VIOMUNDO

Diário da Resistência


Vermelho: Matarazzo indiciado por propina da Alstom
Denúncias

Vermelho: Matarazzo indiciado por propina da Alstom


06/08/2013 - 11h16

6 DE AGOSTO DE 2013 – 9H17

Vereador tucano Matarazzo é indiciado por corrupção passiva

do Vermelho

A Polícia Federal indiciou o vereador de São Paulo Andrea Matarazzo (PSDB) por considerar que ele recebeu propina do grupo francês Alstom quando foi secretário estadual de Energia, em 1998.

A PF investigou negócios da Alstom com o governo de São Paulo entre 1995 e 2003, período em que o estado foi governado por sucessivas administrações tucanas – Mário Covas (1995-2001) e Geraldo Alckmin (2001-2006).

O trabalho da polícia se baseou em informações obtidas inicialmente pelo Ministério Público da Suíça. O inquérito foi concluído em agosto do ano passado e está desde então à espera de um parecer do Ministério Público Federal.

No relatório final do inquérito, o delegado Milton Fornazari Junior cita como evidência para indiciar Matarazzo uma troca de mensagens de 1997 em que executivos da Alstom discutiriam o pagamento de vantagens para o PSDB, a Secretaria de Energia e o Tribunal de Contas.

Embora seu nome não seja mencionado como destinatário de pagamentos, a polícia concluiu que ele foi um dos beneficiados por causa da posição que ocupava na época de um dos contratos da Alstom. Matarazzo foi secretário por oito meses em 1998.

A PF indiciou Matarazzo por suspeita de corrupção passiva. O procurador Rodrigo de Grandis, que está com o inquérito há um ano, disse à Folha que não poderia se pronunciar sobre o processo porque ele corre sob sigilo.

Segundo Fornazari, a mensagem que incriminaria Matarazzo se refere a um contrato de R$ 72 milhões para fornecimento de equipamentos para a EPTE, empresa que era controlada pelo Estado e que mais tarde foi privatizada.

Além de Andrea Matarazzo, a Polícia Federal também indiciou dois executivos da Alstom no Brasil e dois ex-dirigentes da EPTE que participaram das negociações do contrato, Eduardo José Bernini e Henrique Fingermann.

“Ainda que não haja provas de eles terem recebido valores em espécie, está devidamente comprovado nos autos que foram eles, em última instância, que possibilitaram o sucesso da implementação [do contrato]”, afirma o relatório do delegado Fornazari.

Arquivamento da investigação

Por meio de nota, vereador tucano de São Paulo Andrea Matarazzo afirmou que nunca teve “conhecimento nem houve qualquer discussão” sobre o contrato no período em que foi secretário de Energia, entre janeiro e agosto de 1998. O vereador disse que seus advogados já pediram o arquivamento da investigação.

A advogada Carla Domenico disse que os ex-dirigentes da EPTE Eduardo José Bernini e Henrique Fingermann não cometeram irregularidades e foram acusados em razão das funções que tinham. O advogado da Alstom do Brasil Roberto Lopes Telhada afirmou que os executivos da empresa no país não cometeram ilegalidades.

Fonte: Folha de S.Paulo

Leia também:

Helena Chagas diz que governo desconcentra verbas publicitárias

Miguel do Rosário: Globo cobrada em R$ 615 milhões por sonegação 

Altercom: Relatório da Secom comprova concentração de verbas

Pimenta cobra; Secom diz que faz mídia “técnica”; Globo recebeu R$ 5,86 bi

Renato Rovai: A chamada mídia técnica versus a qualidade democrática

Venício Lima: Por que o governo deve apoiar a mídia alternativa

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



52 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marcolino: Incêndio em Itu foi criminoso; esquema de corrupção em SP é mais amplo que o noticiado; FHC deve apoiar CPI - Viomundo - O que você não vê na mídia

09 de agosto de 2013 às 19h30

[…] do Tribunal de Contas do Estado; Andrea Matarazzo, ex-secretário de Energia, hoje vereador, cujo indiciamento foi sugerido pela Polícia Federal; e José Luiz Portella, que foi secretário-executivo do Ministério dos Transportes sob Fernando […]

Responder

JOTACE

07 de agosto de 2013 às 18h12

JOAQUIM BARBOSA E SEU
APARTAMENTO DE MIAMI

Desculpem-me pelo tema que, aliás, não está tão fora de pauta. Trata-se de uma excelente declaração do Presidente da Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho), Sr. Paulo Luiz Schmidt, publicada hoje, 7 de agosto, pela UOL sob o título “Magistratura questiona declarações de Joaquim Barbosa à imprensa”. Ainda que pouco comum para os tempos atuais, a magnífica declaração traduz o sentimento da maioria do povo brasileiro ao objetar o comportamento de desrespeito às Leis para benefício próprio até mesmo por parte de intocáveis vestais do Supremo Tribunal Federal.

Responder

alessandro

07 de agosto de 2013 às 07h52

“A advogada Carla Domenico disse que os ex-dirigentes da EPTE Eduardo José Bernini e Henrique Fingermann não cometeram irregularidades e foram acusados em razão das funções que tinham”.

A isso dá-se o nome de domínio do fato, certo?

Responder

Romanelli

07 de agosto de 2013 às 07h36

MOBILIDADE ou morbilidade ?

e o prêmio FRAMBOESA de plástico vai para ?

1. Pra turma que quer criar “praças de convívio” em ao menos DUAS de cada conjunto de VAGAS da Zona Azul de SP ? ..isso mesmo, vc entendeu muito bem, praças públicas no meio fio em duas vagas de conjunto de CARROS estacionados ..isso com direito a banco tb.

2. Pros gênios que desenvolveram a “ciclovia” junto do meio fio em MOEMA, isso enquanto os carros ficavam estacionados no meio da rua ?

3. pros técnicos da CET – HADDAD que estão tentando fazer com que os SEIS MILHÕES de veículos de SP que já não cabiam nas “médias” 3 faixas de rolamento, eles que agora tentam contê-los em menos 1/3 ?

4. Talvez pros “administradores” públicos que estão gastando MILHÕES dos cofres públicos com a compra de relógios de rua alegando em campanha que “aquilo” é pra população não perder a hora ?

VEM cá, me explica, se os ÔNIBUS de SP já eram INSUFICIENTES, se já estão LOTADOS e IMUNDOS, desconfortáveis, barulhentos, tensos, altamente poluentes e CAROS (aliás, muito mais caro por KM rodado do que a relação KM/carro/usuário; imagine então pra família inteira ?), será mesmo que em SÓ se facilitando a circulação deles a população que hoje usa automóvel, passará a adotá-los ? ..e de bom grado ?

HADDAD meu lindo, não se esqueça da TOPOGRAFIA, e de que atrás de cada carro desta cidade existem ao menos DOIS usuários ..ou 4 milhões de eleitores se preferir ..então, acho bom não arrumar encrenca com quem apenas esta pedindo e necessitando de AJUDA também.

PELAMORDEDEUS gente, a solução pra SP não esta nestas faixas mambembes, nem nos IMPROVISOS que nos cobrarão da incompetência mais lá na frente, muito menos nos trens QUE nunca CHEGAM, ou que quando chegam, já chegam em número insuficiente, mas sim, no mínimo, nos VLTs suspensos que passariam pelos canteiros centrais dos principais corredores já abertos (com menos transtorno, menos desapropriações, e mais baratos tb), estes corredores que JAMAIS serão servidos por METRÔ, e que podem muito bem fazer a ligação da população que viria de ônibus/carros, ou de garagens PÚBLICAS estrategicamente localizadas.

Responder

Fabio Nogueira

07 de agosto de 2013 às 01h26

Segundo o Estadão, o PT na câmara de SP está saindo em defesa de Matarazzo. É isso mesmo?
http://blogs.estadao.com.br/diego-zanchetta/lider-do-pt-sai-em-defesa-de-matarazzo/

Responder

Fabio Nogueira

07 de agosto de 2013 às 01h02

Esse Andréa Matarazzo é aquele que acha que morador de rua é sujeira a ser jogada no lixo, mas sua ficha é mais suja que o cagódromo da Cracolândia.

Responder

Tiago Tobias

06 de agosto de 2013 às 22h39

Eu e a minha mulher somos professores aqui no Estado de SP. O Estado mais “rico” paga um salário de fome a nós professores. Esses dias, estávamos conversando sobre isso e tentei convencê-la de que o pesadelo está acabando, que em breve o PSDB sairá do governo.

O propinoduto é o início do velório tucano, porém, o corpo já fede há tempos…

Responder

    zé alipio

    06 de agosto de 2013 às 22h58

    é fato que votarei no pt se ele tiver chance de derrubar os tucanos. porém não nutro esperanças de que o pt vai mudar essa situação, basta ver o governo municipal

    Lagrange

    07 de agosto de 2013 às 00h07

    Zé, entendo sua pressa mas não cometa injustiça. Que tal um pouco de paciência com quem está entrando depois de todo o desmando?

    Renato Pereira

    07 de agosto de 2013 às 07h57

    Poxa irmão, não podemos fechar os olhos e dizer amém ao PT. Mas o PT assumiu a prefeitura em janeira, mal completamos 7 meses de uma longa gestão Serra-Kassab, né?

pierre

06 de agosto de 2013 às 21h24

O que está preocupando o PSDB e a Globo, neste momento, não é o propinoduto e nem a sonegação de impostos, até porque corrupção e sonegação, praticadas por poderosos, não constrangem e nem dá cadeia. Entretanto, esta realidade pode ser mudada pela Presidenta Dilma nos próximos dias. Daí a grande preocupação que deve estar tirando o sono e o bom humor das pessoas envolvidas. Eles não conhecem a carta que será colocada na mesa. Esta carta é a pessoa que será indicada, pela Presidenta, para presidir a PGR. Numa altura dessas, não ter a certeza do amparo e acobertamento da PGR causa até calafrios. E aja relaxantes e soníferos!

Responder

pierre

06 de agosto de 2013 às 20h35

O que está preocupando o PSDB e a Globo não é o propinoduto e nem a sonegação de impostos, até porque corrupção e sonegação, praticadas por poderosos, não constrange e nem dá cadeia. O que realmente está trazendo grande stress

Responder

    Mário SF Alves

    06 de agosto de 2013 às 21h10

    E aí, Pierre, cadê o resto? Não vá dizer que a coisa dessa vez fica só no stress, não é?

    pierre

    06 de agosto de 2013 às 22h15

    Prezado Mário foi apenas um erro de digitação. Vide comentário completo acima. Grato pelo puxão de orelha.

Regina Braga

06 de agosto de 2013 às 20h35

kkkkkkkkkkk…Xoque de Jestão, dos demotucanos, é meter a mão no dinheiro do povo.Vão ter que mudar o tucano pelas sanguessugas.

Responder

José X.

06 de agosto de 2013 às 19h39

Não vai dar em nada. Se bobear, ele ainda ganha algum tipo de indenização. Tem que reformar o judiciário e o ministério público no Brasil. Enquanto isso não for feito esse pessoal vai continuar ganhando fortunas (além dos altos salários, “auxílio alimentação”, “auxílio moradia”, etc etc) pra prejudicar o Brasil.

Responder

    Noé

    07 de agosto de 2013 às 09h52

    Mas o Lula já reformou o judiciário, nomeando o Barbosão e o Gurgel. kkkkk

Gerson Carneiro

06 de agosto de 2013 às 19h11

Andrea Matarazzo, o “Conde”.

Responder

    Romanelli

    07 de agosto de 2013 às 07h43

    é, ele mesmo, o primo do Eduardo e da Marta

souza

06 de agosto de 2013 às 18h06

onde tem tucano de alta plumagem tem maracutaia.

Responder

Rubens

06 de agosto de 2013 às 16h40

Citando a “reportagem”: “O procurador Rodrigo de Grandis, que está com o inquérito há um ano, disse à Folha que não poderia se pronunciar sobre o processo porque ele corre sob sigilo.”
É muito sigilo para mim! Vim da página “Falando Verdades” para esta “viomundo” que cita “do vermelho” … KKKKKK!
Nenhuma das páginas nem as notícias devem ser reais…
Mudem a classificação para “Humor”…

Responder

    Romanelli

    07 de agosto de 2013 às 07h47

    não vejo a hora da POLICIA FEDERAL entrar no caso e chamar uma CPI

    ..ups, brincadeirinha ..melhor mesmo é o caso continuar a ser TOCADO e desvendado por estrangeiros ..pq queiramos ou não, a nossa sociedade (que escolhe e empoça condescendentemente esta camarilha)não esta preparada ainda pra limpar as mãos não

manoel

06 de agosto de 2013 às 16h38

Ainda acho cedo para comemoração da isenção do MP, e muito mais cedo ainda, de achar que o PIG dá ponto sem nó. Tem coisa aí…….Não esqueçam que o millenium existe e com muita verba para elocubrações.
Quem de direito, fique atento e vigilante.

Responder

renato

06 de agosto de 2013 às 16h27

Uma coisa é verdade, esta turma de todos, não metem a mão em 50 reais,
já vão mergulhando em milhÕes…
É aquela maxima, se for por pouco não se arrisque.

Responder

Sagarana

06 de agosto de 2013 às 15h20

No dia que virar réu me avisem.

Responder

ricardo silveira

06 de agosto de 2013 às 14h56

Como não sei a influência do MPF sobre o MPE fico com a impressão, por só conhecer o primeiro em razão do que vi no “mensalão”, no comportamento em relação ao caso Veja/Cachoeira e em relação à sonegação da Globo, que a coisa está sendo feita para limpar o nome de todos os peessedebistas envolvidos.

Responder

Antonio - SP

06 de agosto de 2013 às 14h45

Essa cara de “quatrocentão falido” nunca me enganou.

Mais um tucano de alta plumagem pego com a boca na botija.

Se essa cambada não tivesse a blindagem da mídia bandida/PIG, o PSDB já tinha virado pó faz muito tempo.

Roubam na cara dura, disfarçam, apontam o dedo para os outros e posam de reserva moral da nação.

Cadeia nessa gangue política.

Responder

O DOUTRINADOR

06 de agosto de 2013 às 14h23

Pra completar a carga, só falta desmascarar o TRAÍRA TUCANOIDE travestido de petista o primo MATARAZZO SUPLICY.

Responder

leprechaun

06 de agosto de 2013 às 14h06

o maluf, o dirceu, o mensalão, o sarney e o renan são “pequenas causas” perto do psdb

Responder

    Romanelli

    07 de agosto de 2013 às 07h51

    o Maluf ??!! ..colégua, acho que você não sabe de nada mesmo, né mesmo ?

José BSB

06 de agosto de 2013 às 13h55

Daqui a pouco aparece um grampo sem áudio no CADE para limpar a barra dos tucanos.

Responder

Carlos Ribeiro

06 de agosto de 2013 às 13h25

O Serra honestíssimo que é, ficou horrorizado. Ele não sabia de nada, gente!

Responder

Taiguara

06 de agosto de 2013 às 13h18

Mais um escândalo DOS DEMOFRÊNICOS TUCANOPATAS, e as receitas de bolo voltam para a 1ª Página.

Responder

Valente

06 de agosto de 2013 às 13h02

E todo mundo quer ser italiano em S. Paulo. Chama o Mino. Brincadeirinha!

De novo, leia o livro, “O Corpo Fala”

Responder

Acássia

06 de agosto de 2013 às 13h01

Um conde!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

    renato

    06 de agosto de 2013 às 16h22

    Não um Visconde.

    Lagrange

    07 de agosto de 2013 às 00h12

    Não, um “exconde”.

    Taiguara

    08 de agosto de 2013 às 08h54

    Não,um esconde.

William

06 de agosto de 2013 às 12h55

Será que, neste caso, não se está aplicando a teoria do domínio do fato para tentar condenar Andrea Matarazzo sem as devidas provas?
Pela matéria jornalística, neste caso, não há provas contra o mesmo.

“No relatório final do inquérito, o delegado Milton Fornazari Junior cita como evidência para indiciar Matarazzo uma troca de mensagens de 1997 em que executivos da Alstom discutiriam o pagamento de vantagens para o PSDB, a Secretaria de Energia e o Tribunal de Contas.

Embora seu nome não seja mencionado como destinatário de pagamentos, a polícia concluiu que ele foi um dos beneficiados por causa da posição que ocupava na época de um dos contratos da Alstom. Matarazzo foi secretário por oito meses em 1998.”
““Ainda que não haja provas de eles terem recebido valores em espécie, está devidamente comprovado nos autos que foram eles, em última instância, que possibilitaram o sucesso da implementação [do contrato]“, afirma o relatório do delegado Fornazari.”

O delegado da PF “concluiu que ele foi um dos beneficiados por causa da posição que ocupava na época”. Isto não significa a aplicação da teoria do domínio do fato? Foi o mesmo argumento utilizado para condenar o José Genoino no chamado “julgamento do mensalão”.

Devemos defender o Estado de Direito, seja ele benéfico para aliados ou para adversários.

Responder

    renato

    06 de agosto de 2013 às 16h24

    Disse-o bem Willian.
    Igual para os dois lados.
    O Genuíno esta condenado.Não?

    Aimará

    06 de agosto de 2013 às 17h16

    Completamente diferente.

    Não há recibo de ninguém contra Genoíno. Já nesse caso existe o recibo dado pela Alston.

    Romanelli

    07 de agosto de 2013 às 07h55

    GENU, não ? ..quando ele ACORDAVA – intermediava acordos – em quantias enormes a torca de apoio com partidos fisiológicos e homens públicos ordinários, ele “jamais” pensava que pagaria em REAIS, mas em Najara Tureta, lembra ?

    francamente..

Roberto

06 de agosto de 2013 às 12h08

A “Teoria do Domínio do fato” aqui se caracteriza perfeitamente, com o elemento que faltou no caso de José Dirceu: O elemento (mensagem de e-mail) que é a PROVA de que eles sabiam SIM o que estava ocorrendo.
SE no caso de José Dirceu bastou o famoso “ele não tinha como não saber” (essa vai entrar para a história do Direito…meu Deus!), neste caso NÃO HÁ DÚVIDAS.

Responder

    Vivianne

    06 de agosto de 2013 às 16h08

    Muito bem. Curto, grosso e preciso. Na mosca.

    Romanelli

    07 de agosto de 2013 às 07h59

    sem duvida (hummm), no caso que falas só teve um lado, os CORROMPIDOS que até confessaram por dever de ofício ..o resto é coisa da minha cabeça

    ..já os corruptores, bem, se bem me lembro, se houve, era um carequinha de MINAS junto com um tal de DELÚBIO Dilúvio, aquele professor secundário que não tinha pretensão política, um cara com sorriso enigmático, tipo de “MONALISA”, ele que respondia SOZINHO pelo caixa do PT, um partidéco que tinha HUM MILHÃO de filiados..

Gerson Carneiro

06 de agosto de 2013 às 11h47

Andrea Matarazzo foi ministro chefe da SECOM dos governos FHC. Tinha gerência sobre todas as verbas de publicidade e patrocínio estatais.

Responder

Roberto Ribeiro

06 de agosto de 2013 às 11h43

Desde que o PSDB assumiu o governo de São Paulo em 1995, já foram engavetados, na Alesp, mais de 100 pedidos de CPIs para investigar denúncias de corrupção contra os Tucanos. O PSDB tem imunidade e impunidade na Imprensa, na PF, na PGR e no STF. Desde 1995 a Alesp, a Polícia Civil, o MP-SP, são “anexos” e “anexados” do, e pelo Palácio dos Bandeirantes. É uma réplica dos 8 anos dos governos FHC.

Responder

marilamar

06 de agosto de 2013 às 11h41

Ministerio Publico Estadual tem que ser investigado por deixar na gaveta por 5 anos os processos do PROPINODUTO DO PSDB??? A Policia Federal de Sao Paulo tem que ser investigado por nao colocar ninguem do PSDB,DEM, PSD na cadeia, isso é blindagem ou prevaricaçao!!!Veja abaixo a lista de representações à espera de resultados concretos desde 2008. A reportagem procurou o MPE-SP e MPF, mas foi informada que os procuradores não estão falando sobre o assunto:

19/06/2008 – Ministério Público Federal (MPF). Procurador Rodrigo de Grandis. Representação sobre irregularidades em contratos com a Alstom. Suposto pagamento de propina pela Alstom a José Amaro Pinto Ramos, empresário e lobista próximo a políticos do PSDB. Representação 1.34.001-003352/2008-39, encaminhada à Justiça Federal em 24/06/2008, sob número 000.7986.86.2008.4.03.6181 – 6º Vara Criminal. Em 10 de janeiro de 2011 foi encaminhada ao MPF para manifestação. (sob sigilo).

24/06/2008 – Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE). Procurador Silvio Marques. Inquérito 204/2008 na Procuradoria de Justiça da Cidadania. Denúncia de irregularidades nos contratos de estatais paulistas com a Alstom (sob sigilo).

27/06/2008 – MPE. Procurador Silvio Marques. Representação contra Claudio Luiz Petrechen Mendes pela prática de crime de falso testemunho em depoimento dado ao MP em que omitiu a sociedade em duas empresas, a Inter empresarial Comercial Importação e Exportação Ltda. e Tecpar Engenharia e Participações Ltda por indícios de prestação de serviços fictícios à empresas do conglomerado Alstom (sob sigilo).

30/06/2008 – MPF. Procurador Rodrigo de Grandis. Comunicado de representação ao MPE contra Claudio Luiz Petrechen Mendes pela prática de crime de falso testemunho em depoimento ao MP. Mendes negou ser o Claudio Mendes, citado pela justiça da Suíça, que negociava propinas e intermediava o contato com a Alstom. Ele é citado em memorando da Cegelec, empresa comprada pela Alstom, como “intermediário do G. [governo] de São Paulo” (sob sigilo).

18/07/2008 – MPF. Procurador Rodrigo de Grandis. Sobre irregularidades em contratos estatais paulistas com a Alstom e Siemens indícios de utilização de consultorias internacionais para lavagem de dinheiro parapagamento de propinas e subornos a diversas autoridades no Brasil (sob sigilo).

22/07/2008 – MPE. Procurador Silvio Marques. Representação sobre irregularidades no contrato entre a Compannhia do Metrô e a empresa CMW Equipamentos S/A (atualmente Alstom). Contrato assinado em 1994, vigorando por mais de 10 anos, contraria determinação legal que fixa o limite de duração do contrato em 60 (sessenta) meses. Inquérito Civil nº 397/2008. 397/2008 (sob sigilo).

22/07/2008 MPE. Procurador Silvio Marques. Sobre irregularidades no aditamento ao contrato firmado entre o Metrô e a empresa Mafersa S.A. para aquisição de trens. Pelo Termo Aditivo 11, a Alstom, que era subcontratada da Mafersa, adquiriu esta empresa e ficou com os direitos e obrigações. Aditamento considerado irregular pelo TCE (TC 014593/026/92). Ao invés aproveitar um contrato em vias de se deveria ter realizado nova licitação. (sob sigilo).

05/08/2008 – MPF. Procuradora Adriana Zawada Melo. Representação contra a Siemens (por irregularidades semelhantes às envolvendo a Alstom), mencionando prisões de funcionários da Siemens decorrentes de investigações criminais ocorridas na Europa por corrupção e suborno. Em Munique, Reinhard Siekaczek, ex-diretor da Siemens, disse que sabia de pagamentos a autoridades de outros países e que o Brasil seria um deles. A representação pede investigação dos contratos da Siemens com CPTM, Metrô, Cesp, CPFL e DER, entre outras. (sob sigilo).

28/08/2008 – MPF. Procurador Rodrigo de Grandis. Representação contra as empresas Alstom e Siemens por lavagem de dinheiro e pagamento de propinas a diversas autoridades no Brasil. (sob sigilo).

03/09/2008 – MPE. Procurador Silvio Marques. – aditamento à representação de 22/07/2008, contra a Mafersa, e noticiando que os escritórios da Alstom na Suíça, responsáveis pela contabilidade, haviam sofrido busca e apreensão de documentos e equipamentos (sob sigilo).

16/07/2009 – MPF. Procurador Rodrigo de Grandis – aditamento à representação de 19/06/2008 informando sobre bloqueio de bens do Conselheiro do TCE/SP Robson Marinho, suspeito de ajudar a Alstom a conseguir contrato de R$ 110 milhões em 1998, quando já era Conselheiro do TCE, após ter sido Chefe da Casa Civil no Governo Mário Covas e tesoureiro da Campanha de Mário Covas em 1994 (sob sigilo).

17/09/2009 – MPE. Procurador Silvio Marques. Mesmo teor da representação enviada ao MPF em 05/08/2008, contra a Siemens.

27/07/2009 – MPE. Procurador Silvio Marques. Aditamento à representação de 19/06/2008, acrescentando a informação sobre o bloqueio de bens do Conselheiro do TCE/SP Robson Marinho (sob sigilo).

27/10/2010 – MPE e MPF. Representação denunciando fraude na licitação da linha 5-Lilás do Metro. Está na Subprocuradoria Geral de Justiça, acompanhando a Ação Popular que corre pela 9ª Vara da Fazenda sob número 0039554-31.2010.8.26.0053.

21/05/2010 – MPE – Aditamento Alstom – Inquérito Civil 397/2008 – 6ª PJ – desde 06/04/2009 para elaboração de laudo técnico (informação de 15/10/2012) (sigilo).

Responder

Gerson Carneiro

06 de agosto de 2013 às 11h33

E tem mais: toda vez que Andrea Matarazzo ia pegar seus 30%, estava com a máscara dos anonymous.

Responder

Gerson Carneiro

06 de agosto de 2013 às 11h27

Um a um, os tucanos estão sendo desmascarados.

Responder

    Romanelli

    07 de agosto de 2013 às 08h06

    VC se lembra que diziam que quando abrissem os discos do DANIEL DANTAS a república cairia ? ..então, aí o STF até trancou no cofre o “maledeto”.

    então ? a sujeira é tanta, e vem de tanto lado, que nem precisou né mesmo ?

    difícil mesmo é no meio desta esbórnia toda acharmos um partido e/ou um homem público probo e sério no qual possamos confiar..

    a propósito, 3 perguntinhas procê

    1.Vc viu a morte de cidadãos que ainda acontece em PE ?

    2.viu o incêndio no manguezal que aconteceu e quase ninguém falou ?

    3.e viu tb o caso dos presídios em que os detentos saem livre no dia, fazem churrasco e dão até orientações e ordens pras “autoridades” de plantão ?

    então, e tem gente dizendo que o MESSIAS (que tem olhos azuis que nem o Jesus Cristo de Robert Powel) partirá de lá, será ?

    Romanelli

    07 de agosto de 2013 às 08h08

    1. morte por trucidamento a dentadas de TUBARÃO, diga-se ..isso quando uma simples rede resolveria, e o grande administrador público (a 6,5 anos) daquele estado de coisas ainda não percebeu


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.