deve assustar as hostes tucanas.

Responder

Alexandre

03 de setembro de 2010 às 11h01

Grande Azenha, vim aqui externar minha indignação diante da FALTA TOTAL DE RESPEITO de um dos membros do casseta & planeta, que em nome da “liberdade de imprensa” (na verdade, LIBERTINAGEM de imprensa), publicou uma montagem GROTESCA no site dele: http://tvglobo.casseta.globo.com/claudio-manoel/2

Sugiro que os internautas que apóiam a Dilma entrem lá e dêem sua opinião sobre aquela VERGONHA TOTAL. Eles desceram abaixo de zero em meu conceito depois dessa.

QUE NOJO!!!

Responder

    eduardo vicente

    03 de setembro de 2010 às 11h51

    Entrei e vi a charge. Pobre, não? Glorifica a piada ruim e burra.
    Mas vamos ser racionais, afinal é a opinião dele num blog/site particular. Se ele fizesse isso na televisão (que é uma concessão pública) seria bem errado e imparcial, algo que beira realmente a LIBERTINAGEM.

    Enfim, os C&Ps estão se queimando a troco de quê? Um possível Ministério do Humor? Triste.

José Roberto SP/SP

03 de setembro de 2010 às 10h37

Eu tenho CERTEZA que com isso (suposto vazamento de sigilo fiscal da filha prometida de SERRA), o jornalista Amaury Ribeiro Jr. deverá acrescentar ainda mais alguns capítulos ao livro tão esperado e aguardado pelo Brasil que acompanha tão ansioso esta "novela mexicana de SERRA y su familia"………
Arriba, todos los hermanos de la TV Millenium Brazil!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Felix

03 de setembro de 2010 às 10h25

Só uma coreçãozinha. Antes do primeiro turno não. Antes de 3 de outubro. Porque não haverá segundo turno.

Responder

Marcelo de Matos

03 de setembro de 2010 às 10h24

No Brasil, apurar crimes não é assunto prioritário. O mais importante é saber “quem vazou” a “notitia criminis”. A investigação criminal não pode ir de encontro ao sigilo bancário, telefônico e fiscal. O bem maior não é a lisura administrativa, mas, a discrição, mesmo quando há desvios de conduta. Além do “rouba mas faz”, temos outro lema: “roube com discrição”. A CF e as leis aí estão para proteger o sigilo, inclusive dos que roubam. Por essa razão fica difícil investigar a sonegação fiscal, a lavagem de dinheiro, os desvios como os que deveriam ter sido apurados na CPI do Banestado, no montante de R$ 30 bilhões. Como se sabe, a CPI foi inviabilizada porque os envolvidos recorreram ao STF para garantir seu sigilo banc O bem maior da nação não é a honestidade, mas, o sigilo.

Responder

Marcelo de Matos

03 de setembro de 2010 às 09h50

(continuação) No governo FHC, a CPI do Banestado foi inviabilizada porque não foi possível quebrar o sigilo bancário dos investigados, já que eles ingressaram com medidas preventivas junto ao STF. Dessa forma, foram desviados impunemente R$ 30 bilhões. Saliente-se que uma das acusações que levaram à queda de Collor foi o desvio de R$ 2 bilhões. Essa é mais uma demonstração de que a gravidade dos delitos é diretamente proporcional à força política, financeira e social dos envolvidos.

Responder

Marcelo de Matos

03 de setembro de 2010 às 09h50

Quanto vale o sigilo da declaração do IR? O da minha não vale nada. Fui fiador da minha filha e da minha enteada, quando alugaram casa e apartamento no interior. As imobiliárias pediram cópia da minha declaração do IR e eu não vi problema algum em mandá-la pelo Sedex. Os bens que tenho foram recebidos de herança ou comprados com o meu trabalho – nada tenho a esconder. Se alguém quiser dar olhada, passe aqui em casa que mostrarei a declaração sem nenhum problema. Os políticos também não têm porque preocupar-se: são obrigados a apresentar a declaração de bens à Justiça Eleitoral e elas são comentadas na mídia. Na Suécia, conforme vimos em série que apresentada na Band, os eleitores podem consultar on line até a declaração de bens até do primeiro ministro. Se os bens foram obtidos de forma lícita, qual o problema em divulgar? No Brasil, esse tabu do sigilo tem favorecido a lavagem de dinheiro, a sonegação fiscal e outras fraudes. (continua)

Responder

ZePovinho

03 de setembro de 2010 às 09h49

HUMMMMMMMMMMMM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Eu bem que desconfiava!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2010

Pessoa envolvida na procuração falsificada da filha de Serra é filiado ao PV

O Jornal Nacional entrevistou o contador Antônio Carlos Atella Ferreira, que retirou a 2ª via das declarações de renda da filha de José Serra (PSDB), com uma procuração falsificada.

Ele incluiu outra pessoa na história, que teria enviado a procuração falsa para ele retirar, de nome Ademir Estevam Cabral que, por sua vez, negou envolvimento por telefone, e não deu entrevistas, segundo o jornais e telejornais do PIG.

O jornal Estadão chegou a publicar lá no fim da matéria, que ele é filiado ao PV de Francisco Morato (SP), que tem um bar e faz estes serviços para vários advogados, e não para políticos.

O registro de filiação, desde 25/09/2007, consta no TSE:

Responder

Tiago

03 de setembro de 2010 às 09h33

Azenha, parabéns pelo texto. Enfim, uma posição justa sobre o assunto. Concordo que o tema deve ser investigado a fundo e os chefes do esquema, punidos exemplarmente. A Receita é um órgão de Estado, e não de governo.

Responder

Marcelo de Matos

03 de setembro de 2010 às 09h24

Como era de se esperar, surgem agora, as principais vítimas do “vazamento” em Santo André: Adeilda Ferreira dos Santos e Ademir Estevam Cabral. A primeira é servidora da Receita e o segundo um simples office-boy, que mal sabe escrever. Adeilda teve seus sigilos bancário, telefônico e fiscal quebrados por autorização do Judiciário. Quebrar o sigilo bancário do Francenildo, caseiro do Palocci, não pode, mas, se a pressão vier do Serra e da mídia, não há problema algum em conferir os extratos da Adeilda. Que crime cometeu ela? Servidora da Receita, forneceu mediante pedido escrito, acompanhado do pagamento de taxa e procuração com firma reconhecida, cópia de declaração do IR. Isto é: apenas cumpriu seu dever legal. E o office-boy Ademir? Certamente, não terá os mesmos mimos que o Francenildo, que teve até sessão de desagravo na OAB/SP. A corda sempre arrebenta do lado mais fraco. ACM e Arruda violaram o painel eletrônico de votação do Senado e a investigação mais pesada foi em cima dos servidores da casa. Com a palavra o sindicato da categoria.

Responder

    Maria 1

    03 de setembro de 2010 às 14h15

    Marcelo, a Adeilda não foi a funcionária que entregou as declarações mediante apresentação da procuração (falsa). Ela (a Adeilda) era a encarregada da Delegacia em Mauá, que emprestou sua senha para que outros funcionários tivessem acesso a dados sigilosos, cuja consulta lhes era vedada. A quebra de seu sigilo bancário para a PF, que investiga o caso (elevado número de consultas e impressões imotivadas), não significa que seus dados tornar-se-ão públicos. Se ela nada tem a temer, é bem melhor que assim seja, pois sairá do episódio sem nenhuma suspeição sobre sua conduta, exceto pela imprudência perigosa de disponibilizar para outros acessos de sua exclusiva responsabilidade.

cazé

03 de setembro de 2010 às 09h14

Arquivo da Revista ÉPOCA.
""Segredos de polichinelo/
A Receita Federal soube em meados de 1999 que havia gente vendendo cadastros sigilosos em São Paulo. Acionou sua área de inteligência e a Polícia Civil. Em janeiro foi preso o vendedor Jefferson Festa Perez com disquetes abastecidos de informações sigilosas de 17 milhões de contribuintes""

Responder

Ertha Lucia

03 de setembro de 2010 às 08h55

Azenha, Acho que este factoide sobre o sigilo da filha do Serra é um teste. Se as pesquisas se alterarem, elle subindo e Dilma caindo, acharão que deu certo e aí vai ser um bombardeio de baixarias. Se ele continuar caindo a tática velha terá fracassado e vão reconhecer que foi um tiro no pé.Não conseguirão o almejado 2º turno. Terão que achar e tentar outra bala de prata. Só que não haverá mais tempo p/ reverter o quadro favorável a DILMA no 1º turno. Simples assim.

Responder

    Baixada Carioca

    03 de setembro de 2010 às 11h39

    Ertha, Ertha. Não se iluda minha amiga. Se virem que foi um tiro no pé, eles mudam o conteúdo, mas a forma continuará a mesma. A tática deles é atirar para todos os lados pra ver se acerta um na Dilma e tentar um golpe de 7 por 190 milhões.

Marcelo de Matos

03 de setembro de 2010 às 08h50

Mônica Valdvogel, no programa Entre Aspas, tratou do vazamento do sigilo de declarações do IR em Santo André. A apresentadora repetiu várias vezes que precisamos evitar o “aparelhamento” da Receita Federal, que é uma ameaça à democracia. Serra manifestou-se sobre o mesmo assunto buscando um termo sinônimo: precisamos evitar a “instrumentalização” da Receita. Como assim? O que vem a ser aparelhar ou instrumentalizar um órgão público? Significa que um partido político pode tomar de assalto uma repartição? Até onde eu sei, a atividade pública é toda vinculada, isto é, regida por lei. A investidura em cargo público se dá mediante concurso e há todo um ritual de nomeação, posse e exercício. Já vi torcedores tomarem de assalto o estádio do Parque Antártica, valendo-se do chamado “cavalo doido”: formam um pelotão e entram correndo, pulando as catracas e driblando os policiais. No serviço público isso não ocorre. É preciso avisar à Mônica (da Globo) e ao Serra.

Responder

    Rafael

    03 de setembro de 2010 às 09h47

    Parece um tanto ingênuo seu comentário, primeiro porque os cargos da República com grande poder de mando em geral são sim feitas por nomeações politicas, para se aparelhar uma instituição não é necessário um grande numero de funcionários, bastam um ou dois em cargos estratégicos. Segundo, um concursado pode sim ter ou vir a ter certas posições politicas, até mesmo como forma de se beneficiar na carreira pública. Logo, o receio dos jornalistas citados não é tão sem fundamento assim.

    Paixão politica também cega.

    Marcelo de Matos

    03 de setembro de 2010 às 11h02

    Collor nomeou o xerife Romeu Tuma Secretário da Receita Federal. Lula dá preferência a funcionários de carreira, como o atual Secretário. Assim, onde está o tal "aparelhamento" ou "instrumentalização". Lógico que na cabeça daqueles que dizem que o PT quer implantar uma república sindicalista.

    Servidor

    03 de setembro de 2010 às 12h26

    Gozado que os dois irmãos da Mônica são auditores da RFB e eles sabem muito bem que a instituição não foi aparelhada.

Felipe

03 de setembro de 2010 às 08h49

A cronologia da Bala de Prata, ou, a quebra de sigilo nasceu no ninho tucano http://bit.ly/cTg36Q
Interessante leitura.

Responder

Luiz Fernando

03 de setembro de 2010 às 08h37

Está caminhando um Golpe de Estado via STF tal como se deu em Honduras, esse é o novo modelo, vão tentar provocar o 2º turno caso não dê não vão deixar a Dilma tomar posse.

Responder

    Narsiza Batista

    03 de setembro de 2010 às 09h48

    Você me desculpe , mas você está vendo fantasma com o sol quente! Seria uma sandice alguma instituição tentar qualquer arremedo de golpe. Agora que eles estão soltando balões pra ver se pega , isto está! Você não viu a do Serra com os Militares? o pedido do Psdb junto ao STF? Acontece que que nada disto colou e nem vai colar. Está tudo perdido para este pessoal. O que nós eleitores devemos fazer é varrer de uma vez por todas estes TucanoDemos do mapa!

    Marcelo de Matos

    03 de setembro de 2010 às 10h08

    Getúlio Vargas utilizou-se do Plano Cohen como pretexto para implantar a ditadura do Estado Novo. Serra ainda não percebeu que não é Getúlio. É verdade que o Brasil é o país dos golpes: o general Lott teve de colocar as tropas nas ruas para garantir a posse de Juscelino Kubitschek. Depois tivemos os golpes contra Jânio, Jango e Collor. Agora o Zé Pedágio parece que está querendo manter a tradição.

Ivanah

03 de setembro de 2010 às 08h34

O Serra age como pessoa mal-acostumada, mimado. A sensação que tenho: ele está acostumado a agir assim nada democrático em SP; lá ele "manda e acontece" (ao seu bel-prazer), ELE é a lei, tá tudo dominado. Quer agir do mesmo modo no país, à revelia de quem quer que seja que pense diferente. A opinião da população ou de eleitores não contam, podem ficar inseguros quanto a um golpe contra a democracia; só conta a vontade dele…
A título de quê a Dilma ia querer perder votos, quebrando o sigilo de quem quer que fosse?
Agora ele quer porque quer, que a Dilma assine um atestado de burrice que ele tenta passar a ela…Ah, fala sério…

Responder

monge scéptico

03 de setembro de 2010 às 08h25

Novamente: os papeis da sra. filha do serra, não se prestam para denegrir imagem de ninguém.
Menos ainda a do sr serra que já é manchada. Esse caso é para a PF elucidar e pronto. O fogueteiro
serra, quer é ver o país pegar fogo, pois das vezes em que isso ocorreu o povo é quem se fud…..
digo deu mal e, a direita, pulou no cangote do citado explorando-o com arrochos salariais, desu-
-manos.Só assim um títere como zé maquete, poderia se dar bem. Já o mapa do chile em conluio
com o demônio, esfregaria as mãos de felicidade

Responder

boto - ssa

03 de setembro de 2010 às 07h44

acabei de ver o Bom Dia Brasil da Globo. quase um bloco inteiro sobre o tema (uma enormidade na televisão) e só uma frase curta sobre o arquivamento liminar da questão pelo TSE. até a agenda dos candidatos foi usada para explorar o tema.

que se confirme a surra em 03 de outubro, para que se enterre de vez essa figura canhestra de nossa política.

serra é o mais preparado para ser político (em seu sentido mais pejorativo) e não para ser um governante, um estadista. adota um discurso de 64, com técnicas de 89 e 06. lamentável.

queria ser getúlio; não será nem mesmo um lacerda…

Responder

Renan Costa

03 de setembro de 2010 às 07h14

"DIRETO AO ASSUNTO"

Quer saber algo sobre o assunto Quebra de Sigilo, assista o Cabo Eleitoral do PSDB, Jose Neumani Pinto, no SBT….

Responder

    Andre Diniz

    03 de setembro de 2010 às 09h28

    E o que esperar de um canal que já disse que "O Figueiredo é Coisa Nossa"?

IV Avatar

03 de setembro de 2010 às 05h50

O jeito tucano-demo de governar: muita muita mas muita roubalheira blindada pela mídia
Enquanto a mídia reforça a blindagem para esconder os podres de Serra, a PF desbarata a quadrilha tucano-demo do RS, é assim que esta gente governa: roubando. Tadinhos, eles não sabem mesmo lidar com a coisa pública.
Na foto, a grana da corrupção tucano-demo. Esta imagem você não vai ver no Jornal Nacional.

Novo escândalo atinge governo tucano no Rio Grande do Sul

Ação conjunta do Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul, do Ministério Público de Contas e da Polícia Federal aponta existência de uma quadrilha no interior do Banco do Estado do RS (Banrisul). A força tarefa constituída pelos três órgãos investiga a ação de uma suposta organização criminosa, integrada por um alto funcionário do banco, agências de publicidade e prestadores de serviços, que pode ter causado um prejuízo de mais de 10 milhões de reais nos últimos 18 meses. Três pessoas foram presas em flagrante por peculato e lavagem de dinheiro. A PF encontrou em suas residências e empresas cerca de R$ 2 milhões sem origem identificada (foto).

Marco Aurélio Weissheimer

A Polícia Federal, o Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul e o Ministério Público de Contas deflagaram nesta quinta-feira (2) a Operação Mercari que apura possíveis desvios de recursos da área de marketing com prejuízo para o Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul). O nome da operação, Mercari, vem do latim: “comprar para vender”, “comércio”. A força tarefa constituída pelos três órgãos investiga a ação de uma suposta organização criminosa, integrada por um alto funcionário do banco, agências de publicidade e prestadores de serviços, que pode ter causado um prejuízo de mais de 10 milhões de reais nos últimos 18 meses.

Segundo nota divulgada pela Superintendência da Polícia Federal no RS, “o esquema se daria através de superfaturamento na produção de ações de marketing contratadas junto a agências, as quais eram terceirizadas a empresas que, por sua vez, subcontratariam os reais executores dos serviços a preços muito menores do que aqueles cobrados do banco”.
Leia mais: http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMos

Responder

Arno Siebert

03 de setembro de 2010 às 01h23

Lembra do citado por, Ciro Gomes.
Isso explica.

Responder

Edmilson

03 de setembro de 2010 às 01h08

Dados do IR de 11,5 milhões de pessoas vazam da Receita

São Paulo (AF)
Nome, renda, endereço completo, atividade e outras informações das declarações de Imposto de Renda de 11,5 milhões de pessoas físicas e de empresas são sigilosas e estão protegidas pela Constituição, mas vazaram da Receita Federal e foram usadas e vendidas irregularmente por empresas de mala-direta paulistanas.

O vazamento, possivelmente o mais grave em toda a história do país, foi confirmado ontem por meio de laudos divulgados pelo Instituto de Criminalística de São Paulo. A perícia não aponta como os dados saíram do Fisco.

Entre as pessoas físicas, os peritos encontraram os nomes do presidente Fernando Henrique Cardoso, do governador de São Paulo, Mário Covas, e de um presidente do Supremo Tribunal Federal. O laudo não menciona o nome do atual presidente, ministro Carlos Velloso.

(Com cortes)

——————————————————————————–
Vale do Paraíba, sábado, 15 de abril de 2000
Copyright © O ValeParaibano 2000

Responder

Arno Siebert

03 de setembro de 2010 às 00h55

Valeu, Vamos entrar nessa LUTA, não dependemos mais da COISA.

Responder

neide guerra

03 de setembro de 2010 às 00h53

Nesse caso da filha de Serra você diz que petistas devem ser investigados, por quê? Porque são petistas. Qual o indício que leva a qualquer suspeita sobre eles a não ser as acusações ao vento do PSDB repercutidas por sua mídia. Criou-se no Brasil um comportamento corriqueiro entre os jornalistas brasileiros oriundos da classe média, que petistas e pobres no Brasil são cidadãos de segunda categoria que devem ser investigados em qualquer circunstância.
Para o PSDB e os ricos, quando é investigado mesmo culpado, quem se ferra é o policial, o procurador e o Juiz que se atreveu a mover a ação.
Quem tem que ser investigado nesse caso são as pessoas que até agora apareceram no crime ou se beneficiaram com ele, petista até agora só perdeu com essa brincadeira.
De que serviria o sigilo fiscal tucano ao PT. A mídia brasileira esconde seus crimes, imagine suas contas sigilosas por lei.

Responder

    Baixada Carioca

    03 de setembro de 2010 às 11h36

    Não acredito em perda eleitoral. Mas que isso causa um desgaste emocional, psicológico, sem dúvida! O tucano que mente pra caramba sabe o que está fazendo. Um desgaste psicológico, emocional, leva a vítima a cometer deslizes. É tudo o ele e o PIG quer.

Marco

03 de setembro de 2010 às 00h17

A pergunta que ninguém da velha imprensa faz: Por que o Governo ou a sua base aliada faria uma procuração falsificada para obter dados sigilosos em poder do próprio governo? Tipo assim: vc combina com o assaltante para que ele roube sua própria casa e que ele lhe entregue o produto do roubo. Genial, não? Vou aproveitar e comer uns pãezinhos de queijo….

Responder

Marcos

03 de setembro de 2010 às 00h09

TV´s são concessoes publicas e nao podem fazer favorecimento eleitoral SOB PENA DE PERDA DA CONCESSÃO.
Vejam este link com mais informações:
http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/09/0

Responder

Gerson Carneiro

03 de setembro de 2010 às 00h08

Sinceramente…
Eu prefiro a filha do Fábio Júnior.
Com a filha do Fábio Júnior eu quebro é tudo… não só o sigilo.

Responder

    Jota

    03 de setembro de 2010 às 02h04

    Apoiado!

Gerson Carneiro

02 de setembro de 2010 às 23h59

Nessa foto aí o Aecim tá falano: "Pô pará, guvernadô."

Responder

Pedro pereirria

02 de setembro de 2010 às 23h46

Alinhameto completo sem deixar espaço nenhum pra duvidas. Ate quando ele alivia, é so pra acusar depois.
Ate que gosto de vc como jornalista da antiga rede globo, texto simples bem feito, aparado conciso e acessivel,
Mas depois que vc entrou pro time, ficou parcial demais, da pra defende ideias e condutas de forma menos agressiva e com mais silogismo concretos.
Ate parece que vc usa o silogismo do corvo preto….

Responder

    keko

    03 de setembro de 2010 às 01h41

    Desde quando é crime apoiar um partido por meio de blogs??

    Crime é fazer isso através de concessões públicas, como o são o rádio e a tv

Baixada Carioca

02 de setembro de 2010 às 23h36

Eu também quero muito ver uma solução o quanto antes sobre isso e tenho convicção plena de que Dilma não tem absolutamente nada que ver com isso, e muito menos LULA.

Gostaria muito que os dados que o Amaury Jr. tem para o seu livro pudesse ser levado ao conhecimento de todos e penso que seria de grande contribuição para a democracia neste momento o aparecimento dos dados.

Penso também que a Polícia Federal precisa ouvir o tal contador o mais rápido possível. Se ele tem dados que podem contribuir para solucionar tudo isso, ele tem o dever de apresenta-los.

Responder

Ed.

02 de setembro de 2010 às 23h28

Para deter todos esses vazamentos, sugiro que a coligação "Brasil à Venda" providencie fraldas eleitorais.
Ou vão ficar cada vez mais ardidinhos…

Responder

Maria de Fátima

02 de setembro de 2010 às 23h16

Azenha e amigas e amigos,voces não sabem o que esta virando a eleição aqui em Minas Gerais.Estão fazendo o possível e o impossível para o anastasia ganhar.O prefeito de minha cidade enviou uma carta e uma cartilha com o que aecio e anastasia fizeram.Só que ele se esqueceu que o governo federal aplicou um monte de dinheiro aqui, e cadê as obras do governo federal.NADA ,aqui só quem fez foram aecio e anastasia o resto é o resto.

Responder

deliciosasinecura

02 de setembro de 2010 às 23h05

Ainda estou esperando para ver alguma dessas pessoas ultra implicadas ir em cana.

Responder

jorge

02 de setembro de 2010 às 22h58

Tá na cara que esse assunto, não passa de malandragem da turma tucana.
Deixemos eles aprontando essa baboseiras, que a queda vai ser ainda maior.
Cuidado quem tá em baixo que o Serra tá caindo, saiam todos que lá vem Mer..

Responder

    Narsiza Batista

    03 de setembro de 2010 às 09h59

    Vem cá, meu irmão! Se este cidadão que foi lá na Receita com uma Procuração falsa é Serra então tá explicado. É a Polícia Federal meté-lo em cana que ele geme e conta tudo. Ele tem 5 Cpfs , então deve ser um trambiqueiro de primeira. Esta conversa que a filha doi Serra não tinha firma registrada no cartório também não cola! Este titular do Cartório está envolvido até o pescoço. A Polícia Federal está ai é pra isso mesmo. Bota este pessoal tudo em cana que eles contam a verdade.

Ed.

02 de setembro de 2010 às 22h49

Só sei que com essa confusão toda, a Regina Duarte está morta de medo, tadinha…

Responder

Arnaldo Costa

02 de setembro de 2010 às 22h43

Trata-se de mais uma manobra demotucana, entre tantas, com o apoio do PIG, que mostra a falta de caráter e a forma de fazer politicagem dessa turma. Essa patacoada quase deu certo uma vez, mas já estamos vacinados. O mais engraçado é que o discurso dessa imprensa marrom é oportunista e muda conforme a conveniência. Ninguém mais discute propostas e não se fala mais do baixíssimo nível da campanha do Serra. CANSAMOS DE SER ENGANADOS. P.S.: Temos que lembrar que essas supostas quebras de sigilo, aconteceram em outubro de 2009. Muito oportunista essa divulgação só agora. A filha do Zé Serra comprou dados da receita. Como o PIG faz, entendam como quiserem.
P.S.: A batata de Aécio e Arruda estão assando…

Responder

    Arno Siebert

    03 de setembro de 2010 às 00h51

    Arnaldo, Você esta certo. PS.: Quem era a Dilma em SETEMBRO de 2009??????????????.
    Entendo que a Gerra na ÉPOCA, era dentro do próprio (PFL-PSDB-DEM), ou seja QUADRILHA DO SERRA, (PFL-PSDB-DEM). sERRA x Aecio.
    A armação no mínimo é cômica, PFL(DEM) PSDB, Nunca MAIS.
    Para um Brasil cada vez melhor.

Arnaldo Costa

02 de setembro de 2010 às 22h42

Não podemos baixar a guarda. Para toda ação, deve haver uma reação. A ênfase das palavras é para tentar promover um equilíbrio de forças, atualmente tão desproporcionais. De um lado o PIG, a imprensa vendida e dominada apoiada pela extrema direita radical de politiqueiros de carteirinha, que já provaram que são capazes de tudo. Do outro lado a sociedade, que luta pelo fim dos new coronéis, das oligarquias, dessa politicagem suja, e contra todo tipo de pensamento retrogrado. Com ideais de justiça, igualdade e fraternidade. Atualmente em um país democrático, com parte da imprensa censurada pelos demotucanos e com partidos sem moral e totalmente intransigentes, temos que agir com a mesma força. Não ao golpe, não aos atentados contra a democracia. Por uma sociedade mais justa, igualitária e evoluída. Lutaremos por isso, da forma que for, doa a quem doer.

Responder

Ed.

02 de setembro de 2010 às 22h38

A maldição da gerações empresariais:
Dizem que nas empresas familiares, o fundador (geração I) constrói, os filhos (geração II) usufruem e os netos (geração III) destroem… (ou acabam de destruir).
No PIG, temos: Civita Kid, Marinho Kid, Frias Kid e Mesquita Kid…
Brilhantemente, a segunda geração já se antecipa à terceira…

Responder

Cibele Vrcibradic

02 de setembro de 2010 às 22h36

Interessante… Ninguém acusou a Marina de estar por trás do vasamento das informações sigilosas! Afinal ela também é parte interessada nessa eleição. Ela que ir para o 2º turno e está nos calcanhares de serra. Joga um contra o outro e, na dúvida ,quem sabe ela sobe? Não acusam a Marina porque não interessa.
Olhando a figura patética de serra,me vem a lembrança de Lawrence Olivier interpretando Ricardo III. Depois de tantas conspirações essa tragédia psdbesta ainda vai acabar com com serra gritando;" Minha presidência pela prefeitura de Poá!"

Responder

Carmen Pires

02 de setembro de 2010 às 22h29

Seu Azenha, se os artigos que a mídia coligada com Serra servem para embasar a "justiça" no futuro, estes artigos como o que o sr. escreve também ficarão. Serra é uma imagem que se desmancha no ar a cada dia. Num breve futuro, nem a mídia coligada o mostrará mais

Responder

Eugênio

02 de setembro de 2010 às 22h09

Bom, já que você perguntou… EU acho que a mídia vai continuar a mesma, quando ao Drº Fernando Correa, só perguntando ao coroné…

Matéria delícia Azenha, eu te dar os parabéns seria uma redundância.

Azenha, meu nobre, não vamos esquecer a matéria abaixo, ela é antiga, é recente, é hoje, ontem e amanhã. Parece até uma "Crônica De Uma Morte Anunciada", uma novela da Janete…

12 de junho de 2010

"Você não está vendo que é minha última oportunidade?"

Durante encontro a sós numa madrugada de março, o então governador José Serra usou com Aécio Neves o argumento que mostra sua obstinação em buscar a Presidência da República

PARTE:

Neste cenário, o que era para ser um jantar de autoridades no salão palaciano descambou para as ofensas em tom crescente, a ponto de Tasso apontar "a safadeza e a molecagem" do ministro, que agiria para prejudicá-lo. Bastou um "não é bem assim" de Aloysio para o bate-boca começar.

"Vocês jogam sujo!", devolveu Tasso.

"Vocês quem?", quis saber Aloysio.

"Você… o Serra… Vocês estão jogando sujo e eu estou saindo (da disputa presidencial) por causa de gente como você, que está me fodendo nesse governo", reagiu Tasso.

"Jogando sujo é a puta que o pariu", berrou Aloysio, já partindo para cima do governador.

Fora de controle e vermelho de raiva, Tasso chegou a arrancar o paletó e os dois armaram os punhos para distribuir os socos.
Foi preciso que um outro convidado ilustre para o jantar no Alvorada, o governador do Pará, Almir Gabriel, entrasse do meio dos dois, com as mãos para cima, apartando a briga.

Fernando Henrique, estupefato, pedia calma.
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,voce-

EU ACHO UMA MARAVILHA DE REPORTAGEM,

Você conhece a Christiane Samarco??

P.S. Você não postou meu vídeo!!

Responder

Alessandro

02 de setembro de 2010 às 22h02

Este é o momento de dar um "ROTUNDO NÃO" a toda a corja do psdb, dem e pps, aliados e incentivadores de primeira hora e de sempre dessa Serra! Quem não é contra, é a favor! Como todos os demais candidatos desses partidos não se manifestaram contra esse golpismo barato, então concordaram plenamente com isso, visando beneficiar-se caso o absurdo ocorresse! Portanto, além de covardes, são aproveitadores. Vamos varrer os candidatos a governador, senador e deputados (porque para presidente, já foi!) não para baixo do tapetão, mas para o aterro sanitário da história, de onde vai escorrer chorume em grande quantidade!

Responder

    Jota

    03 de setembro de 2010 às 02h14

    O Lula vai mandar o cartão do Bolsa Família pra essa turma! Que sorte!

luiz

02 de setembro de 2010 às 21h57

Acho que vcs estão levando muito a sério esse "escândalo". Um suposto crime. Ou melhor, uma intenção de crime, pois, ninguem teria sido ameaçado, pelo suposto dossiê.
Istoé, Veja, Época etc sempre divulgaram "contas secretas", "dados sigilosos", dados pessoais, sempre preservando as "fontes". Caros e caras, repercutir essa bobagem é o que essa turma quer!
Ah, vcs já perceberam que Aécio não fez nenhuma cara de escândalo? Ele sabe a origem de tudo…
Por que ele não faz acusações ao PT?

Responder

Claudio Ribeiro

02 de setembro de 2010 às 21h56

Creio que tanto a oposiçaõ quanto a imprensa consevadora travam a mesma batalha: cessar a perda constante de prestígio e apoio popular!
http://palavras-diversas.blogspot.com/2010/09/ser

Quanto a PF, a meu ver é imprevisível saber qual rumo dará, mas tem sempre algum delegado para vazar informações privilegiadas ao JN…Assim como tem muitos sérios delegados de olho no lance…

O fundo do poço é cada vez mais fundo para o desespero da oposição…

Responder

Leonel Bronstein

02 de setembro de 2010 às 21h46

Prezado Azenha,

sugiro que sejam encomendados dois artigos aos Professores Vanderlei Guilherme e Emir Sader, comentando com exemplos históricos e de outros países o significado da imprensa marrom (PIG) do ponto de vista político e sociológico e sua ameaça à democracia no Brasil.
Estes dois artigos poderiam ser disseminados pela internet no dia 7 de setembro por grupos de blogueiros que achem que a mídia não deve servir a interesses não democráticos.

Responder

Emanoel C Neto

02 de setembro de 2010 às 21h25

Por favor, procurem conversar com os funcionário da Receita e saber o que eles pensan dessa estoria, já conversei com um delegado aqui na PB, e a resposta dele foi a seguinte: O Serra não tem voto e está procurando um fato novo só que ele está mexendo com uma instituição muito grande que é a Receita Federal, ninguem ficou satisfeito.

Responder

    Heitor Rodrigues

    03 de setembro de 2010 às 13h05

    Ou seja, perdeu mais uma porrada de votos.

Jose Fernandes

02 de setembro de 2010 às 21h20

Boa noite, Azenha e leitores do blog.
Reproduzo aqui comentário que acabo de postar no blog tijolaço.

"É, no mínimo curioso como os dados investigados sempre vazam para a imprensa, que se defende alegando sigilo da fonte.
Entre acreditar que há vazamento das investigações dentro da própria Receita e a existência de uma rede de espionagem (arapongas) prestando serviços ao PIG, contratados diretamente por estes ou por políticos, fico com a segunda hipótese.
Uma investigação seria complicada pois sempre esbarraria no sigilo da fonte, ou seja, uma boa desculpa para acobertar escutas ilegais. Porém há que se criar mecanismos para ter um controle sobre isso. Do jeito que está, não dá!!! Polícia Federal neles!!!"

Responder

ruypenalva

02 de setembro de 2010 às 21h18

Nem sob tortura eu digo que foi o Aécio Neves. O ar de Mauá esta ficando cada dia mau ar.

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 22h06

    O Aécio não se daria a esse trabalho. Ele sabe que Serra é tão sujo, que cavaria sua própria cova. Como acabou por cavar.

    Baixada Carioca

    02 de setembro de 2010 às 23h40

    Jairo, tenho que concordar. Aécio não se daria a esse trabalho; encarregaria a outro.

    Jairo_Beraldo

    03 de setembro de 2010 às 09h01

    "A investigação sobre a violação do sigilo fiscal de Verônica, filha do candidato Serra, atribuída ao PT, pode revelar a surpresa de ter sido obra dos próprios tucanos. Na época, setembro de 2009, havia uma guerra interna pela indicação do PSDB para a disputa presidencial. Aliados de Aécio Neves atribuíam à turma de Serra a produção de dossiês contra o então governador de Minas. E vice-versa."(claudiohumberto.com.br). Claudio Humberto,é da matilha do Serra. Porque ele não manteria a tese de que foi o PT que fez tal sandice? Porque jogar na conta do Aécio?Não quero aliviar o Aécio.Só quero dizer, que cada vez mais,o cerco se fecha em Serra, como um mentor da farofada!Agora, vem com uma declaração igual a de Marconi Perigo,quando Lula veio a Goiás inaugurar a Perdigão, que Maguito Vilela(PMDB) trouxe para Rio Verde – "Eu avisei ao presidente sobre o que acontecia, o mensalão". Era uma tentaiva de tirar casquinha no Lula, prevendo um impeachment. Aliás, essa declaração do Serra, pode até avivar a memoria do povo goiano, que também ama Lula, e afetar a imagem do Perigo.

    Heitor Rodrigues

    03 de setembro de 2010 às 13h03

    Jairo, não podemos esquecer que o livro do Amaury Júnior, antes de ser um livro, foi uma investigação sobre as privatizações de FHC – à procura de êrros de Serra – para serem utlizados por Aécio na briga de foice no escuro que ocorreu dentro do PSDB pela indicação presidencial do partido. O pedido foi feito ao jornal O Estado de Minas, e a tarefa foi entregue ao Amaury, que trabalhava lá. Considerando as regras conhecidas do debate interno entre os tucanos, eu não duvido que Aécio tenha procurado outras munições para se defender de Serra.

    Jairo_Beraldo

    03 de setembro de 2010 às 17h16

    Sim, mas não com o amadorismo que foi feita a patuscada!

    Arno Siebert

    03 de setembro de 2010 às 00h58

    Lembrando Cirro Gomes.
    serra MATA a própria ………………………………………………………………………………………………………………………………………..(mae).

luiz

02 de setembro de 2010 às 21h18

AZENHA, socorro, me ajude a entender o caso (acho que vc e amigos consigam rastrear tudo pela net)
Porque os tais vazamentos somente foram anunciados agora? (Ja que são do ano passado pelo que ja li)
Quem os vazou e para quem e de que forma chegaram a imprensa (e quando)?
A Receita ja sabia destes vazamentos antes de vazarem a informação do vazamento das declarações?
Porque dizem que seria para prejudicar um candidato com suposto dossie, se esse dossie nunca foi visto?
Quem disse primeiro na imprensa (ou qualquer outro lugar) que tais vazamentos seriam para um dossie? (Talvez aqui esteja a resposta para tudo??? Se alguem diz isso é porque sabe de algo…)
Me responda somente essas questoes se não quebro o vaso….sanitario

Responder

José Tadeu

02 de setembro de 2010 às 21h11

Caro Azenha;

Você começa a desvendar todo este imbrolio, em setembro de 2009 era tucano contra tucano, não tenho a menor dúvida.

Espero que a PF aja com seriedade e urgência para desmascarar estes golpistas.O que preocupa é que a PF está nas mãos de simpatizantes ( Corea) dos tucanos.

O erro do Lula foi não ter mantido o honrado Dr Paulo Lacerda no comando da PF.

abraços

José Tadeu

Responder

    M Klimberger

    02 de setembro de 2010 às 21h51

    Você está certo José Tadeu. Em setembro não havia nenhuma articulação de campanha da Dilmao não ha. Era a fase de "desconstruir o Aécio" que crescia entre os tucanos fora de SP. Contra-informação pode levar a isso…

    Arno Siebert

    03 de setembro de 2010 às 01h18

    José Tadeu, moro no "sul" e já falei para todos o meu circulo de convivência (amigos?)
    A CULPA É DO LULA , QUE LIBEROU TODAS AS INVESTIGAÇÕES.
    ERA, FHC – Nenhuma CPI quanto custou??????????? ERA PROIBIDO INVESTIGAR
    ERA LULA – Lacerda estava liberado para investigar, "Resultado" Este governo que liberou as investigações foi tachado de corrupto.
    PS: MILICADA, SARNEY, e o grande FHC.
    Digo; Eu sou Admirador de INTELIGÊNCIA, FHC = 50, LULA= 250

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 22h07

    E a RF era gerida pela musa dos DEMo/tucanos Da. Lina. Lembram?

Arnaldo Costa

02 de setembro de 2010 às 21h11

Tanta baboseira. Esse é o governo mais integro da história. A imprensa retrograda e conservadora, que se auto entitulou da noite para o dia "invetigativa" (quando lhes é conveniente), fez de tudo para desmoralizá-lo, mas não conseguiu. Isso porque não há o que falar. Estamos evoluindo para uma sociedade mais justa, igualitária e humana. Politicagem demotucanallha, com a cumplicidade dessa imprensa marrom, NUNCA MAIS. CANSAMOS DE SER ENGANADOS.

Responder

Arnaldo Costa

02 de setembro de 2010 às 21h10

Caso haja tentativa de golpe, devemos mobilizar grupos estudantis, sindicatos, servidores públicos, jornalistas, blogosfera e empresários conscientes. Vamos lutar pela justiça, honrando a batalha da nossa sociedade pela democracia e o nome de várias pessoas que lutaram por isso, inclusive, e principalmente, o da DILMA e o do Lula!

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 22h08

    Temos que mobilizar a blogosfera a ficar atenta. Já temos poder de fogo para fazer um estrago fenomenal na tentativa de golpe da direita.

Arnaldo Costa

02 de setembro de 2010 às 21h10

Sinistro. Tenho medo. Há "sujeitos" que são capazes de tudo. Se olharmos a história da nossa extrema direita, temos que ficar atentos e podemos esperar qualquer coisa.
P.S.: Por acaso, ontem assisti um filme de mafiosos italianos que atuavam em NY e surgiu em meus pensamentos uma analogia com nossos personagens dos tabloides semanais, que estão incluídos no PIG, e também com os partidos da nossa direita(ex-PFL, ex-PDS) e seus coligados.

Responder

Arnaldo Costa

02 de setembro de 2010 às 21h09

Trata-se de mais uma manobra demotucana, entre tantas, com o apoio do PIG, que mostra a falta de caráter e a forma de fazer politicagem dessa turma. Essa patacoada quase deu certo uma vez, mas já estamos vacinados. O mais engraçado é que o discurso dessa imprensa marrom muda conforme a conveniência. Ninguém mais discute propostas e não se fala mais do baixíssimo nível da campanha do Serra. CANSAMOS DE SER ENGANADOS. Dilma no 1º turno.
P.S.: Temos que lembrar que essas supostas quebras de sigilo, aconteceram em outubro de 2009. Muito oportunista essa divulgação só agora. A filha do Zé Limão comprou dados da receita. Como o PIG faz, entendam como quiserem.

Responder

Leonardo

02 de setembro de 2010 às 21h06

Esta caso só teve ênfase por causa dos colunistas contrário a Democracia. O Serra só exista por causa da mídia.
Este assunto é um caso de polícia. O resto é golpismo.

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 22h09

    Tudo que Serra faz parte é golpismo. Nada de democracia.

Fabiano

02 de setembro de 2010 às 21h04

A sua pergunta é muito ingenua, é óbvio que a midia não vai agir de forma republiciana. Se por acaso encontrassem uma digital qq que viesse de Minas (nem acho que seja o caso), parariam imediatamente de falar no assunto. Isso é óbvio.

Responder

paulo chacon

02 de setembro de 2010 às 21h02

Tudo isto é armação do zé mentira serra.Ele passa com um trator por cima da mãe, se for preciso para ganhar uma eleição, como disse Ciro Gomes.BINGO. Passou por cima da própria filha. Este verme nào tem escrúpulo.

Responder

Rita

02 de setembro de 2010 às 21h00

Esse papo de quebra de sigilo já está sem graça. Aliás será que toda eleição vai haver alguma armação contra os "coitadinhos" do psdb?? Pobrezinhos estão sempre a mercê das falcatruas do malvado do PT. Nunca vi tanto cara de pau junto, esse serra deveria se envergonhar de ser tão falso. Enquanto o programa da Dilma é tão bonito com propostas, planos, imagens do povo brasileiro, o da oposição se resuma à baixaria, chega a dá nojo. Pois não acredito dejeito nenhum em nada que estásefalando por ai,o que me importa é que o Brasilmelhorou e quero essa continuidade.

Responder

easonnascimento

02 de setembro de 2010 às 20h49

Tudo caminha na direção do ninho tucano. A disputa Serra/Aécio para a vaga tucana na disputa pela presidência, vencida por Serra ainda não foi totalmente explicada. Tem coelho neste mato.
http://easonfn.wordpress.com

Responder

    M_Lucia

    02 de setembro de 2010 às 21h02

    Acho que nessa altura os coelhos já estão todos expostos. Só não vê quem não quer…

keko

02 de setembro de 2010 às 20h29

Isso aqui é desespero:
http://i51.tinypic.com/28spp2v.jpg

Responder

    Polengo

    03 de setembro de 2010 às 01h34

    Amigos para siempre!
    Meu Deus, o serra vai ter votação negativa…

keko

02 de setembro de 2010 às 20h28

Isso aqui é desespero http://pt-br.tinypic.com/r/28spp2v/7

Responder

Jairo_Beraldo

02 de setembro de 2010 às 20h26

A declaração que acabo de ver do DD. Eduardo Jorge no Jornal da Record, foi uma lição de como ser cínico, canalha e substimação da inteligencia alheia – " PORQUE NÃO FORAM AO CARTORIO PARA VER SE A PROCURAÇÃO NÃO ERA FALSA".

Como cantava Renato Russo….
"………….
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?"……..

Responder

Diogo Gustavo

02 de setembro de 2010 às 20h18

Pra mim está claro que foi ato interno entre os manda-chuvas do ninho tucano. Nada mais do que isso.

Responder

Well Costa

02 de setembro de 2010 às 20h07

Basta o psdbos……a ir na 25 de Março e comprar um cd com os dados do Brasil todo ate do Presidente Lula tem, ontem vi no jornal da Record, um sujeito vendendo cd com informações e dados de varias pessoas, inclusive do proprio delegado que o prendeu…"durma com barulho desse", isso é conversa pra boi dormir do psdbos….a mas não durmo não garoto.

Responder

    Maria 1

    02 de setembro de 2010 às 20h25

    Well, acho que fazem uma grande confusão com esses cds e com as violações de sigilo fiscal. Os cds contem tão somente dados de identificação (nome, cpf, endereço) e não declarações de bens e rendimentos. E esses dados (de identificação) constam de diversos cadastros que as pessoas fazem (bancário, comercial, imobiliário, etc.). Ou seja, os cds contem informações que podem ter diversas fontes.

    Edmilson

    03 de setembro de 2010 às 00h50

    Mas já foi noticiado no ano 2000 que investigação da Polícia Civil de São Paulo constatou que dados de 11,5 milhões de contribuintes teriam vazado da Receita (busca no Google). Tinha até os dados de FHC e Covas. Um dos vestígios eram os códigos de ocupação.

Gerson Carneiro

02 de setembro de 2010 às 19h47

Eu, leigo que sou, como telespectador, tenho a sensação de que estou diante de uma refeição pré preparada, que estava aguardando apenas a hora de ir ao microondas, e seria servida a um cliente meticulosamente selecionado, e oportuno.

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 20h43

    Só, cumpadi, que a referida refeição azedou, por ter ficado na geladeira, em vez de ter sido congelada. Capite?

    Gerson Carneiro

    02 de setembro de 2010 às 23h47

    É cumpadi… azedou e virou uma malmita.

    Jairo_Beraldo

    03 de setembro de 2010 às 08h12

    Qui tão quereno cumê com galfo.

Antonio Carlos

02 de setembro de 2010 às 19h46

Como é um crime podemos raciocionar da seguinte forma:
Quando ocorreu o fato? Na época quem tinha interesse nesse tipo de informacao?
Para mim é claro que o interessado era Aecio Neves.
Qual o interesse do PT se era mais fácil acessar os dados internamente? Nao consigo ver nenhuma ligacao do PT com este ato de bandidagem e sobram tres alternativas
1. Aécio Neves para se defender de Serra (Pó Aécio e Juca Kfouri sobre o tapa)
2. José Serra (está no seu DNA a utilizacao de dossie – aprendeu com Dantas)
3. Bandidos que vendem dados sigilosos para algum interesse que nao fosse político.
A minha escolha é opcao 2, Aécio nao seria tao imbecil.

Responder

Orsola Ronzoni

02 de setembro de 2010 às 19h22

Tomara Azenha que tudo fique esclarecido antes do primeiro turno e que os responsáveis sejam exemplarmente punidos.
Mas cá entre nós, que artigo tendencioso, não? Fazer insinuações subliminares que pode ter sido Aécio Neves o mentor da quebra de sigilo, é no mínimo contribuir para espalhar a confusão, um desserviço.
As mentiras até agora perpetradas pela cúpula governista apontam apenas em uma única direção. Primeiro falou-se que a própria Verônica havia solicitado a quebra do seu sigilo. Romero Jucá, mesmo sabendo que a tal procuração era mais falsa que nota de R$3,00 veio a público para afirmar que a Receita apresentaria provas da solicitação de Verônica. Plantou a mentira e a deixou circulando um dia inteiro. Só no final da tarde é que o governo “reconheceu” que a procuração era falsa. E as declarações de Cartaxo para a imprensa? Nossa que raciocínio brilhante e argumentação clara e cristalina!

Responder

Zezinho

02 de setembro de 2010 às 19h11

Azenha,

O que o candidato Serra vem dizendo a respeito da Receita Federal chega a ser revoltante. É desespero eu sei, mas não poderia acusar desta forma um órgão inteiro da importância de uma Receita Federal por causa dos desmandos de alguns de seus funcionários. Sou funcionário da Receita e posso dar o meu depoimento. São dois casos distintos, a meu ver, que aconteceram lá em Mauá. No caso da filha do Serra, não houve erro da Receita, a funcionária que recepcionou o formulário não tinha condições de saber, durante o atendimento, que o documento era "frio". Dezenas de formulários iguais a esse são recepcionados, diariamente, em todos os locais de atendimento. A funcionária, com certeza, sequer responderá a processo interno, uma vez que apenas seguiu as regras internas. Nenhum outro funcionário de qualquer outro órgão, público ou privado, rejeitaria aquele formulário alegando falsidade. Quando a falsificação é bem feita, só uma perícia pode detectar. O que deve ser apurado, neste caso, é, quem fez a falsificação e com que objetivo. A investigação deve ser realizada fora da Receita, portanto.
Já sobre os outros casos de quebra de sigilo efetuados na mesma agência( parece que são mais de 140 casos, e não apenas contra o pessoal do PSDB como a imprensa fica repetindo), está me parecendo que houve, realmente, desvio de conduta de alguns funcionários. É preciso aprofundar as investigações até se chegar aos receptores das informações, o que será feito, com certeza, pela PF e os outros órgãos envolvidos na apuração.

Responder

João Dorneles

02 de setembro de 2010 às 19h09

Devido a falta de compromisso da direita brasileira e da grande mídia com a inclusão digital, bem como, com a difusão dos softwares livres em nosso país, consideramos o trabalho desenvolvido aqui neste espaço e em alguns outros de suma importância para o fim definitivo da alienação promovida pela grande mídia e imposta ao povo brasileiro, em nossa história recente. Em razão disso, resolvemos dar a nossa pequena e humilde contribuição, colocando em nosso sítio, links definitivos para espaços como este, com o escopo de oferecer aos nossos usuários locais onde poderão encontrar um contraponto à todas as manipulações promovidas diariamente pelos grandes meios de comunicação. http://livre.wiki.br

Responder

Nerso

02 de setembro de 2010 às 19h07

Mórreu!
http://www.tijolaco.com/24904

Próximo factóide por favor…

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 20h45

    Eu acho que o setor de criação do ALI KAMEL, está desativado. Da FSP, desenganado. Da Veja, interdidato por vazão dos dejetos de esgoto. Tá mal, o PIG.

Fred Oliva

02 de setembro de 2010 às 18h55

Azenha, na boa… é um desabafo…

Acho que temos culpa por isso que estamos passando. De vermos a forma cínica e desinibida com que tanto o candidato Serra quanto este conglomerado midiático golpista trabalham contra a democracia brasileira.

Sinceramente; a paciência, depois de um determinado limite, deixa de ser uma virtude. Eles tem que começar a sentir um pouco de medo das nossas reações. Que nos respeitem e que se, ainda assim, quiserem conspirar que o façam de modo minimamente inteligente.

Essa palhaçada em torno da filha de Serra é uma pantomina rasteira, mal elaborada e mal ensaiada. Uma afronta ao eleitor brasileiro. É hora de começarmos a pensar em reagir a isso. E não pode demorar muito…

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 19h01

    Para isso, Fred, é necessário que estejamos unidos. Infelizmente, neste espaço e outros blogueiros/comentaristas, querem que até nós, que somos assíduoas freuqntadores, sejamos intimamente ligados aos seus pensamentos e ideologia. Para vencer uma batalha e a guerra, é necessário unidade. Pequenas divergencias há em todo lugar, mas não se deve mostra-las durante a batalha. O dia que entenderem isso, seremos imbatíveis. Como fora o PIG outrora!

    rafaela buonarrotti

    02 de setembro de 2010 às 22h11

    Já estamos incomodando… a blogosfera cresce diariamente. A reação da direita golpista está aí: "blogs sujos", eles dizem! Não nos calarão. A rede não tem limites. Durma com um barulho desse!!

    Rogerio Martins

    02 de setembro de 2010 às 19h18

    Concordo com você! Acho que a população brasileira tem agido com muita condescendência e permissiva demais!

    Maria 1

    02 de setembro de 2010 às 19h36

    Calma, gente. Não se desmonta esquemas seculares no sopetão. Quem age à margem da lei é veloz. Quem investiga cumpre ritos, não pode ser tão célere quanto gostaríamos. E ainda temos um enorme gargalo que se chama Justiça, sobretudo quando o banditismo é do andar de cima.

    Ed.

    02 de setembro de 2010 às 22h45

    Maria, vc sabe das coisas…

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 20h46

    Penso que não estão nem aí, com o que o Serra fala. Querem é a mulé do Lula lá!

    Helcid

    02 de setembro de 2010 às 19h21

    … Fred, assim como você, também estou indignado com a baixaria por parte da oposição !! A atitude deste "elemento" (para mim, não é digno de ser chamado de "candidato") reflete o desespero de quem reconhece que seu tempo está acabando e que o sonho definitivamente não será realizado. Resta a alternativa do golpe para manchar definitivamente sua biografia !

    … e acredito firmemente que estamos assistindo o momento histórico do sepultamento da direita raivosa brasileira que marcha para a cova junto com seu eterno "presidente eleito"…

    Fred Olivao

    02 de setembro de 2010 às 21h25

    E o sobrenome da filha dele é Allende Serra… Um paradoxo que deve estar fazendo o inesquecível Salvador, assassinado por gente que Serra agora frequenta, dar piruetas no caixão.

    Heitor Rodrigues

    03 de setembro de 2010 às 12h35

    Se o Serra é capaz de passar com um trator em cima da própria mãe, imagina o que êle não faria com o sogro?

    Baixada Carioca

    02 de setembro de 2010 às 23h38

    O que mais me espanta é a conivencia de pai, mãe e a tal Verônica. Todos demonstram assim uma falta de caráter sem igual.

    Jairo_Beraldo

    03 de setembro de 2010 às 08h18

    Algum dia voce viu esta particularidade no pai, Baixada Carioca? Somos o espelho de nossos genitores.

Antonio

02 de setembro de 2010 às 18h39

O sujeito é orelhudo e está desesperado.

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 19h01

    Não substime um louco. Isso é perigoso.

Doutor Natas

02 de setembro de 2010 às 18h23

Manas e manos,

Evidentemente, os manos tucanos acharam que a espuma que saía de suas bocas iria dar liga aos seus pifios argumentos…

Apesar disso, sempre alertas! Afinal, como disse alguém, contra flatos (nas suas várias acepções) não há argumentos….

http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/notic

Responder

edu marcondes

02 de setembro de 2010 às 18h18

Setembro está virando o mês do Golpe Branco: Plano Cohen (1937); Carta Brandi (1955); Aloprados (2006); Sigilos (2010).
Esqueci algum?

Responder

    Jorge Nunes

    02 de setembro de 2010 às 23h53

    Golpe que derrubou Allende no Chile foi em setembro (incrivelmente em 11 de setembro).

    Edmilson

    03 de setembro de 2010 às 01h01

    (Complementando o anterior) E ainda vai para os EUA casado com uma sobrinha do presidente chileno deposto…

    Henderson Sousa

    03 de setembro de 2010 às 13h16

    Ir à justiça contra infrações que tentaram sujar a imagem da filha do Serra é golpe?

    O que deveria ser feito então? Apelar para a luta armada? Sequestrar embaixador?

    Só neste país que ir à justiça é considerado golpe.

    Palhaçada.

Pereira

02 de setembro de 2010 às 18h15

Só sei de uma coisa, o presidente é Lula com uma canetada, resolve os problemas dessa direita fajuta, feixa a globo o congresso e o resto da imprensa inresponsável, ele já disse que pode fazer miséria, a barba do Lula só esta branca, mas os sonhos socialista sera que já acabaram, e nós iremos as ruas para lhes dá apoio.

Responder

    Maria 1

    02 de setembro de 2010 às 20h10

    Isto, Pereira, o Presidente Lula, graças a Deus, jamais faria. Ele é um democrata, não um ditador.

    Ed.

    02 de setembro de 2010 às 22h46

    Maria (um ou primeira?), vc sabe das coisas mesmo…

claudio dutra

02 de setembro de 2010 às 18h14 Responder

Eduardo Guimarães

02 de setembro de 2010 às 18h13

Há três hipóteses sobre esse caso:

1 – O PT vazou os dados para prejudicar Serra
2 – O PSDB vazou os dados para culpar Dilma
3 – Algum criminoso apolítico vazou os dados das 140 pessoas

Qualquer escolha de uma das 3 hipóteses, neste momento, é pura leviandade dada a total ausência de indícios incriminadores.

Quem aponta uma alternativa dizendo estar certo de que é a verdadeira, pode estar envolvido com a realmente verdadeira, que será outra

Responder

    sergio pinto

    02 de setembro de 2010 às 18h28

    Eduardo,

    Acho que a alternativa 01 está incompleta – quem vazou o que, para quem?

    Jairo_Beraldo

    02 de setembro de 2010 às 19h04

    E porque o PT iria falsificar uma suposata procuração, já que estão com o poder federal na mão? E PORQUE ninguém mais se lembra da musa dos DEMo/tucanos na RECEITA, a Sra. Lina? Se não me engano, a patuscada fora feita em sua gestão na RF.

    Maria 1

    02 de setembro de 2010 às 20h15

    Tem razão, Jairo. Querem a cabeça do Cartaxo, mas à época, se não estamos enganados, quem comandava a Receita era a Sra. Lina. No mais, chama atenção que essa explosão de vazamentos parece ocorrer somente em São Paulo. Ou não?

    Gerson Carneiro

    02 de setembro de 2010 às 19h32

    Sobre a hipótese número 1:
    a) Em qual momento o PT teria vazado os dados?(visto que, principalmente, na atual situação isto em nada favoreceria Dilma).
    b) Por que o PT contaria com um esquema tosco de enviar até o balcão de um posto da Receita Federal, um suposto procurador da filha do Serra, com documentação duvidosa, sendo que poderia em tese obter os dados de forma menos primária e perigosa?

    Sobre a hipótese 2:
    a) Por que a demora em emergir o fato visto que teria ocorrido em setembro de 2009?
    b) Quando, como, e através de quem, a filha do Serra se deu conta do vazamento dos dados?
    c) Se fosse um outro candidato, que não a Dilma, que estivesse na posição atual da Dilma nessa corrida eleitoral, o Serra, ainda assim, acusaria a Dilma, ou o outro candidato e o outro partido?
    d) Qual a fundamentação da acusação do Serra? Por que o Serra não exibe provas, uma vez em que se mostra convicto da autoria do delito?

    Ed.

    02 de setembro de 2010 às 22h48

    Nesses dossiês, só vazam os vazamentos…
    Nunca vazam os dados…

    Heitor Rodrigues

    03 de setembro de 2010 às 12h24

    Edu, entre as três hipóteses fomuladas, eu fico com a última frase do comentário.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding