Ubiratan de Paula Santos: Os três Poderes da República não podem vacilar

Tempo de leitura: 2 min
Lula reúne-se no Palácio do Planalto com os presidentes dos demais poderes da República: ministra Rosa Weber, do STF, senador Vital do Rêgo, em exercício do Senado. e Arthur Lira, da Câmara. Foto: Ricardo Stuckert

Em defesa da democracia no Brasil

Por Ubiratan de Paula Santos*

A manutenção, aprofundamento e ampliação da democracia passa por esmagar os ovos, mas principalmente cortar a cabeça da serpente progenitora do movimento nazifascista expresso pelo bolsonarismo.

Frutos da construção do movimento que elegeu Bolsonaro em 2018, os acontecimentos ocorridos ontem, 08-01-2023, em Brasília, embora não só, revelam o edifício organizado de um modo de fazer política nazifascista.

Autoproclamados nacionalistas, adoradores da Pátria e de defensores da família esse movimento emerge das entranhas de um sistema econômico progressivamente excludente e desigual, cujos dominadores usam e operam a turba ao sabor de seus interesses, mesmo muitos sabendo de sua disfuncionalidade e regressividade histórica.

No Brasil ganha mais força pelo envolvimento das forças armadas no apoio ativo que têm dado aos movimentos golpistas e ditatoriais, especialmente a partir de 1964.

Os atos de ontem são inaceitáveis e devem merecer o repúdio de todos os que têm apreço pela democracia. Devem merecer duras ações e medidas dos poderes Legislativos, Judiciário e do Executivo.

É imperioso para a recuperação da democracia e seu aperfeiçoamento que os poderes reponham o que deva ser o papel das FFAA num regime democrático, subordinada, sem meias palavras, ao poder civil.

Qualquer contemporização significa aumentar a chocadeira desestabilizadora progressiva da democracia, que visa constranger, limitar, emparedar e tutelar os poderes da República, em especial o poder Executivo recém-eleito, tornando sem efeito a decisão soberana das urnas de 2022.

Os Poderes da República não podem vacilar sobre as medidas necessárias para responsabilizar e punir TODOS os envolvidos , de forma direta e indireta, na tentativa golpista fracassada.

Viva a democracia, viva o Brasil

*Ubiratan de Paula Santos é médico.

Leia também:

Manuel Domingos Neto: Lula, assuma o comando!

Terroristas invadem Congresso, STF e Planalto: ”Facilitação explícita da PM do governador Ibaneis”

Jeferson Miola: O Exército está no centro do terrorismo no Brasil

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Zé Maria

.
.
“Sobre a defensora que apoiou publicamente os atos terroristas em Brasília (*),
um grupo de defensores públicos, entre os quais estou incluído,
acabou de protocolar representação junto à Corregedoria.

A Defensoria só existe em razão do regime democrático e tem o dever
de defendê-lo.”

Rodrigo Baptista Pacheco
Defensor Público do Rio de Janeiro
ex-Defensor Público Geral
do Estado do RJ (2019-2022)
https://twitter.com/PachecoDefensor/status/1612545231617925138
.
.
*(https://bit.ly/3XlRvAw)

Defensora Pública do RJ celebra Ato Golpista e
Vandalismo em Escultura no STF que simboliza
a Justiça no DF: ‘Feliz’

Em rede social, Ana Paula Bagueira escreveu:
‘Chegou o dia’, numa foto que mostra a
depredação do patrimônio público no STF.
Bagueira atua no 2° Juizado Especial Cível
de Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Na tarde de domingo, enquanto o Palácio do
Planalto, Congresso e Supremo Tribunal Federal
(STF) eram destruídos, ela postou:
“O povo tem o poder. Estou feliz”.

Defensoria diz que eventuais faltas serão analisadas;

Ex-Defensor Geral do RJ protocolou Representação
na Corregedoria da Defensoria do Estado.
.
.
Tá na hora do Expurgo!
.
.

Zé Maria

.
“Cumprindo a determinação do Supremo Tribunal Federal,
a Bahia não tem mais algum acampamento antidemocrático.
Em ação coordenada do Comando de Policiamento Especializado
da Polícia Militar, todos os acampamentos em cidades baianas
foram desmontados.”

JERÔNIMO RODRIGUES (PT/BA)
Governador da Bahia
.
.
Governador que não botar pra correr os Adoradores de ET de Porta de Quartel

estarão prevaricando e desobedecendo Ordem Judicial da Corte Suprema.

Tomarão, por conseguinte, o mesmo caminho trilhado pelo Ibanêis (MDB/DF).
.
.

Monica V Marquezini

As FAs foram coniventes e chocaram esses atos por muito tempo. O ex-presidente dizia “meu exercito”. Um Ato organizado por Anônimos , mas executados por indivíduos com um fundamentalismo instituído. Penso que temos FA associadas aos neopentecostais. Representantes dessas duas bases estão dentro e fora do parlamento.

Deixe seu comentário

Leia também