VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Sind-UTE/MG mantém greve sanitária contra retorno presencial: Risco a alunos, profissionais e comunidade; vídeo
Quem luta educa

Sind-UTE/MG mantém greve sanitária contra retorno presencial: Risco a alunos, profissionais e comunidade; vídeo


11/08/2021 - 12h40

Em Defesa da Vida: Assembleia Estadual do Sind-UTE/MG aprova a continuidade da Greve Sanitária, por tempo indeterminado, na Rede Estadual de Educação

Sind-UTE/MG

A Greve Sanitária, por tempo indeterminado, continua na Rede Estadual de Educação. Essa foi a decisão aprovada durante a realização da Assembleia Estadual do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), na tarde desta terça-feira (10/8/2021).

A Assembleia Estadual da categoria aconteceu de forma virtual e a direção do Sindicato destacou que o trabalho remoto continuará a ser prestado.

A Greve Sanitária, por tempo indeterminado, foi deflagrada no dia 2 de agosto/21, após o governo do Estado impor o retorno presencial das aulas na Rede Estadual sem garantir vacinação massiva da população e segurança sanitária nas escolas.

O Conselho Geral já havia aprovado, em 7/7/2021, uma Greve Sanitária por tempo determinado entre os dias 12 e 17/7/2021.

A coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, professora Denise Romano, destaca as motivações para a greve.

“Lutar pela vida é o nosso direito e nosso dever. A pandemia em Minas Gerais não está controlada, a estrutura das escolas estaduais é a mesma e não garante segurança sanitária, e o retorno presencial das aulas nesse momento coloca em risco a vida dos profissionais da educação, dos estudantes e das comunidades escolares.”

De acordo com dados da própria Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), na data de hoje, Minas Gerais alcança o número de 51.362 mortes pela Covid-19 e, nas últimas 24h, foram registradas mais de quatro mil novas contaminações.

Confira o calendário aprovado

– 11 a 16/8: Realização de plenárias e/ou assembleias locais para discutir a Greve Sanitária

– 11/8: Participar das atividades organizadas pelos estudantes

– 13/8: Atividade conjunta da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e da Frente Parlamentar em Defesa do Serviço Público sobre os prejuízos da PEC 32/2020

– 17/8: Comando Estadual de Greve e Assembleia Estadual

– 18/08: Greve Nacional do Serviço público com Paralisação Total das Atividades: Realização de atos locais (atos virtuais, carreata, manifestações, instalações)

– 25 e 26/08: Plenária Estatutária da CUT Minas

Em Defesa dos Serviços Públicos: Educação comprometida na luta contra a aprovação da Reforma Administrativa do governo federal

Um dos compromissos que a categoria aprovou durante a Assembleia Estadual foi a participação e promoção de atividades contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020.

A Reforma Administrativa do governo federal foi encaminhada à Câmara Federal e tem por objetivo destruir o serviço público e atacar os direitos dos servidores públicos, como a estabilidade (confira aqui a Cartilha do Sind-UTE/MG #NãoàPEC32).

Nesse momento, a PEC 32/2020 aguarda parecer na Comissão Especial da Câmara e seguirá para votação no Plenário.

Cartilha Não à PEC 32 by Conceição Lemes on Scribd





Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding