VIOMUNDO

Diário da Resistência


Lula, com a turma do Bolsonaro, ‘filme da faroeste’ está de volta e não vai ter ‘the end’
Dois integrantes da turma de Bolsonaro no ES, ambos do PSL: Mannato, ex-integrante de grupo de extermínio que ele levou para o governo, e o deputado estadual estadual Capitão Assumção que prometeu R$ 10 mil reais para quem matasse assassino de jovem. Fotos: Divulgação e reprodução de vídeo
Cartas para o Lula

Lula, com a turma do Bolsonaro, ‘filme da faroeste’ está de volta e não vai ter ‘the end’


20/09/2019 - 20h36

Curitiba, 15 de setembro de 2019

Lula

Você nasceu em Caetés, agreste de Pernambuco. Já eu, no Sul do Brasil.

Mesmo sendo de lugares diferentes, acho que podemos ter alguma coisa em comum.

Afinal, temos quase a mesma idade.

Imagino, por exemplo, que você via filmes de faroeste.

Acertei?!

A maioria deles — pra não dizer todos — tinha sempre um cartaz escrito WANTED, e o desenho da cara do procurado.

Ah…e, no final de todo filme, aparecia escrito na tela The End.

Lembra-se disso?

Pois é, o velho oeste dos filmes de faroeste está de volta com a turma do Bolsonaro.

A diferença é que antes era só um filme, hoje uma triste realidade.

Como?!

Eles querem impor a lei do justiceiro no Brasil.

Por falar em justiceiro impossível não me lembrar do Moro. Ele nunca quis fazer justiça,  sempre quis ser o justiceiro.

Voltando ao faroeste do pessoal do Bolsonaro.

Lula, veja só o que fez o deputado estadual Capitão Assumção (PSL/ES) – com mesmo. Da tribuna da Assembleia Legislativa do Espirito Santo, ele discursou:

“A jovem assassinada lá, quero ver quem vai correr atrás para matar esse vagabundo. R$ 10 mil daqui do meu bolso para mandar matar esse vagabundo. Eu tiro do meu bolso quem matar esse vagabundo. Não vale localizar o cara, tem que trazer o cara morto, aí eu pago”.

É de arrepiar.

Lembrei-me imediatamente da época da ditadura militar quando existiam  Esquadrão da Morte e  a Scuderie Detetive Le Cocq, entre outras organizações criminosas, que nada mais eram do que grupos de extermínio.

Lula, o momento é de dar medo. Os criminosos estão soltos e, o pior, são autoridades.

Muita gente fala que os filhos do homê são milicianos.

Curiosamente, o deputado que fez o discurso que mencionei acima é do Espírito Santo, estado onde atuou muito a Scuderie Le Cocq, nascida no Rio de Janeiro em 1965.

Li que, em 31 de janeiro, Bolsonaro nomeou um tal de Carlos  Mannato para o cargo de Secretário Especial para a Câmara dos Deputados da Casa Civil da Presidência da República.

Ou seja, cargo de confiança.

Acontece que Mannato — candidato derrotado na eleição para governador capixaba e ex-deputado federal — é ex-membro declarado da Le Cocq.

E a Le Cocq, segundo o Ministério Público Federal, matou 1.500 pessoas só no Espírito Santo. 

E tem mais. A Le Cocq foi apontada, entre os anos 80 e parte de 2000, como o braço armado do crime organizado capixaba.

Viu a que nível chegou o governo do Brasil?

Deus do céu, onde isto vai parar?!

Não vai ter The End.

Que você tenha uma boa semana.É possível?!

Jorge Sanches

 

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ivanisa Teitelroit Martins

23 de setembro de 2019 às 10h49

Foi com a disseminação dessas fotos que se construi o cenário do impeachment dos governos de Lula e Dilma. As forças conservadoras e reacionárias foram bem sucedidas no segundo mandato do governo de Dilma.

https://1.bp.blogspot.com/-SY2QFlbCGT4/Vvgot-pMO_I/AAAAAAAABwI/A6dIiAwaBO0JwCzxI8i1XJufB9uLVwXZQ/s640/corte%2Bfranklin%2Bcartaz.jpg

Responder

Martha Aulete

21 de setembro de 2019 às 18h16

Tão certo quanto a noite é escura e o dia é claro, Moro é herói natural (não produzido), por um único motivo sui generis: CORAGEM. Moro é corajoso. Qualidade inerente a qualquer herói histórico. Ponto.

Responder

Tania

21 de setembro de 2019 às 04h50

Viva MG comecem por aí e leve tdo Brasil junto trabalho e educação.

VIVA MG comecem por aí e leve tdo Brasil junto trabalho e educação

Responder

Zé Maria

21 de setembro de 2019 às 01h16

Dizem que a Scuderie Le Cocq é uma Entidade Filantrópica,
tal como a Fundação Lava Jato, que tem ‘isenções fiscais’ …

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.