VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Sind-UTE/MG e deputada denunciam: Governo Zema convoca trabalho presencial em escolas na Onda Roxa; vídeo e áudio
Foto: Reprodução de vídeo
Quem luta educa

Sind-UTE/MG e deputada denunciam: Governo Zema convoca trabalho presencial em escolas na Onda Roxa; vídeo e áudio


17/03/2021 - 15h49

Sind-UTE/MG denuncia: Governo do Estado mantém convocação e servidores/as estão trabalhando presencialmente nas escolas inseridas na Onda Roxa

Sind-UTE/MG

Mais de 300 pessoas morreram só nas últimas 24h e foram registradas 11.045 novas contaminações em Minas, segundo dados da SES/MG – Secretaria de Estado de Saúde.

É nesse cenário da pandemia de Covid-19 que o governo do Estado manteve a convocação para Auxiliares de Serviços de Educação Básica (ASB’s) e Assistentes Técnicos de Educação Básica (ATB’s) trabalharem presencialmente na Rede Estadual, durante a Onda Roxa do Programa Minas Consciente.

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) denuncia o governo do Estado que, por meio da SEE/MG – Secretaria de Estado de Educação, coloca em risco milhares de vidas, tantos dos/as profissionais tanto de suas famílias.

A direção estadual tem recebido relatos de ATB’s e ASB’s que continuam trabalhando presencialmente.

“Temos notícias de servidores, principalmente de ASB’s, que foram contaminados em escolas de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Algumas escolas precisaram ser totalmente fechadas em virtude do processo de contaminação”, disse a coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, professora Denise Romano.

Desde a reunião de negociação do último dia 16/3/2021, o Sindicato reivindicou a suspensão imediata de todas as atividades presenciais nas escolas da Rede Estadual que se inserem na Onda Roxa.

O Sind-UTE/MG reforça que a medida do governo se mostra contraditória e coloca em risco milhares de vidas, além de contrariar a própria deliberação nº 130 do Comitê Extraordinário da COVID-19 do Governo do Estado, já que as atividades educacionais não são autorizadas a funcionarem nos municípios que se enquadram na Onda Roxa.

 

Convocação para trabalho presencial nas escolas: deputada aponta contradição entre a orientação da SEE e a deliberação do Comitê da COVID-19

A presidenta da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, a deputada Beatriz Cerqueira, fez um apelo em plenário (16.03.21) para que o contágio de trabalhadores da educação convocados para estar nas escolas não se torne uma situação sem controle e que a Secretaria de Estado da Educação revogue recente convocação para trabalho presencial.

“Temos mais uma colega internada com suspeita de COVID-19 no Hospital Eduardo de Menezes. Ela está com pneumonia e no oxigênio. E os auxiliares de serviço, assistentes técnicos e diretoras e diretores foram convocados pela SEE para o trabalho presencial na onda roxa”, denunciou.

A deputada contou que a Secretaria de Educação emitiu, dia 12/03, o Memorando 29 que convoca para o trabalho de auxiliar de serviço e para a entrega de Planos de Estudos Tutorados (PETs) os diretores e pessoal do serviço administrativo.

“Numa pandemia sem controle, as escolas devem ser fechadas. Há uma contradição entre a orientação da SEE e a deliberação do Comitê da COVID-19. Está na hora do governo zelar pela vida das suas profissionais da educação”, destacou.





5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Laudevino Luiz Vicente

19 de março de 2021 às 13h45

oi senhora deputada a senhora deveria melhorar este sindcato dos servidores ele não atende os servidores só pega dinheiro do pessoal e dos aposentados eu ser critico a esse presidente que esta no poder mais temos que fazer aos companheiros tambem

Responder

Gilbert Faro

18 de março de 2021 às 19h07

´ É outro GENOCIDA.
A culpa de tudo isso é do Aécio Neves e do PSDB. Foi o PSDB que rompeu com o voto democratico e apoia o Bozo.
Vejam o que disse o presidente do PSDB nacional.
https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2021/03/18/bruno-araujo-presidente-do-psdb-bolsonaro-lula.htm

A CULPA DO BOZO FAZER O QUE FAZ É CULPA DO PSDB.

Responder

Henrique Martins

18 de março de 2021 às 13h43

https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/militantes-sao-presos-em-brasilia-apos-estenderem-faixa-que-chamava-bolsonaro-de-genocida

Está aí o regime de opressão bolsonarista mostrando a sua face nua e crua.
Resta saber se a justiça vai deixar o monstro crescer. Até porque ele pode engoli-la.
A ver.

Responder

Henrique Martins

18 de março de 2021 às 13h39

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/com-centrao-rachado-psd-fala-em-kalil-como-vice-de-lula-em-2022/

Não tem candidato mais viável para ser vice de Lula do que Kalil, a menos que ele saísse com uma candidatura pura ou meio sangue

Responder

Henrique Martins

18 de março de 2021 às 12h20

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2021/03/18/governo-bolsonaro-diz-que-biden-prometeu-estreitar-parceria-entre-paises.htm

Bolsonaro não só foi lambe botas de Trump quanto apoiou a invasão do Capitólio.
Entre Lula e Bolsonaro é óbvio que ele fica com o primeiro.
Então para neutralizar essa ação a esquerda tem que usar seus canais para contatar os democratas, de sorte que, se ele atender ao pedido de Lula, deixe claro que está atendendo ao Lula. Nada mais.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding