VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Fotos dos Bolsonaro com milicianos presos reforçam necessidade de investigar laços da famiglia
Os Bolsonaro com Djaca e o motorista de fuga Queiroz, o outro Queiroz. Fotos redes sociais.
Você escreve

Fotos dos Bolsonaro com milicianos presos reforçam necessidade de investigar laços da famiglia


03/10/2019 - 12h33

Da Redação, com O Globo e redes sociais

A família do sargento reformado do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Ronnie Lessa, mudou-se logo depois dele ser preso, acusado de ser o assassino da vereadora Marielle Franco (Psol-RJ).

Lessa está em um presídio federal de Rondônia.

Lessa morava numa casa de alto padrão no mesmo condomínio de Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro.

A filha dele namorou o filho mais jovem do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Hoje, em nova ação contra a quadrilha de Lessa, a polícia prendeu a esposa dele, num condomínio vizinho.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro, governado por Wilson Witzel, agora desafeto dos Bolsonaro, trabalha no caso em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual (MPE-RJ).

Elaine Pereira Figueiredo Lessa foi presa em outra casa de alto padrão.

A pergunta ainda não esclarecida: como Lessa, acusado de puxar o gatilho contra Marielle, acumulou tamanho patrimônio?

A esposa de Lessa é acusada de chefiar o esquema para dar sumiço nas armas utilizadas no crime.

Elaine foi sócia do marido em uma academia de ginástica em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro.

Rio das Pedras, na Zona Oeste, é área de forte atuação de milícias.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, de O Globo, é onde o ex-PM Fabrício Queiroz, assessor da família Bolsonaro, passou alguns dias refugiado em dezembro de 2018, depois de ter movimentações atípicas em sua conta bancária reveladas pela imprensa.

A defesa de Queiroz nega.

Elaine, a mulher do suspeito de assassinar Marielle, teria convocado um certo Djaca, Josinaldo Lucas Freitas, para esconder as armas utilizadas no crime.

As armas, segundo a polícia, foram atiradas no mar, perto das ilhas Tijucas, na Barra da Tijuca — inclusive a metralhadora HK-MP-5 que ceifou a vida de Marielle e do motorista Anderson Gomes.

Djaca, o homem encarregado de esconder as armas, é fã declarado do grande sucesso do cinema O Poderoso Chefão.

Gostava de publicar fotos ao lado de políticos nas redes sociais.

Exibiu, por exemplo, imagem com o vereador Carlos Bolsonaro no que parece ser o plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Em outra, aparece com Jair Bolsonaro de maneira descontraída, no que parece ser o condomínio onde o hoje presidente e o assassino de Marielle, Ronnie Lessa, eram vizinhos.

Segundo a revista Veja, a foto é datada de 28 de outubro de 2018, segundo turno das eleições.

Bolsonaro faz sinal de positivo. Djaca veste uma camiseta da marca La Familia, que trabalha com estampas que vão da Máfia a Pablo Escobar.

Bolsonaro já havia sido fotografado ao lado de outro suspeito de envolvimento no assassinato de Marielle Franco, o ex-sargento da PM Élcio de Vieira Queiroz.

“Em 2011, Élcio foi alvo de prisão preventiva no âmbito da Operação Guilhotina, que investigou conexões de policiais com traficantes de drogas, milícias e com a máfia dos caça níqueis. Sete anos depois, em 2017, a Justiça do RJ negou, em decisão de segunda instância, um pedido de Élcio e de outros policiais para que decisão de expulsá-los da PM fosse revista”, informou a revista Veja a respeito de Élcio.

Élcio é acusado de conduzir o carro a partir do qual o vizinho de Bolsonaro, Ronnie Lessa, fez os disparos que mataram Marielle e Anderson.

Falta chegar aos mandantes dos assassinatos.

A Polícia Federal já concluiu um inquérito segundo o qual o policial militar Rodrigo Jorge Ferreira, conhecido como Ferreirinha, e a advogada Camila Nogueira atuaram para tentar tumultuar as investigações.

O objetivo seria impedir que elas chegassem a um certo Escritório do Crime, milícia que atua na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Uma operação da Polícia Civil carioca prendeu Ronald Paulo Alves Pereira, major da PM conhecido como Major Ronald ou Tartaruga.

Seria o chefe da milícia da Muzema e grileiro de terras nas regiões de Vargem Grande e Vargem Pequena, na Zona Oeste.

Mas o ex-capitão do Bope, Adriano Magalhães da Nóbrega, o Gordinho, apontado como outro líder do mesmo bando, conseguiu fugir.

Ambos foram alvos de três homenagens do então deputado estadual Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Adriano, acusado de homicídio, teve a honra de contar com a presença do então deputado federal Jair Bolsonaro em seu julgamento.

Posteriormente, o deputado fez um discurso na Câmara Federal denunciando a condenação de Adriano.

Mais tarde, a condenação foi anulada.

Adriano, através de Fabrício Queiroz, conseguiu emplacar a esposa e a mãe como funcionárias fantasmas no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

Danielle Mendonça da Costa da Nóbrega e a mãe de Adriano, Raimunda Veras Magalhães, só foram exoneradas do gabinete de Flávio em 13 de novembro de 2018.

Mas, o filho de Jair Bolsonaro não sabia de nada sobre a vida pregressa do miliciano Adriano, hoje foragido?

Difícil acreditar.

Adriano foi expulso da PM em 30 de dezembro de 2013 — ou seja, a mãe e a esposa dele trabalharam no gabinete de Flávio por quase cinco anos DEPOIS da expulsão.

A expulsão foi sob acusação de crimes graves.

Um deles? Tentar matar toda a família do desafeto de um bicheiro ao qual Adriano prestava serviços de segurança.

Como segurança de José Luiz de Barros Lopes, o Zé Personal, Adriano foi acusado de tentar executar a família do rival Rogério Mesquita, que sobreviveu e o denunciou.

Adriano teria, então, procurado a esposa do homem que tentou executar, para tentar demovê-lo da denúncia.

De acordo com O Globo, ela teria cobrado: por que tentar matar toda a família, inclusive os filhos, se a disputa era entre dois contraventores?

Resposta registrada nos arquivos: “No Iraque, quando se quer matar uma pessoa, explode-se um quarteirão inteiro, por isso é a lei do cão”.

Segundo a polícia, são palavras de um miliciano foragido que empregou mãe e esposa como funcionárias fantasmas no gabinete de um senador da República Federativa do Brasil.

Medo!

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



37 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Vhd

10 de novembro de 2019 às 04h57

Tá na cara o envolvimento dos Bolsonaro neste caso e com estas milícias.
Agora pergunto, até qdo a polícia federal subordinada ao Moro vai acobertar isto tudo?
Cadê o super-ministro?
Fico com pena dos cabeça fraca que votaram e continuam ainda acreditando que este bando de idiotas vai conseguir governar o Brasil!!!!!
Acordem ……
Sejam um pouco questionadores, cada dia fica mais claro que estes caras que tão lá hj, vão afundar o Brasil……

Responder

O JUSTICEIRO

04 de outubro de 2019 às 15h21

VERGONHA É TER UM BANDIDO COMO PRESIDENTE E SUA LA FAMIGLIA , ENVOLVIDO COM CRIMES , MORTES E MILÍCIAS VIOLÊNCIA E SE DIZER CRISTÃO. ESTÁ NA HORA DO BRASIL ACORDAR E ACHAR QUE O BRASIL TEM UM “MESSIAS” PARA RESOLVER TODOS OS PROBLEMAS. UM SE ESCLARECE ESTE CASO DA MORTE DA MARIELLE E DO MOTORISTA OU SERÁ MAIS UM CRIME EM PUNE .

Responder

Miguel Márcio Brito Sabino

04 de outubro de 2019 às 12h29

Matéria completamente tendenciosa e de péssima qualidade. Olha o título! Desista de ser jornalista, não é pra você.

Responder

sonia Queiroz

04 de outubro de 2019 às 07h46

Como se presta a escrever tanta idiotice.Quem é vc? Petista analfabeto que vive no mundo da lua…

Responder

Jjj

04 de outubro de 2019 às 07h43

A PF TEM Q INVESTIGAR E MORTE DO EX PREFEITO DE SANTO ANDRÉ, CELSO DANIEL, Q ATE HJ NÃO FOI EXCLARECIDA.

Responder

    mauricio

    05 de outubro de 2019 às 11h01

    Peraí…’EXCLARECIDA’ é a mente do analfabeto que escreveu esse comentário imbecil! Esse é o nível dos bolsomínions estúpidos e desclassificados!!!!!

Reginaldo Neto

04 de outubro de 2019 às 07h40

Votei no Bolsonaro .
Mas que tem coisa estranha ai neste caso, com certeza tem , e se os Bolsonaros não devem , não precisam temer.
Acho que nois que somos eleitores de Bolsonaro , votamos nele e estamos assistindo os seus filhos sò fazerem e falando um monte de besteira , nois enão podemos ser como os.petistas , cegos em.relação aos erros do governo.
SERÁ QUE VOTAMOS NO BOLSONARO OU DERROTAMOS O PT
que voto foi este ?
Não podemos ser fanáticos e cegos como são os esquerdopatas.

Responder

Zé do rolo

04 de outubro de 2019 às 03h29

Então quando se há suspeita o correto é investigar e assim provar possível culpabilidade e ou inocentabilidade.

Responder

Inês

04 de outubro de 2019 às 02h00

Cara!!!
Eu fico pensando…
Esse povo delirando com notícias, só qdo falam o q eles querem, o q a lavagem cerebral feita neles, eles acreditam pra defender essa quadrilha eles farão qquer coisa.
Como pode esse povo ver tudo o q esta acontecendo, tiram as autoridades q querem investigar, tentam de todas as formas barrar as investigações, só prestam pra eles quem é a favor dessa corja…
Jah…
Façam o favor!!!
Quem mostra a verdade Pra vcs não prestam?
Vcs é q tem q dar valor ao Brasil povo alienado🤬🤬🤬

Responder

Tom

04 de outubro de 2019 às 00h25

Família* e não Famiglia!

Responder

Luís

04 de outubro de 2019 às 00h16

Boa noite Companheiros!
Quero dizer que se a pessoa for investigada por causa de fotos… vixeeeee. Então o Preso-dente Lula tem que ficar em prisão perpétua… façam uma matéria com fatos relevantes parem com isso… chega ja… ajudem a colocar o Brasil pra frente!!!

Responder

Allan Victor

04 de outubro de 2019 às 00h04

Assim como eu tenho foto com o presidente, milhares são as pessoas que têm, logo não há vínculo qualquer, pois virou febre em época de eleição, tirar foto com o presidente…. Não há vínculo!

Responder

Anderson Soares Gomes

03 de outubro de 2019 às 23h06

Tem vários repórteres da Globo, abraçados com o Luka, Garotinho,Sérgio Cabral, Eduardo Paes e etc e ninguém fala nada, nem investigam.

Responder

Reis

03 de outubro de 2019 às 22h58

Muitos militares e ex, quiseram tirar fotos com Bolsonaro. Muitos deles mataram muitas pessoas, marginais certeza. Essas fotos aí não representam nada! Noticia tendenciosa, sensacionalista, feita por Conspiradores!

Responder

Klayton

03 de outubro de 2019 às 21h21

E as fotos do Lula e Dilma com o Adélio Bispo, precisam do que???
Melhor ir chorar na cama.

Responder

    Antônio Lisboa Antonio

    03 de outubro de 2019 às 22h30

    Cara pálida, não existem essas fotos. Assim como talvez não existam a de sua mãe com esse tal de Adélio. Fek por fek, fico com a suspeição na segunda opção.

    Rodrigo

    04 de outubro de 2019 às 02h50

    Essa suposta foto é fake. Típico de bolsominion, além de espalhar fake News, acredita em tudo na web…
    https://www.boatos.org/politica/adelio-lula-dilma-gleisi-boulos-foto.html

Joao

03 de outubro de 2019 às 20h24

Milicia?
Desde quando o BOPE e chamado milicia cara
Mano vcs estao loucos,chamando o bope de ladroes e assassinos,vcs que defende esse tipo de coisa que são.
Os caras do BOPE ariscão as proprias vidas pra matar vagabundos que acham que ta de boa fazer coisa errada.
Ai vem alguns dizendo ah o cara matou um ladrao ele deve ser preso pq o ladrao tb é uma pessoa ah.
Ah pf mano vc q fez esse post eu sugero vc trabalhar de outra coisa seu militantizinho.
Alem de propagar noticias falsas….

Responder

Allan

03 de outubro de 2019 às 19h58

Pelo amor de Deus , vão apresentar a escrever o português.
Famiglia kkkkk

Responder

Douglas

03 de outubro de 2019 às 19h33

Da ate enredo pra filme esse artiguinho. Hilario !

Responder

Maurício Daniel de Souza Souza

03 de outubro de 2019 às 19h26

É de lascar lute pelo Brasil não por um cara ou por um partido ou um time de futebol lute pela sua família Bolsonaro vai ser presidente está governando você e
sua família ajude o Brasil cara trabalhe por um país melhor fazendo sua parte sem procurar defeito nos outros veja cada um o seu defeito e cada um tente eliminar só os seus defeitos sinto muito mas falei

Responder

Alerlhan

03 de outubro de 2019 às 19h20

Kkkk sério isso? Kkkk vcs adoram enganar os idiotas né jornalzinho kkkk

Responder

César

03 de outubro de 2019 às 19h09

Lula era amigo do ex governador Cabral inclusive muitas fotos juntos por sua vez era amigo da milícia logo concluo a milícia também muito amigo de Lula. ..!!!

Responder

    Anderson Rezende

    04 de outubro de 2019 às 01h03

    Elementar meu caro Watson!

Luiz Ricardo

03 de outubro de 2019 às 19h03

Eu tenho foto com Lula (que arrependimento….!) Também devo ser investigado?? Será que vão achar que sou corrupto???

Responder

    Zeca

    04 de outubro de 2019 às 06h23

    Você empregou a esposa e o filho do Lula por 5 anos em seu gabinete ou empresa mesmo sabendo que ele é criminoso e foi exonerado de suas funções por isso? Você condecorou Lula com medalha honorífica mesmo sabendo que ele é criminoso? Não são simples fotografias. A família Bolsonaro, “de bem e cristã”, possui fortes vínculos como esses criminosos.

Luisito Soares

03 de outubro de 2019 às 19h00

Matéria tendenciosa…Nota-se levemente uma tendência de viés político de esquerda…

Responder

Sandra

03 de outubro de 2019 às 18h58

Lula tem foto com tanta gente …será que é preciso investigar todos com quem ele tirou foto ???
Seria bom não é ??
So pra desencargo de consciência rsrsrsrsrsr

Responder

Antonio

03 de outubro de 2019 às 16h52

Jornalzinho hein

Responder

    Johnny

    03 de outubro de 2019 às 19h09

    Rapaz é triste ver e ler certas notícias dessas mídias tendenciosas tanta gente podre querendo se engrandecer pra subir os degraus da escada da vida, mas … Quanto mais alto maior a intensidade da queda.

Daniela

03 de outubro de 2019 às 16h50

Fico pensando quantas pessoas públicas ou não, se responsabilizam pelos que tiram fotos com eles, pelos atos de seus vizinhos ou até mesmo pelos seus filhos.

Responder

    Antonio

    03 de outubro de 2019 às 19h42

    Han han….aposto que diria o mesmo se Adélio Bispo, que não matou, mas tentou matar o bozo, aparecesse
    numa foto ao lado do Lula!! Kkkkkkk
    Hipócrita!!

    Bruno

    03 de outubro de 2019 às 20h22

    Fico pensando se você leu a reportagem inteira, concordo quanto a fotos, mas daí a contratação por anos dos parentes do bandido da foto, ser vizinho e segurança pessoal na foto, o filho namorar a filha do bandido da foto, homenagear um assassino na cadeia, o da foto… Faz favor, aprende de uma vez você foi enganada e ferrou com o Brasil inteiro. Você é cúmplice, ou só bateu foto?

Zé Maria

03 de outubro de 2019 às 15h36

Cara! Milícia é Fichinha pra qualificar essa Máfia.
Nem na época do Sarney – talvez no Governo Médici –
tinha tanto Barra Pesada envolvido no Governo.
Quadrilha de Assassinos Sádicos, Súcia de Corruptos,
Ladrões Inveterados, Bandidagem mesmo !

Antigamente, o braZil era ‘só’ o PaíZ dos Cartéis …

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.