VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

O “personal araponga” do ministro


27/04/2012 - 20h38

do Brasil247, que divulgou a íntegra

Leia também:

Texto do Estadão sobre Jairo Martins como personal araponga de Gilmar Mendes

A reportagem de Veja feita com os grampos de Jairo Martins

Reportagem de Veja, O Mensalão do PR, que deu origem à demissão de Pagot

A reportagem que não rolou

Demóstenes, sobre grampo de Dirceu: “Aí é ótimo, fantástico”

Carlinhos Cachoeira, dando uma de editor

“Rapaz, faz festa e não convida os amigos?”



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


54 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Paulo

28 de maio de 2012 às 22h24

Uai, então pq a Presidenta demitiu esse povo do Dnit, se ninguem tava fazendo nada de errado?

Responder

Dossiê Gilmar Mendes « Ficha Corrida

26 de maio de 2012 às 23h47

[…] O “personal araponga” de Gilmar Mendes, segundo a PF […]

Responder

Jobim desmente Gilmar e assessoria de Lula diz que Mendes pediu encontro « Viomundo – O que você não vê na mídia

26 de maio de 2012 às 19h10

[…] O “personal araponga” de Gilmar Mendes, segundo a PF […]

Responder

Bob Fernandes: E quando vão pedir desculpas a Paulo Lacerda? « Osvaldo Palmeira

08 de maio de 2012 às 11h24

[…] a Cachoeira (ou seja, a Demóstenes) e foi “personal araponga” de Gilmar, segundo o Estadão, citado no relatório da Procuradoria-Geral da República sobre a operação Monte Carlo. Jairo poderia, em tese, ter gravado o diálogo espírita entre […]

Responder

Bob Fernandes: E quando vão pedir desculpas a Paulo Lacerda? « Viomundo – O que você não vê na mídia

08 de maio de 2012 às 01h04

[…] (ou seja, a Demóstenes) e foi “personal araponga” de Gilmar, segundo o Estadão, citado no relatório da Procuradoria-Geral da República sobre a operação Monte Carlo. Jairo poderia, em tese, ter gravado o diálogo espírita entre […]

Responder

CachoeiradeDados

29 de abril de 2012 às 18h41

Azenha, pode divulgar que o Gilmar Mendes influenciou todo o STJ a votar favoravelmente a um prefeito preso no Tocantins? Foi à pedido de Gleyb, um dos homens de Carlinhos Cachoeira. Está tudo na Operação Monte Carlo, o processo foi localizado no STF.
http://cachoeiradedados.wordpress.com/2012/04/28/

Responder

Demóstenes, sobre Gilmar: “Esse relacionamento aqui, é bom pra gente, né?” « Ficha Corrida

29 de abril de 2012 às 09h53

[…] PS do Viomundo: Na acusação do procurador Roberto Gurgel a Demóstenes Torres (publicada na íntegra pelo Brasil 247) consta que Jairo Martins, um dos bisbilhoteiros a serviço de Cachoeira, foi personal araponga do ministro Mendes. […]

Responder

Rita Pavão

29 de abril de 2012 às 09h29

A batata do Gilmar, Brindeiro Gurgel e Perilo tá assando!

Responder

Cláudio

29 de abril de 2012 às 07h52

Triste Fim de Policarpo Quaresma, nou Jr….

Responder

Marat

28 de abril de 2012 às 22h35

Não quiseram mostrar o grapo sem áudio… tá bom, não precisa mais – rsrsrsrsrs

Responder

JULIO/Contagem-MG

28 de abril de 2012 às 22h18

A tucanalha consegue superar as expectativas de CHICAGO. Na economia com o seu neo-liberalismo, seguiram

Responder

Demóstenes, Gilmar, a CELG e Jairo | Viomundo - O que você não vê na mídia

28 de abril de 2012 às 13h48

[…] Gurgel a Demóstenes Torres consta que Jairo Martins, um dos bisbilhoteiros a serviço de Cachoeira, foi personal araponga do ministro Mendes. […]

Responder

FrancoAtirador

28 de abril de 2012 às 13h11

..
.
A TRIANGULAÇÃO CACHOEIRA/DEMÓSTENES/GILMAR

A CELG reclamava indenização de R$ 1,2 bilhão da União Federal, da Eletrobras e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O processo estava na Justiça Federal de Goiás. A CELG entrou com recurso para que a ação fosse julgada pelo STF.

Em março de 2011, DEMÓSTENES tramou com CACHOEIRA transferir um processo bilionário, em favor da CELG (Companhia Estadual de Eletricidade de Goiás), da Justiça Federal de Goiás, onde tramitava, para o Supremo Tribunal Federal (STF):

(03/03/2011)
DEMÓSTENES (para CACHOEIRA): “Já falei com a turma [no STF] para dar o parecer favorável.”

O processo foi distribuído, por mera coincidência, claro, ao ministro GILMAR MENDES, do STF, que aceitou os "argumentos" da CELG.

Em agosto de 2011, DEMÓSTENES e CACHOEIRAcomemoram a decisão favorável do ministro GILMAR MENDES:

(16/08/2011)
DEMÓSTENES (para CACHOEIRA): “Conseguimos puxar aqui para o Supremo uma ação da CELG, aí. Viu? O GILMAR mandou buscar, deu repercussão geral pro trem aí.”
.
.
Perillo na Privataria Tucana, no mesmo paraíso fiscal da filha de Serra.

Por Zé Augusto, no blog Os Amigos do Presidente Lula

A deputada federal Iris de Araújo (PMDB-GO) solicitou ao Ministério da Fazenda que o COAF investigue a existência de contas bancárias do governador Marconi Perillo (PSDB-GO) no exterior.

Essas suspeitas vem desde 2006, quando o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) candidatou-se a governador de Goiás rompendo com Marconi Perillo (PSDB), e fazendo campanha de oposição à ele, inclusive com forte denuncismo.
Nesta época circulou em Goiás um dossiê apócrifo contendo movimentações financeiras em nome de uma offshore sediada nas Ilhas Virgens Britânicas, da qual Perillo seria um dos dirigentes.

O paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas é o mesmo onde a filha de José Serra, o genro, e o ex-caixa de campanha do tucano, Ricardo Sérgio de Oliveira, movimentaram dinheiro em empresas offshore, conforme demonstrado no livro "A Privataria Tucana".

No início de 2010, o gabinete do promotor goiano Fernando Krebs (do Ministério Público Estadual de Goiás), também recebeu denúncias de contas ilegais no exterior supostamente em nome de Paulo Silva de Jesus, que era primeiro suplente de Marconi Perillo no Senado.

O dinheiro seria proveniente de desvios na CELG (Companhia Estadual de Eletricidade de Goiás).

Um Procedimento Investigatório Criminal foi instaurado.

http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2012

Responder

    FrancoAtirador

    28 de abril de 2012 às 14h00

    .
    .
    Gilmar Mendes na Cachoeira

    Demóstenes 'trabalhou' com Gilmar Mendes por ação da Celg, diz PF

    Por Helena, em Os Amigos do Presidente Lula

    Em uma conversa entre o senador Demóstenes Torres e o bicheiro Carlinhos Cachoeira, gravada pela Polícia Federal durante a Operação Monte Carlo, o parlamentar afirma a Cachoeira que ter trabalhado junto com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes para levar à máxima corte do país uma ação bilionária envolvendo a Companhia Energética de Goiás (Celg). No diálogo, que durou pouco menos de quatro minutos e ocorreu no dia 16 de agosto de 2011, Demóstenes demonstra intimidade com o ministro ao tratá-lo apenas como "Gilmar".

    "Conseguimos puxar para o Supremo uma ação da Celg aí, viu? O Gilmar mandou buscar. Deu repercussão geral pro trem aí", contou o senador,
    referindo-se a um instrumento processual que permite aos ministros escolherem os recursos que vão julgar de acordo com a relevância jurídica, política, econômica ou social.

    Considerada por muitos políticos goianos má "caixa preta" do governo do Estado, a Celg estava imersa em dívidas que somavam cerca de R$ 6 bilhões.
    Demóstenes avaliou a Cachoeira que Gilmar Mendes conseguiria abater cerca de metade do valor com uma decisão judicial.
    "Dependendo da decisão dele, pode ser que essa Celg… essa Celg se salva (sic), viu?", disse. "Eu acho que esse trem pode dar certo, viu?ele que consegue tirar uns dois… três bilhões das costas da Celg. Aí dá uma levantada, viu?"

    Ao que Cachoeira responde: "Nossa senhora! Bom pra caceta, hein?"

    Demóstenes e Gilmar Mendes foram motivo de polêmica quando, em 2008, a revista Veja publicou uma reportagem com uma suposta conversa entre ambos que teria sido grampeada ilegalmente.

    Os dois confirmaram a existência da conversa, mas a revista nunca publicou o áudio do diálogo.

    A Celg foi motivo de m embate no Estado de Goiás quando, no fim de 2010, o então governador eleito Marconi Perillo (PSDB) anunciou, durante o período de transição, que não cumpriria um acordo costurado entre a gestão Alcides Rodrigues (PP) e o governo federal, que previa empréstimos da Caixa Econômica Federal (CEF) ao Estado de Goiás para tirar a companhia energética do atoleiro.
    A justificativa da equipe marconista era que o acordo continha cláusulas prejudiciais ao Estado.
    O governo Alcides viu motivação política na decisão da equipe de transição.
    Um ano depois, no fim de 2011, Marconi fechou um acordo com o governo federal para transferir à União o controle acionário da Celg, que foi federalizada.

    Com informações de Época e Estadão

    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2

Bonifa

28 de abril de 2012 às 11h41

As ligações de Cachoeira com a grande imprensa de alcance nacional eram vitais para as atividades de sua quadrilha. Eram o ponto alto da quadrilha, o diferencial que garantia seu sucesso na acirrada concorrência com outros grupos criminosos. E estas ligações estão rastreadas, documentadas e os agentes da mesma, pelos dois lados, tanto da quadrilha de Cachoeira quanto da imprensa, estão identificados. Essa é a verdade. Quem poderá negar isso? Ninguém. Nem que os líderes da CPMI recusem e não queiram, eles terão de ser obrigados a abordar em profundidade esta questão. Tenham eles a certeza: a cobrança não será nem pouca nem fraca. A repercussão será mundial.

Responder

CLP

28 de abril de 2012 às 10h59

E os processos contra a revista Veja, quando vão começar?Publicar informações armadas por um criminoso não pega nada ? Então , como diz o Azenha, a desmoralização do jornalismo esta estabelecida , por muitos anos.

Responder

    Marilda Souza -

    29 de abril de 2012 às 09h20

    Calma meu amigo! O Plano é cassar o Demóstenes primeiro (O que já será uma bomba pelo tamaho do escandalo). Ai, depois iremos cuidando deste pessoal aos poucos. O Carlinhos Cachoeira tá enjaulado (não fugirá) e enquanto isto isto a Polícia Federal vai metendo em cana a raia miúda. Calma vai chegar a vez do Gilmar, Cachoeira e muitos outros como o Perilo, Lereia etc e etc.
    Por mal eu pergunte? Será que Polícia Federal não botouas mãos no talde Geovane ainda porque?
    Com este Geovane não haverá acordo é cana mesmo!

joão33

28 de abril de 2012 às 10h49

sobre jornalistas , a profissão sempre foi utilizada para achaques , extorções , chantagens , fofocas , fomentar intrigas , desde sempre , desde os jornaizinhos de interior , até os grandes , reflexo dos valores das elites dominantes .

Responder

João Bosco Rocha

28 de abril de 2012 às 10h09

Esse personal araponga de ministro faz uma referência perigosa demais para um ministro do supremo. Esse fato precisa ser devidamente esclarecido. Estaremos no limiar de uma nova era para a questão pública? Ranços como esse, os quais existem desde a proclamação da república, serão finalmente punidos?

Responder

C. Roberto

28 de abril de 2012 às 09h50

E o Gurgel? Sentou quase 3 anos em cima dessa sujeira toda e ficou calado!!! Como se explica isso?A PGR serve a quem afinal?

Responder

    Henrique Sá

    29 de abril de 2012 às 09h23

    Calma amigo! "Cê" tá igual ao Collor! O homem já queria ir pros cócos de imediato! Calma, o Brindeiro Gurgel é Peixe Graúdo e a vez dele vai chegar!

Luís Henrique - MG

28 de abril de 2012 às 09h18

Azenha e demaias,

Vcs acham que o PT e os tais aliados terão coragem de apresentar requerimento convocando "jornalistas" para deporem na CPMI? Pelo que acompanho, 170 requerimentos foram apresentados, mas nenhum refere-se à "imprensa".

Responder

    Leidilamar Sato

    29 de abril de 2012 às 09h25

    Tudo que está acontecendo na CPI é orquestrado.Este tipo de coisa é como diz aqui em Minas"Não é de bom senso cutucar onça com vara curta". A Hora desta Mídia indecente vai chegar.

Noir

28 de abril de 2012 às 08h40

A batata da vedete está assando .

Responder

Francisco

28 de abril de 2012 às 06h34

Sedição é crime, senão penal, politico. Politicamente, o Estado de direito tem como tornar impossível o funcionamento de uma revista (retirar publicidade, etc.). O problema é sempre, naturalmente, o preço politico. A sociedade civil (com toda razão) puxa a correia do Estado em prol da liberdade de expressão. Mas, se a sociedade diz "pode", não há qualquer necessidade de lei especifica. Que se dirá se for mídia por concessão…

Por exemplo, o Estado democrático brasileiro deveria ter cassado ad aeternum os direitos políticos de quem pertenceu à ARENA. Foi assim ma Alemanha, Itália, etc. Aqui não precisou: a sociedade cassou o DEMO via voto. O Estado nem precisou se mexer…

Responder

a. barbosa filho

28 de abril de 2012 às 05h02

Se isso não for suficiente para fechar uma revista e para que os responsáveis por entregá-la a uma quadrilha que golpeou instituições sejam presos, então vale-tudo em Pindorama.
O que a veja fez vale sua expulsão imediata dos órgãos patronias da mídia, repúdio da ABI e daquela entidade fundada pela CIA, a SIP. Dom Bob Civita dá de dez a zero no Murdoch!

Responder

Marat

27 de abril de 2012 às 23h56

Eu sempre fui um pobretão e, por isso, posso ter orgulho de minhas amizades, todas desinteressadas. Fico feliz em ver amizades assim, sem interesse, tal qual a do GM com Demóstenes!

Responder

    dukrai

    28 de abril de 2012 às 00h45

    ab$olutamente de$intere$$ada r$r$r$r$

jaime

27 de abril de 2012 às 22h54

Mídia, mídia, não sei… sinto que tem algo a ver com o Bernardo… Cadê você, Bernardo? Que tal uma entrevista à Veja para esclarecer tudo isso? Uma bela capa, hein?, você está precisando de uma boa publicidade, anda sumido… Vai lá, cara, vai defender a liberdade de imprensa!

Responder

Fabio_Passos

27 de abril de 2012 às 22h52

Imaginem agora a cara dos leitores de veja?
… ao saber que as "reportagens" da "mais vendida" eram preparadas por carlinhos cachoeira.

Responder

    Caracol

    28 de abril de 2012 às 07h12

    Fabio, estou imaginando, como você sugeriu.
    Olha não se decepcione, mas eu imaginei duas possibilidades:

    1- O leitor de Veja jamais terá acesso àquilo que eu e você lemos e sabemos. Nesse caso, a cara deles não muda em nada.

    2- Se tiver acesso, acontece o seguinte com a cara deles: eles ficam meio paralisados momentaneamente e os olhos ficam, de repente, opacos, sem brilho vital, revelando o esforço (sempre bem sucedido) em bloquear aquilo que foi visto em seu caminho para o cérebro, e, por conseguinte, à consciência. Só assim eles conseguem proteger seus conceitos e preconceitos, pois se eles os questionarem, a espinha quebra e eles, leitores de Veja, ficam vazios, sem coisa alguma.
    Só isso, mais nada. Não muda nada também.

    Procure ver nos olhos deles, os olhos são o espelho da alma, não é? Pois eles sempre ficam opacos.

    Fabio_Passos

    28 de abril de 2012 às 23h27

    Cada vez mais os leitores de veja tem acesso a outras fontes de informação. A rede não para de crescer. O poder da mídia-corrupta está diminuindo. E com estas novidades da sociedade civita & cachoeira, a tendência é diminuir muito mais.

    José Ricardo Romero

    28 de abril de 2012 às 08h37

    Fábio, larga de ser ingênuo. Os leitores da Veja acham que isso tudo está muito certo, é assim mesmo que tem que se agir contra os "petrralhas". Quer apostar como a tiragem da Veja vai se manter a mesma e talvez até aumentar? Existe maldade no mundo, meu caro. Essa gente não é crente nem ingênua, não. Eles sabem muito bem o que querem e o que devem fazer para atingir seus objetivos. São, como na maioria dos seres humanos, movidos a ódio.

    Fabio_Passos

    28 de abril de 2012 às 23h22

    Uma parte eu acredito.
    A maioria são uns coitados. Gente mal formada que consequentemente não é difícil manter mal informada.

Marat

27 de abril de 2012 às 22h29

Acho que o pessoal da veja imagina que RSF seja sem qualquer tipo de fronteira, até a ética!

Responder

Marat

27 de abril de 2012 às 22h25

Azenha, durante toda sua experiência com jornalismo, te faço duas perguntas:
1) Já vivenciou algo semelhante?
2) Imagina onde pode chegar tudo isso?

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    27 de abril de 2012 às 22h37

    1. Nunca.
    2. Desmoralização do jornalismo.

    dukrai

    28 de abril de 2012 às 00h42

    menas, "seu" Azenha, a gente aqui faz jornalismo. pensando bem, modéstia às favas, história.

    Francisco

    28 de abril de 2012 às 06h25

    Embora não exercite, tenho formação em Comunicação. Sinceramente, espero que a mácula que fique seja grande e eterna. Uma sociedade civil renitente aos poderes (inclusive ao "quarto" poder) será uma sociedade mais sólida e estável.

    Há algo que consola: o homem do povo, escaldado do regime militar, liga o telejornal para ver "o que Silvio Santos tá dizendo" ou o que "Roberto Marinho tá dizendo que aconteceu"… O povão não liga para ver noticia, ele sabe que aquilo ali é "versão". O povo tem seus anticorpos…

    Geysa Guimarães

    29 de abril de 2012 às 18h17

    dukrai:

    E num é que ocê acertou? Aqui, matéria-prima do jornalismo não falta: A VERDADE.

    Marcio H Silva

    28 de abril de 2012 às 16h42

    Desmoralização de ministro do supremo, senador e governador também…..

    Antonio Souza

    29 de abril de 2012 às 09h09

    Pelo que se viu até agora, parece que o Gilmar deverá ser convocado para depor na CPMI. Mas, parece que tem muito mais coisas que vão aparecer.

    pperez

    28 de abril de 2012 às 23h01

    A desmoralização não será total caro Azenha, porque existem baluartes de resistencia com jornalismo serio,competente, de principios éticos com objetivo de informar de formal imparcial como blogs deste nivel, e a revista semanal Carta Capital por exemplo.
    Preocupa mesmo é o silencio ensurdecedor dos partidos de esquerda que até agora não deram uma linha sequer sobre estes facinoras da profissão nos seus programas livres na TV e ABI!
    Falar nisso que saudades da ABI do Barbosa Lima Sobrinho!

    Norton Severino

    29 de abril de 2012 às 09h07

    Calma meu amigo, a vingança é um prato que se come frio!
    Não se iluda com o modo devagar da CPMI. Por trás desta CPMI tem a orientação de cérebros privilegiados e que sabem mexer no tabuleiro.

sergio rodrigues

27 de abril de 2012 às 22h05

A imprensa é tão poderosa no seu papel de construção de imagem que pode fazer um criminoso parecer que ele é a vítima e fazer a vítima parecer que ela é o criminoso. Esta é a imprensa, uma imprensa irresponsável. Se você não for cuidadoso, os jornais terão você odiando as pessoas que estão sendo oprimidas e amando as pessoas que estão fazendo a opressão.
Malcolm X
Avante a CPI do Cachoeira/Veja!
CPI da Privataria Tucana, Ley de los Medios e Papelzinho do Brizola, já!

Responder

Julio Silveira

27 de abril de 2012 às 21h40

Vem cá, não dá para demitir essa gente do serviço publico? se estiverem reformados não dá para reverter e demití-los? afinal estão intrigando contra a presidenta isso devia ser crime no Brasil, ou to enganado?

Responder

Uélintom

27 de abril de 2012 às 21h28

Que beleza! O Coronel de Toga além de capangas em Mato Grosso tem um personal araponga!

Está na hora de começar a aparecer a contabilidade do senhor Minstro: a faculdade parece de fachada; tem cabeças de gado?; quanto movimenta e quanto declara?

Ou alguém acha que seu envovimento nesses esquemas é só para garantir que continue a usar toga preta porque gosta da côr?

Responder

    Fabio_Passos

    27 de abril de 2012 às 22h58

    gilmar dantas… e o sujeito presidiu o stf.

    O crime organizado na presidência da mais alta corte de "justiça" do Brasil.

marcelo

27 de abril de 2012 às 21h23

Cadê o observatorio da imprensa cadê a ABI, ridículos.

Responder

    Marat

    27 de abril de 2012 às 22h28

    Cade o RSF? Eles são todos pilantras!!!

renato

27 de abril de 2012 às 21h15

Disse-o bem, Milton Quadros.

Responder

Milton Quadros

27 de abril de 2012 às 20h55

O reporterzinho da Veja foi um boi de piranha para a que a boiada dos arapongas de cachoeira e de DEMOsthenes saísse ilesa do rio de lama do Hotel Naoun. É lamentável que repórteres se sujeitem a mais esse papel.

Se engenheiros e médicos são civilmente responsáveis por seus atos, qual o motivo de jornalistas e jornais não serem? Isso tem que mudar.

Responder

    Werner_Piana

    27 de abril de 2012 às 21h52

    (2)

    e a história vai ficando cada vez mais impressionante!

    Fora #MidiaBandida !!!

    >:(

    Marat

    27 de abril de 2012 às 22h28

    Milton, corroboro sua tese, e defendo, há muito, que jornalistas, desde que, tendo direito de defesa e comprovado algum tipo de crime, ele deva sim, ser punido. O que eles têm de melhor que os outros? Estão acima da lei?


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!