VIOMUNDO

Diário da Resistência


Lula, gostaria que as pessoas, quando perguntadas se “tudo bem”, respondessem a verdade. E você?
Fotos: Erika Berenguer e Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Cartas para o Lula

Lula, gostaria que as pessoas, quando perguntadas se “tudo bem”, respondessem a verdade. E você?


07/10/2019 - 21h00

Curitiba, 30 de setembro de 2019.

Prezado Lula

Como você bem sabemos, nós, aqui no Brasil, temos o costume de cumprimentar as pessoas perguntando: “oi, tudo bem?”.

E a pessoa perguntada imediatamente responde: “sim, e você como vai?”.

É coisa automática.

Às vezes fica só nisso e a vida vai passando.

Atualmente, acho que as pessoas não querem mesmo é papo. Preferem repetem pró-forma” tudo bem” do que falar a verdade sobre a nossa real situação.

Lula, dá para responder que vai “tudo bem” com um governo como este?

Todo dia, sem por nem tirar, Bolsonaro comete barbaridades em atos e palavras.

Imagine o que esse homem pensa e não fala?!

Isso me lembra a aula de catecismo, quando era criança.

Eu tive. E você?

Creio que mais gente lerá esta carta (ou só ficará entre nós dois?) e não saberá do que estou falando.

Para evitar mal-entendidos, é melhor explicar, concorda?

Catecismo são ensinamentos sobre os “princípios, dogmas e preceitos de doutrina religiosa” (Houaiss), no meu caso, cristã.

Com base nessas aulas éramos todos pecadores.

Nelas (nas aulas, viu?!) nos era ensinado, entre outras coisas, o que é pecado e a confissão para obtenção do perdão.

Como uma criança de 10 anos pode ter algum pecado?

Mas, de qualquer maneira, tínhamos o pecado original e para fazer a primeira comunhão éramos obrigados a confessar.

Ou seja, chegar diante do confessor  e dizer: “padre, pequei em atos, palavras e pensamentos”.

Depois, como o padre insistia, a gente contava ou inventava algum pecado.  E, ao inventar, pecava.

O Bolsonaro se diz cristão. Será que ele se confessa?

Se ele se confessa, acho que tem que fazer uma ‘cola’ em casa para não esquecer nenhum pecado.

Aí, me vem outra dúvida: será que ele sabe escrever?

Ele gagueja muito quando vai ler, o que me dá a impressão que não sabe escrever.

Será que só foi alfabetizado para assinar o nome?

Lula, apesar de tantos assuntos sérios, desculpe por esta carta sem importância.

Desde o dia 15 não te escrevo, é que não estava “tudo bem” comigo.

Mas isso é um caso pessoal.

Gostaria que as pessoas, quando perguntadas se “tudo bem”, respondessem a verdade.

Acho que ajudaria a melhorar o Brasil.

Abraço.

Jorge Sanches

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

lulipe

08 de outubro de 2019 às 09h38

E lula continua preso….

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.