VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Zeca Dirceu: Lava Jato, a farsa que destruiu a economia; construção civil teve recuo de 28% em 5 anos
Política

Zeca Dirceu: Lava Jato, a farsa que destruiu a economia; construção civil teve recuo de 28% em 5 anos


13/02/2021 - 10h37

Lava Jato: A farsa que destruiu a economia brasileira

Por Zeca Dirceu*, exclusivo para o Viomundo

Costumo dizer que a verdade pode até demorar a aparecer, mas um dia prevalece.

Com a divulgação de mais de 50 páginas de conversas entre os procuradores da Lava Jato e Sergio Moro, ficaram muito evidentes o conluio e a fraude jurídica praticada por aqueles que se diziam detentores do saber jurídico e da imparcialidade.

Nesses diálogos encontramos uma série de crimes entre os procuradores do Ministério Público Federal, entre eles o procurador Deltan Dallagnol (aquele que dizia “não temos provas, mas temos convicção”) e o então juiz Moro.

Nessas conversas, Moro orienta, faz acordos e combinações com os procuradores sobre formas de como apresentar a denúncia contra Luiz Inácio Lula da Silva e como incriminá-lo no caso do tríplex do Guarujá.

Moro sempre gostou de ter atenção e usou a estratégia da midiatização para construir o tal “herói nacional”, e assim ganhar o apoio de uma classe média fútil, que sempre esteve contra as políticas sociais de Lula.

Moro passou por cima de vetos, de leis e de pessoas para satisfazer o seu ego e o seu lavajatismo.

E como consequência do anti-heroísmo de Moro recebemos um presidente fascista e uma crise econômica sem precedentes.

As ações egoísticas de Moro não prejudicaram apenas Lula, mas criaram todo um ambiente de incertezas econômicas.

A partir da ação mais incisiva da força-tarefa, em 2015, impactou-se diretamente a capacidade da Petrobras e de empresas do setor petroleiro e da construção civil.

Foram ao todo 37 fases da operação Lava Jato, segundo informações divulgadas pela Polícia Federal.

Dessas, 15 citavam a Petrobras, enquanto o termo genérico “empreiteiras” foi usado nas outras fases para não expor as empresas.

Com a estratégia de desacreditar a política e as empresas nacionais, o espetáculo midiático da Lava Jato levou a Petrobras a reduzir seus investimentos em 25%, anunciado pelo próprio Conselho de Administração da petroleira em 2015, algo em torno de 2,5% da retração do PIB na época.

Já a construção civil sofreu em 2019 retração de 28%, em relação a 2014, segundo a Associação Brasileira de Economistas pela Democracia (Abed).

O setor vinha com um desenvolvimento tecnológico latente, criando milhares de empregos. Porém, após a força-tarefa o declínio ficou nítido.

Foram milhões de empregos destruídos, prejudicando a vida de milhões de brasileiros.

Só entre 2015 e 2018, a construção civil fechou um milhão de postos de trabalho, o que representa 40% das vagas de emprego perdidas na economia.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP), em parceria com o Instituto Ineep, divulgou que, em apenas quatro anos, todo o sistema Petrobras, incluindo refinarias e subsidiárias, diminuiu o número de trabalhadores de 86 mil para 63 mil. Já os terceirizados caíram de 360 mil para 117 mil, sem contar as vagas indiretas de trabalho.

A Lava Jato provocou a difamação das empresas, estancou produções e ajudou a fomentar a política privatista.

Para recuperar R$ 2,5 bilhões, de 2015 a 2019, foi necessária uma perda de aproximadamente R$142 bilhões só em 2015.

Dados divulgados pelo jornal Valor Econômico, em artigo dos pesquisadores Luiz Fernando de Paula, professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE/UFRJ), e Rafael Moura, doutorando de Ciências Políticas do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Iesp/UERJ).

Sergio Moro gastou 964 parágrafos para condenar Lula, sem provas.

A condenação nunca foi para dar fim à corrupção no país, mas, sim, atender os interesses de uma elite que nunca se preocupou com a realidade do povo brasileiro. De uma pequena parcela da população que nunca admitiu ver o filho da empregada na mesma faculdade que o filho do patrão.

A crise econômica ainda irá longe, mas a farsa da Lava Jato está com os dias contados.

Lula foi ameaçado, julgado e humilhado por defender o Brasil e dar oportunidades para quem sempre ficou à margem.

Este foi o real motivo da “Farsa Jato”, uma mentira nacional que prejudicou a vida de milhões de brasileiros.

Eu e centenas de milhares de pessoas de diversos partidos e ideologias queremos que o Brasil volte a crescer e seja feliz de novo.

Continuamos firmes na defesa de Lula, da justiça, da democracia e do Brasil.

*Zeca Dirceu é deputado federal (PT-PR)





2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

13 de fevereiro de 2021 às 16h18

A Destruição do Sistema Petrobras e, por conseqüência,
toda a Cadeia Produtiva Nacional vinculada à Exploração,
ao Refino e à Distribuição do Petróleo Brasileiro, sobretudo
à Produção de Óleo e Gás da Camada Pré-Sal, foi o Maior
de todos os Crimes da Gangue de Lesa-Pátrias da Lava-Jato,
porque afetou não só esta Geração mas sim as Gerações
Futuras do Brasil.
Se houvesse Previsão Legal e Autorização Constitucional,
esse seria um Caso de Aplicação da Pena de Morte no País.

Responder

    Zé Maria

    13 de fevereiro de 2021 às 21h10

    .
    .
    E, para agravar o Crime praticado
    por essa Organização Criminosa
    entranhada no Sistema Judicial,
    há o fato de que as Ações desses
    Criminosos Corruptos da FTLJ
    proporcionaram a Apropriação
    Privada de todo Conhecimento
    – adquirido por investimento
    estatal (público) em Pesquisa –
    pela Petrobras, principalmente
    da Tecnologia para Prospecção
    do Petróleo do Pré-Sal.

    Foi com a Ascensão de Temer,
    após o Golpe de 2016 – provocado
    em grande parte pela ‘Lava Jato’ –
    e com a Eleição de Jair Bolsonaro,
    depois da Prisão de Lula decorrente
    da Sentença Condenatória de um
    Juiz Suspeito em Conluio com
    membros do Ministério Público,
    que o Brasil vem sendo Depredado
    por Abutres Estrangeiros e Agiotas
    Impostores Locais Articulados com
    uma Imensurável Rede de Mídia.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura