VIOMUNDO

O dia em que o professor Dallari perdeu sua coluna na Folha

22 de setembro de 2015 às 15h24

IMG_1908por Luiz Carlos Azenha

O professor Dalmo de Abreu Dallari foi o entrevistado de ontem no programa Contraponto, do Sindicato dos Bancários. Respondeu a perguntas de Eduardo Guimarães, Paulo Salvador, Kiko Nogueira, de internautas e deste blogueiro.

Impeachment? Não vai acontecer. Será barrado no STF, venha do Congresso ou do TSE, na opinião do jurista. A tendência teria ficado explícita no julgamento do financiamento privado de campanhas: a maioria da corte adere firmemente à Constituição. Para ser cassada, Dilma teria de ter cometido crime de responsabilidade durante o atual mandato. Além disso, frisou Dallari, não há um conjunto organizado de forças capaz de mobilizar a sociedade brasileira como em 1964, antes do golpe cívico-militar.

O professor escreveu um famoso artigo, publicado pela Folha em 2002, em que atacava a indicação de Gilmar Mendes para o STF, argumentando que o atual ministro atropelava a lei de acordo com suas conveniências políticas, enquanto advogado-geral da União no governo de Fernando Henrique Cardoso. Dallari disse que seus embates com Mendes começaram muito antes, quando Gilmar se colocava ao lado de latifundiários enquanto Dallari advogava em defesa de indígenas.

Sobre Gilmar, onipresente nas manchetes de jornais e emissoras de rádio e TV nos dias de hoje, Dallari recomenda: vamos deixá-lo falar sozinho, ele está em minoria, sua atuação política é inconsequente!

Dallari também contou um episódio saboroso sobre a coluna semanal que escrevia para a Folha de S. Paulo. Ele escrevia sobre temas genéricos, mas sempre em defesa dos direitos sociais. De repente, a coluna foi suspensa. Depois, ficou sabendo que tinha sido por intervenção direta do alemão naturalizado brasileiro Wolfgang Sauer, que presidiu a Volkswagen e a Anfavea, entidade representativa das montadoras. Sauer teria mandado um recado à direção da Folha: se Dallari continuar, a gente retira toda a publicidade. Dallari “caiu”.

Leia também:

PCO diz que possível cassação do partido no TSE é parte de ofensiva da direita

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

10 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Rossi

21/01/2016 - 13h36

Sobre a saída Dallari da FSP: aquela história de rabo preso com o leitor, era cascata. O alemão da Volks é que segurava o rabo.

Responder

Nelson

23/09/2015 - 21h04

Liberdade de expressão sob o sistema capitalista é isso. Simples assim.

Responder

Mark Twain

23/09/2015 - 08h01

Este artigo é incrívelmente didático por demonstrar diversas coisas: A excelêcia do Professor Dallari, que alemães e norte americanos são farinha do mesmo saco e que a nossa imprensa é tão isenta quanto o capeta, tudo na mesma tacada.

Parabéns mais uma vez ao Azenha e sua equipe por salvarem o jornalismo.

Responder

FrancoAtirador

22/09/2015 - 18h33

.
.
Íntegra da Entrevista com o Professor Iluminista e Iluminado Dalmo de Abreu Dallari:
.
(https://youtu.be/gjLJpl1BsaM)
.
(http://www.blogdacidadania.com.br/2015/09/deixa-o-gilmar-falando-sozinho-diz-professor-de-lewandoswki-e-rosa-weber)
.
.

Responder

FrancoAtirador

22/09/2015 - 17h12

.
.
Questões de Princípio do Caráter
.
Por ordem das Multinacionais de Veículos, o Frias afastou da Folha de S.Paulo
.
o Magnânimo Jurista Dalmo Dallari que continuou a Brilhante Carreira Jurídica
.
em Defesa dos Direitos Constitucionais [email protected] Cidadãos e Cidadãs [email protected]
.
.
Por ordem dos Latifundiários do Mato Grosso, Fernando Henrique (PSDB)
.
trouxe Gilmar Mendes para dentro do Governo e depois o colocou no STF
.
para prosseguir na Defesa dos Interesses dos Grandes Proprietários de Terras.
.
.

Responder

Lukas

22/09/2015 - 15h54

Nunca viu um jornalista de direita ser demitido de algum órgão de imprensa de esquerda.

Responder

Luiz Aldo

22/09/2015 - 15h38

Esta mesma montadora, a mesma que teve afinidades com Hitler (embora, neste jaez, não estivesse sozinha!), foi pega recentemente fraudando controles de emissões de poluentes nos Estados Unidos. Já perdeu um quinto do valor das ações em poucos dias, e por mim, vai derreter rumo à obscuridade!

Responder

    Paulo ETV

    23/09/2015 - 23h47

    nêste caso,não vem ao caso……

    me dê um autoritário moralista(redundância pouca….)e já teremos um fraudador prontinho num futuro próximo

Deixe uma resposta