VIOMUNDO

Diário da Resistência


Coronel Íbis:  Desmilitarização proposta por Luís Eduardo é a única via possível para a segurança pública
Você escreve

Coronel Íbis: Desmilitarização proposta por Luís Eduardo é a única via possível para a segurança pública


25/05/2019 - 19h25

Desmilitarização, uma saída possível

por João Francisco Werneck

Foi lançada nessa sexta-feira, 24, no Rio de Janeiro, a mais recente obra do antropólogo Luis Eduardo Soares: Desmilitarizar.

A ocasião serviu também para se debater a desmilitarização da polícia, assim como as consequências e os desafios envolvidos nesse processo.

Para o coronel Íbis Pereira, ex-comandante geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro e atualmente na reserva, há um sentimento de banalização da barbárie que predomina nas discussões acerca da segurança pública.

“Se continuarmos com esta gaiola de ferro, com polícia militarizada, governador atirando de helicópteros, essa será a regra”, alertou.

Para o coronel Íbis, a desmilitarização proposta no novo livro de Luís Eduardo “é única via possível para discutirmos a segurança pública”.

O aspecto que causou a maior convergência de ideias no decorrer do debate foi a situação das comunidades carentes no Rio de Janeiro.

A maioria dos convidados concordou que há um genocídio da população negra nas periferias.

Para o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ), há um perigo que pode complicar ainda mais a já delicada situação: o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro, que defende o excludente de licitude.

“A despeito das inconstitucionalidades do projeto, o excludente de licitude amplia a capacidade de mortes”, adverte Freixo.

Para Freixo, o excludente de licitude não pode ser entendido como um programa para segurança pública.  “A nossa única saída é pelo afeto”, frisou.

Para Jandira, o pacote de Moro busca apresentar uma espécie de “licença para matar”.

Segundo a deputada, há uma legitimação da execução pública pela polícia, contando com a participação do governador do Rio, Wilson Witzel, e do presidente da República.

“A autorização para o abate é inaceitável, é perigosíssimo para o nosso Estado Democrático de Direito”, concluiu Jandira.

 

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

25 de maio de 2019 às 20h09

A Desmilitarizarização dos Agentes de Repressão
será o Último Ato Legislativo Contra a Ditadura
depois da Promulgação da Constituição de 1988.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.