Nesta sexta, milhões de pessoas ao redor do mundo se mobilizam em solidariedade à Palestina; sábado, tem ato no Rio de Janeiro

Tempo de leitura: 2 min

Da Redação

Cresce o movimento global por uma Palestina Livre.

Nesta sexta-feira, 17 de novembro, milhões de pessoas ao redor do mundo se mobilizam novamente em solidariedade à Palestina.

É uma ação internacional cujas hasthags são:

#Para Tudo Pela Palestina

#ShutItDown4Palestine

#PalestinaLivre #Palestina

Participam, entre outros, os seguintes movimentos sociais:

Assembleia Internacional dos Povos

Resposta Coalizão

Apoie o jornalismo independente

Estudantes Nacionais pela Justiça na Palestina

BDS

Na cidade de São Paulo, por exemplo, acontece desde as 11h o Ato em Solidariedade ao Povo Palestino.

É em frente ao Consulado Geral de Israel na capital.

Você poderá acompanhar os atos no Brasil e no restante mundo pelos perfis no Instagram dos movimentos sociais envolvidos com a questão, entre os quais:

BDS (@Movimiento_BDS)

Assembleia Internacional dos Povos (https://www.instagram.com/assembleiapovos/)

NESTE SÁBADO TEM ATO NO RIO DE JANEIRO ÀS 10H

O Coletivo Árabes, Judeus & Aliados pela Paz realiza neste sábado, 18/11, na cidade do Rio de Janeiro ato pelo cessar-fogo imediato.

Será em Copacabana, Posto 5.

O Coletivo nasceu do encontro de pessoas preocupadas com o cessar-fogo imediato, seguido de negociações que produzam resultados concretos.

Luta pela solução de dois Estados ou de um só Estado plurinacional, laicos e democráticos.

Considera justa a insurgência contra o colonialismo e a opressão

Para o Coletivo, as resoluções da ONU têm que ser acatadas integralmente.

Repudia todo uso criminoso do poder bélico no qual civis sejam vitimados.

Repudia igualmente os que, se aproveitando do triste momento, jogam água no moinho da islamofobia e do antissemitismo.

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Zé Maria

https://pbs.twimg.com/media/F_PIckuXMAA8ziY?format=jpg
“From Scotland to Ireland, Germany to France, Cuba to Yemen,
Spain to Poland, Iran to Indonesia, South Korea to Turkey,
Japan to South Africa, Canada to the U.S., and beyond,
the people of the world are rising up in MASSIVE numbers
to denounce Israel’s genocide in Palestine.”
https://twitter.com/sahouraxo/status/1725943486703165515

Zé Maria

https://pbs.twimg.com/media/F8vgnhHWEAARUm7?format=jpg

https://twitter.com/BlackJewishA
https://twitter.com/PSCupdates

Coletivo “Black-Jewish Alliance (BJA)” [“Aliança Negro-Judaica]
Marcha atrás da Bandeira em Solidariedade com a Palestina

“A BJA foi fundada porque reconhecemos a necessidade urgente
de conectar o anti-semitismo ao colonialismo, à antinegritude
e a outras formas de racismo – no processo de construção
da solidariedade entre as comunidades. Como judeus, somos
contra todas as formas de racismo, fascismo e opressão.”
https://twitter.com/BlackJewishA/status/1724558837095580120
https://twitter.com/BlackJewishA/status/1724562253729403313

“Acreditamos que a luta contra todas as formas de racismo,
incluindo o anti-semitismo, a islamofobia e o sistema de
‘Apartheid’ de Israel, é indivisível.
Você não é um anti-racista a menos que se oponha a todos eles.”
https://twitter.com/BenJamalpsc/status/1723726567031873578

https://youtu.be/y0mtb9oDaKQ
“Aqueles que se opõem aos crimes de guerra e ao massacre em massa
de crianças estão a ser demonizados como extremistas odiosos.
Este é o mundo virado de cabeça para baixo.”
https://twitter.com/OwenJones84/status/1722953949727051904

“Note-se o compromisso da boca para fora, com o Direito Internacional tornado vazio pelo fracasso em condenar Israel pelos seus evidentes crimes de guerra.
Observe também as referências a civis israelenses sendo ‘assassinados’
e palestinos ‘morrendo’.
Este é um teste moral básico e o Partido Trabalhista [Inglês] está falhando nele.
https://twitter.com/BenJamalpsc/status/1724539920864231736

“Pare de permitir que um estado ocupe ilegalmente
e aplique um sistema de apartheid.
Abordar as evidências do apartheid em vez de ignorá-las.
Tomar medidas, incluindo o desinvestimento, para acabar
com a cumplicidade com o apoio ao apartheid.
A violência não terminará até que você resolva as causas
profundas.”
https://twitter.com/BenJamalpsc/status/1724342942054133836

“Como dissemos… marcharemos no sábado.
Não é apenas um direito.
É um dever moral falar contra o genocídio.
Junte-se a nós”
https://twitter.com/BenJamalpsc/status/1721959171464052791

“Estamos cientes da proibição de judeus anti-sionistas
de frequentar as sinagogas, da distorção da nossa halacha
para definir os judeus anti-sionistas fora do judaísmo,
bem como dos níveis crescentes e desproporcionais
de violência policial contra judeus anti-sionistas no
Reino Unido, Alemanha, Israel, USA”…
https://twitter.com/BlackJewishA/status/1725175152177000889

“Este é de fato um novo e crescente anti-semitismo,
e foi arquitetado por Israel e pelos sionistas que
tentam homogeneizar os judeus numa única entidade,
empurrando a narrativa de uma ‘guerra étnico-tribal-religiosa’.
O objetivo?
Desviar a atenção da realidade de Israel como um projeto colonial.”
https://twitter.com/BlackJewishA/status/1725175157927358593
.
.
https://i.guim.co.uk/img/media/4ac6d3faad57bf8e47b71eaffe886881c753272e/0_100_6000_3600/master/6000.jpg?width=700&dpr=1&s=none

“Perdemos as lentes dos intelectuais do período pós-guerra,
que escavaram as conexões entre racismo, colonialismo
e anti-semitismo.”
“A teórica política Hannah Arendt, entre outros, argumentou
que a violência racista do colonialismo europeu em África
moldou e abriu o caminho para o odioso anti-semitismo nazi,
baseado na hierarquia racial, que levou aos horrores únicos
do Holocausto”

Por Raquel Shabi, no The Guardian: https://t.co/yDFW03spxc

https://twitter.com/BlackJewishA/status/1724558846075539526
https://www.theguardian.com/commentisfree/2023/nov/13/israel-palestine-racism-antisemitism?s=09
.
.
https://t.co/KLvEzQIqxF
O “Movimento Britânico de Solidariedade à Palestina”
está assumindo uma posição vital em Defesa da Democracia
https://twitter.com/jacobin/status/1725393342035566641
https://jacobin.com/2023/11/britain-palestine-solidarity-movement-cease-fire-protest-defense-democracy-braverman-israel
.
.

Zé Maria

https://twitter.com/i/status/1725461681327718812

O Genocídio de um Povo Será Televisionado.

https://twitter.com/LucindamRJ/status/1725461681327718812

‘Terroristas’
Jesus Cristo foi Considerado Terrorista;
Estêvão foi Considerado Terrorista;
Saulo (Paulo) foi Considerado Terrorista;
Maomé foi Considerado Terrorista;
Giordano Bruno foi Considerado Terrorista;
Galileu Galilei foi Considerado Terrorista
Mahatma Gandhi foi Considerado Terrorista;
Nelson Mandela foi Considerado Terrorista;
Martin Luther King foi Considerado Terrorista;
Charlie Chaplin foi Considerado Terrorista;
Che Guevara foi Considerado Terrorista;
Carlos Marighella foi Considerado Terrorista;
Pepe Mujica foi Considerado Terrorista;
Lula foi Considerado Terrorista…
Cada um a seu tempo.

Deixe seu comentário

Leia também

Política

Roberto Amaral: É preciso revisitar a História para não repeti-la

A extrema-direita e as massas abandonadas pelas esquerdas

Política

Jeferson Miola: Em qual país do mundo…

Só no Brasil tudo isso junto é possível

Política

Marcelo Zero: Trump promete ser pior do que Biden

Nada é tão ruim que não possa piorar