VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

‘Ordens superiores’ impedem visita a preso: ‘Segurança do Estado’

12 de fevereiro de 2014 às 19h54

Jornalista Marco Aurélio Carone, do site Novo Jornal

Deputados são impedidos de realizar visita oficial a jornalista preso

do mandato do deputado Rogério Correia (PT-MG), via e-mail

A Comissão de Direitos Humanos da ALMG esteve hoje, dia 12 de fevereiro, no presídio Nelson Hungria, em Contagem, para realizar uma visita oficial ao jornalista Marco Aurélio Carone, com o objetivo de verificar seu estado de saúde e colher depoimento sobre sua prisão.

Contudo, os deputados da comissão foram impedidos de colher qualquer depoimento de Carone ou de realizar qualquer registro do encontro.

A notícia chegou para o deputado Durval Ângelo (PT), presidente da comissão, através da Secretaria de Defesa Social do Estado, que disse estar cumprindo “ordens superiores” e que o assunto se tratava de “segurança do Estado”.

Com esta absurda restrição, os deputados cancelaram a atividade e irão cobrar do Governador esclarecimentos sobre este cerceamento de poderes da Assembleia Legislativa.

A visita havia sido acordada com deputados da base aliada do Governo, que concordaram com a ida ao presídio após o deputado Rogério Correia (PT) abrir mão de um requerimento de audiência pública na ALMG com a presença de Carone.

Agora que o acordo foi descumprido, o requerimento deve ser feito novamente, de forma a garantir o depoimento do jornalista para a Comissão de Direitos Humanos.

Na opinião do deputado Durval Ângelo, corroborada pelos colegas Rogério Correia e Adelmo Leão, este episódio trata-se de um caso explícito de censura e mostra o caráter de preso político dado ao jornalista Carone, que, através do Novo Jornal, denunciou o mensalão tucano e a Lista de Furnas.

Ambos os casos de corrupção tiveram suas provas principais periciadas e comprovadas autênticas por laudo da Polícia Federal.

Estiveram no presídio Nelson Hungria hoje, representando a Comissão de Direitos Humanos, os deputados Durval Ângelo (PT – presidente da comissão), Adelmo Leão (PT – Vice-presidente da comissão), Rogério Correia (PT), Duarte Bechir (PSD), Célio Moreira (PSDB) e Sebastião Costa (PPS),além da advogada de Marco Aurélio Carone, Dra. Sandra Moraes.

Assessoria de Imprensa – Raul Gondim

PS do Viomundo: Conversei com o deputado Rogério Correia logo após receber o e-mail acima da sua assessoria. “Nunca a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas foi impedida de fazer uma visita oficial a um preso no Estado. Foi a primeira vez que isso aconteceu. Até o Fernandinho Beira Mar nós fomos ouvir”, diz, ainda abismado. “A Secretaria de Segurança alegar ‘ordens superiores’ porque se trata de caso de ‘segurança do Estado’ só prova o que denunciamos desde o início: a prisão de Carone é armação política e ele, um preso político.” Conceição Lemes

Leia também:

Luís Carlos da Silva: Janot ‘atira’ em Azeredo e acerta no tucanato em geral

Janot pede 22 anos de prisão para ex-presidente do PSDB por mensalão

Geraldo Elísio: “Forjando provas mediante intimidação”

Rogério Correia: “Inquérito contra jornalista é fantasioso, peça de ficção”

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

35 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Hudson Lacerda

14/02/2014 - 17h39

Conceição,

Há alguma notícia mais recente sobre a visita da comissão ao M.A.Carone?

O “jornal” O Tempo publicou hoje (13/02/14, p.2) uma “errata” dizendo que os deputados da C.D.H. fizeram, sim, visita a Carone na Penitenciária, “desinformando” o que publicaram ontem (p.2, “Comissão não entra em presídio). A “errata” se baseiaria em informação da Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS).

Afinal, os deputados conseguiram ou não visitar o jornalista?

Responder

    Hudson Lacerda

    14/02/2014 - 17h42

    P.S.: O Tempo é aquele “jornal” que não faz idéia das fases da lua. Não conseguiu acertar a “previsão” da fase da lua nenhuma vez neste ano.

    Conceição Lemes

    14/02/2014 - 19h22

    Hudson, eles entraram no presídio, viram o Carone, mas foram impedidos de cumprir o objetivo principal da visita oficial.A agenda da visita da CDH era gravar oficialmente o depoimento dele. abs

Mancini

14/02/2014 - 10h41

Azenha, Conceição,

Que a velha e podre mídia blinde todo esse descalabro é de se entender.

Agora, o que não entra na cabeça de ninguém é o silêncio da Agência Brasil, TV Brasil e muitos blogs.

E mais, o CNJ, o Conselho Superior do MP Federal – MP este que usa peças apontadas por Carone e Nilton Monteiro na acusação a Azeredo, a Secretaria Nacional de Direitos Humanos, o Ministério da Justiça, demais órgãos nacionais e internacionais.

O Carone virou o ‘gauche’ da história e o seu Novo Jornal, não obstante estar hospedado fora do país, não responde desde sábado(8/2)!

Disse outro dia que se essa velha mídia dedicasse apenas 1% do tempo que gastou na trágica morte do cinegrafista já estaria de bom tamanho. Hoje vejo que bastaria 0,1%.

Recebi um link de um vídeo, na verdade um áudio, postado ainda em dezembro de 2013. Tudo leva crer que se trata do Nilton Monteiro, também preso. Muito nervoso, em pouco de 30 minutos ele relata todas as barbaridades que sofreu e vem sofrendo; e principalmente, dá o nome de muita gente, muita gente mesmo, de Minas, de SP, do Brasil, envolvidos na corrupção do psdb-dem.

Ainda em janeiro publiquei um resumo do desenrolar desses acontecimentos em http://refazenda2010.blogspot.com.br . No corpo do artigo há um link para um pdf que corrobora para as considerações explanadas no áudio do Nilton Monteiro em https://www.youtube.com/watch?v=nmmh6afbVnY .

Creio ser importante ler a descrição do vídeo.

Responder

Zé Brasil

13/02/2014 - 22h19

Libertas quae sera tamem: um dístico nobre, digno de Tiradentes, nosso símbolo maior da Liberdade, sendo celeremente arrastado no atoleiro político fétido que a tucanada criou.
E aí, meus conterrãneos, cadê a reação de santa indignação que sempre marcou nossa terra, ela está morta? Onde estão as vozes para clamar pela verdadeira liberdade de expressão daquele que lhes é voz e agora nem visitado por uma Comissão parlamentar pode, pois são, pasmem, alegadas razões de segurança de estado?
A porra da ditadura voltou aí em Minas e ninguém me avisou? Vamos deixar a canequinha de café, a broa de milho e o pão de queijo de lado por uns momentos e cobrar de modo enérgico aos seus representantes por nós democraticamente eleitos para esta situação exdrúxula e antidemocrática termine já!
Não é nenhum pecado combater-se iniquidades, sô! Mãos à obra!

Responder

Urbano

13/02/2014 - 19h35

Eu já ouvi alguma coisa sobre o nome e sobrenome desse modus operandi na política… O pior é que nem há mais vôs para mandato de acomodação, após o barco adernar.

Responder

Zilda

13/02/2014 - 19h21

Onde estão a FEnaj, os sindicatos de jornalistas que estão denunciando perseguição aos jornalistas, mas sempre realçando o lado dos manifestantes que impedem equipes de TV de fazerem matérias.Não ouvi nada ainda sobre a perseguição a jornalistas, por políticos.

Responder

Fabiano

13/02/2014 - 17h24

O pior é que o povo em Minas ama o Aecin…

Responder

ricardo silveira

13/02/2014 - 14h02

O Barbosa não passa por cima dos direitos dos presos do PT? Nada mais é novidade. Falta Ministro da Justiça.

Responder

Marcos C. Carvalho

13/02/2014 - 13h49

Os petistas paulistas reclamam do PSDB de SP. Aqui em minas o PSDB é Deus, faz o que quer. Está na hora de uma reação ao arbítrio do PSDB mineiro. Chega de desmandos, roubos e até assassinatos.

Responder

Claudio-SJ

13/02/2014 - 12h51

Ninguém mais acredita na Justiça. Em outro tempo, um Habeas Corpus já teria resolvido essa situação.

Responder

    Denise

    13/02/2014 - 14h32

    Ainda resolve, depende do preso (Está de que lado?).

Carlos Lima

13/02/2014 - 10h43

Vejam só, temos que admitir, o GOVERNO FEDERAL é fraquíssimo, raquítico de autoridade para fazer cumprir a constituição, Tomou dinheiro e não negociou dívida do ATLÉTICO MINEIRO, más negociou com o VASCO e BOTAFOGO e a dívida da GLOBO com RECEITA FEDERAL como conta o blog Cafezinho foi negócio de máfia e a GLOBO continua a receber por propagandas do GOVERNO e ESTATAIS, Porque o tratamento da RECEITA COM A GLOBO É DIFERENTE PARA COM O ATLÉTICO MINEIRO? PORQUE A GLOBO TEM ESSE PRIVILÉGIO e o ATLÉTICO MINEIRO NÃO TEM? O ATLÉTICO DEU ATÉ O SHOPPING CENTER DE GARANTIA E A RECEITA NÃO QUIS, é esse o governo de turminhas que governa o BRASIL. Como continuar a alimentar nosso sonho de esquerda se estamos sendo transformados em lixo ideológico pelo PT o qual ajudamos a construir o sonho trabalhista e agora querem nos destruir. Não sei o que passa na cabeça desse pessoal o certo é que agem como leões para conosco que os defende ou defendia e como cordeirinhos para com quem quem lhes atacam e os tentam destrui-los. Isso eu chamo de traição e covardia.

Responder

Carlos Lima

13/02/2014 - 10h30

Se com deputados é assim, imaginem com o que o povo mineiro esta lidando. E a imprensa mineira caladinha defendendo com unhas e dentes a opressão e a mentira. Aqui em Minas esta tudo dominado, Justiça, MPE, Polícias, ouvidorias, corregedorias todas e qualquer instituições para proteção do povo esta dominada para alimentar um sonho pessoal de uma pessoal sem nenhuma qualidade. Eu sinto vergonha hoje de ser mineiro. Enquanto isso helicóptero, Pilotos e Combustível que alimenta o tráfico de drogas sumiu..com o pó ao vento.

Responder

Jorge Guilherme Caio

13/02/2014 - 09h37

Azenha,

Está aí uma excelente oportunidade para os jornalistas (que no momento parecem estar unidos em função da morte do cinegrafista) se unirem também, para investigarem a prisão deste jornalista.

Que tal os blogs progressistas puxarem a fila ?!?

Se depender da velha mídia…vixi, o cara vai mofar na cadeia !!!

Será que algum jornalista terá coragem para perguntar ao governador Anastasia a situação deste preso ?

Será que alguém questionará o Aécio o que ele acha desse caso ?

A solidariedade dos jornalistas é seletiva ?

Vários blogs repercutindo esse assunto traria mais visibilidade a ele !

As coisas no Aecioquistão estão cada dia pior !!!

https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1/s403x403/1390743_764676150212468_1608295911_n.png

https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/p480x480/1450955_669052323139155_417837228_n.jpg

https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/298562_580909771939861_1390202916_n.jpg

http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQq_bpsn62sBuPkFKhJY1zTWBxxWlerj6qCvR-6IPXcsJU6_kZA

Responder

sergioa

13/02/2014 - 09h33

Cade o procurador-geral da republica, o barbosão (ou neste caso podemos chamá-lo de barbosinha???) ???????

Cadê a indignação da midia, que ficou horrorizada com a morte insjustificada de um jornalista nos protestos dos black blocs, mas não se indigna contra uma arbitrariedade tucana???

Só por que ele denúnica as mazelas do PSDB????

Responder

Andrer

13/02/2014 - 09h03

Onde estão os “gritadores” de liberdade de imprensa agora? Onde estão os merdais da vida?

Responder

abolicionista

13/02/2014 - 00h35

Ué, mas então Minas não faz parte do Brasil? Intervenção federal já. Dilma está tão frágil assim? Ou também tem interesse em manter o jornalista calado?

Responder

Guara

13/02/2014 - 00h32

- “ordens superiores”…já ouvi isso muitas vezes. Quem são esses superiores?

Responder

Jacó do B

12/02/2014 - 23h11

Calma, gente! É somente uma ficção! Mas….e se o Governador fosse Petista dando “ordens superiores”? O Gilmar Mendes denunciaria o “Estado Policialesco”, o Pig e seu ursinho amestrado Álvaro Dias exigiriam uma CPI e a renúncia do Governador e, claro, da Dilma também. Isto não aconteceria, pois tucano jamais irá preso no Brasil…..

Responder

FrancoAtirador

12/02/2014 - 23h04

.
.
Será que o Carone ainda está vivo?

É necessário conclamar urgentemente

as autoridades federais a este caso.
.
.

Responder

JACÓ

12/02/2014 - 22h27

Crime contra a humanidade o Governo federal deve mandar apura e intervir neste estado que esta desmoralizado o POVO de MINAS GERAIS deve sair as ruas para expulsar o Pior Salario Do Brasil. Tenho dito…

Responder

Luís Carlos

12/02/2014 - 22h22

A Globo, Black Blocs, Anonymous e o PSOL já manifestaram apoio ao Carone?

Responder

José X.

12/02/2014 - 21h58

É a ditadura chegando, pelas mãos do judiciário, do mp, da globo e do psdb…

Nunca imaginei que chegaria a dizer isso, mas aécio é ainda mais perigoso que serra…

Responder

    Marcelo

    13/02/2014 - 07h27

    Eu sempre soube disso.

francisco

12/02/2014 - 21h20

ORDENS SUPERIORES UMA OVA,ISTO É DITADURA, CADÊ A LIBERDADE DA IMPRENSA. O POVO DE MINAS GERAIS TERRA DA LIBERDADE PRECISA EXCLUIR ESSSES DITADORES DO PODER.O BRASIL TODO TÁ ASSISTINDO ESSE ARBITRIO.

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    12/02/2014 - 21h30

    Minúsculas, meu caro Francisco, minúsculas! abs

    Jorge Vieira

    13/02/2014 - 11h50

    Azenha: até hoje, não consegui entender essa objeção às letras maiúsculas. Tudo bem que o comentarista quer chamar a atenção para o texto dele, e daí ? Qual o problema ?
    Será que a letra maiúscula ocupa mais memória do computador ?
    Ou a questão é estética ?
    Eu, pessoalmente, prefiro escrever com letra minúscula, A letra maiúscula requer mais esforço, é maior, mais pesada. Já para ler, prefiro a maiúscula, maior visibilidade, mais legível.
    Um abraço, JJ

    Luiz Carlos Azenha

    13/02/2014 - 11h54

    Atrapalha a leitura. Experimente um site APENAS COM LETRAS MAIÚSCULAS E VOCÊ VAI VER…

Paulo ETV

12/02/2014 - 21h16

Por favor ,alguma dúvida que é a nova modalidade de como se administra uma prisão política!

Precisa escancarar para todo mundo!

Responder

Marat

12/02/2014 - 21h05

Eles disseram: “ordens superiores”? Caramba… Estamos em 1968?

Responder

    wagner paulista de souza

    12/02/2014 - 23h49

    Em Minas, 1968 – O Ano que não terminou.

Mateus Campos

12/02/2014 - 20h35

JA IMAGINOU esta “turma do Aécio” no comando do Brasil???. E estas notícias podem ser veiculadas em site de outro Estado, se for aqui o bicho pega, faz vergonha de ser mineiro.

Responder

    Daniel

    13/02/2014 - 00h01

    Todos os “blogueiros sujos” iriam para a cadeia, incomunicáveis. Se o Serra fosse o ministro da Justiça, poderia fazer um convênio com o Grande Irmão do Norte e mandar todos para Guantânamo.

Luís Carlos

12/02/2014 - 20h28

Esta é a “democracia” tucana e dos aliados da grande mídia.

Responder

Deixe uma resposta