VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Uma carga realmente difícil de esquecer


03/12/2013 - 10h41

Charge enviada pelo José Henrique Cerqueira Mariani, via Facebook

por Luiz Carlos Azenha

José Henrique, ao enviar a mensagem, disse que os mineiros ainda não esqueceram da apreensão do helicóptero da família Perrella no Espírito Santo, carregado com mais de 400 quilos de cocaína.

Acho difícil mesmo esquecer, dadas as discrepâncias nos depoimentos dos envolvidos, ouvidos pela Polícia Federal.

Segundo as especificações do fabricante, a carga máxima do Robinson R66 — os Perrella tem um helicóptero similar ao que aparece acima — é de 420 kg (tanque cheio).

Só de cocaína, segundo a PF, havia no helicóptero 440 kg. Acrescentem a isso o peso de piloto e co-piloto.

Das duas, uma: ou o helicóptero fez mais paradas entre Avaré (SP) e Antonio Claudio (ES) do que contaram piloto e co-piloto à PF (voando sempre com carga reduzida de combustível), ou não estava carregado de droga o tempo todo.

O bagageiro do helicóptero é relativamente pequeno. Tudo indica que parte da droga tenha viajado sobre os bancos traseiros — pelo menos é o que dizem alguns pilotos que se manifestaram nas redes sociais.

Se de fato isso aconteceu, é muito pouco provável que piloto e co-piloto simplesmente não soubessem de nada, já que a cocaína normalmente viaja naqueles tijolos facilmente reconhecíveis.

Na entrevista que deu ao Viomundo, o advogado Nicácio Pedro Tiradentes, que representa o piloto Rogério Almeida Antunes, disse que o cliente dele acreditava estar transportando insumos agrícolas. Não bate com o que o próprio Rogério disse à PF.

“Que questionado se perguntou o que era, respondeu que não; que questionado quanto receberia pelo transporte do ilícito, respondeu que seriam R$ 106 mil, mais as despesas da máquina; que pelo valor oferecido, imaginou que fosse droga, que Alexandre (copiloto) parecia estar desesperado; que resistiu em aceitar a proposta, mas depois acabou aceitando voar”

“Questionado se o senador (Zezé Perrella) ou alguma pessoa da empresa (Limeira Agropecuária) tinha conhecimento do voo realizado para transporte de droga, respondeu que ninguém sabia do transporte de droga, mas que eles autorizavam a realização de frete pelo interrogado, ao preço de R$ 2 mil a hora”

O Alexandre a que ele se refere é Alexandre José de Oliveira Júnior, de 26 anos.

O advogado Nicácio também disse, na entrevista que deu ao Viomundo, que o piloto já tinha viajado antes àquele destino no Espírito Santo e que a propriedade era dos Perrella, o que foi desmentido pela Polícia Federal.

Se o advogado fez isso intencionalmente — tinha conversado cinco horas com o cliente no dia anterior –, pode ter sido apenas uma estratégia para “despertar” a solidariedade dos Perrella em relação ao piloto — afinal, o empregado dos Perrella tinha até conquistado um cargo na Assembleia Legislativa mineira.

É importante destacar que, até agora, a PF sustenta que o deputado estadual Gustavo Perrella, do Solidariedade, não tem relação com o transporte da droga, muito embora ele tenha se enrolado bastante depois da apreensão, quando acusou o piloto de viajado sem autorização — ou de ter “roubado” o helicóptero — o que o próprio deputado, posteriormente, admitiu não ter acontecido.

O piloto está no centro de detenção provisória de Viana, perto de Vitória — que, aliás, visitei recentemente para uma reportagem. Vai ao ar na semana que vem e eu realmente sugeriria a todos que assistissem. Vale a pena!

Quanto ao destino final da cocaína, ou é o mesmo esquema tratado na reportagem abaixo ou é algo parecido: embarque marítimo para a Europa, comum em todos os portos da costa brasileira.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


45 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Danilo

17 de janeiro de 2014 às 00h23

Essa marchinha de Carnaval vai bombar, ou melhor, vai empoeirar todo o salão! Vale a pena ver! Criatividade sensacional!
http://www.youtube.com/watch?v=jvjHztmfzk0

Responder

Alexandre Fontenele

05 de dezembro de 2013 às 11h03

Jatinho e Helicóptero e os PDTs e a cobertura da imprensa.

O Ministro do Trabalho Carlos Lupi (PDT), sofreu ataques diários da Globo, Folha, Veja e Estadão por ter usado um jatinho alugado pelo PDT do Maranhão. Todos da “impren$a revesando-se nos ataques para derrubar o Ministro e desgastar o Governo Dilma.

Logo MPF (Ministério Público Federal) no Distrito Federal abriu uma investigação cível para apurar possíveis irregularidades na utilização de um avião privado.

Houve do Senado e Câmara críticas da oposição, o que era de se esperar, mas também de uma parte do PDT comandado por Pedro Taques e Buarque.

Agora temos outra aeronave o helicóptero do PDT ligado aos tucanos de Minas, todos sabem que os Perrellas, sempre foram da base de Aécio. Zezé começou sua carreira no PFL no qual foi deputado federal em 1998, em 2006, foi eleito deputado estadual pelo DEM e na base do Governo Aécio.

Em junho de 2010 no PDT, seu nome foi oficializado como primeiro suplente na candidatura de Itamar Franco ao senado com apoio do PSDB de Aécio e Anastásia. Com o falecimento de Itamar, Perrella foi empossado em 11 de julho de 2011 para cumprir o restante do mandato pelo PDT.

Agora temos o helicóptero dos PDTistas ligados aos tucanos, encontrado com 1/2 tonelada de cocaína. Feito que deixa Fernandinho Beira-mar e Marcola com muita inveja. E ninguém foi preso! A impren$a passou a inocentar os Perrellas e quase não falou sobre o assunto. MP calado ficou.

Os defensores da ética do PDT Taques e Buaques nada falam, afinal é gente filiada ao PDT.

Literalmente dois pesos e duas medidas o Ministro deve pesar um pouco mais de 100 Kg e nada ficou comprovado contra ele, apesar dos duros ataques. A Cocaina pesa 1/2 tonelada, que significa tráfico de drogas, e não vi a indignação da impren$a, do PDT de Taques e Buarque e muito menos do Ministério Público.

Estou estarrecido, estamos vivendo em uma ditadura midiática que escolhe com que o povo, judiciário e legislativo deve se indignar.

Responder

Tomudjin

05 de dezembro de 2013 às 09h47

É uma turma Hi-life, society como ninguém; não têm problemas, faz avião, sabe sempre quem tem, só se dá bem.

Responder

FrancoAtirador

04 de dezembro de 2013 às 23h48

.
.
Dono do helicóptero do pó ganhou 3 contratos sem licitação de Aécio Neves

Por Miguel do Rosário, no Tijolaço, via Pragmatismo Político

Escrevo há uns quinze anos sobre política, de maneira quase ininterrupta, e tendo ideais progressistas, sempre fui crítico à grande imprensa brasileira. No entanto, nunca me deparei com um grau de degradação tão avassalador como vejo nos últimos dias.
A imprensa trata com inexplicável discrição aquele que pode ser o maior escândalo das últimas décadas, rivalizando até mesmo com o trensalão paulista.

O Ministério Público de Minas Gerais vai propor, nos próximos dias, uma Ação Civil Pública, para investigar repasses do governo do estado, na gestão de Aécio Neves, para a empresa Limeira Agropecuária e Participações Ltda, proprietária do helicóptero apreendido com meia tonelada de pó.
Os repasses aconteceram em 2009, 2010 e 2011.

Achei reportagens do ano passado com informações sobre suspeitas do Ministério Público contra a Limeira, empresa dos Perrela.
O MP apurava possível contratação irregular, sem licitação, pelo governo do estado, além de superfaturamento.
A compra da fazenda Guará (a mesma onde o helicóptero foi apreendido), avaliada em R$ 60 milhões, também estava sob a mira dos procuradores, visto que o bem havia sido ocultado pelo senador Zezé Perrela.

Hoje há uma matéria no Globo sobre o tema, mencionando as suspeitas do Ministério Público, mas sem chamada na primeira página e sem qualquer citação ao partido do governo do estado, e às relações quase íntimas entre os Perrela e o provável candidato do PSDB à presidência da república, Aécio Neves.
A reportagem informa que o senador Zezé Perrela (PDT-MG) também pagou com sua verba de gabinete o combustível usado no famoso helicóptero.
Zezé e Gustavo, pai e filho, estão cada vez mais enredados no caso.

O assunto não é interessante?
Um possível presidente da república ser tão próximo de políticos suspeitos de serem grandes traficantes de cocaína não é do interesse da nossa imprensa “livre”, “independente”, “profissional”?
Será que mais uma vez, os blogueiros terão que assumir a dianteira dessa investigação, com grande risco pessoal?

(http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/12/perrela-helicoptero-cocaina-aecio-neves.html)
.
.
Leia também

Processo do mensalão tucano está parado há dez anosaecio-perrella

O poder da “República do Pó”

Manifestantes realizam ‘farinhaço’ em protesto contra ‘helicóptero do pó’

O primeiro encontro de Paulinho e Aécio para 2014

A história dos 450 kg de cocaína ‘virou pó’ na grande mídia

(http://www.pragmatismopolitico.com.br)
.
.

Responder

mineiro

04 de dezembro de 2013 às 17h15

cade a midia esgoto , nao disse uma palavra se quer, mas nao vai dizer mesmo é aliado queriamos o que? quando é aliado é carinho , quando é adversario é pedrada. é brincadeira uma coisa dessas. somos governados pelo pig golpista e pelo judicirio dos quintos dos infernos , é mole. nao tem ninguem para falar contra essa turma e é isso que me da mais nojo. da covardia da sociedade , dessa mosca morta de pres.fantoche, e do pt tragado , tucanado. isso é que é uma vergonha , ninguem combatendo essa corja. eles ditam tudo , qual noticia vai dar , quem vai execrar e tudo mais. mas os aliados é santo ate nos quintos dos infernos. é uma republica de bananas mesmo esse brasil.

Responder

JOSE ANTONIO BATATA

04 de dezembro de 2013 às 17h06

450 Kg de cocaína PURA destruíram uma candidatura Presidencial. 450 Kg de cocaína PURA destruíram a censura da Nova UDN. 450 Kg de cocaína Pura é um escãndalo até para o CARTEL de Medellin.

Responder

    João Ferreira Bastos

    05 de dezembro de 2013 às 08h57

    Exatamente!!!

    Não é cocaína misturada, preparada para ser vendida, é cocaína pura, pasta de coca que pode render até 10X mais ou quase 4,5 toneladas de cocaína.

    Duvido que os responsáveis pela droga que custa mais de 3 milhões de reais não tenham um helicóptero para fazer o transporte da droga.
    Alugar um e de politico???? Ta muito mal contada esta história. E o pouso ser feito na fazenda do dono do helicoptero?

JOSE ANTONIO BATATA

04 de dezembro de 2013 às 16h23

Com certeza não era a primeira viagem. Ninguém leva 450 Kg na viagem inicial. Tratava com certeza de uma das muitas viagens deste GRUPO. Eles usaram a fazenda ou sítio como BASE para a transferência da CARGA para um navio no Litoral do Espírito Santo. esta DRGA com certeza iria para a Europa.

Responder

Luiz Rogerio

04 de dezembro de 2013 às 13h17

Tem candidato chorando e fungando até hoje…

Responder

Péricles

04 de dezembro de 2013 às 10h53

HeliPÓtero? Os caras são ligados ao Aécio? Faz sentido.
E o Lula que foi escrachado em prosa e verso por conta de sua inocente cachacinha?

Responder

Maria Mor

04 de dezembro de 2013 às 09h13

O video fala de várias quantidades, em kilogramas, de cocaína apreendida….a do helicóptero do PÓ foram de 430? E ninguém está botando a boca no trombone? Nem a justiça? Está tudo dominado.

Responder

    j.albergaria de macedo.

    04 de dezembro de 2013 às 11h48

    Ai de nos se não existisse os blogs, Elegeríamos ate traficante para governar este país.

Ricardo

04 de dezembro de 2013 às 09h05

Nessas horas se esquecem de chamar o Joaquim Barbosa e a sua famosa aplicação da “teoria do dominio do fato”.
Ou ela serve só para os ditos “mensaleiros”?

Responder

    j.albergaria de macedo.

    04 de dezembro de 2013 às 11h50

    A lei do Joaquim só pune pobre,p,p e pt.

Sr.Indignado

04 de dezembro de 2013 às 08h36

Quinhentos..!!!!!
Se o PIG não está tocando no assunto, é porque tem muitos envolvidos com isso.
Parabéns ao pessoal da PF. GOOOL, melhor que futebol!!!

Responder

Taiguara

04 de dezembro de 2013 às 07h18

O Senador Pórrela disse que seu rebento não conhece droga. Calma Senador. Você tá sem paciência com o menino. Ele, afinal, tá começando agora. Não tem obrigação de conhecer a fundo a qualidade do “produto” que trafica. Ele é muito ingênuo ainda. Aposto que esses colombianos andam empurrando cocaína “batizada” no garoto. Eles estão descumprindo o acordo firmado com o Baladeiro do Baixo Leblon em 2003 ou 2004. Calma….ele vai melhorar. Paciência…….P A C I Ê N C I A .

Responder

Lagrange

04 de dezembro de 2013 às 00h20

É nisso que dá escolher um piloto da tribo Caiapó.

Responder

Flavio Duarte

03 de dezembro de 2013 às 23h28

Azebha, trata-se de nada mais, nada menos, a segunda maior apreensão de cocaína na história do Brasil e nada, NADA aparece na TV. Como se trata de pasta-base, 1/2 tonelada de pasta renderia o equivalente a 4tn de cocaína. A maior apreensão do Brasil foi em 1994, no Tocantins. http://g1.globo.com/jornaldaglobo/0,,MUL989315-16021,00-PF+APREENDE+QUASE+QUATRO+TONELADAS+DE+COCAINA+NO+PARANA.html

Responder

Bonifa

03 de dezembro de 2013 às 19h08

Pode-se dar todos os benefícios da dúvida aos donos da aeronave, mas uma coisa é certa: É preciso ser um marginal periculoso, astuto e amplamente conhecido, ou então um louco varrido e ao mesmo tempo um enganador super-talentoso, para topar transportar esta droga sem o conhecimento de seus patrões. E como ele foi abordado pelos traficantes? Já não teria sido dentro de um esquema que foi posto em prática algumas vezes antes? E a quem afinal pertence a fazenda? Como era esta fazenda? Onde aconteceram os pousos anteriores? Como eram estes lugares e a quem pertenciam? Porquê a Federal estava lá na fazenda? Toda a droga ficaria lá, ou uma parte dela teria outro destino? Qual o destino final da droga?

Responder

renato

03 de dezembro de 2013 às 17h37

Os bandidos de hoje em dia são pilotos de helicopteros e aviôes, são advogados formados, politicos de vereador a Senador, estão infiltrados na máquina administrativa. Enfim, daqui um tempo você terá que ter antecedentes criminais para poder trabalhar.
MAS….ainda bem que existe a Policia federal, que poem pra quebrar, a unica instituição que vale a pena.

Responder

    Julio Silveira

    03 de dezembro de 2013 às 18h39

    Mais ou menos. A atuação da PF também depende dos humores de muita gente.

    Mário SF Alves

    05 de dezembro de 2013 às 18h10

    “Enfim, daqui um tempo você terá que ter antecedentes criminais para poder trabalhar.”

    ____________________________

    Cruz credo. Vade retro, satânas!

Matheus

03 de dezembro de 2013 às 16h48

Azenha, o nome do município do Espírito Santo onde fica a fazenda onde foi apreendida a “carga” é Afonso Claudio, e não “Antonio Claudio”.

Responder

    Conceição Lemes

    03 de dezembro de 2013 às 17h45

    Obrigada. Corrigido. abs

Neotupi

03 de dezembro de 2013 às 14h51

Seria bom entrevistar alguém que entende de helicópteros a fundo, porque geralmente a carga máxima especificada pelo fabricante costuma ser o dimensionamento ideal para uso com segurança, mas não significa que o helicóptero não voa com sobrepeso, o que é um mau uso, irregular, mas possível.

Responder

Mauro Assis

03 de dezembro de 2013 às 14h46

Uai, Azenha, Ctrl-C+Ctrl-V no texto de 30/11 do Reinaldo Azevedo?

Responder

Tales-Cunha

03 de dezembro de 2013 às 14h32

É verdade, tudo não passa de um graaaande mal entendido. A carga era para ser de meia tonelada de defensivos agrícolas, mas foi trocada por cocaína pura (pasta de cocaína). Provavelmente o próprio advogado do piloto já se prontificou a devolver a carga errada, trocando pela certa. Assim os Perella poderão finalmente melhorar o solo da fazenda no ES com o produto correto! Viu como é simples…

Responder

Marat

03 de dezembro de 2013 às 12h55

E ninguém fará nada contra os alopórados???

Responder

    ana13

    09 de dezembro de 2013 às 13h55

    E alguem sabe o que foi feito dessa cocaina toda ?

Osvaldo

03 de dezembro de 2013 às 12h53

A grande mídia já esqueceu

Responder

Marat

03 de dezembro de 2013 às 12h31

Reafirmo: Se o mesmíssimo caso tivesse ocorrido com algum político da pseudo esquerda brasileira, os meios de comunicação de massa, pagos pelo Tio Sam e pelo capitalismo, já teriam perpetrado um massacre. Já fariam a trinca: Executivo, Legislativo e Judiciário. Caberia a algum membro do judiciário apenas chancelar o linchamento… Como os acusados são amigos do Aécio, teremos um sem-número de tergiversações, de desmentidos e de manobras diversionistas, para no fim, como sempre ocorre com os aliados (ou funcionários?) do Tio Sam: Liberdade total e sinal verde para novas diabruras!

Responder

    walter rodrigues

    03 de dezembro de 2013 às 19h17

    Digníssimo Marat. O que é um insignificante beiju de tapioca frente ao peso de 500kg de pura pasta de cocaína dos pórrellas? Antes de perguntar à veja, respondo: É o uso da ética da conveniência da podremídia nos dois casos.

    Marat

    04 de dezembro de 2013 às 21h38

    É, Walter… eu já nem me espanto mais… Indignado eu fico.
    Não posso esperar nada do PIG, que trocou a dignidade por um punhado de dólares sujos de sangue.
    Precisamos de jornais e canis de TV claramente de esquerda, especialmente na minha SP, terra infestada de reacionários!
    Cordialmente.

    Mário SF Alves

    05 de dezembro de 2013 às 18h18

    Êpa! Ato falho? Canis? Não. Por favor, prezado Marat, deixe isso ao encargo [só] deles.

Marcio Wilk

03 de dezembro de 2013 às 12h04

Vai dar nada não.. essa PF é tucana e morre de medo da globo, e o que dizer da receita federal então?

Responder

    Paulo Preto

    03 de dezembro de 2013 às 14h04

    Correto, é isso aí, não vai dar em nada, exceto para piloto e copiloto que se não aceitarem calado suas futuras condenações, vão correr riscos de vida. Isso foi apenas um aviso, nada sutil, para que certa candidatura seja “repensada”. Esse é o nível de delinquência que quer assumir o Brasil em 2014. Golpes internos, tráfico internacional, aparelhamento das investigações. Submundo da grande elite, o mais completo e acabado horror político.

    Mário SF Alves

    05 de dezembro de 2013 às 18h22

    Santa Bárbara! E não é que é?

    É a agonia do neoliberalismo? Ou apenas a tucanaida indo definitivamente para o limbo?

Tony-SC

03 de dezembro de 2013 às 11h45

Insumos agrícolas em malas de viagem… (Vejam a foto). Pô, tá difícil arrumar um argumento minimamente crível, moçada!!! Agora, a pergunta que todo mundo faz: de quem era a droga?

Responder

    Mário SF Alves

    05 de dezembro de 2013 às 18h24

    A mala é só uma ilustração quanto à capacidade de carga do pópóptero.

José BSB

03 de dezembro de 2013 às 11h21

O dono dessa “carga”, avaliada em cerca de R$ 50 milhões, deve estar contabilizando o prejuízo. De todo modo, alguém avisou à polícia.
Fogo amigo? Tem vampiro na linha?

Responder

Valcir Barsanulfo de Aguiar

03 de dezembro de 2013 às 11h20

Vão fazer de tudo para blindar o Aético do p´o e os Perrela.
Advogados e policiais estarão nessa linha de frente.

Responder

kodaly

03 de dezembro de 2013 às 11h13

Estava sentindo falta dos detalhes técnicos, principalmente a capacidade de carga do mesmo.
Faltou a uol criar um daquele infográficos, que eles parecem gostar, mostrando os detalhes da operação.

Responder

leprechaun

03 de dezembro de 2013 às 11h05

pra mim só reforça o fato de que os verdadeiros traficantes, ou quem realmente ganha com a ilicitude das drogas são políticos, empresários, governantes, etc…essas pessoas são os verdadeiros traficantes que depois vão lavar esse dinheiro em vários negócios, no futebol, no mma, na construção do shoppings, hidrelétricas, no carnaval, etc…pra mim o dinheiro ilícito financia os negócios lícitos, por isso não se legalizam as drogas

Responder

lulipe

03 de dezembro de 2013 às 11h03

Vai sobrar para o piloto…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!