VIOMUNDO

Diário da Resistência


Lula: Gushiken dedicou a vida a Brasil “mais justo e solidário”
Política

Lula: Gushiken dedicou a vida a Brasil “mais justo e solidário”


13/09/2013 - 22h57

Sindicato dos Bancários lamenta morte de Luiz Gushiken

Funcionário do antigo Banespa, Gushiken presidiu a entidade entre 1985 e 1986, quando se elegeu deputado federal constituinte

O Sindicato dos Bancários está de luto. Perdemos hoje nosso amigo e companheiro de muitas lutas Luiz Gushiken. Ele presidiu o Sindicato em 1985 e atuou ativamente contra a ditadura militar e em defesa da categoria bancária. Funcionário do antigo Banespa, hoje controlado pelo Santander, sucedeu Augusto Campos na direção do Sindicato no processo de redemocratização do país.

“Para bem exercer o poder é preciso ao mesmo tempo gostar de exercê-lo e igualmente ter desprendimento em relação a ele”, dizia Gushiken. E poucos exerceram com tanto talento e humildade. Ele esteve à frente maior greve nacional dos bancários, defendendo os trabalhadores por melhores condições de trabalho e salários mais justos conquistando vitórias importantes para a categoria, como o tíquete-refeição e o auxílio-creche/babá, até hoje um direito assegurado na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Gushiken também participou de a criação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e do Partido dos Trabalhadores (PT).

Sua força, ética e competência serão sempre lembrados por nossa militância. Com sua morte, o Brasil e toda a nossa geração perdem uma referência intelectual.

Diretoria do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região

*****

Luiz Gushiken foi um militante político brilhante, um conselheiro, um companheiro e um grande amigo.

Um homem íntegro que dedicou sua vida à construção de um Brasil mais justo e solidário.

No Sindicato dos Bancários de São Paulo, no Partido dos Trabalhadores, na Assembleia Constituinte, no governo e em todos os espaços em que atuou, sempre defendeu a democracia, a classe trabalhadora e um mundo com mais harmonia e justiça social.

Nunca esqueceremos a contribuição generosa de Gushiken para a construção desse Brasil  que sonhamos juntos e que sem ele não seria possível.

Neste momento de dor, queremos nos juntar e prestar nossa solidariedade aos seus familiares, amigos e todos aqueles que, como nós, só podem agradecer a Deus ter convivido com uma pessoa tão iluminada quanto Luiz Gushiken.

Nossos mais sinceros sentimentos.

Dona Marisa Letícia e Luiz Inácio Lula da Silva

Leia também:

Catimba de ministros e manobra de Barbosa impedem Mello de votar

Bandeira de Mello: “Espero que os embargos ajudem a mitigar injustiças”

“Segredo no inquérito 2474 vai na contramão da Lei da Transparência”





13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

wagner paulista de souza

16 de setembro de 2013 às 13h29

Meu pleito de reconhecimento pela postura firme, corajosa e serena do líder Gushiken, com o qual “trabalhei” a greve nacional do BB em 1984. Perde-se um grande lutador das causas sociais.

Responder

Antônio David: O tempo corre contra Dilma - Viomundo - O que você não vê na mídia

15 de setembro de 2013 às 01h42

[…] Lula: Gushiken dedicou a vida a Brasil “mais justo e solidário” […]

Responder

Roman

14 de setembro de 2013 às 08h29

Espero que um dia a nossa história seja realmente contada e com a atribuição dos méritos à pessoas certas e merecedoras. Gushiken, você é um merecedor de todas as honrarias. Você, certamente, é um dos maiores Brasileiros. Obrigado por tudo que você fez e defendeu.

Responder

Silvio Gouveia

14 de setembro de 2013 às 08h24

Caro Azenha,
Nao conheci pessoalmente Gushiken mas existem pessoas que transmitem serenidade, sabedoria e em todos os seus atos desmedida coragem. Essa e minha visao de Luiz Gushiken. Um Brasileiro que amou os ideais e lutou por seu povo menos favorecido. Que o Deus da Vida o apresente para a Luz Eterna.
Paz a todos os familiares e amigos.

Responder

Vagner Freitas: Gushiken teve que enfrentar a desonestidade do procurador-geral da República e a má-fé da imprensa - Viomundo - O que você não vê na mídia

14 de setembro de 2013 às 07h45

[…] Lula: Gushiken dedicou a vida a Brasil “mais justo e solidário” […]

Responder

marcosomag

14 de setembro de 2013 às 01h55

Espero que o PIG não tenha acesso ao seu velório e sepultamento. O PIG matou Luiz Gushiken. Até quando os brasileiros vão tolerar linchamentos como o que fizeram o líder bancário? Descanse em paz.

Responder

francisco.latorre

14 de setembro de 2013 às 00h51

grande brasileiro.

..

Responder

FrancoAtirador

14 de setembro de 2013 às 00h49

.
.
A morte de meu amigo Luiz Gushiken é um momento de dor e de reverência.

Dor pela ausência que ele fará para todos os que tiveram a felicidade de conhecê-lo, que puderam compartilhar da sua sabedoria e capacidade de pensar como o Brasil poderia ser uma nação mais justa para todos.

Reverência pela serenidade como viveu a vida e enfrentou a morte.

Fundador do PT, deputado federal por três legislaturas, meu colega de ministério no governo Lula, Luiz Gushiken partiu como viveu. Com coragem.

Aos familiares e amigos, deixo as minhas condolências e homenagens a este grande brasileiro.

Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

(http://blog.planalto.gov.br/presidenta-dilma-lamenta-morte-de-luiz-gushiken)

Responder

ricardo silveira

14 de setembro de 2013 às 00h31

Junto-me a todos que se solidarizam com a família de Luiz Gushiken e rendem homenagens a esse brasileiro que lutou com dignidade e coragem por um Brasil para todos.

Responder

Edimar Abreu

14 de setembro de 2013 às 00h08

Eu vi o que ele fez. Eu sei quem ele era: um grande homem, um humanista, um gigante disfarçado de gnomo de jardim. E estávamos em lados contrários da mesa de negociação! Um dia triste para o Brasil todo e, em particular, para nós, que com ele convivemos.

Responder

Murilo Silva: Luiz Gushiken vive! - Viomundo - O que você não vê na mídia

13 de setembro de 2013 às 23h39

[…] Lula: Gushiken dedicou a vida a Brasil “mais justo e solidário” […]

Responder

Avelino

13 de setembro de 2013 às 23h20

Não só o sindicato e nem só os bancários, mas todos que viam nele, alguém sempre lutando para que o mundo, fosse menos injusto. A morte dele deixa o mundo um pouco menor.

Responder

maria ferreira

13 de setembro de 2013 às 23h17

Obrigado Gushiken por sua luta. Meus sentimentos à família.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding