VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Lula, que saudade de você! Tirou de letra a crise de 2008 enquanto o Bolsonaro só aumenta a sangria
Isis Medeiros/Sind-UTE/MG
Cartas para o Lula

Lula, que saudade de você! Tirou de letra a crise de 2008 enquanto o Bolsonaro só aumenta a sangria


11/10/2019 - 10h54

Curitiba, 8 de outubro de 2019

Estimado Lula

Como vai de saúde?

Sei que um médico te visita de vez em quando.

Mas não tenho a menor ideia da periodicidade.

É de quanto em quanto tempo?

Ou só quando você chama?

Se for assim, é preocupante.

O bom são visitas periódicas.

Depois que te prenderam, já fez algum check-up? Se não, acho que está na hora de fazer.

É bom se cuidar.

A propósito, apesar de não ser médico, uma vez li sobre o uso de sangrias para tratamento de doenças e de doentes.

Se eu fiquei doido?!

Nããããããããããão! Por enquanto, rsrsrsr.

Calma, já te explico porque disse isso.

A minha impressão é que os financistas e neoliberais tratam o Estado como os médicos antigos tratavam os doentes, com sangria.

Deu para entender?!

O mercado é o deus dos financistas e dos neoliberais.

Como todos os deuses, o deus-mercado também é invisível (lembra-se da mão invisível do mercado?) e dita regras.

A regra desse (deus) mercado é: reformar e privatizar tudo para deixar o estado bem pequenininho.

De acordo com os seguidores desse deus tudo será resolvido, inclusive o desemprego, aprofundando as reformas, diminuindo o Estado.

Lula, isto não é como as sangrias?

Não importava a doença nem as condições físicas do doente, a sangria, diziam, curava todos.

Sangrava, mais fraca a pessoa ficava.  Novo sangramento, mais fraqueza… Até que morria ou salvava-se por si só.

Entendeu?

É assim o deus mercado: sangra com uma reforma, aumenta a pobreza, a incerteza e o desemprego, então sangra novamente, ou seja, outra reforma, até que o Estado morre de fraqueza.

É assim que está acontecendo no Brasil.

Vem o Bolsonaro e diz que não tem dinheiro para pagar nada. É o resultado da sangria. Soma-se à  (sangria) reforma a incompetência de quem está aplicando a sangria, digo, governando.

Sabe Lula, não tenho esperança que o (doente) Brasil vai se recuperar com esta gente. Acho que vai piorar.

A coisa no mundo está difícil.

Vá lá! Já que usei a palavra sangria, agora uso estresse.

A economia mundial vive um grande estresse: o crescimento econômico mundial é pífio, as tensões comerciais são enormes e a Alemanha, inclusive, está em crise; caíram suas exportações.

Lula, até a China está estressada: sua produção industrial, em julho, foi a menor em 16 anos.

Não bastasse isso, ainda tem o Trump brigando com os chineses.

Lula, que saudade de você. Além de tirar de letra a crise de 2008, ainda a chamou de marolinha.

Abraço

Jorge Sanches.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Valdir Rocha de Freitas

12 de outubro de 2019 às 22h16

Sr. Antunes
Abra o seu cérebro.
Enquanto nós estivermos divididos os abutres (principalmente os americanos irão levar as nossa riquezas). Este bolsonaro jamais foi um nacionalista. Ele é entreguista. Americanos se unem para defender a sua soberania. Nós brasileiros nos dividimos e a cada dia ficamos mais pobres. Nós temos que construir um base política de homens e mulheres que tenham compromisso com o povo brasileiro. Não se bate continência para a bandeira americana e nem para outro País qualquer. Defender a nossa soberania, as nossas riquezas é que nos torna nacionalistas. Não adianta colocar a bandeira do Brasil na nossa casa se a nossa alma vive a bajular os americanos, que são os abutres mundiais.

Responder

a.ali

11 de outubro de 2019 às 22h15

Presidente LULA, estão sangrando o brasil…tudo que se construiu, em anos, bastaram alguns meses para DOAREM ao estrangeiro, o povo, sangra, a economia (?) está acuadíssima, só ganham os banqueiros e tem besta que não quer ver…a justi$$ como sabes, é parcial e temos uma lêndia no planalto que tem levado bola nas costas e ponta pé na bunda, mesmo jurando amar o cabelo de milho…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.