VIOMUNDO

Diário da Resistência


Você escreve

Berzoini: Folha está na campanha de Serra


02/08/2010 - 13h05

Berzoini acusa Folha de estar em campanha para Serra

Acusação de envolvimento em dossiê apócrifo é tentativa de desqualificar sindicalistas e de mostrar PT como “partido que se dedica a manobras”

Por: Anselmo Massad, Rede Brasil Atual

Publicado em 02/08/2010, 12:40

Última atualização às 12:40

São Paulo – O deputado federal e ex-presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, acusa a Folha de S.Paulo de estar em campanha por José Serra (PSDB), candidato na corrida ao Palácio do Planalto. A crítica é a resposta do parlamentar a reportagem publicada no jornal paulista no domingo (1º), que traz informações sobre um dossiê apócrifo e com informações falsas sobre o ministro da Fazenda Guido Mantega.

“A Folha de S.Paulo está na campanha do Serra, qualquer pessoa com um mínimo de bom senso vê isso”, acusa Berzoini, em entrevista à Rede Brasil Atual. “Então, tudo o que ela puder criar de matérias que passem a ideia de que o PT é um partido que se dedica a manobras, artimanhas, a fazer jogo baixo é interessante para eles”, completa.

A reportagem da Folha sustenta, com base em declarações de pessoas “da estrutura do governo” que falaram em condição de anonimato, que o dossiê falso é atribuído a lideranças ligadas ao PT e ao sindicalismo bancário. O material acusa a filha de Mantega, Marina, de reunir-se com Paulo Caffarelli, vice-presidente do Banco do Brasil, para fazer tráfico de influência. O imbróglio envolvia o fato de que o ministro da Fazenda defendia Caffarelli na presidência do fundo de previdência dos funcionários do Banco (Previ).

Na visão de Berzoini, entre membros do primeiro escalão do governo, não há nenhum crédito nem para a acusação contra as lideranças egressas do sindicalismo bancário nem para as informações falsas do dossiê. Ele critica ainda o uso de declarações “off the record”, em que o nome da fonte da informação é ocultado.

“O off é pior do que carta apócrifa, é o último reduto dos canalhas”, afirma. O jornal cita nove pessoas que teriam confirmado as suspeitas. “Em off, sempre tem um oportunista para falar. (O jornalista) pode ouvir pessoas do terceiro ou quarto escalão, pessoas de quem ele gosta e (que) tenha prazer de ouvir”, reclama.

O ex-presidente do PT também vê uma tentativa de desqualificar lideranças sindicais. “Como temos uma bancada sindical grande na Câmara e no Senado, temos um presidente da República, a governadora do Pará e da Bahia, e vários ministros com origem sindical, eles se sentem incomodados, acham errado”, critica.

“Para setores da mídia, sindicalista é um cidadão de segunda categoria. Até hoje, não se conformam de um sindicalista ter chegado à Presidência da República”, sustenta. “Sempre que podem, procuram desqualificar o sindicalismo; a matéria (de domingo) serve a isso também”, reitera.





102 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

chanceLer

04 de agosto de 2010 às 09h33

Sem dúvida que o off record é o reduto dos canalhas. O sigilo da fonte é uma maneira de inventar estórias e atribuir a ninguém. A mídia corporativa se vale muito desse expediente.

Responder

Julio Silveira

03 de agosto de 2010 às 18h42

Tá brincando comigo, só agora o Berzoini se deu conta que a folha está fazendo campanha para o Serragio.
Em que mundo ele tá vivendo? Ainda bem que a Dilma está apoiada pelo presidente Lula.

Responder

Supertramp68

03 de agosto de 2010 às 15h25

A Dilma tem que ganhar as eleições para consolidar a hegemonia do Foro de São Paulo na AL. Assim os orfãos do muro de Berlim tem um front para impor um freio ao capitalismo.
Vejam o que escreveu Eclusa, aquele preso politico venezuelano, sobre as Farc em 2008 http://fuerzasolidaria.org/?p=1347

Responder

    Carlos

    03 de agosto de 2010 às 16h30

    Falou um órfão do neoliberalismo…

Carlos

03 de agosto de 2010 às 13h22

“Como temos uma bancada sindical grande na Câmara e no Senado, temos um presidente da República, a governadora do Pará e da Bahia, e vários ministros com origem sindical, eles se sentem incomodados, acham errado”

Em 04 de agosto/2000 – há exatos 10 anos -, uma tentativa a de incriminar um sindicato pelo vazamento de 4 milhões de litros de petróleo na Refinaria do Paraná (REPAR), ocorrido em 16 de julho/2000, seis (6) dias após o início de um "negócio da China" com lote de ações (capital votante) da Petrobrás:

Jornal do Brasil 5/AGOSTO/2000 – pg. 7 – Mair Pena Neto

Zylbersztajn lança suspeitas

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, (ANP), David Zylbersztajn, lançou suspeitas sobre os sucessivos vazamentos que vêm ocorrendo em instalações da Petrobrás. Após palestra na Bolsa de Valores, promovida pela Câmara de Comércio Americana, Zylbersztajn disse que “particularmente acha estranho” as circunstâncias que provocaram os acidentes.
“No Paraná, houve uma sucessão de erros operacionais primários em operações que eram realizadas há mais de 20 anos”, comentou. O diretor da ANP estranhou o fato de o operador da refinaria Presidente Vargas em Araucária, no Paraná, ter respondido positivamente por três vezes, que a válvula que deveria abrir para receber o óleo estava aberta quando continuava fechada. “Não tenho provas para afirmar que houve sabotagem, mas talvez a comissão de investigação da Petrobrás possa chegar a essa conclusão.”
Zylbersztajn contou que a Repar, a segunda mais nova refinaria da Petrobrás, fundada em 1977, estava classificada para receber um prêmio de qualidade, o que torna ainda mais surpreendente ter sido vítima de falhas tão “banais”. O diretor da ANP evitou dizer que houve premeditação, mas afirmou que nenhuma hipótese pode ser descartada. “A Petrobrás está mudando sua organização, partindo para o mercado, e existem interesses contrariados.”
Zylbersztajn disse que existem procedimentos estabelecidos para evitar que acidentes atinjam proporções tão grandes, e que não cumpri-los “é como um piloto derrubar um avião”. A ANP autuou a Petrobrás pelo vazamento no Paraná e vai multar a companhia, como fez no acidente da Baía de Guanabara.

Responder

    Carlos

    03 de agosto de 2010 às 14h14

    Em julho/2000:

    10: início do"negócio da China";
    16: vazamento na repar;
    17: instalação da primeira sindicância
    19: relatório da primeira sindicância: falhas humana e TÉCNICA
    20: Rodolpho Tourinho (MME) desembarca em Curitiba e instala a segunda sindicância: "falha humana"

    Em agosto:

    02 (jornais do dia 3): divulgação do laudo da sindicância "falha humana": "falha humana"

    E só no dia 4, 18 dias após o vazamento (e dois dias após a divulgação do laudo "falha humana") o então diretor-geral da ANP manifestou-se….

    Carlos

    03 de agosto de 2010 às 14h52

    A que interesses serviu o vazamento que desestabilizou a Petrobrás e derrubou o preço das ações justo num ano em que a empresa obteria o lucro LÍQUIDO de R$ 10 bilhões?
    A quem interessava comprar as ações pertencentes à União Federal?

    Ed.

    03 de agosto de 2010 às 18h40

    Quando foi que FHC vendeu ações ordinárias da União (controle) em NY, mesmo sem autorização do congresso?

    Carlos

    04 de agosto de 2010 às 09h12

    "Negócio da China" com lote de ações ordinárias (capital votante) foi iniciado no Brasil em 10/julho ("Oferta Brasileira") e concluído em NY ("Oferta Global") em 09-10/agosto/2000.

    Observe: em 10/julho, início da venda no Brasil; já no dia 176, o vazamento na REPAR, que desestabilizou a Petrobrás e derrubou o preço das ações.

    Carlos

    04 de agosto de 2010 às 10h22

    Vazamento na Repar: 16 de julho/2000

Carlos

03 de agosto de 2010 às 09h53

Louve-se a perspicácia do Berzoini…

Responder

Leonardo Câmara

03 de agosto de 2010 às 09h26

O PT e o governo Dilma têm de se fazer respeitar. Tratar a folha como folhetim de propaganda da oposição e proibir qualquer tipo de anúncio de órgãos do governo federal nela. Vamos ver quanto tempo duram esses discipulos de Joseph Goebbels.

Responder

Beto Lima

03 de agosto de 2010 às 09h06

O Berzoini, somente agora descobriu isso? Então ele deve clicar o Vi o Mundo pelo menos uma vez ao dia, para saber das lambanças da imprensa brasileira em relação ao pleito eleitoral de 2010.

Coitado do Berzoini

Responder

ZePovinho

03 de agosto de 2010 às 08h35

Digite o texto aqui![youtube 3W9d4VxYx-Y http://www.youtube.com/watch?v=3W9d4VxYx-Y youtube]

Responder

ZePovinho

03 de agosto de 2010 às 08h29

Digite o texto aqui![youtube eYkOYSgRvso http://www.youtube.com/watch?v=eYkOYSgRvso youtube]

Responder

Jorge Nunes

03 de agosto de 2010 às 07h14

O PT ainda tem medo da mídia, tem que fazer igual o Obama tratar logo a folha como partido de oposição.

Responder

SérgioFerraz

03 de agosto de 2010 às 00h45

Coitados do PIG a cada passo em favor de Serra mais escancaram o que sempre quiseram esconder: que mentem, que manipulam e que são golpistas.

Responder

José Paulo

03 de agosto de 2010 às 02h44

Parabéns para o PT e para os advogados que conseguiram levar essa.
Mas, como o julgamento foi de quatro, ou melhor, de quatro a três, tenho impressão que a Veja vai dar uma página para o PT
e uma dúzia para os três juízes perdedores, M. Aurélio Mello (sempre ele…), a Carmem Lúcia e o Aldir Passarinho se explicarem. Ou, então, vão dar mais espaço para os demo-tucanos inventarem outros dossiês e factóides, até porque nem só de Ibope e Datafolha vive o candidato deles.

Responder

Claudio Ribeiro

03 de agosto de 2010 às 02h43

Quem ainda desconhece o papel da Folha de São Paulo para a campanha de Serra e de Alckmin?
http://palavras-diversas.blogspot.com/2010/08/o-n…

Responder

Bonifa

03 de agosto de 2010 às 02h19

Dossiê é Serra. Serra é dossiê. Todo dossiê emana de Serra, o rei do dossiê. Mas geralmente os dossiês desembocam da boca-de-esgoto da Veja. Se estão desembocando pela Folha, é sinal de que também a Folha já está atingindo o fundo da fossa onde apenas a Veja havia mergulhado. Folha, dossiê, Serra, esgoto e Veja.

Responder

Franco Atirador

03 de agosto de 2010 às 01h50

ÓTIMA NOTÍCIA!
O TSE julgou procedente, nesta segunda-feira, o pedido de resposta do PT contra a revista Veja, por conta de reportagem sobre as declarações do candidato a vice de José Serra (PSDB), Indio da Costa (DEM), que, em entrevista, associou o PT às Farc.
De acordo com a decisão do TSE, a resposta deverá ser publicada em uma página da próxima edição da revista.
O ministro Arnaldo Versiani votou a favor da concessão dizendo que a publicação "antecipou um juízo de valor" ao afirmar que o candidato a vice estaria correto em suas afirmações. Para ele, a liberdade de imprensa não seria afetada pela concessão do direito de resposta. "A liberdade de imprensa existe, tanto que a matéria foi divulgada. E também não se trata de censura, tanto que (a matéria) foi divulgada", disse. Para ele, "se acontecem essas ofensas, o direito existe exatamente para punir aqueles excessos que foram cometidos". http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/tse-da-a…

Responder

EDUARDO

03 de agosto de 2010 às 01h37

O TSE ACABA DE JULGAR PROCEDENTE O DIREITO DE RESPOSTA QUE O PT INGRESSOU CONTRA A REVISTA veja. No caso do índio da costa.

Responder

Franco Atirador

02 de agosto de 2010 às 22h07

.
PSDB:
CONTRA O PCC,
FALSO DOSSIÊ.
.

Responder

Renato Lira

02 de agosto de 2010 às 22h00

Tá se achando, é?

Responder

paulo rafael pizarro

02 de agosto de 2010 às 21h57

Até quando essas mentiras?

Responder

    Franco Atirador

    03 de agosto de 2010 às 01h52

    .
    Até o dia 03/10/2010.
    Se Deus quiser!
    .

Josnei Di Carlo

02 de agosto de 2010 às 21h36

Procurei no buscador do Vi o Mundo e não encontrei a notícia. Para os padrões da sociedade do espetáculo, ela já é velha, pois foi dada pela Agência Brasil na terça-feira (27). Só fui lê-la hoje, sem querer, ao navegar pelo site da Agência Brasil. A notícia é sobre a Lei Ficha Limpa, a impugnação do candidato do PSOL a vice-governador em São Paulo, pelo fato de ter "usado seu mandato de vereador em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, para apoiar uma ocupação do Movimento de Trabalhadores Sem Teto (MTST), em 2003", como informa a notícia. Em outras palavras, a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) de São Paulo impugnou a candidatura do vice-governador do PSOL por ele ter usado seu mandato de vereador para representar sua base eleitoral. Judicialização da política e democracia sem povo são sinônimos. O link da notícia é este: http://agenciabrasil.ebc.com.br/home/-/journal_co…

Responder

Daniel Xavier

02 de agosto de 2010 às 20h54

Não entendo porque o PT não coloca o Mantega pra falar e esfriar tudo. Alguém?

Responder

    Ozilio

    03 de agosto de 2010 às 00h26

    Eu entendo, entendo que quem faz um colocação dessa ou é extremamente idiota ou mal intencionado. Entendeu?

    Renato Lira

    02 de agosto de 2010 às 22h02

    Porque é melhor não dar corda pra estes idiotas canalhas.

    Se Mantega entrar nessa conversa, esse factoide natimorto da folhaca velhaca ganha sobrevida.

Fernando

02 de agosto de 2010 às 20h43

Primeiro, perdeu o bom senso. Assim, perdeu a credibilidade. Agora, a Folha parece perder a originalidade. Na falta do quê, dá-lhe matéria sobre dossiê.

Responder

Milton Hayek

02 de agosto de 2010 às 20h43

http://www.conversaafiada.com.br/mundo/2010/08/02…

Encontrada na Colômbia a maior vala comum da América Latina

A população da região, alertada pelas infiltrações putrefatas dos cadáveres na água potável, e afetada pelos desaparecimentos, já havia denunciado a existência da vala em várias ocasiões ao longo de 2009: havia sido em vão, pois a fiscalia não realizava as investigações. Foi graças à perseverança dos familiares de desaparecidos e à visita de uma delegação de sindicalistas e parlamentares britânicos que investigava a situação dos direitos humanos na Colômbia, em dezembro de 2009, que se conseguiu trazer à luz este horrendo crime perpetrado pelos agentes militares de um Estado que lhes garantia a impunidade.

Trata-se da maior vala comum do continente. Dois mil corpos em uma vala comum, isso é um assunto grave para o Estado colombiano, mas sua mídia, e a mídia mundial, cúmplices do genocídio, se encarregaram de mantê-lo quase totalmente em silêncio, quando para encontrar uma atrocidade parecida é preciso remontar às valas nazistas. Este silêncio midiático está sem dúvida vinculado aos imensos recursos naturais da Colômbia e aos mega-negócios que ali se gestam em base aos massacres.

A Comissão Asturiana de Direitos Humanos, que visitou a Colômbia em janeiro de 2010 (menos de um mês depois da descoberta da vala), perguntou às autoridades sobre o caso. As respostas foram preocupantes: na fiscalia, na procuradoria, no Ministério do Interior, na ONU, todos tentam se esquivar do assunto. E enquanto isso, tratam de “operar” a vala para minimizá-la, mas a delegação britânica a constatou, e as próprias autoridades reconheceram ao menos 2.000 cadáveres. Em dezembro, “o prefeito, aliado do governo, o denunciou também junto ao sepulteiro”, mas depois, as pressões oficiais tendem a fazer “diminuir suas apreciações sobre o número de corpos”.

A Delegação Asturiana denunciou a ostensiva vontade de alterar a cena do crime: “ninguém está protegendo o lugar. Ninguém está impedindo que se possam alterar as provas. Que um trator possa entrar e voltar a misturar os cadáveres anônimos, a tirá-los e levá-los para outro lugar”. “Solicitamos às instituições responsáveis do Governo e do Estado colombiano que implementem as medidas cautelares necessárias para assegurar as informações já registradas nos documentos oficiais, que tomem as medidas cautelares necessárias com a finalidade de assegurar o perímetro para prevenir a modificação da cena, a exumação ilegal dos cadáveres e a destruição do material probatório que ali se encontra (…) É fundamental a criação de um Centro de Identificação Forense em La Macarena com a finalidade de conseguir a individualização e plena identificação dos cadáveres ali sepultados”.

A Delegação Asturiana transmitiu às autoridades outra denúncia. As autoridades aduziram desconhecimento, e alegaram incapacidade operativa: “há tantas valas comuns em nosso país que…”. Trata-se do município de Argelia em Cauca: “Um ‘matadouro’ de gente, onde as famílias não puderam ir buscar os corpos de seus desaparecidos, pois os paramilitares não as deixaram entrar novamente em suas comunidades: deslocaram os sobreviventes”. As vítimas sobreviventes relataram: “havia pessoas amarradas que soltavam aos cachorros esfomeados para que os assassinassem pouco a pouco”.

Na Colômbia, a Estratégia Paramilitar do Estado colombiano, combinada com a ação de policiais e militares, foi o instrumento de expansão de latifúndios. O Estado colombiano desapareceu com mais de 50.000 pessoas através de seus aparelhos assumidos (policiais, militares) e de seu aparelho encoberto: sua Estratégia Paramilitar. O Estado colombiano é o instrumento da oligarquia e das multinacionais para a sua guerra classista contra a população: é o garante do saque, a Estratégia Paramilitar se inscreve nessa lógica econômica.
………………………………………………………

Responder

Franco Atirador

02 de agosto de 2010 às 20h02

ESTADÃO INAUGURA CADERNO DE HUMOR: da série "o empate é nosso"
O Estadão deu outra de Datafolha. Para encher a bola dos tucanos, traz uma matéria de mais de meia página, com mapa e tudo, sobre as eleições para governador, com o título: PSDB lidera 5 disputas para governador. Aí, o leitor que vai além do título entra na matéria e descobre que, na realidade, o PSDB só lidera em 2 estados: SP e Rondônia, onde o tucano Expedito Jr está na frente do candidato do PMDB (26% a 21%). Em Roraima está na frente empatado empatado: 41 x 41%. Nos outros dois, está empatado atrás, inaugurando uma nova modalidade de colocação olímpica: o segundo que é primeiro. No Amapá, o candidato tucano está na frente com 24% contra 25% do candidato petebista. Em Roraima o tucano lidera ainda mais atrás: tem 40% contra 43% do peemedebista.
Se o Estadão tivesse um caderno de humorismo, a matéria estaria impecável lá: http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2010/0…
Fonte: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/estadao-…

Responder

    Antonio Silva

    02 de agosto de 2010 às 21h11

    E o pior é que este mesmo "Estadão" já encomendou uma pesquisa ao Ibope pra saber que está liderando a corrida presidencial .
    Advinha qual presidenciável estará na liderança nesta pesquisa ? .

    (O IBOPE está em campo de 31/07 à 06/08 pra sacramentar um resultado que a Rede Globo divulgará no próximo sábado)

    PROCESSO ELEITORAL, BRASILEIRO, VERGONHA MUNDIAL !

    Ed.

    02 de agosto de 2010 às 21h51

    Será que eles vão ficar abrindo e fechando a boca do jacaré, para insinuar "instabilidade"?
    Ou para assimilar que o jacaré já está mastigando o Bonito Muserrini?

    Franco Atirador

    02 de agosto de 2010 às 21h51

    .
    Tens razão.
    Não dá pra dar linha pro globope.
    Pra quem conhece o tal Montenegro, de longa data, e pela movimentação da articulação midiática do Millenium, já dá pra ver que há grande probabilidade de manipulação, após o debate do dia 05/08.
    O nº do protocolo da pesquisa no TSE é 21697/2010.
    Não dá pra baixar a guarda.
    .

josias favacho

02 de agosto de 2010 às 20h02

FOLHA, O JORNAL MAIS VENDIDO DO BRASIL

Responder

    Ed.

    02 de agosto de 2010 às 20h36

    Totalmente vendido pra zelite…

Guilherme Milani, SP

02 de agosto de 2010 às 19h50

Meu Deus! O Dvorak se foi e em seu lugar surge… tcham, tcham, tchaaaam… Henderson Sousa, the "Mainard´s Brother"!!! Ou, para os esclarecidos, simplesmente o novo motivo de piadas aqui do Blog. Ah, ah, ah, eu SE divirto!

Responder

    Helcid

    02 de agosto de 2010 às 20h18

    Guilherme, a velha mídia também virou motivos de boas risadas diante de tanta baboseira feita !!!

    Melchíades A. Prado

    03 de agosto de 2010 às 18h01

    É mesmo, gente. O Dvorak sumiu no capinado! Por onde anda? e o John Bastos ou John Mardes, sei lá!, também tomou chá de sumiço. Ainda bem que surgiu o pelotense, ou melhor, o campineiro. Este também faz aquele papel do bom cidadão que nos finais de ano, época de natal, coloca uma bola vermelha no nariz e faz uma visita distribuindo brindes nas enfermarias pediátricas dos hospitais. São amadores, mas sempre conseguem fazer umas gracinhas e provocar risos na gente…

Rodolfo

02 de agosto de 2010 às 19h49

De pé, oh vítimas da fome
De pé, famélicos da terra
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/isto…

Responder

trombeta

02 de agosto de 2010 às 19h46

Tavinho ditabranda, também conhecido como o filho do dono, odeia o PT.

Os moderninhos reaças em profusão nos salões da granfinagem paulista não cansam de reclamar da sorte por terem nascido num país de mulatos.

Responder

Ed.

02 de agosto de 2010 às 19h43

Custos decampanha demotucana, final:
Quem conseguir o melhor cálculo do valor ganhará assinaturas (a serem pagas) por DOIS anos, da Folha, do Estadão, do Globo e da Veja. Ganhará também um acesso exclusivo à um site com as gravações diárias de todos os noticiários de rádio e TV (CBN, noticias, JN, J.da Globo, Mau Dia Brasil, etc.).
Depois de 2 anos (se sobreviver), aí sim terá feito juz à um desintoxicação num bangalô à beira mar em St.Barts, com passagem, estadia e todas as despesas pagas por 6 meses, inclusive acompanhantes de sua preferência.

Responder

Ed.

02 de agosto de 2010 às 19h30

Custos de campanha demotucana, parte 1
Sem contar os ~ 190 milhões do orçamento da campanha de Serra, façamos um exercício sobre QUANTO VALE, no PIG (Folha, Estadão, Globo, Veja/Abril, Época, Band, CBN, Globo, UOL, G1, VejaOL e "condegeneradas"):
1) O tempo em rádios, TV's, com direito a noticiários em rede nacional, entrevistas e programas políticos?
2) O espaço em jornais, revistas e portais, com a capas, manchetes, títulos e conteúdos opinativos e "noticialescos"?
3) A coordenação das notícias, replicadas e ecoadas entre si, uns pros outros e viceversa?
…..A) Para promover Chirico (e FHC)
…..B) Para denegrir Dilma (e Lula)
4) Salários de colonistas 99% dedicados à promover Chirico e a denegrir Dilma? (RA, DM, AN, AJ, ML, EC, FR, FM, RN, JB, BC, WW, WB, AG, LH, MW, LW, DK, RM, RK, CAS, AK, CHS, RL, AM, JNP, AP, FP, CN, MP, etc.)
5) Editores e equipes de reporcagem (fotógrafos, sonoplastas, repórqueres e suas despesas para levantar entrevistas conduzidas (e editáveis), dossiês falsos, grampos sem áudio, navios "inacabados", montagens de acarajés, etc.?
6) Assessorias da mais “fina” imprensa?
7) Os “meninos de Mengele” na Rede?…
Some-se a esta massiva propaganda “di grátis” (diz-se que não há almoço grátis, mas…):
8) O custo de difusão em mídia (rádio, TV, jornal, revistas, sites, etc.)?
9) O custo de desenvolvimento nas agências de propaganda?
……A) Para propagandas locais da Sabesp (SP)
……B) Para propagandas nacionais da Sabesp (!!!)
……C) Para propagandas massivas por uns 2 anos do “…trabalhando por vc” (hehe)
……D) Para propagandas massivas por uns 2 anos do “…estado cada vez melhor” (hehe)
Não vamos considerar as propagandas do próprio partido e de seus aliados. Nem inaugurações e comícios (“usos de máquina”), pois o custo é comparativamente menos relevante. Nem outras coisas que certamente estou esquecendo.
Some-se tudo e multiplique por uns 4 anos de promoChirico e uns 2-3 de denigreDilma.
Quem tem os valores? Alguém quantifica? QUANTO VALE?!

Responder

    Franco Atirador

    03 de agosto de 2010 às 02h08

    .
    O SERRA VALE UM PRÉ-SAL !
    .
    O FHC VALEU UMA VALE !
    .

JONAS

02 de agosto de 2010 às 19h28

Folha, Globo, RBS, Veja. etc. Vamos ignorá-las. Aqueles que podem agir judicialmente que o façam.
A alegria do último sorriso é muito saboroso ( quem ri por último ri melhor ) lembraremos desses fatos, e imaginaremos a cara dos que armaram, traíram, manipularam, roubaram a confiança, usaram de subterfúgios, foram desleais, mentiram.
– E desfrutaremos da vitória!!!

Responder

José Paulo

02 de agosto de 2010 às 19h11

A Rede Brasil não pode dizer que o PIG inteiro está engajado de corpo e alma na campanha do Serra, mas eu posso.
Há pouco ouvi na CBN, no melhor estilo tendencioso, pra não dizer sem vergonha, a suposta reação que a Min, Dilma teria tido em relação a esse assunto.
De acordo com a CBN a ex-ministra disse que não se tratava de um dossiê, mas de uma "carta anônima", momento em que um repórter teria questionado se ela estaria desqualificando o "dossiê".
Segundo uma tal de Sandressa Carvalho (funcionária padrão da rádio que troca a notícia, muito conhecida por seus acréscimos pessoais e reacionários nas notícias que divulga), nesse momento a Min. Dilma teria PERDIDO A COMPOSTURA, dizendo que a pergunta era visivelmente eleitoreira!
Infelizmente não mostraram a gravação da alegada perda de compostura da Min. Dilma.
Bem que eu gostaria de ver a ex-ministra rodando a baiana, mas duvido muito que ela, do alto dos seus mais de 10 pontos de vantagem, tenha perdido qualquer coisa, quanto mais a serenidade e a compostura.
Na sequência colocam uma gravação (agora, sim!), mostrando um Serra conciliador, justo e "simpático" (como se fosse possível), defendendo demagogicamente o Mantega, tudo para exibir uma imparcialidade que nem ele, Serra, e nem o PIG têm.
Em suma, jogo mais fuleiro, ridículo e previsível do que esse, onde um levanta a bola para o outro e vice-versa, é difícil de encontrar mundo afora.
Nem mesmo a Foxnews, se quisesse, conseguiria ser tão cara dura, tão partidária…

Responder

    Antonio Silva

    02 de agosto de 2010 às 20h20

    Voltando a minha indagação :

    Cadê as autoridades da justiça eleitoral para punir esta emissora ? .
    Não foi afirmado e reafirmado que o MPE iria acompanhar a cobertura política executadas pelas concessionárias de radio-difusão para impor equanimidade no tratamento entre todos os candidatos à presidência ? .
    Por que esta concessionária pública insiste em prejudicar uma faccão política e a sua candidata ? .

    José Paulo

    03 de agosto de 2010 às 02h27

    Acho que o MPE não vai descer ao nível de detalhamento, até porque não dispõe de meios e recursos para acompanhar o dia a dia de todas as emissoras do país pra ver se elas são ou não são imparciais.
    Aliás, nem sei se a imparcialidade, enquanto sinônimo de isenção e eqüidistância dos candidatos e/ou dos partidos, é exigida na lei atual.
    O que a lei veda é o favorecimento de um candidato ou partido em detrimento de outros, mas apurar onde é que isso começa e acaba nem sempre é fácil.
    No caso que mencionei acima o tratamento desigual me parece claríssimo mas, como não mostraram através de gravação a reação da Dilma, como desmentir a repórter sobre um alegado destempero ou falta de compostura da ex-ministra?!
    Levada a coisa às últimas conseqüências a repórter sempre poderá dizer: Eu entendi (opinião dela e só dela repórter) que a resposta da ex-ministra foi indelicada, que houve destempero, e ponto!
    Como não existe crime de opinião seria pura perda de tempo dizer que a repórter da CBN exagerou, que viu chifre em cabeça de burro, etc.
    Em outras palavras, eles, da CBN, do Globo ou do PIG em geral, agem quase sempre com um pé no factual, na terra firme, e com o outro atolado na lama ou na sacanagem…
    No mais, uma coisa é denunciar um partido ou um candidato.
    Outra, muito diferente, é denunciar uma emissora ou um jornal. Se existe um PIG, e é certo que existe, a primeira denúncia que o PT fizer contra esta ou aquela rádio suscitará o espírito de corpo e a repercussão poderá ser simplesmente desastrosa.
    No fundo no fundo acredito que eles torcem para que o PT, a Dilma ou o Lula percam a paciência e denunciem a sacanagem que fazem…
    É tudo o que eles precisam para saírem corneteando para o Brasil e o mundo que aqui existe censura.
    Um abraço.

Go Oliveria

02 de agosto de 2010 às 19h02

A Foia faz um dossiê por dia, não? Ou a Foia quer que a gente acredite que aquilo que ela faz é jornalismo?

E os dossiês da Foia vocês já sabem como são. É uma colagem de papel higiênico (usado).

Responder

    prnambucano

    03 de agosto de 2010 às 00h24

    desde quando o que a folha faz pode ser chamado de jornalismo
    faça me rir kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fabio_Passos

02 de agosto de 2010 às 21h40

Demorou.

Basta falar a verdade… há muito todo mundo na rede tá ligado: O frias é cabo eleitoral do josé uribe.

A fsp frauda matérias… e o datafrias frauda pesquisas.
A fsp é um jornal repugnante. Máquina de propaganda da direita mais atrasada do Brasil.
Uma porcaria… em desavergonhada campanha para salvar a campanha moribunda do josé berlusconi.

Responder

monge scéptico

02 de agosto de 2010 às 21h27

O que será que o "jênio prometeu a folha? Talvez nada. Ela tomou partido do jênio porque
é antiética mesmo. Mais ou menos.

Responder

Wilson

02 de agosto de 2010 às 21h07

O Globo também tem se dedicado muito , ultimamente, a criminalizar o sindicalismo…

Responder

Ed.

02 de agosto de 2010 às 21h02

Gustavo, conta pra gente o que te deprime, o que te revolta!
Ou não…

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de agosto de 2010 às 21h38

    Ed, acho que é pelo Zé tomar uma surra em Minas Gerais. Ele dava como certa a combinação CAFÉ com LEITE. Furou.

    Ed.

    02 de agosto de 2010 às 20h34

    Cuitááduu!…

Henderson Sousa

02 de agosto de 2010 às 20h59

Que novidade. Acusando a Folha.
Espantar-me-ia se ele desse uma declaração repudiando aqueles que agem no submundo da política.
Quando as acusações "off the record" tentaram derrubar a Yeda no RS, aí eles apontaram o dedo e lapidaram a pobre coitada.

Tanto é verdade que nada de concreto havia contra ela que o Ficha-Limpa não impugnou sua candidatura. Mas disso ninguém fala.

Responder

    Helcid

    02 de agosto de 2010 às 21h39

    ei trollzinho, veja o seu mestre, "o grande trool" !! (lesa-pátria desgraçado, esse coliforme fecal que governou o Brasil):
    [youtube GOoKXxQoL_I&feature=player_embedded http://www.youtube.com/watch?v=GOoKXxQoL_I&feature=player_embedded youtube]

    Gerson Carneiro

    02 de agosto de 2010 às 21h47

    Chooooooooooooora, FHC.

    ZePovinho

    03 de agosto de 2010 às 08h15

    FHC,até hoje,não esqueceu do Bill Clinton……….

    Mauro Silva

    02 de agosto de 2010 às 18h54

    Nada contra a Yeda?
    É verdade.
    Nada contra o Serra também e toda aquela gangue que governa São Paulo desde 1982.
    Pior: desde 1964.
    Pior ainda: desde o Martin Afonso.
    é bom nomear desembargadores-lavanderia.
    Como dizia meu pai, a toupeira deve pedir a deus que o mate a ao diabo que o carregue.
    e ele era ateu …..
    Graças a deus!

    Donato

    02 de agosto de 2010 às 18h56

    Henderson,

    Tem um processo de 1300 páginas ainda não analisado pelo STF, por isso a governadora Yeda ainda tem a Ficha Limpa.

    ZePovinho

    03 de agosto de 2010 às 08h14

    Meu fi é mofino,é????

Franco Atirador

02 de agosto de 2010 às 20h57

.
Recém agora que se deram conta de que a Folha está fazendo campanha pro Serra?
.
Então quando é que vão se dar conta que o Estadão, a RBS e as Organizações Globo também estão fazendo campanha pro Serra?
.
No terceiro turno?
.
.

Responder

Luiz Claudio

02 de agosto de 2010 às 20h49

Por falar n isso, que é do livro bomba que ia sair depois da copa, com revelações sobre o Serra & família? Estou a fim de ler. Quem souber, informe.

Responder

Luiz Jornaleiro

02 de agosto de 2010 às 20h49

Quem lê ou gosta desse diário oficial do serra? Sómente os masoquistas e aqueles contaminados com a birutice explícita do favorito do otavinho.

Responder

Alexandre Tambelli

02 de agosto de 2010 às 17h42

Azenha e Pessoal!

Juntando fatos distintos temos uma coincidência: Lembram do Livro bomba do Jornalista Amaury que tem a filha do SERRA envolvida com o Daniel Dantas? O que a Foha fez? Colocou a filha do SERRA e do Ministro Mantega no mesmo balaio e disse: – Políticos são todos iguais. "Filho de peixe peixinho é…" para a Folha… E o Amaury deve estar chegando (risos)…

Responder

joão

02 de agosto de 2010 às 17h29

O mundo mudou, não existe mais o "off", tudo agora é "on" e como a Folha é do passado não percebeu isso. Sempre assim acusações sem provas. Viva a Dilma, Viva o Lula, Viva a internet.

Responder

Pedro Vizcaya

02 de agosto de 2010 às 17h20

A Folha demonstar de forma "indireta" sua preferencial eleitoral e o Berzoini estar sendo citado no envolvido em dossiés não é nenhuma novidade, basta se lembrar do casos dos aloprados e a quem estavam subordinados aquelas pessoas.

Responder

Helcid

02 de agosto de 2010 às 17h09

A partidarização dos meios de comunicação é extremamente forte no estado de Minas Gerais, Ana Maria e Joaquim… Lamentável encontrar, nas palavras e recortes do jornal Estado de Minas, a mordaça que se impõe. Verdade produzida a qualquer preço e com os propósitos mais que populistas. Estão em todos os setores. Da saúde à educação… lamentável.

Responder

Marco Santo

02 de agosto de 2010 às 16h52

O Dep Berzoini está atrasado, a FSP ( mais conhecida como a "Falha de S.Paulo", sempre esteve em campanha para o Zé Alagão, como agora se aproxima os debates na TV entre os candidatos, a tal "falha"se preocupa em municiar o referido candidato, candidamente apoiado pela própria. Veremos na Tv durante esses debates apresentação de recortes desse jornaleco esgoto que outrora fora uma opinião verdadeira, munuseado pelo candidato. Tudo para criar a atmosfera de disputa politica, pois a bem da verdade já está definida e seu candidato será banido do cenário politico em 2011, restando poucos plumados para fazer uma composição com o partido vitorioso, para o bem do Brasil.

Responder

Jairo_Beraldo

02 de agosto de 2010 às 19h23

Não sei porque, mas o PT sempre chega atrasado nas divididas. Eles tem que ligar a antena!

Responder

    Henderson Sousa

    02 de agosto de 2010 às 21h02

    É porque eles agem no submundo. Engana-se o Senhor se acha que eles chegam atrasado a alguma coisa.

    Jairo_Beraldo

    02 de agosto de 2010 às 21h35

    Hend, no submundo agem o DEMo/Tucanato e o PIG. Produtos do esgoto.

    Ed.

    02 de agosto de 2010 às 20h32

    Agem no submundo, para elevá-lo a mundo.

    Jairo_Beraldo

    02 de agosto de 2010 às 21h34

    Nem tanto, nos partidos da direita tem mais da sua classificação do reino animal…só que tem que ter um atenção maior em relação aos velhacos da direita.

    Ed.

    02 de agosto de 2010 às 22h03

    Continua deprimido e revoltado o torcedor do "Partido Só De Bun.."., digamos, dos grandões…
    Não fique assim…
    Tenha esperança!
    Dilma vem aí!…

Douglas Yamagata

02 de agosto de 2010 às 19h20

A Folha é o maior símbolo do partidarismo midiático. A partidarização leva os eleitores a não acreditarem mais na Folha. Não falam nada das falcatruas do Governo Serra em SP, e nem das dezenas de CPI's arquivadas pela Assembléia Legislativa. Além disso, foram beneficiados pelo governo paulista que anistiou a Folha de sobretaxas sobre o papel criadas pelo próprio governo paulista. Lugar de Folha é na árvore ou no lixo.

Responder

Albany Junior

02 de agosto de 2010 às 19h14

Azenha, a Folha se acostumou com a derrota, só isso. Ele, igual a um masoquista, sente prazer em ser insultada, desqualificada, tratada como uma reles. Eles devem gozar de prazer

Responder

    Henderson Sousa

    02 de agosto de 2010 às 21h03

    Inda assim é o maior jornal do país.

    Jairo_Beraldo

    02 de agosto de 2010 às 21h36

    "Inda assim é o maior jornal do país."

    Correção…

    "Inda assim é o maior MENTIROSO jornal do país."

    Pedro Ramos

    02 de agosto de 2010 às 21h44

    Pois é, que militante não gosta dos panfletos de seu próprio partido, não é verdade?

    Maurício

    02 de agosto de 2010 às 20h01

    Estou rindo sem parar com essa sua afirmação…

    Ed.

    02 de agosto de 2010 às 20h31

    Mede quanto?

    maria regina

    02 de agosto de 2010 às 21h02

    Que adianta ser o maor "coco do cavalo"?

    Leider_Lincoln

    03 de agosto de 2010 às 04h22

    Maior em que? Em tiragem não está nem entre os 10 e em qualidade, bom, basta dizer que inventar dossiês, publicar fichas falsas, fazer propagandas como se fosse matérias dignas… É isto que você chama de "maior"? Ah, troll, faça-nos rir!

    Jorge Nunes

    03 de agosto de 2010 às 07h17

    Maior em quê?
    Em vendas não é.

Henrique Finco

02 de agosto de 2010 às 16h00

O bom jornalista e o bom jornalismo NUNCA utilizam "matéria em condição de anonimato". A prática eticamente correta é a de, ao receber uma informação confidencial, investigar – processo que é relativamente simples para um bom repórter. O "off" tem sua serventia, para o jornalismo ético, como o início de uma reportagem (ou matéria) a ser publicada, quando as informações conseguidas confirmarem ou desmentirem o "off". Este caso da Folha, a meu ver, é algo para ser julgado pela comissão de ética da FENAJ: uma condenção, neste episódio, embora não tivesse o efeito de uma condenação judicial, sinalizaria o mau-caratismo tanto do órgão de imprensa, quanto do editor e do repórter, servindo até para auxiliar no esteio de uma ação judicial futura.

Responder

    Carlos

    03 de agosto de 2010 às 09h51

    "Este caso da Folha, a meu ver, é algo para ser julgado pela comissão de ética da FENAJ:"

    Esqueça.

sergio

02 de agosto de 2010 às 15h46

quando acabar o processo eleitoral, a folha mudará de nome: dossiê de são paulo, e vão, certamente cuidar de uma certa candidatura a vereador na mooca.

Responder

joaquim

02 de agosto de 2010 às 18h43

Não se tem punição para quem publica inverdades como fazem folha, veja e todo o pig?

Responder

    Ana Maria

    02 de agosto de 2010 às 15h58

    Tem sim, Joaquim. Aqui em Belo Horizonte o outrora "grande jornal dos mineiros", O Estado de Minas, está à beira da falência, com exemplares jogados pelos postos de gasolina. Nem de graça o pessoal pega mais. A Folha de São Paulo caminha a passos largos para o mesmo caminho.

Donizeti

02 de agosto de 2010 às 18h38

Uma representação no Ministério Publico Federal e na Procuradoria Geral Eleitoral Federal para apurar o descarado partidarismo e jogo sujo da grande mídia a favor do tucano José Serra e contra o governo Lula, o PT e a candidata Dilma já está passando da hora de ser feita por alguma entidade da sociedade civil.

Essa mídia parasitária que tem contratos sem licitação com governos do PSDB ou que recebem favores do Estado, tipo Folha, Estadão, Veja e Globo passaram dos limites a muito tempo, tem que ser enquadrados na lei eleitoral brasileira.

Digam qual é seu candidato,a lei permite essa ação para as empresas privadas que elas são, mas se limitem a fazer propaganda eleitoral para seu candidato predileto, o tucano Serra, nos termos da lei que regula a matéria e não fiquem batendo por trás e fazendo " cara de santo" pela frente.

Essa mídia golpista, que tenta manipular a vontade do eleitorado e influir ilegalmente no processo eleitoral é um verdadeiro câncer que corrói a politica brasileira.

Responder

helio leite

02 de agosto de 2010 às 15h24

A folha = PIG não se conforma com a popularidade do PT que hoje tem a preferencia de 25% do eleitorado brasileiro.Quem mandou ela pisar no povo, porquê o PT é o povo organizado.

Responder

Antonio Silva

02 de agosto de 2010 às 15h22

E daí ? .
Já insultaram diversas vezes o Presidente da República, chegando a injuriarem o nosso Presidente como um estuprador .
Já falsificaram documento de orgãos de segurança do Estado para incriminar a então Ministra da Casa Civil .
Já inventaram e forjaram grosseiras denúncias contra o maior patrimônio empresarial do povo brasileiro, causando enorme desgaste da imagem da nossa Petrobras .
Aí eu pergunto :
O PT não vai acionar a justiça ?
Cadê a justiça deste nosso Brasil ? .
Cadê as autoridades do Poder Judiciário deste meu Brasil ? .

Responder

    vitu

    02 de agosto de 2010 às 16h45

    Justica? NO Brasil? kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    devem estar contando a ultima propina do Daniel Dantas, pensando em que cofre vao colocar os dctos da Satiagraha,
    como livrar o Serra de chalartarismo e etc etal

    Ed.

    02 de agosto de 2010 às 21h08

    Em época de eleição, mexer com a grande mídia não costuma ser politicamente recomendável.
    Mas do jeito que o PIG anda, já está quase valendo a pena, pra xuxu à beça…

WALACI

02 de agosto de 2010 às 15h16

QUEM É ELE?
É DE ESQUERDA? CANHOTO?
É DESENVOLVIMETISTA? DO FASCIO SÉCULO XXI?
COMO ELE COMBATEU O CRIME ORGANIZADO EM SÃO PAULO? COMBATEU O CRIME?
PORQUE EXISTE TANTOS CADERNINHOS INÚTEIS NAS ESCOLAS DE SÃO PAULO? QUAL É A GRÁFICA QUE FAZ ESSES CADERNINHOS? É DO PIG? AGRONEGÓCIO? DINHEIRO PÚBLICO PRO PIG? O PIG DÁ INFORMAÇÕES DO JEITO QUE ELE QUER? ELE TEM DISTÚRBIOS? É FEIO? O SARNEY GOSTA DELE? NÃO GOSTA? E AGORA? SERÁ QUE ELE ACEITA PRESIDIR A REPÚBLICA DAS SERPENTES?

Responder

    clemes

    02 de agosto de 2010 às 18h31

    Wallaci, por favor, letras minúsculas nos próximos comentários. É uma das normas do Viomundo. abs

Tenório

02 de agosto de 2010 às 15h08

Que futuro terá o jornal do futuro?
Incerto, no mínimo…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding