VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Secundaristas denunciam sabotagem em escola ocupada em Goiás

27 de janeiro de 2016 às 17h31

Captura de Tela 2016-01-27 às 17.27.35

SABOTAGEM NO COLÉGIO LYCEU DE GOIÂNIA

Do Facebook da Ocupação do Lyceu de Goiânia

Enquanto escrevo essa nota, me dou conta da seriedade das recentes ocorrências.

Estamos sendo oprimidos de todas as formas, tratados como vermes, submetidos a humilhações e perseguições.

Hoje sentimos um cheiro muito forte e quando fomos procurar o problema encontramos o cano de gás do Lyceu serrado, vazando, NA IMINÊNCIA DE UMA EXPLOSÃO.

O acesso é fácil pra quem está na rua, pularam e sabotaram o encanamento.

Ainda que estivéssemos cientes da violência direta — que já começamos a sofrer –, ainda que soubéssemos que seríamos vítimas da opressão e da ditadura marconista, não esperávamos que algo tão sério pudesse acontecer contra o movimento.

Essa situação é muito séria, colocou em risco a vida e integridade física dos ocupantes.

Se isso não foi razão suficiente para que se compreenda a gravidade dessas perseguições, não podemos entender o que pode vir a ser.

Estamos resistindo com raça e determinação, mas estamos comovidos com a maldade e a desonestidade com a qual estamos sendo tratados.

Queremos, de antemão, esclarecer que qualquer eventual acidente não acontecerá por acaso.

Já mostraram que a violência é direta e que estão dispostos a nos machucar a qualquer custo, e cedo ou tarde sabemos que acontecerá, não somente no Lyceu, mas em outras ocupações que ainda resistem, prova disso são os relatos das recentes desocupações, marcados pela truculência policial dos capangas do estado.

Pedimos encarecidamente apoio na resistência, através de doações (estamos sem nada) e da disseminação da nossa mensagem, uma vez que o que é dito nos veículos de comunicação quase sempre é tendencioso e mentiroso, mascarando uma realidade que não tem sido fácil. 
Independente dos sustos e da opressão, continuamos na resistência e não tem arrego.

Nos ouçam. Nos ajudem. Não nos calem!

Veja também:

O encontro entre secundaristas de São Paulo e Goiás

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

2 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

FrancoAtirador

28/01/2016 - 09h26

.
.
O Descalabro da Municipalização e da Estadualização da Saúde e do Ensino Públicos.
.
(http://jornalggn.com.br/noticia/r-2-bilhoes-foram-desviados-da-merenda-e-transporte-escolar-diz-cgu)
.
.

Responder

FrancoAtirador

27/01/2016 - 19h09

.
.
Governos Demotucanos Corruptos sabotaram a Democracia
.
em Conluio com a Mídia Jabáculê dos Mercados Financeiros.
.
.

Responder

Deixe uma resposta