VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Gilberto Maringoni: “Brasão da PM paulista é um tapa na cara do povo brasileiro”

09 de novembro de 2011 às 19h13

Brasão da PM paulista celebra golpe militar e repressão a revoltas sociais

A mobilização dos estudantes da USP coloca em discussão o papel da Polícia Militar no trato das questões sociais. Valeria a pena estender a discussão até ao brasão da PM. Não é mero detalhe. Trata-se de uma exaltação da truculência contra a mobilização social. Na lista de feitos, entre outras coisas, há a exaltação a um golpe de Estado (1964) e louva-se a repressão a três mobilizações populares (Canudos, Revolta da Chibata, Greve de 1917). O artigo é de Gilberto Maringoni.

por Gilberto Maringoni, em Carta Maior, sugestão de ZePovinho e Gil Teixeira

Nesses dias em que se discute a presença ou não da Polícia Militar no campus da Universidade de São Paulo, por solicitação de seu reitor, João Grandino Rodas, vale a pena levantar uma lebre que poucos conhecem.

Independente da correção ou não da ocupação da reitoria da USP pelos estudantes, o certo é que eles foram vítimas de uma truculência policial desmedida. É mais um entulho da ditadura que volta e meia mostra que está aí acordado.Os alunos da USP poderiam ampliar suas demandas internas e se somarem a inúmeras entidades de defesa dos direitos humanos, familiares e jovens pobres que desde sempre têm sido vítimas da brutalidade das forças de segurança.

Poderiam começar sua ação examinando o brasão da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

O brasão em questão não é coisa pouca. É um tapa na cara do povo brasileiro.

O brasão, como obra de design, é primário. (Atenção, não é o logotipo estampado em uniformes e viaturas). Como símbolo, é uma ode à truculência e à brutalidade das classes dominantes. Trata-se da seguinte peça, conforme descrito no site da PM:

“O Brasão-de-armas da Polícia Militar do Estado de São Paulo é um Escudo Português, perfilado em ouro, tendo uma bordadura vermelha carregada de 18 (dezoito) estrelas de 5 (cinco) pontas em prata, representando marcos históricos da Corporação”.

Aqui vai ele. Eis a descrição da peça, sempre segundo o site:

ESTRELAS REPRESENTATIVAS DOS MARCOS HISTÓRICOS DA CORPORAÇÃO
1ª ESTRELA -15 de Dezembro de 1831,criação da Milícia Bandeirante;
2ª ESTRELA – 1838, Guerra dos Farrapos;
3ª ESTRELA – 1839, Campos dos Palmas;
4ª ESTRELA – 1842, Revolução Liberal de Sorocaba;
5ª ESTRELA – 1865 a 1870, Guerra do Paraguai;
6ª ESTRELA – 1893, Revolta da Armada (Revolução Federalista);
7ª ESTRELA – 1896, Questão dos Protocolos;
8ª ESTRELA – 1897, Campanha de Canudos;
9ª ESTRELA – 1910, Revolta do Marinheiro João Cândido;
10ª ESTRELA – 1917, Greve Operária;
11ª ESTRELA – 1922, “Os 18 do Forte de Copacabana” e Sedição do Mato Grosso;
12ª ESTRELA – 1924, Revolução de São Paulo e Campanhas do Sul;
13ª ESTRELA – 1926, Campanhas do Nordeste e Goiás;
14ª ESTRELA – 1930, Revolução Outubrista-Getúlio Vargas;
15ª ESTRELA – 1932, Revolução Constitucionalista;
16ª ESTRELA – 1935/1937, Movimentos Extremistas;
17ª ESTRELA – 1942/1945, 2ª Guerra Mundial; e
18ª ESTRELA – 1964, Revolução de Março.

Na lista, há a exaltação a um golpe de Estado (1964) e a uma rebelião oligárquica (1932). Louva-se também a repressão a três mobilizações populares (Canudos, Revolta da Chibata, Greve de 1917), ao levante comunista de 1935, a Coluna Prestes (1926) e homenageia-se outras missões cumpridas.

Há soldados e oficiais valorosos na história da Polícia Militar paulista. Há também vários elementos que compõem e compuseram sua banda podre. É da conta, acontece em qualquer agrupamento humano.

Mas manter um símbolo exaltando a repressão sangrenta e covarde a manifestações democráticas é um acinte à democracia.

Leia também:

O que a manchete do Post nos diz sobre nosso tempo

Vozes silenciadas: Relatório será lançado dia 19

Shayene Metri: “Palhaçada organizada por policiais e alimentada pelos repórteres”

 

109 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jose Serafim Barbosa Reis

06/10/2014 - 16h21

A filosofia é a mãe de todas as ciências, Religião e política é obra de filosofia.
Somente a filosofia, pode nos revelar o que é a realidade de fato.
Na verdade o exercito foi criado para defender os interesses da igreja e a policia inicia com os capitães do mato para capturar escravos fujam.
Na verdade a igreja (monarquia) foi fundada pelos brancos europeus para escravizar os negros.
Gálatas 3:7 Sabei, pois, que os que são da fé, esses são filhos de Abraão.
Gálatas 3:29 E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.
Gênesis 15:13 disse deus a Abrão: sua descendência será reduzida à escravidão,
I Samuel 8:17 Tomará o dízimo servireis de escravos.
Hebreus 2:15 por toda a vida sujeitos à escravidão.
Isaías 55:3 porque convosco farei um pacto eterno.
I Corintios 15:18 Logo, também os que dormiram em Cristo estão perdidos.

Responder

Jose Serafim Barbosa Reis

01/10/2014 - 19h08

Brasão em questão.
A República, de Platão.
Para Platão os filósofos deveriam tomar as redias da sociedade e ocupar posição de quem decide o regime seria a monarquia (rei filosofo) formar exercito para controlar as massas.
Para “Gorgias” o uso violento da força para controlar as massas era mal, mas necessario.
Esse domínio violento é necessário para possuir e gozar os bens terrenos, visto estes bens serem limitados e ambicionados por outros homens.
Platão cria o Mito da Caverna onde o povo é levado a crer em ilusão que são puras estatuetas.
Isaías 42:22 Mas este é um povo roubado e saqueado; todos estão enlaçados em cavernas,
Nós estamos sendo roubados por padres.
Criam sociedades secretas (maçonaria)
Mateus 22:14 Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

Salmos 91:1 Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Todo-Poderoso descansará.
Josué 2:14 Então eles lhe responderam: A nossa vida responderá pela vossa, se não denunciardes este nosso negócio;
No final o brasão das policias, exércitos, poder judiciário e ministério publico é o brasão da igreja católica (monarquia absolutista) e os políticos eleitos não apita nada quem realmente governa são os bispos (governo sombra).
Bíblia é obra de terrorista.
Ezequiel 9:6 Matai velhos, mancebos e virgens, criancinhas e mulheres, até exterminá-los;
Isaías 13:16 E suas crianças serão despedaçadas perante os seus olhos; as suas casas serão saqueadas, e as suas mulheres violadas.

Responder

Jose Serafim Barbosa Reis

10/09/2014 - 02h40

Fiz parte da policia militar por vinte anos, durante todo este tempo percebi muito mistério ate descobrir que os padres eram oficiais do exercito e da PM isto causou em mim um choque profundo em saber que tudo foi idealizado por filósofos e os padres são todos filósofos,homens que deveriam ser exemplo são verdadeiros canalhas.
Para “Gorgias” o uso violento da força para controlar as massas era mal, mas necessario.
Esse domínio violento é necessário para possuir e gozar os bens terrenos, visto estes bens serem limitados e ambicionados por outros homens.
Êxodo 15:3 O Senhor é homem de guerra;
II Timóteo 2 :4 Nenhum soldado em serviço se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.

Responder

Jose Serafim Barbosa Reis

12/08/2014 - 23h13

Antonio sou segundo sargento da PMMT concordo com tudo que vc escreveu sem mudar uma virgula pois estamos ainda sob julgo da ditadura os padres além de militares eles controlam tudo escolas,hospitais,juizes,promotores,exercito,policia etc.
Na verdade os padres são filosofos e filosofos são todos ateus,pois não existe verdade absoluta (sofisma).

Responder

Jose Serafim Barbosa Reis

12/08/2014 - 23h02

Marcelo o brasão em questão é chamado brasão de armas eclesiástico
Mateus 11:12 o reino dos céus é tomado a força, tomam de assalto.
Josué 11:19 tomaram à força de armas.
II Corintios 10:4 pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas;
A igreja católica é uma milícia armada os padres são oficiais militares eles estão treinando novos oficiais pastores e logo tudo será dominado pelo poder das armas.
Êxodo 15:3 O Senhor é homem de guerra;
Marcelo quanto aos erros de portugues basta copiar e colar que a maquina corrige estude filosofia,pois quem anda com sabio sera sabio.

Responder

Jose Serafim Barbosa Reis

24/06/2014 - 22h42

A cidade ideal de platão é aquela governada por filosofos os filoaofos deveria ocupar o lugar de quem decide e tomar as redeas da sociedade o regime idela seria a monarquia,os padres são todos filosofos e obediente ao papa um monarca absoluto, no passado eram eles quem controlavam a politica coroavam os reis que juravam obediencia católica assim a igreja controlavam a politica e religião atualmente eles usam a maçonaria para controla a politica,pois o estado é “laico” onde religião e estado estão “separados” por lei,mais ninguem respeita a constituição,padres e pastores estão infiltrados na politica e os maçons em toda parte,nestes termos eu não sei definir formação de quadrilha,pois tudo funciana atraves da corrupção.
Macelo quem deve estudar história e lingua portuguesa é vc aproveita e estude filosofia ao estudar história aproveita e descubra o que foi as cruzadas quando a igreja católica organizavam exercitos para pratica de saques (roubo) e tudo isto esta na obra de deus biblia.
Deuteronômio 28:29 serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.
NAUM 2:9 Saqueai a prata, saqueai o ouro;( saqueai,roubai).

Responder

Jose Serafim Barbosa Reis

26/06/2013 - 15h59

Verdade absoluta:
Para acabar com a corrupção, melhorar saúde e educação só existe uma saída que é colocar “deus” em xeque.
A bíblia é uma obra da ditadura romana usada pelos reis para escravizar negros e as demais raças em servidão, logo padres e pastores são traidores do povo e estão á serviços dos reinos europeus.
A igreja (reino católico) é uma monarquia absolutista com poder centrado no papa na verdade Roma é a sede da maçonaria (ordem de malta) todo padre é filosofo e filosofia é sabedoria, logo o papa é um rei sob todos os cardeais são príncipes e controla tudo através de ordens secretas.
Bastam analisar a pirâmide maçônica e vera todas as ordens da igreja católica,assim hospitalares e cruz vermelha controlam médicos,o grande inquisidor controlam juízes,os templários controlam exércitos e policia…etc.
Atos 19:36 Ora, visto que estas coisas não podem ser contestadas, convém que vos aquieteis e nada façais precipitadamente.

Responder

    Marcelo

    29/03/2014 - 16h23

    José Serafim Barbosa Reis, acho que você deveria estudar história e língua portuguesa antes de escrever (ou tentar) suas “verdades”.
    Depois da sua “falastranice” (inventei agora), eu não consigo me calar diante de tanta besteira.
    Acho que você assistiu a um discurso do PCO, outro do Maluf, não entendeu nada, misturou tudo no mesmo balaio, e saiu falando pelos cotovelos.

jose serafim barbosa reis

13/11/2012 - 22h20

Na verdade os brasões das policias e exercito são simbolos do reino católico,simbolo do papa “deus” é o senhor dos exercitos,na verdade é cruzada religião é união das legiões e formação de exercito unico e dominio da monarquia a unica finalidade da religião é manter o povo em servidão,mais o ser humano não quer sabedoria e sim fé (ferro)no final maçonaria é a propria igreja católica e a ordem é ordem de malta.

Responder

    Marcelo

    29/03/2014 - 16h32

    A matéria do Gilberto Maringoni sob o brasão da polícia militar é tão sério e interessante, que o seu comentário nada acrescenta. Ainda bem que ainda tenho discernimento para isso. Espero que muitos nem te dê atenção, pois não vale a pena.

    Jose Serafim Barbosa Reis

    14/05/2014 - 00h39

    Marcelo o que foi que você não entendeu será que eu preciso desenhar o brasão de todos os exércitos no planeta é o mesmo brasão do papa a igreja católica é uma organização militar controlada por filósofos,todos padres são filósofos e militares este é um dos segredo da maçonaria,basta baixar brasão do papa e compare.

    Jose Serafim Barbosa Reis

    23/05/2014 - 22h33

    Lembrando que as igrejas católicas e protestantes são duas monarquias europeias e o brasão em questão é sua marca dominante, para a filosofia o melhor regime político é a monarquia, expliquei ou preciso desenhar.

A revolução de 64, vivinha da silva | Viomundo - O que você não vê na mídia

01/02/2012 - 01h10

[…] Gilberto Maringoni já escreveu um artigo, publicado aqui, sobre o significado das estrelas no brasão da Polícia Militar […]

Responder

Brasão da PM paulista celebra golpe militar e repressão a revoltas sociais – Gilberto Maringoni « Ágora

22/12/2011 - 22h29

[…] CARTA MAIOR e VI O MUNDO | Brasão da Polícia […]

Responder

Nikolas Spagnol

26/11/2011 - 11h30

Além das estrelas, a figura do "bandeirante herói" no brasão também é historicamente controversa.

Afinal, uma das funções dos bandeirantes era caçar índios e escravizá-los.

Nosso País ainda não aprendeu a lidar corretamente com a própria história…

Responder

Mauro A. Silva

24/11/2011 - 13h08

[youtube TIe9w08zzYk http://www.youtube.com/watch?v=TIe9w08zzYk youtube]
República não rima com Polícia Militar. Por uma polícia cidadã em SP e na USP.

O brasão da Polícia Militar de SP tem o lema “Legalidade e constância”…
E ostenta 18 estrelas:

– 8ª estrela, 1897, Campanha de Canudos;
A PM ficou ao lado dos pobres e miseráveis do Arraial
de Canudos ou ficou ao lado dos ricos fazendeiros que
exigiram a destruição total daqueles que não queriam
trabalhar em regime de semi-escravidão?
A PM orgulha-se de ter participado do massacre de
20 mil pobres e miseráveis? Orgulha-se da degola
de prisioneiros e queima de todas casas do arraial?

– 9ª estrela, 1910, Revolta do Marinheiro João Cândido;
A PM ficou ao lado dos marinheiros ou dos oficiais que usavam e abusavam da chibata, vara flexível usada para punir marinheiros (maioria de negros)?
Na véspera do Natal, jogaram cal virgem na cela que havia 18 presos. Somente João Cândido e o soldado naval João Avelino sobreviveram.

– 10ª estrela, 1917, Greve Operária;

A PM ficou ao lado dos operários ou ao lado dos ricos industriais e comerciantes que exploravam seus empregados em regimes escravagistas?
estes trabalhadores de diferentes origens fundaram diversos sindicatos e organizações de trabalhadores que compunham o movimento operário, lutando por direitos laborais básicos, como férias, salários dignos, jornada laboral diária de oito horas e proibição do trabalho infantil.
A possibilidade normal de legítimas reivindicações de indispensáveis melhorias de situação esbarrava com a sistemática reação policial; as organizações dos trabalhadores eram constantemente assaltadas e impedidas de funcionar; os postos policiais superlotavam-se de operários, cujas residências eram invadidas e devassadas; qualquer tentativa de reunião de trabalhadores provocava a intervenção brutal da Policia.

– 18ª estrela, 1964, “Revolução de Março” (sic)
A PM ficou ao lado do presidente eleito democraticamente ou ficou ao lado dos golpistas da ditadura militar?
A PM orgulha-se do fechamento do Congresso, das prisões arbitrárias, dos seqüestros, das torturas, dos desaparecimentos de presos políticos durante a ditadura militar iniciada em 1º de abril de 1964?
http://blogdomaurosilva.wordpress.com/

Responder

yrapiranga

20/11/2011 - 23h35

Lembro do início dos anos 70 quando da construção da PM em SP, época da ditadura militar, a AMAN – Academia Militar da Agulhas Negras era o berço da intelectualidade brasileira.
O pessoal base para a PM paulista veio da Força Pública e acho que também da Guarda Civil.
O Coronel Pedro Dias de Campos fez a sua história junto com a história da Força Pública, La pelos idos de 1920, não conheço e nem quero conhecer nenhuma destas histórias, lamento sim ter vivenciado fatos que desconsideraram a dignidade humana, capitaneados pela PM.

Responder

A ideologia da Ditabranda (Folha de SP, não para ler – definitivamente) « LIBERDADE AQUI!

20/11/2011 - 14h41

[…] Gilberto Maringoni: “Brasão da PM paulista é um tapa na cara do povo brasileiro” Rate this: Like this:LikeBe the first to like this post. […]

Responder

Jefferson

13/11/2011 - 04h45

Papo besta esse de direita/esquerda. Tem gente que deseja de todas as formas ressuscitar o tal espírito revolucionário do porco Che e da vaca Fidel, mas esquece convenientemente que o socialismo matou 100 milhões de pessoas. Procurar saber quem são as vítimas civis e inocentes mortas pelas quadrilhas de terroristas da qual a atual boçal da República também fez parte, não faria mal nenhum, assim como não faria nenhum mal despirem-se das máscaras da hipocrisia, e ser ao menos inteligente para calcular quanto tempo os vagabundos que invadiram a reitoria fizeram a gente perder, e quanto tempo eles perderam quando poderiam estudar, trabalhar e ajudar a sociedade… Mas não, ficaram esse tempo todo na esbórnia, fumando, cheirando, bebendo, fornicando e todo tipo de baixaria que não ajudou em nada à Nação.
Dá vergonha de ver em que esses pseudo-revolucionários se transformaram: em piada! E não estou aqui defendendo nem a PM e nem o governo, mas no momento que os mais de 70 "estudantes" resolveram criar confusão (em vez de pensar em solução), ficou claro que não passam de INÚTEIS. Assim como os jornalistas e várias pessoas ávidas em consumir conteúdo pró-esquerda anacrônica e sepultada, todos esses seres INÚTEIS e que mereciam passar uma temporada de férias em algum país africano, ajudando as pessoas carentes e famintas de lá… já que aqui ninguém passa fome e nem precisa de assistência, desde que o curupinga falastrão decretou a descoberta do País em 2003.
Para o bando de idiotas INÚTEIS que saíram com cara de quem cagou nas calças e saiu com os respectivos rabicós entre as pernas, só posso gargalhar e repetir: INÚTEIS!

Responder

MataTrolls

11/11/2011 - 09h10

E o mais interessante:
Carandiru, pouco mais de 200 policiais.

USP:
400 policiais, pra deter uma quantidade muito menor de pessoas.

Aliás….

deter do que?

Essa PM é uma piada-pronta.

Responder

    cronopio

    11/11/2011 - 12h11

    E o pior: forjaram evidências, quebraram tudo, colocaram lixo sobre as camas, forjaram coquetéis molotovs (onde os alunos conseguiriam gasolina para preenchê-los é uma boa pergunta), um circo! Forçaram os ocupantes a assinar um termo de flagrante no delito de destruição do patrimônio público sendo que os alunos estavam dormindo. Um circo, um circo macabro para o deleite sádico dos telespectadores…

cronopio

11/11/2011 - 02h49

Texto excelente! Mais uma vez, deixa claro que quem apóia a PM apóia a ditadura, à qual a corporação dedica uma estrela…

Responder

Regina Braga

11/11/2011 - 00h06

A polícia fala grosso com estudantes e fininho com os bandidos…Igual aos golpistas de 64…contra o povo os tanques, mas com o EUA eram submissos.

Responder

David Salomon

10/11/2011 - 19h39

A GESTAPO em ação de rotina no centro de SP

http://www.youtube.com/watch?v=ZwPyejuEQo4&fe

Responder

Juliano

10/11/2011 - 19h07

Olha, fico eu perplexo de tanta discussão por causa de "uns baseados". Já começaria daí…a nova "delinquência" deveria saber que maconha, cocaina, etc., é fonte de renda para criminalidade e políticos corruptos. E terminaria pelos políticos. Tenho estudado Tribunais Eleitorais e suas demandas, posso falar-te que 95% de nossos políticos não serve, praticamente, para nada. "E os 5 % que sobraram não são da esquerda, somente."
Comecemos por nós mesmos, deixando de "fumar um baseadinho" e ir estudar, trabalhar, ou varrer o pátio da USP (ato social). E quando enfim, você se derem conta que qualquer revolução começa no coração do ser humano, amando seu próximo e até mesmo seus inimigos, recomecem a discussão num outro teor.

Responder

Cleverton_Silva

10/11/2011 - 16h52

Muito bem observado, Maringoni! Generalizar é induzir ao erro, mas essa simbologia das estrelas é mesmo nebulosa. A guerra do Paraguai deveria se chamar chacina no Paraguai. Daqui a pouco os torturadores vão querer transformar o terreno do Doi-Codi num templo. Sem dúvida há policiais que honram o dever de proteger a população. Quanto à banda podre lambe-botas, essa precisa ser combatida.

Responder

    Morvan

    11/11/2011 - 01h54

    Boa noite.
    Perfeito, Cleverton_Silva. Chacina. Fora uma chacina para proteger, resguardar interesses do Brasil, mesmo sendo uma chacina, como bem assinalou você, teria um propósito nacional (questionável até demais, mas, enfim, seria algo de interesse da Nação(?).). Mas não; mais uma vez, estavam os "patriotas" a lutar pelos interesses da Coroa – inglesa.
    Vão ser "patrióticos" assim lá na $#&@//[email protected]#…

    :-(

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    jose serafim barbosa reis

    13/11/2012 - 22h30

    SALMOS 24:8 Quem é este Rei da Glória? O SENHOR forte e poderoso, o SENHOR poderoso na guerra.(cavaleiros templarios) cruzada romana.

FrancoAtirador

10/11/2011 - 16h43

.
.
Militares são preparados para a Guerra,

não para proteger cidadãos e cidadãs.

Não é por acaso que, como organização, a Polícia Militar,

ainda que esteja subordinada ao governo estadual,

é uma força auxiliar e reserva do Exército Brasileiro.

Está mais que na hora das Forças Armadas voltarem-se para fora,

não para dentro do Estado Brasileiro, especialmente universidades.

Os militares brasileiros continuam procurando pêlos subversivos

em ovos preconceituosamente considerados por eles podres.

DITADURA MILITAR NUNCA MAIS !!!
.
.

Responder

beattrice

10/11/2011 - 15h23

Azenha
talvez fosse interessante entrevistar um especialista em heráldica, será que em outras PMs pelo Brasil afora não tem coisitas deste tipo não?

Responder

FrancoAtirador

10/11/2011 - 15h01

.
.
O que preocupa mesmo é a 19ª ESTRELA.
.
.

Responder

Marco Gallo

10/11/2011 - 12h59

Boa parte dos políciais é honesta, porém há muitas "laranjas podres" e muitas raposas amestradas por seus Oficiais, que por sua vez também foram amestrados na Academia quando eram alunos, que estragam a corporação.
O fato é que o militarismo da polícia tem de acabar. Tem de haver mais trabalho de inteligência e menos truculência/brutalidade, principalmente em situações como esta. Brutalidade tem de ser usada contra Bandidos de verdade ( muitos fazem parte da "elite" corrupta brasileira ), traficantes de drogas ( os grandes estão nos Condomínios de Luxo ).

Também não podemos esquecer que os alunos com seus "baseadinhos" ajudam a alimentar o tráfico de drogas, pois ao compras seus cigarrinhos, estão financiando às organizações criminosas.

Responder

Morvan

10/11/2011 - 12h42

Bom dia.
Como bem lembrou o Trombeta, a "valorosa puliça de Sum Palo" (e muitas outras, Brasil afora, criadas e "programadas" para reprimir) deveria colocar mais uma estrelinha: ter aniquilado o PCC. Mas, se nem os chefinhos deles têm coragem de peitar o PCC (o Geraldinho, "bom moço", Opus Dei até o talo, quando questionado por uma repórter de televisão, se não me engano, da BBC, sobre o PCC, levantou-se, deseducadamente, e disse que não responderia a mais nenhuma pergunta).
Esta polícia que está aí, a exemplo deste Poder Judiciário, não servem a um regime democrático, pois são fruto de ditadura e carregam todos os vícios desta. Daí a se vangloriar de massacrar os mais fracos é, pelo menos para eles, um grande feito.
Uma outra estrela – das mais reluzentes – seria o Massacre da Candelária. Realmente, crianças famintas, deitadas, com um criminoso portando uma arma dentro de um prato, e, ao invés de alimento, assinando-as, é para ir para o brasão. Sem dúvida…

:-(

Morvan, Usuário Linux #433640.

Responder

    Antonio

    10/11/2011 - 18h39

    Todas as vezes que eu precisei da polícia eu tive que chamar o ladrão pra me proteger. E todas as vezes, dentro do desgoverno dos demotucanos. Houve um relato de um vizinho, que chamou a polícia, pois a moça, à noite, estava sendo espancada por dois homens em um carro, mas infelizmente a polícia não veio e a moça, na manhã seguinte estava jogada e morta em um canto.
    Numa ocasião, estava entrando na garagem de casa e fui encurralado por oito homens em dois carros que queriam entrar em minha casa. Eu estava com minha mulher e filha no carro. Como sou pobre, pensei: o que esses caras querem? E logo tive a resposta. Iam estrupar minha mulher e filha. Assim, agi rapidamente e consegui fazê-los ir embora atacando-os com o elemente surpresa. O meu bairro só tem uma entrada. Chamamos a polícia em menos de um minuto depois da ação e ela nem apareceu. E a polícia fica ao lado. E tenho outras tantas histórias para ilustrar a inoperância da PM quando se trata de proteger a comunidade que perdi a conta. A pergunta que fica é: porquê pagamos tanto por uma polícia inútil? É para proteger o PSDB? Nós não precisamos nem dessa polícia muito menos do PSDB. Aliás, se essa tralha desaparecer é um favor ao Brasil e aos Brasileiros.

José Antônio

10/11/2011 - 11h56

Li atentamente o texto e concordo, embora queira ampliar um pouco mais a discussão. Quero deixar claro a minha concordância no cerne da questão, pois entendo que os estudantes da USP estão sendo vitimas de um sistema de repressão cruel e desumano. Por outro lado, entendo que a discussão dos desenhos dos brasões, deve ser aprofundada, pois levando em consideração que os brasões são insígnias de poder de classes sociais, em uma sociedade verdadeiramente democrática, eles não deveriam nem ao menos existir. Abaixo os brasões de todas as instituições, não só no Brasil, mas no mundo inteiro.

Responder

mello

10/11/2011 - 11h41

A polícia militar, e não só a paulista, é especializada em bater em professoras e estudantes….Por que será?

Responder

    beattrice

    10/11/2011 - 15h20

    Porque no BRASIL a ditadura não foi desmascarada até agora.

    Conservador316

    10/11/2011 - 19h37

    Deve ser porque transgrediram as leis.
    Se partem pra cima da Policia, tem que levar cacetada mesmo.

    luiz pinheiro

    10/11/2011 - 20h27

    Realmente, a polícia tem sido pobre vítima de uma série de ataques horrendos dessa corja de professores, que vivem a transgredir leis, seja em Minas, seja em São Paulo.

Wladimir

10/11/2011 - 10h37

Interessante o texto do Maringoni, e ao mesmo tempo preocupante! Se estudássemos um pouquinho de heráldica iríamos perceber quanto "gato" a gente come por "lebre" ! Quer dizer que o Brasão de armas da PM paulista, além de exaltar e estampar sobre a forma de estrelas, o Golpe de 64 ("carinhosamente" mencionado como "Revolução de Março de 1964") e repressões a manifestações populares, ainda se arvora com outros fatos históricos – muitos dos quais não temos do que nos orgulhar, diga-se de passagem – ocorridos fora do território do Estado de São Paulo, como a "Guerra dos Farrapos", "Guerra do Paraguai", "Canudos" e outras?! Isso é muito grave, e sem sobre de dúvida as autoridades paulistas deveriam adotar providências a esse respeito!

Responder

    beattrice

    10/11/2011 - 15h20

    Que autoridades?
    As que mandaram prender e arrebentar no prédio da Reitoria da USP?
    GERALDINHO OPUS DEI?

    Wladimir

    10/11/2011 - 17h12

    Não beattrice, as autoridades às quais me refiro é a população paulista. Estes sim são os verdadeiros detentores do Poder, só não têm conciência disso! (Diz o Parágrafo único, do artigo 1º da Constituição Federal que "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição". Frise-se: TODO O PODER…! Abraços!

Oswaldo

10/11/2011 - 10h19

Faltaram pelo menos mais duas: uma para o Carandiru e outra para a chacina da Raposo Tavares…

Responder

    Aline C Pavia

    10/11/2011 - 16h45

    Aquela de Caraguatatuba depois da morte de Toninho do PT também.
    4 canários que iam cantar bonito para certos ouvidos escutarem.
    Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça…

    cronopio

    25/11/2011 - 10h21

    Outra para os crimes de maio…

@CasaTolerancia

10/11/2011 - 10h19

A Titânica Polícia Militar do Estado de São Paulo

Um dia para a população paulista não esquecer. O dia que a Polícia Militar do Estado de São Paulo demonstrou toda sua eficiência em restaurar a ordem pública, ameaçada por delinquentes escondidos debaixo do manto de uma causa. Cidadão paulista, orgulhe-se sua Polícia, venere os valorosos participantes desta histórica atuação!

Continua em: http://casatolerancia.blogspot.com/

Responder

    Consciência da Nação

    10/11/2011 - 15h27

    Qual PM deveria ser motivo de orgulho? A do massacre dos 111? A que se borrou nas calças quando o PCC mostrou claramente que podia mais do que o desgoverno que a pariu? Da PM executora de pobres e formadora de milícias? Da PM com QI de minhoca propositalmente posta para arrumar enccrenca com a nata da intelectualidade crítica brasileira? Acho que não, hein?!

JOSE MARIO HRP

10/11/2011 - 09h06

Certa vez em que chegou atirando numa favela de São Paulo a Força Tática , sem medir o que fazia atingiu um rapaz , de raça negra que estava a frente de sua casa.
O rapaz , socorrido faleceu logo depois.]
Detalhe:
Ele era aluno terceiro anista do curso de odontologia de uma universidade pública…….
Mas era preto, morava na favela e estava num lugar em que não existe nossa constituição!
Morreu bestamente, friamente, desgraçadamente nas mãos de 04 imbecis…….
Que pai não teria orgulho de um filho inteligente ao ponto de passar num disputadissimo vestibuylar e com um futuro incrível a frente?
O pai desse moço , ora o pai dele!

Responder

Jorge

10/11/2011 - 07h03

Como diria o Chico, fácil é gritar com a Bolívia e falar manso com os EUA. Fácil é entrar pra prender "maconheiro" na USP, e passar longe das ruas dos Jardins e Higienópolis.

Responder

Fernando R C

10/11/2011 - 06h31

Truculencia policial desmedida! preguica. Afff…….

Responder

beattrice

10/11/2011 - 01h50

Azenha
importante destacar o relato que suponho muitos combatentes do PiG não poderão refutar do Paulo Moreira Leite.
Segundo ele, o delegado provavelmente nem autuaria o grupo, mas houve uma ordem direta do des-governador de SP, o representante do OPUS DEI no BRASIL, Geraldo XUXU, para que houvesse fichamento, indiciamento, processo e prisão. http://www.youtube.com/watch?v=9TrocKiappo

Responder

    Consciência da Nação

    10/11/2011 - 15h25

    Por Zeus e Atená!!! É tão claro e cristalino o papel desse desprezível papa-hóstia fascista no aparelhamento político de tudo, da PM, da imprensa marrom-cocô!!! Por que parece que ninguém mais vê??? Parabéns pela memória.

Polengo

10/11/2011 - 01h47

Eles querem a 19a estrela?
Vai ver, querem chegar a 50 estrelas, que nem os chefes dos chefes deles.

Sinceramente, saudade nenhuma de tirar sapatinho.

Responder

    Aline C Pavia

    10/11/2011 - 16h46

    "Não protejo general de 10 estrelas que fica atrás da mesa com o C* na mão"
    Renato Russo está mais vivo do que nunca, 20 anos depois. Meu vinil vinha com o "PIIIII" nessa hora, rs.

trombeta

10/11/2011 - 00h06

Para mim a polícia de SP é muito é covarde, quando as tropas de Getúlio Vargas chegaram perto de SP na chamada "revolução de 30" a PM e os manés que foram lutar pela oligarquia saíram correndo que nem criança borrada de medo.

Durante o terror imposto pelo PCC há alguns anos atrás, onde estava a valente PM paulista?

A PM de SP é a cara da elite paulista tucana só bate em fraco, trabalhador, estudante, manifestante, mendigo, sem teto…

Responder

Consciência da Nação

09/11/2011 - 23h14

É fundamental, na guerra explícita ou na guerra implícita, saber quem é seu inimigo: Não é a PM; ela é só executora. Inimigo é o grupo de interesses representado pelo governador psdebista de SP, comandante último da PM. É igualmente vital saber quem são os potenciais apoiadores de seu inimigo: Pelo visto, o complexo midiático conhecido como PIG, jamais capaz de apontar um único dos inúmeros crimes do seu dono: o grupo de interesses representado pelo governador psdebista de SP, comandante último da PM. Não se deve, por prudência, negligenciar do clima: a mais forte onda direitista (protofascista mesmo) que se apodera como metástase da mente de boa parte da população incapaz de refletir sem plim-plim. De maneira resumida, é de bom tom imaginar quem seriam os beneficiários desse vagalhão antidemocrático: os interessados em privatizar a USP, os interessados em imbecilizar o último bastião de crítica da intelectualidade brasileira (começando o ataque pela insubmissa FFLCH), os que fazem parte do grupo de interesses do governo psdbista de SP (entre os quais conta aquele ex-presidente da UNE, Serra, que fugiu ANTES do golpe militar de 64, por benesse de um dos maiores ícones da extrema direita: Magalhães Pinto). A PM é apenas semelhante às SA; o problema são os ex-barões ressentidos que apoiarão o nazismo.

Responder

Conservador316

09/11/2011 - 23h03

"E além de tudo isso, tem o desmanche social que essa direita impôs ao País durante anos, que gera corrupção nas corporações, além de miséria, segregação e violência nas periferias quase insustentáveis onde essa direita governa…. "
O velho discurso da esquerda de que pobreza e desigualdade social geram violência.
Se fosse assim não teríamos políticos corruptos, pois eles ganham um salário alto.
Não teríamos filhinhos de papai matando e roubando.
O PT diz que tirou milhões da miséria mas a violência só aumenta. E agora? Como explicar?

Responder

    Levy

    10/11/2011 - 01h33

    A guerra contra o tráfico também só aumenta, o numero de armas cada vez mais mortais também só aumenta.

    São Bento

    10/11/2011 - 09h59

    Faz assim pega os policiais e leva pra casa, faz umas brincadeirinhas com eles, faz dp

    Rafael

    10/11/2011 - 10h15

    Que asneira. Cara sai do apartamento, sai da bolha. Pobreza e desigualdade geram sim violência, é incentivo ao uso de drogas.

    Marcos W.

    10/11/2011 - 14h34

    Boa parte da cocaína produzida no mundo vai para o nariz da playboizada.Assim como quase todas as drogas sintéticas,cada vez mais consumidas e caríssimas,segundo dizem!

    Marcelo Fraga

    10/11/2011 - 11h21

    O PT não diz que tirou milhões da miséria. O PT TIROU milhões da miséria. São fatos, não afirmações.

    E os governos estaduais é que são responsáveis pela segurança pública.

    leandro

    10/11/2011 - 14h35

    E o governo federal pelas fronteiras por onde entram as drogas que não são produzidas aqui e as armas.

    Alvaro Tadeu Silva

    10/11/2011 - 15h48

    O Conservador316 estava dormindo entre 1994 e 2002. Nesse período, parece que não houve violência, ninguém matou ninguém, ninguém morreu nas filas de hospitais, os estudantes das escolas públicas falavam e escreviam um português escorreito e um inglês de dar inveja a William Shakespeare. Com toda essa beleza de governo e honestidade na administração pública, por que será que o povo preferiu Lula, o Metalúrgico ao Serra, graduado em "Sabe-se Lá Onde"?., Doutor em Economia, Medicina, Engenharia, e Ciências Astrológicas.

    luiz pinheiro

    10/11/2011 - 20h32

    Engraçado e instigante esse persistente vício do fascista de qualificar adversários como "filhinhos de papai".

    luiz pinheiro

    10/11/2011 - 20h35

    Ué, a violência só aumenta? Como é então que a policia de São Paulo alardeia que houve significativa redução dos homicídios?

Rafael

09/11/2011 - 22h51

A elite brasileira detesta democracia, nunca souberam viver em democracia. A nossa origem é autoritária e esse hábito passa desde 1500 até hoje.

Responder

    Schwartz

    10/11/2011 - 00h24

    Verdade, isso inclui a elite da USP.

    Pedro

    10/11/2011 - 16h21

    E do PT.

    Marcos W.

    10/11/2011 - 14h28

    E o Brasil por acaso tem elite?!

Jbrix

09/11/2011 - 22h43

Polícia para quem precisa! Polícia para quem precisa de polícia!

Responder

    EUNAOSABIA

    10/11/2011 - 09h36

    PT?

    Marcelo Fraga

    10/11/2011 - 11h19

    Não. PSDB.

    Pedro

    10/11/2011 - 16h43

    PT e PSDB não se diferem muito quando o assunto é corrupção.

    Marcelo Fraga

    10/11/2011 - 18h24

    Existem sim duas grandes diferenças: na quantidade de políticos cassados e na existência de provas nas denúncias de corrupção.

    Pedro

    10/11/2011 - 22h08

    Sei…

    MataTrolls

    11/11/2011 - 09h00

    Já que vc sabe, explica pro Eunucosabia, que ele nunca sabe do que tá falando….

    luiz pinheiro

    10/11/2011 - 20h23

    Quem não se difere são voce e o eunãosabia.

    cronopio

    13/11/2011 - 18h56

    Para o PSDB aconselho a guilhotina…

    Pedro

    10/11/2011 - 11h32

    PT[2] ?

Fabio_Passos

09/11/2011 - 22h03

Esta polícia não está aí para proteger a população.
Pelo contrário.

Esta polícia é o cão de guarda que protege os interesses e privilégios indecentes da "elite" branca e rica.

Responder

    Conservador316

    09/11/2011 - 22h59

    Abaixo ao imperialismo estadunidense.
    Abaixo a burquesia.
    Viva Chaves, viva Fidel.
    Pronto, ja dei mais algumas sugestões de clichês esquerdista pra você usar.

    Cenossaum

    10/11/2011 - 08h55

    Esse Fábio é mesmo um insano ?

    Ele deve acreditar mesmo que o massacre de Canudos, Carajás, Araguaia, Vigário Geral e as centenas de mortos nas mãos da polícia todo ano nas periferias foram feitos apenas para manter o poder da elite e não para proteger o nosso bom povo trabalhador dos baderneiros.

    Não suporto mais esses left-trolls

    Anauê, Conservador171

    MataTrolls

    11/11/2011 - 11h30

    Anauê? Nazi detected.

    ana

    10/11/2011 - 09h50

    seja inteligente pelo menos uma vez. ou procure algo melhor para fazer do que jogar palavras idiotas que ninguém está interessado.

    Marcos W.

    10/11/2011 - 14h29

    Abaixe as calças!Mas cuidado com o cassetete,por favorrrr…

angelo

09/11/2011 - 21h57

João Cândido "tinha a dignidade de um mestre-sala"

Singela homenagem a ele e ao capitão Sérgio Macaco, estes sim, homens (humanos) de verdade, heróis em defesa de seu povo.

[youtube GUqUJ0cKWwg http://www.youtube.com/watch?v=GUqUJ0cKWwg youtube]

Responder

angelo

09/11/2011 - 21h50

"Segundo eles, a população das 13 favelas do Complexo encontra-se abandonada e a mercê dos excessos cometidos diariamente pelo exército." (jornal AND)

[youtube 0GrRZvbGm-w&feature=player_embedded http://www.youtube.com/watch?v=0GrRZvbGm-w&feature=player_embedded youtube]

Responder

    cronopio

    10/11/2011 - 10h20

    Roubaram até janelas e portas!

    cronopio

    10/11/2011 - 10h28

    O concluio entre exército e PM é uma das heranças da ditadura. No fundo, é algo que mostra que a ditadura brasileira se travestiu em roupagens democráticas, mas que seus dispositivos e instituições continuam em vigor. Preocupante.

angelo

09/11/2011 - 21h37

E o 'enquanto for lei, cumpra'se' , parece-me rimar com: 'seremos estúpidos até que a burrice não mais seja legitimada'. Rima com burrocracia, rima com contramão da constatação unânime do fracasso da guerra às drogas. Se bem que a maconha será relegalizada com base nessa meia-verdade, a meu ver. A relegalização deveria se dar pelo fato da proibição ter sido na base de intere$$es comerciais, propulsionada com mentiras e preconceitos.

Responder

angelo

09/11/2011 - 21h18

E no Rio, a faca na caveira do Bope. Acho que talvez também haja muito de machismo. A deturpação do conceito de 'macho'. Algo como: 'macho' = violento, estúpido, truculento?

Responder

    Gersier

    09/11/2011 - 22h21

    Segundo a explicação do comandante do BOPE, a faca enterrada na caveira significa a vitória da vida sobre a morte.

    cronopio

    10/11/2011 - 10h19

    Acho que é um tipo de alegoria, né? Devem ter consultado diversos tratados medievais sobre a assunto antes de escolherem o logotipo!rs

Conservador316

09/11/2011 - 21h16

Parabéns PM de São Paulo.
Quem não gosta de policia é BANDIDO!!!!!

Responder

    Klaus

    09/11/2011 - 22h31

    Qual polícia, a que esta dando cobertura ao tráfico em milhares de ciadades brasileiras?

    Marat

    09/11/2011 - 22h37

    Klaus, gosti do que escreveu!

    Conservador316

    09/11/2011 - 22h57

    Então protestem contra essa polícia que dá cobertura ao tráfico, e não contra TODA a polícia entendeu?

    mfs

    09/11/2011 - 23h51

    Mas vocês de direita é que têm o hábito a parte parecer o todo! Não foi isso que fizeram com a USP, tentar apresentar a oposição aos abusos de autoridade da PM no Campus como uma revolta dos maconheiros? Ninguém é contra a polícia em si, mas temos o direito de questionar uma polícia que tem orgulho do passado de repressão a greves operárias, motins populares e apoio ao golpe de 64.

    Leider_Lincoln

    10/11/2011 - 06h35

    Que gracinha de hipócrita: TODOS os que não gostam da polícia são bandidos, mas a polícia que apoia, dá cobertura, proteção e informação aos bandidos, é só UMA PARTE dela? Agora eu sei por que é Conservador316 e não "ConservadorInteligente"…

    MataTrolls

    11/11/2011 - 09h01

    Conservador inteligente é diametralmente oposto.

    ana

    10/11/2011 - 09h50

    e quem gosta é porque apoia assassinatos, estupros, roubos cometidos por gente que se acha acima da lei.

    Marcos W.

    10/11/2011 - 14h31

    A juíza Patrícia era bandida?!

    luiz pinheiro

    10/11/2011 - 20h38

    Bandido gosta. Até contrata para fazer escolta.

    angelo

    12/11/2011 - 15h02

    Quem gosta de bandido é policial inseguro que acredita ser necessária a bandidagem pra preservar sua necessidade de existência. A velha tática: fabricam-se 'marginais', criam-se problemas e apresentam a 'solução'. Quanto mais justiça social menor preocupação com segurança. Assim, inseguros policiais, incompetentes burros clamam por demanda.

angelo

09/11/2011 - 21h10

Torturaram uma estudante. Um crápula sem identificação. Não foi um manifestante encapuzado pra não sofrer perseguição político-profissional que cometeu crime dos que têm câncer na alma. Antes de tudo, prioridade 1: torturador na cadeia. Tudo o mais é secundário. Discute-se depois.

Responder

Antonio

09/11/2011 - 19h32

As polícias militares brasileiras são um disvirtuamento da defesa do cidadão. Elas representam os ideais de repressão da direita. Elas teriam que ser reestruturadas. Mas em São Paulo e em outros estados onde desgovernam a direita e a extrema direita, a polícia só serve para bater em trabalhador, reprimir estudante e matar sumariamente bandido, ainda mais com a Justiça torpe que temos, que solta o bandido no dia seguinte e o militar tem que lidar com isso: ele prende o sujeito que no outro dia está solto pronto a matar o policial que o prendeu, para se vingar. E além de tudo isso, tem o desmanche social que essa direita impôs ao País durante anos, que gera corrupção nas corporações, além de miséria, segregação e violência nas periferias quase insustentáveis onde essa direita governa.

Responder

    Levy

    10/11/2011 - 01h41

    O código Penal é um lixo, acho muito triste ninguem falar sobre isso.

    Alessandro

    16/03/2013 - 08h58

    Da metade pra baixo do seu texto em partes até concordo, mas da metade pra cima, me desculpe mas vai se orientar mais um pouco, pois é muita baboseira, você dever ser o tipo de pessoa que nunca precisou do apoio de uma viatura na vida né.

Deixe uma resposta