VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Fernando Ferro: “O crime organizado fazendo jornalismo”


18/04/2012 - 12h42





26 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

EUA: Uma economia abduzida por extremistas « Viomundo – O que você não vê na mídia

04 de maio de 2012 às 11h38

[…] Fernando Ferro: “O crime organizado fazendo jornalismo” […]

Responder

H. Back™

22 de abril de 2012 às 19h39

É Ferro na boneca. rs

Responder

Marcelo

19 de abril de 2012 às 17h25

Sei que meu comentario não vai agradar , mas não é baseado em teorias , e sim em tudo que ja vi . Eu lembro de outros escandalos , de outras CPIs , lembro dos discursos moralistas , das renuncias , dos condenados , das brigas , das materias nos jornais , lembro tambem de um video onde um representante de um banqueiro investigado entrega 500 mil reais a um delegado da PF , eu vi essa cena , eu vi mesmo , eu lembro do caso Renan , amante recebendo pensão de um lobista , tudo documentado , tudo provado .Resumindo eu me lembro de todas esses crimes absurdos , crimes realizados , descobertos , filmados , comprovados , e nada mudou . Não vejo pq ter esperança nessa nova CPMI , vai ficar tudo na semantica , não vai trazer nada de novo , não vai fazer ninguem pagar o que deve pelos seus crimes e no Brasil tudo continuara como antes .

Responder

    Gilson Rocha

    19 de abril de 2012 às 20h26

    Eu vou dizer o que é realmente CPMI.
    É tudo jogo de cena, sempre foi.
    Principalmente por ser ano de eleição.
    Alguns que hoje se encontram no Congresso,
    já foram denunciados e obrigados a renunciar.
    Mas por incrível que pareça, alguns deles voltaram,
    inclusive muitos são aliados do governo.
    Nesta CPMI temos até um ex presidente que foi expurgado
    da presidência do país.
    Mas hoje, ele faz parte desta comissão de inquérito.
    É aquela máxima, "Os sujos investigando os mau lavados"

    Magda Mª Magalhães

    22 de abril de 2012 às 04h15

    Sem querer defender nenhum ex-presidente e, por tabela, já defendendo, ele sofreu impedimento e ficou 8 anos com os direitos políticos cassados. Já cumpriu a punição, portanto. É fato, não investigaram as sobras do dinheiro de campanha, o caixa 2, coisa difícil, pois, os empresários entregaram o dinheiro em cash do caixa 2 próprio. E as mortes da mulher do PC (cadáver convenientemente cremado, vontade da pobre), da amante do PC e do próprio PC?
    Também não discutiram com o povo a possível aprovação do financiamento público de campanha, punição com cadeia e multa para o corruptor, punição com rigor para o uso de caixa 2. Isto quer dizer, por falta de providências, provavelmente, o caixa 2 ainda será tentado por muitos.

pperez

18 de abril de 2012 às 21h17

Tomara que seu discurso consiga acordar o companheiro Paulo Bernardo que, enquanto Ministro da comunicação, parece cabeça de bacalhau, todo mundo sabe que existe mas ninguem vê!

Responder

Elias

18 de abril de 2012 às 19h59

No livro Bandidos, de Eric Hobsbawm, encontramos perfis dos mais variados bandidos sociais espalhados pelo mundo. Até Lampião e seu grupo são citados nas páginas de Bandidos. Ao ver o respeitado professor e historiador inglês hoje com 94 anos ainda na ativa, fico a imaginar o que Hobsbawm responderia a um jornalista que tivesse a coragem de fazer esta pergunta: O senhor pesquisou banditismo social em todo o mundo, atualmente, um trabalho semelhante sobre banditismo na imprensa inglesa, brasileira, enfim, na imprensa de todos os países pode ser tema de estudo? O senhor acredita que existem bandidos na imprensa?

Depois de escrito 1: Creio que o professor não iria rir, nem desconversar. E creio também que não responderia à pergunta.

Depois de escrito 2: Já cansou esse papo de chamar jornalista de bandido. Há bandidos em todas as esferas. Trata-se de acusá-los, de dar nomes aos bois, processá-los e se forem mesmo culpados que se prenda-os como se prende qualquer pessoa criminosa.

Responder

Elias

18 de abril de 2012 às 18h42

Eric Hobsbawm tem 94 anos.

Responder

    abolicionista

    19 de abril de 2012 às 12h52

    E é um comunista convicto!

ZePovinho

18 de abril de 2012 às 18h39

Eu vou no detalhe,Azenha.É ali onde o homem está,sem disfarces.
http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-segre

Os segredos da investigação, segundo Policarpo
Enviado por luisnassif, qua, 18/04/2012 – 15:47

Do Curso Abril de Jornalismo

Os segredos da investigação jornalística

Sobre ser inocente útil da fonte

O repórter recomendou que se fortaleça o contato pessoal com os informantes. "Combinar um almoço pode ser uma boa. Você tira o camarada de um ambiente formal, deixa-o mais à vontade". No entanto, uma aproximação maior deve ser evitada, para manter a isenção que a profissão requer. "Quando você tem uma 'fonte amiga' ou um amigo 'fonte', pode ser um inocente útil também", comentou.

Sobre câmeras escondidas

Responder

Elias

18 de abril de 2012 às 18h32

No livro Bandidos, de Eric Hobsbawm, encontramos perfis dos mais variados bandidos sociais espalhados pelo mundo. Até Lampião e seu grupo são citados nas páginas de Bandidos. Ao ver o respeitado professor e historiador inglês hoje com anos ainda na ativa, fico a imaginar o que Hobsbawm responderia a um jornalista que tivesse a coragem de fazer esta pergunta: O senhor pesquisou banditismo social em todo o mundo, atualmente, um trabalho semelhante sobre banditismo na imprensa inglesa, brasileira, enfim, na imprensa de todos os países pode ser tema de estudo? O senhor acredita que existem bandidos na imprensa?

Depois de escrito 1: Creio que o professor não iria rir, nem desconversar. E creio também que não responderia à pergunta.

Depois de escrito 2: Já cansou esse papo de acusar jornalista de bandido. Há bandidos em todas as esferas. Trata-se de acusá-los, de dar nomes aos bois, processá-los e se forem mesmo culpados que se prenda-os como se prende qualquer pessoa criminosa.

Responder

Ceiça Araújo

18 de abril de 2012 às 18h03

Grande Fernando Ferro! Corajoso, esclarecedor, sucinto. E vamos em frente, doa a quem doer! É preciso separar o trigo do joio na política nacional.

Responder

ricardo silveira

18 de abril de 2012 às 16h26

Esse deputado que tem se pronunciado contra a mídia golpista merece aplauso. Percebe-se, claramente, que ele não tem medo da Globo. O papel negativo do PIG para o país é evidente. O que mais seria preciso para convencer o Governo e o Congresso de que o marco regulatório é fundamental para a democracia brasileira?

Responder

Messias Macedo

18 de abril de 2012 às 16h01

O GOLPE ESTÁ NO *PRELO DO PIG!
########################
“… Por isso se disse ontem que estamos vivendo um período de sinais trocados: quem denuncia “pressões” sobre a Justiça é quem pressiona o Judiciário.” Brizola Neto, ‘A Globo quer rito sumário e fuzilamento” – em http://www.tijolaco.com
*Estar no prelo: diz-se de uma obra que se acha nas oficinas tipográficas, prestes a ser publicada. Sair do prelo: publicar-se, editar-se.
EM TEMPO (todo o cuidado é pouco com esta *gente desqualificada e inescrupulosa!): em terra de escorpiões e em rio/lagoa de piranhas, sapo deve usar óculos – e binóculos! [RISOS]
*a OPOSIÇÃO AO BRASIL!

PORTANTO, pintemo-nos para a guerra!

BRASIL NAÇÃO
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

julio montenegro

18 de abril de 2012 às 15h22

nos gemidos da veja de 18/04/2012 ferida bolando na cachoeira um grito de desespero: melhor seria (pros tubaroes) que investigassem… na internet (os peixinhos).

Responder

Yarus

18 de abril de 2012 às 15h20

"O clima na Câmara gerado pela CPI

Enviado por luisnassif, qua, 18/04/2012 – 11:33
Por implacavel
Do Coluna Esplanada

CPI já vira caso de polícia dentro da Câmara

Por Leandro Mazzini

A CPI mista do Cachoeira nem começou mas já pega fogo nos bastidores – em especial, nos corredores da Câmara. Um roteiro com ingredientes de cena policial ganhou o sétimo andar do Anexo 4 da Casa. Indignados com um cartaz pró-CPI na porta do gabinete do deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP), ex-delegado da PF e entusiasta da instalação, dois deputados tucanos o arrancaram da porta e jogaram no chão, irados. Tratam-se de ninguém menos que o presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE), e o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). Protógenes só soube quando pediu à Polícia Legislativa o vídeo do circuito interno de TV do corredor. Mas não prestou queixa à Mesa Diretora.

Constrangido e incrédulo, Protógenes não procurara, até ontem à noite, os parlamentares para pedir explicações. Um assessor acompanhava os deputados na hora do ‘ataque’.

Pelo vídeo e sequência de fotos, fica clara a atuação do trio na porta fechada do gabinete do deputado, durante o dia. Guerra indica e Marinho puxa o cartaz." http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-clima-

Responder

Messias Macedo

18 de abril de 2012 às 15h17

Condenar Dirceu e matar a CPI.
É o que a Globo quer
em http://www.conversaafiada.com.br

##########################

… Não é à toa que os ministros Ricardo Lewandowski e Carlos Ayres Britto foram entrevistados – fora dos estúdios da emissora – pelos jornalistas Gerson Camarotti e André Luiz Azevedo, respectivamente… A pressão da Globo News é aplicada com o mote – e sob o manto [ou toga?!] – da necessária agilidade do processo do Mensalão… E de que os ministros do STF não devem estar submetidos a nenhum tipo de pressão, tirante essas investidas midiáticas da TV por assinatura dos Marinhos…
Uma vergonha: juízes do STF concedendo entrevistas exclusivas a uma emissora cujo desiderato é, claramente, manipular os magistrados, movida muito mais por interesses escusos do que pela prática jornalística… Lastimável o complô! Lamentável o oportunismo das Organizações (Organizações!) Robert(o) Marinho – em parceria(!) com os Policarpos "da 'Veja'" do Robert(o) Civita e a Folha dos Frias da ditabranda!…

EM TEMPO: em terra de escorpiões e rio/lagoa de piranhas, os sapos devem usar óculos e – binóculos! Ou seja, toda atenção é pouca: [MAIS] uma tentativa de golpe está no prelo – e nos subterrâneos dos eternos grupos da OPOSIÇÃO AO BRASIL, o cheiro dos cavalos ao do povo!

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
República Destes Bananas

Responder

Messias Macedo

18 de abril de 2012 às 15h16

BOMBA! (Em primeira mão!)

Lúcia ‘Hippocritus’, da CBN, informa: a colega do PIG, Mirian Suína, está disposta e decidida a lutar no ‘front’. Mirian pensa, inclusive, em solicitar nacionalidade espanhola, objetivando facilitar o acesso dela às fileiras do exército da Espanha, durante a ofensiva contra a Argentina da quase-comunista Cristina Kirchner…
Na bagagem, um retrato e um livro biográfico de Juan Francisco Franco…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

CarlosAugustoPereira

18 de abril de 2012 às 15h02

Chico Science cantava e aqui faço coro com ele: 'Banditismo por pura maldade, banditismo por uma questão de classe'. É o caso da Revista Veja e os que assim atuam

Responder

silvano

18 de abril de 2012 às 14h43

Basta ver o jornal da globo ou ler veja, estadão ou a folha de SP para ver que a depuitado tem razão.

Responder

    Hélio Pereira

    18 de abril de 2012 às 18h34

    É isto ai Silvano.
    O Deputado falou a mais pura realidade,"a VEJA é o próprio crime organizado".
    Por muito menos que isto Jornalistas foram presos e Jornais foram fechados na Inglaterra,sendo assim no Brasil não pode ser diferente!
    Cadeia pro Roberto Civita que se uniu a criminosos e deles auferiu vantagens!

Márcio Oliveira

18 de abril de 2012 às 14h41

Grande Fernando Ferro, o homem que condensou numa sigla tão curta quanto sugestiva todas as práticas sujas e fétidas desse imenso porco obeso que se instalou na sala da República Federativa do Brasil. Abaixo o PIG!

Responder

Ted Tarantula

18 de abril de 2012 às 13h45

crime organizado fazendo jornalismos?? só jornalismo? politica não? futebol não? religião não?existiria crime organizado sem a conivência ativa dos bancos? ninguém viu um filme chamado Gomorra???
o crime organizado controla todas as instituições existentes…

Responder

    Almeida Bispo

    18 de abril de 2012 às 14h27

    O problema é que em lugar não comandado por elite ladrona (os governos são apenas uma pequena parte), é justamente a imprensa e a mídia em geral que ajuda a aparar os ousadinhos. Mas quando a própria mídia é parte dos esquemas de roubo mediante extorsão… aí lascou tudo. Um país livre pra ser bem sucedido precisa ter uma imprensa livre (de esquemas de roubo, inclusive) e um Judiciário atuante; não o que se vê no Judiciário dos antigos senhores feudais dos cafezais, engenhos e currais do Brasil.

    José Ruiz

    18 de abril de 2012 às 14h55

    Concordo, mas visto assim pulverizamos o problema, perdemos o foco… a mídia controla a opinião pública, que por sua vez controla políticos, futebol, religião, etc… é preciso uma limpeza na mídia para resgatar e resguardar a opinião pública dos valores bandidos.

lia vinhas

18 de abril de 2012 às 12h55

Sensacional! Foi a melhor descrição da nossa mídia golpista feita até agora! Imagino as caras e bocas do pessoal da oposição no plenário diante de tal pronunciamento.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding