VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


725 reais se transformaram em R$ 36,6 milhões: a contadora filiada ao DEM que levou “laranja” petista a ser denunciada em Veja
Denúncias Falatório

725 reais se transformaram em R$ 36,6 milhões: a contadora filiada ao DEM que levou “laranja” petista a ser denunciada em Veja


11/06/2015 - 13h08

Captura de Tela 2015-06-11 às 12.53.05

POLÊMICA

Contadora filiada ao DEM errou prestação de enfermeira

Erro transformou servidora em milionária do dia para a noite; R$ 725 viraram R$ 36,2 milhões

PUBLICADO EM 11/06/15 – 03h00

FELIPE CASTANHEIRA, em O Tempo

Filiada ao DEM e ferrenha opositora do PT nas redes sociais, a contadora Rosilene Alves Marcelino admite ter errado a prestação de contas da enfermeira Helena Ventura, candidata a deputada estadual pelo PT, e incluído, indevidamente, o montante de R$ 36,2 milhões em um pagamento feito durante as eleições do ano passado.

O valor correto, de R$ 725, foi pago à empresa de propriedade de Benedito Rodrigues, o Bené, preso pela Polícia Federal na operação Acrônimo.

Porém, com o equívoco de digitação, foram contabilizados os R$ 36,6 milhões, transformando a enfermeira, que é servidora efetiva do Estado há mais de 30 anos e recebe cerca de R$ 2.000 por mês, em uma milionária do dia para a noite.

Helena passou a ser abordada por equipes de reportagens de todo o país, e as matérias, segundo ela, aprisionaram-na em sua própria casa.

O erro gerou a suspeita de que a candidata teria sido usada como laranja para alguma operação ilícita na campanha.

Em entrevista exclusiva a O TEMPO Rosilene, responsável pela Contabilidade Shalon, localizada em Betim, cidade onde a enfermeira reside, reconheceu a gafe.

Por meio de uma declaração escrita de próprio punho e registrada em cartório ontem, ela retificou a informação, explicando que o valor correto do pagamento era mesmo os R$ 725.

“Foi um erro de digitação. Eu disse para ela: ‘Nem você, nem eu vimos’. Ela veio faltando uma hora (para acabar o prazo), querendo que eu fizesse a prestação de contas dela, que tinha que ser feita naquele dia”, justificou, minimizando o problema. “É a coisa mais simples de resolver. É só entrar e fazer a retificação”, completou.

A justificativa, porém, não foi totalmente aceita pela enfermeira, que diz se sentir ameaçada com a repercussão que o caso tomou, após matérias serem publicadas em revistas de circulação nacional. “Foi um valor muito específico para ser confundido por uma pessoa que tem facilidade com números”, lamentou Ventura.

Captura de Tela 2015-06-11 às 12.59.24

A barrigada de Veja, que denunciou Helena Ventura

Quando a prestação de contas foi entregue, em novembro do ano passado, Bené já tinha ganhado as manchetes, após o episódio em que um avião de sua propriedade foi apreendido com R$ 113 mil em dinheiro no aeroporto de Brasília. A ação deu origem à investigação da Acrônimo, que apura suposta lavagem de dinheiro.

Com 20 anos de experiência, a contadora Rosilene fez a prestação de contas de diversos candidatos, mas Helena Ventura foi a única do PT. A profissional foi escolhida por acaso, segundo Helena, após sua contadora habitual recusar o serviço.

De acordo com Helena Ventura, que afirma desconhecer Bené ou a Gráfica Brasil, o gasto se referia a santinhos de campanha, encomendados pelo PT e rateados entre os candidatos na disputa.

Por causa da divergência, o TRE abriu investigação e solicitou esclarecimentos. O tribunal realizou uma diligência em um endereço cadastrado de Helena.

Ataque na rede

Oposição. Nas redes sociais, Rosilene Marcelino posta frequentemente mensagens contra o PT e a presidente Dilma Rousseff. À reportagem, diz que “o PT está destruindo o país”.

Leia também:

Instituto Lula: Mais uma tentativa de escandalizar atividades legítimas





31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

sandra

15 de junho de 2015 às 10h10

engraçado. o pt precisando de dinheiro, pedindo contribuições pra petistas e deixando todas as oportunidades de processo por indenização escapar

Responder

Urbano

12 de junho de 2015 às 12h26

Puro café pequeno da oposição ao Brasil…

Responder

Grace Diniz

12 de junho de 2015 às 12h12

Um estrago “impagável”!!! Não adianta mais essa “contadora” querer justificar como sendo erro de digitação (???). É bom que seja divulgado o nome dela, assim a clientela ficará mais atenta. Uma “contadora” sem muita familiaridade com números (estranho…) .Gravem o nome dela: ROSILENE MARCELINO. De olho nela…

Responder

Romanelli

12 de junho de 2015 às 08h30

R$ 36,2 milhões da reportagem, ou R$ 36,6 milhões do titulo ?

Responder

Lauri Guerra

12 de junho de 2015 às 00h02

Isso não é erro de digitação. Até porque não são parecidos os algarismos que teriam sido digitados.
Isto foi intencional. A balela de erro de digitação é desculpa esfarrapada de quem cometeu ato de bandidagem. Até por que o montante deveria chamar a atenção de quem entrou os dados no sistema.

Responder

C.Paoliello

11 de junho de 2015 às 23h35

Se fosse a Helena entraria com uma ação de indenização por danos morais e de imagem que aí sim, renderão milhões para a parte prejudicada pelo “detrito sólido de maré baixa”(PHA). Aliás sou contrário a qualquer tipo de repercussão de publicações desonestas e mentirosas, pois só dá prestígio a quem não tem.

Mas queria falar de outra coisa…

A mega fraude que o governo não tem coragem de enfrentar tem apelido: “dívida pública”. Veja, de forma didática, como Maria Lúcia Fattorelli explica tudo em

http://www.cartacapital.com.br/economia/201ca-divida-publica-e-um-mega-esquema-de-corrupcao-institucionalizado201d-9552.html

Responder

    abolicionista

    12 de junho de 2015 às 08h42

    Processar a Veja? Boa sorte…

Marat

11 de junho de 2015 às 23h06

Só a justiça burguesa e a banda podre (que parece ser a totalidade) da PF não percebem que para a direta do Brasil abunda dinheiro desde o exterior!

Responder

Juca

11 de junho de 2015 às 22h22

A contadora tem pagina no facebook, vamos entupir sua página com um escracho.

Responder

josé maria de souza

11 de junho de 2015 às 20h02

“O erro foi causado pela contadora Rosilene Alves Marcelino, filiada ao DEM e crítica ao governo do PT nas redes sociais.” Essa mulher está competindo com o tal de sérgio moro, que “confundiu” a mulher do tesoureiro do PT com a irmã dela. Coincidência ou caso pensado contra o PT?
josé maria

Responder

Runas Waldan

11 de junho de 2015 às 19h47

Essa contadora é a Rudimentar de que falou aécio. Faz nas cochas. E a veja já tá praticando a indigência editorial. Todos ficando louquinhos e grogues. Dilma é um santo remédio pra esse Brasil.

Responder

tiao

11 de junho de 2015 às 19h44

Depois a gente vai e joga lixo e merda na portaria destes caras e eles ficam bravos. O predio da Abril merece ser coberto de esgoto.Canalhas!!!

Responder

ricardo silveira

11 de junho de 2015 às 18h53

A Veja não sabe fazer jornalismo, faz “porcalismo”. E pelo jeito pode, pois faz isso há muito tempo, impunemente.

Responder

    Julio Silveira

    11 de junho de 2015 às 20h10

    É que o Brasil é o melhor dos mundos para todo tipo canalhice. Aqui o que definimos como justiça, cobra pouco e na maioria da vezes nada de quem merece, pode e deveria pagar muito. E muito, e as vezes até muitíssimo, de quem não pode, não deveria ou até não poderia pagar nada.

Walter Pastori

11 de junho de 2015 às 18h31

Esta contadora vai dar entrevista pra Gloria Maria no fantástico no próximo domingo.

Responder

abolicionista

11 de junho de 2015 às 18h26

A Veja que se cuide, se um engano desse acontece comigo, meto um balaço no desgraçado do editor.

Responder

paulo s.

11 de junho de 2015 às 18h02

Vai ter uma capa com um “erramos”?

Responder

FrancoAtirador

11 de junho de 2015 às 18h01

.
.
Aula de como se constroem,
.
na Mídia-Empresa Fascista,
.
a Calúnia e a Difamação.
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    11 de junho de 2015 às 18h21

    .
    .
    Observe-se que os Ataques Midiáticos são Sucessivos e Premeditados,
    .
    tendo como Alvo Principal especificamente uma Pessoa Predeterminada:
    .
    No caso, o Governador do Estado de Minas Gerais, Fernando Pimentel,
    .
    indiretamente atacado com ofensa ao nome da Esposa e da Enfermeira.
    .
    .

Apolônio

11 de junho de 2015 às 17h19

O PT é um partido extremamente necessário ao país. Ele, quer queira, quer não, fez uma revolução nesse país. Muito coisa boa foi feita e continua se fazendo. Agora, é preciso que o partido acredite nisso. Faz-se necessário, que seus filiados que ocupem cargos legislativos, ou no executivo ajam com mais firmeza, sem ingenuidade, com mais profissionalismo. O partido não pode ficar apanhado a torto e a direito. Tem que reagir.

Responder

Julio Silveira

11 de junho de 2015 às 16h14

Se faz uma ótima oportunidade de se ajudar a fundar um pouco mais esse grupo e sua prestadora de serviço. A justiça é o caminho, ela deve considerar as perdas morais, etc…etc..etc…

Responder

Luiz

11 de junho de 2015 às 15h59

Quanto é que o Ministério “para o Público” vai agir e fechar, definitivamente essa revistinha nojenta, disseminadora de mentiras e ódio. Esse panfleto velho chamado “veja” já passou da hora de fechar as portas. Até quando vamos permitir que esse lixo suje o nome de pessoas de bem, sem sofrer qualquer consequência. Se existisse Ministério Público nesse pais, a coisa seria diferente.

Responder

Pedro Junior

11 de junho de 2015 às 15h01

Até agora não entendi, a contadora é do DEM, mete na Dilma e no seu partido, a candidata é do PT e vai confiar a sua contabilidade a essa senhora do maior partido de oposição, ai realmente fica difícil.

Responder

Roberto Locatelli

11 de junho de 2015 às 13h47

Mercadante, quando era ministro da Educação, entregou provas do ENEM para serem impressas na gráfica da Folha (da Folha!!). Resultado: as provas vazaram e o PIG — inclusive a própria Folha — vociferaram contra o governo.

Agora, ficamos sabendo que as contas de uma deputada do PT estavam entregues a contadora do DEM, também conhecido como Demo.

Esses fatos mostram que o PT sofre de uma intensa Síndrome de Estocolmo. Alguém precisa avisar o partido que a luta de classes EXISTE.

Responder

    Rita

    11 de junho de 2015 às 14h29

    Comentário preciso.

    Ana Clara Nunes

    11 de junho de 2015 às 17h07

    O PT é uma vergonha, os tucanos estão demolindo os petistas.

    Samuel Souza

    12 de junho de 2015 às 12h34

    Perfeito…curto e grosso, mas acho que precisamos desenhar para essa turma do pt.

angelo

11 de junho de 2015 às 13h38

Barrigada? Acho q não, Bacellar; salvo engano, que eu saiba, ‘barrigada’ na gíria jornalística presume culpa sem dolo; o que não é o caso.

A derrota foi muito maior que poucos pontos percentuais; nem com golpe na capa às vésperas da eleição, nem com Datasensus/IstoÉ dando 17 pontos de vantagem (margem de erro é de 5000 pontos pra baixo, pra cima, pros lados e considera também as onze dimensões e multiversos), nem com n estórias mirabolantes em letras garrafais e exclamações, nem assim conseguiram ganhar.

Direita magoada que só; infantil e sem educação que é, esperneia que nem bebezinho mimado.

Ai da revista se houvesse um Poder Judiciário neste país. Ai da revista se calúnia fosse crime.

Responder

    Bacellar

    11 de junho de 2015 às 14h08

    Angelo, o Sr. está insinuando que este ilibado, imaculado e casto veículo comunicativo intencionalmente publicou inverdades? Não posso crer…Sem dúvida há de ter sido lapso de algum estagiário terceirizado.

    Quem não confundiria 3.000.000 com 700?

    Repare no teclado como o 3 fica a apenas 3 teclinhas de distância do 7…Repare também como são sensíveis os teclados modernos, uma pressionadela a mais, coisa de 0.00001 joule, e podemos disparas dezenas de zeros de forma totalmente involuntária.

Bacellar

11 de junho de 2015 às 13h24

Troféu “Torresmo de Ouro”. Barrigada épica.

3.200.000,00 realmente é muito parecido com 750,00. O que são reles 4 dígitos a mais e dois algarisminhos diferentes? Bobage…

Responder

    Vasconcelos

    11 de junho de 2015 às 13h58

    Tá pior do que as margens de erros das pesquisas pra presidente do ano passado.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding