VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Rogério Correia: Deputados que receberam de Azeredo foram excluídos do processo. Inclusive Aécio

22 de dezembro de 2015 às 01h08

Captura de Tela 2015-12-22 às 01.07.14

MENSALÃO TUCANO

‘Azeredo foi preso [condenado], mas ninguém fala do Aécio’, afirma deputado

Segundo Rogério Correia (PT-MG), Aécio Neves também estava na lista que originou na prisão do deputado estadual do PSDB, porém, foi excluído da investigação

por Redação RBA publicado 18/12/2015 12:04

São Paulo – Em entrevista à repórter Marilu Cabañas daRádio Brasil Atual, o deputado estadual de Minas Gerais Rogério Correia (PT) lamentou que a condenação do ex-governador e ex-senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), por peculato e lavagem de dinheiro, não incluiu Aécio Neves (PSDB-MG), que segundo ele, também tem seu nome envolvido nas denúncias do chamado mensalão tucano.

“Até que enfim o Azeredo foi preso [condenado]. Ainda acabe recurso, mas pelo menos fica claro que o crime foi cometido, já que há tanto tempo falamos. Ao que não estão dando destaque é o outro que se beneficiou, além de Azeredo, que é o Aécio Neves, que está na lista, que mostra que ele recebeu R$ 110 mil reais na época.”

O parlamentar explica porque Aécio não foi condenado também no processo. “Eles colocaram só o Azeredo, mas quem recebeu do Azeredo eles tiraram. Então colocaram só quem fez a corrupção ativa, e quem fez a passiva, que foram os deputados, foram retirados (do processo).”

O deputado lembra que Aécio Neves “ainda está na lista de Furnas e esperamos que o (Procurador Geral da República, Rodrigo) Janot abra um processo”

O deputado federal Chico Alencar (Psol-RJ) também comenta a condenação de Azeredo. “É uma decisão tardia, mas é justa, que revela que a matriz da forma de financiar partido e campanha é essa.

O mensalão tucano é precursor de todos os mensalões, que sempre envolvem partido político, contratos públicos e propinas. Isso revela que o PSDB, que se diz moral, foi pioneiro nessas práticas.”

Chico Alencar também analisa os caminhos que levam à morosidade da Justiça, da qual maus políticos se aproveitam. “Em nota, o PSDB diz que confia que Azeredo vai provar sua inocência. É curioso que muitos que criticam o foro privilegiado, não vê que para esses homens públicos, não ter esse foro é uma possibilidade à apelação quase infinita, ou seja, acontece a impunidade.”

Leia também:

Rogério Correia: Se tudo for investigado, Aécio acaba preso

Valter Pomar: Luta contra o golpe não termina com a derrubada de Cunha

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

4 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Edson Claudio de Aquino

08/03/2016 - 11h42

Apesar de tardio, mas agradeço muito ao Benedito pelo envio das reportagens e comentários, principalmente sobre a vergonhosa blindagem tucana pela nossa Justiça, aliás, deles né. Só nos resta criar uma frente e lutar de todas as maneiras possíveis para que o povo abra os olhos e não veja só uma face da moeda, um lado da moeda. Não entregar de jeito nenhum o país para quem não tem ética, vergonha, só quer poder para entregar de vez nossa Petrobras, nossa floresta amazônica e praticar corrupção sem serem investigados, sob os aplausos de nossa justiça. O povo mineiro não votou maciçamente no Aécio. Do jeito que ele, o Alckimim, Serra se manifestam parece que transformaram São Paulo e Minas numa Suiça. O Aécio quer por que quer o poder antes de 2018 para não disputar a convenção com o Alckimin, por que se for agora acha que é o candidato natural já que perdeu em 2014. Agora ele não tem Furnas e nem o Azeredo, mas tem outros para conseguir patrocínio para a sua campanha.

Responder

Sidnei Brito

23/12/2015 - 17h17

Chico Alencar disse tudo: o que chamam de “foro privilegiado” não o é coisa nenhuma. E é especialmente cruel quando dão um jeito de a ele mandar até quem não teria “direito” a ele.

Responder

Eduardo Guimarães

22/12/2015 - 11h40

Aécio Neves é inimputável. É o “Messias”dos idiotas!

Responder

Deixe uma resposta