VIOMUNDO

Antônio David: Metrô paulista libera catraca ou fecha portões “por viés ideológico”

06 de fevereiro de 2016 às 10h01

catraca aberta e fechada do metrô

 por Conceição Lemes

Antônio David é pós-dourando em Filosofia na USP, leitor do Viomundo e frequentemente nos brinda com suas análises políticas argutas, diferenciadas mesmo, e muito claras. Antônio age e pensa “fora da caixa.

Nesta sexta-feira, 5 de fevereiro de 2015, ele resolveu  questionar a Companhia do Metropolitano de São Paulo com esta singela pergunta: Por que o metrô de São Paulo fecha as portas após manifestações  pela redução de tarifas e libera as catracas em manifestações pró-impeachment?

Todos se lembram de que o metrô liberou a catraca para os manifestantes pró-impeachment em 2015. Pelo menos duas vezes.

E todos viram também que, por diversas vezes, a mesma Companhia fechou os portões das estações ao cabo dos protestos pela redução da tarifa. Inclusive na última manifestação, ocorrida no final de janeiro.

Como a política de uso da perfil da Companhia no Facebook faz menção as “perguntas e solicitações de usuários”, Antônio resolveu perguntar por que liberar a catraca em um caso e fechar os portões em outro.

Postou cinco vezes, sem que tenha havido qualquer resposta. Fez a pergunta e postou imagens das duas manifestações: catraca liberada e portões fechados.

Na quinta vez, a Companhia do Metrô surpreendentemente apagou os posts de Antônio e o bloqueou.

“Considerei autoritária e arbitrária essa decisão, pois minha pergunta não se enquadra em nenhum dos itens que justifique a atitude da Companhia”, conta-nos Antônio.

metro davi 3

Ele então criou uma nova conta e fez a mesma pergunta pela sexta vez.

Finalmente, a Companhia resolveu se manifestar.

metrô -- David 1

“Para a Companhia, a decisão  de liberar a catraca, em um caso, e fechar os portões, em outro, não é curiosamente ‘tema referente ao Metrô e sua operação’”, observa Antônio. “O Metrô reconhece o viés ideológico.”

No início da tarde dessa sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016, o Viomundo questionou a assessoria de imprensa do Metrô, fazendo a mesma pergunta de Antônio David.

Mandamos a demanda por e-mail.

Em seguida, ligamos para assessoria de imprensa, querendo saber se a nossa mensagem havia chegado.

Estranhamente, a colega que atendeu não localizou nada. Ela ficou de verificar melhor e ligar em seguida.

Como quase três horas se passaram e não houve retorno, ligamos novamente para a imprensa do metrô. Desta vez, fomos atendidos por um funcionário, que, ao ser questionado por esta repórter, se identificou como Carlos Alberto.

Repetimos a demanda e perguntamos pela resposta e travamos,então, este diálogo, a partir do que ele disse:

– Não tem resposta.

– O Metrô não vai responder?

– Para vocês não tem resposta.

– Qual o teu cargo?

– Analista de imprensa.

– Você então é Carlos Aberto, analista de imprensa?

– Sim.

Em seguida,  desligou o telefone.

Leia também:

Ex-delegado diz que Polícia Federal está em guerra contra o PT

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
21 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

leandro oliveira

09/02/2016 - 10h45

O PIG é cúmplice da política tucana, que roubam não só a merenda, a educação, o futuro do país …
Mensalão, trensalão, privataria, merendaria … não vem ao caso como sempre … Ah, por acaso o dito sujo é procurador… é tucano … e é ladrão também … e também vai ficar isento de punição…

Responder

italo

08/02/2016 - 12h47

Desde que a Imprensa alinhada não denuncie é possível promover perseguições à adversários políticos com ferramentas de Estado. Assim fez a ditadura militar, assim faz a imprensa familiar que sucedeu os militares.

Responder

Dan

07/02/2016 - 23h20

Quando da manifestação coxinha do 16 de março do ano passado, a polícia militar também calculou, contrariamente a sua praxe, um número de manifestantes equivalente ao cálculo dos organizadores: um milhão. A Folha contabilizou 250 mil. Em São Paulo, o PSDB aparelhou tudo, o metrô, a PM, a MP, a TV Cultura etc. etc. etc.

Responder

José Carlos Vieira Filho

07/02/2016 - 18h29

Pergunta: – Quem é o dono de fato, efetivo, do Metrô de São Paulo?
– Respondido?

Responder

Marcio Ramos

07/02/2016 - 15h48

É o aparelhamento do Metrô.

Nos estados, empresas públicas têm ligação direta com o mundo político e pouca transparência
http://apublica.org/2016/01/nos-estados-empresas-publicas-tem-ligacao-direta-com-o-mundo-politico-e-pouca-transparencia/

Responder

Marat

07/02/2016 - 12h38

A verdade é que o sistema político do PSDB aqui em SP, o neocoronelismo, coloca funcionários do partido em todo o Estado. O aparelhamento é algo assustador, comparável às SS e Gestapo.
O mais trágico em tudo isso é que se o partido dos neocoronéis ganhar as eleições para presidente, teremos uma ditadura de fato, completamente apoiada pela sórdida, porca (PIG) e prostituta (em todos os sentidos!!!) impren$$$a e também totalmente apoiada por um judiciário maçônico, deturpado, plutocrático e tendencioso;
Muitos desses jornali$$$ pagos pelo Tio Sam adoram falar dos horrores da ditadura stalinista, contudo, a ditadura tucana será muito pior, pois ela conta com o apoio incondi$$$ional da impen$$$a e do judi$$$iário maçônico!

Responder

Maria Dolores de Fatima Silva

07/02/2016 - 12h34

E o Aebrio tem coragem de acusar o governo do Pt de aparelhar o Estado quando de fato é eles q o fazem desde os séculos amém.

Responder

carlos

07/02/2016 - 11h20

Isso é que se pode chamar de tramoia dos bandidos e gatunos de SP, liderados pelo governador de que está envolvido até pescoço com a máfia da merenda escolar ele e a fámilia vide cunhados e a mulher dele.

Responder

Luís CPPrudente

07/02/2016 - 11h14

É puro cinismo da direção tucana do Metrô. Eles não são democráticos, tal qual o fascista governador Picolé de Chuchu não o é.

Picolé de Chuchu é cínico, dissimulado, farsante, fascista, mentiroso. E protegido (blindado) pelas organizações mafiosas do PIG.

Responder

Fabio SP

07/02/2016 - 10h28

Por que o metrô de São Paulo fecha as portas após manifestações pela redução de tarifas e libera as catracas em manifestações pró-impeachment?

Porque em uma delas nada é destruído? Todos vão e voltam pacificamente? É um problema de educação…

Responder

Luis Campinas

07/02/2016 - 09h23

Agora como usuário ou por exemplo o sindicato dos empregados domésticos poderia instar o MP sobre, que tal?

Responder

Mauricio Gomes

06/02/2016 - 22h58

Não tem problema, o Geraldo “rouba merenda” Alckmin disse que isso não existe, assim como as chacinas, o racionamento e o fechamento de escolas. O importante mesmo é investigar quantos pedalinhos foram encontrados no sítio que o Lula frequenta e quantos pães Dona Marisa teria comprado na padaria próxima ao sítio. E o PIG diz amém Geraldo….

Responder

Jair Fonseca

06/02/2016 - 22h17

Demora, mas é possível desmascarar os tucanos (ou seus apoiadores), como nesse caso.
Para eles, ideologia sempre é a dos outros.

Responder

Ninguém

06/02/2016 - 19h58

Pois é… “Para vocês não tem resposta.” Esse é o exemplo de diálogo democrático do governo do Tucanistão.

Responder

    FrancoAtirador

    07/02/2016 - 01h42

    .
    .
    O PSDB só tem Democracia no Nome.
    .
    .

Márcio Gaspar

06/02/2016 - 19h48

Aquele discurso que o PSDB fazia, dizendo que o PT aparelhava o Estado para fins políticos de poder era mais para ludibriar o povo. Na verdade quem aparelhou e aparelha os órgãos públicos é o PSDB. O PT no seu republicanismo inocente dançou. Quando a direita via PSDB voltar ao poder o que restou de republicanismo do PT será varrido do Estado. Como eu sou pessimista, eu só enxergo desgraça pela frente.

Responder

FrancoAtirador

06/02/2016 - 15h45

.
.
Entrementes, ainda no Tucanistão FasciPaulista…
.
(https://twitter.com/cartamaior/status/695983278755594240)
.
.

Responder

Urbano

06/02/2016 - 13h45

É o que se pode chamar de trômeia… Vão saber fazer outra coisa???

Responder

Deixe uma resposta