VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Aeroporto de Montezuma: Era para beneficiar balneário abandonado

01 de agosto de 2014 às 12h38

Captura de Tela 2014-08-01 às 12.12.01

A pista, abandonada

Captura de Tela 2014-08-01 às 12.13.20

O balneário, abandonado

Foto publicada pela Folha Regional, que traz notícias de Taiobeiras, Salinas, São João do Paraíso, Rio Pardo de Minas e outras cidades da região Alto Rio Pardo

Governo de MG reformou pista de aeroporto em cidade com agropecuária do pai de Aécio

Obra em Montezuma foi realizada na gestão de tucano

POR CHICO DE GOIS

25/07/2014 6:00 / ATUALIZADO 31/07/2014 11:01

Em O Globo

BRASÍLIA — Quando o candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, era governador de Minas Gerais, o Executivo estadual autorizou a contratação de uma empresa para fazer obra de pavimentação, sinalização e conservação do aeroporto de Montezuma, norte do estado, onde o pai dele, o ex-deputado federal Aécio Cunha, fundou uma agropecuária. Cunha morreu em outubro de 2010; Aécio e as irmãs herdaram a empresa. A tomada de preços teve como vencedora a Construtora Pavisan Ltda., por R$ 268.460,65. O extrato do contrato foi publicado no Diário Oficial de Minas em 5 de abril de 2008, quando Aécio era governador.

No local, havia uma pista de cascalho, construída na gestão de Newton Cardoso (PMDB). Ele também tem negócios no município. As obras no aeroporto fazem parte do mesmo programa que permitiu a construção de uma pista num imóvel que foi desapropriado do tio-avô de Aécio, em Cláudio.

A assessoria de imprensa de Aécio remeteu ao governo de Minas a explicação sobre a reforma da pista e disse que o tucano não foi responsável pela construção do aeroporto. O governo de Minas informou que o aeroporto foi construído há 30 anos e, nos últimos 12, passou por melhorias. A última custou R$ 309 mil para “melhorias na pista de pouso existente”. O governo sustenta ainda que Montezuma “está situada em uma das regiões mais pobres do estado e tem como principal eixo estratégico para o seu desenvolvimento a atividade turística a ser desenvolvida a partir do balneário de água quente” (grifo do Viomundo).

*****

Captura de Tela 2014-08-01 às 12.12.50

Da Folha Regional

Captura de Tela 2014-08-01 às 12.14.01

Captura de Tela 2014-08-01 às 12.29.22

Ilustração acima da Rede Brasil Atual

PS do Viomundo: Com quem as construtoras Pavisan e JRN contribuiram nas campanhas eleitorais mais recentes? Uma vez que o dinheiro foi oriundo, nos dois casos — aeroporto e balneário — do governo de Minas Gerais, não houve coordenação do investimento para o aeroporto eventualmente beneficiar o balnerário? Quantos aviões pousaram em Montezuma trazendo turistas? Que tipo de avião poderia pousar em Montezuma trazendo turistas? Jatinhos? Qual é a linha aérea regional que faria a ligação até Montezuma na expectativa de levar apenas turistas para uma cidade de 8 mil habitantes? Isso lá é “choque de gestão”?

Leia também:

Sem acesso a vôos, moradores de Cláudio benzem automóveis

 

42 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Urbano

04/08/2014 - 14h32

O balneário estava mais pra tapeação do que qualquer outra coisa. Aliás, para aquelas bandas do bando, difícil é se diferenciar um ângulo de 180º de outro de 359º. E o ar pesado, então… quando se aspira é danado para se ficar tonto e lerdo.

Responder

Henrique from Curitiba-PR

03/08/2014 - 18h52

Por falar em aeroporto, qual o interesse da Camargo Correia construir um aeroporto no meio do mato? A única razão é que este aeroporto está ao lado da Fazenda Córrego da Ponte que, por coincidência, pertence à família FHC. Ah! Intindi! Esse aeroporto pode ser visto no Google Earth: 15º 14′ 19 Sul e 46º 42′ 49 Oeste. Ou, se quiserem, a 53 Km (linha reta) a noroeste de Buritis, MG. Podem dar uma olhada no Google Earth! Tem um elefante branco no meio do mato e depois me digam qual é a da Camargo Correia.

Responder

Messias Franca de Macedo

02/08/2014 - 23h36

Aécio, Globo e Barbosa são farsantes

Farsante é a pessoa sem seriedade, que pratica embuste, atos ridículos; coisa burlesca.

(…)
Vamos a seguir sugerir alguns links para cada um deles.

Joaquim Barbosa: Barbosa foge, ele sabe ocultar!

Aécio Neves: Amigo de Aécio é bandido

Rede Globo: Os crimes padrão Globo

(…)

FONTE: http://www.megacidadania.com.br/aecio-globo-e-barbosa-sao-farsantes/

Responder

vicente arruda

02/08/2014 - 21h26

O principal nisso tudo é que a ANAC desconhece por completo esse aeroporto. Tudo ali, portanto, é irregular, tanto pousos quanto decolagens, colocando em risco outros voos, pois certamente quem se utilizou desse aeroporto não tinha nenhum plano de voo, o que é um absurdo.

Responder

Messias Franca de Macedo

02/08/2014 - 18h37

INCRÍVEL ! AECIOPORTO
BALANÇA, BALANÇA E NÃO CAI !

Tire o áudio e preste atenção à oscilação.

(…)

FONTE: http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/08/02/incrivel-aecioporto-balanca-balanca-e-nao-cai/#comment-1571361

https://www.youtube.com/watch?v=lHuo0zYCano#t=65

Responder

Messias Franca de Macedo

02/08/2014 - 18h29

ENQUETE:

o que o Aécio ‘Never’ faria num suposto choque de ‘jestão’ presidencial:

a) construiria a praia mineira, nos arredores da cidade de Cláudio (MG);
b) criaria o município de Andréa Neves – a 10 Km de Belo Horizonte;
c) criaria o (CIEET) Centro Internacional Espacial dos ETS – cidade de Varginha (MG);
d) implantaria o trem bala interligando as cidades de Brasília e Belo Horizonte ao bairro do Leblon no Rio de janeiro;
e) concederia a outorga de ‘jornalista honoris causa’ ao Merval Pereira das organizações(!) Globo e ao Reinaldo Azevedo da ‘veja';
f) todas as alternativas anteriores

Responder

    ana13

    02/08/2014 - 22h31

    Todas as alternativas anteriores , kkkkkkk

    Messias Franca de Macedo

    02/08/2014 - 23h14

    Ana,

    um abraço!

    Ah, eu concordo com você: alternativa letra ‘f’ na enquete! Pausa para rir!

    Respeitosas saudações,

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    República de ‘Nois’ Bananas

    Miranda

    04/08/2014 - 15h01

    Ficou faltando essa
    g) Abrir uma passagem de Minas para o oceano…Pacífico

pimenta

02/08/2014 - 18h01

AÇÃO BILIONÁRIA ENVOLVE AÉCIO E ANASTASIA NA EXPLORAÇÃO DE NIÓBIO EM ARAXÁ
http://sergiorochareporter.com.br/acao-bilionaria-envolve-aecio-e-anastasia-na-exploracao-de-niobio-em-araxa/

NIÓBIO ENTREGUE

O Nióbio, riqueza que poderia significar a redenção da economia mineira e nacional, foi entregue, através de operação bilionária e ilegal, a empresa estatal japonesa, Japan Oil, Gas and Metals National Corporation, em parceria com um fundo de investimento coreano que representa os interesses da China. Este é o final de um ruidoso conflito instalado no centro do Poder de Minas Gerais que vem sendo, nos últimos dois anos, de maneira omissa e silenciosa, testemunhado pelo governador Antônio Anastásia.
AÉCIO E A CODEMIG

Desde 2002 o então governador e atual senador Aécio Neves entregou a condução das principais decisões e atividades econômicas do Estado de Minas a Oswaldo Borges da Costa, que assumiu a função estratégica de presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (CODEMIG). Criou um governo paralelo, onde as principais decisões sobre obras e investimentos das estatais CEMIG, COPASA, DER/MG, DEOP e das autarquias de MG ficaram a cargo de “Oswaldinho”.
PALÁCIO DA LIBERDADE E OS MILIONÁRIOS

Para sede da CODEMIG, caminharam nos últimos 10 anos investidores internacionais que tinham interesse no Estado. O Palácio da Liberdade transformou-se apenas em cartão postal e símbolo de marketing publicitário de milionárias campanhas veiculadas na mídia. Por trás deste cenário artificial operou um esquema de corrupção, que contou com a cumplicidade até mesmo da Procuradoria Geral de Justiça, que impedia a atuação do Ministério Público Estadual.
DISPUTA ENTRE FAMÍLIA NEVES FORTUNA DUVIDOSA

Foi necessária esta longa introdução, uma vez que à imprensa mineira jamais foi permitido tocar neste assunto para que se entenda o que agora, uma década depois, está ocorrendo.
Após a morte do banqueiro Gilberto Faria, casado em segunda núpcias com Inês Maria, mãe de Aécio, iniciou uma disputa entre a família Faria e a mãe de Aécio, sob a divisão do patrimônio deixado. Oswaldo Borges da Costa, casado com uma das herdeiras de Gilberto Faria, passou a comandar inclusive judicialmente esta disputa.
Diante deste quadro beligerante, as relações entre Aécio Neves e Oswaldo Borges da Costa acabaram, o que seria natural, pois Aécio fatalmente ficaria solidário com sua mãe. Mais entre Aécio Neves e Oswaldo Borges da Costa é público que existia muito mais, desta forma deu-se início a divisão do que avaliam ser uma fortuna incalculável.
ORIGEM DA FORTUNA…

No meio desta divisão estaria “a renda” conseguida e a conseguir através da diferença entre a venda subfaturada e o valor real no exterior do Nióbio. Peça chave neste esquema, a CBMM pertencente ao Grupo Moreira Salles, que sem qualquer licitação ou custo renovou o contrato de arrendamento para exploração da mina de Nióbio de Araxá pertencente ao Governo de Minas Gerais por mais 30 anos.
INVESTIDORES NÃO IDENTIFICÁVEIS?

Meses depois venderia parte de seu capital a um fundo Coreano, que representa investidores, não identificáveis.
Para se ter idéia do que significou, em matéria de ganho, a renovação para Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), que tem com atividade exclusiva a exploração da mina de Nióbio de Araxá – sem a mina cessa sua atividade – depois da renovação a empresa vendeu 15% de suas ações por R$ 2 bilhões, ou seja, levando em conta apenas o valor de suas ações a empresa valeria hoje R$ 28 bilhões, R$ 4 bilhões a menos que o Estado de Minas Gerais arrecada através de todos os impostos e taxas em um ano. Mas esta operação já havia causado desconfiança principalmente nas forças nacionalistas que acompanhavam de perto a movimentação.

images1CBMM, GRUPO MOREIRA SALES, MOLYCORP, ROCKFELLER“A CBMM tem o capital dividido entre o “Grupo Moreira Sales” e a “Molybdenium Corporation – Molycorp”, subsidiária da “Union Oil”, por seu turno, empresa do grupo “Occidental Petroleum – Oxxi”, muito embora seja fácil deduzir a prevalência do grupo alienígena, pelo histórico do banqueiro Walther Moreira Sales, tradicional “homem de palha” de capitalistas estrangeiros, inclusive de Nelson Aldridge Rockefeller, que tanto se intrometeu na política do Brasil”, afirmou à reportagem do Novojornal o Contra-Almirante Reformado Roberto Gama e Silva.Molycorp-280×140

Acrescentando: “Circula por aí versão segundo a qual só as jazidas de nióbio dos “Seis Lagos” valem em torno de 1 trilhão de dólares. Necessário esclarecer que por sua localização e facilidade de exploração a jazida de Araxá vale muito mais que a “Seis Lagos”.
CADE – MINISTÉRIO DA JUSTIÇA OMISSO, FAVORECE AS CLASSES INTERNACIONAIS

Evidente que o Ministério Público mineiro já está investigando esta renovação do arrendamento celebrado pela CODEMIG, porém, ela nada significa perto do crime praticado contra a soberania nacional que foi a venda de parte das ações da CBMM, dando poder de veto a uma empresa estatal japonesa. Foi uma operação cheia de irregularidades com a questionável participação de órgãos que deveriam fiscalizar este tipo de operação como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), subordinado ao Ministério da Justiça.
A operação foi aprovada em prazo recorde e com base em um parecer de folha única, que desrespeitou toda legislação existente no País. A menor das irregularidades cometidas foi conceder “Confidencialidade” aos termos da operação aprovada. Foi desrespeitada a determinação legal para que não ocorra a cassação da autorização da sociedade estrangeira funcionar no País; esta deverá tornar público todos os seus dados econômicos, societários e administrativos, inclusive de suas sucursais (art. 1.140, CC).
SOCIEDADES ESTRANGEIRAS FUNCIONANDO NO TERRITÓRIO BRASILEIRO CONTRÁRIAS A ORDEM PÚBLICA DO BRASIL

E mais, conforme constante do artigo 1.134 do Código Civil, se faz necessária para que a sociedade estrangeira possa funcionar no território brasileiro prévio exame da legitimidade de sua constituição no exterior e a verificação de que suas atividades não sejam contrárias a ordem pública no Brasil.
O Poder Executivo poderá, ou não, conceder a autorização para uma sociedade estrangeira funcionar no Brasil, estabelecendo condições que considerar convenientes à defesa dos interesses nacionais (art. 1.135, CC). Segundo a assessoria de imprensa do CADE, na tramitação da analise foi-se observado o regimento, evidente que um regimento não pode se sobrepor a lei.
PORQUE O CADE NÃO ANALISOU Á CRITÉRIO?

Nada disto foi observado e agora, a exemplo da briga instaurada entre as famílias Faria e Neves, o divorcio entre Aécio Neves e Oswaldo Borges da Costa fatalmente se transformará num dos maiores escândalos da historia recente do País e poderá levar Minas Gerais a perder a propriedade sobre a jazida de Nióbio.
Principalmente as Forças Armadas veem promovendo gestões para federalizar, a exemplo da Petrobras, a exploração de Nióbio.
RELATÓRIOS COMPROVAM ESQUEMA CRIMINOSO DE SUBFATURAMENTO DO NIÓBIO

Relatórios confidenciais da Abim e da área de inteligência do Exército demonstram como operou o esquema criminoso de subfaturamento montado pela CODEMIG/ CBMM, através da Cia de Pirocloro de Araxá. A assessoria de imprensa da CBMM, da CODEMIG e do senador Aécio Neves foram procuradas e não quiseram comentar o assunto.
O assunto “Nióbio” é amplo, não tendo como esgotá-lo em apenas uma matéria, desta formaNovojornal publicará uma série de reportagens ouvindo as diversas áreas envolvidas no tema.
Nota da Redação (atualizado às 15:26 de 21/12/2012)
O valor da venda de 15% da CBMM, ao contrário dos R$ 2 bilhões de reais, constante na matéria, foi de US$ 2 bilhões de dólares. Desta forma, 100% das ações da CBMM equivalem a US$ 28 bilhões de dólares, levando em conta que a arrecadação total anual do Estado de Minas Gerais é de R$ 32 bilhões de reais, o valor das ações da CBMM representa quase o dobro do arrecadado.
(US$ 28 bilhões de dólares x R$ 2 reais = R$ 56 bilhões de reais).

Documento que fundamenta esta matéria
Aprovação pelo CADE da venda de 15% das ações da CBMM para empresa estatal japonesa e o fundo de investimento coreano. Em seu ítem 3.2, confessa que os adquirentes passam a influir na CBMM, omitindo o poder de veto.

Responder

    Viviane

    04/08/2014 - 08h42

    O falecido Enéas Carneiro era um político de extrema-direita (eu jamais votaria nele), mas duas verdades ele falou e ninguém levou a sério: exploração do nióbio por empresas brasileiras e construção da “bomba atômica” para defendermos nossas riquezas. Hoje dá remorso ter debochado dele…

Urbano

02/08/2014 - 15h42

Nem foi escola, mas um senhor mercado…

Responder

Fabiano

02/08/2014 - 13h37

Porque a Record não faz uma reportagem sobre o caso?

Responder

C.Paoliello

02/08/2014 - 12h54

DILMA: “FIZEMOS AEROPORTOS E NÃO FICAMOS COM AS CHAVES”

http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/

Responder

niveo campos e souza

02/08/2014 - 08h30

Minas? Onde o Maranhão fez escola. Ou é o contrário???

Responder

Marat

02/08/2014 - 01h12

Este choque de gestão tucano esta mais para choque na ética. Pena que não tenhamos imprensa livre…

Responder

Marat

02/08/2014 - 01h08

Este caso me faz pensar… tenho muitas perguntas. Eis algumas:
1) Como que a imprensa de MG nunca noticiou nada sobre isso?
2) Será que Aécio descumpriu algum acordo com a Folha, e agora veio uma (de várias) ameaça?
3) A quem interessa esta notícia? Creio que a fonte não seja do PT, que tem um relacionamento de inimigo com a Folha

Responder

    Narr

    02/08/2014 - 10h19

    Especula-se que a fonte seja o Serra, vingando-se por ter sido preterido. Serra tem força no PIG de SP. Repare que a Globo, sediada no RJ, quase não toca no assunto. Em MG então…

Luís Carlos

01/08/2014 - 22h26

Aécio e PSDB: falcatruas escondidas pela mídia amiga. Tudo em silêncio no clã dos Neves. Dissimulação pouca é bobagem.

Responder

FrancoAtirador

01/08/2014 - 22h03

.
.

AÉCIO NEVES/ AÉCIO NEVES DA CUNHA (PSDB)

Foi governador de Minas Gerais e deputado federal.
É senador.

VICE: ALOYSIO NUNES (PSDB)

COLIGAÇÃO: “MUDA BRASIL”
[PSDB / PMN / SD / DEM / PEN / PTN / PTB / PTC / PT do B]

ESTIMATIVA DE GASTOS: R$ 290.000.000,00

BENS: R$ 2.503.521,81

UM APARTAMENTO NA AV. EPITACIO PESSOA 100/01
MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO ADQUIRIDO EM 1995
R$ 109.550,00

UM APARTAMENTO NA RUA SAMUEL PEREIRA 237/1101
MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE ADQUIRIDO EM 1996
R$ 222.000,00

UM LOTE NUMERO 2 QUADRA 08 BAIRRO CABECEIRAS
MUNICÍPIO DE NOVA LIMA ADQUIRIDO EM 1990
R$ 6.939,73

DOIS LOTES NÚMEROS 10 E 10A CONDOMÍNIO OURO VELHO
MUNICÍPIO DE NOVA LIMA ADQUIRIDO EM 1991
R$ 9.715,62

50% IMÓVEL RURAL MUNICÍPIO DE CLAUDIO
CONFORME REGISTRO R.06-11.678 LIVRO 2 CART. REG. IMÓVEIS
R$ 87.000,00

VEÍCULO LAND ROVER FREELANDER ANO 2012/2012
R$ 166.500,00

JÓIAS DE FAMÍLIA QUE PERTENCERAM
AO MEU PAI AÉCIO FERREIRA DA CUNHA
FALECIDO EM 03 DE OUTUBRO DE 2010
R$ 20.000,00

OBJETO DE ARTE ADQUIRIDO EM LEILÃO BENEFICENTE
R$ 13.650,00

AÇÕES JUNTO A EMPRESA DIÁRIOS ASSOCIADOS S/A
QUE PERTENCERAM A MEU AVÔ TANCREDO DE ALMEIDA NEVES
R$ 0,09

AÇÕES TELEBRÁS S/A – AVALIAÇÃO DE TODOS OS BENS
DE ACORDO COM A LEI FISCAL, MANTIDOS OS VALORES ORIGINÁRIOS
CONF. ART. 96, LEI 8383, ART. 22, LEI 8981, ARTS. 17 E 30,
LEI 9249 E ARTS. 125 E 128 REG. IR
R$ 217,26

19.791 COTAS PERFIL AGROPECUÁRIA E FLORESTAL LTDA
SENDO 15.833 HERDADAS DE MEU PAI AÉCIO FERREIRA DA CUNHA
FALECIDO EM 03 DE OUTUBRO DE 2010
R$ 666.660,00

9.000 COTAS PERFIL RIO PARTICIPAÇÕES LTDA
R$ 9.000,00

9.819 COTAS DE CAPITAL JUNTO NC PARTICIPAÇÕES E ADM. LTDA
R$ 9.819,00

88.000 COTAS RÁDIO ARCO IRIS LTDA
R$ 700.000,00

14.153 COTAS DE CAPITAL JUNTO A IM PARTICIPAÇÕES E ADM LTDA
R$ 95.179,12

APLICAÇÃO BB EM 03/07/2014
R$ 80.199,71

SALDO APLICAÇÃO NO BCO ITAU EM 03/07/2014
R$ 66.263,48

EMPRÉSTIMO A NC PARTICIPAÇÕES LTDA
R$ 8.544,12

SALDO BB
R$ 11.645,16

SALDO EM CONTA CORRENTE EM 03/07/2014 NO ITAU
R$ 39.285,41

SALDO EM CONTA CORRENTE EM 03/07/2014 BB
R$ 29.901,10

OUROCAP
R$ 2.651,53

BRASILPREV
R$ 148.800,48

Total declarado: R$ 2.503.521,81

(http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/veja-quem-sao-os-candidatos-a-presidente-e-as-listas-de-bens-de-cada-um)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    02/08/2014 - 02h22

    .
    .
    sábado, 2 de agosto de 2014
    Os Amigos do Presidente LULA

    “Fizemos aeroportos e ninguém ficou com as chaves”, diz Dilma

    Por Zé Augusto

    Em Montes Claros, norte de Minas Gerais, a presidenta Dilma participou de encontro com Prefeitos e lideranças da região
    e de um comício popular ao lado de Lula, de Fernando Pimentel (candidato a governador pelo PT) e Josué Alencar (candidato ao senado pelo PMDB).

    A presidenta deu uma alfinetada no tucano Aécio Neves.
    Ela disse:
    “Disseram que não ia ter aeroporto (na Copa).
    Nós aumentamos a capacidade dos aeroportos
    em 67 milhões (de passageiros)
    e ninguém ficou com a chave desses aeroportos”.

    Dilma citou a frase ao fazer uma comparação das críticas à Copa
    com as críticas que hoje fazem ao país.

    – Queria ganhar dentro e fora dos estádios.
    Infelizmente não conseguimos ganhar dentro do estádio,
    mas ganhamos na condução, na realização e no planejamento.
    Estou falando da Copa por um motivo.
    Disseminaram mentiras por aí.
    Disseram, por exemplo, que a Copa seria um fracasso
    porque os estádios só ficariam prontos em 2038.
    Depois disseram que iria haver racionamento de energia.
    Depois disseram que não ia ter aeroporto.
    Nós aumentamos a capacidade dos aeroportos em 67 milhões
    e ninguém ficou com a chave desses aeroportos – disse.

    Na vez do presidente Lula, ele falou:

    – Nós temos até o dia cinco de outubro uma só tarefa. É dizer claramente o que foi feito neste país e desafiar nossos adversários o que eles fizeram. Essa eleição é quase um jogo da verdade. A gente vai ter que dizer o que queremos – afirmou.

    Fernando Pimentel também explorou a construção do aeroporto:

    – Em 12 anos de governo, me mostra, me diga uma grande obra do governo de Minas que tenha resolvido o problema. Digam uma, não precisa de duas. O aeroporto não vale – alfinetou, enquanto os presentes aplaudiam.

    O pior para Aécio é que jornais populares
    como o Extra no Rio de Janeiro,
    mesmo sendo das Organizações Globo,
    não estão censurando estas notícias.
    Estão publicando.

    Mas na TV o Jornal Nacional continua blindando Aécio.
    Na quinta-feira só mostrou a defesa de Aécio,
    mesmo assim desastrosa para o tucano.

    [Com informações de Extra e O Povo]

    (http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br)
    (http://migre.me/kL9Wn)
    .
    .
    Leia também:

    “AÉCIO, O QUE VOCÊ FEZ POR MG?”

    Por Alisson Matos, editor do Conversa Afiada

    (http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/08/01/lula-aecio-o-que-voce-fez-por-mg)
    .
    .

Nikola

01/08/2014 - 17h12

Saiu no Globo,mas não saiu na Internet (G1). O mesmo para as reportagens da Folha, que não saem no UOL, nem do Estado, que não saem no Yahoo. Assim, é como se nada tivesse ocorrido, pois só os Blogs de oposição divulgam. Os seguidores de Aécio nem ao menos ouviram falar das falcatruas dele. LOGO, ele não será afetado politicamente. E os jornais, passarão a imagem de isentos!!!!!!

Alguém tem alguma sugestão?

Responder

    assalariado.

    01/08/2014 - 21h01

    Nikola, como diz a letra da musica de Milton Nascimento. “todo artista tem que ir onde o povo está.” Essa tarefa é para os partidos de esquerda que, por hora e desde sempre, estão dormindo em berço esplendido.

    Saudações Socialistas.

    Luís Carlos

    01/08/2014 - 22h18

    Sim, é dos partidos de esquerda, que não são apenas compostos por pessoas que estão em governos, mas inúmeros militantes que não estão em governos também integram esses partidos.
    Além destes, também é obrigação da imprensa “livre”, dos sindicatos, dos movimentos, da sociedade civil, do MP, de qualquer cidadão que se sinta constrangido ou prejudicado de alguma forma, e não fique apenas reclamando mas,de fato, se mobilize com isso e faça denúncia junto a órgão competente para apuração e medidas cabíveis.
    Os partidos políticos e políticos eleitos não são piores nem melhores que seus filiados nem que seus eleitores.

augusto2

01/08/2014 - 17h05

Mais sobre o aviao da malaysian:
digitar “revelations+of+German pilot +shocking+analysis+MH17
Hmm hmnmn ligar os pontinhos, pensar

Responder

Leo V

01/08/2014 - 16h05

[fora de tópico]

NOTA DA FIP EM REPÚDIO AO ARTIGO PUBLICADO EM “O GLOBO”

https://www.facebook.com/FIPRJ/photos/a.335611176573134.1073741828.334699183331000/495117227289194/?type=1&theater

A Frente Independente Popular (FIP-RJ) vem a público repudiar impetuosamente a acusação caluniosa publicada pelo jornal “O Globo” no dia 23/07 em sua matéria “Após reunião, Frente Independente Popular decide partir para o ataque para se defender da polícia”. Importante deixar claro que este artigo citado está sendo usado como justificativa para pedido de revisão dos habeas corpus que garantem a liberdade dos 23 ativistas indiciados na famigerada “caça as bruxas” que foi a “operação Firewall” da Polícia Civil.

Antes de tudo ressaltamos que a FIP se pauta sobre três princípios básicos: classismo, combatividade e o combate ao oportunismo. Desta forma, não colaboramos nem estabelecemos qualquer tipo de concessão ao jornal “O Globo” e seus congêneres, que não têm nenhuma autorização prévia para registrar e/ou divulgar qualquer informação de qualquer plenária e/ou reunião.

As plenárias da Frente Independente Popular são e sempre foram eventos públicos, e têm como prática básica a identificação pública de todos os presentes. Assim, se esses “jornalistas” (ou seriam investigadores?) realmente “acompanharam” nossa plenária, não se identificaram ao adentrar um espaço que, apesar de público, tem metodologias próprias de funcionamento. Dessa forma, o comportamento desses “jornalistas” revela, na verdade, os interesses escusos à que se propõem, agindo como verdadeiros policiais espiões a serviço do Estado fascista. Além disso, esses “senhores” incorreram em falta de respeito a todas(os) as(os) presentes nessa plenária pública e rasgam seus “princípios editoriais” de “respeito e a transparência na relação dos jornalistas com suas fontes” (Seção II, item C).

Esta “matéria” de “O Globo” ainda divulga mais uma informação caluniosa, fruto do devaneio advindo da mente degenerada de “jornalistas” desesperados por matérias alarmistas, afirmando que: “Integrantes (sic) pretendem se infiltrar nesses atos (comícios eleitorais), causando tumulto e quebra-quebra”. Com relação a esta acusação deixamos claro que a FIP-RJ combate o oportunismo eleitoreiro através da propaganda, de panfletagens, da mobilização popular em atos públicos e da discussão franca e aberta com o povo. Ao contrário do que fazem os mandantes desse Estado de Exceção e seus braços armados (que usam seus exércitos para atacar o povo no exercício do seu direito mais fundamental e democrático de reivindicação e que promove chacinas no campo e nas favelas de todo o país), a FIP-RJ se coloca ao lado do povo para exigir o fim de todas as injustiças e barbáries cometidas todos os dias contra os trabalhadores brasileiros. Sabemos, com base na história, que nos gabinetes dos parlamentares sempre foram orquestrados os mais odiosos esquemas para reprimir as exigências do povo nas ruas.

Acusam-nos de procurar “atrair o apoio de sindicatos”. Afirmamos que, com base no classismo, nunca deixamos e jamais nos furtaremos a prestar todo apoio e solidariedade aos trabalhadores, sejam estes sindicalizados ou não, em todas as lutas reivindicativas das categorias. Aliás, é mais do que compromisso dos sindicatos apoiar, seja da forma que for, as lutas populares.

Este referido jornal, honrando suas piores tradições de conluio com a repressão política desde os tempos do regime militar fascista, deixa ainda implícita nesta matéria a acusação de que os movimentos sociais são financiados, como se a luta popular se pautasse pelos mesmos princípios destes que nos acusam, ou seja, a ganância e o lucro a qualquer custo. Eles não compreendem que o povo se organiza e se une contra as injustiças por laços muito maiores do que podem imaginar: laços de solidariedade de classe, fraternidade e companheirismo.

Um dos termos mais utilizados nesta “matéria” de “O Globo” foi o termo ”infiltrado”, que na verdade se aplica muito bem a esta imprensa terrorista que age como espiã serviçal do fascismo, se infiltrando (entrando sem permissão) em reuniões de organizações populares, agindo como os “P2” (policiais infiltrados), já comprovadamente (e sem o menor pudor) presentes em diversas reuniões de sindicatos e assembléias populares. Esta imprensa terrorista se apropria de fatos para distorcer a realidade em nome da promoção do terror mais amplo e escrachado contra todo o povo que se levanta em luta por dignidade e melhores condições de vida, que são seus por direito.

A manipulação dos fatos nesta “matéria” chegou a tal ponto de absurdo em que se apropriou, de forma leviana e distorcida, da fala de uma participante e a publicou como se fosse uma decisão da plenária, o que não tem nenhuma relação com a verdade, uma vez que esta fala não corresponde a nenhuma das deliberações tomadas pela assembléia.

Não satisfeitos, vão mais longe, e tratam como se a Frente Independente Popular possuísse “líderes”, para mais uma vez fazer coro com o discurso da “justiça” neste processo fantasioso e criminalizar novas(os) companheiras(os) e ativistas. Eles só conseguem compreender sua própria forma de organização, e, como agem sob as ordens dos gerentes do capital financeiro internacional, esses sim, seus chefes supremos, acreditam que os movimentos sociais também se organizam sob esta lógica.

Por fim, denunciamos que este mesmo monopólio da imprensa, encabeçado pelas organizações Globo, promove neste momento uma declarada cruzada de criminalização contra as organizações populares em luta pelos direitos do povo com objetivo claro de intimidação e perseguição política. Em resposta, nós da FIP-RJ reiteramos que continuaremos defendendo intransigentemente nas ruas e em todos os lugares o amplo direito democrático de livre manifestação e organização do povo em luta por seus direitos.

Responder

claudio

01/08/2014 - 15h33

esse é o jeito de administrar dos tucanodutos!! choque de gestofraldes!!

Responder

Ronan

01/08/2014 - 15h22

As recentes denúnicias revelam em Aécio o Brasil oligárquico em detrimento do Brasil legal. Lembremos a extinta lei 100: o sujeito editou a lei inconstitucional (efetivando 100 mil pessoas sem concurso público; ganhou aniquilando o movimento sindical), a segurou enquanto pode no Estado onde é protegido como um semideus e ela só caiu porque foi parar no STF, ou seja, fora de Minas. Agora o caso aeroneves: em pleno século XXI, o sujeito pensa que fará aeroportos nas próprias terras com recursos públicos e que, mesmo estando na vitrine nacional como candidato, ninguém se incomodará. Aécio, que foi empurrado à política de forma pecaminosa, precisa de análise ou os tempos estão mudando no país que não quer permitir mais mauricinhos, gente mimada que não aprendeu o sentido coletivo da política, em seus quadros dirigentes.

Responder

Francisco

01/08/2014 - 15h09

Ao não ter feito a faxina da ARENA e de suas mazelas, fomos forçados a conviver com essa latrina.

A Alemanha se livrou disso ao fazer os Julgamentos de Nurenberg.

PS. A Comissão de Verdade se resume a ser um sarau de chôrôrô. Se não tomar terras, bens e dinheiro roubado de sacripantas beneficiados pela roubalheira do “ancient regime”, a mim não me diz nada.

Responder

Rejane

01/08/2014 - 14h27

O “Grande” Prefeito de Montezuma é de qual partido??? É claro que que é PSDB e está envolvido com grandes falcatruas compra de votos, peculato, apropriação indébita, corrupção passiva e improbidade administrativa.

Responder

    Luís Carlos

    01/08/2014 - 22h21

    O aeroporto de Montezuma seria só a ponta do novelo?

José X.

01/08/2014 - 13h49

Apesar de todo o auê por causa dos aecioportos, desconfio que a maioria da população continua não sabendo de nada. Nos sites de “notícias” na internet, com exceção dos blogs independentes, o assunto é ignorado ou tratado com bastante discrição.

Responder

    Maria Apafrecida Jube

    01/08/2014 - 16h03

    É o medo que domina a população, lá todos conhecem com quem estão lidando, só me pergunto por que não usam do benefício do voto secreto e despeja essa cambada do poder. Voto serve para quê?

joão

01/08/2014 - 13h38

Xoqui de jeitão.

Responder

Julio Silveira

01/08/2014 - 13h30

Engraçado foi ver o cara dura do Aécio atribuir a culpa a ANAC e a midia corporativa ainda fazer essa ponte sem qualquer questionamento. Essa turma tucana e seus asseclassão um escandalo de desfaçatez.

Responder

Sandra Lúcia

01/08/2014 - 13h21

Azenha, tentei abrir pelo facebook e o site no qual estava navegando normalmente, deu pau. Anteontem, aconteceu a mesma coisa quando tentei abrir o “samba do avião” (paródia da música do Jobim referente ao aeroporto). Nos outros sites estou navegando normalmente. Não é interessante isso?

Responder

AUGUSTO CARVALHO

01/08/2014 - 13h19

Os eleitores já devem estar eletrocutados de tanto choque que estão tomando.

Responder

Gilson Raslan

01/08/2014 - 13h13

NOTA DE ESCLARECIMENTO.
A fazenda dos irmãos Neves (Aécio e Andreia), localizada em Montezuma, Norte de Minas, é fruta de herança do pai, ex-deputado federal pela ARENA, Aécio da Cunha.
Dita fazenda era terra devoluta do Estado de Minas, que foi adquirida por Aécio da Cunha por USUCAPIÃO.
A MARACUTAIA: a Constituição Federal veda o usucapião de terras públicas, mas o STF (sempre ele) se fez de morto e deu ganho de causa ao político pai do tucano Aécio Neves.

Responder

    Vitor

    01/08/2014 - 20h11

    Os ministros que deram ganho de causa o pai do Aécio, não foram por acaso os eminentes Gilmar Mendes e Marco Aurélio de Mello ?

Alexandre Tambelli

01/08/2014 - 13h08

Um dado importante é que o Prefeito Grande era do PSDB na época da decisão de reforma do balneário, e que ele foi cassado em 2013, por compra de votos na sua campanha de reeleição. Hoje a Prefeitura é do PP.

http://g1.globo.com/mg/grande-minas/noticia/2013/03/prefeito-e-vice-de-montezuma-tem-mandatos-cassados-pela-justica.html

http://g1.globo.com/mg/grande-minas/noticia/2013/06/tre-mantem-cassacao-de-prefeito-e-vice-de-montezuma-norte-de-mg.html

E tem esta notícia de 2008, que acredito interessante:

Leiam esta notícia de 2008 sobre o Aeroporto de Montezuma:

Jornal O Tempo – sessão de Economia.

População de Montezuma prefere investir no balneário

PUBLICADO EM 15/03/08 – 17h16

Montezuma, a 680 km de Belo Horizonte, com apenas 6.626 habitantes, tem um campo de pouso de terra na mira do Programa Aeroportuário (Proaero), mas a população quer outra coisa. A cidade do Norte de Minas tem cinco termas de águas quentes naturais distribuídas em piscinas. “A gente queria a manutenção do balneário em vez do aeroporto porque aumentaria o turismo”, defende o montezumense Jacques Willian Araújo dos Santos.

Cercado de arame farpado, o aeroporto fica a 3 km do centro da cidade. “Em época de eleição ele é usado por políticos com bimotores ou monomotores”, conta. Os moradores querem saber é de turistas, mas falta infra-estrutura. “A gente queria o asfalto até Mato Verde, que só chegou agora.”

Mas os turistas podem mesmo estar chegando. Segundo o gerente do Proaero, Júlio César Diniz, um “grande empresário” quer implantar um resort do porte dos de Caldas Novas. “Os turistas podem descer em Montes Claros (aeroporto mais próximo, a 300 km) e pegar uma linha sub-regional”, planeja. (HL)

http://www.otempo.com.br/capa/economia/popula%C3%A7%C3%A3o-de-montezuma-prefere-investir-no-balne%C3%A1rio-1.617721

Se seguir outras postagens do mesmo O TEMPO (na página da notícia acima aprecem 4 notícias relacionadas – totalizando 5) já se mostra a preocupação com a utilidade dos aeródromos em determinadas cidades. Como nesta daqui:

Da cerca de arame farpado ao aeroporto

http://www.otempo.com.br/capa/economia/da-cerca-de-arame-farpado-ao-
aeroporto-1.269402

Uma dica para reportagem: o Aeroporto de Goianá:

Encalhado, Goianá consome recursos

http://www.otempo.com.br/capa/economia/encalhado-goian%C3%A1-consome-recursos-1.617722

Responder

Deixe uma resposta