VIOMUNDO

Diário da Resistência


Denúncias

Ricardo Teixeira renuncia à presidência da CBF


12/03/2012 - 13h30

do R7

Ricardo Teixeira renunciou ao cargo de presidente da CBF nesta segunda-feira (12). Em seu lugar, assumirá José Maria Marin, vice-presidente da entidade e que, recentemente, ganhou notoriedade ao roubar uma medalha após a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Para chegar ao ponto de pedir demissão, Ricardo Teixeira viu seu mundo desmoronar. Se antes dizia que tirou de letra a CPI do futebol, instaurada em 2000 e finalizada, sem dar em nada, em 2001, agora o peso das denúncias o abalaram.

Perdeu aliados no governo federal – a presidente Dilma Rousseff não o suporta – e, na Fifa, não tem mais em Joseph Blatter, mandatário da entidade, a figura de um aliado.

Para ficar praticamente isolado, foi fundamental a série de reportagens apresentadas pela Rede Record sobre o cartola brasileiro, em junho do ano passado. Um mês antes, Teixeira já estava em maus lençóis com o documentário da BBC de Londres, que o acusava de ter recebido propina na Suíça.

Foi apenas a primeira denúncia. Em Brasília, deputados começaram a se movimentar para cobrar explicações sobre a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O enriquecimento do mandatário desde que assumiu a direção da CBF chamou a atenção.

A procuradoria do Rio de Janeiro abriu inquérito para apurar as denúncias de corrupção contra Ricardo Teixeira. A decisão do promotor-geral da República, Roberto Gurgel, aconteceu depois que o presidente do PRB (Partido Republicano Brasileiro), Marcos Pereira, apresentou formalmente as denúncias contra Teixeira.

O MPF (Ministério Público Federal) de São Paulo também pediu a abertura de mais uma investigação contra o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. O procurador da República Marcelo Freire quis que a PF (Polícia Federal) apurasse se houve golpes “de autoria da quadrilha integrada por Teixeira, em desfavor do patrimônio da CBF”

Veja também:





38 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Tércio Feitosa

23 de maio de 2012 às 09h52

Juca, além de sonolento o Brasileirão já começa com arrumadinhos, gostaria que você falasse algo sobre isso que está acontecendo no futebol brasileiro, vou falar algo que a CBF aprontou e poucos sabem sobre o futebol brasileiro, especificamente da Série C. O Caso: o clube de futebol Rio Branco do Acre, entrou com uma Ação na Justiça Comum, ano passado, antes de esgotarem-se todas as instâncias desportivas para o caso em questão. De acordo com o regulamento, o STJD excluiu esse clube do Campeonato Brasileiro. Até aí tudo bem, tudo certo ! Pois não é que fizeram um “acordo”, mediado por um político acreano, e à sombra da lei recolocaram o clube novamente na Série C, mesmo após Transitado em julgado a sua exclusão !!! Ou seja: o tal “acordo” sobrepujou a sentença da Justiça Desportiva. Isso pode ??? Sou leigo em Direito em todos os níveis, mas qualquer criança saberia que esse acordo não é legal ! Portanto, gostaria que o nobre blogueiro, do qual sou fã e acesso todos os dias, procurasse inteirar-se dessa manobra que está a prejudicar vários clubes que tem o direito , por justiça, de disputar o campeonato no lugar do clube acreano !
Tudo isso ocorreu ainda na administração de Ricardo Teixeira. Não sei se o mesmo tem culpa nesse tal “acordo”, porém ele era o mandatário da entidade e deveria saber dessa maracutaia !
Abraços !

Responder

Maria José Rêgo

13 de março de 2012 às 16h29

Parabens, Luiz Carlos Azenha, pela execente série de reportagens feitas por você. Fico feliz em constatar que no Brasil ainte existem repórteres com autonomia e dignidade.

Responder

Geysa Guimarães

13 de março de 2012 às 13h47

Não posso deixar de registrar parabéns à Rede Record, incansável nas matérias contra a dinastia Havelange-Teixeira.
E o Azenha tá dentro.

Responder

Laio

13 de março de 2012 às 13h35

o certo seria "furtou" a medalha nao roubou.

Responder

Guanabara

13 de março de 2012 às 10h45

E será investigado, julgado e condenado? Ou, como disseram por aí, viverá feliz para sempre?

Responder

Gerson Carneiro

12 de março de 2012 às 21h03

E… será feliz para sempre.

Mandou o capacho, ex vice governador de São Paulo na gestão Maluf, ler a carta de renuncia e deu no pé. Viverá feliz para sempre em Miami, torrando a grana de 23 anos de trabalho.

Se não renunciasse agora poderia não dar tempo de curtir a grana que conseguiu com muito trabalho. E nós, continuaremos aqui assistindo os próximos escândalos dos próximos presidentes da CBF.

Aproveito para transcrever a mensagem do Romário escrita no Facebook:

"Boa tarde, Galera!
Hoje podemos comemorar. Exterminamos um câncer do futebol brasileiro. Finalmente, Ricardo Teixeira renunciou a presidência da CBF. Espero que o novo presidente, José Maria Marin, o que furtou a medalha do jogador do Corinthians na Copa São Paulo de Juniores, não faça daquele ato uma constante na Confederação. Senão, teremos que exterminar a AIDS também."

Responder

Mateus_Beatle

12 de março de 2012 às 19h56

Sai zica!

Responder

Adilson

12 de março de 2012 às 19h16

"Tomei chá de cadeira a vida intiera esperando a queda do Teixeira; agora tomo chá de Jasmim, esperando a queda do Marin.."

(Juca Kfouri)

Responder

Adilson

12 de março de 2012 às 19h07

Acabou o FORA TEIXEIRA! Que venha o CADEIA NELE!

Responder

Vinicius Garcia

12 de março de 2012 às 17h23

Por enquanto me contento com essa etapa de vitória, Ver o projeto de Mutley (medalha, medalha, medalha…) no lugar não satisfaz, mas a saída do titular já é um grande feito. Quem sabe até a copa o quadro mude.

Responder

Alexandre Felix

12 de março de 2012 às 16h34

Esse baba ovo do Maluf fará o Teixeira parecer um escoteiro. Por falar no coisa ruim, o tiozinho já instituiu um novo clichê: "malufar" . . . "O velho ladrão malufou uma medalha" . . . ô, Meu Deus….

Responder

Julio Silveira

12 de março de 2012 às 15h53

Espero que com isso as denuncias contra ele não caiam no esquecimento, que não renunciem a investigá-lo e processá-lo, se for o caso.

Responder

    Adilson

    12 de março de 2012 às 19h04

    Exatamente Julio, que saia fora pra entrar num lugar bem mais quentinho..

Marcelo

12 de março de 2012 às 15h45

Saída estratégica , fica no seu lugar seu homem de confiança , ele se livra da culpa pelo fracasso da copa do mundo e fora do páis nossa "justiça" não pode toca-lo .

Responder

Jairo_Beraldo

12 de março de 2012 às 15h25

A troca de Teixeira por Marin no mínimo desarticula, quebra alianças e gerará discórdias na busca pelo poder. Só por isso o futebol brasileiro já tem motivos para comemorar.

Responder

    Marcio H Silva

    12 de março de 2012 às 18h45

    O Senador Sarney, segundo garotinho, vai articular para elevar seu filho a categoria de Presidente. Não tem opção. teixeira, marin ou sarney filho, o futebol tá entregue aos corruptos…..Por isso que não vou a estadio a muitos anos. Corruptos na administração e ver Ronaldinho ganhando aquela baba opara fazer gol de penalty, é dose……

    Adilson

    12 de março de 2012 às 19h01

    fazer gol de pênalti e ainda comemorar cheio de coreografias e caretas..pra em seguida ser expluso e ainda sair zombando do juiz e da inteligência das pessoas…realmente, é dose…

Polengo

12 de março de 2012 às 15h25

Acabei de ler uma declaração dele, onde afirma que continuará o "estupendo" trabalho que teixeira vinha fazendo.

Céus!
Não seria melhor o "estúpido" trabalho que teixeira vinha fazendo?

Responder

    Adilson

    12 de março de 2012 às 19h05

    Eu vi isso, tamu….

GilTeixeira

12 de março de 2012 às 15h20

hehehe. o Marin como substituto? seis por meia dúzia!

Responder

    Geysa Guimarães

    13 de março de 2012 às 13h45

    Espero que ele pelo menos não tenha tanto chega-chega com a Globo.

histlatino

12 de março de 2012 às 15h20

Agora é que é a hora de o governo, a mídia não comprometida e o povão entrarem de sola! O novo é tão safado quanto o velho, só que é mais débil no poder.
O único problema é que se entrar o filhão do Sarney, Fernandinho, que é vice na CBF, a Dilma vai parar de fazer pressão.

Responder

Carlos

12 de março de 2012 às 15h18

Marin!? E isso “GREGÓRIO MARIN PRECIADO – empresário, casado com a prima irmã do Serra” te diz alguma coisa? Não??

Responder

Polengo

12 de março de 2012 às 15h18

Ué, mas ele não estava doentinho?

Ah, meus sais…

Responder

dukrai

12 de março de 2012 às 15h14

A Federação Mineira de Futebol vai fazer alguma declaração kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ?

Responder

Marcelo

12 de março de 2012 às 15h12

Ele caiu, mas seus sócios na globo continuam. Nada mudará.

Responder

Fernando

12 de março de 2012 às 14h59

Enquanto o Lula virou amiguinho íntimo do Teixeira, a Dilma o derrubou.

Parabéns presidenta! Viva o povo brasileiro!!

Responder

Bad Streaming

12 de março de 2012 às 14h40

Na queda de braço Dilma e Teixeira, o chefão da CBF rodou. Te cuida PMDB.

Responder

FelipeB

12 de março de 2012 às 14h03

E o susbtituto dele? Já começou bem, roubando a medalha do goleiro…

Responder

    Fabio_Passos

    12 de março de 2012 às 14h36

    Sai um trampa e entra outro.
    É muita maldade com o futebol brasileiro.

    Jairo_Beraldo

    12 de março de 2012 às 15h29

    Matheus Caldeira, o goleiro corintiano que ficou sem medalha após o título da última Copa São Paulo (porque Marin a embolsou), ainda não recebeu seu prêmio, como mostrou matéria recente da ESPN Brasil.
    Após toda a repercussão do caso, Marin e Marco Polo del Nero, presidente da Federação Paulista, poderiam ter agido imediatamente para reparar ou minimizar a patética cena da cerimônia de premiação da Copinha. Não o fizeram, mesmo sabendo que seriam questionados a respeito quando Marin assumisse a CBF, o que mostra a falta de ações imediatas mesmo após toda a polêmica não demonstraram muita esperteza dos dirigentes para lidarem com polêmicas.

    Fabio SP

    12 de março de 2012 às 16h16

    Tem que ver o lado bom disso aí… o Marin prometeu, hoje, que ele VAI trazer uma medalha de ouro no futebol nas olimpíadas…!!!!javascript: postComment(1);

    Adilson

    12 de março de 2012 às 19h03

    Suderj informa: Sai Odorico Paraguaçu e entra o Zé das Medalhas!

Marat

12 de março de 2012 às 14h00

Vai um, mas vem outro no mesmo estilo…

Responder

    Marcio H Silva

    12 de março de 2012 às 18h46

    E ainda tem um traira na regra tres, sarney filho…..

    Marat

    12 de março de 2012 às 22h46

    Ou seja, um círculo pra lá de vicioso…
    Tantos craques dentro de campo e temos que contar com pernas de pau mal-intencionados fora de cmapo!

andre lopes

12 de março de 2012 às 13h53

10 anos de atraso, mas enfim livramo-nos do cartola (parece mais um chapeu coco.)

Responder

macmonteiro

12 de março de 2012 às 13h52

vai tarde…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding