VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

CPI do Lula: As dez mentiras que a direita disseminou sobre o BNDES nas redes sociais e a mídia faz de conta que não vê

24 de outubro de 2015 às 14h54

IMG_2323Lula na Feira da Reforma Agrária, no Parque da Água Branca, em São Paulo

por Luiz Carlos Azenha

Vamos considerar que tudo tenha sido uma imensa coincidência: a Polícia Federal desvenda um megaesquema de corrupção na Petrobras, a maior empresa brasileira.

Ao esquema é atribuído o financiamento da coalizão governista: PT, PMDB e PP.

Vítima, a Petrobras, que controla o pré-sal, sai fortemente enfraquecida do escândalo. Vende parte de bens estratégicos: Gaspetro, BR Distribuidora, Transpetro.

Foca no petróleo.

Assume, por decisão do próprio governo Dilma — conforme denunciou aqui o Sindipetro — a estratégia que interessa aos grandes consumidores globais de petróleo, Estados Unidos e China: o Brasil como grande exportador de óleo cru.

Os tucanos — inclusive os que habitam o governo Dilma — querem fazer ainda mais: tirar da Petrobras a participação mínima de 30% nos campos do pré-sal, o que impulsiona o conteúdo nacional; abandonar o sistema de partilha e retomar o de concessões, pelo qual a empresa concessionária paga um fixo à União e fica com todo o petróleo extraído.

Só no Brasil: “concessão” — que em tese implica riscos para o capitalista que tira dinheiro do bolso — de um petróleo já descoberto!

A quem interessa acelerar a exploração do pré-sal? Aos grandes consumidores, para derrubar o preço do barril; aos acionistas internacionais que — graças a Fernando Henrique Cardoso — controlam metade do capital da Petrobras, que querem lucro rápido às custas do patrimônio finito dos brasileiros.

É o mesmo modelo já aplicado ao manganês da Serra do Navio, à energia elétrica gerada por Tucuruí e ao minério de ferro de Carajás, que deixaram um rastro de destruição ambiental para os locais e enormes lucros para os estrangeiros.

Como nos disse Lúcio Flávio Pinto a respeito de Carajás, controlada pela Vale: “Ritmo de exploração do minério é crime de Lesa Pátria”. Vale, aliás, privatizada a preço de banana pelo mesmo FHC, que também produziu a Lei Kandir, que isenta de ICMS a exportação de produtos primários.

Enfraquecida a Petrobras, o Estado brasileiro perde força não apenas para evitar a pilhagem ora em curso, mas para impor suas próprias políticas públicas.

Coincidência: simultaneamente à Petrobras é atacado o BNDES, o grande financiador dos capitalistas nacionais. Atacado, por exemplo, com uma CPI que deveria se chamar a “CPI do Lula”, já que o objetivo é enquadrar o ex-presidente como lobista no molde dos assassinatos de reputação em série da revista Época, das Organizações Globo.

É um ataque em três frentes: na CPI, que gera notícias diárias; na mídia, que cria “escândalos”; nas redes sociais, onde a direita espalha dezenas de mentiras sobre o BNDES.

Se não fosse apenas uma “coincidência”, a gente diria tratar-se de algum plano urdido pela direita neoliberal, associada ao capital financeiro internacional, para eliminar qualquer traço da tênue soberania brasileira que sobrevive na Petrobras e no BNDES, varrendo do mapa mesmo o “reformismo fraco” em curso, através de um ataque que enfraquece os principais instrumentos de intervenção do Estado na economia. A quem interessa o resultado final?

Focamos aqui em dez mentiras:

1. O BNDES ajudou Cuba às custas do trabalhador brasileiro, fazendo o porto de Mariel lá fora enquanto nossa infraestrutura está em pandarecos:

O BNDES é um banco que financia empresas exportadoras desde muito antes de Lula assumir o Planalto, assim como existem bancos similares em todos os países que disputam o mercado internacional de bens e serviços. Da carteira total de empréstimos do banco, os feitos a Cuba representam algo como 0,001%. A crítica à esquerda é de que o BNDES chegou a emprestar a Cuba com um spread de 7%, uma taxa escorchante padrão-Bradesco. Ao emprestar a empresas brasileiras que fizeram negócios em Cuba, o banco gerou empregos no Brasil e marcou um golaço a 150 km da Flórida. Compare os valores de incentivo à exportação na tabela abaixo:

Captura de Tela 2015-10-24 às 13.38.08

2. O BNDES é um ralo porque escorre dinheiro do contribuinte brasileiro, principalmente do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador):

A taxa de inadimplência nos empréstimos do BNDES para comércio exterior é 0%. O dinheiro destinado pelo banco aos exportadores brasileiros e importadores estrangeiros é uma pequena fração dos investimentos totais do banco, que majoritariamente se destinam a projetos de infraestrutura no Brasil. O seguro de crédito à exportação rendeu U$ 1 bi ao Tesouro brasileiro entre 2003 e 2015, enquanto pagou prêmios de U$ 23 milhões. O lucro do BNDES no primeiro semestre deste ano foi de R$ 3,5 bilhões.

3. Lula mandou investir em Cuba, Venezuela e Angola com o objetivo de tirar proveito pessoal:

Os três mercados são altamente disputados por exportadores externos. Em Angola, o Brasil compete com China, Coreia do Sul e Estados Unidos. Na Venezuela, com China e Espanha. Em Cuba, com Canadá e Espanha. As decisões de aprovação de empréstimos do banco são tomadas por pelo menos 50 pessoas. A esmagadora maioria dos funcionários do banco é de carreira, concursados. Não houve um só caso em que a diretoria do BNDES tenha atropelado os pareceres das equipes de análise.

4. O BNDES é uma caixa preta:

Relativamente a outros bancos que têm o mesmo papel em outros países, o BNDES se considera o mais transparente, sob controle externo do TCU, da CGU e do Bacen. Dados de TODAS as operações do BNDES podem ser encontrados aqui. A crítica à esquerda é de que transparência neste nível compromete a atuação do BNDES, fornecendo dados que deveriam ser sigilosos não só aos competidores externos, mas aos bancos privados que trabalham para minar a atuação do banco público.

5. O BNDES se arrebentou junto com Eike Batista:

A perda do BNDES com os negócios de Eike Batista foi de R$ 0,00. A taxa de inadimplência do BNDES é inferior à média do sistema financeiro nacional.

6. O BNDES beneficiou as empreiteiras envolvidas na Lava Jato a pedido do Lula:

O mercado mundial de exportação de serviços bateu em 2013 em U$ 544 bilhões. É uma enormidade. Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Correa e OAS de fato fizeram obras no exterior financiadas pelo BNDES. Imaginar que a Andrade Gutierrez foi beneficiada pelo PT é gozação (veja o que os executivos dela falaram sobre Dilma na véspera da eleição mais recente). O fato é que, como provam os dados abaixo, há intensa competição internacional nos serviços de engenharia, que são mais concentrados ainda fora do Brasil em um pequeno número de empresas.

Captura de Tela 2015-10-24 às 14.10.59 Captura de Tela 2015-10-24 às 14.11.07

7. Lula escolheu empresários amigos para beneficiar através do BNDES, favorecendo os grandes exportadores:

74% de todo o dinheiro emprestado pelo BNDES foi para pequenas e médias empresas, beneficiando ao todo 3.749 exportadores.

Captura de Tela 2015-10-24 às 14.15.06

8. Lula usou o BNDES para financiar a Friboi, empresa que pertence ao filho dele, Lulinha.

O verdadeiro dono da Friboi, Wesley Batista, diz que só conhece Lulinha por “fotos na internet”. O BNDES, sim, é dono de 12% da Friboi através do BNDESPAR.

9. O BNDES perdeu dinheiro na Copa, principalmente ao financiar o estádio privado do Corinthians a pedido do Lula.

O banco fixou em R$ 400 milhões o teto dos empréstimos dados para as obras dos estádios da Copa. Até agora não houve atraso no pagamento de uma parcela sequer, seja do Itaquerão, seja da Arena da Amazônia em Manaus. Ou seja, a perda foi de R$ 0,00.

10. O BNDES privilegia países “comunistas” aliados do PT em suas exportações.

O principal destino dos bens da exportação financiada pelo banco são os Estados Unidos. Mas sempre é bom checar direitinho, pois o ocupante da Casa Branca tem o suspeito sobrenome “Hussein” e dizem que nem nasceu nos Estados Unidos. Vai que o governo do PT anda financiando o terrorismo islâmico através do Barack Obama…

Captura de Tela 2015-10-24 às 14.28.16

[O Viomundo só consegue fazer matérias como esta graças à contribuição de nossos assinantes. Obrigado!]

 Leia também: 

Assessores do DEM e PSDB organizam ato contra Dilma e Lula em Natal; “apartidários”, uma ova! 

 

21 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

C.Paoliello

27/10/2015 - 19h24

Consumo é um dos principais motores do crescimento de 6,9% da economia chinesa no 3º trimestre, afirmam autoridades econômicas da China:

http://cctv.cntv.cn/2015/10/27/VIDE1445917801089500.shtml

Responder

Urbano

26/10/2015 - 15h16

No que os fascistas da oposição ao Brasil são mais exímios, depois da usurpação, é na mentira…
Pessoal, nunca se esqueça de que diferentemente da oposição fascista ao Brasil, há uma oposição responsável e honesta que se contrapõe ao Governo do PT e não ao Brasil.

Responder

Cláudio

26/10/2015 - 04h13

:

: * * * * 04:13 * * * * Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando:

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

* * * * * * * * * * * * *

* * * *

Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !

* * * *

* * * * * * * * * * * * *

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Julio Silveira

25/10/2015 - 20h48

O Brasil no transcorrer dos tempos foi construindo uma casta de pessoas, hoje definida por elite nacional, tão aferrada a manutenção de sua sobrevivência econômica, seguindo firmemente o principio de legar a sua descendência a manutenção das melhores possibilidade de sucesso. Passam, para isso, por cima dos princípios básicos mais elementares para o fortalecimento de uma sociedade nacional, soberana e patriótica, com o fortalecimento de sua cultura nefasta. São capazes de vender seus conterrâneos. Logico que para eles, a facilidade de sua conversão em cidadãos do mundo ajuda como uma pílula magica que anestesia suas consciências, para facilitar o legado a seus concidadãos a vida em condições desfavoráveis. Mas garantir uma hipotética e temporal vantagem econômica, sob a ilusão de que estarão com isso garantindo a sobrevivência abastada para seus descendentes, para eles, vale tudo isso. Vale todas as traições, toda a hipocrisia, toda a pantomima enganadora de que estão imbuídos do objetivo comum por serem nacionais. Mas existe uma grande diferença entres esses nacionais e os brasileiros. Muitos cidadãos brasileiros ainda não se deram conta disso por conta do trabalho desenvolvido para camuflar as diferenças de interesses. Mas brasileiro, autentico, jamais irá comprometer o futuro de gerações do país só para garantir os interesses individuais.

Responder

Alisson Souza

25/10/2015 - 15h36

O Império Romano do PT ruirá. Não há mal que nunca se acabe.

Responder

    Bonobo de Oliveira, Severino

    26/10/2015 - 04h01

    O que sustenta a força política em torno do movimento progressista é um conjunto de idéias consistente num projeto de um país soberano, economicamente forte e independente, reduzindo as vergonhosas desigualdades sociais com inclusão para todos e direitos iguais de compartilhar as riquezas do país. Ideias não podem ser destruídas nem com todo esse conjunto de forças reacionárias e entreguistas, fortemente apoiado pelo cartel midiático nas mãos de meia dúzia de empresários corruptos que se associaram com agentes corrompidos no judiciário, MP, PF e outros órgãos de controle que passaram a fazer de seus cargos públicos, instrumentos de luta partidária. Com tudo isso, “…no pasarán!”

FrancoAtirador

25/10/2015 - 09h49

.
.
1) O Limite Temporal fixado às Investigações de Corrupção nas Estatais Federais,
.
arbitrariamente ditado pelo MP do Paraná, retrocedendo-as só a partir de 2003
.
e blindando o Período Anterior, do Governo Federal sob Administração do PSDB,
.
foi um Indício Evidente de que a OLJ foi Redirecionada por Motivação Ideológica
.
com o Objetivo de atacar a Economia do BraSil, impondo o Ônus ao Trabalhismo,
.
ao punir a Vítima do Crime – a Petrobras – e não os Criminosos que a assaltaram,
.
desestruturando toda a Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás, de Conteúdo Nacional,
.
desde a Extração da Matéria-Prima até a Distribuição do Produto Final Refinado.
.
.
2) A Concentração do Poder Judicial em um Único Juiz de 1º Grau, com Convicções Jurídicas
.
e Atos Contrários às Normas Processuais regidas pela Constituição Federal, em Vigência,
.
utilizando-se de Prisões Preventivas como Instrumento de Coação para Futuras ‘Delações’,
.
bem como ao Sigilo de Documentos e Depoimentos nos Inquéritos sob Segredo de Justiça,
.
dando-os a Conhecimento de Empresas de Mídia antes mesmo da Ciência aos Investigados,
.
infringindo Dispositivos Constitucionais que dão Garantia ao Amplo Direito de Defesa,
.
foi o Maior Atentado ao Estado Democrático de Direito, desde os Atos Institucionais
Decretados pelos Ditadores Militares depois do Golpe de 1964, principalmente o AI-5.
.
.

Responder

Julio Silveira

25/10/2015 - 09h23

Se engana quem vê esses grupos nacionais de mídia corporativa e de imediato pensa que são brasileiros. Não são.
Ou pelo menos não estão realmente voltados aos nossos interesses. Por que para estar voltado a nossos interesses esse grupos obrigatoriamente teriam que desenvolver uma linha completamente independente da visão externa, mas não, são completamente dotados de uma visão buscada nos princípios americanos, em programas e até tecnicamente. Agora então a indecência pegou geral, a gente engole uma programação completamente anglicista e com a cultura que boa parte de nossa cidadania possui, com pouca capacidade de simancol, passa a associar que vivemos sob as mesmas leis yankes, ou londrinas. Que somos uma grande irmandade, o que não é verdade.
O Brasil desenvolveu no decorrer do tempo o pior tipo de capachismo, esse que rebaixa, pelos preconceitos e preguiça, inerentes as elites do país, a cultura verdadeiramente para o bem do Brasil, a cultura do nacional.

Responder

Mauricio Gomes

25/10/2015 - 08h17

A mídia está criando psicopatas como essa mulher desequilibrada e fascista que foi fazer um protesto na Livraria Cultura (que aliás merece ser boicotada por permitir isso) completamente histérica, agressiva e descontrolada. Foi flagrada usando um soco inglês e agrediu com um soco um jovem que nada fez à maluca. Essas pessoas tem que ser PRESAS, não podemos chamar de “protesto democrático” uma turba fascista onde uma desequilibrada vai à uma livraria usando um soco inglês. A propósito, o nome dessa BESTA FASCISTA é Celene Carvalho, como mostra trecho da reportagem do DCM abaixo:

“Um amigo do Facebook, Alexandre, me enviou a conta ali da mulher que estrelou o vídeo da agressão a Suplicy na Livraria Cultura.
Seu nome é Celene Carvalho, 50 anos.
Ela já ganhara notoriedade ao perturbar o casamento do médico Roberto Kalil, ao qual Dilma e Lula compareceram.
Na linha do tempo de Celena você encontra diversas menções ao site O Antagonista, dos jornalistas Diogo Mainardi e Mário Sabino.
Não surpreende.”

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/os-sites-e-os-blogueiros-que-fazem-a-cabeca-da-mulher-que-agrediu-suplicy-por-paulo-nogueira/

Responder

Messias Franca de Macedo

24/10/2015 - 22h34

*Rubens Casara convida para o lançamento do livro “Como conversar com um fascista: reflexões sobre o cotidiano autoritário brasileiro”, de autoria de **Marcia Tiburi, Editora Saraiva, 2015.
[Ah, o prefácio é do sempre excelente Jean Wyllys]

*Doutor em Direito, Mestre em Ciências Penais, Juiz de Direito do TJ/RJ, Coordenador de Processo Penal da EMERJ
**artista plástica, professora de Filosofia e escritora.

(…)
Ao propor que a experiência dialógica alcance também os fascistas, aqueles que se recusam a perceber e aceitar o outro em sua totalidade, Marcia Tiburi exerce a arte de resistir. Dialogar com um fascista, e sobre o fascismo, forçar uma relação com um sujeito incapaz de suportar a diferença inerente ao diálogo, é um ato de resistência. Confrontar o fascista, desvelar sua ignorância, fornecer informação/conhecimento, levar esse interlocutor à contradição, desconstruindo suas certezas, forçando-o a admitir que seu conhecimento é limitado, fazem parte do empreendimento ético-político da autora, que faz neste livro uma aposta na potência do diálogo e na difusão do conhecimento como antídoto à tradição autoritária que condiciona o pensamento e a ação em terra brasilis. O leitor, ao final, perceberá que não só o objetivo foi alcançado como também que a autora nos brindou com um texto delicioso, original, profundo sem ser pretensioso. Mais do que recomendada a leitura.

Aproveito para convidar a todos/todas para os lançamentos já confirmados:

05/11 – Rio de Janeiro. Local: Travessa do Leblon.

10/11 – São Paulo. Local: Espaço Revista Cult.

23/11- Belo Horizonte. Local: Sempre um Papo.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://justificando.com/2015/10/24/conversar-com-um-fascista-um-desafio-/

Responder

Francisco

24/10/2015 - 22h09

Não consigo ter pena do PT (hoje o PT, infelizmente, está digno de pena).

O que a esquerda e as (parcas) forças democráticas e liberais empreendedores do Brasil precisavam para continuar no Poder, revolucionando a estrutura produtiva e politica do país?

Precisava de uma revolução violenta nos monopólios de mídia.

Tinha que socializar (entregar para a sociedade, inclusive privada) esse capital reunido pela ARENA.

Para que partidos de idéias (de esquerda ou liberais autênticos) tivessem vez, sem ter milhões.

Para que o empresário nacional tivesse vez na mídia.

Empresário de turismo, de audiovisual, de livros, de produtos, patentes. Depois viria o resto.

O PT optou em gastar energia e dinheiro em “zilhares de quilômetros, por exemplo, de ferrovias. Ok…

O que essas ferrovias farão pela democracia brasileira?

Nada.

Não dá para ter pena de quem é profissional da politica e não lê Maquiavel…

Responder

CaRLos

24/10/2015 - 19h00

Parlamentares petistas, aí está um belo discurso no Congresso. Será que não haverá um parlamentar e um senador para se valer deste artigo?

Responder

Marcelo r ramos

24/10/2015 - 18h43

Será que todos brasileiros se lembram de onde vem o partido DEM? Todos deveriam se lembrar que esse ex PFL estavam mais sujo do que pau de galinheiro teve de trocar de sigla para enganar o povo brasileiro que não se lembram de nada apanha e continuam sofrendo por falta de atenção. Colocam o agripino para correr que tudo melhora.

Responder

Sidnei Brito

24/10/2015 - 17h20

Escrevi sobre a grande “coincidência” da Lava Jato. Se alguém quiser ler, está aqui: http://sidnei-quasetudo.blogspot.com.br/2015/07/e-pedra-no-lago-estupido.html

Obrigado!

Responder

ana s.

24/10/2015 - 17h02

Ai, como eu gostaria que Azenha e Rodrigo Vianna escrevessem mais em seus blogs. Eles são ótimos. [Talvez não fossem tão ótimos se escrevessem todo dia, né?]

Responder

Samuel Dourado

24/10/2015 - 16h08

Azenha,

O seu relatório é de uma objetividade e credibilidade ímpares.

Você coloca os pingos nos”ïs” da desinformação produzida em resmas pelo PIG.

Este seria um modelo de análise INTERMITENTE para os servidores ao redor da Dilma.

Seu relatório supre com grande competência, as deficiências reinantes na assessoria presidencial.

Por isto, considero justo que o gov. invista mais na mídia alternativa, feito o VIOMUNDO, a do GGN, a do Conversaafiada, tijolaço, etc…

Parabéns pela demonstração objetiva de dados acachapantes contra a boçalidade golpista.

Responder

Mauricio Gomes

24/10/2015 - 15h48

De todas as mentiras e sandices, de longe a mais patética é essa gritaria da manada fascista contra o “Comunismo” num país governado por uma coalizão de partidos (alguns de direita, infelizmente) e onde imbecis como eles saem às ruas para dizerem que vivemos numa ditadura comunista, enquanto espancam alguns professores, estudantes e pessoas que ousarem vestir vermelho no momento. Tem que ser ou muito burro ou muito mal intencionado para falar em Comunismo em 2015, ainda mais nessas bandas….

Responder

FrancoAtirador

24/10/2015 - 15h38

.
.
Já que estamos em Tempo de Guerra Declarada,
.
poderíamos aplicar, contra os Traidores da Pátria,
.
a Pena Prevista no Art. 5º, Inc. 47, da Constituição.
.
17 janeiro 2015
BBC Brasil
.
O inciso 47 do artigo quinto da Constituição,
diz que “não haverá penas de morte,
salvo em caso de guerra declarada”.
.
Os crimes que podem levar a essa punição
estão descritos no Código Penal Militar, de 1969.
.
Ele prevê ainda que a pena deve ser executada por fuzilamento,
.
Brasileiros são passíveis de Pena de Morte, em Tempos de Guerra, se cometerem Crimes
como Traição (pegar em Armas contra o Brasil, auxiliar o Inimigo),
Covardia (causar a Debandada da Tropa por Temor, fugir na Presença do Inimigo),
rebelarem-se ou incitar a Desobediência contra a Hierarquia Militar,
desertar ou abandonar o Posto na Frente do Inimigo, praticar Genocídio
e praticar Crime de Roubo ou de Extorsão em Zona de Operações…
.
(Reportagem: Mariana Schreiber, de Brasília)
.
.

Responder

FrancoAtirador

24/10/2015 - 15h25

.
.
Finalmente alguém sintetizou, esquematicamente,
.
o Golpe do Capital Transnacional contra o BraSil.
.
Congratulações ao BraSileiro Luiz Carlos Azenha.
.
.

Responder

Deixe uma resposta