VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Se Lula voltar “nunca mais vai sair”, diz Bolsonaro, ligando ex-presidente a Lamarca
Reprodução
Política

Se Lula voltar “nunca mais vai sair”, diz Bolsonaro, ligando ex-presidente a Lamarca


14/05/2021 - 16h54

Da Redação

Da Redação.

O presidente Jair Bolsonaro referiu-se ao ex-presidente Lula, hoje, como “filho do capeta”, apesar de não nomeá-lo.

Bolsonaro revelou, brevemente, o que deve ser sua tática eleitoral em 2022: a demonização da esquerda em geral e do PT em particular, como fez o então candidato Fernando Collor em 1989.

Falando a apoiadores, Bolsonaro atribuiu a Carlos Lamarca a morte, a coronhadas, do tenente PM Alberto Mendes Junior, durante a ditadura militar — e tentou estabelecer um nexo entre a resistência à ditadura e o ex-presidente Lula.

“Se esse cara voltar nunca mais vai sair”, disse o ocupante do Planalto.

Pesquisa recente do Datafolha, feita presencialmente, sugeriu que se a eleição fosse hoje Lula bateria Bolsonaro por 55% a 32% no segundo turno.





7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

15 de maio de 2021 às 19h26

Só Pra Lembrar

Em 2010, houve um Grupo Político Grande
que queria alterar a Constituição para abrir
a Possibilidade de o então Presidente Lula
concorrer a um 3º Mandato Consecutivo.
E Lula não quis.
.

Responder

Barreto

15 de maio de 2021 às 10h42

Acredito que seja a mesma estratégia utilizada com o voto impresso. A intenção de fraudar é a de quem acusa, aliás como tudo o que ele acusa os outros de fazer.

Responder

Zé Maria

14 de maio de 2021 às 20h23

Excerto

“Bolsonaro revelou, brevemente,
o que deve ser sua tática eleitoral
em 2022:
a demonização da esquerda em geral
e do PT em particular, como fez o então
candidato Fernando Collor em 1989.”
.
Aliás, Bolsonaro anda abraçado
com Collor de Mello nas Alagoas.
Por sinal, o Senador Collor votou
contra a instauração da Comissão
Parlamentar de Inquérito (CPI) no
Senado, para investigar supostos
Crimes praticados pelo Governo
de Jair Bolsonaro na Pandemia.

Responder

Zé Maria

14 de maio de 2021 às 20h09

Ministro do STF atende pedido da
Advocacia Geral da União (AGU)
para que Pazuello possa ficar em
Silêncio na CPI, mas o mantém na
Condição de Testemunha, sendo
obrigado a comparecer e dizer a
verdade, a não ser que a resposta
eventualmente possa incriminá-lo.

Decisão:
“Em face do exposto, concedo, em parte, a ordem de
habeas corpus para que, não obstante a compulsoriedade
de comparecimento do paciente à Comissão
Parlamentar de Inquérito sobre a Pandemia da Covid-19,
na qualidade de testemunha, seja a ele assegurado:

(i) o direito ao silêncio, isto é, de não responder a
perguntas que possam, por qualquer forma,
incriminá-lo, sendo-lhe, contudo, vedado faltar
com a verdade relativamente a todos os demais
questionamentos não abrigados nesta cláusula;

(ii) o direito a ser assistido por advogado durante
todo o depoimento; e

(iii) o direito a ser inquirido com dignidade, urbanidade
e respeito, ao qual, de resto, fazem jus todos depoentes,
não podendo sofrer quaisquer constrangimentos físicos
ou morais, em especial ameaças de prisão ou de processo,
caso esteja atuando no exercício regular dos direitos
acima explicitados, servindo esta decisão como
salvo-conduto.

Comunique-se imediatamente.

Requisitem-se informações.

Publique-se.

Brasília, 14 de maio de 2021.”

Íntegra: (https://www.migalhas.com.br/arquivos/2021/5/76F9CCB029E672_decisao-pazuello.pdf)
http://portal.stf.jus.br/processos/detalhe.asp?incidente=6176819

https://www.migalhas.com.br/quentes/345588/lewandowski-garante-a-pazuello-direito-de-ficar-em-silencio-na-cpi

Responder

Lucas Dallas

14 de maio de 2021 às 18h12

Nadar na TV ele copiou do assessor dele. Uns nada outros voa na TV.
Compra as vacinas.
Esquece o Lamarca.

Responder

Zé Maria

14 de maio de 2021 às 18h04

Quem não quer mais sair é esse Serial Killer Genocida Covarde que ancorou no Palácio
do Planalto para matar Negros e Indígenas.
Em 2022, vai levar uma sova do LULA [Desarmado].

Responder

    Zé Maria

    15 de maio de 2021 às 22h53

    Aliás, é Proposital o Atraso na Aquisição de
    Vacinas, para que a conclusão da Vacinação
    da População Brasileira ocorra em 2022, quando Bolsonaro poderá reivindicar o Mérito do Feito,
    capitalizando eleitoralmente, independente
    do Número de Mortes por COVID-19 no Brasil.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding