VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Altamiro Borges: A Folha baba ódio contra o MST


09/08/2011 - 15h51

por Altamiro Borges, em seu blog

A mídia burguesa nunca gostou dos movimentos sociais. Ou omite suas lutas ou as criminaliza. Quando eclode uma greve, ela fala em congestionamento do trânsito – jogando a sociedade contra os grevistas. Ocorre um ato ou passeata popular e ela sataniza os manifestantes. O MST, um dos principais movimentos sociais brasileiros, é um dos alvos prediletos desta manipulação midiática.

A torcida histérica

Prova deste ódio de classe foi o editorial da  Folha de domingo (7) contra os sem terra. Os adjetivos são raivosos, hidrófobos. Com base em dados sobre a redução do número de acampados, o jornalão da famiglia Frias atira: “Nos termos do vocabulário leninista que alimenta o delírio autoritário de seus líderes, é possível dizer que a ‘vanguarda de luta’ do MST corre risco de fenecer”.

Para o jornal, o MST é “o arauto de uma utopia regressiva, inimigo do agronegócio  e da geração de riquezas no campo” e estaria em “declínio político” por se opor ao “progresso” capitalista. Não há uma palavra contra a concentração de terras no país, contra o trabalho escravo ou contra o uso de jagunços pelo latifúndio. A torcida pela extinção do MST é explícita, quase histérica.

Um jornal decadente, decrépito

“Em marcha inexorável, o movimento encolhe. Reverte ao núcleo do que nunca deixou de ser: um grupo de cristãos de esquerda adepto de ações criminosas, como invasão e destruição de propriedades, e hábil na mobilização de excluídos para exercer pressão sobre o Estado e extorquir-lhe os recursos – desapropriações e verbas – que mantêm o movimento artificialmente vivo”.

Depois a Folha ainda afirma que é um jornal “plural e independente”. Porta-voz dos ruralistas e da direita golpista, o jornalão deveria ficar preocupado com o seu “declínio inexorável” – expresso na queda das suas tiragens de quase 1 milhão de exemplares nos anos 1980 para menos de 300 mil nos dias atuais. Ela, sim, representa a “utopia regressiva” do deus-mercado.

Stedile detona o Otavinho, o Aldo, a Katia…

Emiliano José e o estranho comportamento da mídia: Não morder a isca





45 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Via Campesina: por que se mobiliza a partir desta segunda | Viomundo - O que você não vê na mídia

20 de agosto de 2011 às 16h59

[…] Altamiro Borges: A Folha baba ódio contra o MST   […]

Responder

leandro

10 de agosto de 2011 às 09h04

Muitos aqui criticam a sonegação como um mal sério do Brasil e eu concordo, se todos pagassem corretamente, poderiam cobrar menos impostos. Mas, ao mesmo tempo defendem um movimento, associação, nem dá pra definir o que é porque eles pela lei não existem, que não tem CNPJ, não pagam impostos, não prestam contas, não tem registro em cartório. Todas as caracteristicas de uma associação criminosa. Se querem ser respeitados que antes cumpram a lei como todo mundo deve cumprir.

Responder

José Livramento

09 de agosto de 2011 às 22h59

Se eu achar um texto do início do século XX, de latifundiários criticando a industrialização do país e a reforma agrária (capitalização do campo com distribuição de renda), e mudar um ou outro termo e adjetivo, poderia entrar facilmente nos editoriais da Folha de São Paulo.

"o Brasil deve seguir suas vocações naturais e plantar café"

Substitua café por Soja e TADAM!!! voltamos no tempo.

Responder

Josiane

09 de agosto de 2011 às 22h56

Perde seu tempo o PIG.
Nos últimos dez anos, o Governo do Presidente Lula e da Presidenta Dilma promoveram grandes avanços na reforma agrária.
Nunca antes nesse País, tantas famílias foram assentadas.
O MST e os companheiros trabalhadores agradecem reconhecidamente o PT.

Responder

Ivan Valente: Campanha “Sou Agro” omite os verdadeiros anunciantes | Viomundo - O que você não vê na mídia

09 de agosto de 2011 às 22h53

[…] Altamiro Borges detona a Folha, que destila ódio contra o MST   […]

Responder

Luiz Fortaleza

09 de agosto de 2011 às 21h51

Eu hei de ver a queda desses jornais burgueses junto com as organizações GLOBO.

Responder

Regina Braga

09 de agosto de 2011 às 20h23

Bastou ser um movimento social que a folha baba…e o medo,como fica?

Responder

Aracy_

09 de agosto de 2011 às 20h09

Antes de publicar essas sandices, a Folha deveria ao menos ler o que o Prof. Bernardo Mançano, geógrafo da Unesp, tem a dizer sobre o MST e a questão agrária no Brasil: http://www.unesp.br/aci_ses/revista_unespciencia/
Aliás, o MST é tema de estudos e teses de inúmeros pesquisadores. Enquanto isso, parafraseando o saudoso Milton Santos, a Folha deveria ser premiada pelo seu fracasso como veículo de comunicação social.

Responder

    francisco p neto

    09 de agosto de 2011 às 23h06

    Aracy
    A sua contribuição, ao citar o professor Maçano, é mais do que pertinente.
    Quem realmente quer se inteirar sobre reforma agrária, antes de falar só com o fígado, deveria ler os trabalhos do professor.
    E para aqueles que não sabem nem quantos tetos tem uma vaca, é um bom começo consultar esse be-a-bá, para poderem começar a dar seus pitacos sobre os assuntos do campo.
    Sem falsa modéstia, eu com os conhecimentos que já tenho, não deixei de copiar e guardar nos meus arquivos esse material.
    Sugiro que todos façam o mesmo.
    Parabéns pela lembrança Aracy.

    Aracy_

    10 de agosto de 2011 às 07h13

    Obrigada, Francisco. Quanto mais informações trocarmos, melhor.

Fabio_Passos

09 de agosto de 2011 às 19h40

Enquanto o fascistinha do frias se afoga na própria bílis…

"MST recebe prêmio por produção agroecológica nos EUA" http://www.mst.org.br/mst-recebera-premio-por-pro

Responder

    Elton

    09 de agosto de 2011 às 20h12

    É…..e justamente em que país………

Fabio_Passos

09 de agosto de 2011 às 19h13

pfff… essa foi boa.
Olha só o desespero e o ódio incontido do frias.

A fsp está no fundo do poço.
E não sai mais.

O MST somos nós!

<img src=http://www.mst.org.br/sites/default/files/images/1911.jpg?1245659169>

Responder

Alexei_Alves

09 de agosto de 2011 às 18h55

Enquanto isso grandes latifundiários continuam assassinando regularmente trabalhadores sem terra, continuam desmatando ilegalmente e continuam usando agrotóxicos nocivos à saude.

Deve ser isso que a folha chama de "progresso agrário capitalista"

Responder

Rina a.laboissiere

09 de agosto de 2011 às 18h47

Os cães loucos da folha babam, mas eles estão morrendo… Morrendo , não teremos onde jogar. São fétidos.

Responder

Petista arrependido

09 de agosto de 2011 às 18h35

Essa cambada do MST são todos vagabundos!
Só querem invadir terra produtiva,fingir que planta uns pés de mandioca,vender essa terra e depois fazer nova invasão e repetir o ciclo.Trabalhar que é bom,nem pensar!
Procurem se informar melhor do "modus operandi" deles,que voces vão mudar de idéia!!!

Responder

    Marcos C.Campos

    09 de agosto de 2011 às 19h42

    Troll enrustido , já pegou na enxada alguma fez ? Ou numa vassoura, ou num giz , ou em um volante de caminhão ?

    El Cid

    09 de agosto de 2011 às 20h11

    Marcos, o que fiquei impressionado é com o nick do "troll enrustido"… haja óleo de peroba !!

    Aline C Pavia

    09 de agosto de 2011 às 21h57

    Será que ele sabe o significado do termo "bóia-fria"?
    Será que ele já comeu arroz azedo com ovo frito, frios na marmita, depois de ficar das 6 às 14h derrubando cana na foice e no podão, tomando sol e chuva na moringa?
    Será que ele sabe o que é fazer suas necessidades lá no meio da lavoura, escondido entre um galho de árvore e sua própria camisa?
    Será que sabe o que é conviver com calos nas mãos e frieiras nos pés por trabalhar 16 horas em pé, com enxadas, rastelos e pás, de botinas e meias?
    Será que sabe que existem DEZENAS DE MILHÕES de pessoas que fazem isso TODOS OS DIAS para que nós todos possamos TER O QUE COMER??

    Inferno! Que preguiça e canseira de GENTE BURRA! Gente tão pequena e tacanha quanto o próprio umbigo! VÃO TRABALHAR!

    Elton

    09 de agosto de 2011 às 20h12

    Muito criativo seu nick…..conte outra!

Elton

09 de agosto de 2011 às 18h23

Vai ver o Otavinho Frias também é fazendeiro………dificilmente esses empresários possuem um negócio só……
Para a mídia burguesa não existe concentração de terras no Brasil, a pequena propriedade rural é "inviável" o agronegócio é TUDO em termos de arrecadação de divisas no Brasil. Opor-se a seus métodos espúrios é ir "contra o progresso". E o pior é quem come feijão, arroz, legumes e frutas muitas vezes acredita que são "eles" que "põe comida na mesa do povo". A manipulação infelizmente dá resultados.

Responder

Rodrigo Leme

09 de agosto de 2011 às 18h07

A Folha já disponibilizou espaço junto a seus editorias para Stedile e Rainha (nas seçlões de Tendências / Debates), mais de uma vez. O que é muito mais espaço que o Altamiro já deu na vida dele pra qquer um que não pense igual a ele.

O que o Altamiro não curte muito é democracia. Opinião contrária pra ele é passível de paredão verbal.

Responder

    Alexei_Alves

    09 de agosto de 2011 às 19h00

    Olha só o Troll tendo espaço num blog de esquerda para reclamar que não tem espaço num blog de esquerda…. e quer ser levado a sério.

    El Cid

    09 de agosto de 2011 às 19h48

    Rodrigo Leme

    09 de agosto de 2011 às 23h25

    Se caixa de comentário é igual espaço no veículo, a Folha é o veículo mais aberto do Brasil. O PapagaioCid pode ir lá toda hora repetir as coisas que lhe falam, à vontade. Agora, a Folha deu espaço ao MST na sua área de editoriais (na mesma área onde a crítica que o Altamiro mandou pro paredão foi publicada), o que seria como o Altamiro abrir um de seus posts para a opinião contrária.

    Ênfase em <<SERIA>>.

    O engraçado é ter que explicar algo tão óbvio.

    Mas é aquela coisa, a gente sabe que fulano é mal intencionado, então não pode deixar quieto…eu chego a desejar que a pessoa seja burra, mas não é: é má fé mesmo.

    El Cid

    10 de agosto de 2011 às 10h15

    sem chiliques, trollzinho… só porque te peguei nessa sua frase: "O que o Altamiro não curte muito é democracia. Opinião contrária pra ele é passível de paredão verbal." ?

    sinto muito, mas voce ó:

    [youtube xAS8PK65p8c http://www.youtube.com/watch?v=xAS8PK65p8c youtube]

    Rodrigo Leme

    10 de agosto de 2011 às 18h05

    Chilique? Nunca…eu adoro sua risada nervosa. E quantdo você recorre ao vídeo do YouTube, é pq a fonte de argumento secou. Cada um tem um mecanismo de defesa…

    El Cid

    10 de agosto de 2011 às 18h51

    a minha de argumrento secou… isso é que dar ficando a almentar trollzinhos como você, tucano enrustido…

    agora você adorar minha risada nervosa, hummmm…

    Rodrigo Leme

    11 de agosto de 2011 às 16h13

    Ah, é verdade: adoro suas insinuações homofóbicas também. Reveladoras.

    El Cid

    11 de agosto de 2011 às 16h54

    vestiu o capuz ? mas é um tolinho esse trollzinho…

    Rodrigo Leme

    12 de agosto de 2011 às 08h56

    Tem capuz pra vestir?

    Eu só tou vendo um cara que acha que insinuação homossexual sobre outros é ofensivo.

    Não é a pior das bobagens que você fala (a lista é longa), mas essa beira perigosamente no crime. Cuidado, que esse progressismo te prejudica um dia…

    El Cid

    12 de agosto de 2011 às 19h42

    preocupado com a concorrência das suas bobagens, tucano enrustido? e o meu progressismo também te incomoda?

    você deu a deixa…

    betinho2

    09 de agosto de 2011 às 23h59

    Poxa, a Folha te fez porta-voz desse espaço "disponibilizado" (que ninguem viu) e não avisaste o Stédile e o Rainha? Você é um traíra, ou não?

    Rodrigo Leme

    10 de agosto de 2011 às 18h05

    Ninguém viu porque quem mete o pau na Folha geralmente nem lê o jornal…rs

    Alberto Alves

    10 de agosto de 2011 às 17h47

    Só me responde o que é Democracia pra vc?

José Ruiz

09 de agosto de 2011 às 17h45

Surpreendente que eles ainda tenham uma tiragem de 300 mil nos dias atuais…

Responder

    Marcio H Silva

    09 de agosto de 2011 às 18h01

    Estes trezentos mil são o pessoal de Heliópolis e Alphaville.

    GilTeixeira

    09 de agosto de 2011 às 18h50

    E as assinaturas do governo do estado!

    Francisco

    09 de agosto de 2011 às 19h08

    Marcio
    Me parece certo que você quis dizer "Higienópolis". Os moradores de Heliópolis não temos interesse em tal excremento.

    Marcio H Silva

    09 de agosto de 2011 às 20h39

    eheheheheheheheheheh, escrever com o coração, sem revisar, dá nisto. Desculpe o erro. Voce corrigiu e fica registrada a correção.

Polengo

09 de agosto de 2011 às 17h41

A folha baba ódio contra o MST?
Deixa ela. É a única coisa verdadeira que consegue fazer. Babar ódio.
Que morra afogada no fel.

Responder

    MataTrolls

    09 de agosto de 2011 às 18h20

    E babar ovos… isso a Foglia faz direto também.

Augusto

09 de agosto de 2011 às 17h37

Há mais ou menos meia hora deletei um spam da Folha de São Paulo. Eles queriam me enviar jornal de graça!
Quem é que quer ler esses lixos que eles publicam? Não quero a Folha nem de graça!

Responder

Augusto

09 de agosto de 2011 às 17h29

Queria é participar em uma marcha contra o PIG!

Responder

Ricardo Gonçalves

09 de agosto de 2011 às 17h26

Importantíssimo frisar que foi-se os tempos dos jagunços. Hoje, há uma verdadeira milícia particular, dotada de GPSs, celulares e armas (muitas armas), a fazer a segurança dos latifúndios. Indígenas e trabalhadores rurais são covardemente assassinados diariamente. A mesma empresa é responsável pela "segurança" de diversas fazendas em uma mesma localidade, simplesmente criando um "Estado-Privado-Para-Militar" em defesa do "agronegócio".
O país ainda engatinha no combate a desigualdade do campo. O que a imprensa faz ao demonizar o MST é apenas defender seus negócios e dos seus sócios.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding