VIOMUNDO

Diário da Resistência


Gleisi: Promotores que acusam Lula por ação quando já era ex-presidente deveriam “responder por denunciação caluniosa”; veja íntegra
Foto: Ricardo Stuckert
Denúncias

Gleisi: Promotores que acusam Lula por ação quando já era ex-presidente deveriam “responder por denunciação caluniosa”; veja íntegra


26/11/2018 - 22h55

Mais um abuso do MP contra Lula

Em texto assinado pela presidenta, senadora Gleisi Hoffmann, partido define nova denúncia como peça de ficção

PT no Senado

A denúncia mentirosa apresentada hoje (26/11) pelo MP Federal de São Paulo contra o presidente Lula é uma vergonha para as instituições judiciais brasileiras.

É uma peça de ficção, que sequer descreve o crime levianamente imputado a Lula.

No estado de direito, seus autores deveriam responder por denunciação caluniosa e abuso de autoridade.

Relacionam fatos de 2007 a uma doação legal e transparente de 2016, quando Lula já tinha se tornado um perseguido político.

Querem tratar como crime uma relação institucional entre agentes privados.

Os setores descaradamente partidarizados do MP e do sistema judicial são insaciáveis na perseguição a Lula e, dessa forma, desmoralizam as instituições que representam.

O PT continuará denunciando, por todos os meios, esta organização fora da lei, a cada novo abuso que cometerem.

Gleisi Hoffmann, presidenta Nacional do PT

Nota do Instituto Lula:

A denúncia apresentada hoje pelo MPF contra Lula segue a cartilha das acusações políticas e sem fundamento contra o projeto de país mais justo e soberano que tem em Lula seu maior símbolo.

Após quatro anos de perseguição, o Instituto Lula já foi extensamente investigado e teve toda sua contabilidade exposta. Restou provado que todas as doações recebidas foram legais, declaradas, registradas e que tiveram os devidos impostos recolhidos.

Os documentos também provam que as doações foram utilizadas nas atividades fim e nunca tiveram nenhum tipo de contrapartida.

Essa ação se trata de mais um capítulo da perseguição judicial e midiática sofrida pelo ex-presidente Lula.

Nota da Defesa do ex-presidente:

A denúncia oferecida hoje (26/11/2018) pelos Procuradores da autointitulada “Lava Jato de São Paulo” contra o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva é mais um duro golpe no Estado de Direito porque subverte a lei e os fatos para fabricar uma acusação e dar continuidade a uma perseguição política sem precedentes pela via judicial.

É mais um capítulo do “ lawfare” que vem sendo imposto a Lula desde 2016.

A denúncia pretendeu, de forma absurda e injurídica, transformar uma doação recebida de uma empresa privada pelo Instituto Lula, devidamente contabilizada e declarada às autoridades, em tráfico internacional de influência (CP, art. 337-C) e lavagem de dinheiro (Lei n. 9.613/98, art 1º. VIII).

A acusação foi construída com base na retórica, sem apoio em qualquer conduta específica praticada pelo ex-Presidente Lula, que sequer teve a oportunidade de prestar qualquer esclarecimento sobre a versão da denúncia antes do espetáculo que mais uma vez acompanha uma iniciativa do Ministério Público – aniquilando as garantias constitucionais da presunção de inocência e do devido processo legal.

Lula foi privado de sua liberdade contra texto expresso da Constituição Federal porque não existe em relação a ele qualquer condenação definitiva; tampouco existe um processo justo.

Lula teve, ainda, todos os seus bens bloqueados pela Justiça; busca-se com isso legitimar acusações absurdas pela ausência de meios efetivos de defesa pelo ex-presidente.

Espera-se que a Justiça Federal de São Paulo rejeite a denúncia diante da manifesta ausência de justa causa para a abertura de uma nova ação penal frívola contra Lula.

Cristiano Zanin Martins

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

27 de novembro de 2018 às 12h40

Deve haver muita má-fé no MP para caracterizar como lavagem de dinheiro uma Doação mediante Recibo da Entidade beneficiária legalmente registrada e declarada.
Daqui pra frente, onde aparecer o nome do Lula
haverá uma Operação Estapafúrdia como essa.

“As doações recebidas pela entidade são legais, declaradas, registradas, pagaram os impostos devidos, foram usadas nas atividades-fim do Instituto e nunca tiveram nenhum tipo de contrapartida”

https://t.co/e00WyZfee7
https://twitter.com/inst_lula/status/1067111045712539649

Responder

Richards Amorim

27 de novembro de 2018 às 08h16

De bandido mesmo nem o mpf, nem trf 4 moro, nem a PF vão atrás. Olha o helicóptero de pó dos pérolas. O famoso helicoca.
Aecio está solto até hj, Temer idem, até o Rocha Loures tá solto.
Lula nem era mais presidente.
Cada vez fica mais clara a perseguição política.
E o Aécio que foi pego com a boca na botija continua solto. Dizer o que do mpf. São pessoas que gostam de aparecer.
Certa vez o MP queria investigar o jogador Kaká porque ele dava o dízimo para a igreja renascer.
O país está infestado de traficantes e o MP e a PF não fazem nada. Inclusive pairam sérias suspeitas que o Aecio e a turma dele não façam tráfico de influência, mas … São as suspeitas.

Responder

Beatriz

27 de novembro de 2018 às 07h40

Coitadinho do Lula!Roubou,agora aguenta.Foi-se o tempo que esses políticos roubavam e acabava em pizza.Agora tem que devolver TODO o dinheiro e vai preso.Que tenhamos mais e mais MORO neste país.

Responder

Cláudio

27 de novembro de 2018 às 04h13

:
: * * * * 4:13 * * * * * Ouvindo A(s) Voz(es) do Brasil e postando :

Os ladrões estão soltos e no poder e os honestos estão acuados e/ou presos.

Ah, Dona Dilma e seu “controle remoto”…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!