VIOMUNDO

Diário da Resistência


Estreia no Viomundo o blog Saúde & Trabalho com um time de mulheres poderosas
Blog Saúde & Trabalho: Annie Thebaud-Mony, Beth Costa, Érica Coutinho, Fernanda Giannasi, Karen Friedrich, Lia Giraldo, Márcia Bandini, Márcia Kamei e Maria Vera Castellano
Saúde

Estreia no Viomundo o blog Saúde & Trabalho com um time de mulheres poderosas


03/08/2022 - 17h36

Mosaico de manchetes do Hora H, lançado no ABC em 31 de outubro de 1977. Lula só se tornaria presidente dos Metalúrgicos de São Bernardo nas eleições que ocorreram em 1978. Arte: Carlos Lopes

Por Conceição Lemes

Nesta quinta-feira, 04/08, estreia no Viomundo o blog Saúde & Trabalho.

Nove poderosas mulheres, todas feras nas respectivas áreas, vão torná-lo realidade.

É uma área que sempre me mobilizou profissionalmente.

Ora, denunciando, como na série de reportagens sobre o cancerígeno amianto.

Ora, informando sobre situações existentes no ambiente de trabalho ou no modo de executá-lo capazes de causar doenças ou agravá-las, visando a prevenção.

E por aí vai.

Pasmem! Até eu começar a reunir informações para esta apresentação deste blog, não tinha caído a ficha de que a minha preocupação com a questão precedeu à decisão de ser jornalista especializada em saúde.

1977, ditadura militar em vigor, Grande ABC paulista (Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul, Diadema e Ribeirão Pires).

Na região, havia o Diário do Grande ABC.

Jornal conservador, típico da mídia corporativa. Suas páginas refletiam os interesses do patronato dos mais diferentes setores.

Não tinha o mínimo olhar para as questões dos trabalhadores em geral.

Nós – Sílvio Monteiro, Antônio Carlos Felix Nunes e eu (veja PS) – chegamos à conclusão que era fundamental fazer na região um jornal popular, voltado para o trabalhador em geral.

Fundamos o Hora H, a sede era em Santo André.

Saía às segundas-feiras, quando o Diário do Grande ABC não circulava.

Tratava principalmente de política, sindicalismo e esportes.

Tinha 12 páginas, tamanho standard (os trabalhadores viam com certa desconfiança o tabloide, que chamavam de jornalzinho).

Em 31 de outubro de 1977, foi para as bancas de jornais da região a primeira edição do Hora H.

Sílvio Monteiro era o jornalista responsável, nosso editor.

Nunes (como todos chamavam Antônio Carlos Félix Nunes) cuidava de tudo o que dizia respeito a sindicalismo e direitos dos trabalhadores.

Foi efetivamente o pioneiro da comunicação sindical. Editou jornais de dezenas de sindicatos, fundou a Tribuna Metalúrgica do ABC. Criou o inesquecível personagem João Ferrador.

E eu era a repórter.

Folheando agora a coleção do Hora H é que me dei conta do meu interesse jornalístico para temas relacionados à saúde, desde bem lá atrás. 

Para efeito de registro, selecionei algumas manchetes que ilustram a imagem no topo. 

Abaixo, em vídeo, uma panorâmica dessas reportagens. 

Vídeo: Carlos Lopes

AS NOVE PODEROSAS DO BLOG SAÚDE & TRABALHO

Vivemos tempos sombrios.

Um retorno ao passado piorado em vários aspectos.

A reforma trabalhista e a terceirização desenfreada puseram por terra conquistas importantes.

Resultado: mais doenças relacionadas ao ambiente de trabalho.

Isso vale para todo tipo de atividade: formal, informal, terceirizada, doméstica, home office, indústria, comércio, zona rural.

Daí me veio à cabeça a ideia do blog Saúde & Trabalho.

Com visão multidisciplinar, não é para o especialista.

Foi pensado no trabalhador em geral, tenha a carteira assinada ou seja precarizado.

 A intenção é, por meio da informação, dar instrumentos à população para se proteger, agir, ir à luta.

Trabalho digno, seguro e saudável é fundamental.

Estas nove especialistas, em rodízio, vão tornar isso realidade. 

Annie Thebaud-Mony

Porta-voz da Ban Asbestos France (associação que SE OCUPA Dos riscos causados pelo amianto) e presidente da associação Henri Pézerat (saúde, trabalho, meio ambiente).

Foi diretora da unidade Inserm GISCOP93 (Scientific Interest Group on Occupational Cancers) da Universidade de Paris- 13.

Foi gestora científica do programa de sociologia comparada da produção de conhecimento em saúde ocupacional: França, Brasil, Quebec, Japão.

Em 31 de julho de 2012, recusou a comenda “Legião de Honra”, para denunciar a “indiferença” que afeta a saúde ocupacional e a impunidade dos “crimes industriais” na França.

Beth Costa Dias

Médica sanitarista e do trabalho. Tem doutorado em Saúde Coletiva pela Unicamp e pós-doutorado pela Divisão de Saúde Ambiental e Ocupacional da Escola de Higiene e Saúde Pública da Universidade Johns Hopkins,  nos EUA.

Professora do departamento de Medicina Preventiva e Social, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Aí, desenvolve atividades na Residência em Medicina do Trabalho e no Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência da UFMG e de Vigilância em Saúde do Trabalhador da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Linha de pesquisa no tema “Formulação de políticas e organização da atenção à saúde dos trabalhadores”

Érica Coutinho

Advogada trabalhista, assessora jurídica de entidades sindicais e associativas, sócia em Mauro Menezes & Advogadas, mestre em Direito e Políticas Públicas e integrante do Grupo de Pesquisas em Meio Ambiente do Trabalho (GPMAT), da Faculdade de Direito da USP.

Fernanda Giannasi

Engenheira civil e de segurança do trabalho.

Por 30 anos, foi auditora fiscal do trabalho no Ministério do Trabalho e Emprego, em São Paulo.

Atuou na inspeção das condições de saúde e segurança no trabalho com ênfase na insalubridade, letalidade e periculosidade dos agentes cancerígenos (amianto, nuclear, sílica) e outros tóxicos.

Atualmente, atua na área de saúde, trabalho e meio ambiente para entidades de trabalhadores e vítimas de processos industriais

Em 1995, fundou a Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (Abrea). É  coordenadora da Rede Virtual-Cidadã pelo Banimento do Amianto para a América Latina.

Karen Friedrich

Biomédica pela Unirio, mestre e doutora em Saúde Pública, com ênfase em toxicologia.

É servidora pública do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh) da Fiocruz e da Unirio, onde é professora do Departamento de Saúde Coletiva..

É membro do Grupo Temático Saúde e Ambiente da Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva). 

Lia Giraldo

Médica sanitarista e do trabalho.

É pesquisadora titular aposentada na Fiocruz e professora aposentada pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco (UPE).

Líder de grupo de pesquisa do CNPq em Saúde Ambiental.

Márcia Bandini

Médica, especialista em Medicina do Trabalho. 

Desde 2016, é docente e pesquisadora da área de Saúde do Trabalhador no Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

De 2016 a 2019, presidiu a Associação Nacional de Medicina do Trabalho.

Integrante da Frente Ampla em Defesa da Saúde dos Trabalhadores.

Márcia Kamei López Aliaga

Procuradora Regional do Trabalho do Ministério Público do Trabalho (MPT)

Mestranda em Direito na Universidade Federal de Santa Catarina, linha de pesquisa Direito Ecológico e Direitos Humanos.

Coordenadora Nacional da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente de Trabalho – CODEMAT/MPT.

Presidente da Comissão Permanente de Acompanhamento do Processo de Criação e Revisão das Normas Regulamentadoras. Foi vice-coordenadora do GT COVID-19 do MPT.

Maria Vera Cruz de Oliveira Castellano

Médica do Trabalho e pneumologista.

De 1990 a 2020, autuou no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Santo Amaro (PMSP)

Diretora do Serviço de Pneumologia do Hospital do Servidor Público Estadual (Iamspe)

Co-fundadora e membro da Associação Nacional dos Trabalhadores da Produção de Energia Nuclear (ANTPEN).

Teve treinamento sobre efeitos das radiações ionizantes na saúde humana em Hiroshima/Japão. Foi como bolsista do HICARE (Hiroshima International Council for Health Care of the Radiation Exposed)

PS de Conceição Lemes

Silvio e Conceição, Lula e Marisa com três dos quatro filhos do casal: Fábio Luís, em cima da mesa, Sandro Luís, no colo, e Marcos, fruto do primeiro casamento dela. Luís Cláudio não era nascido. À direita na fotomontagem, o Nunes: Foto: arquivo pessoal

Silvio Monteiro e Antônio Carlos Félix Nunes já se encantaram, como diria o escritor Guimarães Rosa.

Nunes, em 14 de março de 2017.

Sílvio, meu amor e companheiro de 45 anos de vida, em 24 de fevereiro de 2020. Perdi-o para um infarto fulminante.

Nesta foto, que nunca publiquei, nós dois com Lula, Marisa e os filhos bem pequenos, no restaurante de um metalúrgico cujo apelido era Toppo Gigio. Ficava atrás da fábrica da Volks, em São Bernardo do Campo..

Só em 1978 Lula seria eleito presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo. 

Em outubro de 1978, Silvio e eu nos casamos.

Foram nossos padrinhos: Lula e Marisa, Frei Chico (irmão mais velho de Lula, também dirigente sindical) e a esposa,  Ivenis. Algo que sempre preferimos manter reservado.

Dona Marisa torcia muito por nós.

Que saudade!

SÍLVIO, NUNES, DONA MARISA, PRESENTE! AGORA E SEMPRE!

Leia também:

Fernanda Giannasi: Segurança e saúde do trabalhador, uma questão de direitos humanos





5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Lincoln

07 de agosto de 2022 às 12h00

Parabéns pela iniciativa

Sugiro que Eliane Cruz, chefe de gabinete do ministério da saúde na gestão de Alexandre Padilha e atual coordenadora nacional do setorial de saúde do PT, também possa contribuir com esse blog.

Responder

Zé Maria

04 de agosto de 2022 às 13h53

https://www.camara.leg.br/internet/agencia/infograficos-html5/planos-de-saude-custear-tratamentos-pl2033/images/desktop.jpg

Câmara aprova Projeto 2033/22 que obriga Planos de Saúde
a cobrir Tratamentos fora do rol da ANS.
Batalha agora é no Senado.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (3) o Projeto de Lei 2033/22*,
que estabelece hipóteses de cobertura de exames ou tratamentos de saúde
que não estão incluídos no rol de procedimentos e eventos da Agência Nacional
de Saúde Suplementar (ANS).

O objetivo é dar continuidade a tratamentos que poderiam ser excluídos
da cobertura dos planos de saúde.

A proposta segue para análise do Senado, onde poderá ser votada na próxima terça-feira (9).

* https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2332541

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Responder

Artur Luca

04 de agosto de 2022 às 11h15

Parabéns pela iniciativa. Gostei bastante.
Isto ainda é tabu e sofre preconceito as doenças ocupacionais, principalmente as psiquiátricas.
Jornalzao de público A e B ninguém aguenta mais. Basicamente ali só trata de ricos.
Contudo, oferecem assinatura para pauperrimos.
Parabéns !

Responder

Flavio Luiz Sartori

03 de agosto de 2022 às 21h04

Boa noite a todos, considero muito importante a criação deste espaço aqui no Viomundo.
Em breve estará em pleno funcionamento o Instituto Porcino Saúde Trabalho e Vida, que é uma OSCIP, que está sendo criada com o objetivo de fazer uma discussão com a sociedade brasileira relativa ao avanço da tecnologia que tem como consequência o crescimento descontrolado da automação no trabalho e isto tem como consequência que muitas vagas de emprego pleno estão sendo extintas.
A tentativa de derrubar a lei que proíbe o self-service nos postos de combustíveis no Brasil pode, de uma hora para outra acabar com 500 mil vagas de trabalhadores frentistas.
O Instituto Porcino terá como objetivo trazer para a sociedade brasileira a discussão sobre o fechamento das vagas emprego devido ao avanço da tecnologia e da automação, Além disso o Instituto realizará pesquisas em parceria com outros segmentos da sociedade com o objetivo de trazer para o dia a dia informações os Trabalhadores e proporcionar a eles a capacidade de poder ter alternativas

Responder

Zé Maria

03 de agosto de 2022 às 20h42

São “Nove Poderosas” no Blog Saúde & Trabalho.
Dez com você, Corajosa Jornalista Conceição Lemes.

Foto Histórica!

https://www.viomundo.com.br/wp-content/uploads/2022/08/lulasilvionunes-768×349.jpg

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura