VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


TV

Maira Santos Cunha: O DEM não nos representa


19/08/2011 - 12h57

A UNEAFRO aparentemente não gostou do Democratas ter usado um negro como porta-voz (sugestão do Igor Felippe):

[A suspensão das cotas no serviço público]

[A propaganda da Nívea que deu o que falar]

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


38 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marat

20 de agosto de 2011 às 11h17

Por mais que o PFL deseje, sua imagem jamais se descolará do neoliberalismo e do racismo. Outra coisa: "Democratas" é piada, não é mesmo? Deveriam macaquear-se com o título de "Republicanos", suas idéias são bem próximas!

Responder

    xykogoncalves

    20 de agosto de 2011 às 13h40

    Assino em baixo, Marat. São mesmo mais parecidos com os integrantes da "tea party"!

alício

20 de agosto de 2011 às 07h02

O dem tem os representantes estaduais mais cômicos do mundo:
Bahia- o anãozinho falante brigador
Riogrande do Norte- o "fanho" tresloucado
Demo(stenes)- sei lá de que estado , o "desentendido", nunca sabe nada, ou sabe tudo às avessas.
Pernambuco- o "buchudinho", representante do atraso.
Aliás, Pernambuco é campeão de políticos enganadores: Bob freire, jungman, vasconcellos, guerra, maciel e muitos outros.

Responder

NilvaSader

20 de agosto de 2011 às 01h30

Servidão voluntária ainda existe, gente !

Responder

Rodrigo Leme

20 de agosto de 2011 às 01h09

Uau, não sabia que a Maira Santos Cunha era porta-voz de todos os negros do Brasil. Bom saber.

Espero que a população negra tenha passado a procuração para ela, e espero que da próxima vez que alguém quiser colocar um negro na TV que peça a devida permissão a ela.

Responder

    Silvio

    20 de agosto de 2011 às 02h27

    É, Rodrigo…
    Porta-vozes da população negra são o Agripino Maia e o Demóstenes Torres, não é?
    Quer dizer então que o DEM pode se posicionar e aqueles que divergem da posição desse partido não podem? É assim que os DEMocratas se mostram.
    E sabe o que é mais risível nesse seu comentário? É que você ataca pessoalmente a garota ao invés de debater as questões que ela legitimamente coloca.
    Bem…mas o que esperar do DEM e seus apoiadores?

    @sergiobio

    27 de janeiro de 2012 às 08h16

    Não, ela é apenas uma representante legítima, que está expondo uma opinião honesta e gratuita, muito ao contrário dos Democratas.

EUNAOSABIA

20 de agosto de 2011 às 00h01

Aiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!Ui!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! O Kid Bengala é meu candidato.Chama ele para se candidatar pelo DEM,Zé Agripino!!Aiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!Ui!!!!!!!!!!!!!!

"Se ele prometer meter o pau na corrupção eu voto nele'.
ANDY32LOPZ

[youtube 8WIPkeXnHRI http://www.youtube.com/watch?v=8WIPkeXnHRI youtube]

Responder

EUNAOSABIA

19 de agosto de 2011 às 23h56

AI! Ui! Ai! Ui! Eu adorei o negrão do DEM!!!Ai Ui! Ai" Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

FrancoAtirador

19 de agosto de 2011 às 23h53

.
.
A não ser a escória que quer se mudar para Miami
e não pode, porque não consegue visto dos EUA,

o DEM não representa ninguém:

nem preto, nem branco,
nem azul, nem amarelo,
nem vermelho, nem verde.

O DEM é o suprassumo da canalha ignóbil.
.
.

Responder

Adir Tavares

19 de agosto de 2011 às 22h22

Patético, só isso!

Responder

Altamiro Borges: FHC apóia a faxina que ele nunca fez | Viomundo - O que você não vê na mídia

19 de agosto de 2011 às 21h11

[…] Maira Santos Cunha: O DEM não nos representa   […]

Responder

A propaganda da Nívea que deu o que falar | Viomundo - O que você não vê na mídia

19 de agosto de 2011 às 19h34

[…] UNEAFRO: O DEM não nos representa […]

Responder

Étore

19 de agosto de 2011 às 19h30

Mais uma pérola do coitadismo.

Responder

    Fabio_Passos

    19 de agosto de 2011 às 20h23

    coitados dos racistas do dem… a moça arrasou com os trampas.

Fabio_Passos

19 de agosto de 2011 às 18h42

Muito bem dito.
O dem é um dos partidos da "elite" branca e rica.

É importante nomear aqueles cujo objetivo é ferrar os negros e pobres no Brasil: dem, rede globo, psdb, veja, pps, estadão, fsp.

Responder

Gerson Carneiro

19 de agosto de 2011 às 18h05

A propaganda do DEMOCRATAS apenas revela a posição que o negro ocupa na hierarquia do partido DEM.
Se o DEMOCRATAS fosse um bloco de carnaval iria utilizar negros como cordeiros. A mim não surpreendeu.

Responder

camilo junior

19 de agosto de 2011 às 17h36

eu fico preocupado quando alguém coloca o agronegócio nessas discussões, pois todo agricultor pequeno ou grande que produz com certo nível de tecnologia e vende seu produto ao mercado é um membro do agronegócio, mesmo que ele seja a nível familiar, pois participa da cadeia produtiva de produtos agrícolas, o alimento que a cidade utiliza é produzido por essa cadeia chamada agronegócio e nela estão agricultores familiares, pequenos agricultores, médios agricultores e grandes agricultores. eu sou um pequeno agricultor, produzo e vendo meu produto que vai parar em supermercados e feiras e sendo assim participo dessa cadeia produtiva, gero 2 empregos em meu sítio, pago salários, todos os encargos e sem contar os impostos. Quando vejo alguém colocar o agronegócio do lado dos maus, me sinto lesado, pois no agronegócio existem milhões de pequenos agricultores como eu e minha família que a 50 anos lutamos contra todas as dificuldades para produzir, vivemos endividados, mas nunca perdemos a esperança de dias melhores.

Responder

    Gerinho da Terra

    19 de agosto de 2011 às 18h21

    Concordo que você faça parte do agronegócio, porém este termo está relacionado com as grandes fazendas, onde se produz mais especificamente para a exportação.
    Se entendi bem, você se encontra mais próximo do termo "agricultura familiar" mesmo tendo funcionários do que do termo "agronegócios".
    Esta distinção não é apenas uma questão de termos da língua, mas de política, pois os grandes dos lobies da agricultura não defendem os pequenos agricultores como você, defendem apenas os grandes, inclusive em detrimento dos pequenos.
    Obrigado por fazer o Brasil um país mais rico Camilo.
    FUI!!!!!!

    carlos bandeira

    19 de agosto de 2011 às 18h45

    esse é uma visão ingênua do agronegócio.

    vivemos no brasil uma disputa de modelos agrícolas.

    de um lado, o agronegócio, que é o casamento das empresas transnacionais e do capital financeiro com os latifundiários capitalistas, para a produção em latifúndios de mercadorias para exportação, com uma tecnologia voltada para o lucro (que expulsa as famílias do campo) e nos agrotóxicos.

    de outro, a agricultura camponesa, familiar e a reforma agrária, que é baseada na produção em pequenas propriedades, com apoio do Estado (não do capital internacional) voltada para o mercado interno (70% da alimentação da cesta básica vem daí, de acordo com o censo agropecuário do IBGE).

    eis a diferença.

    o agronegócio é um modelo que ameaça a nossa soberania nacional, alimentar e territorial!

    George

    19 de agosto de 2011 às 19h14

    Agronegócio= capital financeiro internacional+latifúndio+monocultura voltada à exportação

Francisco

19 de agosto de 2011 às 17h21

Eu sei, sem olhar no calendário, quando esta chegando eleição no Brasil: é só aparecer preto na TV…

Na TV brasileira não tem branco, tem ariano! Ninguém ali é só branco não, tem que ser louro e o olho tem que ser translúcido. "Malhação" tem mais branco que a Escandinávia. Tem até o preto da cota lá no meio (vocês sabem, como só um por cento dos brasileiros é negro, então é "justíssimo" que um por por cento do elenco da novela sirva cafezinho na trama. Como não há afro-descendentes no Brasil (eu , por exemplo, não existo) então ou é branco ou é negro. É uma sessão da tarde estadunidense, saca?

Me preocupa os descendentes de portugueses, coitados, ainda pensam que são brancos… Ninguém mais na TV brasileira, NINGUÉM, tem sobrenome português, ninguém! Silva ou Santos então, só os sobreviventes da era do rádio e olhe lá!

A Hebe, pelo menos era Camargo. O negócio agora é Ana "Riquimã"…

Responder

    Gerinho da Terra

    19 de agosto de 2011 às 18h15

    Você não entendeu. É que em colégio pago, quase não há negros mesmo, eles são raros nesses colégios.

    FrancoAtirador

    19 de agosto de 2011 às 21h03

    .
    .
    É verdade.

    E os que estão em escolas particulares
    via de regra, sofrem assédio (buillying),
    ainda que com condições financeiras
    iguais ou superiores aos demais.

    É puro racismo, apartheid mesmo.
    .
    .

sironn

19 de agosto de 2011 às 17h16

Como se não houvesse negro de direita. Tem gente que é escravo da escravidão até hoje mesmo… Deixa o DEM ser de direita, reacionário e seja mail o que for pois ele cumpre um papel, importante para a democracia brasileira, para sabermos o que é e quem é a direita no país. Se colocam negros, muito bem, que bom! Um avanço para nossa democracia e para a nossa luta, dos negros!

Responder

Rafael Patto

19 de agosto de 2011 às 17h08

O DEM é um partido interessante e não pode ser acusado de não reconhecer que a sociedade brasileira é dividida entre uma maioria pobre e uma minoria rica. Tanto é assim que esse partido pensa nos dois lados: para os pobres, alimentos com agrotóxicos; para os ricos, enlatados americanos na TV por assinatura. A indigestão que fique para quem vota neles!!!

Responder

Bruno

19 de agosto de 2011 às 17h03

A tal da UNEAFRO quer impedir um negro livre, saudável, em pleno gozo de suas faculdades mentais, de aceitar um emprego bom? Vai entender…

Responder

    Claudio

    19 de agosto de 2011 às 19h45

    Impedir, não.
    Mas não pode falar nada?
    Não dá pra cobrar, chamar na consciência?
    Não existe dinheiro sujo?
    Pagando bem, que mal tem?
    Esse caminho começa bonito, mas termina tão feio…

    Silvio

    20 de agosto de 2011 às 02h30

    Impedir?
    Desculpe, mas você viu o vídeo?
    A UNEAFRO está colocando a sua posição assim com o DEM fez antes! E isso é impedir?
    E o que tem a ver o vídeo com "aceitar um emprego bom"?
    Mas é cada doideira…

Moacir Moreira

19 de agosto de 2011 às 15h22

Dilma, Heloisa, Marina e a Faxina Permanente

Hoje fui surpreendido com um artigo da ex-ministra de Lula, Marina Silva, por acaso cronista do jornal Folha de S. Paulo, mencionando a atual condição de faxineira de nossa presidente(a).

No final de sua crônica, ela solta esta pérola digna dos nazi-anarco-trotskistas-lacerdistas mais ferrenhos e radicais:

" [….] A faxina, então, deixa de ser rápida, como se faz quando chega uma visita inesperada, e passa a ser permanente, vigorosa, profunda.

É desse nível de exigência que precisamos.

Se nos acostumamos a deixar barato, perderemos o controle do que é público, do que é de todos."

Pois bem.

Qualquer imbecil sabe que faxina é coisa de mulher e que se não forem combatidas as origens da sujeira, a faxina será permanente, pois é natural que o lixo volte a se acumular debaixo do tapete se não for recolhido periodicamente.

Este é o nosso PT, que tantas mulheres apóiam, como se faxinar para sempre fosse o destino delas.

Faxina permanente = Revolução permanente.

Com a palavra, as(os) nazi-anarco-trotskistas-lacerdistas faxineiras(os) permanentes.

Abraços

Responder

    Bruno

    19 de agosto de 2011 às 17h08

    É isso aí, Dilma! Deixa a imundície operar solta, porque você, como mulher, não pode se rebaixar ao nível de "faxinar" nada!

    Esta manifestação foi trazida a vocês num oferecimento de SARCASMO. SARCASMO, faz a vida mais gostosa.

    Bonifa

    19 de agosto de 2011 às 17h17

    Simplesmente não entendi o Moacir. É muito alta prosopopéia para meu pobre e humano entendimento.

Pedro

19 de agosto de 2011 às 15h07

Sou branco, mas, acho oDEM e o PSDB, partidos que pra eles tudo deve existir para servi-los. Exemplos: segurança, transporte, educação, saude eo povão deve trabalhar quase de graça pra eles. Quem não concorda com eles é comunista ou da esquerda.

Responder

LuisCPPrudente

19 de agosto de 2011 às 13h54

O PFL esconde quem eles representam, apesar deles usarem um negro na sua propaganda, os pefelês gostam mesmo é daquele idiota da Noruega, Anders Behring Breivik, que fez tudo o que fez para defender a raça branca contra a mistura de negros, índios, sulamericanos, etc e para proteger a religião católica das ações dos muçulmanos.

O espelho de cidadão para o PFL é o Anders Behring Breivik.
O ideal almejado pelo PFL é o do Tea Party.
Tanto para o fascista norueguês, quanto o fascista e racista Tea Party, o negro não tem vez. Esta é a verdadeira face do PFL, como semprte udenista.

Responder

Antonio

19 de agosto de 2011 às 13h33

O DEM representa o rico no agronegócio. Pobre para eles só é força de trabalho paga a duras penas, mais nada. E o que pode ser substituído por máquina é um tantão melhor.

Responder

    Jairo_Beraldo

    19 de agosto de 2011 às 15h47

    Não entendo esta raiva de voces contra o agronegócio. Voces associam latifundiários(só no tamanho da área) que nada produzem, de forma generalizada. Seria o mesmo que dizer que todo pobre é ladrão, drogado, vagabundo. Se soubessem o quanto é duro ser agropecuarista, mudariam de ideia. E não nos misturem com Katia Abreu, Ronaldo Caiado (caí na real, e trabalharemos duro contra ele em 2014) e outros tantos que são improdutivos e escravagistas. Agronegócio nem é do campo, mas de escritorios com ar condicionado em grandes centros, que aproveitam do suor de produtores rurais honrados.

    Bonifa

    19 de agosto de 2011 às 17h13

    Exatamente. Se soubessem como é insuportavel e chato uma pessoa que trabalha no agronegócio e ama o trabalho e a vida no campo ter que aguentar as pessoas como as Kátia Abreus da vida, tentando falar em seu nome e ser seus únicos representantes, veriam que este é um dos maiores espinhos do agropecuarista brasileiro.

    Claudio

    19 de agosto de 2011 às 19h43

    Pois então os produtores rurais honrados precisam se afastar da Kátia e do Caiado.
    E da globo, falha de sp, etc.
    E não só na hora do voto, mas na hora de se posicionar a favor da demarcação de terras indígenas, a favor da reforma agrária, contra os transgênicos, a poluição dos agrotóxicos e fertilizantes, contra a monocultura e por aí vai.
    Ah, e parabéns por ter "caído na real".
    É bom, né?

    Abs


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.