Bolsonaristas invadem centro de formação do MST, picham com suásticas e incendeiam casa de coordenadora

Tempo de leitura: 2 min
Fotos: MST/PE

Invasão bolsonarista com suástica e incêndio no Centro de Formação Paulo Freire, Caruaru/PE

Nota da Direção do MST-PE sobre invasão criminosa bolsonarista e neonazista
 

Página do MST

Na madrugada deste sábado (12/11), o Centro de Formação Paulo Freire, localizado no assentamento Normandia, foi atacado por um grupo de bolsonaristas.

Inicialmente foram vistos quatro pessoas, com camisas amarelas. Elas aproveitaram uma festa de vaquejada, com som extremamente alto, que estava ocorrendo no Parque de Vaquejada Milanny, que se localiza na frente de nosso assentamento.

Às três horas da manhã, os bolsonaristas invadiram o espaço do centro e picharam vários espaços coletivos com o símbolo da suástica nazista e o nome MITO.

Além disso, os bolsonaristas arrombaram e incendiaram a casa de moradia da coordenadora do centro.

Com o fogo, a militância que mantém o Centro foi alertada e conseguiu ainda apagar o incêndio.

Entretanto, a casa foi parcialmente queimada, principalmente as camas, telhados e os pertences.

Não é a primeira vez que o Centro de Formação Paulo Freire é atacado.

Em 2019, no primeiro ano do governo de Bolsonaro, moveram uma ação de despejo contra nosso espaço que felizmente foi barrado por uma extensa rede de solidariedade vinda do Brasil e de outros lugares do mundo.

Desde então, o processo ficou parado, aguardando procedimento do Incra que, em função da pandemia, ainda não foi realizado. Esperamos resolver de forma definitiva, tão logo o novo governo federal tome posse.

Lamentamos muito ter que fazer este informe, já que saímos de uma jornada eleitoral polarizada e acirrada.

O Brasil e o povo brasileiro clamavam por atitudes e empenho para resgatar a democracia, os preceitos constitucionais do estado democrático de direito e uma postura enérgica contra a fome, contra a violência, contra o ódio e contra todo o tipo de preconceito.

Os bolsonaristas foram derrotados nas eleições, mas uma minoria, movida pela intolerância, preconceito e ódio de classe, de raça e gênero, não aceitou os resultados da democracia e está querendo nos impor um terceiro turno.

Felizmente, desta vez ninguém se feriu. Os danos materiais, a gente resolve.

Fica mais uma vez a lição de que não podemos “baixar a guarda”. Temos que nos manter  alerta para proteger nossas estruturas e garantir a posse de Lula no primeiro de janeiro.

Até lá, alerta máxima. Cuidar e proteger nossas estruturas e nossas lideranças contra a ira do ódio e do preconceito e da intolerância, dos grupos fascistas.

Contra todo o tipo de ódio e intolerância, venceremos!

Abraços

Direção do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra-Pernambuco

Leia também:

Vanessa Martina denuncia omissão de prefeito ante agressões a estudantes e atos ilegais de ”patriotas”: Crime de responsabilidade?

Gestão do prefeito de Porto Alegre esconde nomes de líderes dos bloqueios, denuncia oposição

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Marat Calado

Essas sempre aconteceram sem grande repreensão da força policial, que parece não se importar com os violentoas ataques nazifascistas ao MST e logicamente, aos trabalhadores sem terra, e´bom saber que, o MST ésconsiderado um dos maiore movimentos sociais do mundo, que hoje cada vez mais aumenta sua presensença na organização da agricultura familiar, formação técnica, artezã, formação escolar (sempre com alta qualificação nas provas de escolas públicas (não divulgadas pela imprensa corporativa para não valorizar a entidade) aos cidadãos que dela participam. É isso e é assim que funciona.

abelardo

Cada vez mais a maioria do povo brasileiro respira aliviado por ter contribuído com a vitória de Lula. Até muitos eleitores que votaram em Bolsonaro, ao assistir e tomar conhecimento dos atos de terrorismo, intolerância e radicalismo fascista, também se sentem aliviados pela vitória de Lula. Grande parte dessa pequena horda subversiva está identificada pelas autoridades, mas parece que a prioridade é desarticular as cúpulas daninhas que incentivam e até financiam simpatizantes para fazer o que não tem coragem. Porém, a lei e a ordem devem ser restabelecidas de imediato e urgente, antes que
a grande e previsível desgraça aconteça.

Zé Maria

E os Aparelhos de Repressão Burgueses não vão fazer nada,
porque Nazi-Fascistas Bolsonaristas são Pessoas de Bem.
Os Sem-Terra estão Carimbados ‘Bandidos’ pelo Capital.

Deixe seu comentário

Leia também