VIOMUNDO

Damous: Sérgio Moro recebe R$ 77 mil, mais que o dobro do previsto pela Constituição

20 de agosto de 2015 às 18h26

moro-vai

Wadih Damous: Sérgio Moro, que prometeu passar Brasil a Limpo, tem salário de R$ 77 mil

do site da Liderança do PT na Câmara dos Deputados, via e-mail

O deputado Wadih Damous (PT-RJ) criticou nesta quinta-feira (20), na tribuna da Câmara, juízes e integrantes do Ministério Público que estão o descumprindo o art. 37 da Constituição Federal, recebendo vencimentos acima do teto salarial.

“E, para a nossa surpresa, na relação de juízes, desembargadores e membros do Ministério Público que percebem acima do teto, está o nome do insuspeito juiz Sérgio Moro, esse mesmo, que prometeu limpar o Brasil da corrupção, que prometeu passar o Brasil a limpo”, ironizou.

O juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, segundo Wadih Damous, tem recebido nos últimos meses acima do teto, que é limitado ao salário do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje em R$ 37,4 mil.

“O paladino da moral, que promete limpar o País da corrupção, recebe em média R$ 77 mil por mês, mais do que o dobro do teto. Acredito, então, que a limpeza deveria começar pela remuneração desses juízes e desembargadores que percebem acima do teto constitucional, em manobras que não fazem bem à democracia e à moralidade”, criticou.

O deputado Wadih Damous destacou que as informações que o mundo jurídico já conhecia, sobre o descumprimento do teto salarial na magistratura foram publicadas, na última semana, no site Consultor Jurídico, especializado em questões ligadas ao Direito, ao Judiciário, ao Ministério Público.

“A matéria mostra que muitos juízes e desembargadores percebem acima do teto. Na verdade, o texto sintetiza de forma clara que o teto virou piso. Isto graças a expedientes de criação de penduricalhos do tipo auxílio-moradia, auxílio- táxi, auxílio-educação, auxílio isso, auxílio aquilo” enfatizou.

O deputado Damous disse que essa prática é inadmissível. “É um verdadeiro acinte moral essas verbas serem pagas de maneira disfarçada, como se fossem indenizações e, por isso, não estarem sujeitas à parcela única ou ao teto remuneratório”, criticou.

A matéria do site Consultor Jurídico cita que no caso do Ministério Público Federal, existem procuradores com remunerações de R$ 48 mil. Outros, com atuação em segundo grau, que ganham quase R$ 65 mil por mês.

Vânia Rodrigues

Leia também:

Delegado da PF, em nome da Lava Jato, manda mensagem a grupo pró-impeachment

 

42 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Romeu

22/08/2015 - 22h17

Fiquei sabendo disso ha uns 6 meses, os juizes, nao todos, mas alguns ganham acima do teto no judiciario federal.
Sabe qtas linhas a folha, globo e estadao irao publicar disso ? NENHUMA !

Responder

Messias Franca de Macedo

22/08/2015 - 15h07

EXTRA! BOMBA!…

… E a *prefeita aliada e achacada pelo [eduardo] ‘CU(nha)’ “do ‘Aécio Furnas Forever'” **foi também se encontrar com Jesus… Risos estonteantes
*e uma(um) das(os) ‘laranjas’ do ‘Achacador Geral da Nação’!
“Um gênio da política”, segundo o boçal [pseudo-]jornalista Alexandre Garcia dos Marín(ho) das organizações criminosas Globo do FIFALÃO do outro ‘laranja’ J. Hawilla – &$ da sonegação bilionária!

**O dia em que Jesus encontrou Eduardo Cunha.
Por conspícuo e impávido jornalista Kiko Nogueira
Postado em 21 ago 2015
(…)
FONTE [LÍMPIDA]: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-dia-em-que-jesus-encontrou-eduardo-cunha-por-kiko-nogueira/

ENTENDA A LAMBANÇA

Aliada de Cunha, prefeita denunciada por Janot desaparece

Servidores de Rio Bonito (RJ) não sabem informar paredeiro de Solange Almeida

22/08/2015 às 08:22 –

(…)

FONTE, pasme: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,prefeita-denunciada-por-janot-desaparece,1748687

Responder

Messias Franca de Macedo

22/08/2015 - 11h38

Sobre a prisão do preso José Dirceu:
“O juiz Sérgio Moro não é um juiz! É um personagem à procura do autor!” Por Paulo Sérgio Leite Fernandes, advogado criminal – e decano dos criminalistas em São Paulo

Sobre o comportamento dos representantes do Ministério Público
“Tem uma herança de certa forma da Constituição de 1988 que é a democratização do acesso a alguns cargos. Hoje quem está no Ministério Público, quem está na magistratura são os filhos da classe média, via de regra. Essa classe média que aplaude a forma como a Operação [Lava Jato] está acontecendo. E o que é que nós temos, e, aí, eu concordo inteiramente com o doutor Paulo [Sérgio Leite Fernandes, advogado criminal], não fosse o [juiz] Sérgio Moro seria o ‘Manuel dos Anzóis’ ou o ‘Pedro Sei Lá das Quantas’, porque a classe média aplaude esta conduta! A questão que eu acho, e que a classe média tem que se colocar, é que uma hora isso irá chegar contra os seus filhos.” [Virará contra os filhos da classe média!]
Por Arthur Scatolini – advogado e professor universitário

https://www.youtube.com/watch?v=2waWqNhK29s

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2015/08/advogados-criticam-conducao-dos-trabalhos-da-lava-jato-pelo-juiz-sergio-moro-2547.html

Responder

luis castro

21/08/2015 - 22h40

Quem se propõe ser o arauto e justiceiro da moralidade pública tem que corresponder essa premissa. Você é cobrado pelo o que você prega e defende. Se você for pego fazendo o que condena acabou sua credibilidade, Como acreditar em um juiz que deveria ser exemplo de zelo pela coisa pública julgue desvios de outros, ganhando salário de R$ 77 mil reais, em desacordo com o que prevê a Constituição, em relação a salário de servidor público. É o roto julgando o esfarrapado.

Responder

Luiz Parussolo

21/08/2015 - 21h37

Se entre pessoas apriorísticas e com dotes de juízos racionais seria um corrupto prendendo corruptos, mas se entre empiristas que processam na percepção apenas, sem capacidade de argumentar e e abstrair no entendimento será normal e valerá muito mais devido o diferencial. Se propor socialmente quase todo mundo aqui no Brasil concordará e dirá que ainda é pouco
Aqui está a imensa diferença entre um povo espiritualmente evoluído e um povo subdesenvolvido como o povo brasileiro que não é capaz de assimilar e argumentar e só com uma verdadeira educação desde a idade muito precoce principalmente esse povo poderá um dia fazer sua independência por si mesmo.
Vejam que ele é juiz ordinário e seus subsídios obedecem percentual em cascata do que percebe um Ministro do STF.
Mas tem remunerações de todo jeito acessando o portal transparência de cada tribunal e vale a pena conhecer. Tem subsídios de mais de R$ 40 mil, R$ 50 mil……….;mais de R$ 100 mil. E a Ministra do STJ Nanci Andrighi, Corregedora do Conselho Nacional de Justiça, recebeu em novembro/2014 R$ 673 mil, brutos.
Está aí e isto é bem explicado na metafísica, na biologia/genética na psiquiatria e nos evangelhos juntos.
Segundo os evangelhos ós somos bárbaros (pagãos) por sermos criaturas do mundo e não filhos de Deus e para alguém tornar-se filho adotivo de Deus terá que preencher os requisitos de fé e dignidade em obediência aos evangelhos do Novo testamento. Então o novo cristão no corpo de Cristo receberá um selo onde ficará ligado ao Espírito Santo tornando-se espiritual.
Vem a metafísica por seu turno, através de Kant, sustentando a capacidade a priori dos juízos racionais do entendimento pelo espírito que dá o entendimento pleno dos fenômenos da experiência e a percepção empírica somente pela percepção dos mesmos fenômenos da experiência. Estes não são entendidos e simplesmente comparados através da memória, talvez alma periférica por inexistência do uso da razão onde flui o espírito.
Já na psiquiatria existe sustentação de que todas as pessoas que distorcem do mediano e da ética estabelecidos como referências na existência e no meio social e profissional são destituídos de essência, isto é espírito onde todos os fenômenos adquiridos na experiência exterior, desde pequenos comportamentos que visa usar bens e pessoas por ganância, inveja, malícia, cobiça etc…chegando ao serial killer. estes não distingui pela falta do processador interno do entendimento do bem e do mal; do certo e do errado; do justo e injusto etc..sendo pessoas que medem e comparam no resultado dos planos e e projetos propostos sendo tudo correto dentro de suas metas.
Nas nossas origens hereditárias vindas principalmente da Europa Meridional, Portugal, Espanha, Itália, Grécia etc.., salvo poucos redutos são povos muito pobres em racionalidade e apriorismo até hoje e não conseguem auto suficiência mesmo dentro de um bloco evoluído do continente e desses maciça maioria que de lá desprenderam foram aventureiros e miseráveis problemas sociais não sendo diferente os demais mesmo sendo de povos muito evoluído, embora este são muito mais avantajados.
Então acabamos um povo predominantemente empiristas que avaliamos e comparamos na percepção mesmo nas atividades essenciais e de exigências de especialização e erudição bastante elevada e complexa Casos dos congressistas, presidentes, governadores, prefeitos, ministros políticos e jurídicos, desembargadores, juízes ordinários, contadores de grandes conglomerados, administradores, cientistas, técnicos, artistas nobres etc..
Porém os atributos da razão são reconhecidos principalmente nos grandes cursos das ciências exatas e biológicas com exigências variadas; na filosofia racional como criação; na ciência jurídica nos grandes doutrinadores raros e nos que desenvolvem com habilidade após suas criações pondo o ovo em pé e fazem a grande abrangência de seus conceitos embriões.
Para o caso do juiz Moro e os demais: se possuem o discernimento do certo e o errado e assim mesmo aceitaram é corrupção, entendo, pois seus juízos racionais acusaram, salvo se é estabelecido regras efetivas que contemplam com prêmios pelos méritos ou então é imposição irrenunciável.
Se ele próprio perceptivamente valorou e comparou os feitos aos demais como me´ritos pessoais mesmo equivocado pois foge aos direitos constitucionais e estatutários e sentiu-se digno da remuneração fica isento por ser um empirista e não possuir o processador racional.
Muito comum em juízes sentirem-se imunes por achar que faz justiça e sendo o justiceiro está acima da própria justiça e goza de privilégios incomuns. Já está errado o coceinto de justiça nos julgamentos sendo a justiça transcendental, do senso incomum e inacessível pela erudição, salvos aos raríssimos racionais os quais possuem aptidões do senso incomum que são capazes de tomar os fatos e atos abstratos expostos ante todo o ordenamento jurídico, costumes, direito natural entrar dentro dos mesmo e materializá-los em si tornando-os em si corpóreos e efetivos como se estivesse vivendo-os. Os grandes juristas fazem isso como os grandes cientistas do experimento, os grandes gestores, os grandes artistas etc.. No mais é erudição de tudo aplicado aos fatos propostos.
Também considera-se acima do ordenamento jurídico e do senso comum o administrador exigir comissões em compras e licitações no senso comum e em grande parte, bem como em muitos outros eventos. Talvez algum ocupante de cargos meritórios envolvido no mesmo esquema de corrupção da Petrobras seria considerado imune ou inimputável pelos fatos acima discorridos.
Porém, tenho em mim que a diferença está somente em um princípio que provavelmente evitaria até os acontecimentos dos desvios:Existem funções que empiristas não podem exercer poder de mando;.
Assim entendo.

Responder

Gutemberg

21/08/2015 - 18h25

Vamos pesquisar antes de ficar falando mentira, vejam o link da transparencia!

http://www2.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=contracheque_transparencia#

Responder

Mauro Sérgio

21/08/2015 - 15h24

Quem está investigando os crimes não é a pessoa física de Sérgio Moro e sim o magistrado na condição de Estado-Juiz. E ele não investiga sozinho, mas acompanhado de representantes de outras instituições como Ministério Público, Polícia Federal, etc. Também não pode ser responsabilizado, pessoalmente, pelo que vem recebendo, haja vista que não foi o responsável pela institucionalização de tais pagamentos. Ele recebe o que outro magistrado qualquer receberia se estivesse em seu lugar. O erro é da instituição e não da pessoa física de Sérgio Moro. Além disso, na condição de Estado-Juiz tem ele a prerrogativa de, munido do seu mister, desenvolver as investigações contra os corruptos, reservando-se a quem interessar a adoção de medidas administrativas e judiciais competentes para puni-lo, caso esteja errado em relação aos seus vencimentos. O que não pode é continuar a corrupção, quer seja do PT, do PSDB, do PP ou de qualquer outro partido ou de políticos em detrimento dos interesses dos cidadãos brasileiros.

Responder

    Re

    22/08/2015 - 11h26

    Então o Moro e todos os demais NÃO SABEM que recebem acima do teto constitucional e que isso é contra a lei, mesmo que não sejam “culpados” desse ganho imoral? Claro que sabem, e se fazem de baratas mortas porque lhes interessa. Igualzinho aos que estão acusando, que se locupletaram, sabiam que estavam errados, mas lhes interessava esse “errado”. O “certo”, para esses servidores públicos, só vale para os outros. Bando de hipócritas.

lulipe

21/08/2015 - 14h09

Pela coragem que vem demonstrando na condução da Lava-Jato deveria tá ganhando o triplo. Parabéns, Moro!!

Responder

    Marcelo

    21/08/2015 - 14h56

    Essa é a ética e moral coxinha. Pode roubar, desde que persiga meu adversário.

    Julio Silveira

    21/08/2015 - 15h15

    Pague então do seu bolso, quem sabe o sr. cria um fundo particular para apoiar seus herois. Agora o sr. não pode falar em dispor do dinheiros dos impostos de forma inconstitucional e desonesta para premiar apenas aqueles com os quais simpatiza. Essa é a tipica hipocrisia de um direitista.

Urbano

21/08/2015 - 13h54

Salvaguardando-se as exceções, mas para os resultados mequetrefes que se veem ao longo dos tempos é simplesmente uma aberração. É de fato um tremendo tapa na cara de praticamente todos os trabalhadores brasileiros.

Responder

roberto

21/08/2015 - 12h02

Dava para comprar pra ele, uma tornozeleira de ouro maciço, incrustada de esmeraldas.

Responder

Marcio

21/08/2015 - 11h00

Existem os alienados políticos, os politizados e o pior de todos CEGOS POLÍTICOS. Todos ganham mais que o teto! Os políticos ganham além do salário um monte de auxílios, tem até auxílio paletó! E fora uma parte do salário de todos os “assessores” . Acordaaaaaaaa!

Responder

Romanelli

21/08/2015 - 09h55

e enquanto isso, estudante brasileiro morto não consegue ser repatriado pro BRASIL
.
pro Itamaraty vc não vale NEM MORTO ..pro governo (todos), NEM VIVO ..já como contribuinte de tetas gordas e poupudas, bem ??!!
.
incrível ..a gente vê nos filmes que se americano é afetado a CIA, os Marines, porta aviões, os presidentes, todo mundo entra encena ..demonstrando que o que se paga lá pelos serviços consulares, vale a pena
.
Aqui não, quando muito, as noticias que temos dão conta que embaixadores, sabotando o governo, dão asilo sem autorização ..ou sobre outros que pagam refeições, hospedagens de governantes e aluguéis caríssimos para os nossos padrões, e doutros que SEQUER pagam aluguel de carro, dando o beiço em nome do nosso povo..
.
..normalmente sabemos tb que as vagas de embaixadores é dada a políticos de carreira (que mal o inglês conseguem balbuciar) ..e, cada vez mais comum tb, em tempos de Englobalização, hoje vemos notícias de brasileiros que, a serviço e/ou a passeio, morrem lá fora, e sequer conseguem que o corpo retorne ao país (a 6a economia do mundo como gostam de se ILUDIR os atuais mandatários)
.
então veja mais um caso em que alguns, em nome da família, faziam vaquinha nas redes sociais
.
http://oglobo.globo.com/brasil/jovem-pernambucano-encontrado-morto-em-universidade-da-inglaterra-17252486

Responder

Edson

21/08/2015 - 09h49

Pessoal procurem uma fonte mais fiável antes de formarem suas opiniões. O referido juiz recebe 25.196,00 por mês.
Antes coxinha do que comuns mal informado ou mal intencionado.

Responder

Gerson Carneiro

20/08/2015 - 23h53

Esquece de limpar o próprio rabo.

Responder

Marat

20/08/2015 - 23h14

Ahhhhh… o “muso” da direita é mais do mesmo: Mais um fariseu metido a santo!!!

Responder

20/08/2015 - 21h45

Para os paladinos da justiça seletiva (seletivamente investigando os crimes imaginários de Lula, enquanto os aécios da vida continuam blindados) limpar a bunda com a constituição e imprimir a “obra” na capa da Veja não é suficiente.

Quem poderia imaginar que alguém que usa o termo “justiça” para descrever uma vendetta pessoal contra o único partido internacionalmente reconhecido pelo combate à corrupção também teria coragem de roubar dinheiro público?

Deixe o Lula ser julgado pelo STI (supremo tribunal imaginário) e enfia esse hipócrita imundo e sua gangue de intocáveis na cadeia.

Cadeia imaginária para crimes imaginários. Cadeia real para crimes reais.

Responder

FrancoAtirador

20/08/2015 - 21h12

.
.
Moro que informe a quantas anda o Inquérito Nº 3404
.
contra o Senador Ficha Suja, Líder do PSDB no Senado:
.
“Caso Concorde”: (http://imgur.com/64kV0tj)
.
(?resize=630%2C781)
(http://www.ocafezinho.com/2015/07/16/moro-engaveta-ha-3-anos-denuncia-de-corrupcao-contra-golpista-tucano)
.
.

Responder

Lukas

20/08/2015 - 21h10

Bateu o desespero no PT.

Responder

    Arthemísia

    21/08/2015 - 01h16

    Como assim, desespero? Já faz um tempo que a transparência é uma prática na administração pública que, aliás, é outro grande feito do governo petista. Qualquer servidor público sabe que seu salário está nas redes para a população tomar conhecimento, e isso inclui os membros do Judiciário. Não há demérito nenhum no salário recebido pelo juiz, certo? E menos ainda em divulgá-lo, certo? Os políticos petistas e seus familiares (os quais não são funcionários públicos) têm suas vidas e sigilos violados diuturnamente, mas isso não é desespero da oposição? Pimenta no dos outros? Quem não deve, não teme; não é isso que vcs dizem?

Julio Silveira

20/08/2015 - 19h35

Ah! Mas ele deve estar doando a diferença para alguma instituição de caridade. Rsrsrs.

Responder

    FrancoAtirador

    21/08/2015 - 11h08

    .
    .
    Para o Teleton do SBT e o Criança Esperança da Globo.
    .
    .

FrancoAtirador

20/08/2015 - 19h08

.
.
Hipocrisia Pouca é Bobagem
.
Só reclamam a Imposição do Teto Remuneratório
.
aos Camelos Petistas Carregadores de Processos.
.
.

Responder

Leo

20/08/2015 - 19h01

Wadih nunca se propôs a denunciar com eloquência a acumulação de subsídios do advogado do PT, Dias Tóffoli. E, agora, vendo Moro como um perigo para o seu partido, emite essas palavras de desespero e recalque.
.
Wadih, fala sério!!

Responder

Leo

20/08/2015 - 18h49

Reclamem com o Dias Toffoli, que recebe igualmente dois subsidios: um como ministro do STF e outro como Presidente do TSE. DENEGRIR a imagem de Moro com essa “denuncia” eh, no minimo, um gesto de desespero.

Responder

    Julio Silveira

    20/08/2015 - 19h38

    Cidadão Leo, grite contra o fato mas não justique um erro com outro. Se há hipocrisia no Wadih não o copie, seja diferente.

    Carl

    20/08/2015 - 19h41

    Como é que é? Se um faz errado aí você vem justificar com o erro do outro? Que mente brilhante a sua! Depois dessa vou ao banheiro!!!

    ka

    20/08/2015 - 20h56

    Denegrir imagem??? Não, meu caro, as atitudes de uma pessoa falam mais sobre ela do que imagens, construídas pela mídia, de heróis ilibados lutando para salvar um país! As máscaras sempre caem! Não importa se dias tofolli, ou qualquer outro, faça igual! Isso não salva a má reputação do seu herói fora da lei!!

    Re

    21/08/2015 - 20h05

    Uai, tá na cara que tem que rever toda essa estrutura que permite que além do Moro muiiitos ganhem imoralmente essa fortuna. Só que… Moro pode acabar com as empresas, com a Petrobrás, com a economia do país, que pra ele não vai fazer nem cosquinha, funcionário público mantido nababescamente com o dinheiro da União, não vai perder nadinha. Por isso pode agir de forma tão furiosa, passar por cima de direitos civis, do estado de direito, ele já se acha em posição de herói intocável com um salário desse. Vá pra PQP!!

Sebastião

20/08/2015 - 18h48

Esse juiz de primeira instância receber R$ 77 mil mensais é mesmo um disparate.
Sumariamente, como de seu costume, ele tem jogado no lixo nossa Constituição.
E, por cima, quer ser o paladino da justiça.
Justiça esta, que é o maior câncer de nosso País.
Tenho dito: corrija-se a justiça e o resto fica tudo muito fácil!

Responder

Deixe uma resposta