VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Brasil Atual: Só Serra quer acabar com as conferências nacionais


27/08/2010 - 21h08

Com exceção de Serra, candidatos prometem continuar conferências

Dilma, Marina e Plínio pretendem manter conferências como forma de participação direta da população na vida política do país

Suzana Vier, na Rede Brasil Atual

Publicado em 27/08/2010, 09:42

São Paulo – Após as críticas de José Serra, candidato do PSDB à Presidência da República, ao modelo de conferências, adotado pelo governo federal como mecanismo de participação direta da população, Dilma, Marina e Plínio afirmaram à Rede Brasil Atual que vão dar continuidade às conferências realizadas em diversas áreas.

Em discurso no 8º Congresso Brasileiro de Jornais, no Rio, Serra chamou as conferências realizadas durante o governo de Lula de “conferencismo”. O candidato também atribuiu às conferências de comunicação, de direitos humanos e  de cultura, a tentativa de cercear a liberdade de imprensa. “[…] as três se voltaram para um controle da nossa imprensa, um cerceamento da liberdade de expressão e da liberdade de informação. De que maneira? Através do controle – suposto – da sociedade civil”, criticou.

A candidata Marina Silva (PV) defende que é preciso aprofundar a participação democrática e o envolvimento da sociedade como pilares de sustentação do governo. “[Vamos] fazer do processo de participação uma oportunidade de desenvolvimento da consciência política e dos valores democráticos”, descreve a senadora.

Marina aponta que a legitimidade de um governo depende da “participação direta e sistemática da sociedade nas decisões de caráter público”.

Dilma Roussef (PT) disse que pretende manter a participação da sociedade e dos movimentos organizados em conselhos e conferências, caso seja eleita. “Elas são espaços de democracia importantes e necessários para a construção de diretrizes e políticas públicas.”

A petista admite que nem sempre é possível transformar decisões de conferências em realidades imediatas, mas é fundamental a um governo democrático saber o que a sociedade pensa. “O diálogo sempre traz respostas positivas, mesmo onde haja discordâncias”, sintetiza.

O candidato do PSOL, Plínio de Arruda Sampaio, relata que seu partido tem participado de todas as conferências e defende a implementação das resoluções. O presidenciável propõe a criação de fóruns para complementar a política de conferências. “No caso de ocupar a chefia do Executivo, o PSOL não apenas daria continuidade a essa política como investiria na construção de fóruns que possibilitassem a deliberação com maior participação popular”, defende Plínio.

Nem o candidato José Serra, nem sua coordenadoria de campanha responderam às solicitações da Rede Brasil Atual para confirmar as posições contrárias à participação popular em um eventual governo seu.

Resposta federal

Ainda na semana passada, o  ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci, respondeu às críticas de José Serra às conferências e classificou as opiniões do tucano de “concepção elitista de democracia, na qual a população não tem o direito de ser ouvida nas decisões de governo” (acesse a matéria completa no quadro acima).

A Secretaria-Geral da Presidência calcula que 5 milhões de pessoas participaram de processos referentes a 73 conferências realizadas nos últimos oito anos.

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


26 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

a barbosa

12 de setembro de 2010 às 21h07

o tucano ta agonizando veja so ele falar mal do presidente Lula saba porque? pura inveja porque ele não tem capacidade para governar oBrasil isso sim.

Responder

HÉLIO TATTU

29 de agosto de 2010 às 11h05

Ledo engano seu, caro "márcio". Leio em torno de 70% dos comentários que aqui são postados. Creio ser uma forma de saber qul opinião das pssopas em relação ao tema posto em discussão. Ainda mais que, nesse blog, são postadas opiniões divergentes às do autor do texto, mesmo que este seja o próprio Azenha. Democracia é assim meu "quirido", os espaços de discussão são usados por todos que se interessam em saber das diversas opiniões. É assim quem moldamos uma democracia sólida. Respeitando as opinoões uns dos outros _claro que respeito a sua – com isso aprimorando as nossas.
Abraços fraternais!!

Responder

    juarez

    11 de setembro de 2010 às 14h39

    Para o zé,qto menos informar melhor para cabrestear,certamente essa idéia tambem esta em seu programa de governo.

Jairo_Beraldo

29 de agosto de 2010 às 10h50

"Serra diz que PT criou uma 'república sindicalista'. Em encontro com militares no Rio de Janeiro, candidato tucano afirmou ser contra a retomada da discussão da 'Lei da Anistia'Falando a militares da reserva e reformados, em palestra no Clube da Aeronáutica, no Rio de Janeiro, o candidato tucano José Serra comparou o governo Lula ao de João Goulart, deposto no golpe de 1964, referindo-se a “uma república sindicalista”." (IG-Último Segundo)

"Quer por à prova o caráter de um homem?Dê-lhe poder!" – Abraham Lincoln

"Desesperado e crispado de ódio pela eleição que lhe escapa entre os dedos, apela para o discurso de extrema-direita. É o mesmo linguajar dos golpistas de 64 – que agora transborda da boca de um ex-lider estudantil, cassado pela ditadura." Isso é Serra…"uma vivandeira, a bolir com os granadeiros." – Rodrigo Vianna

Responder

marcio

29 de agosto de 2010 às 08h52

Ninguém lên mais que 40% deste comentários, é perda de tempo postar aqui. Vcs n percebem q não há tempo pra todo mundo? Seus comentarios só sao lidos por vocês próprios e por quem postou alguma coisa acima.

Responder

Ed.

29 de agosto de 2010 às 00h52

Vejam que curioso!
Para Serra cumprir o que prometeu (e não cumpriu), de terminar o mandato de prefeito de SP…
… terá que se candidatar à prefeito de SP…

Responder

Ed.

28 de agosto de 2010 às 22h58

É um desagregador…
Conferências, grupos, povo?
É só olhar o "comando" de campanha de Zé para perceber que ele não gosta de escutar nem falar com ninguém.
Nem a curriola participa muito. Até no governo FHC era um incômodo e acabou saindo do Planejamento para a Saúde…
O melhor que fez foi "planejar" a venda da lucrativa Vale e o apagão de 8 meses…

Responder

Marat

28 de agosto de 2010 às 20h36

Serra devreá aceitar a humilhação de ser um simples secretário de Alckmin, se o tucano vencer as eleições para o governo de SP. Caso contrário, voltará para seu verdadeiro lar: a Folha de São Paulo, onde escreverá colunas para a banda conservadora-decadente de SP…

Responder

    Ed.

    28 de agosto de 2010 às 22h43

    Pôxa, pensei que fosse dar aulas de PORCOntagem na Unicamp…

    Gerson Carneiro

    29 de agosto de 2010 às 09h58

    Eu acho mesmo que ele será contratado para compor a trupe do Casseta & Planeta, ou será o analista político do JN, reversando com o Jabobo.

O_Brasileiro

28 de agosto de 2010 às 18h38

O Serra não quer ouvir o povo e depois ainda quer acertar quando governa…
E depois vai dizer que não entende porque está perdendo em SP, estado que governou…

Responder

carlos bandeira

28 de agosto de 2010 às 16h42

Serra é o único também que não veste o boné do MST: http://www.mst.org.br/candidatos-que-vestem-o-bon… . Ele não gosta de povo.

Responder

Mc_SimplesAssim

28 de agosto de 2010 às 15h16

É mais do que evidente que um candidato que se apresenta como explícito membro da direita raivosa se posicione contrário a qualquer manifestação democrática.

Dificil é definir aqueles que ficam em cima do muro, dizendo que são de "centro", seja lá o que isso signifique.

Responder

Fabio_Passos

28 de agosto de 2010 às 14h29

jose serra governaria seguindo a agenda definida pela "elite" e divulgada pela mídia-burguesa: privataria / privilégio aos ricos / desmonte do Estado / perseguição dos movimentos sociais.

O Plinio tem a posição mais avançada para o Brasil. Além de defender a implementação das resoluções definidas nas conferências, quer radicalizar a democracia e aumentar a participação popular nos debates e decisões do Estado.

Olha só que belíssima ousadia:

"Ato lança plebiscito pela limitação da propriedade da terra na USP" http://www.plinio50.com.br/noticias/317-ato-lanca

"
A candidatura de Plínio Arruda Sampaio apoia a inciativa e tem no tema da reforma agrária um dos eixos de sua campanha por entender que a distribuição de terras é essencial para a redução da abissal desigualdade social que existe no Brasil.
"

Poder para o povo pobre!

Responder

BloGDoRiLDo

28 de agosto de 2010 às 10h46

Essa foi mais uma demonstração de como "O Grande Mentiroso" odeia o povo, quer distância do povo. Organização civil só serve para "tumultuar" na visão míope do candidato do PSDemB. Claro que ele precisa dizer que vai acabar com isso. Ele representa o que há de mais retrógrado; representa o PIG, e estes não aceitam aquilo que LULA vem fazendo no país, muito menos a participação popular definindo prioridades para um governo. Então ele faz um discurso pra essa gente que odeia o povo.

Responder

Gerson Carneiro

28 de agosto de 2010 às 10h24

Sinceramente, sem medo de ser processado ou sei lá o quê: como eleitor vislumbro total má-fé do candidato José Serra. É evidente a contradição havida entre a sua prática e o seu discurso. E fico feliz por ser um entre os milhões a perceber.

O Serra é o opositor perfeito para Dilma nessa eleição. Isto porque Dilma não derrotará apenas um candidato, mas sim todo um conglomerado de partidos e idéias, ou seja, a massa cheirosa.

Responder

    Ed.

    28 de agosto de 2010 às 23h02

    Temos até que reconhecer a ajuda que o "preparado" tem dado à candidata, com suas falas e ações estapafúrdias.
    E a desnudar a massinha cheirosinha que não fica pertinho dos focinhozinhos dos porquinhos…
    Hehe

Jeremias Berdinazzi

27 de agosto de 2010 às 23h55

Serra é #fail. A ganância pelo poder é tão grande que ele conseguiu brigar com todo o PSDB e não tem apoio.
Se Serra se torna presidente, o país inteiro vai ser pedagiado.

Para presidente? A nação via internet!

Fora Deputados, fora Senado! Legislação, decisão de gastos e demais decisões todas na real democracia: via internet decidida pela maioria real!

Responder

Jairo_Beraldo

27 de agosto de 2010 às 23h51

Serra (Zé me tomaram) é igual. Todo mundo dizendo para ele calar a boca e ele coloca as mãos nas imensas orelhas e ignora a todos. "Não estou ouvindo. Me nego a ouvir".

Responder

    Gerson Carneiro

    28 de agosto de 2010 às 00h29

    Cumpadi berardo, senti tu falta aqui, ômi de Deus.
    O que aconteceu? Tu comeu oface cum agro-tóchico?

    Jairo_Beraldo

    28 de agosto de 2010 às 09h03

    Cumpadi, tava dando uma vorta aqui pra vê se ainda tem chance de nóis dirrubá o tucano. Tem e muita…questão de tempo.

    Gerson Carneiro

    28 de agosto de 2010 às 09h59

    O tucano já tá morto cumpadi. O máximo que podemos fazer é participar do enterro. Vai ser numa rede, em vala comum.

    Jairo_Beraldo

    28 de agosto de 2010 às 12h38

    falo o tucano daqui…marconi perigo…

    Davi Vieira

    28 de agosto de 2010 às 20h39

    Sou de Goiás também. Vc tem alguma indicação de blog progressista que discuta as eleições goianas?

Urbano

27 de agosto de 2010 às 22h17

O maior desejo mesmo do zé contra-rampa, o mitômano, é acabar com a nação.

Responder

    ratusnatus

    27 de agosto de 2010 às 23h51

    Ou melhor, porque governar se tem gente muito mais preparada ao norte. Gente que fala até inglês e não fala qualquer outra língua,… que maravilha. Vamos terceirizar o governo. :)


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.