VIOMUNDO

Hipocrisia na campanha eleitoral: “Ela é a favor de matar criancinhas”

16 de outubro de 2010 às 20h05

por Conceição Lemes

No dia 14 de setembro, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Monica Serra, acompanhada de Índio da Costa (DEM),  vice de José Serra (PSDB), deu a senha da campanha sórdida, em pleno andamento, contra Dilma Rousseff (PT). A repórter Gabriela Moreira, da Agência Estado, testemunhou.  O Estadão publicou:

A um eleitor evangélico, que citava Jesus Cristo como o “único homem que prestou no mundo” e que declarou voto em Dilma, a professora [Monica Serra] afirmou que a petista é a favor do aborto. “Ela é a favor de matar as criancinhas”, disse a mulher de Serra ao vendedor ambulante Edgar da Silva, de 73 anos.

Domingo passado, no debate realizado pela Band entre os dois presidenciáveis, Dilma jogou o esqueleto em cima da mesa. Cobrou de Serra as acusações de Monica a ela.

Serra não respondeu. Indignada, na segunda-feira às 10h24, Sheila Ribeiro postou em sua página na rede social Facebook uma reflexão com o título Respeitemos a dor de Monica Serra.

Meu nome é Sheila Ribeiro e trabalho como artista no Brasil. Sou bailarina e ex-estudante da Unicamp onde fui aluna de Monica Serra.

Com todo respeito que devo a essa minha professora, gostaria de revelar publicamente que muitas de nossas aulas foram regadas a discussões sobre o aborto, sobre o seu aborto traumático. Monica Serra fez um aborto. Na época da ditadura, grávida de quatro meses, Monica Serra decidiu abortar, pois que seu marido estava exilado e todos vivíamos uma situação instável. Aqui está a prova de que o aborto é uma situação terrível, triste, para a mulher e para o casal, e por isso não deve ser crime, pois tantas são as situações complexas que levam uma mulher a passar por essa situação difícil. Ninguém gosta de fazer um aborto, assim como o casal Serra imagino não ter gostado. A educação sobre a contracepção deve ser máxima para que evitemos essa dor para a mulher e para o Estado.

O episódio aconteceu em 1992, 18 anos atrás. Sheila tinha 18 anos, fazia curso de Dança no Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Monica Serra era então professora de Psicologia do Desenvolvimento Aplicada à Dança.

A revelação caiu como bomba na rede. A NovaE considerou boato de má fé, desqualificou-a (a matéria já foi tirada do ar).

O jornalista Gilberto de Souza, do Jornal Correio do Brasil, resolveu investigar.  Conversou com a própria Sheila. Publicou a matéria aqui. Depois, ouviu mais três ex-alunas de Monica , que confirmaram o relato.

Neste sábado, a jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S. Paulo, dá a notícia: Monica Serra contou ter feito aborto, diz ex-aluna. A assessoria de Monica Serra não respondeu à consulta da Folha. O mesmo fez a de Serra com o Correio do Brasil.

“DISCUSSÃO DE GENERO SEMPREESTEVE PRESENTE NA MINHA VIDA”

Seu nome completo é Sheila Canevacci (sobrenome do marido, o antropólogo Massimo Canevacci) Ribeiro. Profissionalmente, Sheila Ribeiro. Tem 37 anos. Morou 11 anos em Montreal, Canadá. Foi para lá depois de se formar na Unicamp. É coreógrafa e doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo.

Nos meios da dança, Sheila é conhecida e reconhecida, no Brasil e no exterior. Quem priva do seu convívio pessoal ou profissional, não se espantou com a atitude dela.

Márcio Seligmann-Silva, professor livre-docente de Teoria Literária da Unicamp, com pos-doutorado pelo Zentrum Für Literaturforschung Berlim, Alemanha, e pela Yale University,nos EUA, afirma:

“A indignação de Sheila com o debate biopolítico que pontua nosso cenário político atual é plenamente compreensível, mas sua coragem talvez tenha a ver com esta experiência de vida em um país democrático [Canadá], onde as pessoas podem se manifestar sem medo”.

Helena Katz, professora no Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica e no Curso Comunicação das Artes do Corpo, na PUC-SP, comenta:

“Sheila Ribeiro está em cada um dos gestos que cria. O seu trabalho nos ajuda a identificar os danos que o discurso publicitário vem produzindo na sociedade e que não está somente na publicidade propriamente dita, mas que hoje pauta o modo como nos relacionamos e se materializa no nosso comportamento, na cidade, nos meios de comunicação. A potência da sua poética sempre crítica insufla, em cada um dos que entram em contato com as suas produções, a esperança de que um mundo melhor é possível”.

O coreógrafo Wagner Schwartz, do Rio de Janeiro, observa:

Sheila Ribeiro é mulher, cidadã, coreógrafa. Antes ter um cunho corajoso, o seu relato tem uma potência vital, porque não está relacionado ao tema da dualidade morte-e-vida, muito menos às questões partidárias. Como sempre, seja em suas práticas artísticas ou entre amigos, Sheila reafirma a necessidade de se pensar o lugar das classes menos favorecidas, independente da grande escala de forças contrárias às suas ações, porque sua finalidade é, sempre, investigar a causa, sua dor e a sua liberdade.

A artista e produtora Cândida Monte, de Curitiba (PR), enfatiza:

“Sheila Ribeiro é uma mulher que escolhe atuar, pessoal e profissionalmente, com sinceridade e transparência. Age sempre de forma observadora, pensadora e questionadora. Tem um enorme interesse em discutir e refletir. Seu pensamento artístico emerge disso. Volta sua atenção à cultura para além das considerações sobre a estética, pensando o indivíduo através da arte”.

Sheila é filha de Majô Ribeiro, militante feminista que foi aluna de mestrado de Eva Blay e pesquisadora do Núcleo de Estudos da Mulher e Relações Sociais de Gênero da USP. Foi candidata derrotada a vereadora e a vice-prefeita em Osasco pelo PSDB.

A mãe, segundo Sheila, pouco se pronunciou sobre o episódio: “Só disse que achou bom que eu fiz isso pela questão da descriminalização do aborto”.

“Discussão de gênero sempre faz parte da minha vida, daí a minha indignação”, disse-me numa primeira conversa, que tivemos na quarta-feira. “No primeiro turno, votei no Plínio [de Arruda Sampaio, do Psol]. No segundo, voto na Dilma.”

“EU NÃO ADMITO QUE A PRÓPRIA VÍTIMA SE ASSEMELHE AO SEU OPRESSOR”

Na segunda conversa, Sheila, que já havia se mostrado assertiva no primeiro contato, foi bastante firme. Divertida, atenta,interessada, não titubeou um instante:

“As pessoas acharam que eu era falsa [personagem fake, inventado], muitos me agrediram, muitos insinuaram que eu tinha ganhado dinheiro. Eu fico muito triste e brava com essas coisas”.

” O que eu posso garantir  é que Monica nos contou que fez aborto. Havia muitas outras pessoas que sabem que não é mentira o que eu disse”.

“Quando eu vi o Serra se esquivando no debate, tive um troço, fiquei indignada e fiz uma reflexão sobre o que é ser uma pessoa na privacidade e o que é ser uma pessoa pública”.

“A minha primeira preocupação foi exercer a minha cidadania. Acharam que eu fiz isso  porque eu  vivi praticamente a minha vida inteira de adulta no Canadá, onde as pessoas falam abertamente sobre esses assuntos e outros assuntos complexos de se abordar. O que me interessa é a saúde pública”.

“Algumas pessoas me dizem que tive coragem, outras ficaram assustadas de eu falar diretamente. Pensei: sou anormal? Acho que o meu jeito é por causa do Canadá. Depois que eu me formei na Unicamp, morei 11 anos lá. A minha vida adulta e profissional, eu desenvolvi lá. Tenho dupla nacionalidade”

“No Canadá, o aborto é legalizado. Eu te contei das clínicas de ginecologia lá [os serviços de saúde são públicos] ? Você telefona, funciona assim. Bem-vinda à clínica da mulher. Para urgências, disque zero. Para consultas, disque 1. Para abortos, disque 2. Para exames, disque 3”.

“Um amigo  disse: ‘E se a Monica e o Serra se converteram?’ Eu respondi. Vamos supor que a Monica e Serra se converteram  à religião e se arrependeram do aborto que fizeram. Só que quando uma pessoa se arrepende perante Deus – o aborto é crime perante Deus –, eles fazem  os seus Pai-Nossos, depois vão ser absolvidos e vão para o céu ou para o inferno. Quer dizer: é uma discussão religiosa”.

“ Se a pessoa é religiosa, ninguém a obriga a fazer o aborto. Muito bem. A pessoa pode ser religiosa, dizer eu sou contra o aborto em todos os níveis,  eu nunca vou fazer o aborto, porque é um crime perante Deus. Ok. Só que você pode não misturar essa coisa crime perante Deus, porque no Estado laico não tem Deus. O Estado laico é um Estado”.

“ Quem é religioso, não é obrigado a fazer. Ponto. No  Canadá, é visto como um problema de saúde pública”.

“As pessoas ficam me perguntando: você é a favor do aborto a partir de mês? Quem sou eu para dizer quando, em que mês, como não deve? Tem vários países em que o aborto é legalizado, o Brasil tem que aprender com eles. Ponto”.

“O que me chocou mais, mais, mais, é que o aborto é uma questão de todos. Até uma pessoa militante contra a descriminalização do aborto já fez aborto. Além da Monica, eu cito a Benedita da Silva (PT), que é contra a descriminação do aborto e também fez aborto”.

“Significa o quê? Olha a lógica da matemática. Se eu sou contra a descriminalização, acho o aborto um crime e faço o meu clandestino, eu deixo criar uma coisa perversa em mim  que é o contrário absoluto da cidadania. Morrer não é só porque tomou Cytotet, colocou agulha de crochê. Morrer é também não poder exercer a sua cidadania. Daí a importância da descriminalização”.

“Não significa que você precisa ficar contando para todo mundo que fez aborto… colocar no jornal que fez aborto. Mas, se você precisar fazer, você sabe que não é uma criminosa. Você sabe que não está morrendo por dentro por ter cometido um crime”.

“Agora se você é uma religiosa e faz aborto, está cometendo um crime religioso. É um problema seu cultural, social, religioso. Isso é um problema da pessoa” .

“O que mais deixou indignada, portanto, é que até as militantes contra o aborto fazem aborto”.

“Outra coisa que me chocou foi que a Mônica Serra no debate virou uma carta do jogo, assim como o pré-sal, a Petrobras, a banda larga, privatização Então, diante de qualquer carta do jogo, o Serra não enfrentava, não dialogava…”.

“Para mim, todas eram cartas do jogo das quais ele ficava se esquivando. Mas eu fiquei  mais sensível com a Monica Serra, porque eu a conheço. Na minha cabeça, misturou a relação da pessoa civil, que relatou ter feito aborto, e da pessoa simbólica, que estava ali fazendo campanha contra a descriminalização”.

“É como se eu estivesse no sofá e ouvisse alguém na televisão dizer que o Nelson Mandela é racista. Eu diria: como assim? O Nelson Mandela é negro, foi preso, lutou contra o apartheid… Tem alguma coisa errada. Aí eu escreveria um artigo: O que está acontecendo com o Nelson Mandela como pessoa pública. Ele mesmo é racista? Não é racista?

“A Monica Serra que existiu na minha realidade enquanto aluna é a Monica da  família Allende, que fez aborto. A outra Monica Serra, que eu vi no debate, é uma citação do nome de uma pessoa, que era uma carta do jogo, uma Monica Serra simbólica, que virou uma carta do jogo. Só.”

“É uma tremenda contradição. Eu sou uma pessoa brasileira, como outras, que não tem medo de falar. Uma pessoa que foi lapidada em praça pública porque cometeu adultério não vai lutar para que isso exista. Afinal, ela foi vítima disso, concorda?”.

“Assim como eu disse no Facebook que nós devemos respeitar a Mônica Serra – evidentemente a figurativa, a metafórica –,  está errado as pessoas gente se calarem.  Eu como cidadã, mais ainda como ser humano, não admito que a professora que, traumatizada, falou para mim sobre a experiência do aborto que ela teve por causa da  didatura– é super importante citar o contexto –,  venha hoje não considerar a sua própria dor que ela me fez escutar”.

“Eu sou uma artista. Quando exibo alguma obra,  a pessoa está perdendo o tempo dela para ver a minha proposta comunicacional. A Monica Serra usou a aula de psicologia do movimento para falar disso. Acho  lindo. Não acho que é problema. A Universidade é para isso mesmo. É para falar de aborto, de questões complexas ligadas ao ser humano. Aquela humanidade que ela dividiu com a gente,  inclusive me ensinou a levantar e a escrever sobre isso no dia seguinte ao debate. Foi o fato que falou por si só “.

“Eu não gosto de que qualquer mulher tenha de  fazer  aborto por causa de uma ditadura. Então, eu não admito que essa própria vítima se assemelhe ao opressor”.

“Sei que tem várias pessoas me condenando. Escreveram em um post:  “Ai, com uma amiga dessas…” Para começar, eu não sou amiga da Monica Serra. Eu fui aluna dela. Eu gosto dela. Mas por mais que eu goste do meu marido, da minha mãe, dos meus irmãos, do meu vizinho, quando uma pessoa faz uma coisa que é eticamente  contra os meus valores humanistas, eu vou me colocar contrária. Eu vou dizer. Tal pessoa, eu gosto muito de você, mas não concordo politicamente com o seu posicionamento. Só isso. Então para mim a última coisa que interessa nessa  coisa, nessa história é a Monica Serra. É a última”.

*****

Da assessoria de José Serra

Diante de matéria publicada hoje, a campanha de Jose Serra esclarece: Monica Serra nunca fez um aborto.

Essa acusação falsa, que já circulava antes na internet, repete o padrão Miriam Cordeiro de que o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva foi vítima na eleição de 1989. E dá continuidade ao jogo sujo que tem caracterizado a presente campanha desde que um núcleo do PT, montado para fazer dossiês contra o candidato tucano à Presidência, foi descoberto em Brasília. Primeiro eles atacaram a filha de José Serra. Depois atacaram o seu genro. Agora eles agridem a sua mulher, Monica, que tem a irrestrita solidariedade, amor e respeito de seu marido, de seus filhos, netos e de milhões de brasileiros.

 

251 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Chamando ela, show imperdível no Sesc Pompeia - Viomundo - O que você não vê na mídia

23/04/2013 - 10h27

[…] no Brasil e no exterior. Nas eleições presidenciais de 2010, foi ela quem desmascarou o discurso hipócrita de Mônica Serra em relação ao aborto.  Um gesto de coragem, transparência e integridade, que fez muita diferença naquelas eleições. […]

Responder

Obscurantismo faz Serra ‘esquecer’ excelente vídeo educativo « Viomundo – O que você não vê na mídia

19/10/2012 - 20h58

[…] Na eleição de 2010, José Serra, então candidato pelo PSDB à presidência, disparou a contra o aborto, criminalizando uma questão de saúde pública.   Corajosa entrevista da coréografa e bailarina Sheila Ribeiro desmascarou o oportunismo de ocasião … […]

Responder

Trabalho de formiguinha « Igual a tudo na vida

16/10/2012 - 13h33

[…] do assunto, até que apareceu uma ex-aluna da mulher dele dizendo que a professora havia abortado? (Tá aqui pra quem não lembra). Dizer que isso tudo “é coisa da imprensa” e que “responde o que os jornalistas […]

Responder

Nascituro: Ninguém assume a sua paternidade nem maternidade na MP 557 | Viomundo - O que você não vê na mídia

28/01/2012 - 18h30

[…] 14 de setembro de 2010, terça-feira, Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, RJ. A duas semanas do primeiro turno, Monica Serra, acompanhada de Índio da Costa (na época, DEM, hoje PSD),  vice do seu marido, José Serra (PSDB), dá a senha para um dos lances mais sórdidos da campanha passada, além de ter protagonizado o mais…. […]

Responder

‘NÃO LEVANTARÁS FALSO TESTEMUNHO’. BISPO PODE ?

03/11/2010 - 01h13

[…] do aborto? E já que ele vive atirando pedras em Dilma Rousseff, sugiro a leitura da reportagem Hipocrisia na campanha eleitoral: “Ela é favor de matar criancinhas” — Entrevista com Sheila …. AQUI, pode ouvir o áudio de Sheila Ribeiro, ex-aluna de Monica […]

Responder

À CNBB: Bispos católicos podem mentir à população brasileira? « O Transparente

26/10/2010 - 23h16

[…] na campanha eleitoral: “Ela é favor de matar criancinhas” — Entrevista com Sheila Ribeiro [3].   AQUI [4], pode ouvir o áudio de Sheila Ribeiro, ex-aluna de Monica […]

Responder

À CNBB: Bispos católicos podem mentir à população brasileira? | Viomundo - O que você não vê na mídia

24/10/2010 - 21h53

[…] bispo Bergoncini, que vive atirando pedras em Dilma Rousseff, sugiro dois artigos.  Hipocrisia na campanha eleitoral: “Ela é favor de matar criancinhas” — Entrevista….   AQUI, pode ouvir o áudio de Sheila Ribeiro, ex-aluna de Monica […]

Responder

IstoÉ: A hipocrisia do aborto (ouça o áudio de Sheila) « Ofensiva contra o machismo

24/10/2010 - 16h09

[…] PS do Viomundo: Ouça abaixo trecho do áudio da entrevista de Sheila Ribeiro a Conceição Lemes, cuja íntegra em texto está aqui. […]

Responder

Hector

24/10/2010 - 11h01

Sheila foi impulsionada pela indignação. O famoso "Como assim? ". Colocou o interesse da nação à frente de seu interesse pessoal.
É disso que precisamos: clamor pela coerência, espírito patriótico e coragem. O que para Sheila foi um ato inocente para os brasileiros, que convivemos todos os dias com respingos da ditadura, foi um ato de bravura.
Sheila tem dupla nacionalidade.
Nós, povão, estamos começando andar de avião agora. Nossa democracia ainda é muito acanhada.
Sheila, sua nota é……. mais que 10, é 13!

Responder

José Manoel

24/10/2010 - 09h58

Azenha: realmente, a Sheila Ribeiro é uma heroína, pois teve a coragem de se expor publicamente, enfrentando a canalhada de direita!!!! De pessoas assim que o Brasil precisa mais!!!!!! Parabéns, Sheila!!!!!!!!

Responder

IstoÉ: A hipocrisia do aborto (ouça o áudio de Sheila) | Wilsontargino's Blog

23/10/2010 - 23h29

[…] do Viomundo: Ouça abaixo trecho do áudio da entrevista de Sheila Ribeiro a Conceição Lemes, cuja íntegra em texto está aqui. Esta entrada foi publicada em Jornalismo. Adicione o link permanenteaos seus favoritos. […]

Responder

IstoÉ: A hipocrisia do aborto (ouça o áudio de Sheila) | Viomundo - O que você não vê na mídia

23/10/2010 - 15h32

[…] PS do Viomundo: Ouça abaixo trecho do áudio da entrevista de Sheila Ribeiro a Conceição Lemes, cuja íntegra em texto está aqui. […]

Responder

elielson

20/10/2010 - 04h51

que ridículo a Monica dizer que nunca fez aborto!
e lógico que pior ainda é a preocupação somente em dizer que não houve aborto e pronto.
como se essa fosse a questão levantada por sheila.
mais um vez o problema fica sem ser duscutido como deveria ser.
triste!

Responder

Nem Serra é Lula, nem Sheila Ribeiro é Miriam Cordeiro | Viomundo - O que você não vê na mídia

18/10/2010 - 03h10

[…] por ela ter sido sustentada por pelo menos mais uma amiga, em entrevista a Conceição Lemes amigos atestaram a seriedade de Sheila, que afirma ter sido movida pela hipocrisia de Monica Serra, que acusou publicamente Dilma Rousseff de ter “matado […]

Responder

Baixada Carioca

17/10/2010 - 23h50

Ela não ia conseguir enganar a todos o tempo todo. A máscara veio à terra e a igreja que defende o tucano não disse nada a respeito.

Responder

    JOSE DAVID RHODEN

    20/10/2010 - 08h42

    pois é meu caro amigo seja a igreja estava realmente preucupada com este tema ou sera que algo maior e material por do comportamente dos malafaias e este outro de curitiba que nem sei o nome deste mercenario que se diz pastos dolaraes ele deve estar levando sim pq o malafaia so iuro leva e, tor de 40 mil doraes pra suas gordas contas que naum devem ser aki com certeza como fica agora a cara de paus desses que se dizem represwntantes da moral e da etica bons costumes e tal ?

Rodrigo Leme

17/10/2010 - 20h53

Engraçado que o modus operandi da "grande mídia" é sempre visto pelos "progressitas" como o deste blog com um filtro de conveniência. Se a Folha publica algo baseado no "alguém falou" e é prejudicial ao PT, é exmplo de mau jornalismo. Se é prejudicial ao PSDB, é usado com reverências de bibliografia básica.

O blogueiro e seus pares podiam decidir de uma vez como vão usar a "grande mídia", para não causar confusão…

Responder

    Renan Borges Arauco

    17/10/2010 - 22h08

    Serra, defensor da familia, da moral e dos bons costumes, tem uma filha que ele não assume como sua, mora no interior de São Paulo (Vinhedo?). Faz questão de abafar o caso.
    Hipocrisia pura desse representante do retrógrado pensamento das elites corruptas brasileiras.

    Wildner Arcanjo

    18/10/2010 - 10h20

    O problema não é o disse-me-disse, são as contradições. São o teor das respostas, quando estas existem, sempre evasivas. É o silêncio, quando não há respostas. É a falta de coerência.

    Muchacho

    19/10/2010 - 01h23

    Amiguinho, vc viu as trocentas mil checagens que a Bergamo aguardou antes de publicar ?? poderiam ter feito isso quando receberam a falsa ficha da Dilma e publicaram, jogando m….no ventilador.

vanda

17/10/2010 - 20h50

Gostaria de saber da posição dos evangélicos e católicos conservadores, sobre a entrevista com Sheila Ribeiro. Trata-se de depoimento de uma ex-aluna de Monica Serra na UNICAMP, onde a professora falou do aborto que fizera em 1992. O assunto está circulando na Internet e foi publicado na Folha. Não foi desmentido pelo casal, mas, por uma nota da campanha. O que me dizem?

Responder

EFerraz

17/10/2010 - 20h20

Fato: o PIG sabe como pautar e sufocar os demais meios de comunicação. O caso: "Dilma é a favor do aborto" está há 15 dias sendo retroalimentado pelo PIG. Em contra partida, o caso "Mulher de Serra já fez aborto", lançado há "dois" dias, já está sendo devidamente dissipado pelo PIG, "Embora uma aluna da Monica Serra tenha dito, com todas as letras que ela mesma, a Monica, contou que fez aborto". É a nossa desunião ou, ainda, falta uma grande difusora como a TV Globo ?

Responder

Marco Aurelio

17/10/2010 - 20h04

Tem coisa muito,muito,muito podre nessa relação entre maçonaria,pastores evangélicos,caixa 2 de campanhas políticas que usam as igrejas para lavar dinheiro do tráfico de drogas,de armas,etc.Lembram da morte de João Paulo I???Leiam aqui,no livro "Em nome de Deus" de David Yallop:
http://www.scribd.com/doc/7053712/David-Yallop-Em

O Zé Pedágio,meus amigos,se chegar na Presidência da República,vem com toda essa curriola à tiracolo.Talvez seja por isso que a Marilena Chauí já esteja alertando que Serra é um perigo para a República a para a democracia no Brasil.

Responder

jõao

17/10/2010 - 19h42

fanatismo religioso um perigo
1978 – Suicídio coletivo na Guiana

20/11/2008 – 00:30 | Enviado por: denisedealmeida
Jornal do Brasil: dia 21 de novembro de 1978

Os corpos 383 pessoas foram encontrados pela Força de Intervenção em Jonestown, na Guiana, onde viviam 1.100 norte-americanos adeptos da seita Templo do Povo, fundada pelo religioso Jim Jones. Posteriormente, este número subiu para 900 porque foram encontrados outros cadáveres debaixo dos primeiros corpos encontrados. As mortes teriam sido causadas por envenenamento. Mark Lane, um dos advogados da seita, que teria deixado o local pouco antes do suicídio coletivo, disse que todos estavam calmos e felizes, e que sabiam que iriam morrer. Lane contou também que ouviu tiros e a voz de Jones, discursando sobre a dignidade da morte. O religioso se suicidou com um tiro na cabeça. A mulher de Jones e um dos seus sete filhos estavam entre as vítimas que ingeriram cianureto misturado a um refresco. A polícia divulgou que alguns corpos tinham ferimentos a bala, o que fez com que as autoridades da Guiana duvidassem da versão de suicídio.

Jones costumava exigir demonstrações de lealdade por parte dos seus seguidores. Certa vez, distribuiu uma bebida, dizendo aos seus discípulos que se tratava de veneno e pediu que bebessem. Posteriormente, Jones revelou que o líquido era inofensivo, e que estava testando a obediência dos fiéis.

Um dia antes de ocorrer a imolação coletiva, seguidores da seita foram acusados de terem assassinado o deputado norte-americano Leo Ryan e outras quatro pessoas. O parlamentar fora a Jonestown com uma equipe investigar denúncias de surras e trabalhos forçados na comunidade agrícola. Ryan e alguns repórteres, que integravam o grupo, ficaram isolados em uma pequena pista de aviões em Port Kaituma, onde foram fuzilados.

Mensagem de harmonia social

O Templo do Povo foi mais uma das seitas surgidas na Califórnia, que misturavam política, fanatismo e misticismo, e que se expandiam pelo resto do país. A doutrina atraía pobres, ativistas sociais, negros e hispânicos, que doavam todos os seus bens para a seita. Jim Jones teria conseguiu arrecadar dos membros 5 milhões de dólares. A cidade de Jones, na Guiana, foi fundada em 1977. Os adeptos norte-americanos foram convocados a abandonar os EUA para viverem em uma comunidade agrícola auto-suficiente, sem contato com o mundo exterior. A utopia terminou em tragédia.

« anterior próximo »

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 22h46

    Uma investigação independente e recene do caso JIM JONES, um estudo de caso para seitas, como o OPUS DEI, demonstrou que não houve suicidio coletivo. Muitos membros que recusaram, foram de fato assassinados pelos dirigentes diretos subordinados a Jim Jones.

easonnascimento

17/10/2010 - 19h34

Será que hoje teremos o confronto na RedeTv entre Dilma Roussef e o José Cara de Pau Serra? Sim porque é muita cara de pau sair com estes ataques sobre aborto com sua mulher fazendo e escondendo o que fez. E quanto a Paulo Preto? Sobre Erenice ele pode abordar na campanha. Seus aliados midiáticos podem intensificar a divulgação. Então Dilma tem tudo para encurralar o tucano frente as camaras. É a oportunidade que temos.
http://easonfn.wordpress.com

Responder

Marco Aurelio

17/10/2010 - 19h22

Caraca!!!Eu destampei mais uma fossa podre do Zé Pedágio!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

EFerraz

17/10/2010 - 19h21

Fato: o PIG sabe como pautar e sufocar os demais meios de comunicação. O caso: "Dilma é a favor do aborto" está há 15 dias sendo retroalimentado pelo PIG. Em contra partida, o caso "Mulher de Serra já fez aborto", lançado há "dois" dias, já está sendo devidamente dissipado pelo PIG, "Embora uma aluna da Monica Serra tenha dito, com todas as letras que ela mesma, a Monica, contou que fez aborto".
É nossa incompetência ou nos falta uma grande difusora como a Globo ?

Responder

Marco Aurelio

17/10/2010 - 19h20

O Silas Malafaia,dizem,está enfronhado com a maçonaria até aos cabelos.O pastor Caio Fábio diz que a Assembléia de Deus(Malafaia é dessa ala evangélica) está atulhada de pastores maçons.Tem coisa muito podre nessa história de Serra maçom e Silas Malafaia junto.

[youtube NAcSbYBX2zM http://www.youtube.com/watch?v=NAcSbYBX2zM youtube]

Responder

Marco Aurelio

17/10/2010 - 19h15

Serra,o maçom

[youtube egp-XZTPQeA http://www.youtube.com/watch?v=egp-XZTPQeA youtube]

Responder

A CAMPANHA DEGENERADA DO PSDB. « SANDÁLIAS DO PIRATA

17/10/2010 - 19h04

[…] aborto voluntário quando vivia no Chile (conforme relato de sua ex-aluna, Sheila Ribeiro – clique aqui para ler o que a Folha de São Paulo publicou), agora a coordenação da campanha do tucano decidiu […]

Responder

Alexandre

17/10/2010 - 18h20

Azenha, a Marina ficou em cima do muro mesmo:
http://noticias.r7.com/eleicoes-2010/noticias/mar

Responder

Wildner Arcanjo

17/10/2010 - 18h15

O seu comentário está aguardando moderação.
17 de outubro de 2010 às 16:07

E a Marina heim (“Marina morena, Marina, você se pintou…”)…

Para fazer uso de uma expressão bíblica (como está tão em moda, nessas eleições a questão religiosa): lavou as mãos, tal qual Poncio Pilatos.

Que feio heim?! Que triste?!

E tudo a troco de quê? Uma chance em 2014?

Como fica o povo, as políticas conquistadas?!? Ah… no Brasil!? O povo que se…

Ps. Um "humorista" do CQC entregou a Marina um sabonete neutro. Qual o significado disso? Será que tem mais de um?

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 22h47

    Ela só usa se for NATURA

Paralelo XIV

17/10/2010 - 18h08

Pessoal,

Off topic,

Senti uma acalmada nos e-mails difamatorios. Ou o guru internetico indiano do PSDB (om mani padme huummmmm…) parou de inventar ou mandar inventar os boatos, ou o pessoal não tá mais repassando porque sederam conta que é furada.

O que voces acham? Tão percebendo a mesma coisa?

Responder

aldoluiz

17/10/2010 - 18h03

Amigos, estou sendo levado a óbvia conclusão de que essa polêmica "religiosa pseudo-apocalíptica" em torno do aborto é o medo da terrorista casa grande vendo e constatando não só o aumento cada vez maior da autonomia de muitas e muitas de "suas senzaladas" e a diminuição do numero de escravos cada vez mais gratuitamente disponíveis e sempre descartáveis quando perdem a força de trabalho ou recuperam seus olhos de ver. Só no Brasil são 500 anos dessa falsa bandeira, pano para toda e qualquer manga de camisa de força costurada por estes escravagistas aboletados no alto da pirâmide da casa grande que nos oprime e explora milenarmente.

Responder

Fernando

17/10/2010 - 17h50

Sobre a resposta absurda da campanha do enSerra, ficam duas questões: (i) Será que todas essas pessoas entrevistadas e que avalizaram o depoimento da Sheila fazem parte do tal jogo sujo do PT? (ii) Será que as pessoas que estão ao lado do cidadão da Transilvânia ainda têm coragem de comparar esse fato com o de 1989?

Responder

rubem

17/10/2010 - 17h35

Agora este definido "a traira" da Marina Bla bla Sila não apiar ninguem e Serra e o PIG vai continuar a suas sujeiras, a unica solução para campanha de DILMA é LULA todo dia no horario politico "bater" em Serra. Somente LULA desmascara Serra.

Responder

Ana

17/10/2010 - 17h29

Foi se o tempo que as bailarinas encantavam a platéia. Agora a bailarian apavora com passos de terror.

Responder

Marat

17/10/2010 - 16h39

E por falar em hipócritas, o tal de Malafaia ganhou uma grana preta para mentir…

Responder

Nicholas

17/10/2010 - 16h34

José Serra mostra que não tem caráter mesmo né? A cada dia uma mentira dele vem a tona e depois chama tudo de "factóide". Sua esposa também mostra a mesma dupla-face que seu marido tem.
Para ilustrar o comentário, vou postar um video muito legal, mostrando as diversas faces do "Zé Mil Caras" http://www.youtube.com/watch?v=ftmIGTbYtJk

Responder

    Ysabel

    17/10/2010 - 17h54

    sou evanjelica nao gostei da materia de publicar jesus e a verdade e justica ,serra nosso senhor Jesus nao pode ,se misturar. com pulitica ,esta desaprovado serra em nome de jesus.tudo isso e desespero .respeite nosso Senhor Jesus ..vai se converter.

Marat

17/10/2010 - 16h34

Se a Mônica realmente cometeu o aborto, fica mais que comprovado o nome da coligação: Unidos pela Mentira (PSDB/PFL/PPS/PIG)

Responder

    Danilo

    17/10/2010 - 20h15

    Que é isso, Serra só fala a verdade, como a que não conhecia PAULO PRETO. eLE NÃO É MENTIROSO, NÃO, TALVEZ UM POUCO ESQUECIDO

Wildner Arcanjo

17/10/2010 - 16h31

E a Marina heim ("Marina morena, Marina, você se pintou…")…

Para fazer uso de uma expressão bíblica (como está tão em moda, nessas eleições a questão religiosa): lavou as mãos, tal qual Poncio Pilatos.

Que feio heim?! Que triste?!

E tudo a troco de quê? Uma chance em 2014?

Como fica o povo, as políticas conquistadas?!? Ah… no Brasil!? O povo que se…

PS.

No terra TV têm um vídeo onde um humorista do CQC entrega um sabonete neutro a ela. Fazer o quê!

Responder

Wellington

17/10/2010 - 16h30

No blog do Kajuru tem um depoimento dele sobre o Serra e as eleições.
http://blog.tvkajuru.com/

Responder

Marat

17/10/2010 - 16h28

Agora um cara, depois de velho, se prestar a papéis tão ridículos e grotescos vai manchar o restinho de reputação que ele eventualmente ainda tenha.

Responder

Elias São Paulo SP

17/10/2010 - 16h25

De Pinochet a Bachelet / entre psicologia e balé / Sheila fez um frappé / que esfriou
o papo démodé / de uma Monica Serra blasé / que se esqueceu da Liberté, Egalité, Fraternité

Responder

AUGUSTO1102

17/10/2010 - 14h41

continuação 02

5) Desenvolvimento – PIB Mundo médio x PIB Brasil médio – Diferenças – Governos: 1985 – 2010

6) Desenvolvimento – PIB Mundo médio x PIB Brasil médio – Evolução: 1985 – 2010

7) Desenvolvimento – Quadro resumo de índices – PIB Brasil e PIB Mundo – Governos: 1985 – 2010

Repetindo o link para os interessados em mais detalhes:

http://brasilfatosedados.wordpress.com/

Esperamos com isto contribuir para o debate sério sobre este tema/mito.

Um abraço,

Responder

AUGUSTO1102

17/10/2010 - 14h40

continuação

A intenção é permitir uma análise mais completa e isenta do desenvolvimento do país neste período(1985 – 2010), e das atuações dos respectivos governos e suas contribuições, positivas ou negativas, em forma de ações internas de curto prazo, como planos econômicos, e de longo prazo através da adoção de diferentes estratégias econômicas e sociais para o incentivo ao crescimento.

A listagem completa dos gráficos – quadro resumo publicados é a seguinte:

1) Desenvolvimento – PIB Brasil(%) – Evolução: 1985 -2010

2) Desenvolvimento – PIB Brasil médio – Governos: 1985 – 2010

3) Desenvolvimento – PIB Brasil acumulado, acima da média, nos governos do período 1985 – 2010

4) Desenvolvimento – PIB Mundo x PIB Brasil – Evolução: 1985 – 2010

cont.

Responder

joni

17/10/2010 - 14h40

Pra sheila. Não se preocupe, eles não desmentiram você. A nota, que a campanha serra publicou, e que li no terra, é dúbia, pois diz "Monica Serra não fez um aborto." Podemos entender de várias formas. Ela não fez um? Ela fez vários? Ela não fez nenhum? Ah! os indefinidos.

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 17h18

    Perfeito.

AUGUSTO1102

17/10/2010 - 14h39

Azenha e colegas deste excelente blog,

o debate eleitoral, como todos sabemos, é contaminado por muito preconceito, propagação de mitos, e também muita baixaria e calúnias absurdas.

Um dos mais fortes que circulam aí é que o suposto crescimento do PIB Brasil nos últimos anos é devido, exclusivamente, ao respectivo crescimento do PIB Mundo.

Visando dissecar este assunto e colaborar no debate deste tema, estudamos, pesquisamos e elaboramos uma série de 06 gráficos e quadros sobre a evolução do PIB Brasil e PIB Mundo, de 1985 a 2010, e publicamos lá no blog “Brasil – Fatos e Dados” sobre o seguinte título:

“Desenvolvimento – PIB Brasil e PIB Mundo – Evolução: 1985 – 2010″

Para quem se interessar o link do blog é o seguinte:

http://brasilfatosedados.wordpress.com/

cont.

Responder

Marat

17/10/2010 - 14h10

Não sei por que tanta discussão em torno do aborto. Dilma é contra o aborto (Serra)…

Responder

Carlos Ribeiro

17/10/2010 - 14h05

Essa de que o Serra é casado com Mônica é mais um trololó Petista.

Responder

Corações e Mentes

17/10/2010 - 14h04

Serra, você não é São José ! Ele não abandonou a sua Maria, e seu filho Ele criou, não abortou !

Responder

Messias Macedo

17/10/2010 - 14h02

A FOTOGRAFIA DOS TEMENTES A DEUS (sic)!
À direta, o casal Serra ora para Nossa Senhora da Aparecida
Em http://www.conversaafiada.com.br
Aluna que denunciou
mulher de Serra é perseguida

COMPLEMENTA A LEGENDA, MATUTO DA FACÇÃO DO ÍNCLITO PRESIDENTE LULA!
E à direita, dona Lu Alckmin pensando nos mimos que irá comprar na Daslu!… Ao lado esposo, Geraldo Alckmin, “quase-carola de sacristia”!

República Destes Banana Hipócritas, Sacripantas, Mentecaptos, Beatos por Conveniência, Devotos da dissimulação, Hereges da fé alheia…
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 17h19

    Dona Lu pensa se nesse mandato consegue atingir a meta de 1000 vestidos, no anterior foram 400.

J_Amaro

17/10/2010 - 13h35

E quando Dona Mônica Serra levará a santinha aos aflitos do Jardim Pantanal, em SP?
Hipocrisia também é pecado.

Responder

Jean

17/10/2010 - 13h31

A quem interessa falar de aborto?
A quem quer esconder o PAULO PRETO!!!

Responder

Paulo Ribeiro

17/10/2010 - 13h16

Azenha, não caberia ao Ministério Público convocar Monica Serra para prestar esclarecimentos? Afinal, ela não só é ré confessa, como provam as testemunhas, como caluniou Dilma Rousseff em plena campanha eleitoral. E mais – é estrangeira, o que pode até acarretar processo de extradição. Não seria o caso?

Responder

Nikacio Lemos

17/10/2010 - 13h04

VAMOS SER SINCEROS!!!!

Responder

    nina

    17/10/2010 - 14h06

    Sabe Nikacio, Azenha e todos os outros que leram a negativa do Serra……ele é
    exatamente isso….MENTIROSO, sempre foi desde os tempos de UNE e depois
    no Chile…..vale tudo…não seria da nossa conta a vida particular da D.Monica
    se ela não tivesse trazido o assunto à baila….falou demais.
    Como diriam os mais antigos, quem fala muito dá bom dia a cavalo….

Oliveira

17/10/2010 - 13h01

Vamos ajudar a divulgar entre os amigos, parentes, colegas, conhecidos… http://porquezeserranao.blogspot.com Nossa luta não pode parar… SERRA NUNCA MAIS!

Responder

cleverton

17/10/2010 - 12h51

Mônica SERRA nunca fez "UM" aborto. É o que entendo da nota da assessoria da campanha do PSDB.

Responder

Adriano Almeida

17/10/2010 - 12h49

Eu ia votar no Serra, agora vi o que realmente ele quer fazer com nosso país. Serra jamais. Chega de bandidos e pilantras.
Façam o mesmo, não votem nesse demonio do caus…

Responder

    gerson

    17/10/2010 - 14h28

    meu irmão somos dois………FORA FAMÍLIA SERRA E PSDB……ess raça não presta e digo mais…USARAM O NOSSO DE DEUS EM VÃO E ISTO VAI TER UM PREÇO..PELA DOR……

Sergio José Dias

17/10/2010 - 12h48

O que lamento é o nome "Allende" nesta confusão toda. Sim, lembro de Salvador Allende e do 11 de setembro chileno tão bem exortado pelo cineasta Ken Loach. Esta senhora pelo sobrenome que carrega devia se preservar mais. Buscar a contrição necessária à pessoa tão religiosa. Os mortos merecem respeito, sobretudo àqueles marcados pela injustiça sofrida em vida. Fica a macula ao nome imaculado. Choro por Salvador Allende, choro por Allende, Choro por Salvador …

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 17h20

    Azenha
    afinal qual o vinculo dessa senhora com a familia ALLENDE?

J. Filho

17/10/2010 - 12h33

Azenha, veja esta matéria publicada hoje no jornal O Povo, aqui do Ceará.

SERRA E TASSO JEREISSATI CAUSAM TUMULTO EM MISSA NO CEARÁ

A visita do presidenciável José Serra (PSDB) a Canindé, durante os festejos em homenagem a São Francisco, terminou em confusão entre o padre que celebrava a missa das 16 horas e tucanos. Entre eles, o senador Tasso Jereissati, que tentou tirar satisfações com o religioso – cujo nome não foi informado pela secretaria paroquial da Basílica – depois que ele, no fim da celebração, reclamou da distribuição de panfletos contra a também candidata à Presidência, Dilma Rousseff (PT).

O material apresentava três motivos para não votar na petista e, segundo o padre, estavam sendo distribuído durante a missa. Assinada pelo Instituto Vida de Responsabilidade Social, e apresentando dois números de CNPJ, ele afirmava, por exemplo, que Dilma é a favor do aborto, envolvida com as Forças Revolucionárias da Colômbia (Farc) e que “nunca na história desse país houve tanta corrupção”.

Com um exemplar do material em mãos, já no fim da celebração, o padre reclamou: “Estão acusando a candidata do PT de várias coisas, afirmando em nome da Igreja. Não é verdade! Isso não é jeito de se fazer política! A Igreja não está autorizando isso”, bradou o padre, provocando os aplausos de fiéis e a revolta de Tasso, que partiu para cima do altar, sendo contido por uma assessora e pela esposa, Renata Jereissati. “O senhor não pode fazer isso”, repetia Tasso. Nesse momento, o padre sumiu do recinto, e não conseguiu mais ser localizado pela imprensa. Ao mesmo tempo, presentes gritavam os nomes tanto de Serra como de Dilma.

Enquanto isso, o candidato do PSDB ao Planalto agia como se nada estivesse acontecendo. Quando a confusão já estava generalizada, Serra continuava com o semblante tranquilo, sentado na primeira fileira do recinto, conversando e tirando fotografias com eleitores.
Pouco depois, saiu escoltado por seguranças e correligionários, sem dar entrevista.

Tasso, por sua vez, não ficou calado, e acusou o sacerdote. “O padre é petista. Tá ali com uma bandeira petista dentro da Igreja. São esses padres que têm causado problema na Igreja”.

Reclamações
Antes, ao longo da celebração, a missa já vinha tumultuada. Depois que Serra chegou e tomou assento, uma multidão de fotógrafos, cinegrafistas e jornalistas o rodeou. O padre reagiu imediatamente. Ele lamentou que, “infelizmente”, nem todos tinham ido à missa com o mesmo objetivo: louvar São Francisco. “Não me refiro a A ou B, mas àqueles que estão conversando e tumultuando. A prioridade aqui é a palavra de Deus. Se você está aqui com outra intenção, assim como você entrou, pode sair”.

Em outro momento, nova reclamação: “Vocês não vieram aqui para ver os políticos. Vocês vieram aqui para ver quem? São Francisco”. Na comunhão, mais reclamações: “Estão atrapalhando com filmagens. Não é assim que se faz política, não. Estão atrapalhando a celebração do começo ao fim. Lamentavelmente isso é uma profanação”, disse.

TUMULTO APÓS A MISSA. A confusão que começou na Igreja terminou do lado de fora. Apoiadores de Serra e Dilma trocaram insultos e provocações, dificultando a entrada de José Serra e demais tucanos na van que os levaria para o local onde estava o helicóptero com destino a Fortaleza. Até briga com bandeiras aconteceu no local.

O NOME DO PADRE. Entre os nomes do padre informados por membros da organização do evento religioso estavam Francisco e João Amilton. Ninguém informou de onde ele é.

PROFISSIONAIS DA MENTIRA. Durante encontro com tucanos, Serra afirmou que está sendo vítima de “profissionais da mentira”. “Se não fosse a minha história, eu estaria abalado. Mas eu tenho uma mola. Quando mais bate, mais eu cresço”.

CURRAL. Já Tasso atacou Dilma. “É bom lembrar uma frase dela, dizendo que nós brasileiros precisamos ajudar o Nordeste. Como se o Nordeste fosse uma porcaria à parte”. E disse que ela não visitou o Ceará porque pensa se tratar de curral eleitoral, onde votos estão garantidos.

Responder

youPode » O aborto de Mônica Serra

17/10/2010 - 12h17

[…] A ENREVISTA DO A EX-ALUNA QUE CONTOU O CASO […]

Responder

Marcelo de Matos

17/10/2010 - 12h14

O superego de Serra, às vezes, entra em colapso e é o seu inconsciente que se comunica com os interlocutores. Ocorreu isso quando ele se declarou favorável ao aborto e repete-se agora, quando fala no “padrão Miriam Cordeiro de que o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva foi vítima na eleição de 1989”. Lula, então, sofreu um tropeço por causa de uma acusação dessas, envolvendo aborto. Serra entrou em pânico, com medo que a situação se repita. Ainda parece que estou ouvindo o vociferar de dona Miriam: Vamos fritar ele, bem fritinho… É estarrecedor: tinha um aborto no meio do caminho, no meio do caminho tinha um aborto. O blog de Roberto Almeida traz um lúcido comentário sobre o assunto: “Sheila não é Miriam Cordeiro, como também os serristas já estão querendo dar a entender: a moça da campanha de 1989 foi namorada de Lula, teve uma filha com ele e recebeu uma boa quantia em dinheiro para ir à televisão desqualificar o petista e ajudar o Collor a ganhar a eleição”. Leia em http://robertoalmeidacsc.blogspot.com/

Responder

Roberto Almeida

17/10/2010 - 12h14

Favor divulgar isto. Sou filiado a ATEA que elaborou uma Carta Aberta a José Serra, denunciando sua hipocrisia em se utilizar do tema religioso para conseguir votos.

ATEA, 16-10-2010

CARTA ABERTA A JOSÉ SERRA
http://atea.org.br/index.php?view=article&cat

Responder

Rodrigues

17/10/2010 - 11h52

Sheila, você não está sozinha, há muitos que estão indignados, com essa manipulação eleitoral. De fato a questão não é se ela (Monica) fez ou não o aborto, mais o fato dela ter trazido essa discussão, para as eleições acusando a outra candidata levianamente. É uma vergonha, espero que dia 31, o Brasil de sua resposta, não só para o Serra, como para grande Mídia.

Responder

Hélio César

17/10/2010 - 11h50

Vc. incorporou a Dilma. Uma Guerreira incansavel. Parabéns Sheila, por desmistificar esse tema na campanha Presidencial.

Responder

redson

17/10/2010 - 11h47

Que triste papel o do serra e da sua mulher! Vai ficar na História o horrendo desempenho do casal, capaz de todas as baixarias, jogo sujo, calunias e expedientes da mais baixa qualificação para tentar atingir a presidência.
Triste atuação , a dos dois.

Responder

João de Azevedo

17/10/2010 - 11h30

Para elucidar os leitores deste Blog, e principalmente os católicos ou ao menos cristãos. A respeito de toda essa polêmica levantada sobre aborto nas últimas semanas, Pelo Candidato do PSDB s presidência da república José Serra, vejam e ouça o que o já falecido padre Léo em uma homilia, disse a respeito dele, sobre a lei do aborto no Brasil:

http://www.youtube.com/watch?v=EdNJwnN_vV0

Responder

Jean

17/10/2010 - 11h29

Pessoal,
A divulgação desse aborto pela Folha é para encobrir os escândalos de corrupção envolvendo o PAULO PRETO!
É um "vírus" de campanha!
A Folha é Serra, e sempre será!
É que duas revistas nacionais mostraram o PAULO PRETO na capa!

Responder

Alder L. e Silva

17/10/2010 - 11h29

Uma sugestão para os marqueteiros do Serra. Trocar o nome do candidato para BEATO SALU. rsrs

Responder

Reinaldo C. Zanardi

17/10/2010 - 11h25

Viu no que dá misturar política com fanatismo religioso.
Que o Brasil, os fanáticos católicos e evangélicos aprendam com isso.
O preconceito não pode ser consultor na elaboração de políticas públicas.

Responder

Messias Macedo

17/10/2010 - 11h11

Aluna que denunciou
mulher de Serra é perseguida
em http://www.conversaafiada.com.br/politica/2010/10

Parabéns a esta conspícua brasileira, Sheila Ribeiro!

Deus te abençõe pela sua coragem e amor aos destinos do país – e do seu povo!… E pelo compromisso com a verdade!

Abaixo aos hipócritas desavergonhados e serviçais abjetos do mal!

Felicidades!

Respeitosas cordiais saudações democráticas, progressistas e civilizatórias,

BRASIL NAÇÃO – em homenagem a este exemplo de brasileira, a nacionalista Sheila Ribeiro
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

17/10/2010 - 11h11

Exclusivo: dona da gráfica é do PSDB!
Panfletos contra Dilma: católicos ou tucanos?
publicada domingo, 17/10/2010 às 04:26 e atualizada domingo, 17/10/2010 às 05:17
em http://www.escrevinhadoor. com.br – egrégio, competente e impávido jornalista Rodrigo Vianna…

'MAIS' este covarde e nefasto crime eleitoral ficará impune?!…

Com a palavra a "dotôra" Cureau, o "dotô" Gilmar Mendes & Cia!… [RISOS INDIGNADOS! Nós somos, mesmo, uns 'bananas'!…]

Que país do vale-tudo dos esgotos e do submundo da sub-democracia é este, siô?! República Destes Bananas delinquentes, Hereges, fascistas eternos!…

República de Nós Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Zé da Mooca

17/10/2010 - 10h53

Monica Serra?
Quem é?
Eu nunca ouvi falar dessa pessoa… nem do Paulo Preto

Responder

    malu

    17/10/2010 - 14h02

    Aliás, depois que ele encontrou Jesus, não lembra de mais nada, o Zé Santo.

    beattrice

    17/10/2010 - 17h22

    O Santo Vampiro.

Junior

17/10/2010 - 10h43

Apesar de ser verdade esse aborto nunca será comprovado, já que foi feito clandestinamente. É uma pena.

Responder

Gina Lund

17/10/2010 - 10h31

Posteu uma mensagem e, pela primeira vez, não foi aceito porque é muito grande; tentei separá-lo por partes, mas, também, não foi aceito a sua última parte. Então possivelmente vocês o terão truncado. O Título:
Católicos e evangélicos de Cuiabá e Várzea grande apóiam Dilma

Responder

    Conceição Lemes

    17/10/2010 - 11h09

    Gina, não editamos os comentários. abs

Gina Lund

17/10/2010 - 10h24

PARTE II

“Assim, vocês estarão ajudando a mim e a Mato Grosso. Ela tem compromisso com nosso estado e com as obras de infraestrutura que precisamos, como a chegada da Ferronorte até Cuiabá, a construção da ferrovia Centro-Oeste e a conclusão das BRs 158 e 163. Ela tem Mato Grosso na cabeça. Vocês que confiaram em mim, nos ajudem a consolidar Dilma presidente do Brasil”, disse o governador.

Silval lembrou que o adversário tenta denegrir a imagem de Dilma com calúnias, “mas eu nunca vi nada no governo de Lula que deponha contra a vida ou a família e Dilma sempre esteve ao lado do presidente, portanto, agirá da mesma forma”. “Eleger Dilma é permitir que eu faça um governo de grandes realizações”.

Responder

Gina Lund

17/10/2010 - 10h21

Líderes evangélicos de Cuiabá e Várzea Grande declaram apoio à Dilma
PARTE l

Publicado em :16/10/2010 às 15:08

Líderes evangélicos de Cuiabá e Várzea Grande declaram apoio à Dilma

Duzentos e cinquenta líderes evangélicos de Cuiabá e Várzea Grande se reuniram neste sábado (16.10) para declarar apoio à eleição de Dilma Rousseff presidente do Brasil. O encontro serviu também para deixar claro que a candidata do PT é contra o aborto. Os líderes evangélicos demonstraram confiança nos princípios cristãos de Dilma e garantiram trabalhar pela eleição da primeira mulher presidente da República.

A reunião, realizada em Várzea Grande, contou com as presenças do governador Silval Barbosa (PMDB) e do diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), Luiz Antonio Pagot, que é o coordenador estadual da campanha Dilma presidente. Silval, que também é evangélico pediu ajuda para eleger a candidata do PT.

Responder

Edna Muniz

17/10/2010 - 10h09

Monica Serra nega aborto mas não responde às ex-alunas
16/10/2010 21:03,

A assessoria da campanha do candidato tucano José Serra divulgou, na noite deste sábado, nota na qual afirma que a mulher do presidenciável do PSDB, Monica Serra, nunca fez um aborto. A nota diz que a declaração feita pela ex-aluna de Monica, Sheila Canevacci Ribeiro, de que a mulher do presidenciável teria admitido já ter feito um aborto é “falsa” e circulava na internet anteriormente.
http://correiodobrasil.com.br/monica-serra-nega-a

Responder

João de Azevedo

17/10/2010 - 09h59

Já passava das 2 da manhã desse domingo. Na porta da gráfica Pana, no Cambuci, um grupo de 50 a 60 pessoas seguia de plantão – para evitar a distribuição dos panfletos ( supostamente encomendados pelo bispo católico de Guarulhos) recheados de mistificação religiosa e de ataques contra a candidata Dilma Rousseff. Mais um capítulo da guerra suja travada nessa que já é a mais imunda eleição presidencial, desde a redemocratização do Brasil.
http://www.rodrigovianna.com.br/geral/exclusivo-d
http://blogln.ning.com/video/video-inedto-sobre-a

Responder

El Cid

17/10/2010 - 09h55

… o candidato, antes de politizar a notícia, deveria cobrar explicações da Folha de São Paulo e da jornalista Monica Bergamo, bastante respeitada pela seriedade de sua coluna. Se ele deixar ´de fazer isso, mesmo com atraso (o candidato está lerdo para reagir, primeiro no caso do assessor Paulo que ele dizia desconhecer e agora nessa notícia do eventual aborto de Monica Serra) , vai mostrar temor diante da grande imprensa. Nada de mais se ela fz ou não aborto, é uma questão pessoal, íntima. Mas pega mal diante da notícia de que a sra. Serra disse em plena campanha eleitoral em Nova Iguaçu que, caso eleita, Dilma iria matar criancinhas. A notícia divulgada pela agência O Estado (jornal que o apoia) não foi desmentida !

Responder

Edna Muniz

17/10/2010 - 09h42

A Sra. Allende Serra foi deportada para o Chile, numa bem ensaiada saúda, que contou com a complacência da Igreja Católica! Inventaram (esse Dom Serafim, esse Dom Serafim…) essa entrega da Santa pros mineiros chilenos para sumirem com ela. Eita corja! Por que não uam saída de dignidade? Custava ela dizer: EU ABORTEI, SIM? Prestaria um grande serviço as brasileiras, se ela se importasse… Não a condeno, defendo-a em seu direito de abortar, mas a hipocrisia é imperdoável!

Responder

josael

17/10/2010 - 09h08

srs vejo neste episodio uma coisa interessante e de bom proveito como disse a sheila .no canada costumasse discutir refletir em familia amigos sobre temas importantes coisa que no nosso brasil so se reunem pra dois assuntos as mulheres discutem novelas e os homens futebol. estamos no atrazpo em muito em assuntos serios.esta mulher me fez mudar enteiramente meu modo de pensar. vejo nela realmente uma mulher que assim como dilma foi a luta contra a ditadura com certeza esta sheila me mostra que ela seria do mesmo fibra de mulher valente seria e livre de ser pau mandado de alguem quanto a monica serra infelismente a vejo (como a politica deles no atrazo)aquela mulher submissa que pra ajudar o marido e capaz de fazer coisas mesmo contra sua vontade (quero crer que foi contra a vontade dela a invençao dela de adentrar num assunto tao polemico e capaz de trazaer a tona uma guerra santa no que o brasil e exemplo de democracia aqui todos somos livres pra termos a nossa religiao com liberdade de pensamentos e esse assunto conseguil a fazer uma separaçao a mostrar os banda podre da igreja pois ao uns cnbb zona sul querer mostrar força e poder a opus dei coisas que nem os catolicos conheciao começao aprecer quem e opus dei quais sao sua intençoes?tantas coisas adormecidas agora vai começar a levantar duvidas esta minica serra por ser submissa e alguns bispos e padres que se levarao na conversa agora terao que esplicar para seus fieis quem e opus dei?acho que a monica e a igreja nao imagina quanrto foi o estrago que derao nao so a religiao mas ao pais sera que valia a pena tudo isso so por uma arogante vontade sde ser presidente?sheila parabens como mulher de fibra monica pra vc viro as costas por sua incapacidade de lutar por a força da mulher aos padres que se deixarao se levar lamento vcs sao de mente curta e pior sao incapazes de proclamar a DES.logico que PELO AMOR DE DEUS NAO ESTOU GENERALIZANDO POIS TEMOS OTIMODS PADRES OTIMOS PASTORES OTIMOS ESPIRITAS COMO EM TODAS AS INTITUIÇOES TEM AS OVELHAS NEGRAS EXEMPLOS A SEREM SEGUIDOS E EXEMPLOS A NAO SEREM SEGUIDOS E O CAMINHO DE ALGUNS PADRES E PASRTORES FORAO LEVADOS PARA O LADO ERRADO DAS COISAS E O SR MALAFAI TAMBEM QUE FICAVA pregando contra dilma sobre aborto sobre uniao de homosesuais e agora seus padres e seu malfaia como vc vao ese esplicar pernte seus fieis? espero que disto tenha saido uma liçao biblica (sejamos prontos pra ouvir e tardio para falar) qume ja foi jogando as pedras hoje vai ter que recolhelas .os apressados comen cru bgd

Responder

Widmark

17/10/2010 - 08h49

Sheila Ribeiro sua coragem,, sua determinação lembra muito as mulheres de Tejucupapo, que incitaram e lideraram a reação contra os invasores flamengos, em 1646 alguns poucos homens que ficaram no Vilarejo foram receber os invasores a bala, e as mulheres puseram água para ferver, acrescentando pimenta em tachos e panelas de barro para receberem mais de 600 soldados holandeses, mais de 300 ficaram como cadáveres depois de horas de luta os poucos que restaram fugiram. Sheila Ribeiro, por isso seu depoimento corajoso a coloca junto as heroínas guerreiras de Tejucupapo, a Maria Camarão, Maria Quitéria, Maria Clara e Joaquina. Valeu!

Responder

josael

17/10/2010 - 08h43

srs venho a contar um fato..minha namorada e sua familia sao classe media alta ,e sao dilma de coraçao sao comerciantes aqui em natal e dizem que em toda a vida deles nunca o comercio foi tam bem , quando saiu este assunto else que tambem sao muito catolicos e devotos e praticantes ,e os padres daqui começarao com campanha difamatoria eles logo cortarao a ajuda que davao a tv cançao nova e hontem quando falei para o filho mais velho deles pois estava em viagem sobre o caso de veronica serra ele falou como alma lavada eu estava rezando muito pra que isto fosse esclarecido sei que deus nao nos abandonou .pensem como tem gente que nao se deixa levar mas esperavao em deus a resposta o diabo levantou a bandeira e DEUS a rasgou . reflexao: mesmo sendo catolicos vi neste embate que ..acabou o tempo que os padres tinhao poder sobre o povo pois este mesmo que esperou em deus uma resposta ainda me disse a igreja e um lugar de oraçao e reflexao os padres deviao estarem fazendo campanhas politicas era em roma contra a pedofilia nao nas igreja na politica do pais .agradeço a deus e a esta mulher porisso acredito cada vez mais que nosso pais realmente esta preparado para ter uma 1ªmulher presidenta .reflexao.tudo começou com uma mulher (asd denuncias dematar criancinhas)contra outra mulher (dilma)e terminando fulminante mente com outra mulher sheila .sinal que as mulheres estao entrando no debate e nao sao mais aquelas que tinhao medo de tudo parabens mulheres (dilma e sheila )lamento nao poder fazer o mesmo elogio a sr monica serra mas tem tambem seu valor pelo menos sabemos que podemos confiar que nossas mulheres nao estao mais encaberestadas bgd

Responder

urarianomota

17/10/2010 - 08h15

"Márcio Seligmann-Silva, professor livre-docente de Teoria Literária da Unicamp, com pos-doutorado pelo Zentrum Für Literaturforschung Berlim, Alemanha, e pela Yale University,nos EUA, afirma:

'A indignação de Sheila com o debate biopolítico que pontua nosso cenário político atual é plenamente compreensível, mas sua coragem talvez tenha a ver com esta experiência de vida em um país democrático [Canadá], onde as pessoas podem se manifestar sem medo' ”.

Conheci o professor Márcio Seligmann-Silva, quando fui a um Seminário sobre Literatura e Violência na USP. Dele, assim como do professor Jaime Ginzburg e do especialista em Euclides da Cunha, professor Francisco Foot Hardman, que me deu a honra do convite para o seminário, posso dizer que se trata de pessoa íntegra, intelectual que honra a universidade brasileira.

É muito bom vê-los no bom combate, do qual nunca arredaram pé.

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 21h32

    Considero extremamente importante que todos os que conheçam os envolvidos neste episódio venham a público testemunhar da sua existencia e do seu caráter pois corre uma trollagem tucana nos blogs e no twitter desqualificando os envolvidos.

Habena

17/10/2010 - 07h49

COMBO TRIPLO

OS FUTUROS MINISTROS DE SERRA: http://tirando-a-limpo.blogspot.com/2010/10/futur

BRIZOLA ENSINA COMO ENFRENTAR OS FACISTAS: http://tirando-a-limpo.blogspot.com/2010/10/e-ass

QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA: http://tirando-a-limpo.blogspot.com/2010/10/como-

Responder

MARCELO

17/10/2010 - 07h35

DILMA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! VOCÊS QUE VÃO VOTAR NO SERRA, SEUS TRAIDORES DO PRESIDENTE LULA…………………………………………………..BURGUESES IDIOTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PAULISTA DEVERIA SE DAR VALOR…………………………SERRA? ALCKMIN???? …………VOCÊS NÃO TEM CEREBRO??????????????

Responder

Cícero

17/10/2010 - 03h59

Parabéns a Sheila Ribeiro pela sinceridade, coragem e firmeza de caráter por divulgar esse fato porque, desse modo, cai por terra a máscara e a hipocrisia da Mônica Serra. À Sheila, o nosso aplauso. Nossos elogios também ao Gilberto Souza, Jornal Correio do Brasil, pela brilhante matéria. Realmente, não há outra palavra a usar, nesse caso, senão HIPOCRISIA! Não porque a Mônica teria feito um aborto, mas por ter acusado a Dilma de "matar criançinhas". E agora D. Mônica, como é que fica? Quem é a verdadeira abortista, quem é que realmente "expulsou o feto do próprio útero?".

A assessoria do Serra, procurada pelo Correio do Brasil, fez silêncio a respeito das declarações, noticiadas pela Folha e confirmadas por Sheila Ribeiro. Também D. Mônica, consultada pela Folha, não se manifestou, calou, nada disse sobre o caso.

"QUI TACET, CONSENTIRE VIDETUR"

*******************************************************************************************

Ontem (16) No Canindé-CE, Serra insinuou que o governo Lula foi um governo "de ódio, de divisão, de perseguições, de represálias, de baixaria, de mentiras." RESULTADO (segundo postado acima pelo amigo navegante DANIEL): foi escorraçado de Canindé pela sempre fiel e aguerrida militância dos amigos petistas cearenses.

Ou seja: ele quer atribuir aos outros, o que é próprio dele, o que ele faz contra os outros.

É ele que que está fazendo uma campanha de baixo nível, não a Dilma. São os coordenadores e marqueteiros de sua campanha que disseminam o ódio e intolerância, promovendo divisões de comunidades cristãs, fazem veicular na Web acusações caluniosas contra a Dilma, adotando uma estratégia suja e sórdida de perseguição, pautada em calúnias, injúrias e difamações contra a Dilma.

Depois sai por aí dizendo que é o PT que faz isso com ele. Quanta desfaçatez!

Será que ele faz isso pra aliviar o peso de sua própria consciência?

Será que é portador de mitomania?

Ou seria só mais uma demonstração gratuita de hipocrisia profunda dessa tal tu-canalhada?

Responder

Wilson Nascimento

17/10/2010 - 03h48

A casa caiu.

Responder

Ane

17/10/2010 - 03h15

Vejam essa pérola no youtube. Sem comentários! http://www.youtube.com/watch?v=WHjocjjnf6U

Responder

Dias

17/10/2010 - 03h13

Ao invés da desatrosa muleta da assessoria de José Serra, dona Mônica deveria ter vindo a público, para agradecer Sheila pela oportunidade de ser resgatada da marcha religiosa fundamentalista, informar que devolverá a santa e que agora é Serra contra Dilma, ela está fora.

Responder

monitor13

17/10/2010 - 03h13

Azenha,

Segue uma contribuição do novo blog de combazenhte Monitor13:

Editorial: O desmoronamento moral de José Serra
http://www.monitor13.com/node/125F

Abraço

Responder

Leila Farkas

17/10/2010 - 03h10

Peço a todos que façam algumas reflexões a respeito do caso:
1. A campanha não deve se referir a isto em nenhuma hípotese. Apesar de a declaração de Sheila estar alardeada aos quatro ventos, falar disso na campanha vai rebaixá-la (a campanha) ao nível do adversário, o que interessa muito a eles.
2. Não se esqueçam que tem assunto que não acaba mais e nos interessam, neste momento:Paulo Preto e o caixa dois tucano, a denúncia dos gastos com a "educação" paulista, caso Alston, vamos elevar o nível deste debate, por favor.
Portanto, em vez de repercutir esse assunto, deixemo as fofocas da alta roda tucana para a a revista Caras..
Vamos partir pros finalmente: campanha na rua, campanha na internet, argumentos consistentes e Dilma dia 31!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Quanto às pesquisas, Djavan já disse:
Eu quero ver você mandar na razão, prá mim não é qualquer notícia que abala o coração…

Responder

    Gilson Raslan

    17/10/2010 - 08h53

    Leila, a grande questão aqui não é o aborto em si mesmo, mas as consequências que ele acarretou para a campanha da Dilma, que pode desaguar em uma vitória do Serra, que poderá ser uma desgraça para o povo brasileiro. O que está em jogo é o futuro do Brasil e de seu povo.
    Portanto, se o assunto aborto pode evitar uma vitória do Serra, a questão tem que ser discutida, repercutida e explorada à exaustão.

    Edna Muniz

    17/10/2010 - 09h44

    Ora Leila, desmascarar farsantes é parte de uma campanha política. Sempre foi. E claro, pé na estrada para ganhar voto pra Dilma porque a pequena burguesia moralista e conservadora não está conosco. Saiba bem disso!

Luiz Vidal

17/10/2010 - 02h46

Deus é justo.Afinal,mais um oportunista pra associar-se com o Dantas,Soros e outros bichos ruins!como dizem os assalatantes9que é a linguagem que eles mais entendem)perdeu,Serra!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

luiza

17/10/2010 - 02h39

Fico feliz de saber que existe gente corajosae com personalidade forte como essa moça, mas o Serra golpista vai dizer que já atacaram a filha dele e agora é a vez da mulher , e claro ele vai vestir a camisa de coitado, agora ele tem a'' bala de prata'' contra a Dilma no debate de hoje a noite. Ele está desesperado e vai jogar o mais sujo que puder.

Responder

Edson

17/10/2010 - 02h39

Deixa ver se eu entendi . . . . . O Pe Luizinho faz aborto numa gráfica, o Serra quer casar com o Indio, mas fora da igreja . . . . . e a culpa de tudo é da Dilma . . . . é isso ?!!!!! . . . . .

Responder

Aelton M. Faria

17/10/2010 - 02h37

Prezado Azenha;
Que papo é este?
A campanha de José Serra?
Uma pessoa, com nome e CPF, se coloca de público corajosamente.
Da resposta, só covardes, sem indentidates.
Que mundo, ou submundo, é este?
Atenciosamente;
Aelton M. Faria

Responder

Gilson

17/10/2010 - 02h22

Ela, denunciante, corre o risco de ser morta por um fanático da opus dei ou um iluminati. A polícia federal deveria protege-la. Está salvando o país de um período de trevas

Responder

MirabeauBLeal

17/10/2010 - 02h10

MENSAGEM AOS ELEITORES

Nesse caso do aborto da Monica Serra, os tucanos estão dizendo que as "acusações" são falsas e que o PT está por trás disso.

É preciso dizer que não houve nenhuma acusação ataque ao fato de a esposa de Serra ter feito um aborto!

Houve apenas a declaração de uma ex-aluna, afirmando que, há mais de uma década, a professora Monica Serra havia dito em sala de aula que tinha feito um aborto.

Se a esposa de Serra não houvesse atacado hipocritamente Dilma Rousseff e, aí sim, a acusado de "matar criancinhas"
ninguém estaria falando neste assunto.

Além disso, a ex-aluna de Monica, Sheila, é filha de Majô Ribeiro, ex-candidata aos cargos de vereador e vice-prefeito pelo PSDB em Osasco-SP.

É improvável que Sheila tivesse motivação político-partidária para prejudicar o próprio candidato do PSDB, Jose Serra.

Os tucanos e as tucanas não entendem que não devem sair por aí, rua afora, ofendendo, difamando, caluniando, desonrando e denegrindo a imagem de pessoas de bem.

O contraponto
aos ataques hipócritas e às acusações infundadas dos comandantes e dos comandados de Jose Serra
certamente virá em momento oportuno, como veio agora,
e a reação geralmente parte de pessoa isenta, como a de Sheila Canevacci Ribeiro.
.

Responder

Rita

17/10/2010 - 02h06

É triste, mas é verdade!
E agora Serra? Vai falar que não sabe de nada, que isso tudo é mentira?
Muito bonito heim…

Responder

ANNA

17/10/2010 - 02h01

EM DEFESA DA VERDADE
http://blogdadilma.blog.br/2010/10/em-defesa-da-v

Responder

Fabio

17/10/2010 - 01h59

Pra quem tava desconfiando da Falha, taí a resposta: http://m.terra.com.br/noticia?n=4738760&a=hom

Responder

    MauMauQuirino

    17/10/2010 - 04h06

    A folha de São Paulo,que emprestava seus carros de reportagem para transportar presos políticos na época da ditadura,não merece o nosso respeito,ela tenta posar de imparcial,mas todos sabemos que ela está a serviço da candidatura Serra,ao divulgar matéria sobre o aborto de Monica Serra,aquela que acusou a Dilma de ser a favor de "matar criancinhas"pode estar apenas preparando o terreno para caluniar a candidata Dilma mais uma vez.Não confio na folha,ela faz parte de uma orquestração muito bem engedrada para impedir que o Brasil e o seu povo cresçam com distribuição de renda,não me iludo,a folha esta a quase 8 anos em campanha contra o presidente Lula e o seu governo e,agora aponta suas baterias para a candidata Dilma,usar a liberdade de imprensa como disfarce para apoiar ,promover o seu candidato e,ao mesmo tempo achincalhar a Dilma é uma prática costumeira da Folha,pobre daquele que lê e acredita em tudo que a folha diz.

Roberto Ilia

17/10/2010 - 01h54

Eh a volta do cipo de aroeira, no lombo de quem mandou dar!

Responder

Messias Macedo

17/10/2010 - 01h40

O NOVO ESCÂNDALO DA PRAÇA!
… O novo escândalo da praça: o abortamento da Mônica (S)erra sob o beneplácito do esposo “carola/sacristão” José (S)erra!…

NOTA: um escândalo que não reluz um factóide, e sim um episódio factual…

…Ô família (S)ERRAnte, siô!… Família 'abortante' da verdade!…

República de Nós Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

rita lelis

17/10/2010 - 01h39

o josias de souza está pedindo explicações em texto no seu blog. alguém pode explicar o que está acontecendo com o grupo falha?

Responder

Messias Macedo

17/10/2010 - 01h38

AVISEM AOS EVANGÉLICOS!… PELO AMOR DE DEUS – E DO BRASIL!
… O DataFolha revela – com regozijo tácito – que a candidata Dilma Rousseff perdeu votos entre os evangélicos! Posto isto, o programa da propaganda eleitoral do PT, no rádio e na TV, vai esperar até amanhã para informar este *episódio factual aos evangélicos e demais puritanos hipócritas?! Ou vai fazê-lo ainda, rigorosamente, 'hoje'?!…
*o assassinato perpetrado pela Mônica (S)erra [o abortamento praticado por ela, Mônica (S)erra] – e anunciar ao dileto público "chocado" com a discussão acerca do aborto: Mônica (S)erra, esposa do José (S)erra, O Caluniador Covarde; a mesma Mônica (S)erra que, de forma covarde e caluniosa, alardeou que a Dilma Rouseeff "é a favor de matar as criancinhas!" Mônica (S)erra, portanto, protagonista dos crimes de falsidade ideológica, estelionato, injúria, calúnia e difamação!… E abortamento, segundo os fariseus militantes!…
… E já que o PSDB irá pedir direito de resposta acerca de alguns tópicos, o comando da campanha da Dilma deverá fazer o mesmo – além de entrar com uma representação judicial contra a Mônica "do (S)erra”!…

República de Nós Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Rita

17/10/2010 - 01h32

Com todo respeito,
Diante de tanta maldade vinda da campanha suja que o Serra vem fazendo, não tem como não fazer esse comentario:
Vejam só quem gosta de matar criancinhas…
O tiro saiu pela culatra… ela esqueceu de atirar a primeira pedra!
Pimenta no olho do outro é refresco…
Sinto pelo fato em si! mas…

Responder

aurica_sp

17/10/2010 - 01h29

Sem querer ser irônica,mais já sendo. NÃO HÁ NADA QUE ESTEJA OCULTO QUE NÃO VENHA A SERR(A)EVELADO…

Responder

José Silva

17/10/2010 - 01h14

Eu fico aqui imaginando como deve estar a cabeça do Serra para o debate de logo mais à noite, depois de tanta calúnia, de tanta mentira, de tanta difamação, o cara deve estar se sentindo como aquele sujeito que fez um pacto com o diabo com data marcada para entregar sua alma e se arrependeu depois, mas aí não tem pra onde correr. QUEM SEMEIA VENTO COLHE TEMPESTADE!!!

Responder

Beth Lima

17/10/2010 - 01h11

“Vim de longe, vou mais longe/Quem tem fé vai me esperar/Escrevendo numa conta/Pra junto a gente cobrar/No dia que já vem vindo/Que esse mundo vai virar/Noite e dia vêm de longe/Branco e preto a trabalhar/E o dono senhor de tudo/Sentado, mandando dar.
E a gente fazendo conta/Pro dia que vai chegar/Marinheiro, marinheiro/Quero ver você no mar/Eu também sou marinheiro/Eu também sei governar/Madeira de dar em doido/
Vai descer até quebrar/É a volta do cipó de aroeira/No lombo de quem mandou dar”

(Aroeira, GERALDO VANDRÉ) http://www.webartigos.com/articles/31970/1/Vandre-o-cipo...

Responder

Nico

17/10/2010 - 01h10

"Ela só fez o aborto por causa da ditadura".
Realmente, o problema é que na época, quando tudo começou, o Serra estava com a "dita dura". KKKK

Responder

    vitu

    17/10/2010 - 01h35

    alias nico ele deve estar sofebdo muito agora, deve ter uma saudade da dia dura,porque na folha e nele atualmente ela esta brandissima.

A. R. Carvalho

17/10/2010 - 01h00

O PT tem que responder urgentemente a acusação feita na nota. Não pode demorar. Sob pena do Serra posar de vítima.

Responder

    JHPJr.

    17/10/2010 - 02h07

    Concordo e PRA ONTEM!

O feitiço vira contra o feiticeiro (2) « Marcomvaz's Blog

16/10/2010 - 23h56

[…] vale a pena ler na íntegra a entrevista com a Sheila Ribeiro (que fez a denúncia) reproduzida aqui (no Blog do Azenha, oViomundo). O candidato e a esposa não quiseram se pronunciar sobre o assunto, […]

Responder

Rafael, BHte

17/10/2010 - 00h55

É coisa q só a propria poderia confirmar ou negar e não irá fazê-lo com toda certeza, como falta pouco todo cuidado é necessário com eventuais cascas de bananas jogadas no meio do caminho e talvez travestidas de trunfos, não nos esqueçamos da notória ligação da denunciante e/ou de família com o PSDB ou pessoas ligadas a ele, bem como a ONG da Dona Ruth etc Justo uma 'aluna da mônica serra esclarecida' e votante na Dilma aparecendo no circuito nessa altura do campeonato soa conveniente por demais, como dizem os argentinos (vizinhos dos chilenos!): ojo! Como a confirmação é impossível q a Dilma fique fora dessa pero boatos de simpatizantes como fazem os partidários de Serra no hay como impedir…

Responder

Marco

17/10/2010 - 00h53

Já era para o Zé Baixaria!! A assessoria do candidato foi quem respondeu. Esse assunto não é para ser respondido por assessoria. Tem muitas testemunhas sérias e não engajadas partidariamente confirmando a versão da Sheila. Qquer tentativa do tucano em se vitimizar e culpar o PT será rápidamente desmentida.
Zé Baixaria sairá como um anão moral dessa eleição! Está completamente arruinado. E ainda tem o Paulo Preto e a agressão ao padre no Ceará. Fim de carreira melancólico.

Responder

Sonia Bulhões

17/10/2010 - 00h50

Azenha,

Estão agora dizendo que a Sheila Ribeiro não existe, que trata-se de alguém pago pelo PT, ou pelo PSDB e daqui uns diazinhos vai desmentir etc. Venho afirmar que ela existe sim, morou na minha rua, é amiga de infância de minhas filhas. Por favor divulgue esta informação.
Quanto ao tema aborto, ele diz mais respeito às Igrejas de todas as denominações que devem orientar seus seguidores a não praticá-lo. Pois neste momento, estamos preocupados em eleger a Presidenta da República que proporcione e promova a melhoria de vida dos brasileiros e preserve o patrimônio público. Devemos reforçar as ações de promoção da vida, como emprego, melhores salários, saúde, educação enfim, a felicidade das pessoas que é uma forma de valorizar a vida. O tema aborto, a questão moral que isso envolve, já disse, é da seara dos Pastores católicos ou não. Não misturar as coisas.

Responder

Urbano

17/10/2010 - 00h46

Os integrantes da oposição ao Brasil são useiros e vezeiros em apontar suas próprias mazelas nos outros, que não têm nada a ver com a história.

Responder

    Gilson Raslan

    17/10/2010 - 09h15

    Urbano, mais uma vez o provérbio árabe (ou é chinês?) se confirma: "quando alguém aponta o dedo para uma pessoa, há três apontando em sua direção". Trocando em miúdo: "quem com ferro fere, com ferro será ferido".

    Se Nagao

    17/10/2010 - 13h48

    Desculpe Gilson mas, no caso do Zé Erra è: quem com ferro fere, com ferro será "conferido"

El Cid

17/10/2010 - 00h44

… confrades, nessa história, não há marqueteiro que faça milagre. Por mais que tente desmentir, Serra e dona Mônica (ou seria Cascão?) deram um tiro fatal nos próprios pés ao tentarem colar na campanha da Dilma a legalização do aborto. Podem ter certeza: depois dessa, Serra descerá ainda mais à lama que norteia sua campanha e, como conseqûência, perderá eleitores em praticamente todos os segmentos. E o pior: com o flagrante deste sábado na gráfica do Cambuci, nem mesmo os padrecos que vergonhosamente o apoiam poderão socorrê-lo.

Responder

El Cid

17/10/2010 - 00h36

O problema é que a "denunciante" é filha de ex vereadora do PSDB e ligada a FHC. E o fato divulgado nacionalmente pela "limpíssima" Folha. Vai complicar empurrar um "trololó petista" em cima dessa gente….

Responder

Marcos I. Fernandes

17/10/2010 - 00h34

Nossa Senhora Aparecida o teu nome é Sheila Ribeiro. Obrigado, minha Santa, por fazer a verdade vir a tona. Só a política é capaz de fazer esses milagres. É por isso que eu digo: não acredito em Deus, mas sei que ÊLE crê em mim. Estou agradecido pela graça alcançada e de alma lavada. Á luta cotra a hipocrisia e o obscurantismo.

Responder

rezende

17/10/2010 - 00h29

Eu fico pensando:

Imaginem o Sr Serra e Senhora Monica sentados no sofá da sala
decidindo o destino do próprio filho com apenas 4 meses de gestação.

e agora usar justamente o Aborto para tentar descontruir sua adiversária.

Responder

José Manoel

17/10/2010 - 00h21

Azenha: eu não disse? a Sheila Ribeiro já começou a sofrer ameaças por parte da canalhada do Nosferatu !!!!!!!!!!!!!! Vamos acompanhar os fatos !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Fora, vampiro !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Walter Santos

17/10/2010 - 00h16

O discurso religioso está sucumbindo à política tornando-se um elemento útil a mesma, diga-se de passagem, a vil política.
Ao final deste pleito eleitoral haverá um custo a ser pago e um preço que será cobrado, independente do resultado da eleição, por conta vulgar exploração da fé. Cooptar pessoas para um partido político ou corrente filosófica segue parâmetros e princípios distintos de cooptar fiéis para o caminho da salvação. Nesta eleição extrapolaram os limites da fé e da política, a fé e o voto fundiram-se um uma simbiose profana, em uma relação promíscua. Que, como afirmei, haverá um custo a ser pago e um preço a ser cobrado
Desejo, ao final de tudo, que a pregação religiosa mantenha um nível de credibilidade superior ao discurso político de José Serra.
Talvez, neste embate, a melhor solução seria seguir os ensinamentos de Jesus Cristo que afimou "Dai, pois, a César o que é de César e a Deus, o que é de Deus (Mateus 22:21) ou ainda "não pronunciarás o nome do senhor, teu Deus, em vão" (EX 20,7), para os católicos aconselharia ainda a seguir o Segundo Mandamento – Não tomar seu Santo Nome em vão.

Responder

pedro - bahia

17/10/2010 - 00h05

N falso beato recebe o troco no Ceara. Veja a reação do ex-coronel Tasso "tenho um jatinho porque posso" Jereissati.
http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/frei+defe

Responder

marcos claudio

17/10/2010 - 00h02

Discordo daqueles que acham que não se deve explorar esse tema.
Em busca do poder a qualquer custo, o Serra não tem escrúpulos: contra a Dilma, pratica o crime de injúria, calúnia e difamação.
Por uma justificativa frívola, foi capaz de mandar a mulher abortar: era sua carreira política que estava em jogo.
Enquanto milhares de brasileiros davam a vida para defender a democracia, o Serra imolou seu próprio filho por uma justificativa mesquinha; de fato, importou apenas sua ambição política.
Que Deus tenha como perdoá-lo.

Responder

Zé das couve

17/10/2010 - 00h00

Ahhh cala a boca assessoria do Serra vai ser hipócrita no inferno!

Responder

antonia lima

17/10/2010 - 00h00

Parabéns Sheila. Você deu uma lição de cidadania.
Antonia Lima
ReciFE PE

Responder

Armando

16/10/2010 - 23h59

Parabéns a essa brava brasileira que tanto nos orgulha… E a globo não repercutiu o barraco aprontado por SERRA/TASSO hoje em canindé/CE… Tasso foi pra cima do padre tomar satisfação e Serra ficou quietinho e depois de finhinho, vaiado por todos os fieis que assistinham a missa…

Responder

JHPJr.

16/10/2010 - 23h58

Deixem que a VERDADE por si só venha à tona,não envolvam a campanha da Dilma nisso! Com o desespero por poder da oposição,eles são capazes de TUDO,até "plantar" essa suposta "bomba anti-Serra" pra depois fazer o famigerado posar de vítima,se comparando ao Lula de 1989. Isso é indício de que tá crescendo o percentual de Dilma e o Serra voltou a cair. Que não cometam a burrice de discutir isso nos debate ou colocar nos programas eleitorais. Se é mesmo um fato,por si só vem à tona!

Responder

dukrai

16/10/2010 - 22h55

o Vampiro Brazileiro deu um tiro no pé e não adianta desmentir o aborto porque a notícia foi bancada pela própria Falha de SP e pela Monica Bergamo, uma das poucas jornalistas que ainda existem por lá e que fala quando deixam. A matéria está se desdobrando, mais entrevistas, outras alunas já deram declarações em "off" e o caso vai render, quer a velha imprensa queira ou não.
Enquanto o Vamp estiver dando murro nas sombras ele não tem tempo pra mais cachorrada.
adios, cabrón.

Responder

Elias São Paulo SP

16/10/2010 - 22h53

Se a Globo não disser nada sobre o episódio, normal, a Globo defende seu parceiro ideológico. Mas a Record pode muito bem fazer uma reportagem sobre o assunto. Assim como a IstoÉ vem nos surpreendendo em sua oposição à Veja, a Record também pode seguir uma vertente oposta a da Globo. Vamos ver. Faltam duas semanas para o povo decidir o caminho que irá escolher. Até lá, continuemos a defender Dilma em todos os cantos deste incrível país, para que sua luta que é nossa também alcance tempos cada vez melhores.

Responder

Wellington

16/10/2010 - 23h53

Nesse momento (22:50), nenhuma noticia no site da Globo sobre política enquanto os outros estão detonando o Serra!

Responder

zanuja

16/10/2010 - 23h48

Quem tem que se pronunciar é d. Mônica, não campanha do serra. Quem trouxe o debate para as eleições foi o Mulá Serra, o mesmo que apoiou a decisão da mulher de abortar.
Muitas mulheres abortaram na didatura, mas abortaram pq levaram muito chute e pondapé na barriga dos torturadores para q elas perdessem o bebê. Conheci mulheres que perderam seus bebes aqui em Recife, qdo fui visitar uma amiga da minha irmã que estava presa, e vi com meus próprios olhos as mulheres sangrando, sem atendimento, pq causa de aborto forçado.
Já imaginou qtos abortos brutalizados foram realizados no Brasil na época das torturas?

Responder

Artur

16/10/2010 - 22h15

Sinceramente acho esta questao muito delicada.
Independente de ser verdadeira ou nao, com certeza a campanha do Serra ira posar de vitima, dizer que eh mentira e baixaria este tipo de denuncia e liga-la a campanha da Dilma.
Tenho serias duvidas sobre a repercussao disto na campanha.

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 21h14

    A questao nao tem nada de delicada, é um tema de saude publica e foi trazida à campanha por alguém que nao tem carater, simples assim.

victor

16/10/2010 - 22h15

Fiquei comovido com a aula de cidadania
Parabéns Sheila!!!!

Responder

paulo chacon

16/10/2010 - 22h14

Após dois dias de silêncio (estavam maquinando o que responder) a assessoria do zé esgoto serra desmente o aborto. O zé esgoto vai se fazer de vítima (estão até comparando com o caso Lurian). Tudo encenação. Após a brilhante entrevista da Sheila não resta dúvida que está falando a verdade. Mônica Serra mentiu. Ou quando disse que fez aborto ou agora que diz que não fez. Eu acredito na Sheila. Impossível acreditar em alguem que vive anos com o maior mentiroso do país, José "esgoto"Serra.

Responder

alexandre

16/10/2010 - 22h13

Olha, eu gostei dessa jovem! Em princípio achei que fosse uma notícia falsa, mas o relato dela não deixa dúvida, é real e desnuda a hipocrisia, como um guaxinim que pela boca vira um sapo pelo avesso para expor-lhe as vísceras, e assim poder devorá-lo sem o risco de envenenamento. Não concordo que sua atitude (de expor a verdade) tenha sido por ela ter vivido num país livre. Isso é da pessoa que não agüenta fingir que não viu.
Eu faria a mesma coisa.

Responder

José Manoel

16/10/2010 - 22h13

Azenha: Sheila Ribeiro é uma heroína!!!! Deve estar enfrentando uma pressão bárbara, se não for ameaças da tucanalha!!!! Esses bandidos não conseguem calar a voz do povo! A verdade tem que vir à tona! Não podemos aguentar esse entulho podre com que esses canalhas tentam fazer a cabeça do eleitor!!! Todos nós sabemos a verdade!!!!! A vitória virá, dia 31!!!!

Responder

    Luciana

    16/10/2010 - 23h55

    Eu também acho que essa moça deve estar correndo um sério risco de morte pelas mãos de algum capanga escalado e pago pelo Serra, que, obviamente, vai dizer que não conhece, nunca ouviu falar e que isso é tro-lo-ló petista…

    beattrice

    17/10/2010 - 21h10

    Outras ex-alunas da mentirosa deslavada ja vieram a publico corroborar.

beattrice

16/10/2010 - 23h13

O comportamento desta moça, que prestou ao país inigualável exemplo de cidadania em momento tão crítico da vida nacional, sirva de exemplo aos religiosos que insistem em levar a sociedade brasileira de volta ao século XIV e XV, destituindo a república do seu caráter laico, intrínseco à sua própria existência.
Se estes padres serristas insistirem em voltar a vender indulgências, talvez monica serra queira comprá-las, deve achar que precisa.

Responder

layla azevedo lauar

16/10/2010 - 22h08

pois é… "mundo, mundo, vasto mundo"… vasto, mas nada fica escondido até o final dos tempos, um dia aparece e apareceu! ;)

Responder

    Gerson Carneiro

    17/10/2010 - 19h25

    Toin!

João R.

16/10/2010 - 22h05

Parabéns, Sheila. Coerente, interessada da maneira mais correta nesta questão que estava sendo tratada de forma completamente errada e histérica por pessoas oportunistas. E tenho quase certeza que, entre os dois momentos, a Mônica Serra se arrepende apenas de ter aberto a boca naquela bendita aula de 1992. Mas agora é tarde.A máscara caiu.

Responder

Tiago W.

16/10/2010 - 22h05

O marido dela é um renomado professor que está fazendo está como professor convidado aqui na UFSC em Floripa.

Responder

José Manoel

16/10/2010 - 23h05

Azenha: nenhum canalha vai tomar o nome de Jesus Cristo, em vão !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

José Manoel

16/10/2010 - 23h03

AZENHA: SE A DILMA NÃO TOCAR NESSE ASSUNTO E NO DO PAULO PRETO, EU LARGO!!!!!!!!!!!!!!!!! A PORTEIRA ESTÁ ABERTA PARA PASSAR!!!!! É NOCAUTE NO NOSFERATU, NO PRIMEIRO ASSALTO!!!!!!

Responder

Maria

16/10/2010 - 22h01

Vejam o pessoal do bem na Carta.
Acessem http://www.cartacapital.com.br/destaques_carta_ca

Responder

Gerson Carneiro

16/10/2010 - 22h00

Entrei no site da Diocese de Guarulhos, http://www.diocesedeguarulhos.org.br, e mandei meu questionamento para os principais endereços que estão lá em "Contato". Acho que todos deveriam questionar o Dom Luiz Gonzaga, responsável pela Diocese e que ainda mantém o manifesto contra a Dilma no referido site. Quanto mais gente questionando, melhor.

Responder

    José Manoel

    16/10/2010 - 22h15

    Não adianta entrar , porque não há acesso!!!!! Eles já estão escapando……..

    Gerson Carneiro

    16/10/2010 - 23h46

    Adianta sim. No site diocesedeguarulhos.org.br vá em CONTATO, e lá é só acionar ("clicar") no nome do departamento, ou pessoa, para quem deseja enviar a mensagem que abre uma janela pra digitação.

    Ricardo Montero

    17/10/2010 - 00h09

    Tempo perdido. Mandei um email semelhante a eles umas duas semanas atrás. Eles até hoje não se dignaram a responder…

    Gerson Carneiro

    17/10/2010 - 10h56

    "Tempo perdido", nada. O silêncio deles diante da nossa manifestação já é sinal de que estão incomodados.
    É óbvio que não responderão, mas terão ciência de que são retrógrados, existe uma parcela significativa de eleitores que não cai na conversa deles, que estamos em alerta e toda ação provoca uma reação. É importe sim incomodá-los. Nada de passividade. Vamos lá pessoal, protestem. Encham o saco deles. Façamo-los calar.

    beattrice

    17/10/2010 - 21h09

    Sugiro pressão diretamente na Arquidiocese de SP

carmen silvia

16/10/2010 - 21h53

Esse negócio de aborto parece que sofreu um giro,colocaram o que não era pra ser pautado nessas eleições, agora aguentem.Quando uma mulher com a qualidade dessa bailarina se coloca de forma tão firme e qualificada,dá um orgulho denado pensar que pertenço ao mesmo gênero que ela.Existem mulheres fantásticas no Brasil,essa é uma delas,corajosa,desencanada,fantastica.

Responder

paulo nei

16/10/2010 - 21h53

Entre a incredulidade e o nojo absoluto por tudo o que tem acontecido nessas eleições, que sem dúvidas é a mais rasteira da história da república brasileira, no fundo, no fundo estou mesmo é morrendo de vergonha alheia pela sujeira do casal em evidência.

Responder

Ronan

16/10/2010 - 22h52

Parabéns pela sua coragem Sheila! Confesso que jamais vi tanta coerencia e integridade em uma pessoa. Gostaria que o povo brasileiro e, principalmente, nossos políticos e aqueles que se dizem elite, passassem por um estágio no Canadá.

Responder

Fernando Oliveira

16/10/2010 - 21h51

Por sua legítima e Cidadã atitude, Sheila, me ponho de pé (casa lotada!) e me junto ao coro dos emocionados… Bravo, Sheila!… Bravíssimo!… Bravíssimo!…Quem dera um país inteiro com o seu discurso, a sua lucidez, e sobretudo a sua coragem. Quem dera, Sheila… Quem dera. Na moral… Virei teu fã. Faça um favor pra todo nós: ignore esses canalhas, vagabundos, fascistoidezinhos pela-sacos. Essa raça cretina, pra sua sorte, te odeia. Pense nos do bem, na galera sangue-bom. Esses, certamente, te admiram e te agradecem…

Responder

    EDUARDO SOUTO JORGE

    16/10/2010 - 22h14

    "casa lotada", foi demais!!! e' isso ai meu camarada.

    sheila ribeiro

    25/11/2010 - 10h10

    Soh agora consigo mais ou menos ver e entender o que fiz!
    Foi muito grande, muito forte…
    Nao sei se ja te respondi, mas te digo q esse tipo d emensagem de apoio me ajudou muito a me reconstituir das pressoes e a ter certeza de que fiz algo correto.
    um beijo e qq coisa, to no FB

    Conceição Lemes

    25/11/2010 - 11h10

    Otimo te ver, bravíssíma, Sheila. O teu depoimento corajoso fez MUITA DIFERENÇA nessa eleição. Em nome dos brasileiros e brasileiras que desejam um Brasil mais justo, mais solidário, menos preconceituoso, muito obrigada. beijo enorme.

Maria Lucia

16/10/2010 - 21h49

Sheila Ribeiro, uma mulher brasileira que exerce com plenitude o senso ético que existe na alma de todos nós. E com isso, fará renascer em muitas pessoas a capacidade de expressar as suas convicções mais profundas e exercer os seus direitos de cidadania.
A entrevista que Sheila lhe concedeu, Conceição, é de uma coragem e lucidez profundas. Todos nós, que estamos tão afetados por essa fratricida guerra psicológica, deflagrada pela campanha de José Serra, merecíamos ouvir Sheila nos falar do fundo do seu coração bem formado, de sua sensibilidade rara e original, fazendo uso de privilegiada inteligência que possui.
É de nos encher de alegria e orgulho termos uma compatriota tão digna e corajosa como Sheila. E também por termos uma jornalista tão competente e capaz de nos brindar com essa entrevista que merece um prêmio para ambas, Sheila e vc., Conceição.! Parabéns e muito obrigada a ambas!

Responder

Gerson Carneiro

16/10/2010 - 21h48

Postei a seguinte mensagem para Dom Luiz Gonzaga ( [email protected] ):

Hipocrisia na campanha eleitoral: “Ela é a favor de matar criancinhas”.

Ex-aluna de Mônica Serra revela que a própria esposa do candidato José Serra admitiu ter feito aborto.

(leia reportagem completa em http://www.viomundo.com.br)

A hombridade da ex-aluna da Unicamp, Sheila Ribeiro, derrubou a máscara do casal Serra, em especial da sra. Mônica Serra que ultimamente aparece em imagem segurando uma "santa".

E agora: o que Dom Luiz Gonzaga tem a dizer, especialmente depois do caso da impressão de 2 milhões de panfletos acusando Dilma de abortista?

A impressão foi interceptada e identificada a autoria.

"Jesus é a Verdade e a Justiça"

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 21h06

    Sugiro cópia para a Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de SP

Fábio Villela

16/10/2010 - 21h48

Visita de Serra a missa no Ceará termina em tumulto http://www1.folha.uol.com.br/poder/815682-visita-

Responder

Antonio Edemberg

16/10/2010 - 21h48

A campanha do Nosferatu já tenta desqualificar a Sheila e dá a entender que o caso é coisa do PT!"

Lembrou que o Vampiro sofre do mesmo golpe que Lula sofreu em 1989!

Bando de canalhas.

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 21h05

    como se um caso tivesse ALGUMA coisa a ver com o outro, rigorosamente nada.

Fabio_Passos

16/10/2010 - 22h45

Esta campanha me deixou profundamente decepcionado.

O uso do preconceito como plataforma política é algo repugnante.
Estou seguro e confiante que tamanha baixaria será repudiada pela maioria da população brasileira.

Agora descobrimos a mais completa hipocrisia.
A esposa do serra, que caluniava Dilma por "defender o assassinato de criancinhas" praticou "um assassinato de criancinha".

É assim mesmo que a "elite" crápula age e pensa. O aborto é liberado para os ricos… e apenas para os ricos.
Fazem o aborto, mas em público o condenam… para enganar a população e ganhar votos.

Podridão inigualável.

Responder

Luana

16/10/2010 - 21h41

Agora o Serra nem vai mais tocar nesse assunto de aborto.
Quero só ver o debate da Globo……
A dilma está certa em encostar o Serra na parede, ela so precisa aprender a acusar com sorriso no rosto, ser mais sínica, ae o Serra não podera acusa-la de levantar a voz pra ele, não vai poder dizer que ela esta nervosa e perdendo a calma…..

Responder

    Fabio

    16/10/2010 - 22h51

    A campanha de Serra fez algo incrível. Disse que isso é coisa de petista, que depois de dossiês contra filha e genro dele agora falam da mulher. Pera lá, Mônica Bergamo agora é do PT? Espero que a Folha banque a linha da articulista, como bancou no caso da reportagem sobre Erenice.

EDUARDO SOUTO JORGE

16/10/2010 - 21h41

EU ESTOU DELIRANDO OU O PIG COMECA A ABANDONAR O BARCO DO SERRA? APESAR DE ESTAR "RUIM P'RA ELES", O BRASIL AGORA TEM UM PESO MUNDIAL ENORME.TANTO POLITICA ,QUANTO ECONOMICAMENTE(PRINCIPALMENTE ISTO).DESDE PRIMEIRO DE JANEIRO DE 2003 "ELES" TENTAM DESTRUIR O PT E O GOVERNO LULA. O MAIR MEDO "DELES", EU SEMPRE FALEI, ERA O SUCESSO NAS CLASSES POPULARES DO LULA. AGORA, SEM O LULA CANDIDATO, ERA UMA OPORTUNIDADE. BOMBARAM DE TUDO QUE FOI JEITOR. E VAO BOMBAR ATE DIA 31, NAO TENHAM DUVIDA SISSO. MAS "TA' RUIM!". A PARTIR DE SEGUNDA FEIRA, A DILMA SO TENDE A SUBIR. O SERRA FOI UM FRACASSO NO PRIMEIRO TURNO.32.2% DOS VOTOS VALIDOS E RIDICULO PARA UM CANDIDATO DA OPOSICAO MAIS FORTE DE UM PAIS COMO O BRASIL.COM POPULACAO ACIMA DE 150 MILHOES DE PESSOAS.A MARINA, PENSO QUE ACESSORADA POR ALGUM EMPRESARIO DE JOGADOR DE FUTEBOL, QUASE QUE ENTREGA ESSE PAIS , QUE ELA TANTO AMA, DE VOLTA PARA AS MAOS DOS SEUS ALGOES.

Responder

    beattrice

    16/10/2010 - 22h09

    Falando em por um pé em cada barco, a CBN divulgou em primeira mão o sermão que o SERRA e o cidadão do jatinho levaram em plena missa em Canindé.

    José Manoel

    16/10/2010 - 23h43

    Você não está delirando, não!!!!!!!

william

16/10/2010 - 21h38

O cúmulo da hipocrisia. Olha o Serra dizendo que o principal sobre o aborto, é dizer a verdade.
em vídeo http://www.youtube.com/watch?v=bNOq9SjfwN4
e na matéria do G1 de 07/10 http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/notic

Responder

luiz antonio fazza

16/10/2010 - 21h37

continuação:
Como pai e marido, não se dispôs nem mesmo a defender filha e esposa, talvez pela certeza de serem totalmente indefensáveis. Pra mim, resta a impressão inicial de pai desnaturado e marido pusilanime.
Mesmo sabendo que tanto a Carta Capital estava certa ao acusar Veronica Serra, quanto Dona Dilma estava no pleno direito de cobrar explicações sobre a fala carioca de Monica Serra, como pai e marido Serra deveria ao menos tentar se explicar.
Fora disso, fico indignado, pois continuar a culpar Dona Dilma pelos erros de Erenice Guerra, mesmo depois dos advogados do PSDB, quando chamados à justiça em face de ação movida por Dilma contra a campanha sórdida e mentirosa do PSDB afirmaram ser Dilma inocente, constitui defeito insanável de caráter.

Responder

    José Manoel

    16/10/2010 - 23h43

    Se ele faz isso com a família, imagina com o Brasil…………!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Fora, vampiro!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

mariazinha

16/10/2010 - 21h36

Mulheres assim, são motivo de orgulho para nós brasileiros e brasileiras que lutam por um BRASIL melhor e mais justo.
Parabéns, querida menina Sheila.
Os covardes e mentirosos gostam de roubar as almas jovens e tirar-lhes o que é mais belo neles: sua pureza e espontaneidade, seus ideais, ética e altruísmo. Incute em suas almas a frivolidade, o apego à imagem, o egoísmo.
Que sua BELA atitude, ESSA retidão de caráter, oriente outras jovens, sirva como exemplo, a ser seguido.
NAMASTÊ!

Responder

carlos souza

16/10/2010 - 21h35

parabéns cearenses de Canindé, vcs são cabra macho mesmo, o nordeste vai salvar o Brasil desses canalhas.
bendito padre de Canindé, limpou a sujeiras dos católicos dos sul. fez o que nós católicos de São Paulo não fizemos.
estou orgulhoso de vcs, valeu, senti vingado, agora só falta uma cpi na canção nova

Responder

Gerson Carneiro

16/10/2010 - 21h33

E agora: o que a Diocese de Guarulhos, flagrada como mandante da impressão de 2 milhões de panfletos (ao custo de R$ 33 mil ) acusando Dilma de abortista, tem a dizer?

Ainda bem que a impressão foi interceptada pelo pessoal do PT e identificada a autoria.

"Jesus é a verdade e a justiça"

Responder

    De Paula

    17/10/2010 - 07h14

    Gerson Carneiro: Bem observado; e a Dra. Cureau tão rápida no gatilho quando se trata do PT, o que tem a dizer desse crime eleitoral?

Natale Vanz

16/10/2010 - 21h31

Quanta hipocrisia!
Lamentável!!!
Pois bem, já temos o Impostometro e o Pedagiometro, porque não inventar-mos o Abortometro?
Segundo o Ministério da Saúde, são atendidas no Sus, anualmente, cerca de 3,5milhões de mulheres, por motivos relacionados ao aborto.
Teriamos que computar, também, os procedimentos efetuados em clinicas particulares e em clinicas clandestinas.
Qual deverá ser o valor dispendido pelo Sus e pelos usuários destas clínicas?
Certamente algo em torno de doze dígitos.
Com o ABORTOMETRO teriamos esta informação em real-time, ou não?

Responder

oswaldo j. baldo

16/10/2010 - 21h31

Sheila Canevacci esclarecida, bem articulada, firme e coerente, cidadã antes de mais nada.
Esclarecimento, é o que estava faltando, agora está claro.

Responder

luiz antonio fazza

16/10/2010 - 21h31

Prezados,
analisando os comportamentos do Serra enquanto político, pai e marido, fico preocupado, muito preocupado diante da possibilidade deste homem vir a ser eleito presidente em 31/10 próximo.
Como político tem a desfaçatez de citar mensalão e loteamento de cargos no governo como algo condenável, parecendo querer dizer que o atual governo inaugurou estas práticas. Por outro lado já criticou a prática do nepotismo, sempre atribuindo ao governo atual a adoção da mesma, como se jamais tivesse havido em qualquer outro governo.
Por exemplo, filho da Erenice em função subalterna na Casa Civil é algo execrável, porém David Zylberztejn na Direção Geral da ANP, sendo ele genro de FHC, por acaso Presidente da República, não merece qualquer reparo, ou a filha de FHC receber salário no gabinete de senador, por longos anos, sem lá aparecer para trabalhar, é algo absolutamente normal, não merecendo ser criticado. Certo está o ex-Ministro Flávio Bierrenbach, do STM, ao se manifestar sobre o verdadeiro caráter, ou falta de, de Serra. Amigo mesmo é isto!

Responder

ruypenalva

16/10/2010 - 21h27

Fiquei na dúvida, devia ser Mônica Serra ou o PSDB que devia desmentir o fato, com testemunhas, desqualificando a depoente, embora não denunciante, de moral e currículos ilibados, cuja mãe até já foi do PSDB?
Teriam sido médicos do PSDB, que naquele momento quando o PSDB nem existia, atenderam a Mônica para atestarem ao contrário.
Embora esse não seja um caso policial mas a prova testemunhal vale muito no direito brasileiro.
Por que Serra e a Monica não processam a depoente por calúnia e difamação? Teriam coragem?
Isso só mostra o preconceito do PSDB com o tema, banal, médico e o preconceito dele, PSDB, com mulheres. Parecer que Serra recebeu o espírito do Cardeal Richellieu e a sua próxima ação, caso seja eleito, será anular o Édito de Nantes, que permitiu liberdade religiosa entre protestantes e católicos.
A emenda foi pior do que o soneto, pois ninguém está condenando a Mônica, mas a desfaçatez, o oportunismo eleitoral, a conversão de véspera.

Responder

    beattrice

    17/10/2010 - 20h59

    E ainda não chegamos à noite de São Bartolomeu.
    Esta gente não tem nenhum caráter.

Gerson Carneiro

16/10/2010 - 21h26

A hombridade de Sheila Ribeiro derrubou a máscara do casal Serra, especialmente da Mônica Serra que ultimamente aparece segurando uma "santa".

Responder

fernando

16/10/2010 - 21h24

O JN não disse nada!!!!

Responder

    Fábio Villela

    16/10/2010 - 21h51

    Uma hora eles vão falar, mas não espere boa vontade deles quanto a esse assunto. Acredito que eles vão querer dizer que a Sheilla sofre de esquizofrenia, usa drogas e que em 1992 ela não existia…

    Luciana

    17/10/2010 - 00h10

    Com certeza! já deve existir uma trupe de jornalistas da FSP e Globo, trabalhando 24h por dia, para vasculhar, virar do avesso a vida dessa Sheila para, ato contínuo, desqualificar a pessoa e o que ela está dizendo. O Big Brother já está voltado pra vida dessa moça.

    José Manoel

    16/10/2010 - 22h14

    E nem vai dizer!!!!

silvia macedo

16/10/2010 - 21h17

Gostei muito do posicionamento dela. Mostrou coragem e uma vivência que soube compartilhar e contribuir num momento dramático de nossa história política.

Responder

ruypenalva

16/10/2010 - 21h16

Notícias » Eleições » Eleições 2010 » Eleições 2010
Serra contratou filha de Paulo Preto, diz jornal
16 de outubro de 2010 • 18h47

A edição deste domingo (17) do jornal Folha de S. Paulo revela que o candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, nomeou a filha do ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, no primeiro mês como governador de São Paulo, em 2007. Segundo a reportagem, Tatiana Arana Souza Cremonini, filha de Paulo Preto, foi contratada como assistente técnica de gabinete, com salário de R$ 4.595, com gratificações.

Ainda de acordo com a publicação, a Secretaria de Comunicação do governo do Estado de São Paulo "informou que Tatiana foi contratada por sua formação profissional e pela fluência em inglês e espanhol" e que José Serra, por meio de sua assessoria, afirmou que "os processos de nomeação de servidores de confiança 'são instruídos pelas secretarias responsáveis pela indicação, chegando às mão do governador após processo de avaliação criterioso, como ocorreu nesse caso". Serra também não respondeu à pergunta do jornal se conhecia o parentesco de Tatiana com o ex-diretor da Dersa na ocasião da nomeação.

O advogado José Luís Oliveira Lima, que defende Paulo Preto, disse à Folha de S. Paulo que seu cliente comentaria a contratação da filha pelo governo do Estado, mas não retornou o contato do jornal até o fechamento da reportagem.

Paulo Preto foi citado pela candidata à presidência da República Dilma Rousseff (PT) no debate realizado pela Rede Bandeirantes, no último domingo (10). A petista mencionou uma reportagem da revista IstoÉ, de agosto, em que o engenheiro da Dersa foi acusado por Eduardo Jorge (vice-presidente do PSDB) de ter arrecado e desviado R$ 4 milhões da campanha de José Serra (PSDB) – o dirigente nega categoricamente que tenha feito a declaração.

Na última quinta (14), Eduardo Jorge e o presidente do PSDB, o senador Sérgio Guerra (PE), garantiram, em entrevistas publicadas respectivamente pelos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo, que Paulo Preto nunca esteve autorizado a arrecadar fundos para o partido e que não há qualquer arrecadação paralela na campanha do candidato José Serra.

O nome de Paulo Preto também está envolvido em denúncias contra sua outra filha, Priscila Arana. O diretório estadual do PT questionou, junto ao Ministério Público, a atuação de Priscila Arana como advogada de empreiteiras contratadas pela Dersa, que executaram obras no Rodoanel. O jornal Folha de S. Paulo também lembra que Priscila e sua mãe, Ruth, "emprestaram R$ 300 mil ao senador eleito Aloysio Nunes Ferreira, para a compra de um apartamento", mas o "tucano disse que quitou o empréstimo neste ano".

Responder

Nilson Moura Messias

16/10/2010 - 21h14

É, aí? quem é mesmo que gosta de matar criançinhas? A Monica Serra? Quem diria? Esta fimiliazinha hipocríta. Dilma Presidente.

Responder

Jairo_Beraldo

16/10/2010 - 21h13

Que a imagem de Nossa Padroeira desvende outras mazelas do fabuloso. Obrigado Dom Aécio Itamar….que desnude outras "vestes"!

Responder

El Cid

16/10/2010 - 21h10

É o velho e temido vale-tudo da política!

Mostra a capacidade camaleônica de algumas pessoas, travestidas de cordeiros, mas com sede de sangue, declarando a santidade, mas com o espírito maculado- a velha alma suja!

Cabe declaração da Sra. Mônica.

Responder

Fábio Villela

16/10/2010 - 21h09

Imagina o Serra na presidência….se ele consegue convencer a própria mulher a ser o que foi, imagina com seus subordinados no poder executivo…

Responder

El Cid

16/10/2010 - 21h09

… é preciso ficar em alerta, pois é possível que depois que esta notícia ganhar vulto em todos os jornais, são capazes de noticiar como: "esta aluna foi paga pelo PT" para fazer esta denúncia contra a imaculada Mônica Serra…

Responder

    beattrice

    16/10/2010 - 22h07

    Impossível, diversas alunas de dona mônica já reiteraram o mesmo depoimento.

Lucila

16/10/2010 - 21h08

É revoltante o modo como a grande imprensa publica crimes eleitorais como se fizessem parte do jogo: http://portalexame.abril.com.br/economia/eleicoes

Enquanto isso, extrapola em denúncias das quais pode ter algum benefício e ativa a operação abafa naquelas que trarão prejuízos.

Responder

Alder L. e Silva

16/10/2010 - 21h07

A Globo não vai falar nada sobre esse assunto.Ela tem uma dívida de gratidão com o Serra, por causa do terreno que a Globo se apossou de forma irregular e Serra o doou para a Globo.

Responder

lucia

16/10/2010 - 21h06

Uma lição de cidadanio. Compreendo a indignação da Sheila, também estou enojada com a campanha eleitoral mais chula que já vi. Parabéns Sheila por sua coragem em desmascarar a hipocrisia e a falta de caráter.

Responder

Mário

16/10/2010 - 22h03

Parabén Sheila Canevacci , mulher inteligente e corajosa, poderia muito bem ter ficado calada e até mesmo depoisda primeira repercussão negar-se a esclarecer os fatos, mas teve a grandiosa atitude de confirmar e reiterar tudo o que disse, porquê não suporta hipocrisia, parabéns sou seu fã!

Responder

ruypenalva

16/10/2010 - 21h03

Agora eles responderam e a emenda foi pior do que o soneto, pois mostra o preconceito, a mentira e o oportunismo dessa gente que não se assume e ainda colocam Lula de anteparo como vítima também:

PSDB desmente declaração de ex-aluna de Monica Serra sobre aborto
16 de outubro de 2010 • 20h27 • atualizado às 20h44

A assessoria da campanha do presidenciável tucano José Serra divulgou nota neste sábado (16) afirmando que a mulher do candidato do PSDB, Monica Serra, nunca fez um aborto. A nota diz que a declaração feita pela ex-aluna de Monica, Sheila Canevacci Ribeiro, de que a mulher do presidenciável teria admitido já ter feito um aborto é "falsa" e circulava na internet anteriormente.

A assessoria ainda compara o caso com o sofrido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, então candidato em 1989, quando foi acusado pela campanha de seu adversário, Fernando Collor de Melo, de ter sugerido que sua ex-namorada, Miriam Cordeiro, fizesse um aborto quando estavam juntos. A nota também acusa o PT de realizar um "jogo sujo" durante a campanha.

Leia a nota na integra
"Diante de matéria publicada hoje, a campanha de José Serra esclarece: Monica Serra nunca fez um aborto. Essa acusação falsa, que já circulava antes na internet, repete o padrão Miriam Cordeiro de que o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva foi vítima na eleição de 1989. E dá continuidade ao jogo sujo que tem caracterizado a presente campanha desde que um núcleo do PT, montado para fazer dossiês contra o candidato tucano à Presidência, foi descoberto em Brasília. Primeiro eles atacaram a filha de José Serra. Depois atacaram o seu genro. Agora eles agridem a sua mulher, Monica, que tem a irrestrita solidariedade, amor e respeito de seu marido, de seus filhos, netos e de milhões de brasileiros".

Responder

    Josnei Di Carlo

    16/10/2010 - 21h39

    Caramba! Serra tem de ser varrido da política brasileira. É muita sordidez para um político só. Depois das Eleições, o PSDB continuará nas mãos dele? Se sim, o PSDB será uma ameaça constante ao processo democrático brasileiro.

    Alexandre

    17/10/2010 - 00h44

    Bem que o Ciro havia nos alertado sobre ele… O Ciro está CERTÍSSIMO!!!

    beattrice

    16/10/2010 - 22h06

    Essa senhora é pior que o marido, muito pior, aliás fugiu para o CHILE essa semana, esse pessoal adora fugir para o CHILE.

luís nascimento

16/10/2010 - 21h01

Com atitudes assim a hipocrisia irá sempre cedendo lugar à decência. O vale-tudo não sobreviverá maltratando a verdade.
E agora, Serra. O Brasil é todo ouvidos.

Responder

    beattrice

    16/10/2010 - 22h04

    O silêncio do SERRA a respeito é ensurdecedor.

João Carlos

16/10/2010 - 22h00

A acusação de Mônica Serra a Dilma é muito grave. Se há pelo menos uma testemunha identificada, como diz a matéria acima, é caso para os advogados de Dilma fazerem uma interpelação judicial à esposa de Serra pela grave acusação. Nesse caso ela tem que provar o que disse ou se retratar.

Para que o modo de fazer política em nosso país evolua para uma forma mínimamente civilizada, acusações como a de Mônica Serra teem que ser colocadas em pratos limpos no âmbito da Justiça. Não há outro caminho.

Responder

francisco

16/10/2010 - 21h00

Sheila Parabéns pela coragem e exemplo de exercício saudável da cidadania. Ainda tenho na minha mente a imagem que o Jornal Nacional exibiu para todo o País da Monica Serra carregando a imagem da padroeira do Brasil no santuário de aparecida. É trágico quando um candidato não quer discutir programa de governo, porque não tem, e a economia e traz esta discussão de aborto e religião para dentro da campanha eleitoral, impedindo assim que haja um confronto dos dois candidatos em torno de projetos e de planejamento estratégico para o Brasil nos próximos 4 anos. O eleitor brasileiro com certeza vai dar o troco no serra por mais esta cafajestice.

Responder

Ricardo j F Almeida

16/10/2010 - 20h59

Parbéns Cidadã Brasileira Sheila Ribeiro.

Responder

El Cid

16/10/2010 - 20h59

… è triste que um fato desse venha a se tornar público simplesmente pela falta de escrúpulos do candidato do PSDB e falta tb endossada e praticada por Mônica.

A luta sanguinária por poder pode nos levar a qualquer lugar. Devemos repudiar estes comportamentos pq eles tendem a nos levar a tomar posições semelhantes se não estivermos firmes nos nossos propósitos.

Que esta história sirva de lição sobre os limites da ambição pessoal.

Responder

El Cid

16/10/2010 - 20h57

putz, era preciso passar por esse tipo de coisa pra eleger um presidente da republica. a que ponto chegamos? e por culpa de quem???? afffffff. olha, não pensei que isso fosse acontecer mas hoje eu rezo pra dilma ser eleita. putz, e tenho ficado parado as vezes pensando…. putz, soh rezando. chega de sofrimento nesse país, tão grande, grandioso, o povo merece do bom e do melhor, TODOS. o psdb tem se mostrado tão sujo, inescrupuloso. estou com asco. que ridículo!

Responder

    Alexandre

    17/10/2010 - 00h42

    FALOU TUDO, El Cid !!! Estou também com EXTREMO NOJO das SACANAGENS da direita contra a Dilma.
    Votarei nela com mais certeza agora!!!!

    É DILMA!!! É 13!!!

El Cid

16/10/2010 - 20h56

relato do internauta Wilson Oda no blog do Nassif:

Minha mulher é evangélica e muito observadora. No debate da Band, ela me disse que a mulher do Serra estava usando trajes "assembleianos". Ou seja, roupas comuns entre as fiéis da igreja assembléia de deus. Ela ficou revoltada, pois sabe que Monica Serra não é e nunca foi evangélica.

Isso serve para desmascarar a pose de Monica Serra, mas jamais para desmerecê-la como mulher.

Acho que a Dilma não deve usar isso na campanha.

Responder

daniel

16/10/2010 - 20h53

Azenha e navegantes de todo o Brasil….Nós Cearenses botamos a Tucanalha farisaicas pra correr no Canindé… foi pena voando pra todo lado!!! gostaria que o resto do Brasil podesse fazer o mesmo por que aqui não engolimos esses MALAS!!!
FAZ CARREIRA SERRA QUE O BRASIL ANDA PRA FRENTE!!!

DILMA 13!!!!

Responder

    beattrice

    16/10/2010 - 22h03

    O frade que expos a pouca vergonha dos dois coronéis, tasso e zé, está de parabéns. O BRASIL precisa de religiosos como este.

    Cícero

    17/10/2010 - 01h37

    Meus parabéns, Daniel, a você e aos cearenses dilmistas, pela firmeza e determinação.

    Boa essa: "Pena voando pra todo lado". Mandou bem.

    É isso que tem de ser feito em todo o país nas próximas duas semanas.

Fernando Souza Jr.

16/10/2010 - 20h52

Essa mulher, mais ou menos da minha idade, me dá orgulho de ser brasileiro e me enche de esperança nesse momento vital para a História do Brasil. Parabéns Sheila, pela coragem, pela sensibilidade e pela lucidez de seu depoimento.

Responder

Luiz Henrique

16/10/2010 - 20h49

A verdade tem de ser dita. Nunca poderia te condenar. O que não suporto é essa hipocrisia do Serra, usando de meios difamatórios para chegar ao poder.

Responder

Cris

16/10/2010 - 20h48

Vejamos agora se a "máquina do mal", Globo vai falar sobre o assunto.

Responder

    João da Silva

    16/10/2010 - 21h19

    É óbvio que não!!! Tá na hora de acordarmos e espalharmos ese fato para todos os nossos amigos evangelicos e catolicos praticantes, usando dos mesmos meios deles: emails e panfletos!! Tá na hora de recuerar os votos do modo como eles foram retirados!!!

Marcio H Silva

16/10/2010 - 20h47

Muito bom a linha de pensamento desta mulher corajosa.
Já virou minha ídala!!!!!independente da disputa eleitoral.
Precisamos de pessoas com estes pensamentos, sem hipocrisia.
E que se exponham, sem pudor.
Uma lição de cidadania.
Parabéns!

Responder

andré

16/10/2010 - 20h46

Parabéns Sheila!!!!!!!!

Responder

Não era boato, nem armadilha | Viomundo - O que você não vê na mídia

16/10/2010 - 20h30

[…] PS do Viomundo: Não era boato, nem armadilha, como fica demonstrado aqui. […]

Responder

Manoel

16/10/2010 - 20h22

Nota da NovaE sobre o caso: http://www.novae.inf.br/site/modules.php?name=Con

Responder

Deixe uma resposta