VIOMUNDO

Diário da Resistência


Você escreve

Fernando Haddad: Diminuir a distância que separa a cidade rica da cidade pobre


28/10/2012 - 14h00

28/10/2012 – 03h30

Um novo tempo

FERNANDO HADDAD, na Folha

Se for eleito prefeito de São Paulo, meu objetivo central será diminuir a distância que separa a cidade rica da cidade pobre. Hoje, vivemos numa cidade desequilibrada. Sofremos com a falta de planejamento urbanístico. Não temos grandes obras gerando transformação e trabalho. Não temos soluções criativas.

Nos livros de urbanismo, São Paulo só aparece como referência negativa. E a verdade é que merecemos mais que isso. Quero recuperar a autoestima desta cidade cheia de energia e de criatividade, com sua extraordinária capacidade de sonhar e de realizar sonhos.

São Paulo como que carrega 31 cidades dentro de si. Cada subprefeitura tem mais de 300 mil habitantes. Mas, de uns tempos para cá, estamos ficando para trás. Não estamos acompanhando o ritmo geral da nação. Não estamos contribuindo como poderíamos para o desenvolvimento do país. Não estamos exercendo nossa liderança nem ativando nossas vocações de vanguarda.

Nossos indicadores sociais retratam uma realidade perversamente desigual. Falam de uma cidade com pontos altos no centro expandido, que vão declinando à medida que nos aproximamos dos bairros mais distantes.

As regiões central, oeste e o início das zonas sul e leste concentram os empregos, os melhores hospitais, as melhores universidades, a renda, a infraestrutura urbana e as oportunidades. Mas não são as mais populosas. As seis subprefeituras do centro expandido contam com 64,1% dos empregos e 17,1% dos habitantes do município. As demais têm 82,9% dos habitantes e só 35,9% dos empregos.

As regiões menos desenvolvidas são também aquelas em que a desigualdade gera mais violência. Embora o Plano Diretor Estratégico de Marta Suplicy já tivesse apontado essa realidade e indicado ações e instrumentos para enfrentá-la, a atual administração não fez o que era preciso em matéria de desenvolvimento regional.

Nosso modelo de desenvolvimento continua concentrador e excludente. Se a cidade vem acompanhando o crescimento econômico do país, o mesmo não se pode dizer da distribuição da riqueza e de nossa situação socioterritorial.

A dimensão social não tem recebido a atenção necessária. Com isso, as regiões ricas ficam mais ricas e as pobres permanecem pobres.

Esse desequilíbrio explica por que São Paulo enfrenta graves problemas de mobilidade, como ruas congestionadas e trabalhadores gastando horas no trânsito. Se não superarmos o desequilíbrio, a distância entre moradia e emprego, outros problemas também não terão solução.

Sei que o que me espera, caso eleito, é um tremendo desafio. E vamos enfrentá-lo. O prefeito de São Paulo tem de ser o catalisador de todos aqueles que querem caminhos novos e soluções. De todos os que estão dispostos a se engajar num grande projeto de transformação social.

Se vejo a prefeitura como instrumento dessa transformação, sei também que isso só será alcançado com uma administração baseada no planejamento e na definição de metas de resultados. Trago um plano de governo claro e viável, que nasceu de conversas e discussões com a cidade. Milhares de pessoas participaram dos seminários Conversando com São Paulo. Das caravanas e debates por vários bairros e comunidades, num belo exemplo de compromisso cívico e citadino.

A cidade mais humana que pretendemos construir será boa para ricos e pobres. Não aceitamos mais uma São Paulo partida, com baixa qualidade de vida e uma população amedrontada pela violência. Queremos uma São Paulo unida e à altura de sua grandeza.

O candidato do PT, FERNANDO HADDAD, 49, é mestre em economia, doutor em filosofia e professor licenciado da USP. Foi ministro da Educação (2005-2012, governos Lula e Dilma)

Leia também:

Miguel Nicolelis: SP como centro da inovação cultural

Fillipi e Zaratini: Como será o Arco do Futuro

Raquel Rolnik: A revalorização do espaço público em São Paulo

A carta para incentivar o uso das bicicletas

Emicida: Em defesa de investimentos na periferia

Ermínia Maricato: A importância da reforma urbana

Altamiro Borges: Repensar a privatização da saúde





10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Messias Franca de Macedo

28 de outubro de 2012 às 19h42

VIVA O POVO PAULISTANO!

BRASIL NAÇÃO – em homenagem ao íntegro, decente, absolutamente ético, catedrático, competente, impávido… Brasileiro Fernando Haddad – prefeito de São Paulo e, potencialmente, o sucessor da presidente Dilma Rousseff, A Magnífica, em… Em 2019, óbvio e uLULAnte(!) [RISOS DO MATUTO!]

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo – ‘mais feliz do que pinto no lixo’ [lixo da pureza!, revisor!]

Responder

    Horridus Bendegó

    28 de outubro de 2012 às 19h52

    Partilho de sua alegria!

    Vitória dos excluídos da Senzala contra os perversos da Casa Grande!

Ibope em São Paulo: Haddad 57% x Serra 43% « Viomundo – O que você não vê na mídia

28 de outubro de 2012 às 17h33

[…] Fernando Haddad: Diminuir a distância entre a cidade rica e a cidade pobre […]

Responder

FrancoAtirador

28 de outubro de 2012 às 17h04

.
.
BOCA DE URNA
Globope

HADDAD (13) do PT do LULA e da DILMA: 57%

O Coiso do PSDB do AZEREDO e do FHC: 43%

Margem de erro: 2%
.
.

Responder

Messias Franca de Macedo

28 de outubro de 2012 às 16h21

SERÁ QUE O MENSALÃO TEVE EFEITO CONTRÁRIO?

Já se sabe que o julgamento da Ação Penal 470 não ajudou os candidatos da oposição. Prevalece, portanto, a teoria de que foi neutro. Mas não terá sido benéfico para a principal candidatura do próprio PT, a de Fernando Haddad, em São Paulo? Diante de tantos ataques, no STF e nos meios de comunicação, o eleitor pode ter intuído que algo de anormal acontecia no País, com um julgamento que corria em paralelo com uma eleição
27 DE OUTUBRO DE 2012 ÀS 21:41
(…)
SEGUE o discurso de Marco Aurélio Mello, em que ele citou a quadrilha do “sintomático 13” – já há quem diga, no PT, que o ministro mereça até agradecimentos pela propaganda da legenda!
Em http://www.brasil247.com/pt/247/poder/84065/Ser%C3%A1-que-o-mensal%C3%A3o-teve-efeito-contr%C3%A1rio.htm

Que país é este, sô?! República de ‘Nois’ Bananas

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    otoniel

    05 de novembro de 2012 às 21h04

    esse é aquele país dos trezentos picaretas, que hoje pelo efeito hermafrodita,aumentou.

Messias Franca de Macedo

28 de outubro de 2012 às 16h04

[Data venia]

DILETO PÚBLICO, ATENÇÃO, MUITA, MUITÍSSIMA ATENÇÃO!

[“Em primeira mão, furo jornalístico!”]

Alteração [excepcional!] no Direito Penal da *República Dos Estados Unidos do ‘Brazil'(!)

[Ao invés do consagrado princípio romano ‘in dubio bro reo’ (‘na dúvida pró réu’)] Tem-se, agora, *’Na dúvida, pau no réu!’ – segundo o eminente legislador, jurista e jornalista incidental [RISOS do matuto ‘bananiense’!] Paulo Henrique Amorim

Parágrafo único: desde que ‘o domínio do fato’ contemple a prerrogativa ‘dos três pês e meio(!)’, a saber: ser pobre, preto, [quase-]preto e petista.

Que país é este, sô?! República de ‘Nois’ Bananas, responde, “na lata”, o matuto ‘bananiense’!

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

FrancoAtirador

28 de outubro de 2012 às 15h44

.
.
O FRIAS PUBLICOU NA FOLHA UM ARTIGO
ESCRITO PELO REINALDO ‘AZEREDO’
E ASSINADO PELO COISO RUIM:

(http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/1176390-tendenciasdebates-e-preciso-ter-propostas—e-principios.shtml)
.
.

Responder

FrancoAtirador

28 de outubro de 2012 às 15h33

.
.
TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL (TSE)

Candidato JOSÉ SERRA

DADOS ELEITORAIS
Cargo disputado PREFEITO
Situação da candidatura DEFERIDO
Município onde concorre SÃO PAULO
UF onde concorre SP
Nome na urna JOSÉ SERRA
Nome do partido PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA
Sigla PSDB
Nome do vice ALEXANDRE SCHNEIDER
Partido do vice PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO (PSD)
Coligação AVANÇA SÃO PAULO ( PSDB / PSD / PV / PR / DEM )

DECLARAÇÃO DE BENS APRESENTADA À JUSTIÇA ELEITORAL (2012)

TIPO DO BEM DESCRIÇÃO DO BEM VALOR (R$)
1. TERRENO PARTE DE UMA ÁREA DE 14.365² EM PIRACICABA 44.414,25
2. OUTROS BENS IMÓVEIS NA FAZENDA CAMPO VERDE, IBIUNA 61.669,81
3. OUTROS BENS IMÓVEIS TRÊS SALAS COMERCIAIS NO EDIFÍCIO PREMIM TOWER ALTAMURA 240.000,00
4. QUOTAS OU QUINHÕES DE CAPITAL 10.000 QUOTAS DA APECS ELABORAÇÃO DE PALESTRAS, CURSOS E ARTIGOS – EIRELI 62.200,00
5. APLICAÇÃO DE RENDA FIXA (CDB, RDB E OUTROS) CDB BRADESCO 55.422,67
6. APLICAÇÃO DE RENDA FIXA (CDB, RDB E OUTROS) RENDA FIXA BRADESCO 74.098,01
7. OUTRAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS LCI CAIXA ECONOMICA FEDERAL 493.909,24
8. OUTRAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS LETRAS HIPOTECÁRIAS BRADESCO 158.661,94
9. OUTRAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS OPEN DEBÊNTURES BRADESCO 281.020,65

VALOR TOTAL DOS BENS DECLARADOS R$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$(1.471.396,57)

(http://eleicoes.uol.com.br/2012/candidatos/2012/prefeito/sp/19031942-jose-serra.htm?placar-id=3550308)
.
.
E$$ES $ÃO OS VALORE$ QUE JO$É $ERRA QUER PRE$ERVAR, NE$TA ELEIÇÃO:

(UM MILHÃO E QUATROCENTOS E SETENTA E UM MIL E TREZENTOS E NOVENTA E SEIS REAIS E CINQUENTA E SETE CENTAVOS)
.
.

Responder

paulo rafael pizarro

28 de outubro de 2012 às 14h32

Violência contra os índios Guaranis Kaiowás, Pedro Rios, jornalista está lá na aldeia e produziu este vídeo. Divulguem.
http://www.youtube.com/watch?v=2Etc_XdJDxQ&feature=youtu.be

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding