VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Venezuela acusa governo paraguaio de usar vídeo manipulado para dar golpe midiático


04/07/2012 - 03h15

 

 

No Estadão e na Folha, a previsível ofensiva midiática do Paraguai ‘esconde’ a versão da Venezuela

Deu na Folha, com grande destaque (na capa da home com o título de Paraguai exibe vídeo de chanceler venezuelano com militares)

A ministra de Defesa do Paraguai, María Liz García, divulgou nesta terça-feira um vídeo com imagens da reunião que o chanceler da Venezuela, Nicolás Maduro, manteve com comandantes militares paraguaios, supostamente no último dia 22, a duas horas da aprovação da destituição de Fernando Lugo.

Em breve entrevista coletiva, a ministra disse que recebeu ordens do presidente Federico Franco, que sucedeu Lugo neste mesmo dia, de entregar à imprensa cópias da gravação, que mostra os participantes do encontro entrando e saindo do local onde ocorreu a reunião.

María Liz acusou há alguns dias Maduro de incentivar as Forças Armadas paraguaias a se rebelarem contra a cassação de Lugo. “Tenho certeza que vão entregar [cópias do vídeo] às instâncias correspondentes”, disse hoje a ministra em referência ao Ministério Público.

*****

Na própria Folhamas sem link com a denúncia da capa:

A reunião entre o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, e militares paraguaios, que aconteceu no dia da destituição de Fernando Lugo e foi mostrada em vídeo pelo novo governo do país nesta terça-feira, teve a presença de autoridades de outros países da região e do secretário-geral da Unasul, Alí Rodríguez.

As imagens na íntegra, reveladas pelo jornal “Última Hora”, mostram a presença da ministra de Relações Exteriores da Colômbia, María Ángela Holguín, e do Equador, Ricardo Patiño, além do chefe do bloco sul-americano, que também entraram na sala do encontro com integrantes das Forças Armadas paraguaias.

O vídeo mais longo, com 16 minutos de duração, se opõe à versão editada inicialmente apresentada pelo governo de Federico Franco de que Maduro teria se reunido sozinho com os comandantes militares e que foi usada pela administração para acusar o chanceler venezuelano de tentar a insurgência contra o novo governo.

A rede de televisão internacional Telesur, financiada pelo governo de Hugo Chávez, apresentou a nova versão e acusou a emissora paraguaia Telefuturo de “manipulação das imagens” pelo uso do vídeo editado. O chanceler disse que a acusação do governo paraguaio “não tem apoio na realidade”.

“Essas coisas que disse essa pessoa de um governo ilegítimo como o que surgiu desse golpe de Estado têm o aspecto político e moral de pessoas que acabam de dar um golpe de Estado e tentam acusar outro de dar golpes e contragolpes”.

PS do Viomundo: Como esclareceu a Telesur, a Unasul cumpriu uma agenda de reuniões em Assunção, no dia 22.06.2012. Nove horas horas, Partido Colorado; 10 horas, presidente do Senado; 11 horas, partido de oposição Pátria Querida; 12 horas, vice-presidente Federico Franco. Em seguida, antes do afastamento do presidente Fernando Lugo, se reuniu com vários integrantes do governo (as imagens mostram a entrada das pessoas para esta reunião), inclusive os militares. Mas o texto da Folha sugere que o encontro teria sido apenas com integrantes das Forças Armadas.

PS do Viomundo2: Eu acho que vi o Hugo Chávez escondido embaixo daquela cadeira. O jeito é despachar o perito Molina para averiguar o vídeo, com as passagens pagas pelo parceiro do governo paraguaio no Brasil: o PSDB.

PS do Viomundo3: A Telesur e o jornal paraguaio Ultima Hora identificaram civis ligados ao governo de Fernando Lugo que participaram do encontro com a comitiva da Unasul: Miguel Rojas, ex-secretário de Lugo, o senador Sixto Pereira, o dirigente do partido pelo qual Lugo se elegeu, Tekojoja, Aníbal Carrillo Iramain, Marcial Congo e a ex-ministra da Saúde, Esperanza Martínez.

O vídeo que a Folha não mostrou:

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


41 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Fernando Morais: “PDVSA era uma espécie de país amigo da Venezuela. Chávez acabou com isso” « Viomundo – O que você não vê na mídia

16 de julho de 2012 às 22h45

[…] Venezuela acusa governo paraguaio de usar vídeo manipulado para dar golpe midiático […]

Responder

Fernando Morais: “PDVSA era uma espécie de país amigo da Venezuela. Chávez acabou com isso” « Ficha Corrida

16 de julho de 2012 às 22h11

[…] Venezuela acusa governo paraguaio de usar vídeo manipulado para dar golpe midiático […]

Responder

Não, não foi o Chávez quem derrubou o Supertucano « Viomundo – O que você não vê na mídia

14 de julho de 2012 às 00h48

[…] visto Hugo Chávez escondido sob uma cadeira naquelas imagens divulgadas pelo governo do Paraguai, aquelas imagens que “provavam” que o chanceler da Venezuela, Nicolás Maduro, tinha feit… diante dos comandantes militares paraguaios, com o intuito de promover uma rebelião contra a […]

Responder

abolicionista

05 de julho de 2012 às 16h01

É mais uma mentira programática veiculada pela Folha de São Paulo, que deveria chamar-se Folha de Washington, quisesse ser verdadeira ao menos no título. Não sei como um jornal que publicou editais favoráveis ao golpe militar, que chamou a ditadura de “ditabranda” (para eles foi “ditaboa”, né?), que forneceu veículos para que jornalistas fossem encaminhados para sessões de tortura, como uma instituição em todos os sentidos contrária a democracia pode continuar funcionando em um regime democrático. Uma instituição que serviu à ditadura e que continua servindo aos interesses estadunidenses, é nosso dever cívico fechar esse jornaleco.

Responder

Jotace

05 de julho de 2012 às 14h29

O vídeo montado pelos golpistas e considerado como um ‘documento importante’ pelo Sr. Insulsa e que, segundo ele, por isso iria ser apreciado em reunião da OEA, foi mais uma vez contestado. Desta feita pela Dra. María Ángela Holguín, Chanceler da Colômbia em entrevista à Telesur. Ela assegurou que seu colega Maduro ‘estava onde estavam todos e que em nenhum momento o viu reunir-se com militares do Paraguai. Jotace

Responder

Marco Aurélio Garcia: “É um processo de luta interna, mas estão querendo que o Brasil pague a conta” « Viomundo – O que você não vê na mídia

05 de julho de 2012 às 12h51

[…] Venezuela acusa governo paraguaio de usar vídeo manipulado para dar golpe midiático […]

Responder

Djijo

05 de julho de 2012 às 11h58

Vejam por outro lado. Assim Chaves figa simpático para os golpistas também. Quem sabe que eles engolem ele mais fácil no mercosul.

Responder

Jose Mario HRP

05 de julho de 2012 às 09h45

Que feio para a Folha SP!
Participando desse tipo de sacanagem?
Caiu a qualidade mesmo!
Veja/Folha sp!
Same Same!

Responder

O Cafezinho » Blog Archive » O golpezinho do vídeo dos neogolpistas Paraguaios

05 de julho de 2012 às 09h22

[…] Por Luis Carlos Azenha, no Viomundo […]

Responder

Fabio Passos

05 de julho de 2012 às 07h11

Há ainda quem duvide que existe o PIG?

Evidente manipulação midiática para enganar as populações e tentar justificar um golpe de Estado.

Responder

Valdecir

04 de julho de 2012 às 20h34

Os caras não têm voto e dizem que quem tem é populista: Lula, R. Correia, H. Chávez, Cristina Kirchner, Mujica, Evo Morales…
Os caras são golpistas e acusam os outros de antidemocráticos…
Os caras mentem de cara lavada… e a Folha de São Paulo dá a maior força!
Mesmo que tenham a certeza que em um minuto os blogueiros desmentirão tudo!

Responder

Mário SF Alves

04 de julho de 2012 às 20h29

Tendo como epicentro o Paraguai e sem querer endossar paranoias quanto à possível onda de instabilidade institucional na América Latina, gostaria de mencionar que tive recentemente o cuidado de verificar a viabilidade da aplicação da expressão interlúdio democrático (não seria pseudodemocrático?) em tal circunstância.
E, assim, numa simples googlada, deparei-me com o seguinte link: http://www.dcomercio.com.br/especiais/outros/digesto/gramsci_esp/06.htm.
Trata-se de documento apócrifo, porém com o DNA do conservadorismo reacionário da direita. A meu ver, verdadeira “tática” de guerrilha urbana. E, pasmem! Nada muito diferente do que seria imaginar uma releitura do Gramsci, porém, ao avesso, falsificada e totalmente centrada no ideário nazifascista.
Mais uma prova inequívoca de que a direita se descabela e se enlouquece toda quando conclui pelo vazio intelectual que a determina. De fato deve ser alucinante, mesmo, saber que jamais se poderá ter a seu serviço – ou comprar – um pensador à altura de um Gramsci. Daí este recurso à farsa, à imitação barata, à provocação descarada, e que se encerra assim:
“Quando um partido político assume publicamente sua identidade gramsciana, é que a fase do combate informal – a decisiva – já está para terminar, pois seus resultados foram atingidos. Vai começar a luta pelo poder”. (Olavo de Carvalho)
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Em tempo:
1) E é preciso dizer qual seria o tal partido politico de identidade gramsciana?
2) Imaginem o estrago que coisas do gênero – aliada a condição de absoluta liberdade de imprensa em países de tradição antidemocrática/autoritária – poderia causar em milhões de mentes previamente alijadas por essa mesma referida imprensa.
3) Penso que, porém, sem prescindir da retaguarda (gramsciana ou outra), só a consolidação democrática poderia livrar o Brasil e a América Latina destes eternos mídio-golpistas.

Responder

filho

04 de julho de 2012 às 18h59

Os golpistas Paraguaios vão ter que engolir Chavez a partir de agosto. O tiro saiu pela culatra e agora não sabem o que fazer.

Responder

    Jotace

    04 de julho de 2012 às 23h30

    Caro filho,

    Que vengan el insulsa y la OEA de los golpistas! Há muito boas notícias para o povo paraguaio: segundo o chanceler Maduro, todo o gabinete ministerial da Venezuela já está em reunião permanente, por solicitação do Presidente Chávez, elaborando o ‘Projeto Mercosul’ , a ser aplicado tão logo seja formalizado o ingresso da Venezuela como membro pleno naquela organização. Pra esse fim e de acordo com a solicitação do Presidente, foram ainda convocados todos os setores produtivos, empresas públicas e privadas, e os empresários de uma forma geral, para que todos se incorporem num só projeto. (Ver na Aporrea,03.06.12, a notícia intitulada ‘Chanceller Maduro: Gabinete ministerial venezolano prepara el Plan Mercosur’). Cordial abraço, Jotace

Eudes Hermano Travassos

04 de julho de 2012 às 17h20

É literalmente uma estória videográfica do Paraguai,literalmente. Mas, pensando bem, um contragolpe seria uma grande idéia.

Responder

Guilherme Souto

04 de julho de 2012 às 17h15

quaquaquá A bolinha de papel do Serra era paraguaia… A deles não!!!

Responder

Luiz Fortaleza

04 de julho de 2012 às 16h03 Responder

Golpe no Paraguai: Venezuela, Equador e o vídeo manipulado » Ponto e Contraponto

04 de julho de 2012 às 15h24

[…] desmente vídeo do governo paraguaio Como bem destaca Luiz Carlos Azenha, antes do afastamento do presidente Fernando Lugo, [a Unasul] se reuniu com vários integrantes do […]

Responder

Felipe

04 de julho de 2012 às 15h12

Caramba, o governo golpista mal começou e já está fazendo uma dessas… Agora que a Venezuela não pode sair do Mercosul mesmo!
Dificilmente vão conseguir tirar esse govenro golpista, agora que vimos que estão aliados com os meios de comunicação… foram, mesmo, ao elo mais fraco de nosso continente.

Responder

lia vinhas

04 de julho de 2012 às 14h23

Falando em mídia golpista. alguém assistiu ontem o Observatório da Imprensa, na TV Brasil? O Alberto Dines, que gosta de dar uma de “crítio da imprensa”, porque acha que as pessoas se esquecem de seu passado piguento, chamou três “jornalistas” da “grande imprensa”, um deles, do Estadão, visivelmente estrangeiro, traído pelo sotaque, e um uruguaio, para comentarem o golpe no Paraguay. Foi um festival de ilações, cinismo, hipocrisia e muitas críticas infundadas aos governos da Venezuela, Brasil e Argentina.Nesse programa, em especial, a máscara de bom moço do Dines caiu por completo ao apoiar e estimular as posições reacionárias dos participantes que, ajudados por declarações em vídeos de colgas de (des)jornalismo, aoiaram descaradamente o golpe, por eles considerado como um ato “conatitucional”, apesar do rito sumário (assim designado por eles próprios) do impeachment. Agora vem o tal vídeo sabotado sobre o encontro do chanceler venezuelano com os golpistas paraguaios e as manifestações no Peru,assim, pouco a pouco, vai-se implantando a estratégia ianque de golpes sem militares para destuir os governos progressistas do continentelatino-americano.

Responder

    Maria Lucia

    04 de julho de 2012 às 18h09

    A gente tem que entrar no site da TV Brasil e botar para quebrar, reclamando.
    Já fiz isso.

    Grilo

    04 de julho de 2012 às 18h59

    Pois é, esse enigma tá duro de desvendar. A TV Brasil foi constituída para dar contraponto ao PIG, mas, entretanto, só reforça o PIG. Presidenta, nos explique isso?

    abolicionista

    05 de julho de 2012 às 15h58

    Mais uma mentira programática veiculada pela Folha de São Paulo, que deveria chamar-se Folha de Washington, quisesse ser verdadeira ao menos no título. Não sei como um jornal que publicou editais favoráveis ao golpe militar, que chamou a ditadura de “ditabranda” (para eles foi “ditaboa”, né?), que forneceu veículos para que jornalistas fossem encaminhados para sessões de tortura e assassinato pode continuar funcionando em um regime democrático. Uma instituição que serviu à ditadura e que continua servindo aos interesses estadunidenses, é nosso dever cívico fechar esse jornaleco.

Luciano Prado

04 de julho de 2012 às 13h17

E os golpistas ainda não querem ser reconhecidos como tal? Será?

Querem colocar na nossa cabeça que quem deu o golpe foi a Venezuela, é isso? Será?

Isso não é mais inversão de valores, é brigar com a física. Querem nos fazer acreditar num mundo paralelo. Será?

Além de golpistas são burros. Com certeza.

Responder

Roberto Locatelli

04 de julho de 2012 às 12h59

Falsificação total! A mídia golpista divulgando mentiras aos quatro ventos, impunemente. Um absurdo!

Responder

elma heloiza de almeida

04 de julho de 2012 às 12h54

Para conhecimento de todos

Sábado, 30 de junho de 2012
Os jesuítas do Paraguai e a destituição de Lugo

“O julgamento político a que foi submetido o presidente constitucional da República do Paraguai, Fernando Armindo Lugo Méndez, pode até ser legal, porém não foi nem legítimo nem justo”, afirma o Comunicado de comunidades católicas inacianas e afins, publicado no sítio da Província dos Jesuitas do Paraguai, 26-06-2012.

O texto alerta: “Não nos deixemos enganar. Rechacemos suas meias verdades manipuladas. Saibamos discernir os sinais dos tempos na conjuntura atual”.

A tradução é de Benno Dischinger.

Eis o texto.

“Ai de vocês, que transformam as leis em algo tão amargo como o absinto e jogam
ao chão a justiça! Vocês odeiam a quem defende o justo no tribunal
e aborrecem todo aquele que diz a verdade.” (Amós 5, 7 e 10).

Sentindo-nos parte da Igreja comprometida com a paz que brota da justiça, membros de diferentes comunidades católicas de inspiração inaciana e afins, nos temos reunido em oração, à luz de nossa fé em Jesus Cristo, para discernir os últimos acontecimentos ocorridos em nosso país. A pergunta premente do quê nos quer dizer Jesus nestes acontecimentos leva-nos a expressar quanto segue:

1. Impele-nos nossa fé em Cristo Jesus, Deus encarnado, que espera nossa ajuda para tanta gente que vive hoje sem trabalho, sem saúde, sem educação… Jesus sofre em meio da pobreza de quase dois milhões de paraguaios.

2. Refletindo sobre a legalidade ou não do julgamento político a que foi submetido o presidente constitucional da República do Paraguai, Fernando Armindo Lugo Méndez, concluímos que tal julgamento pode até ser legal, porém não foi nem legítimo nem justo. Os conteúdos (acusações genéricas baseadas em opiniões refutáveis) não respeitaram o fundo e a razão de ser de um julgamento político, o qual levou à execução de uma sentença pré-determinada, violando preceitos constitucionais e de Direitos universalmente aceitos.

3. Indigna-nos a manipulação dos Meios comerciais de Comunicação Social, que seguem enganando com meias verdades e falsidades, manipulando a informação sempre a favor dos grandes interesses econômicos de grupos que monopolizam e açambarcam as riquezas e terras de nosso país.

Não nos deixemos enganar. Rechacemos suas meias verdades manipuladas. Saibamos discernir os sinais dos tempos na conjuntura atual.

4. O desgraçado massacre de Curuguaty tem sido somente a faísca que pareceria estar disposta para pôr em marcha a tensão social e política à qual as autoridades continuam expondo todo o país. Se bem que agora em processo de investigação pelas autoridades judiciciais, percebemos este fato como se se tratasse de uma estratégia programada que desencadeou numa tragédia.

Não se trata tão somente da troca de um presidente, trata-se, sobretudo, da reafirmação e do fortalecimento de um sistema crescente de açambarcamentos altamente egoístas, às custas da miséria de milhões de pessoas e da perda de nossos recursos.

5. Cremos que a terra é um dom de Deus para todos os seus filhos e filhas. Todos os cidadãos têm direito a um pedaço de terra onde possam viver e, se são camponeses, do que viver. Defendemos o direito de propriedade como um direito subordinado a outros direitos, como o Direito à Vida e o uso solidário dos bens, de forma que a prosperidade e a vida digna cheguem a todos e todas. Por isso, é fundamental uma Reforma Agrária que permita que os latifúndios possam ser redistribuídos equitativamente e com a devida preparação.

6. Não aceitamos a volta atrás deste processo que, com suas luzes e sombras, ampliou as políticas sociais em benefício dos mais pobres. Queremos seguir lutando pela dignificação de toda pessoa humana, para que haja trabalho para todos, para que a propriedade seja repartida equitativamente, para que o processo de democratização siga se consolidando e para que haja um respeito total às idéias e às organizações de todos.

7. Animamos a todos a seguirmos manifestando-nos pelos meios pacíficos que estejam ao nosso alcance, para fazer escutar as vozes que este sistema procura aplacar e calar, as vozes dos mais pequenos e excluídos do sistema, nos quais reconhecemos os preferidos de Cristo.

Assunção, 26 de junho de 2012.

Comunidade de Vida Cristã (CVX)
Movimento de Profissionais Católicos (MPC)
Irmandade de São Roque González

Responder

jõao

04 de julho de 2012 às 12h29

Ligação com Cachoeira
corta cabeça na Globo

A corrupção impera na Globo

O Conversa Afiada reproduz comentário de amigo navegante:

Flagrado em interceptações telefônicas da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, o diretor da revista Época em Brasília, Eumano Silva, foi demitido do cargo nesta terça-feira, dia 3 de julho. No grampo da PF, divulgado pela revista CartaCapital, (aqui para ler) Silva, usando o codinome “Doni”, aparece negociando com o araponga Idalberto Martins, o Dadá, matéria contra uma empresa concorrente da Delta, empreiteira que está no centro dos negócios da quadrilha do bicheiro Carlinhos Cachoeira. O jornalista Diego Escosteguy, que estava em Nova York, irá assumir o cargo de diretor da sucursal de Época na capital federal.”

Responder

PedroAurelioZabaleta

04 de julho de 2012 às 12h18

O PIG adora participar de golpe.
Ley de Medios, já!

Responder

Jair de Souza

04 de julho de 2012 às 11h35

Creio ser este um bom momento para rever o documentário Puente Llaguno – Chave para um massacre. A gente vai repassar o que as máfias midiáticas são capazes de fazer para justificar golpes de estado.
Aqui no Viomundo há matéria a respeito.

Responder

Antonio Lyra Filho

04 de julho de 2012 às 10h40

Realmente Azenha. Chavez estava escondido debaixo da mesa.

Só que não gravaram.

Responder

Alexandre Carlos Aguiar

04 de julho de 2012 às 10h13

Isso tem um nome: patifaria. E deve ter uma ação: a cadeia para os (ir) responsáveis da Folha. Pode ser criado um melindre (pra usar um eufemismo) diplomático graças à sua ação desmedida.

Responder

Baloteli

04 de julho de 2012 às 09h54

Sei.

Responder

Maria Lucia

04 de julho de 2012 às 09h46

Trata-se de fato da maior gravidade que devia merecer análise da OEA e UNASUL.
por outro lado fatos estranhos ocorrem no Uruguai:
Uruguai urgente:
Matéria de hoje no Página 12::
http://www.pagina12.com.ar/diario/elmundo/4-197841-2012-07-04.html
Será novo golpe em marcha no Uruguai? Como pode o vice e ministro de relações exteriores do Uruguai desdizerem o Presidente José Mujica e a presidente do Senado uruguaio diante de toda imprensa uruguaia e mundial? E ainda acusam nossa Presidenta de coercitiva. Cheira a golpe em marcha.
Alerta máximo América do Sul !

Responder

djalma

04 de julho de 2012 às 08h41

Cachoeira & Aloprados
Jornal do BrasilMarcelo Auler
Publicidade

Em um dos vídeos apreendidos na casa de Adriano Aprígio, ex-cunhado do bicheiro Carlinhos Cachoeira, o ex-sargento da Aeronáutica Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, comemora o envolvimento de petistas no chamado Escândalo dos Aloprados.

Em setembro de 2006, às vésperas do início da propaganda eleitoral na televisão, petistas foram presos em um hotel em São Paulo com R$ 1,7 milhão. Com o dinheiro pretendiam comprar um dossiê que supostamente envolvia o tucano José Serra – então candidato à presidência da República – com o desvio de verbas do orçamento destinadas à compra de ambulâncias. O escândalo prejudicou Lula, que concorria à reeleição e esperava ganhar no primeiro turno, o que não aconteceu.

O vídeo apreendido, já periciado pela Polícia Federal, mostra uma conversa entre o jornalista Mino Pedrosa e Dadá, o araponga que atendia à quadrilha do bicheiro. Pedrosa relata que o PSDB armou a história do dossiê e o “PT caiu nela”.

O araponga vibra e comemora: “Tem que f….. o Lula! Tem que f….. o barbudo!

Responder

trombeta

04 de julho de 2012 às 08h28

Acreditar na folha tucana e nos seus deputados que já estão abraçados aos golpistas paraguaios na pretensa defesa dos “brasiguaios” (latifundiários brasileiros que apoiaram o golpe)só mesmo sendo muito mané.

Responder

Werner [email protected]_2

04 de julho de 2012 às 07h55

golpistas paraguayos, A Botox Dias/PSDB e o PIG mundial e brasileiro = PODRIDÃO e DESINFORMAÇÃO = escória do Universo!

Responder

    Fernando

    04 de julho de 2012 às 16h48

    Botox Dias/PSDB resentemente conhecido Alvaro Abduzido Dias/PSDB

Marat

04 de julho de 2012 às 07h10

Enquanto o PIG for Pig, haverá presepadas, e a tendência é piorar cada vez mais, de acordo com o aumento da mesada dos consulados e embaixadas do vetusto e velhaco tio sam!

Responder

    Mário SF Alves

    04 de julho de 2012 às 22h52

    Afinal, caro Marat, o que sustenta esse jogo do PIG? A ideologia do Brasil, quintal do USA; a fome de lucros a qualquer preço; a defesa do regime Casa-Grande-Brasil-Eterna-Senzala, ou, tudo isso junto?

Jose Mario HRP

04 de julho de 2012 às 06h54

A canalhada no Paraguay foi desmascarada pelo video integral mostrado pela Venezuela!
Caiu a armação do gov. ilegítimo do Paraguay!

Responder

Zezinho

04 de julho de 2012 às 03h51

Ou seja que não foi somente Maduro que colocou pressão nas Forcas Armadas como também a UNASUL como Instituição.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.