VIOMUNDO

Altamiro Borges: “Processo contra 66 tuiteiros prova que Aécio é grande censor”

07 de setembro de 2014 às 17h01

miro-borges-barao-de-itarare1450112_551396371605152_107437851_n-288

” Aécio não aceita críticas”, observa Miro. “Um ato de insanidade e de desespero”, afirma Paulo Nogueira 

por Conceição Lemes

O senador Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência da República, adora posar na grande mídia como defensor da liberdade de expressão.

A sua prática, porém, é outra. O caso mais emblemático da sua real postura é o do jornalista Marco Aurélio Carone, do Novo Jornal, preso em Belo Horizonte (MG), desde janeiro.

“O Carone é um preso político”, denuncia o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG).  “O inquérito contra jornalista é fantasioso, peça de ficção.”

Segundo Carone, foi-lhe feita oferta de delação premiada em Minas em troca de acusações a Fernando Pimentel, na época ministro do governo Dilma.

A relação entre Pimentel e Aécio começou a azedar, quando o tucano se colocou como candidato à presidência da República contra Dilma. E desandou de vez com disposição de Pimentel, nas eleições de 2014, ser o candidato do PT ao Palácio da Liberdade, ocupado há 16 anos pelo PSDB.

Na lista de “incriminados”, também estariam, entre outros:

Rogério Correia, deputado estadual, líder do PT na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALEMG).

Durval Ângelo (PT), deputado estadual e presidente da Comissão de Direitos Humanos da ALEMG.

 Sávio de Souza Cruz (PMDB), deputado estadual, líder da oposição na ALEMG.

Protógenes Queiroz, deputado federal (PCdoB-SP) e delegado licenciado da Polícia Federal (PF).

Luís Flávio Zampronha, delegado da PF, responsável pelo relatório do mensalão tucano.

William Santos, advogado, integrante da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil– seção Minas (OAB-MG).

Agora, o alvo de Aécio são as redes sociais. Ele está processando 66 tuiteiros.

Na ação, o tucano diz que eles formam “uma rede virtual de disseminação de mentiras e ofensas contra o Autor, o que sugere uma atuação orquestrada, quiçá paga, para detrair sua honra, nome e história”.

Deu prazo de 48 horas para que o Twitter forneça os dados cadastrais e eletrônicos dos 66.

Entre os processados estão o Blog do Mello, de Antonio Mello, o Diário do Centro do Mundo, cujo editor é Paulo Nogueira, e o Blog do Miro, do Altamiro Borges.

“É um ato de insanidade e de desespero”, avalia Paulo Nogueira. “Vai dar em nada exceto o desgaste da imagem do Aécio.”

Para o Miro, a atitude de Aécio não foi surpresa:

“O Aécio vive posando por aí de defensor da liberdade de expressão. Diz diante dos holofotes que a regulamentação dos meios é censura”.

“Só que todo mundo sabe que ele um grande censor. É só acompanhar a história da imprensa em Minas Gerais. É uma imprensa totalmente controlada por ele e pela irmã Andrea Neves. Os jornalistas têm a cabeça pedida por telefonema”.

“O Aécio é um oligarca de Minas. Um senhor de escravos de Minas.O processo contra os 66 tuiteiros retrata o jeito truculento de Aécio agir. Comprova que ele é um grande censor”.

“O Aécio não aceita críticas. Ele gosta muito da companhia da midiazona que não foi atrás dos ‘aecipoportos’, por exemplo. Ele detesta que fiquem lembrando dos aecioportos”.

“Outro motivo para estar nervosinho, esperneando, são as pesquisas eleitorais. Ele, que achava que iria o segundo turno, está correndo o risco de perder até em Minas Gerais”

A lista dos 66 tuiteiros processados está abaixo. Ao final, a íntegra da ação obtida por Conceição Oliveira, a Maria Frô, e publicada pelo Conversa Afiada, de Paulo Henrique Amorim.

Aécio_processo_twitter(1)

Leia também:

Polícia faz busca em casa de jornalista: “Nunca falei nada do Aécio”

Rogério Correia: “Aécio fez com jornalista do Rio o que sempre faz em Minas”

Rogério Correia: “Inquérito contra jornalista é fantasioso, peça de ficção”

Preso diz que oferta de delação em MG buscava comprometer petista

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

57 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cláudio

10/09/2014 - 10h13

Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

Responder

Mauro Assis

09/09/2014 - 19h12

Galera, menos.
Qualquer um que se sentir ofendido por outrem pode reclamar na justiça. Calúnia e difamação ainda são crimes, não?

O que é grave é o Banco Central, ou seja, o estado brasileiro, ajuizar contra a opinião manifesta de um economista sobre o seu trabalho. Isso sim, é censura da braba…

Responder

lulipe

09/09/2014 - 12h46

Quem esse Aécio pensa que é, tentar buscar na justiça o direito de não ser caluniado, difamado ou injuriado, onde é que nós estamos???

Responder

    Mauro Assis

    10/09/2014 - 21h56

    Lulipe, calunia, difamação ou injúria são crimes, bicho…

Wildner Arcanjo de Morais

09/09/2014 - 11h38

Fora de tópico mas bastante importante para entender o mundo de hoje:

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2014-09-09/aviao-na-ucrania-caiu-depois-de-ser-perfurado-por-varios-objetos.html

Usando o bordão do Cumpade Washington, em relação aos governantes e militares dos EUA: “sabem de nada inocentes”… (ou será que sabiam?!?)

Responder

Urbano

09/09/2014 - 11h19

E pelas aberrações praticadas por ele contra milhões e milhões de pessoas, quantos processos? É a justiça cega que o acalenta? Ou a que vê tudo, mas é conivente?

Responder

Transeunte

09/09/2014 - 08h26

Será que ele vai pedir à justiça eleitoral o sigilo de todos eleitores que não votarem nele e vai mandar processar????

Responder

sergio

09/09/2014 - 03h39

Era só o que faltava:
O camarada constrói 2 aeroportos particulares com dinheiro público e depois quer censurar a Internet para que os eleitores não fiquem sabendo.

Responder

Brancaleone

09/09/2014 - 00h56

Jornalismo, quando se mistura a militância partidária, deixa de ser jornalismo. Essa convicção está na raiz do jornalismo do DCM.

Rsrsrsrsrsrsrs
É isso ai. Eu que o diga.
Censura lá, censura cá.
Todos são iguaizinhos.

Responder

Gerson Carneiro

08/09/2014 - 23h48

A segunda chamada do processo ao AE-5 vai ser divulgada quando?

Responder

Gerson Carneiro

08/09/2014 - 23h40

Levanta a mão quem passou na primeira fase da perseguição do Aécio.

Responder

Gerson Carneiro

08/09/2014 - 23h17

Hoje fui ao psicólogo. Entrei em depressão.

Meu nome não está na lista dos 66.

Estou me sentindo injustiçado. Tanto esforço, pra nada.

Responder

Demetrius

08/09/2014 - 21h22

cachorro morto ninguém chuta

Responder

Ricardo Pinheiro

08/09/2014 - 19h54

Me orgulho de conhecer e/ou seguir 6 desses perfis. Parabéns pela fronte erguida e pela coragem.

Responder

    Lukas

    09/09/2014 - 08h46

    Formação de quadrilha…rs

Léo

08/09/2014 - 17h30

Agora o Aécio pode falar que fulano é ladrão e beltrano tem que ir para cadeia.

O PT tem que pegar estas gravações e processa-lo. Presidente do PT e Bancada de Deputados do PT, façam algo. Os filiado ao PT e simpatizantes, conclama que seja tomado alguma atitude. Para de inercia!

Responder

FrancoAtirador

08/09/2014 - 14h59

.
.
Carta Aberta a Aécio Neves

Por Paulo Nogueira, no Diário do Centro do Mundo

Caro Aécio: qual é seu conceito de liberdade de expressão?

Pergunto isso porque fui surpreendido com uma notificação judicial sua. Soube depois que outros 65 internautas tiveram a mesma surpresa desagradável.

O DCM é acusado de ser um robô ou, o que não melhora muito a situação, “um grupo de pessoas remuneradas para veicular conteúdos ilícitos na internet.”

Primeiro, e antes de tudo, isto configura calúnia.

Somos, como bem sabem nossos 2,5 milhões de leitores únicos por mês, um site de notícias e análises independente e apartidário. O apartidarismo e a independência inexpugnáveis explicam por que crescemos mais de 40 vezes em 18 meses de existência.

Jornalismo, quando se mistura a militância partidária, deixa de ser jornalismo. Essa convicção está na raiz do jornalismo do DCM.

Nossa causa maior é um “Brasil escandinavo”, como gosto de dizer e repetir. Um país em que ninguém seja melhor ou pior que ninguém em razão de sua conta bancária.

É certo que, dentro dessa visão do mundo, entendo que o senhor representa um brutal atraso.

O PSDB, no qual votei várias vezes, lamentavelmente deu nos últimos anos uma guinada profunda rumo à direita e se transformou numa nova UDN.

Hoje, o PSDB simboliza um Brasil abjetamente iníquo. Os privilegiados estão todos a seu lado nestas eleições, e não por acaso.

Caro candidato: nunca vi o senhor, ou algum outro líder tucano, se insurgir contra o mal maior do Brasil – a desigualdade.

Nossos problemas com o senhor residem apenas no campo das ideias.

Não fabricamos fatos, não inventamos coisas que o constranjam, porque não é este o tipo de jornalismo que praticamos.

Mais que isso: não fazemos acusações levianas e irresponsáveis como as que o senhor fez contra nós.

Se condenamos coisas como o aeroporto de Cláudio é porque entendemos que elas são a negação do “Brasil escandinavo” pelo qual tanto nos batemos.

Não admiro sua postura com frequência, reconheço. No debate do SBT, quando um jornalista lhe perguntou sobre a visão de ética tucana depois de citar escândalos como o do Metrô de São Paulo e o Mensalão mineiro, o senhor disse que vivemos num estado de direito.

Ninguém é culpado antes que se apurem os fatos, o senhor afirmou. Perfeito.

Mas poucos dias depois, quando começou a circular uma lista de pessoas citadas por um ex-diretor da Petrobras, o senhor se apressou em fazer uma condenação ampla, geral e irrestrita.

“É um novo Mensalão”, o senhor decretou. Estado de direito, portanto, é para o senhor e os seus amigos.

Para os demais, o opróbrio imediato, a humilhação instantânea.

Notemos também que o senhor prega a meritocracia ao mesmo tempo em que sua irmã ocupa um posto nobre no governo de Minas, pago pelo dinheiro do contribuinte.

Vários relatos contam a dificuldade de fazer jornalismo independente em Minas.

Isso ficou notavelmente claro para mim quando vi a sua notificação judicial contra nós.

Jornalismo bom para o senhor, aparentemente, é o jornalismo que o aplaude.

Fico pensando como seria complicado, para os jornalistas independentes, conviverem com o senhor na presidência.

Felizmente, é uma hipótese de chance virtualmente equivalente a zero.

Por ora, é só.

Provavelmente voltarei a escrever para o senhor assim que ficar mais clara sua ação judicial.

Grato pela atenção.

Paulo Nogueira, diretor editorial do DCM

(http://www.diariodocentrodomundo.com.br/carta-aberta-a-aecio-neves)
(http://www.diariodocentrodomundo.com.br/midia)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    08/09/2014 - 15h20

    .
    .
    E os bandidos que comentam em G1/GLOBO, UOL/FOLHA e VEJA ON LINE

    continuam por aí, praticando toda sorte de crimes contra a pessoa.

    Postado em 06 mai 2014

    Os filhos de Reinaldo Azevedo e Rachel Sheherazade que comentam no G1

    Por Paulo Nogueira, no DCM

    “Alguém tem que matar esse cara!!! Tá na hora de invadir a casa desses políticos e matar todo mundo!!! Eu vou ficar e organizar tudo pela net. Preciso de voluntários para fazer o serviço sujo.”

    Este é um comentário que um leitor do G1, da Globo, postou numa reportagem que contava que Genoino decidira recorrer ao plenário do STF contra a decisão de Joaquim Barbosa de devolvê-lo à Papuda.

    É um comentário clássico do G1. Há outros parecidos. Ele não é uma aberração no universo do portal da Globo, mas a regra, a norma, o padrão. “Morre logo, Genoino!”, brada outro comentarista. Um outro diz que o vaso sanitário deveria ter caído na cabeça de Genoino.

    Isso tudo oferece material para uma fascinante reflexão.

    Primeiro, e antes de tudo, alguém lê os comentários dos leitores no G1? Os acionistas? Os anunciantes? Os editores? O autor do texto? O porteiro?

    Alguém, enfim?

    Sabe-se que, na internet, os comentários fazem parte da discussão, tanto quanto o texto que lhes dá origem.

    No DCM, acompanhamos um a um. Em nosso manual de regras, está estipulado que rejeitamos coisas como insultos e incitações à violência. O motivo é simples: isso estraga o debate.

    Bom site é aquele que tem boas discussões.

    É notável que isso seja ignorado pelo G1,
    a maior apista da Globo para sobreviver na Era Digital
    que vai matando suas mídias.

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/wp-content/uploads/2014/05/image39.jpg

    Você pode classificar os autores de comentários como o que abre este artigo como os filhos de Reinaldo Azevedo e Rachel Sheherazade.

    São intolerantes, raivosos, agressivos, racistas, ignorantes, desinformados, maldosos, desumanos, preconceituosos — e perfeitos para serem manipulados.

    É o tipo de gente que, na Idade Média, acendia os troncos de árvores para queimar pessoas e, na Alemanha de Hitler, vibrava com a violência contra as “raças impuras”.

    São – repito – os filhos de Azevedo e Sheherazade.

    Você percorre os comentários e logo descobre quem eles idolatram, além de seus pais espirituais.
    Joaquim Barbosa é intensamente admirado, por exemplo.
    O “menino pobre que mudou” o Brasil acabou conquistando a escória da sociedade brasileira, sua parcela mais repugnante.
    Trabalhou para isso, é preciso notar.
    Ninguém conquista o coração – se existe coração no caso – daquele grupo sem se esforçar por isso.

    Outro ídolo daquele grupo é Bolsonaro, o exemplo maior de político para eles.
    Eduardo Campos e Marina são dois perigosos comunistas.
    Menos que Lula e Dilma, é verdade, mas não muito.

    Um jornalismo decente se esforça por elevar seu público.
    Os filhos de Reinaldo Azevedo e Rachel Sheherazade foram rebaixados à degradação humana por articulistas e publicações interessados em mantê-los na mais completa escuridão mental, porque assim é fácil manobrá-los e perpetuar um Brasil campeão da desigualdade social.

    No caso específico de Azevedo, faz tempo que seu blog parece um asilo de lunáticos fanatizados. Considere este comentário tão comum entre os leitores do blog de Azevedo: “Genuino guerreiro do povo brasileiro. Mostra que tu e homem … Pera ai ge ge, tu vai ficar na mesma cela com Zé…? Hum isso não vai prestar.”

    Aqui, uma distinção:
    Azevedo sabidamente lê todos os comentários e, metodicamente,
    deleta os que não o saúdam porque são obra de “petralhas” —
    palavra que ele se orgulha de ter criado
    como se houvesse escrito Guerra e Paz.

    Isto significa que ele chancela o leitor que afirma
    que “não vai prestar” Genoino e Dirceu na mesma cela.

    Sinal dos descaminhos da mídia,
    com esse tipo de conteúdo imbecilizante Azevedo vai conquistando
    cada vez mais espaço:
    fora a Veja, está presente também na Folha e na Jovem Pan.
    Quanto tempo até ter um programa de entrevistas na Globonews?

    Uma das ironias, em tudo isso, é que o dinheiro público – via Secom –
    foi (e é) largamente empregado para patrocinar colunistas e publicações
    que vão dar no leitor do G1 que deseja
    invadir a casa de políticos como Genoino
    e matar todo mundo.

    Este leitor fez sucesso entre seus pares.
    O G1 tem uma ferramenta
    pela qual você pode aplaudir ou vaiar comentários.
    Nenhuma pessoa o tinha vaiado no momento em que escrevo.
    Vinte tinham aplaudido.

    Alguém lê os comentários, portanto, para voltar à pergunta que fiz lá para trás.
    Mas não são os acionistas, e nem os editores, e nem os anunciantes.
    São os leitores do G1.

    Um site é o reflexo de seus leitores e de seus comentaristas.

    O G1 é uma prova disso.

    (http://www.diariodocentrodomundo.com.br/os-filhos-de-reinaldo-azevedo-e-rachel-scheherazade-que-comentam-no-g1)
    .
    .

EdiSilva

08/09/2014 - 14h56

Se o advogado dele ganhasse por palavra, hein? O processo ia ficar caro.
Mas eu fiquei preocupado. Vou ter que correr ao twitter, pois descobri que tem alguns da lista que eu ainda não sigo.
Vou corrigir isto.

Responder

Vlad

08/09/2014 - 14h43

Imagine o que não faria com a moça do Santander se largasse Informe aos clientes, vinculando cenário ruim na economia à sua eleição.

Responder

Daniel

08/09/2014 - 13h04

O Brasil está conhecendo definitivamente quem é Aécio Neves.

Responder

    Maria Apafrecida Jube

    08/09/2014 - 17h32

    E não está gostando, tanto é que, sua candidatura foi pro saco, se permanecer candidato vai disputar o quarto lugar, se desistir vai matar a ambição de ser presidente da república para sempre. José Serra delira.

Marta Rocha Bela

08/09/2014 - 11h16

Chico Bento ” falano desse partido aí, sô, quando êis faiz uma acusação, é só virá o cano da espingarda pra êis”

Responder

Rodrigo Leme

08/09/2014 - 10h21

Um absurdo. Imagina se esse homem vira presidente? É capaz de expulsar jornalista do país por dizer que ele bebe.

Não, peraí…

Responder

    Maria Apafrecida Jube

    08/09/2014 - 17h35

    Pelo menos as redes sociais serão banidas.

    Mário SF Alves

    08/09/2014 - 17h50

    Tem gente que se agarra ao mais tẽnue fio de esperança. Estes, quando realistas, são admiráveis. Porém, há aqueles que apenas o fazem por mera conveniência e/ou por interesses publicamente inconfessáveis. Estes são capazes de propopsitalmente confundir “alhos com bugalhos”, “catraca de canhão com conhaque de alcatrão”, etc., etc., etc,… ad infinitum.

    _________________________________
    Não é o seu caso. E, claro, em nenhuma das duas hipóteses.

    abolicionista

    09/09/2014 - 00h27

    Opa, pode provar o que disse? Ou é só calúnia sensacionalista típica de leitor da Veja?

    A tucanada joga baixo até na panfletagem…

Mário SF Alves

08/09/2014 - 10h03

“A Justiça também solicitou que Aécio Neves aponte, em 10 dias,
quais mentiras foram ditas sobre ele.”
_____________________________
Uai, mas ele já não apontou isso no processo?

Ou será que nem a Justiça de Minas acredita mais no AhÉSim, quer dizer, no AI-5, quer dizer, no AE-5 Neves?

Responder

Gerson Carneiro

08/09/2014 - 09h51

O candidato que chamava pra conversar quer calar os tuiteiros.

Responder

    Mário SF Alves

    08/09/2014 - 17h53

    No dicionário neoliberal e antipolítico dele conversar deve ser antônimo de dialogar. Só pode.

Mardones

08/09/2014 - 08h36

Aécio é o Rei do camarote do PIG.

Responder

pimenta

08/09/2014 - 02h45

Ato falho de Merval joga “delator” no colo de Aécio
7 de setembro de 2014 | 11:29 Autor: Miguel do Rosário

É difícil especular o impacto que as “denúncias” de Veja terão sobre o eleitorado. Pode ser até nenhum. Denúncia em época de eleição sempre parece um tanto armada, e a fonte desta última, a revista Veja, não ajuda a lhe dar credibilidade.

Os jornalões amanheceram cheio de manchetes garrafais e análises apocalípticas, mas sem nenhuma informação nova. Só se lê “segundo a Veja” aqui, “segundo a Veja” acolá.

Há um cheiro de farsa no ar. A denúncia oferece barulho demais sem mostrar a bomba.

A Veja, como sempre, não traz prova de nada. Apenas vaza supostos trechos de uma delação que não foi analisada nem pela PF, nem pelo Ministério Público, muito menos aceita pela Justiça.

Interessante ainda que Merval Pereira, do Globo, num ato falho, tenha acusado Aécio Neves, de ser o operador oculto da denúncia da Veja

Em sua coluna de ontem, Merval diz que “Aécio estaria fazendo o mesmo esforço inútil que o tucano José Serra fez em 2002, destruindo, com sucesso, as candidaturas de Roseana Sarney e Ciro Gomes para depois ser derrotado por Lula no segundo turno.”

Ora, a informação de Merval é nova para leitores de Globo e Veja, essa classe de cidadãos que, se continuarem a beber apenas dessas fontes, caminham para se tornar mutantes morais e políticos, se é que já não se tornaram.

A operação que detonou a candidatura de Roseana Sarney veio da Polícia Federal. Quer dizer que a Globo admite agora que o PSDB aparelhou e usou politicamente a PF para fins eleitorais?

Quer dizer que o PSDB usou, deliberadamente, seus quadros na Polícia Federal para destruir as candidaturas de Roseana Sarney e Ciro Gomes?

Quer dizer que o PSDB hoje, mesmo fora do governo, volta a usar sua influência dentro da PF e do MP, para tentar prejudicar as candidaturas adversárias?

Os leitores de publicações como Carta Capital já sabiam que Serra era o principal responsável pelo caso Lunus, que detonou a filha do Sarney. Matéria de Leandro Fortes, de 2010, rebatia uma ridícula reportagem de Veja, que tentava pespegar no PT a responsabilidade do flagrante, pela PF, de R$ 1,2 milhão no escritório do marido de Roseana Sarney.

Obrigado pela informação, Merval. Mais alguns atos falhos assim e você pode até ir trabalhar na Carta Capital.

A declaração do principal colunista político da Globo devolve a “bomba” da Veja para o colo de Aécio Neves.

Trata-se de um novo caso Lunus?

De uma nova operação midiático-policial lançada com objetivos puramente eleitorais?

O fato de a denúncia vazar seletiva e exclusivamente para a Veja, a mais fina flor do esgoto jornalístico brasileiro, ajuda a validar essa teoria.

Responder

Mineiro

08/09/2014 - 01h03

Aécio, sua família e seu grupo político comandam Minas Gerais como se fosse seu feudo. Os mineiros sabem. Aliás, poucos sabem, pois acompanhando a grande mídia mineira (Diários Associados, principalmente) é quase impossível ficar sabendo dos esquemas de corrupção dos Neves e amigos. Aécio é dissimulado e inimigo da democracia, amigo da demagogia.

Responder

Euler

07/09/2014 - 23h58

Acho que tem algo mais do que a censura. O candidato tucano quer encontrar algum internauta que tenha usado um computador do Palácio do Planalto, para se fazer de vítima e criar uma nova capa para a Veja, com ampla repercussão na TV Globo. Pode até ter plantado este tuiteiro entre os 66.

Responder

Irineu

07/09/2014 - 22h56

Azenha e leitores, quando há comentário correto não tem que sensurar
Porque fazem isso?
Porque eles obstruem tudo e não da em nada.
______________________
Você sabe muito bem azenha como a “turma” da direita agride e ataca o PT.
Teve ate um vídeo de tiro ao alvo na Dilma.
Sem contar esses “colonistas” agressivos
Eles podem?

Responder

    Mário SF Alves

    08/09/2014 - 18h01

    São políticos e mídias que representam o poder hegemônico, prezado Irineu. Só por isso.

    O que de fato é estranho num país democrático, pois nele, quem deveria representar tal hegemonia é o povo, a população [Parágrafo único, do art. primeiro da CF/88].

    Vá entender esse Ocidente unitedstatezado. Vá entender o Brasil em tal contexto.

Sagarana

07/09/2014 - 22h52

Querem impedir Aécio de acionar a Justiça contra crimes de calúnia, injúria e difamação? E o direito constitucional de peticionar? Denúncia pueril. Francamente!

Responder

gustavo

07/09/2014 - 21h02

os responsáveis pelos endereços indicados pelo postulante à presidência poderiam devolver a ele um processo por serem citados.

Responder

Hell Back

07/09/2014 - 19h57

Caramba! Será que voltamos aos tempos da antiga “Cortina de Ferro”?

Responder

Gerson Carneiro

07/09/2014 - 19h57

Se Dilma ou Lula tentassem calar 66 cidadãos, TODOS os veículos da velha mídia estariam estampando na CAPA.

É assim que a imprensa protege os tucanos.

Responder

Gerson Carneiro

07/09/2014 - 19h56

Aécio indica 66 tuiteiros pra nóis seguir.

Responder

Zanchetta

07/09/2014 - 19h18

Quem se lembra do general Newton Cruz no seu cavalo?

https://www.youtube.com/watch?v=hdG2rlyzI6U

Responder

    FrancoAtirador

    07/09/2014 - 22h03

    .
    .
    Comentários bem ao teu estilo Zanchetta:

    gabriel Fernandes 2 meses atrás
    Queria tanto ver ela levando um tiro huehuehue
    Responder · +10

    Patrick Lima 2 meses atrás
    Imaginei o mesmo
    Responder · +1
    .
    .

    Mário SF Alves

    08/09/2014 - 09h54

    E nessa teia aí, quem é o cavalo de quem?

    FrancoAtirador

    08/09/2014 - 15h58

    .
    .
    O Cavalo de Napoleão.
    .
    .

    FrancoAtirador

    08/09/2014 - 16h14

    .
    .
    E o Cavalo de Calígula.

    (http://pt.wikipedia.org/wiki/Incitatus)
    .
    .

Giordano

07/09/2014 - 19h12

Queria entender o que um cabra desse tem a ver com Tancredo Neves. putz!

Responder

eros alonso

07/09/2014 - 18h27

Todos os processados e mais algumas milhares de pessoas deveriam entrar com ação criminal contra o PIG por esconderem os crimes desse malfeitor.São parte da quadrilha por esconderem os podres do PSDB.O povo pode sim se mobilizar e procurar a Justiça com milhões de pessoas atuando na Justiça.Processos com milhões de assinaturas e milhões de processos individuais.É apenas uma sugestão. Querem calar as pessoas.Mas uma coisa eu quero saber; Aécio ainda cheira cocaína ou largou do vício? e a modelo assassinada? Nadinha com Aécio? De quem era mesmo o Rolls Royce que levou Aécio à posse em Minas como governador? e o jatinho que ele usava? De quem era?

Responder

Brancaleone

07/09/2014 - 18h26

Rsrsrsrsrsrs.
E olha que tem muitas formas de censura.
Não publicar comentários contrários ao poder vigente/patrocinante por exemplo…

Responder

    Sagarana

    07/09/2014 - 22h53

    É verdade!

    FrancoAtirador

    07/09/2014 - 23h40

    .
    .
    Tentem lá no Urinoldo Azevedo.

    Ele, sim, é um PlutoDEMOcrata.
    .
    .

FrancoAtirador

07/09/2014 - 17h53

.
.
Aério Naves tá Perdidinho na Nuvem.

(http://youtu.be/biGvSwwFZQE)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    07/09/2014 - 19h31

    .
    .
    Aério Naves quer abrir precedente na Justiça.

    Por que não processa, de uma vez, toda a Internet?
    .
    .
    setembro 7, 2014 18:54
    Revista Fórum

    Segundo professor de Direito da UFMG
    ação de Aécio (PSDB) carece provas.

    “Se alguém está falando mentiras sobre ele,
    tem o direito de processar e tirar do ar.
    A grande questão é:
    cabe a ele demonstrar isso,
    o que não faz em momento algum.
    Ele pega 66 perfis e diz:
    ‘eles estão falando mal de mim’.
    O problema é a quebra de sigilo de 66 pessoas
    sem a apresentação de provas”

    Por Anna Beatriz Anjos e Maíra Streit

    A reportagem ouviu alguns dos donos dos perfis mencionados no processo.

    O escritor e crítico de cinema Pablo Villaça – do blog “Diário de Bordo” –
    é um deles, e diz ter recebido a notícia da ação com surpresa.

    “É um absurdo, uma postura absolutamente antidemocrática.
    Ele não tem a menor noção do que é liberdade de expressão.
    Sou de Minas Gerais e lá todo mundo conhece as histórias de censura,
    ligações de madrugada e demissões de jornalistas.
    É algo inacreditável”, destacou.

    Sobre as acusações feitas por Aécio Neves
    de que haveria uma rede paga para difamá-lo,

    Villaça diz que está estudando a possibilidade
    de processar o candidato tucano.

    “Acho ótimo, cabe a ele provar que isso existe.
    Eu milito politicamente desde os 18 anos.
    Minha mãe combateu a ditadura,
    minha tia foi presa e torturada.
    E ainda insinua que sou pago para militar”,
    afirmou, indignado.

    O blogueiro ressaltou que essa atitude pode prejudicar
    ainda mais a situação do PSDB nas urnas,
    pois a polêmica nas vésperas das eleições
    só viria a reforçar a imagem que o candidato
    tende a não respeitar opiniões divergentes.

    Antônio Mello também teve seu nome envolvido no processo.

    O responsável pelo “Blog do Mello” tomou ciência do caso
    por meio de amigos e classificou a situação como “ridícula”.
    “Ele teria que provar como é feita essa orquestração.
    Escrevo o que acho, o que penso”, rebateu.

    Segundo o professor de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),
    Tulio Vianna, é justamente de provas que carece a ação.

    “Se alguém está falando mentiras sobre ele,
    tem o direito de processar e tirar do ar.
    A grande questão é:
    cabe a ele demonstrar isso,
    o que não faz em momento algum.
    Ele pega 66 perfis e diz:
    ‘eles estão falando mal de mim’.
    O problema é a quebra de sigilo de 66 pessoas
    sem a apresentação de provas”, explica.

    Ainda de acordo com Vianna, o segredo de justiça,
    solicitado pelos advogados do tucano, não é necessário ao processo,
    como o próprio juiz (Helmer Augusto Toqueton Amaral,
    da 8ª Vara Cível de São Paulo) considerou no mandado de liminar.

    “Os fatos são públicos, não haveria por que ter sigilo de um fato desse”,
    esclarece.
    “O pedido é político.
    Ele [Aécio] não quer que repercuta mal”.

    Para o advogado,
    depois de identificar os proprietários dos perfis em questão,
    Neves poderá processá-los.

    O juiz deu 5 dias para o Twitter liberar os dados.
    Porém, a empresa pode recorrer da decisão.

    A Justiça também solicitou que Aécio Neves aponte, em 10 dias,
    quais mentiras foram ditas sobre ele.

    A assessoria do candidato foi procurada para comentar o caso,
    mas não atendeu as ligações.

    (http://www.revistaforum.com.br/blog/2014/09/blogueiros-desmentem-aecio-neves-sobre-rede-de-difamacao)
    .
    .

    FrancoAtirador

    07/09/2014 - 22h32

    .
    .
    Desabafo do cineasta Pablo Villaça,
    fundador do Portal “Cinema em Cena”
    e editor do blog “Diário de Bordo”,
    no (https://twitter.com/pablovillaca):

    “AE-5 Neves continua a se mostrar
    o governador autoritário que não permite
    uma palavra negativa sobre sua gestão na imprensa mineira.

    Agora, eu e outros 65 internautas
    estamos sendo notificados judicialmente por AE-5 Neves.

    Somos acusados de ser ROBÔS
    e/ou de “agirmos em rede” para atacá-lo.
    Porque ele jamais poderia ser criticado
    se não fosse algo com tom conspiratório ou pago, claro.
    Inacreditável, isso.

    AE-5 tenta censurar pesquisas no Google,
    manda polícia invadir casa de internauta e agora isso.

    Em 2014, AE-5 Neves ainda não entendeu
    o que é democracia e liberdade de expressão.

    Quer me censurar judicialmente.

    É o que digo desde o início da campanha:
    vocês agora vão conhecer o AE-5 Neves
    que em MG já conhecemos tão bem.
    E não vão gostar.

    Não adianta querer me calar judicialmente, @AecioNeves.

    Moro em MG, conheço sua gestão pavorosa
    e tenho PLENO DIREITO de gritar isso.

    Você pode estar acostumado a não receber críticas
    por parte da imprensa mineira, @AecioNeves,
    mas não sou funcionário de jornal que aceita intimidação
    ou se cala por qualquer outro interesse.

    E sua visão de “democracia” se tornará ainda mais conhecida
    Brasil afora graças a mais este ato autoritário,
    antidemocrático e – sem meias palavras – insano.

    Como cidadão, não aceito ser calado assim.

    E que fique o aviso pra quem não mora em MG
    e não conhecia a figura:
    @AecioNeves é assim.
    Tenta calar quem o critica.

    Vejam meu exemplo.
    Já me chamaram de muita coisa,
    mas de “robô” foi a primeira vez.
    Mas é o PT que quer censurar a imprensa
    e implantar uma ditadura no Brasil.
    Claro. Hum-hum. Certinho, campeão.

    Há um motivo pro candidato de AE-5 Neves
    estar prestes a ser derrotado já no 1º turno em MG.
    E pra ele estar em TERCEIRO nas pesquisas aqui.

    Enfim. Bom domingo a todos.
    Não vou deixar que AE-5 Neves estrague o meu”.

    (http://mudamais.com/node/3365)
    .
    .

Urbano

07/09/2014 - 17h38

E essa midiazona é infinitamente mais zona do que mídia…

Responder

alvaro

07/09/2014 - 17h35

PÔ! Ele vai ter que processar 150 milhões de brasileiros então!

Responder

Deixe uma resposta