VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

CUT repudia má-fé da Folha de S. Paulo: “Não negociamos retirada de direitos dos trabalhadores!”

07 de dezembro de 2017 às 11h10

CUT repudia má-fé da Folha de S. Paulo

Central não negocia retirada de direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras, muito menos com um governo golpista, ilegítimo e corrupto

da CUT Nacional

A CUT repudia a má-fé da Folha de S. Paulo que distorce e manipula informações com o claro objetivo de enfraquecer a luta do movimento sindical contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras.

Uma nota do Painel da Folha insinua que o governo irá liberar recursos em troca de apoio a nova proposta de reforma da Previdência que praticamente acaba com a aposentadoria.

Em minutos a nota virou manchete do UOL, como se fosse uma verdade incontestável.

É mais uma mentira da Folha de S. Paulo!

O governo não está liberando nada. Esse dinheiro pertence a CUT e demais centrais e foi bloqueado indevidamente pela Caixa Econômica Federal.

Temer não faz mais do que a obrigação ao liberar um dinheiro que pertence à classe trabalhadora e vai ser usado na luta contra os ataques aos direitos sociais e trabalhistas patrocinado por esse governo usurpador e corrupto, como afirmou o ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot.

A Folha de S. Paulo repete o que já se tornou tradição no jornal, manipula as informações para induzir o leitor a acreditar que a CUT e demais centrais estão negociando recursos em troca de apoio ao desmonte da Previdência.

A CUT, a maior e mais combativa central sindical do país, reafirma que não negocia direitos dos trabalhadores.

A CUT reafirma também que não negocia nada com o governo ilegítimo e golpista de Temer.

A CUT denuncia a manipulação e a má-fé deste jornal golpista que tem interesse em defender o fim das aposentadorias.

Um aviso a Folha e ao governo: se botar para votar, o Brasil vai parar!

Vagner Freitas

Presidente Nacional da CUT

Leia também:

João Bosco repudia o uso de sua música para batizar meganhagem

 

3 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eugênio Viola

07/12/2017 - 23h46

Resultado parcial da enquete feita pelo Jornal do Brasil online
Enquete
A reforma da Previdência trará benefícios para a população?

21.8 % – Sim
78.2 % – Não
Abraços

Responder

CUTtucaSeuCuPT

07/12/2017 - 16h11

Já não basta a CUT se achar a melhor e achar que representa o povo trabalhador , está querendo mais dinheiro que é do povo e não seus , se for olhar , qualquer manifestacão de esquerda nunca se resulta em nada , então, essa não passa e nem outras que vier , o brasileiro está de olhos abertos , não esqueça disso.

Responder

cunha e silva

07/12/2017 - 15h13

Essa turma viciada em contribuição sindical l não quer largar o osso .Tem gente sendo diretor há mais de 20 anos , recebendo altos salários . O primeiro sintoma de negociação deles junto ao governo foi sentar com Rodrigo Maia e suspender a greve geral marcada para o dia 05/12/2017 . Não tem santinho nessa não , cada um arranja um jeitinho de tirar o seu quinhão . Eles bem sabem sem a contribuição sindical estarão fadados ao encolhimento ou mesmo até o desaparecimento . É a lei da sobrevivência. Modernizar e se renovar não vem ao caso.

Responder

Deixe uma resposta