VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Vivaldo Barbosa: O essencial é chegar bem às eleições de 2022
Avenida Paulista, 24J. Foto: Luiz Carlos Azenha
Política

Vivaldo Barbosa: O essencial é chegar bem às eleições de 2022


10/09/2021 - 12h50

PRECISAMOS CHEGAR BEM ÀS ELEIÇÕES

Por Vivaldo Barbosa

Nossa República vive seus males na esfera institucional.

De um lado, o Presidente da República ataca duramente o Supremo, não passando de um reles mitingueiro, não se vendo nem se portando como Presidente da República, colocou-se no plano lá embaixo, pedestre, sem a elevação da investidura que recebeu do povo brasileiro.

De outro lado, pouco tempo atrás, o STF atacou o Poder Executivo, afrontando a investidura e as atribuições constitucionais da Presidenta Dilma ao proibi-la de nomear Lula como Chefe da Casa Civil.

Este ataque ainda ficou mais escabroso quando se verificou, pelos fatos posteriores, que esta atitude do Supremo estava dentro do esquema de golpe que derrubou a Presidenta Dilma, levou à prisão de Lula e à eleição do Bolsonaro.

Ataques de uma esfera de poder a outra são perturbadores e inaceitáveis, pois colocam em risco o funcionamento normal das coisas e ameaçam a democracia e a garantia das liberdades.

Não podemos esquecer que o Supremo deu todo respaldo à operação Lava Jato, que ele próprio veio a considerar ilegal posteriormente.

E foi o STF que determinou a possibilidade da prisão de Lula ao permitir a aberração constitucional da prisão em segunda instância, antes do processo chegar ao final.

Duros ataques do judiciário aos poderes eletivos.

Tudo isto perturba o bom andamento da República.

Os pronunciamentos dos Presidentes da Câmara e do Senado amenizaram a delicada situação de desarranjo institucional que vivemos.

As respostas às falas agressivas e destemperadas foram de conteúdo institucional, de alerta a que não se pratique o que foi vociferado.

No terreno das palavras, Bolsonaro é o que é, totalmente destemperado, irrazoável, despreparado, mas que não passe para a ação, alertam Câmara e Supremo.

Duas questões merecem ser consideradas. Estas falas e atitudes de Bolsonaro dirigem-se precipuamente à sua gente, este grupo direitista que se aferra a ele, embora cada vez mais minguado.

Ele quer mantê-los unidos e mobilizados. E também não quer que ninguém da área conservadora e submissa aos interesses do Império entre em sua área ou venha dividir espaço com ele.

Bolsonaro está muito diminuído politicamente, cada vez mais isolado, não mede consequências para segurar esta gente.

Bolsonaro já deixou escapar duas vezes que teme ser preso, ao que parece, teme também pela prisão de filhos.

Pelo menos, tem consciência dos seus atos.

O inquérito aberto a pedido do Barroso e de todo TSE, contra ele, e aceito pelo Alexandre de Moraes, estaria a perturbá-lo.

Inquérito aberto contra o Presidente da República é sempre situação delicada.

Quando isto já aconteceu na República? A fala do Vice Mourão parece revelar isto: o problema estaria no inquérito ser conduzido por Ministro do Supremo e não pela Procuradoria Geral da República.

Enormes controvérsias jurídicas a respeito.

Todo esforço deve ser feito para chegarmos bem às eleições do próximo ano.

Tudo está favorável às forças populares recuperarem os direito e interesses do povo brasileiro.

Nada deveria perturbar. Principalmente por aqueles que estão deserdando do Bolsonaro, mas ainda não encontraram seu rumo.

O Brasil precisa reencontrar seu caminho: combater a pandemia, recuperar emprego e se desenvolver, exercer sua soberania, devolver direitos ao nosso povo e ampliá-los.

Com as eleições, chegaremos lá.





7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

12 de setembro de 2021 às 20h46

Vergonha Alheia

Fiasco dos Nem-Nem,
Neofascistas de Centro,
Radicais da Terceira Via,
Neoliberais Extremistas.
Cem Antipetistas em braZ-ilha
e Meia Dúzia de Três ou Quatro
espalhados na Avenida Paulista,
Com Lava-jato, com Fiesp, com Dória,
com Folha, com Globo, com tudo.
Sem o PT, sem Lula, não se criam.
.
Além de Ciro, discursaram o deputado Kim Kataguiri (DEM),
o vereador Fernando Holiday (Novo), o candidato à presidência em 2018
João Amoêdo (Novo) e a vereadora Janaina Lima (Novo), entre outros.
Luiz Henrique Mandetta [DEM], ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro, também foi ao protesto.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), também participou do ato,
e discursou em cima do carro do MBL.
Ele foi vaiado e aplaudido ao mesmo tempo e houve um princípio de confusão
entre seus seguranças e manifestantes.
.
“Chamadinha escrota na capa da Folha:
Lula ‘ameaça à economia’.

O cara que registrou recorde
de crescimento do PIB!”

https://twitter.com/VIOMUNDO/status/1437026650269659136
.
“A turma da ‘escolha dificil’ nao aprendeu nada.
Nem de democracia nem de economia!”

https://twitter.com/Gleisi/status/1436848695069323266
.

Responder

Zé Maria

10 de setembro de 2021 às 20h17

As Manifestações do dia 12
não são contra Bolsonaro,
são contra o Lula.
.
.
Nota da Excutiva Nacional do PSoL:
(https://t.co/jjVYWbhfBC)

“A Executiva Nacional do PSOL informa
que o partido não é organizador,
não convoca e nem participará da
manifestação do dia 12 de setembro.
Seguimos em debate com os partidos
de oposição para a construção de
uma manifestação ampla”

https://twitter.com/PSolCarioca50/status/1436437835750547462

Responder

    Zé Maria

    12 de setembro de 2021 às 01h04

    5 de Setembro: Dia Internacional da Democracia
    II Ato em Vigília Pela Democracia Brasileira

    https://pbs.twimg.com/media/E–g89CXsAIS8mJ?format=jpg

    Com apoio do Conselho Nacional de Saúde (CNS),
    ‘Movimento Direitos Já! Fórum pela Democracia’
    promove Ato no “Dia Internacional da Democracia”

    Diante da atual situação política, que abala diariamente
    a democracia brasileira, o movimento Direitos Já!
    Fórum pela Democracia vai promover, no dia
    15 de Setembro, às 18h, um Ato Presencial pelo
    “Dia Internacional da Democracia”, para marcar
    a data com uma iniciativa em defesa da democracia
    brasileira.

    Será o primeiro ato presencial do movimento
    após o início da pandemia.
    Todos os protocolos sanitários serão adotados.
    O encontro das lideranças começa às 18h, em São Paulo,
    para convidados.

    O ato terá a presença de presidentes nacionais de partidos e lideranças
    partidárias, como Alessandro Molon (PSB), Antonio Neto (PDT),
    Fábio Trad (PSD), Fernanda Melchionna (PSoL), Gleisi Hoffman (PT),
    Igor Soares (Podemos), José Anibal (PSDB), José Luiz Penna (PV),
    Júnior Bozzella (PSL), Luciana Santos (PCdoB), Mandetta (DEM),
    Marcelo Ramos (PL), Roberto Freire (Cidadania) e Simone Tebet (MDB).

    A iniciativa segue nos dias 18 e 19/9, com o
    II Ato Internacional do Direitos Já!,
    quando uma vigília democrática trará
    depoimentos de artistas, jornalistas,
    personalidades estrangeiras, políticos,
    religiosos, representantes de entidades
    LGBTQIA+, população negra e indígena,
    entre outros, com a mesma pauta do dia 15.

    O Conselho Nacional de Saúde (CNS) participará
    da atividade virtual, com presença online de
    conselheiros e conselheiras, além do presidente
    do CNS, Fernando Pigatto.

    Saiba mais

    O ‘Direitos Já! Fórum da Democracia’ é um movimento da sociedade civil
    em defesa da democracia e dos valores fundamentais expressos na Constituição
    Cidadã. Coordenado pelo sociólogo Fernando Guimarães, reúne ativistas das
    mais diversas organizações da sociedade civil e lideranças políticas de amplo espectro partidário.

    Mais informações:

    O quê: Ato Presencial pelo Dia Internacional da Democracia
    Quando: Dia 15 de setembro às 18h
    Onde: São Paulo (SP) para convidados
    Transmissão: Facebook e Youtube
    Outras informações: http://www.direitosja.org e
    (11) 986062912

    (Publicado: Sexta, 10 de Setembro de 2021, 15h36)

    http://conselho.saude.gov.br/ultimas-noticias-cns/2017-com-apoio-do-cns-movimento-direitos-ja-promove-ato-no-dia-internacional-da-democracia

    Zé Maria

    12 de setembro de 2021 às 01h07

    Em Tempo:

    15 de Setembro, Quarta-Feira:
    Dia Internacional da Democracia
    II Ato em Vigília Pela Democracia Brasileira
    às 18h em São Paulo-SP

    Zé Maria

    12 de setembro de 2021 às 01h12

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding