VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Covid: Sind-UTE/MG cobra de prefeito suspensão imediata das aulas presenciais em Uberlândia, para evitar tragédia maior
Gladstone Rodrigues, secretário municipal de Saúde, e o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão. Foto: Reprodução Prefeitura de Uberlândia
Quem luta educa

Covid: Sind-UTE/MG cobra de prefeito suspensão imediata das aulas presenciais em Uberlândia, para evitar tragédia maior


05/08/2021 - 16h24

Da Redação

Odelmo Leão Carneiro Sobrinho (PP) é prefeito de Uberlândia, município de Minas Gerais.

Na sexta-feira passada, 30 de julho, ele divulgou nas redes sociais um vídeo em que pede apoio da população para  evitar o aumento de casos de covid-19 na cidade. De uma média diária de 200 novos casos, passou para 400.

No vídeo, ele disse:

Se não houver o apoio, a colaboração, a atenção para as medidas sanitárias que todos nós precisamos tomar, será difícil combater o vírus na nossa cidade. Faço esse vídeo para fazer um apelo a cada um. Vamos ter consciência, vamos ajudar uns aos outros. A Prefeitura fará o que for possível. Faremos a nossa parte. Espero que nosso povo colabore e também faça a sua.

Só que o próprio prefeito Odelmo Leão, 14 de junho de 2021, determinou o retorno das aulas presenciais no município.

Desde então, segundo o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) – Subsede Uberlândia, a situação da pandemia piorou na cidade.

Em nota divulgada no início da tarde desta quarta-feira, 05/8, a subsede Uberlândia do Sind-UTE/MG denuncia o aumento de novos casos e de óbitos pela covid-19.

Abaixo, a íntegra da nota.

Risco do retorno presencial das aulas – Sind-UTE/MG Subsede Uberlândia denuncia situação de contaminação e mortes

Quase 100% dos leitos de UTI ocupados em Uberlândia. É esse o cenário enfrentado hoje em Uberlândia, após o retorno das aulas presenciais na Rede Municipal.

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) – Subsede Uberlândia vem a público para denunciar a grave situação de contaminações e mortes pela Covid-19 no município.

Segundo dados da própria Secretaria Municipal de Saúde (4/8/2021), o nível de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 na Rede Municipal está em 99%, mas, nos dias 2 e 3 de agosto estava com 100% de ocupação. Em apenas 24h, nove pessoas morreram por conta da pandemia.

O Sind-UTE/MG – Subsede Uberlândia destaca que as aulas presenciais foram retomadas no dia 14/6/2021 e, desde a data, a situação com a pandemia piorou.

Escolas estaduais e municipais estão sendo fechadas diante da situação, profissionais foram contaminados, mas, o Sindicato reforça que esse cenário de colapso poderia ter sido evitado se, antes de impor o retorno presencial das aulas, a Prefeitura tivesse se dedicado para a ampliação da vacinação e melhoria na estrutura das escolas.

A direção da Subsede de Uberlândia informa que permanece vigilante e cobra da Prefeitura a suspensão imediata das aulas presencias no município, a fim de evitar uma tragédia maior.

É urgente a tomada de ações no controle, bem como, na prevenção contra novas contaminações para que essa situação não ocorra novamente e coloque em risco a vida de mais pessoas.

Sind-UTE/MG – Subsede Uberlândia na defesa da vida da categoria, dos/as estudantes, das comunidades escolares e de toda a população.





Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding